SlideShare uma empresa Scribd logo
ROCK
Suas raízes se encontram no rock and roll e no
rockabilly que emergiu e se definiu nos Estados
Unidos no final dos anos 40 e início dos anos 50,
que evoluiu do blues, da música country e do rhythm
and blues, entre outras influências musicais que
ainda incluem o folk, o jazz e a música clássica.
Todas estas influências combinadas em uma simples
estrutura musical baseada no blues que era "rápida,
dançável e pegajosa".
Além de ser um gênero musical, o rock serviu
também como referência comportamental para
milhares de pessoas, principalmente jovens, que
passaram a tomar um estilo mais despojado e
moderno de se vestir, agir e falar
Diversos astros do rock surgiram ao longo da sua
estrada. Um dos maiores ícones de todas as épocas
foi Elvis Presley. Também conhecido como o Rei do
Rock,
Outra lenda do Rock foi a banda de Liverpool The
Beatles. Formada em 1960, tinha por integrantes:
John Lennon, Paul McCartney, George Harrison e
Ringo Starr.
Formada em Los Angeles, em 1983, os Red Hot
Chili Peppers é outra banda de grande influência na
história do Rock and Roll. Seus quatro integrantes,
Anthony Kiedis, Michael Flea Balzary, Chad Smith e
Josh Klinghoffer, variam seu som entre os ritmos de
funk tradicionais, à punk rock e rock psicodélico,
trazendo ao mundo do rock uma nova cara e ritmo.
No final das década de 1960 e início dos anos
setenta, o rock desenvolveu diferentes subgêneros.
Quando foi misturado com a folk music ou com o
blues ou com o jazz, nasceram o folk rock, o blues-
rock e o jazz-rock respectivamente. Na década de
1970, o rock incorporou influências de gêneros como
a soul music, o funk e de diversos ritmos de países
latino-americanos. Ainda naquela década, o rock
gerou uma série de outros subgêneros, tais como o
soft rock, o glam rock, o heavy metal, o hard rock, o
rock progressivo e o punk rock. Já nos anos oitenta,
os subgêneros que surgiram foram a New Wave, o
punk hardcore e rock alternativo. E na década de
1990, os sub-gêneros criados foram o grunge, o
britpop, o indie rock e o nu metal
http://www.clickgratis.com.br/letras-de-
musicas/noticias/historia-rock-and-roll-elvis-beatles-
ate-red-hot-chili-peppers/
http://pt.wikipedia.org/wiki/Rock
SAMBA
O nome samba é, provavelmente, originário do nome
angolano semba, um ritmo religioso, cujo nome
significa umbigada, devido à forma como era
dançado.
O primeiro registro da palavra "samba" aparece na
Revista O Carapuceiro, de Pernambuco, em 3 de
fevereiro de 1838, quando Frei Miguel do
Sacramento Lopes Gama, escreve contra o que
chamou de "samba d'almocreve". O Samba é a
principal forma de música de raízes africanas surgida
no Brasil. .
Em meados do século 19, a palavra samba definia
diferentes tipos de música introduzidas pelos
escravos africanos, desde o Maranhão até São
Paulo. O samba carioca provavelmente recebeu
muita influência de ritmos da Bahia, com a
transferência de grande quantidade de escravos para
as plantações de café no Estado do Rio, onde
ganhou novos contornos, instrumentos e histórico
próprio, de forma tal que, o samba moderno, como
gênero musical, surgiu no início do século 20 na
cidade do Rio de Janeiro (a capital brasileira de
então).
Muitos pesquisadores apontam para os ritmos do
maxixe, do lundu e da modinha como fontes que,
quando sintetizadas, deram origem a ao samba
moderno.
O samba-amaxixado Pelo telefone, de domínio
público mas registrado por Donga e Mauro Almeida,
é considerado o primeiro samba gravado, embora
Bahiano e Ernesto Nazaré tenham gravado pela
Casa Édison desde 1903.
Tempos depois, o samba toma as ruas e espalha-se
pelos carnavais do Brasil. Neste período, os
principais sambistas são: Sinhô Ismael Silva e Heitor
dos Prazeres .
Na década de 1930, as estações de rádio, em plena
difusão pelo Brasil, passam a tocar os sambas para
os lares. Os grandes sambistas e compositores
desta época são: Noel Rosa autor de Conversa de
Botequim; Cartola de As Rosas Não Falam; Dorival
Caymmi de O Que É Que a Baiana Tem?; Ary
Barroso, de Aquarela do Brasil; e Adoniran Barbosa,
de Trem das Onze.
Na década de 1970 e 1980, começa a surgir uma
nova geração de sambistas. Podemos destacar:
Paulinho da Viola, Jorge Aragão, João Nogueira,
Beth Carvalho, Elza Soares, Dona Ivone Lara,
Clementina de Jesus, Chico Buarque, João Bosco e
Aldir Blanc.
Outros importantes sambistas de todos os tempos:
Pixinguinha, Ataulfo Alves, Carmen Miranda
(sucesso no Brasil e nos EUA), Elton Medeiros,
Nelson Cavaquinho, Lupicínio Rodrigues, Aracy de
Almeida, Demônios da Garoa, Isaura Garcia,
Candeia, Elis Regina, Nelson Sargento, Clara Nunes,
Wilson Moreira, Elizeth Cardoso, Jacob do Bandolim
e Lamartine Babo. Bahia, Rio de Janeiro e São
Paulo
Os tipos de samba mais conhecidos e que fazem
mais sucesso são os da Bahia, do Rio de Janeiro e
de São Paulo. O samba baiano é influenciado pelo
lundu e maxixe, com letras simples, balanço rápido e
ritmo repetitivo. A lambada, por exemplo, é neste
estilo, pois tem origem no maxixe.
Já o samba de roda, surgido na Bahia no século XIX,
apresenta elementos culturais afro-brasileiros. Com
palmas e cantos, os dançarinos dançam dentro de
uma roda. O som fica por conta de um conjunto
musical, que utiliza viola, atabaque, berimbau,
chocalho e pandeiro
No Rio de Janeiro, o samba está ligado à vida nos
morros, sendo que as letras falam da vida urbana,
dos trabalhadores e das dificuldades da vida de uma
forma amena e muitas vezes com humoEntre os
paulistas, o samba ganha uma conotação de mistura
de raças. Com influência italiana, as letras são mais
elaboradas e o sotaque dos bairros de trabalhadores
ganha espaço no estilo do samba de São Paulo.
Pagode é um gênero musical brasileiro originado no
Rio de Janeiro, a partir da cena musical do samba
dos fundos de quintais, muito comuns no subúrbio da
cidade. Esta é a forma pejorativa e preconceituosa
que esta palavra assumiu.[1]
No início, o pagode não era exatamente um gênero
musical. Pagode era o nome dado às festas que
aconteciam nas senzalas e acabou tornando-se
sinônimo de qualquer festa regada a alegria, bebida
e cantoria.
http://www.sambacarioca.com.br/historia-do-
samba.html
http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/historia-do-
samba/historia-do-samba-6.php
FORRÓ é uma festa popular brasileira, de origem
nordestina e é a dança praticada nessas festas,
conhecida também por arrasta-pé, bate-chinela,
fobó, forrobodó. No forró, vários ritmos musicais
daquela região, como baião, a quadrilha, o xaxado,
que tem influências holandesas e o xote, que veio de
Portugal, são tocados, tradicionalmente, por trios,
compostos de um sanfoneiro (tocador de acordeom
—que no forró é tradicionalmente a sanfona de oito
baixos), um zabumbeiro e um tocador de triângulo.
O forró possui semelhanças com o toré e o arrastar
dos pés dos índios, com os ritmos binários
portugueses e holandeses, porque são ritmos de
origem européia a Chula, denominada pelos
nordestinos de simplesmente "Forró", xote("Xotis"), o
termo correto, e variedades de Polkas européias que
são chamadas pelos nordestinos de arrasta-pé e ou
