SlideShare uma empresa Scribd logo
NOVA  ORTOGRAFIA Professoras: Celia Della Méa, Eliane Rangel, Nilsa Barin e Valeria Iensen Bortoluzzi
REFLEXÕES SOBRE O NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO DA LÍNGUA PORTUGUESA A língua é viva, pulsante. Palavras e expressões, em voga num período, caem em desuso em outro. Não há academias que possam deter a dinâmica histórica de uma língua. Não há consenso sobre a forma de falar, mas é possível um acordo sobre como escrever? O mais adequado seria “facto” ou “fato”? “Pequeno-almoço” ou “café-da-manhã? “Banda desenhada” ou “histórias em quadrinhos”? O novo Acordo Ortográfico busca  um consenso , ele não mexe na nossa forma de falar, mas procura padronizar a escrita da língua portuguesa dos oito países signatários (Brasil, Portugal, Timor Leste, Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e São Tomé e Príncipe), facilitando o mercado editorial entre os países. A ortografia ( horto  = correto;  grafia  = escrita) é um dos aspectos mais importantes das línguas escritas, mas é também um dos mais polêmicos, pois já foi motivo de acirrados embates linguísticos ao longo dos tempos  (presente desde o século XVI nas primeiras gramáticas de nosso idioma).
O novo Acordo Ortográfico, de 1986/1990, mais recente tentativa de unificação do português entre os países que o têm como idioma oficial, é, portanto, um documento que institui a vigência de novas regras ortográficas às nações que compõem a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (aprovação de um vocabulário comum e de regras ortográficas). O Português é falado, aproximadamente, por 240 milhões de pessoas (180 milhões no Brasil), é a sexta língua mais falada no mundo. Por isso, uma reforma não é algo simples e sem consequências. Embora não ultrapasse 2% do vocabulário global do idioma, trata-se de um projeto amplo cujas consequências deverão aparecer no meio editorial, nas escolas, na imprensa, enfim, em todo âmbito social em que a escrita é um elemento indispensável (1,6% do universo lexical português será afetado e  0,5% do  Brasil). Com a unificação da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa(CPLP), o Português pode se tornar um dos idiomas oficiais da ONU.
CRONOLOGICAMENTE : 1986  – ano da idealização do acordo (1º encontro da CPLP, no Rio de Janeiro). 1990  – assinatura oficial em Lisboa, mas o acordo não obteve as ratificações necessárias para que as regras fossem válidas. O Brasil o ratificou apenas em 1995. 1998  – foi assinado um protocolo modificativo que extinguia a cláusula do acordo que definia o ano de 1994 como limite para sua entrada em vigor. 2004  – foi assinado outro protocolo modificativo que determinava a necessidade de ratificação de apenas três países para fazer vigorar o acordo; nesse ano houve a inclusão do Timor Leste entre os países participantes do acordo (Brasil, 2004; São Tomé e Príncipe e Cabo Verde, 2006). 2008  – ano da ratificação do Acordo por Portugal ( definindo que as mudanças em sua ortografia só passariam a valer dentro de seis anos). No Brasil, porém, a transição acontecerá até dezembro de 2012, período em que as duas formas coexistirão.
MUDANÇAS NO ALFABETO O alfabeto passa a ter 26 letras. Foram reintroduzidas as letras  k ,  w   e  y . O alfabeto completo passa a ser: A B C D E F G H I J  K   L M N O P Q R S T U V  W   X  Y   Z As letras  k ,  w   e  y , que na verdade não tinham desaparecido da maioria dos dicionários da nossa língua, são usadas em várias situações. Por exemplo: na escrita de símbolos de unidades de medida: km (quilômetro), kg (quilograma), W (watt); na escrita de palavras e nomes estrangeiros (e seus derivados): show, playboy, playground, windsurf, kungfu, yin, yang, William, kaiser, Kafka, kafkiano.
TREMA Como era Agüentar Argüir Bilíngüe Cinqüenta  Delinqüente Eloqüente Ensangüentado  Freqüente  Lingüiça Seqüência Seqüestro Tranqüilo Como fica Aguentar Arguir Bilíngue Cinquenta  Delinquente Eloquente Ensanguentado  Frequente  Linguiça Sequência Sequestro Tranquilo Não se usa mais o trema  (¨) , sinal colocado sobre a letra  u   para indicar que ela deve ser pronunciada nos grupos  gue ,  gui ,  que ,  qui . São exceções os nomes próprios e seus derivados:  Müller  -  mülleriano
MUDANÇAS NAS REGRAS DE ACENTUAÇÃO Como era Andróide Apóia (verbo apoiar) Apóio (verbo apoiar) Asteróide Bóia Colméia Estréia Estréio (verbo estrear) Geléia Heróico Idéia Jibóia Jóia Odisséia Paranóia Platéia Como fica Androide Apoia (verbo apoiar) Apoio (verbo apoiar) Asteroide Boia Colmeia Estreia Estreio (verbo estrear) Geleia Heroico Ideia Jiboia Joia Odisseia Paranoia Plateia Não se usa mais o acento dos ditongos abertos  éi   e  ói   das palavras  paroxítonas  (palavras que têm acento tônico na penúltima sílaba).
Atenção :   essa regra é válida somente para palavras   paroxítonas . Assim, continuam a ser acentuadas as palavra  oxítonas  terminadas em  éis ,   éu ,  éus ,   ói ,  óis .  Exemplos: pap éis , her ói , her óis , trof éu , trof éus . Como era Bai ú ca  Bocai ú va Fei ú ra Como fica Bai u ca Bocai u va Fei u ra Atenção :  se a palavra for  oxítona  e o  i   ou o  u   estiverem em posição final (ou seguidos de  s ), o acento permanece. Exemplos: tuiui ú , tuiui ús , Piau í . Nas palavras  paroxítonas , não se usa mais o acento no  i   e no  u   tônicos quando vierem depois de um ditongo.
Como era Abençôo  Crêem (verbo crer) Dêem (verbo dar) Dôo (verbo doar) Enjôo  Lêem (verbo ler) Perdôo (verbo perdoar)  Povôo (verbo povoar) Vêem (verbo ver) Vôos Como fica Abençoo  Creem (verbo crer) Deem (verbo dar) Doo (verbo doar) Enjoo  Leem (verbo ler) Perdoo (verbo perdoar)  Povoo (verbo povoar) Veem (verbo ver) Voos Não se usa mais o acento das palavras terminadas em  êem  e  ôo(s) .
Como era Ele  pára   o carro.  Ele foi ao  pólo   Norte. Ele gosta de jogar  pólo . Esse gato tem   pêlos   brancos. Comi uma  pêra . Como era Ele  para   o carro.  Ele foi ao  polo   Norte. Ele gosta de jogar  polo . Esse gato tem   pelos   brancos. Comi uma  pera . Não se usa mais o acento que diferenciava os pares: pára/para péla(s)/ pela(s) pêlo(s)/pelo(s) pólo(s)/polo(s)   e   pêra/pera .
Permanece o acento diferencial em  pôde  (3a pessoa do singular pretérito perfeito do indicativo) e  pode  (3a pessoa do singular presente do indicativo).  Exemplo: Ontem, ele não  pôde   sair mais cedo, mas hoje ele  pode .  Permanece o acento diferencial em  pôr/por .  Pôr   é verbo.  Por   é preposição. Exemplo: Vou  pôr   o livro na estante que foi feita  por   mim. Permanecem os acentos que diferenciam o singular do plural dos verbos  ter   e  vir. Exemplos: Ele  tem   dois carros. / Eles  têm   dois carros. Ele  vem   de Sorocaba. / Eles  vêm   de Sorocaba. Ele  mantém   a palavra. / Eles  mantêm   a palavra. Ele  convém   aos estudantes. / Eles  convêm   aos estudantes. Ele  detém   o poder. / Eles  detêm   o poder. Ele  intervém   em todas as aulas. / Eles  intervêm   em todas as aulas. ATENÇÃO:
Não se usa mais o acento agudo no  u   tônico das formas (tu)  arguis , (ele)  argui ,  (eles)  arguem , do presente do indicativo dos verbos  arguir   e  redarguir . Há uma variação na pronúncia dos verbos terminados em  guar ,  quar   e  quir , como aguar, averiguar, apaziguar, desaguar, enxaguar, obliquar, delinquir, etc.  Veja: se forem pronunciadas com  a   ou  i   tônicos, essas formas devem ser acentuadas. verbo enxaguar:   enx á guo, enx á guas, enx á gua, enx á guam; enx á gue, enx á gues, enx á guem. verbo delinquir:   del í nquo , del í nques, del í nque, del í nquem; del í nqua, del í nquas, del í nquam. se forem pronunciadas com  u   tônico, essas formas deixam de ser acentuadas. verbo enxaguar:  enxaguo, enxaguas, enxagua, enxaguam; enxague, enxagues, enxaguem. verbo delinquir:  delinquo, delinques, delinque, delinquem; delinqua, delinquas, delinquam.
EXERCÍCIOS Müller, cinquenta, frequência, tranquila
Assembleias, ideias, Müller, estreia, Bocaiuva, plateia, apoio, heróis, troféus
Estreia, voo, Parnaíba, Piauí, leem, Müller, creem, assembleias, pôde, país, têm, convém
Prefixo terminado por  VOGAL + VOGAL IGUAL   (usa-se hífen) Prefixo terminado por   VOGAL + VOGAL DIFERENTE   (não se usa hífen)
Prefixo terminado por  VOGAL   + S OU R  (não se usa hífen e duplica-se a consoante) Qualquer prefixo + H  (usa-se hífen)
Prefixos   HIPER ,   INTER   e   SUPER   +   R ,  TRANS  +  S  (usa-se hífen) hiper-requintado inter-racial super-romântico trans-social Prefixo   CIRCUM ,   PAN   +   VOGAL ,   M ,   N   (usa-se hífen) pan-americano circum-adjacente circum-navegação
