SlideShare uma empresa Scribd logo
XVII Seminário Nacional de Bibliotecas Universitárias (SNBU) 
Belo Horizonte, 16 de novembro de 2014 
Introdução ao 
FRBR e ao RDA 
Fabrício Silva Assumpção 
fabricioassumpcao.com | assumpcao.f@gmail.com
FRBR 
 Origem do modelo conceitual 
 Entidades, Atributos, Relacionamentos 
RDA 
 Surgimento, objetivos e desenvolvimento 
 Estrutura: registro dos atributos e registro dos 
relacionamentos 
 Principais diferenças em relação ao AACR2r 
 Utilização com os Formatos MARC 21 
 Uso nacional e internacional
 Functional Requirements 
for Bibliographic Records 
 Versão final publicada em 
1998 
 Desenvolvido por um grupo 
de estudo da IFLA entre os 
anos de 1992 e 1997
 Não é um código de catalogação, não é um 
formato/padrão de metadados, não é um 
protocolo. 
 Modelo conceitual desenvolvido com a 
técnica de análise das entidades, atributos e 
relacionamentos. 
 “Abstração” do universo bibliográfico.
 Entidade: uma “coisa” ou um “objeto” no mundo 
real que pode ser identificada de forma unívoca 
em relação a todos os outros objetos. Uma 
entidade pode ser concreta ou abstrata. 
 Atributos: as diversas características que um tipo 
de entidade possui, ou propriedades descritivas 
de cada membro de um conjunto de entidades. 
 Relacionamento: uma associação entre uma ou 
várias entidades. (MORENO, 2005, p. 26)
É exemplificada pelo 
Obra 
Expressão 
Manifestação 
Item 
É realizada através da 
Está contida na
Harry Potter and 
the Philosopher's 
Stone 
Obra 
É realizada através da 
Expressão 
Está contida na 
Manifestação 
É exemplificada pelo 
Item 
Harry Potter and 
the Philosopher's 
Stone 
Publicação da editora 
Bloomsbury em 1997 
Exemplar que está na 
estante da biblioteca X
“ideia” 
Texto em 
inglês 
Texto em 
português 
Editora X, 
2004 
Editora A, 
PDF, 2008 
Editora A, 
2011 
Item 1 
Item 1 
Item 2 
Item 3 
Item 4 
Item 1 
Item 2 
Itens Manifestações Expressões Obra
Obra 
Expressão 
Manifestação 
É produzida por 
É realizada por 
É criada por 
Item 
É guardado por 
Pessoa 
Entidade coletiva
Obra 
Expressão 
Manifestação 
Item 
Pessoa 
Entidade coletiva 
Conceito 
Objeto 
Evento 
Lugar 
Obra 
Tem como assunto 
Tem como assunto 
Tem como assunto
 Obra ↔ Obra 
 Sequencial 
 Suplemento 
 Complemento 
 Transformação 
 Todo-parte 
 ...
 Expressão ↔ Expressão 
 Revisão 
 Tradução 
 ... 
 Manifestação ↔ Manifestação 
 Reprodução 
 Alternativa 
 ... 
 Item↔ Item
 Características das entidades 
 “Campos” para a descrição das entidades 
Preparados?
Idioma 
 Obra 
 Expressão 
 Manifestação 
 Item
Número de páginas 
 Obra 
 Expressão 
 Manifestação 
 Item
ISBN 
 Obra 
 Expressão 
 Manifestação 
 Item
Tipo de conteúdo (texto, som, imagem...) 
 Obra 
 Expressão 
 Manifestação 
 Item
Número de tombo 
 Obra 
 Expressão 
 Manifestação 
 Item
A indicação de que o conteúdo é ilustrado 
 Obra 
 Expressão 
 Manifestação 
 Item
Tamanho de um arquivo digital 
 Obra 
 Expressão 
 Manifestação 
 Item
Título original 
 Obra 
 Expressão 
 Manifestação 
 Item
Endereço URL 
 Obra 
 Expressão 
 Manifestação 
 Item
Título da página de rosto 
 Obra 
 Expressão 
 Manifestação 
 Item
Data de publicação 
 Obra 
 Expressão 
 Manifestação 
 Item
Valor de compra 
 Obra 
 Expressão 
 Manifestação 
 Item
Local em que uma fotografia foi tirada 
 Obra 
 Expressão 
 Manifestação 
 Item
Encontrar 
Identificar 
Selecionar 
Obter
 Escopo das regras de catalogação 
 Descrição dos aspectos de forma (descrição 
bibliográfica) 
 Atribuição dos pontos de acesso de 
responsabilidade e de título
 Código de Catalogação 
Anglo-Americano 
 1967, 1978,... 2002 
 Organizado por tipo de 
