SlideShare uma empresa Scribd logo
Por Ana Cláudia M. Leal
Conteúdo do livro Céu e inferno
A JUSTIÇA DIVINA SEGUNDO O ESPIRITISMOExame comparado das doutrinas sobre a passagem da vida corporal à vida espiritual, sobre as penalidades e recompensas futuras, sobre os anjos e demônios, sobre as penas, etc., seguido de numerosos exemplos acerca da situação real da alma durante e depois da morteP O RALLAN KARDECCapítulo IV  O Inferno
Visão clássica do inferno
Visão clássica do céu
E como resultada desse pensamento...
Maniqueísmo
Preto e branco
O inferno
Deus é implacável!
O limbo
Visão Espírita do Céu e do InfernoAspectos Gerais
Lei de ação e reação
Lei de evolução
Lei de justiça,  de amor e de caridade
Sintonia
O inferno
A semeadura é livre, mas a colheita é obrigatória.
Céu ou inferno particular!
  CÉU E INFERNO ÍNTIMOS Conta-se que um dia um samurai, grande  e forte, conhecido pela sua índole violenta   foi procurar um sábio monge em busca de respostas para suas dúvidas.Texto: Autor desconhecidoMúsica:Song for peaceEdição:Francinelle Siqueira
- Monge, disse o samurai  com desejo sincero de aprender, ensina-me sobre o céu e o inferno.   O monge, de pequena estatura e muito franzino,olhou para o bravo guerreiro e,simulando desprezo, lhe disse:  - Eu não poderia ensinar-lhe coisa alguma,     você está imundo. Seu mau cheiro é       insuportável. 
- Ademais, a lâmina da sua espada    está enferrujada.Você é uma vergonha para a sua classe.O samurai ficou enfurecido.O sangue lhe subiu ao rosto  e ele não conseguiu dizer nenhuma palavra, tamanha era sua raiva.    Empunhou a espada,ergueu-a sobre a cabeça...     e se preparou para decapitar o monge.  - "Aí começa o inferno", disse-lhe o sábio mansamente
  O samurai ficou imóvel.A sabedoria daquele pequeno homem o impressionara.Afinal, arriscou a própria vida para lhe ensinar sobre o inferno.   O bravo guerreiro abaixou lentamente   a espada e agradeceu ao monge pelo valioso ensinamento.   O velho sábio continuou em silêncio.
Passado algum tempo o samurai, já com a intimidade pacificada, pediu humildemente ao monge que lhe perdoasse o gesto infeliz. Percebendo que seu pedido era sincero, o monge lhe falou:- "Aí começa o céu".   
Para nós, resta a importante lição sobre o céu e o inferno que podemos construir na própria intimidade. Tanto o céu quanto o inferno, são estados de alma que nós próprios elegemos no nosso dia-a-dia.
A cada instante somos convidados a tomar decisões que definirão o início do céu ou o começo do inferno. É como se todos fôssemos portadores de uma caixa invisível, onde houvesse ferramentas e materiais de primeiros socorros.
Diante de uma situação inesperada, podemos abri-la e lançar mão de qualquer objeto do seu interior. Assim, quando alguém nos ofende, podemos erguer o martelo da ira ou usar o bálsamo da tolerância. 
Visitados pela calúnia, podemos usar o machado do revide ou a gaze da autoconfiança.   Quando injúria bater em nossa porta,    podemos usar o aguilhão da vingança    ou o óleo do perdão.
Diante da enfermidade inesperada,   podemos lançar mão do ácido dissolvente   da revolta ou empunhar o escudo da fé.    Ante a partida de um ente caro,   nos braços da morte inevitável,   podemos optar pelo punhal do desespero   ou pela chave da aceitação.
    Enfim, surpreendidos pelas mais diversas    e infelizes situações, poderemos sempre optar por abrir abismos de incompreensão ou estender a ponte do diálogo que nos possibilite uma solução feliz.   A decisão depende sempre de nós mesmos.    Somente da nossa vontade    dependerá o nosso estado íntimo. 
Portanto, criar céus ou infernos, portas lá dentro da nossa alma, é algo que ninguém poderá fazer por nós.   
De voltas às bases!Estude a doutrina Espírita!Paz em nossos corações.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Cei 100224-i-cap. 6-doutrina das penas eternas
Cei 100224-i-cap. 6-doutrina das penas eternasCei 100224-i-cap. 6-doutrina das penas eternas
Cei 100224-i-cap. 6-doutrina das penas eternas
Carlos Alberto Freire De Souza
 
Céu e Inferno definitivo
Céu e Inferno definitivoCéu e Inferno definitivo
Céu e Inferno definitivo
Euzebio Raimundo
 