Prefixos   PRO ,   PRE ,   RE   e   CO   (em qualquer situação, não se usa hífen) Prefixos   CARBO  e  ZOO  (admite-se a escritura com ou sem hífen) carboidrato e carbo-hidrato zooematita e zoo-hematita Prefixos   AB ,   OB ,  SOB ,  SUB   e   AD   +   B ,  H  ou  R   (usa-se hífen) Ad-renal Ab-rogar Sub-humano
Pseudoprefixos:   RECÉM ,   ALÉM ,   AQUÉM ,   SEM ,   PÓS ,   PRÉ ,   EX ,   VICE   (usa-se hífen) O   HÍFEN   é abolido quando não se tem a noção de que a palavra é composta.
Usa-se   HÍFEN   para   ligar   encadeamentos   vocabulares Ponte Rio-Niterói Eixo Rio-São Paulo Não se usa mais o  HÍFEN   para   ligar   os advérbios  NÃO e QUASE   a um substantivo, quando eles funciona como verdadeiro prefixo  (=in-) Não comparecimento Não pagamento Quase contrato
Advérbios   BEM   e   MAL   +  VOGAL ou H  (qunado pseudoprefixo, usa-se hífen) Bem-estar/mal-estar Bem-humorado/mal-humorado Bem-aventurado/mal-aventurado Bem-criado/malcriado Bem-mandado/malmandado Bem-nascido/malnascido Obs.: o advérbio  BEM   pode não se aglutinar com palavras começadas por consoantes Exceções:   benfazejo ,   benfeito ,   benfeitor ,   benquerença   (quer  BEM   tenha ou não vida à parte).
EXERCÍCIOS O hífen será sempre usado entre prefixos e palavras iniciadas pela letra: (  ) r como ultra-risível  (  ) h como anti-higiênico (  ) p como mini-pires  (  ) t como sobre-tudo O hífen deixará de ser usado quando o prefixo terminar em vogal e   o segundo elemento começar por consoante diferente de r ou s. Qual é a exceção? (  ) O prefixo vice, que levará sempre o hífen. (  ) A palavra auto-escola. (  ) Termos econômicos, como agro-industrial. (  ) O prefixo mini, que passará a levar hífen.
Se o prefixo terminar em consoante, quando não se usa o hífen? (  ) Quando o segundo elemento começar por vogal, como em hiperativo. (  ) Quando o prefixo terminar em m, como em semterra. (  ) Quando a segunda palavra iniciar com r, como em interregional. (  ) Apenas na expressão hiperativo. Qual dos grupos abaixo contém um prefixo que  NÃO  exigirá sempre o uso do hífen? (  ) ex, sem, além  (  ) aquém, recém, pós  (  ) pré, pró, ultra  (  ) sem, ex, pré Em qual dos exemplos abaixo o hífen está empregado da forma  errada ? (  ) ex-diretor (  ) vice-presidente (  ) super-econômico (  ) inter-racial
Em relação ao uso do hífen, para cada palavra, assinale a alternativa correta, de acordo com o novo acordo ortográfico: (  ) bem criado (  ) extra-oficial (  ) ultra-som (  ) infraestrutura (  ) contra-regra (  ) interregional (  ) micro-ondas (  ) antiinflamatório (  ) coocupante (  ) para-lama (  ) recém casados (  ) des-humano (  ) vice-campeão (  ) panamericano (  ) superomem (  ) bem-criado (  ) extraoficial (  ) ultrassom (  ) infra-estrutura (  ) contrarregra (  ) inter-regional (  ) microondas (  ) anti-inflamatório (  ) co-ocupante (  ) paralama (  ) recém-casados (  ) desumano (  ) vicecampeão (  ) pan-americano (  ) super-homem
Leia o texto abaixo e indique quais das palavras sublinhadas estão incorretas pelo novo acordo ortográfico: Vindos do  Piauí ,  Andréia  e Ataíde,  heróis   semi-indolentes  de muitos atos  heróicos , resolvem praticar mais um  heroísmo , desta vez imbuídos de  auto-suficiência  ainda maior. Aparentando total  tranqüilidade , vão assistir a uma peça de teatro. Antes de pegarem o ingresso,  argúem  sobre a qualidade do ato, ao que o responsável  redargúi  tratar-se de um espetáculo ímpar. Sem demonstrar qualquer tipo de paranormalidade e sem  pôr  seus  pêlos  de pé nem demonstrar  enjôo , mas,  cruéis  como sempre, entram na sala aos gritos e atiram, assustando a  platéia  e provocando um  escarcéu  nunca visto. O  feiúme  é tão grande que atores e  platéia , depois de se  entreolharem , sem tempo para  sobreerguerem  os braços e, não esperando  contra-ordem , saem do recinto na rapidez do  ultra-som  e deslocam-se em direção ao  microônibus . Apesar de  anti-religiosos , desta vez rezam até mesmo  macroorações  destinadas a deuses e  semideuses . Enquanto isso, os heróis desta  microistória  se livram dos disfarces, sobem até o telhado e, suavemente, descem de  pára-quedas  sem serem percebidos. Vindos do  Piauí ,  Andreia  e Ataíde,  heróis   semi-indolentes  de muitos atos  heroicos , resolvem praticar mais um  heroísmo , desta vez imbuídos de  autossuficiência  ainda maior. Aparentando total  tranquilidade , vão assistir a uma peça de teatro. Antes de pegarem o ingresso,  arguem  sobre a qualidade do ato, ao que o responsável  redargui  tratar-se de um espetáculo ímpar. Sem demonstrar qualquer tipo de paranormalidade e sem  pôr  seus  pelos  de pé nem demonstrar  enjoo , mas,  cruéis  como sempre, entram na sala aos gritos e atiram, assustando a  plateia  e provocando um  escarcéu  nunca visto. O  feiume  é tão grande que atores e  plateia , depois de se  entreolharem , sem tempo para  sobre-erguerem  os braços e, não esperando  contraordem , saem do recinto na rapidez do  ultrassom  e deslocam-se em direção ao  micro-ônibus . Apesar de  antirreligiosos , desta vez rezam até mesmo  macro-orações  destinadas a deuses e  semideuses . Enquanto isso, os heróis desta  micro-história  se livram dos disfarces, sobem até o telhado e, suavemente, descem de  paraquedas  sem serem percebidos.
Avalie se as palavras sublinhadas nas sentenças abaixo estão corretas, segundo as novas regras ortográficas que entraram em vigor em 2009, marcando Certo ou Errado. Palavra sublinhada Certo Errado  A crise financeira dos EUA pode trazer  conseqüências  para o Brasil. Quando ele  para   para  pensar, desiste. Livro de  auto-ajuda  permanece no topo da lista dos mais vendidos. A sonda Phoenix realizou um pouso histórico no  pólo  Norte de Marte. O consumo  frequente  de álcool durante a juventude causa danos ao cérebro. A  idéia  do presidente é que todos os países se unam contra o aquecimento. O empresário deve cumprir pena por roubo em regime  semiaberto . Avião permitirá que passageiros fumem durante o  vôo . O síndico marcou uma  assembleia  para decidir sobre a reforma do prédio. Pesquisa revela que 97% dos brasileiros  crêem  em Deus. Palavra sublinhada Certo Errado  A crise financeira dos EUA pode trazer  conseqüências  para o Brasil. X Quando ele  para   para  pensar, desiste. X Livro de  auto-ajuda  permanece no topo da lista dos mais vendidos. X A sonda Phoenix realizou um pouso histórico no  pólo  Norte de Marte. X O consumo  frequente  de álcool durante a juventude causa danos ao cérebro. X A  idéia  do presidente é que todos os países se unam contra o aquecimento. X O empresário deve cumprir pena por roubo em regime  semiaberto . X Avião permitirá que passageiros fumem durante o  vôo . X O síndico marcou uma  assembleia  para decidir sobre a reforma do prédio. X Pesquisa revela que 97% dos brasileiros  crêem  em Deus. X
Palavra sublinhada Certo Errado  A  estréia  de Katie Holmes foi marcada por protestos. O  coautor  do estudo explicou que a descoberta ajuda no tratamento do câncer. Os homens mais vaidosos já encontram no mercado tipos de creme  antirrugas . Ela perdeu tudo que estava dentro da caixa de  joias . Cerca de 5% da população mundial têm comportamento  anti-social . O ex-vereador participou da reunião  extraoficial  durante a madrugada. No momento decisivo, ele recuou e desistiu de saltar de  pára-quedas . Eu  apoio  qualquer acordo entre os países. Ele achou a nova estátua uma  feiúra . Ela é a  coherdeira  da indústria da soja. Palavra sublinhada Certo Errado  A  estréia  de Katie Holmes foi marcada por protestos. X O  coautor  do estudo explicou que a descoberta ajuda no tratamento do câncer. X Os homens mais vaidosos já encontram no mercado tipos de creme  antirrugas . X Ela perdeu tudo que estava dentro da caixa de  joias . X Cerca de 5% da população mundial têm comportamento  anti-social . X O ex-vereador participou da reunião  extraoficial  durante a madrugada. X No momento decisivo, ele recuou e desistiu de saltar de  pára-quedas . X Eu  apoio  qualquer acordo entre os países. X Ele achou a nova estátua uma  feiúra . X Ela é a  coherdeira  da indústria da soja. X
BIBLIOGRAFIA SACCONI, Luiz Antonio.  Nossa gramática completa Sacconi : teoria e prática. São Paulo: Nova Geração, 2008. TERRA EDUCAÇÃO.  Quiz . Disponível em <http:// www.terra.com.br/noticias/educacao/quiz8b/index.htm>, acessado em 04/01/2009, às 20h32min. CENTRO DE FORMAÇÃO, TREINAMENTO E APERFEIÇOAMENTO (CEFOR).  Reforma ortográfica : tutorial. Disponível em < http://www2.ca mara.gov.br/internet/reformaortografica/exercicio.html >, acessado em 04/01/2009, às 21h07min.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Slides Novo Acordo OrtográFico
Slides Novo Acordo OrtográFicoSlides Novo Acordo OrtográFico
Slides Novo Acordo OrtográFico
Flaviacristina74
 