documento 
 Regras de catalogação para 
um contexto não digital
Novos tipos de documentos 
Novos tipos de conteúdo 
Novas formas de acesso 
Novos suportes para o 
armazenamento 
... 
Novas necessidades de 
informação
 Recursos: Descrição e Acesso 
 Descrição de Recursos e Acesso
 O RDA é um código de catalogação. 
“Voltado ao ambiente digital” 
“Descrição de todo tipo de conteúdo e de mídia” 
“Para ser utilizado além da comunidade de 
bibliotecas”
Os dados criados com o RDA na descrição de um recurso 
são projetados para auxiliar os usuários na realização das 
seguintes tarefas: 
 Encontrar recursos que correspondam aos critérios de 
busca utilizados pelo usuário 
 Identificar – confirmar que o recurso descrito 
corresponde ao recurso buscado ou distinguir entre 
dois ou mais recursos com características similares 
 Selecionar um recurso apropriado às necessidades do 
usuário 
 Obter – adquirir ou acessar o recurso descrito
 Joint Steering Committee (JSC) 
 American Library Association 
 Canadian Library Association 
 Chartered Institute of Library and Information 
Professionals 
 Deutsche Nationalbibliothek 
 Library of Congress 
 Library and Archives Canada 
 British Library 
 National Library of Australia
1997 2004 2005 2007 2008 2010 
jul. 2010 
maio 2011 
31 mar. 
2013 
Conferência 
sobre o futuro 
do AACR2 
Início do 
AACR3 
Novo título: 
RDA 
Estrutura 
baseada no 
FRBR 
Rascunho quase 
completo 
Lançamento 
do RDA 
Toolkit 
U.S. Test 
Recomendação 
Day One for 
RDA na LC 
2014
 Surgiu a partir dos estudos para a atualização 
do AACR (AACR3). 
 Manter a compatibilidade entre os registros 
criados com o AACR2 e os registros criados 
com o RDA.
AACR2 
 Partes (I e II) 
 Capítulos 
 Áreas 
Elementos 
Regras 
RDA 
 Partes (Atributos e 
Relacionamentos) 
Seções 
Capítulos 
Elementos 
Regras
10 seções 
(37 capítulos) 
+ 
12 apêndices
1 Manifestação e item 
2 Obra e expressão 
3 Pessoa, família e entidade coletiva 
4 Conceito, objeto, evento e lugar*
1 Manifestação e item 
 Título principal 
 Indicação de responsabilidade 
 Edição 
 Local de publicação, publicador e data de 
publicação 
 Indicação de série 
 ISBN 
 Tipo de mídia e tipo de suporte 
 Extensão, dimensões 
 URL
2 Obra e expressão 
Título da obra 
Data de criação 
Forma da obra 
Idioma da expressão 
Tipo de conteúdo
Pessoa, família e entidade coletiva 
Nome preferido 
Nome variante 
Locais associados 
Datas associadas 
3
5 Relacionamentos principais 
Pessoas, famílias e entidades coletivas e o 
6 recurso 
7 Assuntos 
8 Obras, expressões, manifestações e itens 
9 Pessoas, famílias e entidades coletivas 
10 Conceitos, objetos, eventos e lugares
 Ferramenta online (rdatoolkit.org) 
Funcionalidades de busca e de navegação 
Personalização 
Conteúdo adicional 
 Inscrição anual 
 Único usuário: US$ 180 
 Versão impressa: US$ 150
Screen image from the RDA Toolkit (www.rdatoolkit.org) used by permission of the Co-Publishers for RDA (American Library Association, 
Canadian Library Association, and CILIP: Chartered Institute of Library and Information Professionals)
Screen image from the RDA Toolkit (www.rdatoolkit.org) used by permission of the Co-Publishers for RDA (American Library Association, 
Canadian Library Association, and CILIP: Chartered Institute of Library and Information Professionals)
Demonstração 
http://www.youtube.com/watch?v=IhCnGgHRgew
 RDA: padrão para registro dos dados, e não 
para a apresentação dos dados. 
 A pontuação não é obrigatória. 
 Apêndice D: instruções para uso da pontuação. 
 Utilizar ou não a pontuação é uma decisão 
institucional.
 As abreviaturas são utilizadas somente quando 
