SlideShare uma empresa Scribd logo
ORDEM DE GRANDEZA
Muitas vezes também trabalhamos com números muito pequenos. Exemplo: Massa de um átomo (C):0,000 000 000 000 000 000 000 000 1992 . 10 -27  Kg A  Notação científica  é uma forma de representar números muito grandes ou muito pequenos, baseada no uso de potências de base 10. Existem algumas vantagens em utilizarmos a notação científica: os números muito grandes ou muito pequenos podem ser escritos de  forma reduzida; torna os cálculos mais rápidos e fáceis; é utilizada por computadores e máquinas de calcular.
Um número estará em notação científica quando estiver escrito no seguinte formato: a  x 10  m a  é um valor qualquer compreendido entre 1 e 10, multiplicado por uma potência de base 10 e m  é o expoente que pode ser positivo ou negativo Ex:  3000 =  3 .10 3   0,003 =  3 .10 -3   Nota:  Usamos expoentes positivos quando estamos representando números grandes e expoentes negativos quando estamos representando números pequenos.
REGRA PRÁTICA Números maiores que 1 Deslocamos a vírgula para a esquerda até colocarmos o número com um valor entre 1 e 10. O número de casas deslocadas para a esquerda corresponderá ao  expoente positivo  da potência de 10. Exemplos: 2000 = 2 .10 3 762500 = 7,625 .10 5
Números menores que 1 Deslocamos a vírgula para a direita até colocarmos o número com um valor entre 1 e 10. O número de casas deslocadas para a direita corresponderá ao  expoente negativo  da potência de 10. Exemplos: 0,0008 = 8.10 -4 0,000000345 = 3,45 .10 -7
Operações com notação científica Adição Para somar números escritos em notação científica, é necessário que o expoente seja o mesmo. Se não o for temos que transformar uma das potências para que o seu expoente seja igual ao da outra.  Exemplo:  (5 . 10 4 ) + (7,1 . 10 2 ) = = (5 . 10 4 ) + (0,071 . 10 4 ) = = (5 + 0,071) . 10 4  = 5,071 . 10 4
Subtração Na subtração também é necessário que o expoente seja o mesmo. O procedimento é igual ao da soma. Exemplo:  (7,7 . 10 6 ) - (2,5 . 10 3 ) = = (7,7 . 10 6 ) - (0,0025 . 10 6 ) = = (7,7 - 0,0025) . 10 6  = 7,6975 . 10 6
Multiplicação Multiplicamos os números sem expoente, mantemos a potência de base 10 e somamos os expoentes de cada uma. Exemplo:  (4,3 . 10 3 ) . (7 . 10 2 )=  = (4,3 . 7) . 10 (3+2)  = 30,1 . 10 5  Para que a resposta seja dada na forma de potência de 10, teremos:
Divisão Dividimos os números sem expoente, mantemos a potência de base 10 e subtraímos os expoentes.  Exemplo:  =  =
O SISTEMA MÉTRICO
O sistema métrico ou Sistema Internacional (SI) é um sistema decimal de unidades.  É construído em torno de unidades padrão. Usa prefixos representando potências de 10 para expressar quantidades que são maiores ou menores do que as unidades padrão.
SI  Unidades Básicas de Medida Quantidade    Unidade  Símbolo Comprimento metro m Massa kilograma kg  Temperatura Kelvin K Tempo segundo  s Quantidade de matéria  mol   mol Corrente Elétrica  ampere A Intensidade da Luz  candela cd
SI  Unidades Derivadas de Medida Quantidade    Unidade  Símbolo Velocidade   (d/t)  metros/segundo  m/s Aceleração  (v/t)  metros/segundo 2   m/s 2 Força (m.a)  Newton  N Pressão (F/A )  Pascal  Pa Energia   Joule  J Potência Watt  W
Prefixos e Valores Numéricos no SI Prefixo   Símbolo  Valor Numérico  potência de10    exa  E  1.000.000.000.000.000.000 10 18 peta P  1.000.000.000.000.000 10 15 tera T  1.000.000.000.000 10 12 giga G 1.000.000.000 10 9 mega M  1.000.000 10 6 kilo k  1.000 10 3 hecto h  100 10 2 deca da  10 10 1 — — 1 10 0
deci d  0,1 10 -1 centi c 0,01 10 -2 mili m  0,001 10 -3 micro    0,000001 10 -6 nano n  0,000000001 10 -9 pico p 0,000000000001 10 -12 femto f  0,00000000000001 10 -15 atto a  0,000000000000000001 10 -18 Prefixo  Símbolo  Valor Numérico  Potência de 10  Prefixos e Valores Numéricos no SI
ORDEM DE GRANDEZA
Ao fazermos um cálculo aproximado, é comum darmos como resposta  a  potência de dez mais próxima  do resultado calculado e a resposta dada dessa maneira é chamada de  ordem de grandeza . Para determinar a ordem de grandeza de um número, devemos seguir os seguintes passos : 1º passo: Passe o número para a  notação científica : x = N.10 n , com 1    N    10. 2º passo: Olhando para o valor de N: se N    3,16, faça n + 1. se N    3,16, n fica com o mesmo valor. O motivo de se arredondar dessa maneira  é que o ponto médio entre o intervalo de duas potências consecutivas, tipo 10 0  e 10 1  é 10 0,5 , pois
Velocidade da luz no vácuo: 3 . 10 5  Km/s Diâmetro de um átomo (H): 1 . 10 -10  m Quantidade de moléculas em 1 mol de uma substância  qualquer:  6,022 . 10 23   Tempo de reação para pisar no freio: Quantidade de água nos oceanos da Terra: 1,35 . 10 21  L Duração de uma piscada: 2 . 10 -1  s EXEMPLOS DE ORDEM DE GRANDEZA