Substantivos
SubstantivosSubstantivos
Substantivos
Andriane Cursino
 
A consciência fonológica e a construção do princípio alfabético (2)
A  consciência  fonológica  e  a  construção  do  princípio  alfabético (2)A  consciência  fonológica  e  a  construção  do  princípio  alfabético (2)
A consciência fonológica e a construção do princípio alfabético (2)
Vandilma Salvador Cabral
 
Fonologia e fonética
Fonologia e fonéticaFonologia e fonética
Fonologia e fonética
Jorge Henrique
 
Gramática e suas divisões e classes de palavras
Gramática e suas divisões e classes de palavrasGramática e suas divisões e classes de palavras
Gramática e suas divisões e classes de palavras
ThallytaFerreira
 
Acentuacao
AcentuacaoAcentuacao
Acentuacao
Flávio Ferreira
 
Fonética & fonologia
Fonética & fonologiaFonética & fonologia
Fonética & fonologia
Fernanda Câmara
 
Uso do hífen
Uso do hífenUso do hífen
Uso do hífen
Jhonathan Rodrigues
 
Novo acordo ortográfico resumo
Novo acordo ortográfico   resumoNovo acordo ortográfico   resumo
Novo acordo ortográfico resumo
Ana Maria Feitosa
 
Gramática
GramáticaGramática
Gramática
Ramilson Saldanha
 
1 regras de concordância
1   regras de concordância1   regras de concordância
1 regras de concordância
Luciene Gomes
 