constam na fonte de informação. 
 Exceto: unidades de medida, abreviaturas 
tradicionais, etc. 
 local de publicação não identificado 
 publicador não identificado
 Registrar: “ajustar” a informação 
 Transcrever: utilizar a informação como consta 
na fonte 
 Título 
 Indicação de responsabilidade 
 Indicação de edição 
 ...
http://lccn.loc.gov/2012541442 http://lccn.loc.gov/2013010854
 6.9 Tipo de conteúdo 
 cartographic image, computer program, notated 
music, sounds, still image, tactile image, tactile text, 
text, three-dimensional form, two-dimensional 
moving image, etc. 
 3.2 Tipo de mídia 
 audio, computer, microform, microscopic, projected, 
stereographic, unmediated, video 
 3.3 Tipo de suporte 
 computer disc, online resource, microfilm roll, film 
roll, card, sheet, volume, object, videocassette, etc.
 Produção, Publicação, Distribuição, 
Manufatura 
 Características de arquivos digitais (tamanho, 
tipo de arquivo, extensão, resolução) 
 Elementos para a descrição de Pessoas, 
Famílias e Entidades coletivas
http://lccn.loc.gov/2014371815
 Core elements 
 Elementos que, se aplicáveis, devem ser 
registrados.
“Regra dos três” 
http://lccn.loc.gov/2013335260
 Regras de catalogação (AACR2, RDA, etc.) 
 Conjuntos de instruções para o registro dos 
dados catalográficos 
 Formatos (MARC 21, UNIMARC, etc.) 
 Estruturas para a identificação dos dados 
catalográficos durante seu processamento por 
computadores 
As regras de catalogação independem dos formatos
Acesso gratuito!
Registros bibliográficos 
 264 – Produção, publicação, distribuição, 
manufatura e copyright 
 336 – Tipo de conteúdo 
 337 – Tipo de mídia 
 338 – Tipo de suporte 
 347 – Características de arquivo digital 
 380 – Forma da obra 
 382 – Meio de performance
Registros de autoridade 
 370 – Local associado 
 371 – Endereço 
 372 – Campo de atividade 
 373 – Grupo associado 
 374 – Ocupação 
 375 – Gênero 
 376 – Informação sobre a família 
 378 – Forma completa do nome pessoal
 Bibliotecas nacionais 
 Canadá, Inglaterra, Estados Unidos, Singapura, 
Austrália, Malásia, Filipinas 
 Alemanha, Holanda, Finlândia, Irlanda, Escócia 
 Outras bibliotecas 
 Cambridge University (UK) 
 North Carolina State University (US) 
 OLIS/Bodleian Library (UK) 
 University of Chicago (US) 
 ... 
http://rdatoolkit.org/RDA_institutions
REQUISITOS DE PARTICIPACIÓN 
 […] bibliotecas universitarias, escolares, públicas, especializadas y centros de documentación: 
 Tener al menos una suscripción activa a RDA Toolkit o la versión oficial impresa de RDA 
 Disponibilidad de una (1) persona que cumpla los siguientes requisitos: 
 Trabaje en catalogación 
 Posea conocimientos altos en Reglas de Catalogación Angloamericanas y Formato MARC21 
bibliográfico y de autoridad 
 Nivel medio-alto de comprensión de lectura de inglés técnico 
 Disponibilidad de tiempo para recibir la capacitación sobre RDA y elaborar registros en RDA 
durante un período aproximado de dos (2) meses así: 
 Capacitación: una semana 
 Elaboración de registros (2 meses) 
 Resultados y conclusiones (15 días) 
 El Sistema Integrado de Bibliotecas (ILS) de la institución participe debe estar adaptado 
para la captura de los nuevos campos RDA en el formato MARC21 de acuerdo con las 
directrices publicadas por LC. 
www.bibliotecanacional.gov.co/content/piloto-para-la-implementaci%C3%B3n-de-rda
 No Brasil: Universidade de Caxias do Sul 
Votto, 2013
 Catálogos “mistos” 
 Alterações automáticas nos registros já 
existentes? 
 Registros híbridos
 Criação/adaptação dos formatos 
 Adequação dos sistemas de bibliotecas 
 Catalogadores e usuários finais 