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Introdução a Física
Introdução a FísicaIntrodução a Física
Introdução a Física
fismatromulo
 
Vetores
VetoresVetores
Vetores
Miky Mine
 
Leis De Newton
Leis De NewtonLeis De Newton
Leis De Newton
Miky Mine
 
Introdução à física
Introdução à físicaIntrodução à física
Introdução à física
Catarina Lopes
 
Equacoes do 1 grau
Equacoes do 1 grauEquacoes do 1 grau
Equacoes do 1 grau
estrelaeia
 
Regra de três simples e composta
Regra de três simples e compostaRegra de três simples e composta
Regra de três simples e composta
Marcelo Pinheiro
 
Funções
FunçõesFunções
Termodinâmica
TermodinâmicaTermodinâmica
Termodinâmica
fisicaatual
 
Força de atrito
Força de atritoForça de atrito
Força de atrito
Marco Antonio Sanches
 
Aula 22 probabilidade - parte 1
Aula 22   probabilidade - parte 1Aula 22   probabilidade - parte 1
A gravitação universal de newton
A gravitação universal de newtonA gravitação universal de newton
A gravitação universal de newton
albertaratri
 
Propagação de Calor
Propagação de CalorPropagação de Calor
Propagação de Calor
Bruno De Siqueira Costa
 
Aula de unidades de medidas
Aula de unidades de medidasAula de unidades de medidas
Aula de unidades de medidas
profgilvano
 
Números inteiros
Números inteirosNúmeros inteiros
Números inteiros
Helena Borralho
 
Dilatação térmica
Dilatação térmicaDilatação térmica
Dilatação térmica
Daniela F Almenara
 
Corrente elétrica
Corrente elétricaCorrente elétrica
Corrente elétrica
O mundo da FÍSICA
 
Algarismos significativos
Algarismos significativosAlgarismos significativos
Algarismos significativos
fisicaatual
 
Força e movimento
Força e movimentoForça e movimento
Força e movimento
Marco Antonio Sanches
 
Vetores
VetoresVetores
SLIDE SOBRE TERMOLOGIA
SLIDE SOBRE TERMOLOGIASLIDE SOBRE TERMOLOGIA
SLIDE SOBRE TERMOLOGIA
Manoel Dias Dias
 

Mais procurados (20)

Introdução a Física
Introdução a FísicaIntrodução a Física
Introdução a Física
 
Vetores
VetoresVetores
Vetores
 
Leis De Newton
Leis De NewtonLeis De Newton
Leis De Newton
 
Introdução à física
Introdução à físicaIntrodução à física
Introdução à física
 
Equacoes do 1 grau
Equacoes do 1 grauEquacoes do 1 grau
Equacoes do 1 grau
 
Regra de três simples e composta
Regra de três simples e compostaRegra de três simples e composta
Regra de três simples e composta
 