1.3 ortografia
1.3   ortografia1.3   ortografia
1.3 ortografia
Ivana Mayrink
 
MEU PLANO DE CURSO 8º ANO LIVRO TECENDO LINGUAGENS.pdf
MEU PLANO DE CURSO 8º ANO LIVRO TECENDO LINGUAGENS.pdfMEU PLANO DE CURSO 8º ANO LIVRO TECENDO LINGUAGENS.pdf
MEU PLANO DE CURSO 8º ANO LIVRO TECENDO LINGUAGENS.pdf
ssuser3646a1
 
Power point acordo ortográfico
Power point acordo ortográficoPower point acordo ortográfico
Power point acordo ortográfico
margaridafonseca63
 
Novo Acordo Ortográfico
Novo Acordo OrtográficoNovo Acordo Ortográfico
Novo Acordo Ortográfico
Escolanelda
 
7.6 advérbios (estudo completo)
7.6   advérbios (estudo completo)7.6   advérbios (estudo completo)
7.6 advérbios (estudo completo)
Ivana Mayrink
 
Acentuação gráfica
Acentuação gráficaAcentuação gráfica
Acentuação gráfica
Mara dalto
 
Flexão e grau do substantivo
Flexão e grau do substantivoFlexão e grau do substantivo
Flexão e grau do substantivo
ma.no.el.ne.ves
 
Substantivos e adjetivos
Substantivos e adjetivosSubstantivos e adjetivos
Substantivos e adjetivos
Sérgio de Castro
 
Acentuação gráfica
Acentuação gráficaAcentuação gráfica
Acentuação gráfica
vinivs
 

Mais procurados (20)

Slides Novo Acordo OrtográFico
Slides Novo Acordo OrtográFicoSlides Novo Acordo OrtográFico
Slides Novo Acordo OrtográFico
 
Substantivos
SubstantivosSubstantivos
Substantivos
 
A consciência fonológica e a construção do princípio alfabético (2)
A  consciência  fonológica  e  a  construção  do  princípio  alfabético (2)A  consciência  fonológica  e  a  construção  do  princípio  alfabético (2)
A consciência fonológica e a construção do princípio alfabético (2)
 
Fonologia e fonética
Fonologia e fonéticaFonologia e fonética
Fonologia e fonética
 
Gramática e suas divisões e classes de palavras
Gramática e suas divisões e classes de palavrasGramática e suas divisões e classes de palavras
Gramática e suas divisões e classes de palavras
 
Acentuacao
AcentuacaoAcentuacao
Acentuacao
 
Fonética & fonologia
Fonética & fonologiaFonética & fonologia
Fonética & fonologia
 
Uso do hífen
Uso do hífenUso do hífen
Uso do hífen
 
Novo acordo ortográfico resumo
Novo acordo ortográfico   resumoNovo acordo ortográfico   resumo
Novo acordo ortográfico resumo
 
Gramática
GramáticaGramática
Gramática
 
1 regras de concordância
1   regras de concordância1   regras de concordância
1 regras de concordância
 
1.3 ortografia
1.3   ortografia1.3   ortografia
1.3 ortografia
 
MEU PLANO DE CURSO 8º ANO LIVRO TECENDO LINGUAGENS.pdf
MEU PLANO DE CURSO 8º ANO LIVRO TECENDO LINGUAGENS.pdfMEU PLANO DE CURSO 8º ANO LIVRO TECENDO LINGUAGENS.pdf
MEU PLANO DE CURSO 8º ANO LIVRO TECENDO LINGUAGENS.pdf
 
Power point acordo ortográfico
Power point acordo ortográficoPower point acordo ortográfico
Power point acordo ortográfico
 
Novo Acordo Ortográfico
Novo Acordo OrtográficoNovo Acordo Ortográfico
Novo Acordo Ortográfico
 
7.6 advérbios (estudo completo)
7.6   advérbios (estudo completo)7.6   advérbios (estudo completo)
7.6 advérbios (estudo completo)
 
Acentuação gráfica
Acentuação gráficaAcentuação gráfica
Acentuação gráfica
 
Flexão e grau do substantivo
Flexão e grau do substantivoFlexão e grau do substantivo
Flexão e grau do substantivo
 
Substantivos e adjetivos
Substantivos e adjetivosSubstantivos e adjetivos
Substantivos e adjetivos
 
Acentuação gráfica
Acentuação gráficaAcentuação gráfica
Acentuação gráfica
 

Destaque

Acordo ortográfico slides
Acordo ortográfico slidesAcordo ortográfico slides
Acordo ortográfico slides
homago
 
Manual da-nova-ortografia
Manual da-nova-ortografiaManual da-nova-ortografia
Manual da-nova-ortografia
Paula Tannus
 
Nova Ortografia - Aula 01
Nova Ortografia - Aula 01Nova Ortografia - Aula 01
Nova Ortografia - Aula 01
estudecomevandro
 
A mais completa apresentação sobre o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa
A mais completa apresentação sobre o Acordo Ortográfico da Língua PortuguesaA mais completa apresentação sobre o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa
A mais completa apresentação sobre o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa
joao_pimentel
 
Novo Acordo Ortografico
Novo Acordo OrtograficoNovo Acordo Ortografico
Novo Acordo Ortografico
deathie
 
A reforma ortográfica slides
A reforma ortográfica   slidesA reforma ortográfica   slides
A reforma ortográfica slides
Franquilim Cerqueira
 
Acordo ortográfico ppt
Acordo ortográfico pptAcordo ortográfico ppt
Acordo ortográfico ppt
carminda machado
 
Nova Ortografia - Aula 02
Nova Ortografia - Aula 02Nova Ortografia - Aula 02
Nova Ortografia - Aula 02
estudecomevandro
 
Reforma ortográfica da língua portuguesa
Reforma ortográfica da língua portuguesaReforma ortográfica da língua portuguesa
Reforma ortográfica da língua portuguesa
Portal do Vestibulando
 
Revisao de-textos-linguistica-textual
Revisao de-textos-linguistica-textualRevisao de-textos-linguistica-textual
Revisao de-textos-linguistica-textual
AndrezaMeine
 
Nova ortografia oficial
Nova ortografia oficialNova ortografia oficial
Nova ortografia oficial
Ewerton Alves
 
AcentuaçãO GráFica
AcentuaçãO GráFicaAcentuaçãO GráFica
AcentuaçãO GráFica
kleber brito
 
Mitologias da avaliação: Pedro Demo em capítulos
Mitologias   da avaliação: Pedro Demo em capítulosMitologias   da avaliação: Pedro Demo em capítulos
Mitologias da avaliação: Pedro Demo em capítulos
Sor Sergio Flores
 
Dificuldades de língua portuguesa ( a, há, ah )
Dificuldades de língua portuguesa ( a, há, ah )Dificuldades de língua portuguesa ( a, há, ah )
Dificuldades de língua portuguesa ( a, há, ah )
Sônia Marques
 
Ortografia – Uso De S Ou De Z
Ortografia – Uso De S Ou De ZOrtografia – Uso De S Ou De Z
Ortografia – Uso De S Ou De Z
Marta Melo de Oliveira
 
Acentuação gráfica
Acentuação gráficaAcentuação gráfica
Acentuação gráfica
Viviane Calasans
 
Acentuação Gráfica
Acentuação GráficaAcentuação Gráfica
Acentuação Gráfica
Jorge Henrique
 