 Capacitações 
 Tradução brasileira 
 Benefícios [intangíveis?] perceptíveis somente 
a longo prazo
Podemos afirmar que o RDA pretende: 
 A) Substituir o MARC 21 
 B) Substituir o AACR2r 
 C) Substituir o FRBR 
 D) Substituir as ISBDs 
 E) Substituir os OPACs
Qual das alternativas melhor descreve a 
estrutura do RDA: 
 A) Campos, subcampos e elementos 
 B) Áreas, elementos, zonas e grupos 
 C) Seções, capítulos, elementos e apêndices 
 D) Parte I, parte II e apêndices 
 E) Entidades, relacionamentos e atributos
Qual das alternativas apresenta elementos que 
não estavam disponíveis no AACR2r: 
 A) Tipo de conteúdo, tipo de mídia e tipo de 
suporte 
 B) Título principal e designação geral do material 
 C) Numeração dentro da série e tipo de mídia 
 D) Indicação de responsabilidade relativa à série e 
características do arquivo digital 
 E) Nenhuma das anteriores
O que é utilizado no RDA para explicitar a natureza 
dos relacionamentos entre as entidades? 
 A) Relacionamentos principais 
 B) Pontos de acesso 
 C) Designadores de relacionamentos 
 D) Entradas 
 E) Atributos e relacionamentos
O que são core elements no RDA? 
 A) Elementos opcionais 
 B) Elementos adicionais 
 C) Elementos especiais 
 D) Elementos do padrão Dublin Core 
 E) Elementos essenciais
Quantas áreas de descrição são definidas no RDA? 
 A) 8 áreas 
 B) 11 áreas (uma para cada entidade) 
 C) 10 áreas 
 D) 4 áreas (obra, expressão, manifestação e item) 
 E) Nenhuma
Qual das alternativas apresenta todos os dados de 
acordo com o RDA: 
 A) 2. ed. | 465 páginas | volume 5 
 B) publicador não identificado | il. | 5ª ed. 
 C) nova edição | 159 folhas | 3 v. 
 D) terceira edição | publicador não identificado | 832 p. 
 E) Nenhuma das anteriores
 Código de catalogação 
 Substituir o AACR2r 
 “Dar conta” do novo cenário 
 Mudanças com compatibilidade 
 Utilização atual com o Formato MARC 21 
É perfeito? 
Não, mas é o melhor que temos (por agora!)
Bibliotecário, 
Você não está mais catalogando 
em uma ficha, então não aja 
como se estivesse!
 RDA Toolkit: http://rdatoolkit.org 
 Who's Cataloging in RDA: http://rdatoolkit.org/RDA_institutions 
 Biblioteca da UCS passa a utilizar os campos do RDA para MARC 
Autoridades: 
http://processotecnicoucs.wordpress.com/2013/02/18/biblioteca-da-ucs-passa- 
a-utilizar-os-campos-da-rda-para-marc-autoridades 
 Piloto para la implementación de RDA. Taller de Capacitación: 
http://www.bibliotecanacional.gov.co/content/piloto-para-la-implementaci% 
C3%B3n-de-rda 
 MARC 21 Formats: http://www.loc.gov/marc 
 Library of Congress Catalog: http://catalog.loc.gov 
 Catálogo da Biblioteca Nacional: http://acervo.bn.br
 ASSUMPÇÃO, F. S.; SANTOS, P. L. V. A. da C. A utilização do Resource 
Description and Access (RDA) na criação de registros de autoridade 
para pessoas, famílias e entidades coletivas. Encontros Bibli: revista 
eletrônica de Biblioteconomia e Ciência da Informação, 
Florianópolis, v. 18, n. 37, p. 203-226, 2013. Disponível em: 
<http://dx.doi.org/10.5007/1518-2924.2013v18n37p203>. Acesso 
em: 09 jun. 2014. 
 MORENO, F. P.; MÁRDERO ARELLANO, M. Á. Requisitos funcionais 
para registros bibliográficos – FRBR: uma apresentação. Revista 
Digital de Biblioteconomia & Ciência da Informação, v. 3, n. 1, 
jul./dez. 2005. Disponível em: 
<http://www.sbu.unicamp.br/seer/ojs/index.php/rbci/article/view/ 
317 >. Acesso em: 09 jun. 2014.
rdatoolkit.org 
sobrecatalogacao.com 
fabricioassumpcao.com
XVII Seminário Nacional de Bibliotecas Universitárias (SNBU) 
Belo Horizonte, 16 de novembro de 2014 
Obrigado! 
Fabrício Silva Assumpção 
fabricioassumpcao.com | assumpcao.f@gmail.com