O céu e o inferno - cap VIII - expiacoes terrestres
O céu e o inferno - cap VIII - expiacoes terrestresO céu e o inferno - cap VIII - expiacoes terrestres
O céu e o inferno - cap VIII - expiacoes terrestres
Eduardo Manoel Araujo
 
O CÉU E O INFERNO "Visão Espírita"
O CÉU E O INFERNO "Visão Espírita"O CÉU E O INFERNO "Visão Espírita"
O CÉU E O INFERNO "Visão Espírita"
Jorge Luiz dos Santos
 
Cei 100505-ii-cap.7 e 8-espíritos endurecidos e expiações terrestres
Cei 100505-ii-cap.7 e 8-espíritos endurecidos e expiações terrestresCei 100505-ii-cap.7 e 8-espíritos endurecidos e expiações terrestres
Cei 100505-ii-cap.7 e 8-espíritos endurecidos e expiações terrestres
Carlos Alberto Freire De Souza
 
Cei 100414-ii-cap.2 e 3-espíritos felizes e medianos
Cei 100414-ii-cap.2 e 3-espíritos felizes e medianosCei 100414-ii-cap.2 e 3-espíritos felizes e medianos
Cei 100414-ii-cap.2 e 3-espíritos felizes e medianos
Carlos Alberto Freire De Souza
 
Cei 100421-ii-cap.4-espíritos sofredores
Cei 100421-ii-cap.4-espíritos sofredoresCei 100421-ii-cap.4-espíritos sofredores
Cei 100421-ii-cap.4-espíritos sofredores
Carlos Alberto Freire De Souza
 
Cei 100324-i-cap.10-intervenção dos demônios nas modernas manifestações
Cei 100324-i-cap.10-intervenção dos demônios nas modernas manifestaçõesCei 100324-i-cap.10-intervenção dos demônios nas modernas manifestações
Cei 100324-i-cap.10-intervenção dos demônios nas modernas manifestações
Carlos Alberto Freire De Souza
 
As Penas Futuras Segundo o Espiritismo
As Penas Futuras Segundo o EspiritismoAs Penas Futuras Segundo o Espiritismo
As Penas Futuras Segundo o Espiritismo
Antonino Silva
 
Palestra O CéU E O Inferno Na VisãO EspíRita
Palestra O CéU E O Inferno Na VisãO EspíRitaPalestra O CéU E O Inferno Na VisãO EspíRita
Palestra O CéU E O Inferno Na VisãO EspíRita
cab3032
 
Terra escola dos espíritos
Terra escola dos espíritosTerra escola dos espíritos
Terra escola dos espíritos
bonattinho
 
Cei 100303-i-cap.7-as penas futuras segundo o espiritismo
Cei 100303-i-cap.7-as penas futuras segundo o espiritismoCei 100303-i-cap.7-as penas futuras segundo o espiritismo
Cei 100303-i-cap.7-as penas futuras segundo o espiritismo
Carlos Alberto Freire De Souza
 
Fundamentos espiritas e o evangelho de jesus
Fundamentos espiritas e o evangelho de jesusFundamentos espiritas e o evangelho de jesus
Fundamentos espiritas e o evangelho de jesus
Eduardo Ottonelli Pithan
 
Mundos de Regeneração
Mundos de RegeneraçãoMundos de Regeneração
Mundos de Regeneração
Leonardo Araújo
 
O céu e o inferno - allan kardec
O céu e o inferno - allan kardecO céu e o inferno - allan kardec
O céu e o inferno - allan kardec
mocidaderp
 
Prefacio - No Mundo Maior
Prefacio - No Mundo MaiorPrefacio - No Mundo Maior
Prefacio - No Mundo Maior
Patricia Farias
 
Progressão dos Mundos e dos Espíritos: Há muitas moradas na casa de meu
Progressão dos Mundos e dos Espíritos: Há muitas moradas na casa de meuProgressão dos Mundos e dos Espíritos: Há muitas moradas na casa de meu
Progressão dos Mundos e dos Espíritos: Há muitas moradas na casa de meu
Eduardo Ottonelli Pithan
 
23 09 2016 "Há muitas moradas na casa de meu Pai"
23 09 2016  "Há muitas moradas na casa de meu Pai"23 09 2016  "Há muitas moradas na casa de meu Pai"
23 09 2016 "Há muitas moradas na casa de meu Pai"
Lar Irmã Zarabatana
 
Livro dos Espíritos Q607 e ESE Cap5 item20
Livro dos Espíritos Q607 e ESE Cap5 item20Livro dos Espíritos Q607 e ESE Cap5 item20
Livro dos Espíritos Q607 e ESE Cap5 item20
Patricia Farias
 
A Passagem - Uma visão espírita sobre o momento da morte
A Passagem - Uma visão espírita sobre o momento da morteA Passagem - Uma visão espírita sobre o momento da morte
A Passagem - Uma visão espírita sobre o momento da morte
Ricardo Azevedo
 