Ortografia
OrtografiaOrtografia
Ortografia
Pactoufba
 
ORTOGRAFIA: ENSINAR E APRENDER (ARTUR GOMES DE MORAIS)
ORTOGRAFIA: ENSINAR E APRENDER (ARTUR GOMES DE MORAIS)ORTOGRAFIA: ENSINAR E APRENDER (ARTUR GOMES DE MORAIS)
ORTOGRAFIA: ENSINAR E APRENDER (ARTUR GOMES DE MORAIS)
Secretaria Municipal de Educação de Dona Inês/PB
 
Atividades de ortografia para ensino fundamental
Atividades de ortografia para ensino fundamentalAtividades de ortografia para ensino fundamental
Atividades de ortografia para ensino fundamental
Fernanda Mendes
 

Destaque (20)

Acordo ortográfico slides
Acordo ortográfico slidesAcordo ortográfico slides
Acordo ortográfico slides
 
Manual da-nova-ortografia
Manual da-nova-ortografiaManual da-nova-ortografia
Manual da-nova-ortografia
 
Nova Ortografia - Aula 01
Nova Ortografia - Aula 01Nova Ortografia - Aula 01
Nova Ortografia - Aula 01
 
A mais completa apresentação sobre o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa
A mais completa apresentação sobre o Acordo Ortográfico da Língua PortuguesaA mais completa apresentação sobre o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa
A mais completa apresentação sobre o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa
 
Novo Acordo Ortografico
Novo Acordo OrtograficoNovo Acordo Ortografico
Novo Acordo Ortografico
 
A reforma ortográfica slides
A reforma ortográfica   slidesA reforma ortográfica   slides
A reforma ortográfica slides
 
Acordo ortográfico ppt
Acordo ortográfico pptAcordo ortográfico ppt
Acordo ortográfico ppt
 
Nova Ortografia - Aula 02
Nova Ortografia - Aula 02Nova Ortografia - Aula 02
Nova Ortografia - Aula 02
 
Reforma ortográfica da língua portuguesa
Reforma ortográfica da língua portuguesaReforma ortográfica da língua portuguesa
Reforma ortográfica da língua portuguesa
 
Revisao de-textos-linguistica-textual
Revisao de-textos-linguistica-textualRevisao de-textos-linguistica-textual
Revisao de-textos-linguistica-textual
 
Nova ortografia oficial
Nova ortografia oficialNova ortografia oficial
Nova ortografia oficial
 
AcentuaçãO GráFica
AcentuaçãO GráFicaAcentuaçãO GráFica
AcentuaçãO GráFica
 
Mitologias da avaliação: Pedro Demo em capítulos
Mitologias   da avaliação: Pedro Demo em capítulosMitologias   da avaliação: Pedro Demo em capítulos
Mitologias da avaliação: Pedro Demo em capítulos
 
Dificuldades de língua portuguesa ( a, há, ah )
Dificuldades de língua portuguesa ( a, há, ah )Dificuldades de língua portuguesa ( a, há, ah )
Dificuldades de língua portuguesa ( a, há, ah )
 
Ortografia – Uso De S Ou De Z
Ortografia – Uso De S Ou De ZOrtografia – Uso De S Ou De Z
Ortografia – Uso De S Ou De Z
 
Acentuação gráfica
Acentuação gráficaAcentuação gráfica
Acentuação gráfica
 
Acentuação Gráfica
Acentuação GráficaAcentuação Gráfica
Acentuação Gráfica
 
Ortografia
OrtografiaOrtografia
Ortografia
 
ORTOGRAFIA: ENSINAR E APRENDER (ARTUR GOMES DE MORAIS)
ORTOGRAFIA: ENSINAR E APRENDER (ARTUR GOMES DE MORAIS)ORTOGRAFIA: ENSINAR E APRENDER (ARTUR GOMES DE MORAIS)
ORTOGRAFIA: ENSINAR E APRENDER (ARTUR GOMES DE MORAIS)
 
Atividades de ortografia para ensino fundamental
Atividades de ortografia para ensino fundamentalAtividades de ortografia para ensino fundamental
Atividades de ortografia para ensino fundamental
 

Semelhante a Nova Ortografia

Oficina ana
Oficina anaOficina ana
Oficina ana
Ana Cristina sousa
 
Guia prático nova ortografia pg10
Guia prático   nova ortografia pg10Guia prático   nova ortografia pg10
Guia prático nova ortografia pg10
kisb1337
 
Guia.pratico.da.reforma.ortografica
Guia.pratico.da.reforma.ortograficaGuia.pratico.da.reforma.ortografica
Guia.pratico.da.reforma.ortografica
Glaucia Janine
 
Guia prático nova ortografia
Guia prático   nova ortografiaGuia prático   nova ortografia
Guia prático nova ortografia
Patricia Fernandes
 
Reforma ortográfica
Reforma ortográficaReforma ortográfica
Reforma ortográfica
mfmpafatima
 
Nova ortografia
Nova ortografiaNova ortografia
Nova ortografia
katiaourives
 
Nova ortografia
Nova ortografiaNova ortografia
Nova ortografia
katiaourives
 
Reforma ortográfica -Enem-Neo
Reforma ortográfica -Enem-NeoReforma ortográfica -Enem-Neo
Reforma ortográfica -Enem-Neo
neocontextual
 
Nova ortografia
Nova ortografiaNova ortografia
Nova ortografia
Vânia Franco
 
Novo acordo
Novo acordoNovo acordo
Novo acordo
Amelia Barros
 
Regras ortograficas (1)
Regras ortograficas (1)Regras ortograficas (1)
Regras ortograficas (1)
Sonia Beth
 
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
MkrH Uniesp
 
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
MkrH Uniesp
 
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
MkrH Uniesp
 
Nova ortografia
Nova ortografiaNova ortografia
Nova ortografia
hlemmur
 
Nova ortografia
Nova ortografiaNova ortografia
Nova ortografia
hlemmur
 
REFORMA_ORTOGRAFICA[1].ppt
REFORMA_ORTOGRAFICA[1].pptREFORMA_ORTOGRAFICA[1].ppt
REFORMA_ORTOGRAFICA[1].ppt
PatrciaMonteiro61
 
Guia prático da nova ortografia
Guia prático da nova ortografiaGuia prático da nova ortografia
Guia prático da nova ortografia
Rubney Carrion Antunes
 
Português sem complicação dominando a nova ortografia
Português sem complicação   dominando a nova ortografiaPortuguês sem complicação   dominando a nova ortografia
Português sem complicação dominando a nova ortografia
Paulo Vitor Carneiro
 
Guia prático da nova ortografia
Guia prático da nova ortografiaGuia prático da nova ortografia
Guia prático da nova ortografia
Pastor Juscelino Freitas
 

Semelhante a Nova Ortografia (20)

Oficina ana
Oficina anaOficina ana
Oficina ana
 
Guia prático nova ortografia pg10
Guia prático   nova ortografia pg10Guia prático   nova ortografia pg10
Guia prático nova ortografia pg10
 
Guia.pratico.da.reforma.ortografica
Guia.pratico.da.reforma.ortograficaGuia.pratico.da.reforma.ortografica
Guia.pratico.da.reforma.ortografica
 