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Bases de Dados, Metadados e Formatos de intercâmbio de dados
Bases de Dados, Metadados e Formatos de intercâmbio de dadosBases de Dados, Metadados e Formatos de intercâmbio de dados
Bases de Dados, Metadados e Formatos de intercâmbio de dados
Priscyla Patrício
 
NCompass Live: Cataloging with RDA
NCompass Live: Cataloging with RDANCompass Live: Cataloging with RDA
NCompass Live: Cataloging with RDA
Nebraska Library Commission
 
Serviço processo referencia
Serviço processo referencia Serviço processo referencia
Serviço processo referencia
Célia Dias
 
Sistemas de classificação bibliográfica [perspectivas da biblioteconomia cont...
Sistemas de classificação bibliográfica [perspectivas da biblioteconomia cont...Sistemas de classificação bibliográfica [perspectivas da biblioteconomia cont...
Sistemas de classificação bibliográfica [perspectivas da biblioteconomia cont...
Daniel Ribeiro dos Santos
 
A questão de Referência - Denis Grogan
A questão de Referência - Denis GroganA questão de Referência - Denis Grogan
A questão de Referência - Denis Grogan
Patricia Neubert
 
Filtragem e recuperação da informação
Filtragem e recuperação da informaçãoFiltragem e recuperação da informação
Filtragem e recuperação da informação
Vanessa Biff
 
Intro to rda
Intro to rdaIntro to rda
Intro to rda
Anna Enos
 
Bibliometria, Cienciometria, Webometria E Informetria
Bibliometria, Cienciometria, Webometria E InformetriaBibliometria, Cienciometria, Webometria E Informetria
Bibliometria, Cienciometria, Webometria E Informetria
Jonathas Carvalho
 
Beyond MARC: BIBFRAME and the Future of Bibliographic Data
Beyond MARC: BIBFRAME and the Future of Bibliographic DataBeyond MARC: BIBFRAME and the Future of Bibliographic Data
Beyond MARC: BIBFRAME and the Future of Bibliographic Data
Emily Nimsakont
 
Introduction to RDA
Introduction to RDAIntroduction to RDA
MARC 21
MARC 21MARC 21
MARC 21
UNESP
 
Aula 4 biblioteca especializada
Aula 4 biblioteca especializadaAula 4 biblioteca especializada
Aula 4 biblioteca especializada
Biblio 2010
 
FRBR presentation by Bwsrang Basumatary
FRBR presentation by Bwsrang BasumataryFRBR presentation by Bwsrang Basumatary
FRBR presentation by Bwsrang Basumatary
Bwsrang Basumatary
 
A catalogação em +/- 60 minutos
A catalogação em +/- 60 minutosA catalogação em +/- 60 minutos
A catalogação em +/- 60 minutos
Ana Carolina Simionato
 
Os Rumos da Catalogação Contemporâneas: RDA: Resource Description Access
Os Rumos da Catalogação Contemporâneas: RDA: Resource Description AccessOs Rumos da Catalogação Contemporâneas: RDA: Resource Description Access
Os Rumos da Catalogação Contemporâneas: RDA: Resource Description Access
Universidade de São Paulo
 
Functional Requirements For Bibliographic Records - FRBR
Functional Requirements For Bibliographic Records - FRBRFunctional Requirements For Bibliographic Records - FRBR
Functional Requirements For Bibliographic Records - FRBR
Islamic University of Lebanon
 
Glossário de Biblioteconomia
Glossário de BiblioteconomiaGlossário de Biblioteconomia
Glossário de Biblioteconomia
Rodrigo Rocha
 
RDA vs. AACR2
RDA vs. AACR2RDA vs. AACR2
RDA vs. AACR2
stacimnovak
 
Catalogao fonte
Catalogao fonteCatalogao fonte
Catalogao fonte
Andrielle Marques
 
The tools of our trade: AACR2/RDA and MARC
The tools of our trade: AACR2/RDA and MARCThe tools of our trade: AACR2/RDA and MARC
The tools of our trade: AACR2/RDA and MARC
Ann Chapman
 