Mais procurados (20)

Cei 100224-i-cap. 6-doutrina das penas eternas
Cei 100224-i-cap. 6-doutrina das penas eternasCei 100224-i-cap. 6-doutrina das penas eternas
Cei 100224-i-cap. 6-doutrina das penas eternas
 
Céu e Inferno definitivo
Céu e Inferno definitivoCéu e Inferno definitivo
Céu e Inferno definitivo
 
O céu e o inferno - cap VIII - expiacoes terrestres
O céu e o inferno - cap VIII - expiacoes terrestresO céu e o inferno - cap VIII - expiacoes terrestres
O céu e o inferno - cap VIII - expiacoes terrestres
 
O CÉU E O INFERNO "Visão Espírita"
O CÉU E O INFERNO "Visão Espírita"O CÉU E O INFERNO "Visão Espírita"
O CÉU E O INFERNO "Visão Espírita"
 
Cei 100505-ii-cap.7 e 8-espíritos endurecidos e expiações terrestres
Cei 100505-ii-cap.7 e 8-espíritos endurecidos e expiações terrestresCei 100505-ii-cap.7 e 8-espíritos endurecidos e expiações terrestres
Cei 100505-ii-cap.7 e 8-espíritos endurecidos e expiações terrestres
 
Cei 100414-ii-cap.2 e 3-espíritos felizes e medianos
Cei 100414-ii-cap.2 e 3-espíritos felizes e medianosCei 100414-ii-cap.2 e 3-espíritos felizes e medianos
Cei 100414-ii-cap.2 e 3-espíritos felizes e medianos
 
Cei 100421-ii-cap.4-espíritos sofredores
Cei 100421-ii-cap.4-espíritos sofredoresCei 100421-ii-cap.4-espíritos sofredores
Cei 100421-ii-cap.4-espíritos sofredores
 
Cei 100324-i-cap.10-intervenção dos demônios nas modernas manifestações
Cei 100324-i-cap.10-intervenção dos demônios nas modernas manifestaçõesCei 100324-i-cap.10-intervenção dos demônios nas modernas manifestações
Cei 100324-i-cap.10-intervenção dos demônios nas modernas manifestações
 
As Penas Futuras Segundo o Espiritismo
As Penas Futuras Segundo o EspiritismoAs Penas Futuras Segundo o Espiritismo
As Penas Futuras Segundo o Espiritismo
 
Palestra O CéU E O Inferno Na VisãO EspíRita
Palestra O CéU E O Inferno Na VisãO EspíRitaPalestra O CéU E O Inferno Na VisãO EspíRita
Palestra O CéU E O Inferno Na VisãO EspíRita
 
Terra escola dos espíritos
Terra escola dos espíritosTerra escola dos espíritos
Terra escola dos espíritos
 
Cei 100303-i-cap.7-as penas futuras segundo o espiritismo
Cei 100303-i-cap.7-as penas futuras segundo o espiritismoCei 100303-i-cap.7-as penas futuras segundo o espiritismo
Cei 100303-i-cap.7-as penas futuras segundo o espiritismo
 
Fundamentos espiritas e o evangelho de jesus
Fundamentos espiritas e o evangelho de jesusFundamentos espiritas e o evangelho de jesus
Fundamentos espiritas e o evangelho de jesus
 
Mundos de Regeneração
Mundos de RegeneraçãoMundos de Regeneração
Mundos de Regeneração
 
O céu e o inferno - allan kardec
O céu e o inferno - allan kardecO céu e o inferno - allan kardec
O céu e o inferno - allan kardec
 
Prefacio - No Mundo Maior
Prefacio - No Mundo MaiorPrefacio - No Mundo Maior
Prefacio - No Mundo Maior
 
Progressão dos Mundos e dos Espíritos: Há muitas moradas na casa de meu
Progressão dos Mundos e dos Espíritos: Há muitas moradas na casa de meuProgressão dos Mundos e dos Espíritos: Há muitas moradas na casa de meu
Progressão dos Mundos e dos Espíritos: Há muitas moradas na casa de meu
 
23 09 2016 "Há muitas moradas na casa de meu Pai"
23 09 2016  "Há muitas moradas na casa de meu Pai"23 09 2016  "Há muitas moradas na casa de meu Pai"
23 09 2016 "Há muitas moradas na casa de meu Pai"
 
Livro dos Espíritos Q607 e ESE Cap5 item20
Livro dos Espíritos Q607 e ESE Cap5 item20Livro dos Espíritos Q607 e ESE Cap5 item20
Livro dos Espíritos Q607 e ESE Cap5 item20
 
A Passagem - Uma visão espírita sobre o momento da morte
A Passagem - Uma visão espírita sobre o momento da morteA Passagem - Uma visão espírita sobre o momento da morte
A Passagem - Uma visão espírita sobre o momento da morte
 