quadrilhas. Além do jeito europeu de dançar, essas
danças adquiriram também o balançar dos quadris
dos africanos. A dança do forró tem influência direta
das danças de salão européias, como evidencia
nossa história de colonização e invasões européias.
Conhecido e praticado em todo o Brasil, o forró é
especialmente popular nas cidades brasileiras de
Campina Grande, Caruaru, Gravatá, Mossoró, e
Juazeiro do Norte, onde é símbolo da Festa de São
João, e nas capitais Aracaju, Fortaleza, João
Pessoa, Natal, Maceió, Recife, São Luís e Teresina,
onde são promovidas grandes festas.
O termo "forró", segundo o folclorista potiguar Luís
da Câmara Cascudo, estudioso de manifestações
culturais populares, vem da palavra "forrobodó", de
origem bantu (Tronco lingüístico africano, que
influenciou o idioma brasileiro, sendo base cultural
de identidade no Brasil escravista), que significa:
arrasta-pé, farra, confusão, desordem.
A Versão mais verossímil, apoiada pelo próprio
historiador Câmara Cascudo, é a de que Forró é
derivado do termo africano forrobodó e era uma festa
que foi transformada em gênero musical, tal seu
fascínio sobre as pessoas.
Na etimologia popular (ou pseudoetimologia) é
freqüente associar a origem da palavra "forró" à
expressão da língua inglesa for all (para todos). Para
essa versão foi construída uma engenhosa história:
no início do século XX, os engenheiros britânicos,
instalados em Pernambuco para construir a ferrovia
Great Western, promoviam bailes abertos ao público,
ou seja, for all. Assim, o termo passaria a ser
pronunciado "forró" pelos nordestinos. Outra versão
da mesma história substitui os ingleses pelos
estadunidenses e Pernambuco por Natal do período
da Segunda Guerra Mundial, quando uma base
militar dos Estados Unidos foi instalada nessa
cidade.
Antes disso, em 1912, Chiquinha Gonzaga compôs
Forrobodó, que ela classificou como uma peça
burlesca e que lhe valeu, algum tempo depois, em
1915, o Prêmio Mambembe, sendo Mambembe
também de origem banto, significando medíocre, de
má qualidade.
O forró tornou-se um fenômeno pop em princípios da
década de 1950. Em 1949, Luiz Gonzaga gravou
"Forró de Mané Vito", de sua autoria em parceria
com Zé Dantas e em 1958, "Forró no escuro". No
entanto, o forró popularizou-se em todo o Brasil com
a intensa imigração dos nordestinos para outras
regiões do país, especialmente, para as capitais:
Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo.
Nos anos 1970, surgiram, nessas e noutras cidades
brasileiras, "casas de forró". Artistas nordestinos que
já faziam sucesso tornaram-se consagrados (Luiz
Gonzaga, Dominguinhos, Trio Nordestino, Genival
Lacerda) e outros surgiram.
Depois de um período de desinteresse na década de
1980, o forró ganhou novo fôlego da década de 1990
em diante, com o surgimento e sucesso de novos
trios e artistas de forró. Gêneros musicais.
O forró é dançado ao som de vários ritmos
brasileiros tipicamente nordestinos, entre os quais
destacam-se: o xote, o baião, o xaxado, a marcha
(estilo tradicionalmente adotado em quadrilhas) e
coco. Outros estilos de forró que vêm aparecendo
são: o forró universitário, uma revisitação do forró
tradicional (conhecido como forró pé-de-serra) e o
forró eletrônico ou estilizado (que, para alguns, não é
considerado forró).
http://www.marquinhosdoforro.com.br/index.php?
option=com_content&view=article&id=5%3Ahistoria-
forro&Itemid=6
GÊNEROS MUSICAIS – QUIZ
Trabalho em dupla
1-Quando e onde teve início o rock?
2-Que outras músicas influenciaram o rock?
_________________________________
3-Quais os astros do rock?E que é o rei do rock?
_________________________________
_____________________________________
______________________________________
4- O rock é m é música negra? Justifique a sua
resposta?_______________________
__________________________________________
____________________________
5- O rock’n’roll não mudou a sociedade, mas serviu
como espelho de mudanças e tendências.Que
tendências foram essas?
__________________________________________
__________________________________________
___________________
6-A influência dos Beatles é incalculável.
Musicalmente, eles elevaram o rock a um nível até
hoje inigualado, estabelecendo parâmetros e
modelos para toda a música pop.Mas você conhece
roqueiros brasileiros ? Cite
alguns:_______________________________
__________________________________________
_________________________________
6-.Quais foram os subgêneros que o rock
desenvolveu no final das décadas de 1960 e início
dos anos 70 e 80?
__________________________________________
__________________________________________
_____________________________
7- De onde foi retirado esse texto sobre o rock?
_________________________________
História do samba
Vinícius de Moaraes
Gosto de um samba chulado
Porque é samba de cadência
No corrido sou danado
Mostro a minha independência
Mas o meu samba adorado
Onde perco a consciência
- É o samba de influência, ô maninha
Da polca nasceu o maxixe
Havanera concorreu
Mas foi o negro de piche
Quem mais ritmos lhe deu
Do maxixe veio o samba
Que ficou universal
- Negro é bamba, ô maninha
Negro é que é o tal!
8- Agora, escreva um lindo poema contando a
sua versão sobre o samba em uma outra folha.
9 – Qual a diferença entre o samba de São
Paulo e Rio de Janeiro?
______________________________________
________________________________
10- O que quer dizer a palavra samba?
______________________________________
______________________________
11- Qual foi o primeiro samba gravado e quem
foi o autor?
______________________________________
______________________________
12 Quais os melhores sambistas da década de
30 e 70 e quais os atuais?
______________________________________
______________________________
13 – De onde surgiu o pagode?________
_________________________________
14- Quais os ritmos musicais que existem no
forró?
_________________________________
15- Quais as duas explicações que há sobre o
nome forró?
______________________________________
______________________________
16 – Que outras danças e ritmos musicais que
o forró possui semelhanças?
______________________________________
______________________________
17- Quem é considerado o rei do forró? Por
quê ?
______________________________________
______________________________________
_____________________________________
18-Em relação ao forró, o que Chiquinha
Gonzaga fez?
______________________________________
______________________________________
______________________________________
19 – Durante algumas décadas o forró tem
mudado . Quais os tipos de forró que há hoje?
Cite alguns forrozeiros em cada tipo;
______________________________________
______________________________________
_____________________________________
20- Hoje, o forró é conhecido por todo país,mas
é bem popular em algumas cidades.Quais são
elas?
______________________________________
______________________________________
______________________________________
Bom estudo!
QUER SABER MAIS?
http://super.abril.com.br/cultura/rock-n-roll-dois-
quatro-444901.shtml