Mais procurados (20)

Bases de Dados, Metadados e Formatos de intercâmbio de dados
Bases de Dados, Metadados e Formatos de intercâmbio de dadosBases de Dados, Metadados e Formatos de intercâmbio de dados
Bases de Dados, Metadados e Formatos de intercâmbio de dados
 
NCompass Live: Cataloging with RDA
NCompass Live: Cataloging with RDANCompass Live: Cataloging with RDA
NCompass Live: Cataloging with RDA
 
Serviço processo referencia
Serviço processo referencia Serviço processo referencia
Serviço processo referencia
 
Sistemas de classificação bibliográfica [perspectivas da biblioteconomia cont...
Sistemas de classificação bibliográfica [perspectivas da biblioteconomia cont...Sistemas de classificação bibliográfica [perspectivas da biblioteconomia cont...
Sistemas de classificação bibliográfica [perspectivas da biblioteconomia cont...
 
A questão de Referência - Denis Grogan
A questão de Referência - Denis GroganA questão de Referência - Denis Grogan
A questão de Referência - Denis Grogan
 
Filtragem e recuperação da informação
Filtragem e recuperação da informaçãoFiltragem e recuperação da informação
Filtragem e recuperação da informação
 
Intro to rda
Intro to rdaIntro to rda
Intro to rda
 
Bibliometria, Cienciometria, Webometria E Informetria
Bibliometria, Cienciometria, Webometria E InformetriaBibliometria, Cienciometria, Webometria E Informetria
Bibliometria, Cienciometria, Webometria E Informetria
 
Beyond MARC: BIBFRAME and the Future of Bibliographic Data
Beyond MARC: BIBFRAME and the Future of Bibliographic DataBeyond MARC: BIBFRAME and the Future of Bibliographic Data
Beyond MARC: BIBFRAME and the Future of Bibliographic Data
 
Introduction to RDA
Introduction to RDAIntroduction to RDA
Introduction to RDA
 
MARC 21
MARC 21MARC 21
MARC 21
 
Aula 4 biblioteca especializada
Aula 4 biblioteca especializadaAula 4 biblioteca especializada
Aula 4 biblioteca especializada
 
FRBR presentation by Bwsrang Basumatary
FRBR presentation by Bwsrang BasumataryFRBR presentation by Bwsrang Basumatary
FRBR presentation by Bwsrang Basumatary
 
A catalogação em +/- 60 minutos
A catalogação em +/- 60 minutosA catalogação em +/- 60 minutos
A catalogação em +/- 60 minutos
 
Os Rumos da Catalogação Contemporâneas: RDA: Resource Description Access
Os Rumos da Catalogação Contemporâneas: RDA: Resource Description AccessOs Rumos da Catalogação Contemporâneas: RDA: Resource Description Access
Os Rumos da Catalogação Contemporâneas: RDA: Resource Description Access
 
Functional Requirements For Bibliographic Records - FRBR
Functional Requirements For Bibliographic Records - FRBRFunctional Requirements For Bibliographic Records - FRBR
Functional Requirements For Bibliographic Records - FRBR
 
Glossário de Biblioteconomia
Glossário de BiblioteconomiaGlossário de Biblioteconomia
Glossário de Biblioteconomia
 
RDA vs. AACR2
RDA vs. AACR2RDA vs. AACR2
RDA vs. AACR2
 
Catalogao fonte
Catalogao fonteCatalogao fonte
Catalogao fonte
 
The tools of our trade: AACR2/RDA and MARC
The tools of our trade: AACR2/RDA and MARCThe tools of our trade: AACR2/RDA and MARC
The tools of our trade: AACR2/RDA and MARC
 

Destaque

Catalogação: conceitos, práticas, atualidades e tendências
Catalogação: conceitos, práticas, atualidades e tendênciasCatalogação: conceitos, práticas, atualidades e tendências
Catalogação: conceitos, práticas, atualidades e tendências
Fabrício Silva Assumpção
 
RDA - Resource Description and Access (UFC, Fortaleza, 24 out 2014)
RDA - Resource Description and Access (UFC, Fortaleza, 24 out 2014)RDA - Resource Description and Access (UFC, Fortaleza, 24 out 2014)
RDA - Resource Description and Access (UFC, Fortaleza, 24 out 2014)
Fabrício Silva Assumpção
 