Destaque

Palestra o céu e o inferno na visão espírita
Palestra o céu e o inferno na visão espíritaPalestra o céu e o inferno na visão espírita
Palestra o céu e o inferno na visão espírita
carlos freire
 
O céu e o Inferno
O céu e o InfernoO céu e o Inferno
O céu e o Inferno
igmateus
 
Ceu inferno eternidade
Ceu inferno eternidadeCeu inferno eternidade
Ceu inferno eternidade
Ivan Vargas
 
Ebook ceu inferno_spugeon
Ebook ceu inferno_spugeonEbook ceu inferno_spugeon
Ebook ceu inferno_spugeon
Elisabete Leitao
 
O porvir e o nada vilma
O porvir e o nada vilmaO porvir e o nada vilma
O porvir e o nada vilma
Milena Pinheiro
 
O Futuro E O Nada Palestra A PreocupaçãO Com A Morte
O Futuro E O Nada Palestra A PreocupaçãO Com A  MorteO Futuro E O Nada Palestra A PreocupaçãO Com A  Morte
O Futuro E O Nada Palestra A PreocupaçãO Com A Morte
Grupo Espírita Cristão
 
Cei 100203-i-cap. 1 e 2-o porvir e o nada-temor da morte
Cei 100203-i-cap. 1 e 2-o porvir e o nada-temor da morteCei 100203-i-cap. 1 e 2-o porvir e o nada-temor da morte
Cei 100203-i-cap. 1 e 2-o porvir e o nada-temor da morte
Carlos Alberto Freire De Souza
 
Ceuinferno 002 1a. parte_capítulo i o porvir e o nada (itens 7 a 14)
Ceuinferno 002 1a. parte_capítulo i  o porvir e o nada (itens 7 a 14)Ceuinferno 002 1a. parte_capítulo i  o porvir e o nada (itens 7 a 14)
Ceuinferno 002 1a. parte_capítulo i o porvir e o nada (itens 7 a 14)
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
Ceu e Inferno Farmacêutico
Ceu e Inferno FarmacêuticoCeu e Inferno Farmacêutico
Ceu e Inferno Farmacêutico
momengtonoticia
 
Onde Está O Poder
Onde Está O PoderOnde Está O Poder
Onde Está O Poder
Newmar Costa
 
Os Graus de Castigos...Juízo final-blogdoprjosecosta.blogspot.com
 Os Graus de Castigos...Juízo final-blogdoprjosecosta.blogspot.com Os Graus de Castigos...Juízo final-blogdoprjosecosta.blogspot.com
Os Graus de Castigos...Juízo final-blogdoprjosecosta.blogspot.com
Jose Costa
 
09 1000 anos
09 1000 anos09 1000 anos
09 1000 anos
Hezir Henrique
 
Ceu e inferno
Ceu e infernoCeu e inferno
Ceu e inferno
Cláudio Luciano
 
Cei 100217-i-cap. 4-o inferno
Cei 100217-i-cap. 4-o infernoCei 100217-i-cap. 4-o inferno
Cei 100217-i-cap. 4-o inferno
Carlos Alberto Freire De Souza
 
Inferno e tormento eterno
Inferno e tormento eternoInferno e tormento eterno
Inferno e tormento eterno
Julio Simões
 
Céu e inferno íntimos
Céu e inferno íntimosCéu e inferno íntimos
Céu e inferno íntimos
Luzia Gabriele
 

Destaque (16)

Palestra o céu e o inferno na visão espírita
Palestra o céu e o inferno na visão espíritaPalestra o céu e o inferno na visão espírita
Palestra o céu e o inferno na visão espírita
 
O céu e o Inferno
O céu e o InfernoO céu e o Inferno
O céu e o Inferno
 
Ceu inferno eternidade
Ceu inferno eternidadeCeu inferno eternidade
Ceu inferno eternidade
 
Ebook ceu inferno_spugeon
Ebook ceu inferno_spugeonEbook ceu inferno_spugeon
Ebook ceu inferno_spugeon
 
O porvir e o nada vilma
O porvir e o nada vilmaO porvir e o nada vilma
O porvir e o nada vilma
 
O Futuro E O Nada Palestra A PreocupaçãO Com A Morte
O Futuro E O Nada Palestra A PreocupaçãO Com A  MorteO Futuro E O Nada Palestra A PreocupaçãO Com A  Morte
O Futuro E O Nada Palestra A PreocupaçãO Com A Morte
 
Cei 100203-i-cap. 1 e 2-o porvir e o nada-temor da morte
Cei 100203-i-cap. 1 e 2-o porvir e o nada-temor da morteCei 100203-i-cap. 1 e 2-o porvir e o nada-temor da morte
Cei 100203-i-cap. 1 e 2-o porvir e o nada-temor da morte
 