Guia prático nova ortografia
Guia prático   nova ortografiaGuia prático   nova ortografia
Guia prático nova ortografia
 
Reforma ortográfica
Reforma ortográficaReforma ortográfica
Reforma ortográfica
 
Nova ortografia
Nova ortografiaNova ortografia
Nova ortografia
 
Nova ortografia
Nova ortografiaNova ortografia
Nova ortografia
 
Reforma ortográfica -Enem-Neo
Reforma ortográfica -Enem-NeoReforma ortográfica -Enem-Neo
Reforma ortográfica -Enem-Neo
 
Nova ortografia
Nova ortografiaNova ortografia
Nova ortografia
 
Novo acordo
Novo acordoNovo acordo
Novo acordo
 
Regras ortograficas (1)
Regras ortograficas (1)Regras ortograficas (1)
Regras ortograficas (1)
 
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
 
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
 
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
Slidesnovoacordoortogrfico 100125181718-phpapp01
 
Nova ortografia
Nova ortografiaNova ortografia
Nova ortografia
 
Nova ortografia
Nova ortografiaNova ortografia
Nova ortografia
 
REFORMA_ORTOGRAFICA[1].ppt
REFORMA_ORTOGRAFICA[1].pptREFORMA_ORTOGRAFICA[1].ppt
REFORMA_ORTOGRAFICA[1].ppt
 
Guia prático da nova ortografia
Guia prático da nova ortografiaGuia prático da nova ortografia
Guia prático da nova ortografia
 
Português sem complicação dominando a nova ortografia
Português sem complicação   dominando a nova ortografiaPortuguês sem complicação   dominando a nova ortografia
Português sem complicação dominando a nova ortografia
 
Guia prático da nova ortografia
Guia prático da nova ortografiaGuia prático da nova ortografia
Guia prático da nova ortografia
 

Último

Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
Falcão Brasil
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LEDPlano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
luggio9854
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
Falcão Brasil
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Falcão Brasil
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdfAula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
ProfessoraSilmaraArg
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
Estuda.com
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdfgestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
Maria das Graças Machado Rodrigues
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
SheylaAlves6
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 

Último (20)

Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LEDPlano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdfAula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Festa dos Finalistas .
Festa dos Finalistas                    .Festa dos Finalistas                    .
Festa dos Finalistas .
 
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdfgestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
VIAGEM AO PASSADO -
VIAGEM AO PASSADO                        -VIAGEM AO PASSADO                        -
VIAGEM AO PASSADO -
 