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

EJA: AVALIAÇÃO DE ARTES - 6º E 7º ANO - O PONTO,PONTILHISMO E A SEMANA DA AR...
EJA: AVALIAÇÃO DE ARTES - 6º  E 7º ANO - O PONTO,PONTILHISMO E A SEMANA DA AR...EJA: AVALIAÇÃO DE ARTES - 6º  E 7º ANO - O PONTO,PONTILHISMO E A SEMANA DA AR...
EJA: AVALIAÇÃO DE ARTES - 6º E 7º ANO - O PONTO,PONTILHISMO E A SEMANA DA AR...
Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino
 
Prova 1.ª elementos do teatro a
Prova 1.ª elementos do teatro   aProva 1.ª elementos do teatro   a
Prova 1.ª elementos do teatro a
Denise Compasso
 
Prova 6º Ano
Prova 6º AnoProva 6º Ano
Prova 6º Ano
Leoneide Carvalho
 
ATIVIDADE AVALIATIVA 9 ANO .pdf
ATIVIDADE AVALIATIVA 9 ANO .pdfATIVIDADE AVALIATIVA 9 ANO .pdf
ATIVIDADE AVALIATIVA 9 ANO .pdf
RenataKiffer5
 
Historia da musica atividades
Historia da musica atividadesHistoria da musica atividades
Historia da musica atividades
Atividades Diversas Cláudia
 
Simulado 6º ano arte
Simulado 6º ano arteSimulado 6º ano arte
Simulado 6º ano arte
Josycrissantos
 
7º ano avaliação de arte 1º bimestre
7º ano avaliação de arte 1º bimestre7º ano avaliação de arte 1º bimestre
7º ano avaliação de arte 1º bimestre
Fabiola Oliveira
 
Linguagens da artes (conteudos )
Linguagens da artes (conteudos )Linguagens da artes (conteudos )
Linguagens da artes (conteudos )
graduartes
 
Apostila de-arte-eja
Apostila de-arte-ejaApostila de-arte-eja
Apostila de-arte-eja
F Figueiredo Habyby
 
TRABALHANDO GÊNEROS MUSICAIS 6º ANO.docx
TRABALHANDO GÊNEROS MUSICAIS 6º ANO.docxTRABALHANDO GÊNEROS MUSICAIS 6º ANO.docx
TRABALHANDO GÊNEROS MUSICAIS 6º ANO.docx
ssuserb5a19b
 
Artes Dança/ Danças Regionais e Atividades
Artes Dança/ Danças Regionais e AtividadesArtes Dança/ Danças Regionais e Atividades
Artes Dança/ Danças Regionais e Atividades
Geo Honório
 
Avaliação para o 7º ano
Avaliação para o 7º anoAvaliação para o 7º ano
Avaliação para o 7º ano
Andreza Andrade
 
Atividades de Artes 6° ao 9° Ano
Atividades de Artes 6° ao 9° AnoAtividades de Artes 6° ao 9° Ano
Atividades de Artes 6° ao 9° Ano
Leoneide Carvalho
 
Danças regionais
Danças regionaisDanças regionais
Danças regionais
Atividades Diversas Cláudia
 
Avaliação de global de artes 6º e 7º ano setembro
Avaliação de global de artes 6º e 7º ano setembroAvaliação de global de artes 6º e 7º ano setembro
Avaliação de global de artes 6º e 7º ano setembro
Moesio Alves
 