Funções
FunçõesFunções
Funções
 
Termodinâmica
TermodinâmicaTermodinâmica
Termodinâmica
 
Força de atrito
Força de atritoForça de atrito
Força de atrito
 
Aula 22 probabilidade - parte 1
Aula 22   probabilidade - parte 1Aula 22   probabilidade - parte 1
Aula 22 probabilidade - parte 1
 
A gravitação universal de newton
A gravitação universal de newtonA gravitação universal de newton
A gravitação universal de newton
 
Propagação de Calor
Propagação de CalorPropagação de Calor
Propagação de Calor
 
Aula de unidades de medidas
Aula de unidades de medidasAula de unidades de medidas
Aula de unidades de medidas
 
Números inteiros
Números inteirosNúmeros inteiros
Números inteiros
 
Dilatação térmica
Dilatação térmicaDilatação térmica
Dilatação térmica
 
Corrente elétrica
Corrente elétricaCorrente elétrica
Corrente elétrica
 
Algarismos significativos
Algarismos significativosAlgarismos significativos
Algarismos significativos
 
Força e movimento
Força e movimentoForça e movimento
Força e movimento
 
Vetores
VetoresVetores
Vetores
 
SLIDE SOBRE TERMOLOGIA
SLIDE SOBRE TERMOLOGIASLIDE SOBRE TERMOLOGIA
SLIDE SOBRE TERMOLOGIA
 

Semelhante a Ordem de grandeza

Notação científica
Notação científicaNotação científica
Notação científica
O mundo da FÍSICA
 
Aula 1 eletricidade
Aula 1 eletricidadeAula 1 eletricidade
Aula 1 eletricidade
Alleksa Henrik's
 
Operacoes numeros decimais
Operacoes numeros decimaisOperacoes numeros decimais
Operacoes numeros decimais
Equipe_FAETEC
 
notacao cientifica.pdf
notacao cientifica.pdfnotacao cientifica.pdf
notacao cientifica.pdf
Francisco Márcio Bezerra Oliveira
 
Fisica grandeza física
Fisica grandeza físicaFisica grandeza física
Fisica grandeza física
comentada
 
Aula 1 ele1
Aula 1 ele1Aula 1 ele1
Aula 1 ele1
Wellington Santos
 
a1_SistemaDeUnidades.pptx
a1_SistemaDeUnidades.pptxa1_SistemaDeUnidades.pptx
a1_SistemaDeUnidades.pptx
LeandroMendes859102
 
2008 helio2anoaula01
2008 helio2anoaula012008 helio2anoaula01
2008 helio2anoaula01
Evandro Alves
 
Unidades de medida... e notação científica
Unidades de medida... e notação científicaUnidades de medida... e notação científica
Unidades de medida... e notação científica
Marco Antonio Sanches
 
Notação científica e o.g.
Notação científica e o.g.Notação científica e o.g.
Notação científica e o.g.
Rildo Borges
 
Notação Científica, Ordem de Grandeza e Algarismos Significativos - 1ªSérie
Notação Científica, Ordem de Grandeza e Algarismos Significativos - 1ªSérieNotação Científica, Ordem de Grandeza e Algarismos Significativos - 1ªSérie
Notação Científica, Ordem de Grandeza e Algarismos Significativos - 1ªSérie
MuriloMartins48
 
Notação científica
Notação científicaNotação científica
Notação científica
Fernanda Katiusca Santos
 
B
BB
Aula19e20
Aula19e20Aula19e20
Números Decimais
Números DecimaisNúmeros Decimais
Números Decimais
Equipe_FAETEC
 
Fisica 1 aula 1
Fisica 1   aula 1Fisica 1   aula 1
Fisica 1 aula 1
Fisicaefacil
 
Aula notação científica (2).ppt
Aula notação científica (2).pptAula notação científica (2).ppt
Aula notação científica (2).ppt
JooHonorato3
 