Nova Ortografia

  • 1. NOVA ORTOGRAFIA Professoras: Celia Della Méa, Eliane Rangel, Nilsa Barin e Valeria Iensen Bortoluzzi
  • 2. REFLEXÕES SOBRE O NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO DA LÍNGUA PORTUGUESA A língua é viva, pulsante. Palavras e expressões, em voga num período, caem em desuso em outro. Não há academias que possam deter a dinâmica histórica de uma língua. Não há consenso sobre a forma de falar, mas é possível um acordo sobre como escrever? O mais adequado seria “facto” ou “fato”? “Pequeno-almoço” ou “café-da-manhã? “Banda desenhada” ou “histórias em quadrinhos”? O novo Acordo Ortográfico busca um consenso , ele não mexe na nossa forma de falar, mas procura padronizar a escrita da língua portuguesa dos oito países signatários (Brasil, Portugal, Timor Leste, Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e São Tomé e Príncipe), facilitando o mercado editorial entre os países. A ortografia ( horto = correto; grafia = escrita) é um dos aspectos mais importantes das línguas escritas, mas é também um dos mais polêmicos, pois já foi motivo de acirrados embates linguísticos ao longo dos tempos (presente desde o século XVI nas primeiras gramáticas de nosso idioma).
  • 3. O novo Acordo Ortográfico, de 1986/1990, mais recente tentativa de unificação do português entre os países que o têm como idioma oficial, é, portanto, um documento que institui a vigência de novas regras ortográficas às nações que compõem a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (aprovação de um vocabulário comum e de regras ortográficas). O Português é falado, aproximadamente, por 240 milhões de pessoas (180 milhões no Brasil), é a sexta língua mais falada no mundo. Por isso, uma reforma não é algo simples e sem consequências. Embora não ultrapasse 2% do vocabulário global do idioma, trata-se de um projeto amplo cujas consequências deverão aparecer no meio editorial, nas escolas, na imprensa, enfim, em todo âmbito social em que a escrita é um elemento indispensável (1,6% do universo lexical português será afetado e 0,5% do Brasil). Com a unificação da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa(CPLP), o Português pode se tornar um dos idiomas oficiais da ONU.
  • 4. CRONOLOGICAMENTE : 1986 – ano da idealização do acordo (1º encontro da CPLP, no Rio de Janeiro). 1990 – assinatura oficial em Lisboa, mas o acordo não obteve as ratificações necessárias para que as regras fossem válidas. O Brasil o ratificou apenas em 1995. 1998 – foi assinado um protocolo modificativo que extinguia a cláusula do acordo que definia o ano de 1994 como limite para sua entrada em vigor. 2004 – foi assinado outro protocolo modificativo que determinava a necessidade de ratificação de apenas três países para fazer vigorar o acordo; nesse ano houve a inclusão do Timor Leste entre os países participantes do acordo (Brasil, 2004; São Tomé e Príncipe e Cabo Verde, 2006). 2008 – ano da ratificação do Acordo por Portugal ( definindo que as mudanças em sua ortografia só passariam a valer dentro de seis anos). No Brasil, porém, a transição acontecerá até dezembro de 2012, período em que as duas formas coexistirão.
  • 5. MUDANÇAS NO ALFABETO O alfabeto passa a ter 26 letras. Foram reintroduzidas as letras k , w e y . O alfabeto completo passa a ser: A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z As letras k , w e y , que na verdade não tinham desaparecido da maioria dos dicionários da nossa língua, são usadas em várias situações. Por exemplo: na escrita de símbolos de unidades de medida: km (quilômetro), kg (quilograma), W (watt); na escrita de palavras e nomes estrangeiros (e seus derivados): show, playboy, playground, windsurf, kungfu, yin, yang, William, kaiser, Kafka, kafkiano.
  • 6. TREMA Como era Agüentar Argüir Bilíngüe Cinqüenta Delinqüente Eloqüente Ensangüentado Freqüente Lingüiça Seqüência Seqüestro Tranqüilo Como fica Aguentar Arguir Bilíngue Cinquenta Delinquente Eloquente Ensanguentado Frequente Linguiça Sequência Sequestro Tranquilo Não se usa mais o trema (¨) , sinal colocado sobre a letra u para indicar que ela deve ser pronunciada nos grupos gue , gui , que , qui . São exceções os nomes próprios e seus derivados: Müller - mülleriano
  • 7. MUDANÇAS NAS REGRAS DE ACENTUAÇÃO Como era Andróide Apóia (verbo apoiar) Apóio (verbo apoiar) Asteróide Bóia Colméia Estréia Estréio (verbo estrear) Geléia Heróico Idéia Jibóia Jóia Odisséia Paranóia Platéia Como fica Androide Apoia (verbo apoiar) Apoio (verbo apoiar) Asteroide Boia Colmeia Estreia Estreio (verbo estrear) Geleia Heroico Ideia Jiboia Joia Odisseia Paranoia Plateia Não se usa mais o acento dos ditongos abertos éi e ói das palavras paroxítonas (palavras que têm acento tônico na penúltima sílaba).
  • 8. Atenção : essa regra é válida somente para palavras paroxítonas . Assim, continuam a ser acentuadas as palavra oxítonas terminadas em éis , éu , éus , ói , óis . Exemplos: pap éis , her ói , her óis , trof éu , trof éus . Como era Bai ú ca Bocai ú va Fei ú ra Como fica Bai u ca Bocai u va Fei u ra Atenção : se a palavra for oxítona e o i ou o u estiverem em posição final (ou seguidos de s ), o acento permanece. Exemplos: tuiui ú , tuiui ús , Piau í . Nas palavras paroxítonas , não se usa mais o acento no i e no u tônicos quando vierem depois de um ditongo.
  • 9. Como era Abençôo Crêem (verbo crer) Dêem (verbo dar) Dôo (verbo doar) Enjôo Lêem (verbo ler) Perdôo (verbo perdoar) Povôo (verbo povoar) Vêem (verbo ver) Vôos Como fica Abençoo Creem (verbo crer) Deem (verbo dar) Doo (verbo doar) Enjoo Leem (verbo ler) Perdoo (verbo perdoar) Povoo (verbo povoar) Veem (verbo ver) Voos Não se usa mais o acento das palavras terminadas em êem e ôo(s) .
  • 10. Como era Ele pára o carro. Ele foi ao pólo Norte. Ele gosta de jogar pólo . Esse gato tem pêlos brancos. Comi uma pêra . Como era Ele para o carro. Ele foi ao polo Norte. Ele gosta de jogar polo . Esse gato tem pelos brancos. Comi uma pera . Não se usa mais o acento que diferenciava os pares: pára/para péla(s)/ pela(s) pêlo(s)/pelo(s) pólo(s)/polo(s) e pêra/pera .
  • 11. Permanece o acento diferencial em pôde (3a pessoa do singular pretérito perfeito do indicativo) e pode (3a pessoa do singular presente do indicativo). Exemplo: Ontem, ele não pôde sair mais cedo, mas hoje ele pode . Permanece o acento diferencial em pôr/por . Pôr é verbo. Por é preposição. Exemplo: Vou pôr o livro na estante que foi feita por mim. Permanecem os acentos que diferenciam o singular do plural dos verbos ter e vir. Exemplos: Ele tem dois carros. / Eles têm dois carros. Ele vem de Sorocaba. / Eles vêm de Sorocaba. Ele mantém a palavra. / Eles mantêm a palavra. Ele convém aos estudantes. / Eles convêm aos estudantes. Ele detém o poder. / Eles detêm o poder. Ele intervém em todas as aulas. / Eles intervêm em todas as aulas. ATENÇÃO:
  • 12. Não se usa mais o acento agudo no u tônico das formas (tu) arguis , (ele) argui , (eles) arguem , do presente do indicativo dos verbos arguir e redarguir . Há uma variação na pronúncia dos verbos terminados em guar , quar e quir , como aguar, averiguar, apaziguar, desaguar, enxaguar, obliquar, delinquir, etc. Veja: se forem pronunciadas com a ou i tônicos, essas formas devem ser acentuadas. verbo enxaguar: enx á guo, enx á guas, enx á gua, enx á guam; enx á gue, enx á gues, enx á guem. verbo delinquir: del í nquo , del í nques, del í nque, del í nquem; del í nqua, del í nquas, del í nquam. se forem pronunciadas com u tônico, essas formas deixam de ser acentuadas. verbo enxaguar: enxaguo, enxaguas, enxagua, enxaguam; enxague, enxagues, enxaguem. verbo delinquir: delinquo, delinques, delinque, delinquem; delinqua, delinquas, delinquam.
  • 13. EXERCÍCIOS Müller, cinquenta, frequência, tranquila
  • 14. Assembleias, ideias, Müller, estreia, Bocaiuva, plateia, apoio, heróis, troféus
  • 15. Estreia, voo, Parnaíba, Piauí, leem, Müller, creem, assembleias, pôde, país, têm, convém
  • 16. Prefixo terminado por VOGAL + VOGAL IGUAL (usa-se hífen) Prefixo terminado por VOGAL + VOGAL DIFERENTE (não se usa hífen)
  • 17. Prefixo terminado por VOGAL + S OU R (não se usa hífen e duplica-se a consoante) Qualquer prefixo + H (usa-se hífen)
  • 18. Prefixos HIPER , INTER e SUPER + R , TRANS + S (usa-se hífen) hiper-requintado inter-racial super-romântico trans-social Prefixo CIRCUM , PAN + VOGAL , M , N (usa-se hífen) pan-americano circum-adjacente circum-navegação