Prova de arte 4b 9 ano1
Prova de arte 4b 9 ano1Prova de arte 4b 9 ano1
Prova de arte 4b 9 ano1
Atividades Diversas Cláudia
 
Prova Artes 6° ano
Prova Artes 6° anoProva Artes 6° ano
Prova Artes 6° ano
Geo Honório
 
Entenda a arte (atividades)
Entenda a arte (atividades)Entenda a arte (atividades)
Entenda a arte (atividades)
graduartes
 
Questões simulado
Questões simuladoQuestões simulado
Questões simulado
Marcelo Malafaia
 
Avaliação 9 ano grafite
Avaliação 9 ano grafiteAvaliação 9 ano grafite
Avaliação 9 ano grafite
Casiris Crescencio
 

Mais procurados (20)

EJA: AVALIAÇÃO DE ARTES - 6º E 7º ANO - O PONTO,PONTILHISMO E A SEMANA DA AR...
EJA: AVALIAÇÃO DE ARTES - 6º  E 7º ANO - O PONTO,PONTILHISMO E A SEMANA DA AR...EJA: AVALIAÇÃO DE ARTES - 6º  E 7º ANO - O PONTO,PONTILHISMO E A SEMANA DA AR...
EJA: AVALIAÇÃO DE ARTES - 6º E 7º ANO - O PONTO,PONTILHISMO E A SEMANA DA AR...
 
Prova 1.ª elementos do teatro a
Prova 1.ª elementos do teatro   aProva 1.ª elementos do teatro   a
Prova 1.ª elementos do teatro a
 
Prova 6º Ano
Prova 6º AnoProva 6º Ano
Prova 6º Ano
 
ATIVIDADE AVALIATIVA 9 ANO .pdf
ATIVIDADE AVALIATIVA 9 ANO .pdfATIVIDADE AVALIATIVA 9 ANO .pdf
ATIVIDADE AVALIATIVA 9 ANO .pdf
 
Historia da musica atividades
Historia da musica atividadesHistoria da musica atividades
Historia da musica atividades
 
Simulado 6º ano arte
Simulado 6º ano arteSimulado 6º ano arte
Simulado 6º ano arte
 
7º ano avaliação de arte 1º bimestre
7º ano avaliação de arte 1º bimestre7º ano avaliação de arte 1º bimestre
7º ano avaliação de arte 1º bimestre
 
Linguagens da artes (conteudos )
Linguagens da artes (conteudos )Linguagens da artes (conteudos )
Linguagens da artes (conteudos )
 
Apostila de-arte-eja
Apostila de-arte-ejaApostila de-arte-eja
Apostila de-arte-eja
 
TRABALHANDO GÊNEROS MUSICAIS 6º ANO.docx
TRABALHANDO GÊNEROS MUSICAIS 6º ANO.docxTRABALHANDO GÊNEROS MUSICAIS 6º ANO.docx
TRABALHANDO GÊNEROS MUSICAIS 6º ANO.docx
 
Artes Dança/ Danças Regionais e Atividades
Artes Dança/ Danças Regionais e AtividadesArtes Dança/ Danças Regionais e Atividades
Artes Dança/ Danças Regionais e Atividades
 
Avaliação para o 7º ano
Avaliação para o 7º anoAvaliação para o 7º ano
Avaliação para o 7º ano
 
Atividades de Artes 6° ao 9° Ano
Atividades de Artes 6° ao 9° AnoAtividades de Artes 6° ao 9° Ano
Atividades de Artes 6° ao 9° Ano
 
Danças regionais
Danças regionaisDanças regionais
Danças regionais
 
Avaliação de global de artes 6º e 7º ano setembro
Avaliação de global de artes 6º e 7º ano setembroAvaliação de global de artes 6º e 7º ano setembro
Avaliação de global de artes 6º e 7º ano setembro
 
Prova de arte 4b 9 ano1
Prova de arte 4b 9 ano1Prova de arte 4b 9 ano1
Prova de arte 4b 9 ano1
 
Prova Artes 6° ano
Prova Artes 6° anoProva Artes 6° ano
Prova Artes 6° ano
 
Entenda a arte (atividades)
Entenda a arte (atividades)Entenda a arte (atividades)
Entenda a arte (atividades)
 
Questões simulado
Questões simuladoQuestões simulado
Questões simulado
 
Avaliação 9 ano grafite
Avaliação 9 ano grafiteAvaliação 9 ano grafite
Avaliação 9 ano grafite
 

Destaque

Estilos Musicais
Estilos MusicaisEstilos Musicais
Estilos Musicais
Marilia
 
Music vocabulary
Music vocabularyMusic vocabulary
Music vocabulary
Eralda Cruz
 
Plano de aula orquestra - Indaiatuba/SP
Plano de aula orquestra - Indaiatuba/SPPlano de aula orquestra - Indaiatuba/SP
Plano de aula orquestra - Indaiatuba/SP
Denise Lamas
 
Arte
ArteArte
Gêneros Musicais
Gêneros MusicaisGêneros Musicais
Gêneros Musicais
Aurelio1
 
Fotografia
FotografiaFotografia
Fotografia
ntheeducinfantil
 
Officex br-officediferenças
Officex br-officediferençasOfficex br-officediferenças
Officex br-officediferenças
ntheeducinfantil
 
Arte Postal na Educação Infantil
Arte Postal na Educação InfantilArte Postal na Educação Infantil
Arte Postal na Educação Infantil
ntheeducinfantil
 
Diretrizes Curriculares de Teresina
Diretrizes Curriculares de TeresinaDiretrizes Curriculares de Teresina
Diretrizes Curriculares de Teresina
ntheeducinfantil
 
Colagem.ed.infantil
Colagem.ed.infantilColagem.ed.infantil
Colagem.ed.infantil
ntheeducinfantil
 
Leitura da obra Guernica
Leitura da obra GuernicaLeitura da obra Guernica
Leitura da obra Guernica
Ana Lucia
 