Ceuinferno 002 1a. parte_capítulo i o porvir e o nada (itens 7 a 14)
Ceuinferno 002 1a. parte_capítulo i  o porvir e o nada (itens 7 a 14)Ceuinferno 002 1a. parte_capítulo i  o porvir e o nada (itens 7 a 14)
Ceuinferno 002 1a. parte_capítulo i o porvir e o nada (itens 7 a 14)
 
Ceu e Inferno Farmacêutico
Ceu e Inferno FarmacêuticoCeu e Inferno Farmacêutico
Ceu e Inferno Farmacêutico
 
Onde Está O Poder
Onde Está O PoderOnde Está O Poder
Onde Está O Poder
 
Os Graus de Castigos...Juízo final-blogdoprjosecosta.blogspot.com
 Os Graus de Castigos...Juízo final-blogdoprjosecosta.blogspot.com Os Graus de Castigos...Juízo final-blogdoprjosecosta.blogspot.com
Os Graus de Castigos...Juízo final-blogdoprjosecosta.blogspot.com
 
09 1000 anos
09 1000 anos09 1000 anos
09 1000 anos
 
Ceu e inferno
Ceu e infernoCeu e inferno
Ceu e inferno
 
Cei 100217-i-cap. 4-o inferno
Cei 100217-i-cap. 4-o infernoCei 100217-i-cap. 4-o inferno
Cei 100217-i-cap. 4-o inferno
 
Inferno e tormento eterno
Inferno e tormento eternoInferno e tormento eterno
Inferno e tormento eterno
 
Céu e inferno íntimos
Céu e inferno íntimosCéu e inferno íntimos
Céu e inferno íntimos
 

Semelhante a O inferno

O Monge E O Samurai
O Monge E O SamuraiO Monge E O Samurai
O Monge E O Samurai
Rosário Rocha
 
Comsom O Monge E O Samurai
Comsom  O Monge E O SamuraiComsom  O Monge E O Samurai
Comsom O Monge E O Samurai
Célio José Bighetti
 
Ceu E Inferno Intimos
Ceu E Inferno IntimosCeu E Inferno Intimos
Ceu E Inferno Intimos
Fernanda Pietra
 
Céu e Inferno intimos..
Céu e Inferno intimos..Céu e Inferno intimos..
Céu e Inferno intimos..
Doni Cia
 
Céu & Inferno
 				Céu & Inferno 				Céu & Inferno
Céu & Inferno
Georgellis Martins
 
Ceu e inferno intimos
Ceu e inferno intimosCeu e inferno intimos
Ceu e inferno intimos
Amadeu Wolff
 
Ceu e inferno intimos
Ceu e inferno intimosCeu e inferno intimos
Ceu e inferno intimos
Mensagens Virtuais
 
Ceu e inferno intimos
Ceu e inferno intimosCeu e inferno intimos
Ceu e inferno intimos
JNR
 
Ceu E Inferno Intimos
Ceu E Inferno IntimosCeu E Inferno Intimos
Ceu E Inferno Intimos
Tania Montandon
 
Ceu e inferno intimos
Ceu e inferno intimosCeu e inferno intimos
Ceu e inferno intimos
Ceu e inferno intimosCeu e inferno intimos
Ceu e inferno intimos
Telma Buranello
 
Ceu E In
Ceu E InCeu E In
Ceu E In
claudia57rocha
 
O serviço e a utilidade
O serviço e a utilidadeO serviço e a utilidade
O serviço e a utilidade
Helio Cruz
 
Estudando André Luiz Nosso Lar cap. 34 a 50
Estudando André Luiz   Nosso Lar cap.  34 a 50Estudando André Luiz   Nosso Lar cap.  34 a 50
Estudando André Luiz Nosso Lar cap. 34 a 50
Jose Luiz Maio
 
Seminário Memórias de Um Suicida - Segunda Parte - Capítulo II - Os Arquivos ...
Seminário Memórias de Um Suicida - Segunda Parte - Capítulo II - Os Arquivos ...Seminário Memórias de Um Suicida - Segunda Parte - Capítulo II - Os Arquivos ...
Seminário Memórias de Um Suicida - Segunda Parte - Capítulo II - Os Arquivos ...
Cynthia Castro
 
Série Evangelho no Lar - Cap. 36 - As Outras Pessoas
Série Evangelho no Lar - Cap. 36 - As Outras PessoasSérie Evangelho no Lar - Cap. 36 - As Outras Pessoas
Série Evangelho no Lar - Cap. 36 - As Outras Pessoas
Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Cap. 12 - Segurança
Série Evangelho no Lar - Cap. 12 - SegurançaSérie Evangelho no Lar - Cap. 12 - Segurança
Série Evangelho no Lar - Cap. 12 - Segurança
Ricardo Azevedo
 