Repositórios institucionais como ambientes de acesso aberto nas universidades...
Repositórios institucionais como ambientes de acesso aberto nas universidades...Repositórios institucionais como ambientes de acesso aberto nas universidades...
Repositórios institucionais como ambientes de acesso aberto nas universidades...
Fabrício Silva Assumpção
 
Conversão de registros em XML para MARC 21: um modelo baseado em XSLT (ENANCI...
Conversão de registros em XML para MARC 21:um modelo baseado em XSLT (ENANCI...Conversão de registros em XML para MARC 21:um modelo baseado em XSLT (ENANCI...
Conversão de registros em XML para MARC 21: um modelo baseado em XSLT (ENANCI...
Fabrício Silva Assumpção
 
Resource Description and Access (RDA)
Resource Description and Access (RDA)Resource Description and Access (RDA)
Resource Description and Access (RDA)
Fabrício Silva Assumpção
 
Falando sobre RDA: O que é e o que podemos esperar do novo código de catalogação
Falando sobre RDA: O que é e o que podemos esperar do novo código de catalogaçãoFalando sobre RDA: O que é e o que podemos esperar do novo código de catalogação
Falando sobre RDA: O que é e o que podemos esperar do novo código de catalogação
Fabrício Silva Assumpção
 
Formatos MARC 21
Formatos MARC 21Formatos MARC 21
Formatos MARC 21
Fabrício Silva Assumpção
 
AACR2r Parte II: Pontos de acesso (2015)
AACR2r Parte II: Pontos de acesso (2015)AACR2r Parte II: Pontos de acesso (2015)
AACR2r Parte II: Pontos de acesso (2015)
Fabrício Silva Assumpção
 
Linked Data no domínio bibliográfico: vocabulários para a publicação de dado...
Linked Data no domínio bibliográfico: vocabulários para a publicação de dado...Linked Data no domínio bibliográfico: vocabulários para a publicação de dado...
Linked Data no domínio bibliográfico: vocabulários para a publicação de dado...
Fabrício Silva Assumpção
 
Conversão de registros: um modelo baseado em folhas de estilo XSLT
Conversão de registros: um modelo baseado em folhas de estilo XSLTConversão de registros: um modelo baseado em folhas de estilo XSLT
Conversão de registros: um modelo baseado em folhas de estilo XSLT
Fabrício Silva Assumpção
 
RDA: Dando um passo à frente
RDA:Dando um passo à frenteRDA:Dando um passo à frente
RDA: Dando um passo à frente
Fabrício Silva Assumpção
 
Reutilização de dados catalográficos: um olhar sobre o uso estratégico das te...
Reutilização de dados catalográficos: um olhar sobre o uso estratégico das te...Reutilização de dados catalográficos: um olhar sobre o uso estratégico das te...
Reutilização de dados catalográficos: um olhar sobre o uso estratégico das te...
Fabrício Silva Assumpção
 
Tecnologias aplicadas à catalogação: a utilização de folhas de estilo XSLT na...
Tecnologias aplicadas à catalogação: a utilização de folhas de estilo XSLT na...Tecnologias aplicadas à catalogação: a utilização de folhas de estilo XSLT na...
Tecnologias aplicadas à catalogação: a utilização de folhas de estilo XSLT na...
Fabrício Silva Assumpção
 
Mudanças e desafios na utilização do RDA
Mudanças e desafios na utilização do RDAMudanças e desafios na utilização do RDA
Mudanças e desafios na utilização do RDA
Fabrício Silva Assumpção
 
Pensando a catalogação a partir do RDA
Pensando a catalogação a partir do RDAPensando a catalogação a partir do RDA
Pensando a catalogação a partir do RDA
Fabrício Silva Assumpção
 
A conversão de registros na implantação de repositórios institucionais: o ca...
A conversão de registros na implantação de repositórios institucionais: o ca...A conversão de registros na implantação de repositórios institucionais: o ca...
A conversão de registros na implantação de repositórios institucionais: o ca...
Fabrício Silva Assumpção
 
RDA Element Sets e RDA Value Vocabularies
RDA Element Sets e RDA Value VocabulariesRDA Element Sets e RDA Value Vocabularies
RDA Element Sets e RDA Value Vocabularies
Fabrício Silva Assumpção
 