História da Música Brasileira
História da Música BrasileiraHistória da Música Brasileira
História da Música Brasileira
Carlos Zaranza
 
Cubismo
CubismoCubismo
Trabalho Sobre Musica
Trabalho Sobre MusicaTrabalho Sobre Musica
Trabalho Sobre Musica
guestbb1bca
 
História da Música
História da MúsicaHistória da Música
História da Música
BE/CRE
 
Interpretação de música
Interpretação de músicaInterpretação de música
Interpretação de música
Marlene Cunhada
 
Historia da musica
Historia da musica Historia da musica
Historia da musica
Shinnayder
 
5º ano
5º ano5º ano
5º ano
Cida Carvalho
 
Leitura e interpretação de texto na alfabetização (alimentação saudável)
Leitura e interpretação de texto na alfabetização (alimentação saudável)Leitura e interpretação de texto na alfabetização (alimentação saudável)
Leitura e interpretação de texto na alfabetização (alimentação saudável)
Lorena Lopes
 
Plano de aula musica
Plano de aula musicaPlano de aula musica
Plano de aula musica
Leticia Miura
 

Destaque (20)

Estilos Musicais
Estilos MusicaisEstilos Musicais
Estilos Musicais
 
Music vocabulary
Music vocabularyMusic vocabulary
Music vocabulary
 
Plano de aula orquestra - Indaiatuba/SP
Plano de aula orquestra - Indaiatuba/SPPlano de aula orquestra - Indaiatuba/SP
Plano de aula orquestra - Indaiatuba/SP
 
Arte
ArteArte
Arte
 
Gêneros Musicais
Gêneros MusicaisGêneros Musicais
Gêneros Musicais
 
Fotografia
FotografiaFotografia
Fotografia
 
Officex br-officediferenças
Officex br-officediferençasOfficex br-officediferenças
Officex br-officediferenças
 
Arte Postal na Educação Infantil
Arte Postal na Educação InfantilArte Postal na Educação Infantil
Arte Postal na Educação Infantil
 
Diretrizes Curriculares de Teresina
Diretrizes Curriculares de TeresinaDiretrizes Curriculares de Teresina
Diretrizes Curriculares de Teresina
 
Colagem.ed.infantil
Colagem.ed.infantilColagem.ed.infantil
Colagem.ed.infantil
 
Leitura da obra Guernica
Leitura da obra GuernicaLeitura da obra Guernica
Leitura da obra Guernica
 
História da Música Brasileira
História da Música BrasileiraHistória da Música Brasileira
História da Música Brasileira
 
Cubismo
CubismoCubismo
Cubismo
 
Trabalho Sobre Musica
Trabalho Sobre MusicaTrabalho Sobre Musica
Trabalho Sobre Musica
 
História da Música
História da MúsicaHistória da Música
História da Música
 
Interpretação de música
Interpretação de músicaInterpretação de música
Interpretação de música
 
Historia da musica
Historia da musica Historia da musica
Historia da musica
 
5º ano
5º ano5º ano
5º ano
 
Leitura e interpretação de texto na alfabetização (alimentação saudável)
Leitura e interpretação de texto na alfabetização (alimentação saudável)Leitura e interpretação de texto na alfabetização (alimentação saudável)
Leitura e interpretação de texto na alfabetização (alimentação saudável)
 
Plano de aula musica
Plano de aula musicaPlano de aula musica
Plano de aula musica
 

Semelhante a Origem dos generos musicais

A Evolução dos Ritmos Musicais
A Evolução dos Ritmos Musicais A Evolução dos Ritmos Musicais
A Evolução dos Ritmos Musicais
eercavalcanti
 
Historia dos ritmos
Historia dos ritmosHistoria dos ritmos
Historia dos ritmos
uzina musical
 
Samba e a mpb
Samba e a mpbSamba e a mpb
Samba e a mpb
Italo Colares
 
Roteiro de estudo ARTE - Ensino Fundamental
Roteiro de estudo ARTE - Ensino FundamentalRoteiro de estudo ARTE - Ensino Fundamental
Roteiro de estudo ARTE - Ensino Fundamental
VALDOMIRO PEREIRA DE PEREIRA DE SOUZA JUNIOR
 
Musica brasileira
Musica brasileiraMusica brasileira
Musica brasileira
VIVIAN TROMBINI
 
Mpb
MpbMpb
histmusicabras-21maio-140528150704-phpapp02.pptx
histmusicabras-21maio-140528150704-phpapp02.pptxhistmusicabras-21maio-140528150704-phpapp02.pptx
histmusicabras-21maio-140528150704-phpapp02.pptx
MariaMarques385773
 
Música estilo musical
Música   estilo musicalMúsica   estilo musical
Música estilo musical
Jéssica Cristina
 
Samba Da La Ela
Samba Da La ElaSamba Da La Ela
Samba Da La Ela
Tânia Mara
 
Música Brasil
Música BrasilMúsica Brasil
GENEROS.pptx
GENEROS.pptxGENEROS.pptx
GENEROS.pptx
AndreJose15
 
Musica urbana
Musica urbana Musica urbana
Musica urbana
Érica do Vale
 
A Bossa Dançante do Sambalanço - Tárik de Souza
A Bossa Dançante do Sambalanço - Tárik de SouzaA Bossa Dançante do Sambalanço - Tárik de Souza
A Bossa Dançante do Sambalanço - Tárik de Souza
alfeuRIO
 
Cronos rock
Cronos rockCronos rock
Cronos rock
Elvis Live
 
Cronos rock-pop-mpb
Cronos rock-pop-mpbCronos rock-pop-mpb
Cronos rock-pop-mpb
Medusa Fabula
 
Ritmos de músicas internacional
Ritmos de músicas internacionalRitmos de músicas internacional
Ritmos de músicas internacional
George Araujo
 
Danças de salão
Danças de salãoDanças de salão
Danças de salão
José Mársy
 
42877_048e221328d6475b6ae1cb069a2e2a0b (2).pptx
42877_048e221328d6475b6ae1cb069a2e2a0b (2).pptx42877_048e221328d6475b6ae1cb069a2e2a0b (2).pptx
42877_048e221328d6475b6ae1cb069a2e2a0b (2).pptx
MiriamCamily
 