Evangelho animais 32
Evangelho animais 32Evangelho animais 32
Evangelho animais 32
Fatoze
 
8 entreaterraeoceu-1954-101008115411-phpapp01
8 entreaterraeoceu-1954-101008115411-phpapp018 entreaterraeoceu-1954-101008115411-phpapp01
8 entreaterraeoceu-1954-101008115411-phpapp01
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
Desencarnação
DesencarnaçãoDesencarnação
Desencarnação
paikachambi
 

Semelhante a O inferno (20)

O Monge E O Samurai
O Monge E O SamuraiO Monge E O Samurai
O Monge E O Samurai
 
Comsom O Monge E O Samurai
Comsom  O Monge E O SamuraiComsom  O Monge E O Samurai
Comsom O Monge E O Samurai
 
Ceu E Inferno Intimos
Ceu E Inferno IntimosCeu E Inferno Intimos
Ceu E Inferno Intimos
 
Céu e Inferno intimos..
Céu e Inferno intimos..Céu e Inferno intimos..
Céu e Inferno intimos..
 
Céu & Inferno
 				Céu & Inferno 				Céu & Inferno
Céu & Inferno
 
Ceu e inferno intimos
Ceu e inferno intimosCeu e inferno intimos
Ceu e inferno intimos
 
Ceu e inferno intimos
Ceu e inferno intimosCeu e inferno intimos
Ceu e inferno intimos
 
Ceu e inferno intimos
Ceu e inferno intimosCeu e inferno intimos
Ceu e inferno intimos
 
Ceu E Inferno Intimos
Ceu E Inferno IntimosCeu E Inferno Intimos
Ceu E Inferno Intimos
 
Ceu e inferno intimos
Ceu e inferno intimosCeu e inferno intimos
Ceu e inferno intimos
 
Ceu e inferno intimos
Ceu e inferno intimosCeu e inferno intimos
Ceu e inferno intimos
 
Ceu E In
Ceu E InCeu E In
Ceu E In
 
O serviço e a utilidade
O serviço e a utilidadeO serviço e a utilidade
O serviço e a utilidade
 
Estudando André Luiz Nosso Lar cap. 34 a 50
Estudando André Luiz   Nosso Lar cap.  34 a 50Estudando André Luiz   Nosso Lar cap.  34 a 50
Estudando André Luiz Nosso Lar cap. 34 a 50
 
Seminário Memórias de Um Suicida - Segunda Parte - Capítulo II - Os Arquivos ...
Seminário Memórias de Um Suicida - Segunda Parte - Capítulo II - Os Arquivos ...Seminário Memórias de Um Suicida - Segunda Parte - Capítulo II - Os Arquivos ...
Seminário Memórias de Um Suicida - Segunda Parte - Capítulo II - Os Arquivos ...
 
Série Evangelho no Lar - Cap. 36 - As Outras Pessoas
Série Evangelho no Lar - Cap. 36 - As Outras PessoasSérie Evangelho no Lar - Cap. 36 - As Outras Pessoas
Série Evangelho no Lar - Cap. 36 - As Outras Pessoas
 
Série Evangelho no Lar - Cap. 12 - Segurança
Série Evangelho no Lar - Cap. 12 - SegurançaSérie Evangelho no Lar - Cap. 12 - Segurança
Série Evangelho no Lar - Cap. 12 - Segurança
 
Evangelho animais 32
Evangelho animais 32Evangelho animais 32
Evangelho animais 32
 
8 entreaterraeoceu-1954-101008115411-phpapp01
8 entreaterraeoceu-1954-101008115411-phpapp018 entreaterraeoceu-1954-101008115411-phpapp01
8 entreaterraeoceu-1954-101008115411-phpapp01
 
Desencarnação
DesencarnaçãoDesencarnação
Desencarnação
 

Mais de Ana Cláudia Leal Felgueiras

O Livro dos Espíritos perg. 128 a 131 Anjos e Demônios.
O Livro dos Espíritos perg. 128 a 131 Anjos e Demônios.O Livro dos Espíritos perg. 128 a 131 Anjos e Demônios.
O Livro dos Espíritos perg. 128 a 131 Anjos e Demônios.
Ana Cláudia Leal Felgueiras
 
Espiritismo no mundo
Espiritismo no mundoEspiritismo no mundo
Espiritismo no mundo
Ana Cláudia Leal Felgueiras
 
Mediunidade _ Estudo para Mocidade
Mediunidade _ Estudo para MocidadeMediunidade _ Estudo para Mocidade
Mediunidade _ Estudo para Mocidade
Ana Cláudia Leal Felgueiras
 
Gratidão
GratidãoGratidão
Parábola do Últimos Lugares
Parábola do Últimos LugaresParábola do Últimos Lugares
Parábola do Últimos Lugares
Ana Cláudia Leal Felgueiras
 