Apostila mecanica tecnica_rev_01
Apostila mecanica tecnica_rev_01Apostila mecanica tecnica_rev_01
Apostila mecanica tecnica_rev_01
william dos santos
 
Eletricid.. catia
Eletricid.. catiaEletricid.. catia
Eletricid.. catia
Reginaldo Steinhardt
 
Matemática – notação científica 01 – 2014
Matemática – notação científica 01 – 2014Matemática – notação científica 01 – 2014
Matemática – notação científica 01 – 2014
Jakson Raphael Pereira Barbosa
 

Semelhante a Ordem de grandeza (20)

Notação científica
Notação científicaNotação científica
Notação científica
 
Aula 1 eletricidade
Aula 1 eletricidadeAula 1 eletricidade
Aula 1 eletricidade
 
Operacoes numeros decimais
Operacoes numeros decimaisOperacoes numeros decimais
Operacoes numeros decimais
 
notacao cientifica.pdf
notacao cientifica.pdfnotacao cientifica.pdf
notacao cientifica.pdf
 
Fisica grandeza física
Fisica grandeza físicaFisica grandeza física
Fisica grandeza física
 
Aula 1 ele1
Aula 1 ele1Aula 1 ele1
Aula 1 ele1
 
a1_SistemaDeUnidades.pptx
a1_SistemaDeUnidades.pptxa1_SistemaDeUnidades.pptx
a1_SistemaDeUnidades.pptx
 
2008 helio2anoaula01
2008 helio2anoaula012008 helio2anoaula01
2008 helio2anoaula01
 
Unidades de medida... e notação científica
Unidades de medida... e notação científicaUnidades de medida... e notação científica
Unidades de medida... e notação científica
 
Notação científica e o.g.
Notação científica e o.g.Notação científica e o.g.
Notação científica e o.g.
 
Notação Científica, Ordem de Grandeza e Algarismos Significativos - 1ªSérie
Notação Científica, Ordem de Grandeza e Algarismos Significativos - 1ªSérieNotação Científica, Ordem de Grandeza e Algarismos Significativos - 1ªSérie
Notação Científica, Ordem de Grandeza e Algarismos Significativos - 1ªSérie
 
Notação científica
Notação científicaNotação científica
Notação científica
 
B
BB
B
 
Aula19e20
Aula19e20Aula19e20
Aula19e20
 
Números Decimais
Números DecimaisNúmeros Decimais
Números Decimais
 
Fisica 1 aula 1
Fisica 1   aula 1Fisica 1   aula 1
Fisica 1 aula 1
 
Aula notação científica (2).ppt
Aula notação científica (2).pptAula notação científica (2).ppt
Aula notação científica (2).ppt
 
Apostila mecanica tecnica_rev_01
Apostila mecanica tecnica_rev_01Apostila mecanica tecnica_rev_01
Apostila mecanica tecnica_rev_01
 
Eletricid.. catia
Eletricid.. catiaEletricid.. catia
Eletricid.. catia
 
Matemática – notação científica 01 – 2014
Matemática – notação científica 01 – 2014Matemática – notação científica 01 – 2014
Matemática – notação científica 01 – 2014
 

Mais de fisicaatual

Estudo dos gases site
Estudo dos gases siteEstudo dos gases site
Estudo dos gases site
fisicaatual
 
Ondas
OndasOndas
Ondas
OndasOndas
Ondas site
Ondas siteOndas site
Ondas site
fisicaatual
 
Lentes site
Lentes siteLentes site
Lentes site
fisicaatual
 
Hidrostática
HidrostáticaHidrostática
Hidrostática
fisicaatual
 
Indução eletromagnética
Indução eletromagnéticaIndução eletromagnética
Indução eletromagnética
fisicaatual
 
Campo magnético produzido por corrente site
Campo magnético produzido por corrente siteCampo magnético produzido por corrente site
Campo magnético produzido por corrente site
fisicaatual
 
Campo magnético
Campo magnéticoCampo magnético
Campo magnético
fisicaatual
 
Impulso
ImpulsoImpulso
Impulso
fisicaatual
 
Trabalho e energia site
Trabalho e energia siteTrabalho e energia site
Trabalho e energia site
fisicaatual
 