Cultura
CulturaCultura
ApresentaçãO SAmba2
ApresentaçãO SAmba2ApresentaçãO SAmba2
ApresentaçãO SAmba2
Paulo
 

Semelhante a Origem dos generos musicais (20)

A Evolução dos Ritmos Musicais
A Evolução dos Ritmos Musicais A Evolução dos Ritmos Musicais
A Evolução dos Ritmos Musicais
 
Historia dos ritmos
Historia dos ritmosHistoria dos ritmos
Historia dos ritmos
 
Samba e a mpb
Samba e a mpbSamba e a mpb
Samba e a mpb
 
Roteiro de estudo ARTE - Ensino Fundamental
Roteiro de estudo ARTE - Ensino FundamentalRoteiro de estudo ARTE - Ensino Fundamental
Roteiro de estudo ARTE - Ensino Fundamental
 
Musica brasileira
Musica brasileiraMusica brasileira
Musica brasileira
 
Mpb
MpbMpb
Mpb
 
histmusicabras-21maio-140528150704-phpapp02.pptx
histmusicabras-21maio-140528150704-phpapp02.pptxhistmusicabras-21maio-140528150704-phpapp02.pptx
histmusicabras-21maio-140528150704-phpapp02.pptx
 
Música estilo musical
Música   estilo musicalMúsica   estilo musical
Música estilo musical
 
Samba Da La Ela
Samba Da La ElaSamba Da La Ela
Samba Da La Ela
 
Música Brasil
Música BrasilMúsica Brasil
Música Brasil
 
GENEROS.pptx
GENEROS.pptxGENEROS.pptx
GENEROS.pptx
 
Musica urbana
Musica urbana Musica urbana
Musica urbana
 
A Bossa Dançante do Sambalanço - Tárik de Souza
A Bossa Dançante do Sambalanço - Tárik de SouzaA Bossa Dançante do Sambalanço - Tárik de Souza
A Bossa Dançante do Sambalanço - Tárik de Souza
 
Cronos rock
Cronos rockCronos rock
Cronos rock
 
Cronos rock-pop-mpb
Cronos rock-pop-mpbCronos rock-pop-mpb
Cronos rock-pop-mpb
 
Ritmos de músicas internacional
Ritmos de músicas internacionalRitmos de músicas internacional
Ritmos de músicas internacional
 
Danças de salão
Danças de salãoDanças de salão
Danças de salão
 
42877_048e221328d6475b6ae1cb069a2e2a0b (2).pptx
42877_048e221328d6475b6ae1cb069a2e2a0b (2).pptx42877_048e221328d6475b6ae1cb069a2e2a0b (2).pptx
42877_048e221328d6475b6ae1cb069a2e2a0b (2).pptx
 
Cultura
CulturaCultura
Cultura
 
ApresentaçãO SAmba2
ApresentaçãO SAmba2ApresentaçãO SAmba2
ApresentaçãO SAmba2
 

Último

A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
Guerra e Paz Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Guerra e Paz Maria Inês Aroeira Braga.ppsxGuerra e Paz Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Guerra e Paz Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mary Alvarenga
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
felipescherner
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
SupervisoEMAC
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
Sandra Pratas
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
marcos oliveira
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
LeilaVilasboas
 
responder de alfabetização e questoe.pdf
responder de alfabetização e questoe.pdfresponder de alfabetização e questoe.pdf
responder de alfabetização e questoe.pdf
marcos oliveira
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Luzia Gabriele
 
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdfPERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
EsterGabriiela1
 

Último (20)

A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
Guerra e Paz Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Guerra e Paz Maria Inês Aroeira Braga.ppsxGuerra e Paz Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Guerra e Paz Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
 
responder de alfabetização e questoe.pdf
responder de alfabetização e questoe.pdfresponder de alfabetização e questoe.pdf
responder de alfabetização e questoe.pdf
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
 
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdfPERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
 