Parábola das Bodas
Parábola das BodasParábola das Bodas
Parábola das Bodas
Ana Cláudia Leal Felgueiras
 
Ovelha Perdida
Ovelha PerdidaOvelha Perdida
Congresso das Mocidades Espíritas do estado do Rio de Janeiro
Congresso das Mocidades Espíritas do estado do Rio de JaneiroCongresso das Mocidades Espíritas do estado do Rio de Janeiro
Congresso das Mocidades Espíritas do estado do Rio de Janeiro
Ana Cláudia Leal Felgueiras
 
Sexo e obsessão
Sexo e obsessãoSexo e obsessão
Lei de reprodução
Lei de reproduçãoLei de reprodução
Lei de reprodução
Ana Cláudia Leal Felgueiras
 
Simpatias e antipatias terrenas
Simpatias e antipatias terrenasSimpatias e antipatias terrenas
Simpatias e antipatias terrenas
Ana Cláudia Leal Felgueiras
 
Resposta sexo
Resposta sexoResposta sexo
"Ainda que eu falasse as línguas dos homens..."
"Ainda que eu falasse as línguas dos homens...""Ainda que eu falasse as línguas dos homens..."
"Ainda que eu falasse as línguas dos homens..."
Ana Cláudia Leal Felgueiras
 
Livro do médiuns - Do maravilhoso ao Sobrenatural
Livro do médiuns - Do maravilhoso ao SobrenaturalLivro do médiuns - Do maravilhoso ao Sobrenatural
Livro do médiuns - Do maravilhoso ao Sobrenatural
Ana Cláudia Leal Felgueiras
 
História do espiritismo no Brasil
História do espiritismo no BrasilHistória do espiritismo no Brasil
História do espiritismo no Brasil
Ana Cláudia Leal Felgueiras
 
Senhor que queres que eu faça?
Senhor que queres que eu faça?Senhor que queres que eu faça?
Senhor que queres que eu faça?
Ana Cláudia Leal Felgueiras
 
Pluralidade dos mundos habitados
Pluralidade dos mundos habitadosPluralidade dos mundos habitados
Pluralidade dos mundos habitados
Ana Cláudia Leal Felgueiras
 
Ananias e Saulo
Ananias e SauloAnanias e Saulo
Se quisesse
Se quisesseSe quisesse
Tipos de mediunidade
Tipos de mediunidadeTipos de mediunidade
Tipos de mediunidade
Ana Cláudia Leal Felgueiras
 

Mais de Ana Cláudia Leal Felgueiras (20)

O Livro dos Espíritos perg. 128 a 131 Anjos e Demônios.
O Livro dos Espíritos perg. 128 a 131 Anjos e Demônios.O Livro dos Espíritos perg. 128 a 131 Anjos e Demônios.
O Livro dos Espíritos perg. 128 a 131 Anjos e Demônios.
 
Espiritismo no mundo
Espiritismo no mundoEspiritismo no mundo
Espiritismo no mundo
 
Mediunidade _ Estudo para Mocidade
Mediunidade _ Estudo para MocidadeMediunidade _ Estudo para Mocidade
Mediunidade _ Estudo para Mocidade
 
Gratidão
GratidãoGratidão
Gratidão
 
Parábola do Últimos Lugares
Parábola do Últimos LugaresParábola do Últimos Lugares
Parábola do Últimos Lugares
 
Parábola das Bodas
Parábola das BodasParábola das Bodas
Parábola das Bodas
 
Ovelha Perdida
Ovelha PerdidaOvelha Perdida
Ovelha Perdida
 
Congresso das Mocidades Espíritas do estado do Rio de Janeiro
Congresso das Mocidades Espíritas do estado do Rio de JaneiroCongresso das Mocidades Espíritas do estado do Rio de Janeiro
Congresso das Mocidades Espíritas do estado do Rio de Janeiro
 
Sexo e obsessão
Sexo e obsessãoSexo e obsessão
Sexo e obsessão
 
Lei de reprodução
Lei de reproduçãoLei de reprodução
Lei de reprodução
 
Simpatias e antipatias terrenas
Simpatias e antipatias terrenasSimpatias e antipatias terrenas
Simpatias e antipatias terrenas
 
Resposta sexo
Resposta sexoResposta sexo
Resposta sexo
 
"Ainda que eu falasse as línguas dos homens..."
"Ainda que eu falasse as línguas dos homens...""Ainda que eu falasse as línguas dos homens..."
"Ainda que eu falasse as línguas dos homens..."
 
Livro do médiuns - Do maravilhoso ao Sobrenatural
Livro do médiuns - Do maravilhoso ao SobrenaturalLivro do médiuns - Do maravilhoso ao Sobrenatural
Livro do médiuns - Do maravilhoso ao Sobrenatural
 
História do espiritismo no Brasil
História do espiritismo no BrasilHistória do espiritismo no Brasil
História do espiritismo no Brasil
 
Senhor que queres que eu faça?
Senhor que queres que eu faça?Senhor que queres que eu faça?
Senhor que queres que eu faça?
 