Trabalho e Energia
Trabalho e Energia Trabalho e Energia
Trabalho e Energia
fisicaatual
 
Capacitor site
Capacitor siteCapacitor site
Capacitor site
fisicaatual
 
Gravitação site
Gravitação siteGravitação site
Gravitação site
fisicaatual
 
Geradores e receptores
Geradores e receptoresGeradores e receptores
Geradores e receptores
fisicaatual
 
Dinâmica
DinâmicaDinâmica
Dinâmica
fisicaatual
 
Espelhos esféricos 03
Espelhos esféricos 03Espelhos esféricos 03
Espelhos esféricos 03
fisicaatual
 
Espelho plano
Espelho planoEspelho plano
Espelho plano
fisicaatual
 
Mudanças de fase 03
Mudanças de fase 03Mudanças de fase 03
Mudanças de fase 03
fisicaatual
 
Calorimetria
CalorimetriaCalorimetria
Calorimetria
fisicaatual
 

Mais de fisicaatual (20)

Estudo dos gases site
Estudo dos gases siteEstudo dos gases site
Estudo dos gases site
 
Ondas
OndasOndas
Ondas
 
Ondas
OndasOndas
Ondas
 
Ondas site
Ondas siteOndas site
Ondas site
 
Lentes site
Lentes siteLentes site
Lentes site
 
Hidrostática
HidrostáticaHidrostática
Hidrostática
 
Indução eletromagnética
Indução eletromagnéticaIndução eletromagnética
Indução eletromagnética
 
Campo magnético produzido por corrente site
Campo magnético produzido por corrente siteCampo magnético produzido por corrente site
Campo magnético produzido por corrente site
 
Campo magnético
Campo magnéticoCampo magnético
Campo magnético
 
Impulso
ImpulsoImpulso
Impulso
 
Trabalho e energia site
Trabalho e energia siteTrabalho e energia site
Trabalho e energia site
 
Trabalho e Energia
Trabalho e Energia Trabalho e Energia
Trabalho e Energia
 
Capacitor site
Capacitor siteCapacitor site
Capacitor site
 
Gravitação site
Gravitação siteGravitação site
Gravitação site
 
Geradores e receptores
Geradores e receptoresGeradores e receptores
Geradores e receptores
 
Dinâmica
DinâmicaDinâmica
Dinâmica
 
Espelhos esféricos 03
Espelhos esféricos 03Espelhos esféricos 03
Espelhos esféricos 03
 