Origem dos generos musicais

  • 1. ROCK Suas raízes se encontram no rock and roll e no rockabilly que emergiu e se definiu nos Estados Unidos no final dos anos 40 e início dos anos 50, que evoluiu do blues, da música country e do rhythm and blues, entre outras influências musicais que ainda incluem o folk, o jazz e a música clássica. Todas estas influências combinadas em uma simples estrutura musical baseada no blues que era "rápida, dançável e pegajosa". Além de ser um gênero musical, o rock serviu também como referência comportamental para milhares de pessoas, principalmente jovens, que passaram a tomar um estilo mais despojado e moderno de se vestir, agir e falar Diversos astros do rock surgiram ao longo da sua estrada. Um dos maiores ícones de todas as épocas foi Elvis Presley. Também conhecido como o Rei do Rock, Outra lenda do Rock foi a banda de Liverpool The Beatles. Formada em 1960, tinha por integrantes: John Lennon, Paul McCartney, George Harrison e Ringo Starr. Formada em Los Angeles, em 1983, os Red Hot Chili Peppers é outra banda de grande influência na história do Rock and Roll. Seus quatro integrantes, Anthony Kiedis, Michael Flea Balzary, Chad Smith e Josh Klinghoffer, variam seu som entre os ritmos de funk tradicionais, à punk rock e rock psicodélico, trazendo ao mundo do rock uma nova cara e ritmo. No final das década de 1960 e início dos anos setenta, o rock desenvolveu diferentes subgêneros. Quando foi misturado com a folk music ou com o blues ou com o jazz, nasceram o folk rock, o blues- rock e o jazz-rock respectivamente. Na década de 1970, o rock incorporou influências de gêneros como a soul music, o funk e de diversos ritmos de países latino-americanos. Ainda naquela década, o rock gerou uma série de outros subgêneros, tais como o soft rock, o glam rock, o heavy metal, o hard rock, o rock progressivo e o punk rock. Já nos anos oitenta, os subgêneros que surgiram foram a New Wave, o punk hardcore e rock alternativo. E na década de 1990, os sub-gêneros criados foram o grunge, o britpop, o indie rock e o nu metal http://www.clickgratis.com.br/letras-de- musicas/noticias/historia-rock-and-roll-elvis-beatles- ate-red-hot-chili-peppers/ http://pt.wikipedia.org/wiki/Rock SAMBA O nome samba é, provavelmente, originário do nome angolano semba, um ritmo religioso, cujo nome significa umbigada, devido à forma como era dançado. O primeiro registro da palavra "samba" aparece na Revista O Carapuceiro, de Pernambuco, em 3 de fevereiro de 1838, quando Frei Miguel do Sacramento Lopes Gama, escreve contra o que chamou de "samba d'almocreve". O Samba é a principal forma de música de raízes africanas surgida no Brasil. . Em meados do século 19, a palavra samba definia diferentes tipos de música introduzidas pelos escravos africanos, desde o Maranhão até São Paulo. O samba carioca provavelmente recebeu muita influência de ritmos da Bahia, com a transferência de grande quantidade de escravos para as plantações de café no Estado do Rio, onde ganhou novos contornos, instrumentos e histórico próprio, de forma tal que, o samba moderno, como gênero musical, surgiu no início do século 20 na cidade do Rio de Janeiro (a capital brasileira de então). Muitos pesquisadores apontam para os ritmos do maxixe, do lundu e da modinha como fontes que, quando sintetizadas, deram origem a ao samba moderno. O samba-amaxixado Pelo telefone, de domínio público mas registrado por Donga e Mauro Almeida, é considerado o primeiro samba gravado, embora Bahiano e Ernesto Nazaré tenham gravado pela Casa Édison desde 1903. Tempos depois, o samba toma as ruas e espalha-se pelos carnavais do Brasil. Neste período, os principais sambistas são: Sinhô Ismael Silva e Heitor dos Prazeres . Na década de 1930, as estações de rádio, em plena difusão pelo Brasil, passam a tocar os sambas para os lares. Os grandes sambistas e compositores desta época são: Noel Rosa autor de Conversa de Botequim; Cartola de As Rosas Não Falam; Dorival Caymmi de O Que É Que a Baiana Tem?; Ary Barroso, de Aquarela do Brasil; e Adoniran Barbosa, de Trem das Onze. Na década de 1970 e 1980, começa a surgir uma nova geração de sambistas. Podemos destacar: Paulinho da Viola, Jorge Aragão, João Nogueira, Beth Carvalho, Elza Soares, Dona Ivone Lara, Clementina de Jesus, Chico Buarque, João Bosco e Aldir Blanc. Outros importantes sambistas de todos os tempos: Pixinguinha, Ataulfo Alves, Carmen Miranda (sucesso no Brasil e nos EUA), Elton Medeiros, Nelson Cavaquinho, Lupicínio Rodrigues, Aracy de Almeida, Demônios da Garoa, Isaura Garcia, Candeia, Elis Regina, Nelson Sargento, Clara Nunes, Wilson Moreira, Elizeth Cardoso, Jacob do Bandolim e Lamartine Babo. Bahia, Rio de Janeiro e São Paulo Os tipos de samba mais conhecidos e que fazem mais sucesso são os da Bahia, do Rio de Janeiro e de São Paulo. O samba baiano é influenciado pelo lundu e maxixe, com letras simples, balanço rápido e ritmo repetitivo. A lambada, por exemplo, é neste estilo, pois tem origem no maxixe. Já o samba de roda, surgido na Bahia no século XIX, apresenta elementos culturais afro-brasileiros. Com palmas e cantos, os dançarinos dançam dentro de uma roda. O som fica por conta de um conjunto
  • 2. musical, que utiliza viola, atabaque, berimbau, chocalho e pandeiro No Rio de Janeiro, o samba está ligado à vida nos morros, sendo que as letras falam da vida urbana, dos trabalhadores e das dificuldades da vida de uma forma amena e muitas vezes com humoEntre os paulistas, o samba ganha uma conotação de mistura de raças. Com influência italiana, as letras são mais elaboradas e o sotaque dos bairros de trabalhadores ganha espaço no estilo do samba de São Paulo. Pagode é um gênero musical brasileiro originado no Rio de Janeiro, a partir da cena musical do samba dos fundos de quintais, muito comuns no subúrbio da cidade. Esta é a forma pejorativa e preconceituosa que esta palavra assumiu.[1] No início, o pagode não era exatamente um gênero musical. Pagode era o nome dado às festas que aconteciam nas senzalas e acabou tornando-se sinônimo de qualquer festa regada a alegria, bebida e cantoria. http://www.sambacarioca.com.br/historia-do- samba.html http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/historia-do- samba/historia-do-samba-6.php FORRÓ é uma festa popular brasileira, de origem nordestina e é a dança praticada nessas festas, conhecida também por arrasta-pé, bate-chinela, fobó, forrobodó. No forró, vários ritmos musicais daquela região, como baião, a quadrilha, o xaxado, que tem influências holandesas e o xote, que veio de Portugal, são tocados, tradicionalmente, por trios, compostos de um sanfoneiro (tocador de acordeom —que no forró é tradicionalmente a sanfona de oito baixos), um zabumbeiro e um tocador de triângulo. O forró possui semelhanças com o toré e o arrastar dos pés dos índios, com os ritmos binários portugueses e holandeses, porque são ritmos de origem européia a Chula, denominada pelos nordestinos de simplesmente "Forró", xote("Xotis"), o termo correto, e variedades de Polkas