  • 19. Prefixos PRO , PRE , RE e CO (em qualquer situação, não se usa hífen) Prefixos CARBO e ZOO (admite-se a escritura com ou sem hífen) carboidrato e carbo-hidrato zooematita e zoo-hematita Prefixos AB , OB , SOB , SUB e AD + B , H ou R (usa-se hífen) Ad-renal Ab-rogar Sub-humano
  • 20. Pseudoprefixos: RECÉM , ALÉM , AQUÉM , SEM , PÓS , PRÉ , EX , VICE (usa-se hífen) O HÍFEN é abolido quando não se tem a noção de que a palavra é composta.
  • 21. Usa-se HÍFEN para ligar encadeamentos vocabulares Ponte Rio-Niterói Eixo Rio-São Paulo Não se usa mais o HÍFEN para ligar os advérbios NÃO e QUASE a um substantivo, quando eles funciona como verdadeiro prefixo (=in-) Não comparecimento Não pagamento Quase contrato
  • 22. Advérbios BEM e MAL + VOGAL ou H (qunado pseudoprefixo, usa-se hífen) Bem-estar/mal-estar Bem-humorado/mal-humorado Bem-aventurado/mal-aventurado Bem-criado/malcriado Bem-mandado/malmandado Bem-nascido/malnascido Obs.: o advérbio BEM pode não se aglutinar com palavras começadas por consoantes Exceções: benfazejo , benfeito , benfeitor , benquerença (quer BEM tenha ou não vida à parte).
  • 23. EXERCÍCIOS O hífen será sempre usado entre prefixos e palavras iniciadas pela letra: ( ) r como ultra-risível ( ) h como anti-higiênico ( ) p como mini-pires ( ) t como sobre-tudo O hífen deixará de ser usado quando o prefixo terminar em vogal e o segundo elemento começar por consoante diferente de r ou s. Qual é a exceção? ( ) O prefixo vice, que levará sempre o hífen. ( ) A palavra auto-escola. ( ) Termos econômicos, como agro-industrial. ( ) O prefixo mini, que passará a levar hífen.
  • 24. Se o prefixo terminar em consoante, quando não se usa o hífen? ( ) Quando o segundo elemento começar por vogal, como em hiperativo. ( ) Quando o prefixo terminar em m, como em semterra. ( ) Quando a segunda palavra iniciar com r, como em interregional. ( ) Apenas na expressão hiperativo. Qual dos grupos abaixo contém um prefixo que NÃO exigirá sempre o uso do hífen? ( ) ex, sem, além ( ) aquém, recém, pós ( ) pré, pró, ultra ( ) sem, ex, pré Em qual dos exemplos abaixo o hífen está empregado da forma errada ? ( ) ex-diretor ( ) vice-presidente ( ) super-econômico ( ) inter-racial
  • 25. Em relação ao uso do hífen, para cada palavra, assinale a alternativa correta, de acordo com o novo acordo ortográfico: ( ) bem criado ( ) extra-oficial ( ) ultra-som ( ) infraestrutura ( ) contra-regra ( ) interregional ( ) micro-ondas ( ) antiinflamatório ( ) coocupante ( ) para-lama ( ) recém casados ( ) des-humano ( ) vice-campeão ( ) panamericano ( ) superomem ( ) bem-criado ( ) extraoficial ( ) ultrassom ( ) infra-estrutura ( ) contrarregra ( ) inter-regional ( ) microondas ( ) anti-inflamatório ( ) co-ocupante ( ) paralama ( ) recém-casados ( ) desumano ( ) vicecampeão ( ) pan-americano ( ) super-homem
  • 26. Leia o texto abaixo e indique quais das palavras sublinhadas estão incorretas pelo novo acordo ortográfico: Vindos do Piauí , Andréia e Ataíde, heróis semi-indolentes de muitos atos heróicos , resolvem praticar mais um heroísmo , desta vez imbuídos de auto-suficiência ainda maior. Aparentando total tranqüilidade , vão assistir a uma peça de teatro. Antes de pegarem o ingresso, argúem sobre a qualidade do ato, ao que o responsável redargúi tratar-se de um espetáculo ímpar. Sem demonstrar qualquer tipo de paranormalidade e sem pôr seus pêlos de pé nem demonstrar enjôo , mas, cruéis como sempre, entram na sala aos gritos e atiram, assustando a platéia e provocando um escarcéu nunca visto. O feiúme é tão grande que atores e platéia , depois de se entreolharem , sem tempo para sobreerguerem os braços e, não esperando contra-ordem , saem do recinto na rapidez do ultra-som e deslocam-se em direção ao microônibus . Apesar de anti-religiosos , desta vez rezam até mesmo macroorações destinadas a deuses e semideuses . Enquanto isso, os heróis desta microistória se livram dos disfarces, sobem até o telhado e, suavemente, descem de pára-quedas sem serem percebidos. Vindos do Piauí , Andreia e Ataíde, heróis semi-indolentes de muitos atos heroicos , resolvem praticar mais um heroísmo , desta vez imbuídos de autossuficiência ainda maior. Aparentando total tranquilidade , vão assistir a uma peça de teatro. Antes de pegarem o ingresso, arguem sobre a qualidade do ato, ao que o responsável redargui tratar-se de um espetáculo ímpar. Sem demonstrar qualquer tipo de paranormalidade e sem pôr seus pelos de pé nem demonstrar enjoo , mas, cruéis como sempre, entram na sala aos gritos e atiram, assustando a plateia e provocando um escarcéu nunca visto. O feiume é tão grande que atores e plateia , depois de se entreolharem , sem tempo para sobre-erguerem os braços e, não esperando contraordem , saem do recinto na rapidez do ultrassom e deslocam-se em direção ao micro-ônibus . Apesar de antirreligiosos , desta vez rezam até mesmo macro-orações destinadas a deuses e semideuses . Enquanto isso, os heróis desta micro-história se livram dos disfarces, sobem até o telhado e, suavemente, descem de paraquedas sem serem percebidos.
  • 27. Avalie se as palavras sublinhadas nas sentenças abaixo estão corretas, segundo as novas regras ortográficas que entraram em vigor em 2009, marcando Certo ou Errado. Palavra sublinhada Certo Errado A crise financeira dos EUA pode trazer  conseqüências  para o Brasil. Quando ele  para para  pensar, desiste. Livro de  auto-ajuda  permanece no topo da lista dos mais vendidos. A sonda Phoenix realizou um pouso histórico no  pólo  Norte de Marte. O consumo  frequente  de álcool durante a juventude causa danos ao cérebro. A  idéia  do presidente é que todos os países se unam contra o aquecimento. O empresário deve cumprir pena por roubo em regime  semiaberto . Avião permitirá que passageiros fumem durante o  vôo . O síndico marcou uma  assembleia  para decidir sobre a reforma do prédio. Pesquisa revela que 97% dos brasileiros  crêem  em Deus. Palavra sublinhada Certo Errado A crise financeira dos EUA pode trazer  conseqüências  para o Brasil. X Quando ele  para para  pensar, desiste. X Livro de  auto-ajuda  permanece no topo da lista dos mais vendidos. X A sonda Phoenix realizou um pouso histórico no  pólo  Norte de Marte. X O consumo  frequente  de álcool durante a juventude causa danos ao cérebro. X A  idéia  do presidente é que todos os países se unam contra o aquecimento. X O empresário deve cumprir pena por roubo em regime  semiaberto . X Avião permitirá que passageiros fumem durante o  vôo . X O síndico marcou uma  assembleia  para decidir sobre a reforma do prédio. X Pesquisa revela que 97% dos brasileiros  crêem  em Deus. X
  • 28. Palavra sublinhada Certo Errado A  estréia  de Katie Holmes foi marcada por protestos. O  coautor  do estudo explicou que a descoberta ajuda no tratamento do câncer. Os homens mais vaidosos já encontram no mercado tipos de creme  antirrugas . Ela perdeu tudo que estava dentro da caixa de  joias . Cerca de 5% da população mundial têm comportamento  anti-social . O ex-vereador participou da reunião  extraoficial  durante a madrugada. No momento decisivo, ele recuou e desistiu de saltar de  pára-quedas . Eu  apoio  qualquer acordo entre os países. Ele achou a nova estátua uma  feiúra . Ela é a  coherdeira  da indústria da soja. Palavra sublinhada Certo Errado A  estréia  de Katie Holmes foi marcada por protestos. X O  coautor  do estudo explicou que a descoberta ajuda no tratamento do câncer. X Os homens mais vaidosos já encontram no mercado tipos de creme  antirrugas . X Ela perdeu tudo que estava dentro da caixa de  joias . X Cerca de 5% da população mundial têm comportamento  anti-social . X O ex-vereador participou da reunião  extraoficial  durante a madrugada. X No momento decisivo, ele recuou e desistiu de saltar de  pára-quedas . X Eu  apoio  qualquer acordo entre os países. X Ele achou a nova estátua uma  feiúra . X Ela é a  coherdeira  da indústria da soja. X
  • 29. BIBLIOGRAFIA SACCONI, Luiz Antonio. Nossa gramática completa Sacconi : teoria e prática. São Paulo: Nova Geração, 2008. TERRA EDUCAÇÃO. Quiz . Disponível em <http:// www.terra.com.br/noticias/educacao/quiz8b/index.htm>, acessado em 04/01/2009, às 20h32min. CENTRO DE FORMAÇÃO, TREINAMENTO E APERFEIÇOAMENTO (CEFOR). Reforma ortográfica : tutorial. Disponível em < http://www2.ca mara.gov.br/internet/reformaortografica/exercicio.html >, acessado em 04/01/2009, às 21h07min.