Espelho plano
Espelho planoEspelho plano
Espelho plano
 
Mudanças de fase 03
Mudanças de fase 03Mudanças de fase 03
Mudanças de fase 03
 
Calorimetria
CalorimetriaCalorimetria
Calorimetria
 

Ordem de grandeza

  • 2. Muitas vezes também trabalhamos com números muito pequenos. Exemplo: Massa de um átomo (C):0,000 000 000 000 000 000 000 000 1992 . 10 -27 Kg A Notação científica é uma forma de representar números muito grandes ou muito pequenos, baseada no uso de potências de base 10. Existem algumas vantagens em utilizarmos a notação científica: os números muito grandes ou muito pequenos podem ser escritos de forma reduzida; torna os cálculos mais rápidos e fáceis; é utilizada por computadores e máquinas de calcular.
  • 3. Um número estará em notação científica quando estiver escrito no seguinte formato: a x 10 m a é um valor qualquer compreendido entre 1 e 10, multiplicado por uma potência de base 10 e m é o expoente que pode ser positivo ou negativo Ex: 3000 = 3 .10 3 0,003 = 3 .10 -3 Nota: Usamos expoentes positivos quando estamos representando números grandes e expoentes negativos quando estamos representando números pequenos.
  • 4. REGRA PRÁTICA Números maiores que 1 Deslocamos a vírgula para a esquerda até colocarmos o número com um valor entre 1 e 10. O número de casas deslocadas para a esquerda corresponderá ao expoente positivo da potência de 10. Exemplos: 2000 = 2 .10 3 762500 = 7,625 .10 5
  • 5. Números menores que 1 Deslocamos a vírgula para a direita até colocarmos o número com um valor entre 1 e 10. O número de casas deslocadas para a direita corresponderá ao expoente negativo da potência de 10. Exemplos: 0,0008 = 8.10 -4 0,000000345 = 3,45 .10 -7
  • 6. Operações com notação científica Adição Para somar números escritos em notação científica, é necessário que o expoente seja o mesmo. Se não o for temos que transformar uma das potências para que o seu expoente seja igual ao da outra. Exemplo: (5 . 10 4 ) + (7,1 . 10 2 ) = = (5 . 10 4 ) + (0,071 . 10 4 ) = = (5 + 0,071) . 10 4 = 5,071 . 10 4
  • 7. Subtração Na subtração também é necessário que o expoente seja o mesmo. O procedimento é igual ao da soma. Exemplo: (7,7 . 10 6 ) - (2,5 . 10 3 ) = = (7,7 . 10 6 ) - (0,0025 . 10 6 ) = = (7,7 - 0,0025) . 10 6 = 7,6975 . 10 6
  • 8. Multiplicação Multiplicamos os números sem expoente, mantemos a potência de base 10 e somamos os expoentes de cada uma. Exemplo: (4,3 . 10 3 ) . (7 . 10 2 )= = (4,3 . 7) . 10 (3+2) = 30,1 . 10 5 Para que a resposta seja dada na forma de potência de 10, teremos:
  • 9. Divisão Dividimos os números sem expoente, mantemos a potência de base 10 e subtraímos os expoentes. Exemplo: = =
  • 11. O sistema métrico ou Sistema Internacional (SI) é um sistema decimal de unidades. É construído em torno de unidades padrão. Usa prefixos representando potências de 10 para expressar quantidades que são maiores ou menores do que as unidades padrão.
  • 12. SI Unidades Básicas de Medida Quantidade Unidade Símbolo Comprimento metro m Massa kilograma kg Temperatura Kelvin K Tempo segundo s Quantidade de matéria mol mol Corrente Elétrica ampere A Intensidade da Luz candela cd
  • 13. SI Unidades Derivadas de Medida Quantidade Unidade Símbolo Velocidade (d/t) metros/segundo m/s Aceleração (v/t) metros/segundo 2 m/s 2 Força (m.a) Newton N Pressão (F/A ) Pascal Pa Energia Joule J Potência Watt W
  • 14. Prefixos e Valores Numéricos no SI Prefixo Símbolo Valor Numérico potência de10 exa E 1.000.000.000.000.000.000 10 18 peta P 1.000.000.000.000.000 10 15 tera T 1.000.000.000.000 10 12 giga G 1.000.000.000 10 9 mega M 1.000.000 10 6 kilo k 1.000 10 3 hecto h 100 10 2 deca da 10 10 1 — — 1 10 0
  • 15. deci d 0,1 10 -1 centi c 0,01 10 -2 mili m 0,001 10 -3 micro  0,000001 10 -6 nano n 0,000000001 10 -9 pico p 0,000000000001 10 -12 femto f 0,00000000000001 10 -15 atto a 0,000000000000000001 10 -18 Prefixo Símbolo Valor Numérico Potência de 10 Prefixos e Valores Numéricos no SI
  • 17. Ao fazermos um cálculo aproximado, é comum darmos como resposta a potência de dez mais próxima do resultado calculado e a resposta dada dessa maneira é chamada de ordem de grandeza . Para determinar a ordem de grandeza de um número, devemos seguir os seguintes passos : 1º passo: Passe o número para a notação científica : x = N.10 n , com 1  N  10. 2º passo: Olhando para o valor de N: se N  3,16, faça n + 1. se N  3,16, n fica com o mesmo valor. O motivo de se arredondar dessa maneira é que o ponto médio entre o intervalo de duas potências consecutivas, tipo 10 0 e 10 1 é 10 0,5 , pois
  • 18. Velocidade da luz no vácuo: 3 . 10 5 Km/s Diâmetro de um átomo (H): 1 . 10 -10 m Quantidade de moléculas em 1 mol de uma substância qualquer: 6,022 . 10 23 Tempo de reação para pisar no freio: Quantidade de água nos oceanos da Terra: 1,35 . 10 21 L Duração de uma piscada: 2 . 10 -1 s EXEMPLOS DE ORDEM DE GRANDEZA