européias que são chamadas pelos nordestinos de arrasta-pé e ou quadrilhas. Além do jeito europeu de dançar, essas danças adquiriram também o balançar dos quadris dos africanos. A dança do forró tem influência direta das danças de salão européias, como evidencia nossa história de colonização e invasões européias. Conhecido e praticado em todo o Brasil, o forró é especialmente popular nas cidades brasileiras de Campina Grande, Caruaru, Gravatá, Mossoró, e Juazeiro do Norte, onde é símbolo da Festa de São João, e nas capitais Aracaju, Fortaleza, João Pessoa, Natal, Maceió, Recife, São Luís e Teresina, onde são promovidas grandes festas. O termo "forró", segundo o folclorista potiguar Luís da Câmara Cascudo, estudioso de manifestações culturais populares, vem da palavra "forrobodó", de origem bantu (Tronco lingüístico africano, que influenciou o idioma brasileiro, sendo base cultural de identidade no Brasil escravista), que significa: arrasta-pé, farra, confusão, desordem. A Versão mais verossímil, apoiada pelo próprio historiador Câmara Cascudo, é a de que Forró é derivado do termo africano forrobodó e era uma festa que foi transformada em gênero musical, tal seu fascínio sobre as pessoas. Na etimologia popular (ou pseudoetimologia) é freqüente associar a origem da palavra "forró" à expressão da língua inglesa for all (para todos). Para essa versão foi construída uma engenhosa história: no início do século XX, os engenheiros britânicos, instalados em Pernambuco para construir a ferrovia Great Western, promoviam bailes abertos ao público, ou seja, for all. Assim, o termo passaria a ser pronunciado "forró" pelos nordestinos. Outra versão da mesma história substitui os ingleses pelos estadunidenses e Pernambuco por Natal do período da Segunda Guerra Mundial, quando uma base militar dos Estados Unidos foi instalada nessa cidade. Antes disso, em 1912, Chiquinha Gonzaga compôs Forrobodó, que ela classificou como uma peça burlesca e que lhe valeu, algum tempo depois, em 1915, o Prêmio Mambembe, sendo Mambembe também de origem banto, significando medíocre, de má qualidade. O forró tornou-se um fenômeno pop em princípios da década de 1950. Em 1949, Luiz Gonzaga gravou "Forró de Mané Vito", de sua autoria em parceria com Zé Dantas e em 1958, "Forró no escuro". No entanto, o forró popularizou-se em todo o Brasil com a intensa imigração dos nordestinos para outras regiões do país, especialmente, para as capitais: Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo. Nos anos 1970, surgiram, nessas e noutras cidades brasileiras, "casas de forró". Artistas nordestinos que já faziam sucesso tornaram-se consagrados (Luiz Gonzaga, Dominguinhos, Trio Nordestino, Genival Lacerda) e outros surgiram. Depois de um período de desinteresse na década de 1980, o forró ganhou novo fôlego da década de 1990 em diante, com o surgimento e sucesso de novos trios e artistas de forró. Gêneros musicais. O forró é dançado ao som de vários ritmos brasileiros tipicamente nordestinos, entre os quais destacam-se: o xote, o baião, o xaxado, a marcha (estilo tradicionalmente adotado em quadrilhas) e coco. Outros estilos de forró que vêm aparecendo são: o forró universitário, uma revisitação do forró tradicional (conhecido como forró pé-de-serra) e o forró eletrônico ou estilizado (que, para alguns, não é considerado forró). http://www.marquinhosdoforro.com.br/index.php? option=com_content&view=article&id=5%3Ahistoria- forro&Itemid=6
  • 3. GÊNEROS MUSICAIS – QUIZ Trabalho em dupla 1-Quando e onde teve início o rock? 2-Que outras músicas influenciaram o rock? _________________________________ 3-Quais os astros do rock?E que é o rei do rock? _________________________________ _____________________________________ ______________________________________ 4- O rock é m é música negra? Justifique a sua resposta?_______________________ __________________________________________ ____________________________ 5- O rock’n’roll não mudou a sociedade, mas serviu como espelho de mudanças e tendências.Que tendências foram essas? __________________________________________ __________________________________________ ___________________ 6-A influência dos Beatles é incalculável. Musicalmente, eles elevaram o rock a um nível até hoje inigualado, estabelecendo parâmetros e modelos para toda a música pop.Mas você conhece roqueiros brasileiros ? Cite alguns:_______________________________ __________________________________________ _________________________________ 6-.Quais foram os subgêneros que o rock desenvolveu no final das décadas de 1960 e início dos anos 70 e 80? __________________________________________ __________________________________________ _____________________________ 7- De onde foi retirado esse texto sobre o rock? _________________________________ História do samba Vinícius de Moaraes Gosto de um samba chulado Porque é samba de cadência No corrido sou danado Mostro a minha independência Mas o meu samba adorado Onde perco a consciência - É o samba de influência, ô maninha Da polca nasceu o maxixe Havanera concorreu Mas foi o negro de piche Quem mais ritmos lhe deu Do maxixe veio o samba Que ficou universal - Negro é bamba, ô maninha Negro é que é o tal! 8- Agora, escreva um lindo poema contando a sua versão sobre o samba em uma outra folha. 9 – Qual a diferença entre o samba de São Paulo e Rio de Janeiro? ______________________________________ ________________________________ 10- O que quer dizer a palavra samba? ______________________________________ ______________________________ 11- Qual foi o primeiro samba gravado e quem foi o autor? ______________________________________ ______________________________ 12 Quais os melhores sambistas da década de 30 e 70 e quais os atuais? ______________________________________ ______________________________ 13 – De onde surgiu o pagode?________ _________________________________ 14- Quais os ritmos musicais que existem no forró? _________________________________ 15- Quais as duas explicações que há sobre o nome forró? ______________________________________ ______________________________ 16 – Que outras danças e ritmos musicais que o forró possui semelhanças? ______________________________________ ______________________________ 17- Quem é considerado o rei do forró? Por quê ? ______________________________________ ______________________________________ _____________________________________ 18-Em relação ao forró, o que Chiquinha Gonzaga fez? ______________________________________ ______________________________________ ______________________________________ 19 – Durante algumas décadas o forró tem mudado . Quais os tipos de forró que há hoje? Cite alguns forrozeiros em cada tipo; ______________________________________ ______________________________________ _____________________________________ 20- Hoje, o forró é conhecido por todo país,mas é bem popular em algumas cidades.Quais são elas? ______________________________________ ______________________________________ ______________________________________ Bom estudo!