Pluralidade dos mundos habitados
Pluralidade dos mundos habitadosPluralidade dos mundos habitados
Pluralidade dos mundos habitados
 
Ananias e Saulo
Ananias e SauloAnanias e Saulo
Ananias e Saulo
 
Se quisesse
Se quisesseSe quisesse
Se quisesse
 
Tipos de mediunidade
Tipos de mediunidadeTipos de mediunidade
Tipos de mediunidade
 

O inferno

  • 2. Conteúdo do livro Céu e inferno
  • 3. A JUSTIÇA DIVINA SEGUNDO O ESPIRITISMOExame comparado das doutrinas sobre a passagem da vida corporal à vida espiritual, sobre as penalidades e recompensas futuras, sobre os anjos e demônios, sobre as penas, etc., seguido de numerosos exemplos acerca da situação real da alma durante e depois da morteP O RALLAN KARDECCapítulo IV O Inferno
  • 6. E como resultada desse pensamento...
  • 12. Visão Espírita do Céu e do InfernoAspectos Gerais
  • 13. Lei de ação e reação
  • 15. Lei de justiça, de amor e de caridade
  • 18. A semeadura é livre, mas a colheita é obrigatória.
  • 19. Céu ou inferno particular!
  • 20.   CÉU E INFERNO ÍNTIMOS Conta-se que um dia um samurai, grande e forte, conhecido pela sua índole violenta foi procurar um sábio monge em busca de respostas para suas dúvidas.Texto: Autor desconhecidoMúsica:Song for peaceEdição:Francinelle Siqueira
  • 21. - Monge, disse o samurai com desejo sincero de aprender, ensina-me sobre o céu e o inferno. O monge, de pequena estatura e muito franzino,olhou para o bravo guerreiro e,simulando desprezo, lhe disse: - Eu não poderia ensinar-lhe coisa alguma, você está imundo. Seu mau cheiro é insuportável. 
  • 22. - Ademais, a lâmina da sua espada está enferrujada.Você é uma vergonha para a sua classe.O samurai ficou enfurecido.O sangue lhe subiu ao rosto e ele não conseguiu dizer nenhuma palavra, tamanha era sua raiva. Empunhou a espada,ergueu-a sobre a cabeça... e se preparou para decapitar o monge. - "Aí começa o inferno", disse-lhe o sábio mansamente
  • 23. O samurai ficou imóvel.A sabedoria daquele pequeno homem o impressionara.Afinal, arriscou a própria vida para lhe ensinar sobre o inferno. O bravo guerreiro abaixou lentamente a espada e agradeceu ao monge pelo valioso ensinamento.  O velho sábio continuou em silêncio.
  • 24. Passado algum tempo o samurai, já com a intimidade pacificada, pediu humildemente ao monge que lhe perdoasse o gesto infeliz. Percebendo que seu pedido era sincero, o monge lhe falou:- "Aí começa o céu".   
  • 25. Para nós, resta a importante lição sobre o céu e o inferno que podemos construir na própria intimidade. Tanto o céu quanto o inferno, são estados de alma que nós próprios elegemos no nosso dia-a-dia.
  • 26. A cada instante somos convidados a tomar decisões que definirão o início do céu ou o começo do inferno. É como se todos fôssemos portadores de uma caixa invisível, onde houvesse ferramentas e materiais de primeiros socorros.
  • 27. Diante de uma situação inesperada, podemos abri-la e lançar mão de qualquer objeto do seu interior. Assim, quando alguém nos ofende, podemos erguer o martelo da ira ou usar o bálsamo da tolerância. 
  • 28. Visitados pela calúnia, podemos usar o machado do revide ou a gaze da autoconfiança. Quando injúria bater em nossa porta, podemos usar o aguilhão da vingança ou o óleo do perdão.
  • 29. Diante da enfermidade inesperada, podemos lançar mão do ácido dissolvente da revolta ou empunhar o escudo da fé.  Ante a partida de um ente caro, nos braços da morte inevitável, podemos optar pelo punhal do desespero ou pela chave da aceitação.
  • 30. Enfim, surpreendidos pelas mais diversas e infelizes situações, poderemos sempre optar por abrir abismos de incompreensão ou estender a ponte do diálogo que nos possibilite uma solução feliz. A decisão depende sempre de nós mesmos.  Somente da nossa vontade dependerá o nosso estado íntimo. 
  • 31. Portanto, criar céus ou infernos, portas lá dentro da nossa alma, é algo que ninguém poderá fazer por nós.   
  • 32. De voltas às bases!Estude a doutrina Espírita!Paz em nossos corações.