XSLT: Conceitos iniciais
XSLT: Conceitos iniciaisXSLT: Conceitos iniciais
XSLT: Conceitos iniciais
Fabrício Silva Assumpção
 
SKOS: Interoperabilidade de linguagens documentais
SKOS: Interoperabilidade de linguagens documentaisSKOS: Interoperabilidade de linguagens documentais
SKOS: Interoperabilidade de linguagens documentais
Fabrício Silva Assumpção
 
XML: uma introdução (UNESP, GPNTI, BEAM)
XML: uma introdução (UNESP, GPNTI, BEAM)XML: uma introdução (UNESP, GPNTI, BEAM)
XML: uma introdução (UNESP, GPNTI, BEAM)
Fabrício Silva Assumpção
 

Destaque (20)

Catalogação: conceitos, práticas, atualidades e tendências
Catalogação: conceitos, práticas, atualidades e tendênciasCatalogação: conceitos, práticas, atualidades e tendências
Catalogação: conceitos, práticas, atualidades e tendências
 
RDA - Resource Description and Access (UFC, Fortaleza, 24 out 2014)
RDA - Resource Description and Access (UFC, Fortaleza, 24 out 2014)RDA - Resource Description and Access (UFC, Fortaleza, 24 out 2014)
RDA - Resource Description and Access (UFC, Fortaleza, 24 out 2014)
 
Repositórios institucionais como ambientes de acesso aberto nas universidades...
Repositórios institucionais como ambientes de acesso aberto nas universidades...Repositórios institucionais como ambientes de acesso aberto nas universidades...
Repositórios institucionais como ambientes de acesso aberto nas universidades...
 
Conversão de registros em XML para MARC 21: um modelo baseado em XSLT (ENANCI...
Conversão de registros em XML para MARC 21:um modelo baseado em XSLT (ENANCI...Conversão de registros em XML para MARC 21:um modelo baseado em XSLT (ENANCI...
Conversão de registros em XML para MARC 21: um modelo baseado em XSLT (ENANCI...
 
Resource Description and Access (RDA)
Resource Description and Access (RDA)Resource Description and Access (RDA)
Resource Description and Access (RDA)
 
Falando sobre RDA: O que é e o que podemos esperar do novo código de catalogação
Falando sobre RDA: O que é e o que podemos esperar do novo código de catalogaçãoFalando sobre RDA: O que é e o que podemos esperar do novo código de catalogação
Falando sobre RDA: O que é e o que podemos esperar do novo código de catalogação
 
Formatos MARC 21
Formatos MARC 21Formatos MARC 21
Formatos MARC 21
 
AACR2r Parte II: Pontos de acesso (2015)
AACR2r Parte II: Pontos de acesso (2015)AACR2r Parte II: Pontos de acesso (2015)
AACR2r Parte II: Pontos de acesso (2015)
 
Linked Data no domínio bibliográfico: vocabulários para a publicação de dado...
Linked Data no domínio bibliográfico: vocabulários para a publicação de dado...Linked Data no domínio bibliográfico: vocabulários para a publicação de dado...
Linked Data no domínio bibliográfico: vocabulários para a publicação de dado...
 
Conversão de registros: um modelo baseado em folhas de estilo XSLT
Conversão de registros: um modelo baseado em folhas de estilo XSLTConversão de registros: um modelo baseado em folhas de estilo XSLT
Conversão de registros: um modelo baseado em folhas de estilo XSLT
 
RDA: Dando um passo à frente
RDA:Dando um passo à frenteRDA:Dando um passo à frente
RDA: Dando um passo à frente
 
Reutilização de dados catalográficos: um olhar sobre o uso estratégico das te...
Reutilização de dados catalográficos: um olhar sobre o uso estratégico das te...Reutilização de dados catalográficos: um olhar sobre o uso estratégico das te...
Reutilização de dados catalográficos: um olhar sobre o uso estratégico das te...
 
Tecnologias aplicadas à catalogação: a utilização de folhas de estilo XSLT na...
Tecnologias aplicadas à catalogação: a utilização de folhas de estilo XSLT na...Tecnologias aplicadas à catalogação: a utilização de folhas de estilo XSLT na...
Tecnologias aplicadas à catalogação: a utilização de folhas de estilo XSLT na...
 
Mudanças e desafios na utilização do RDA
Mudanças e desafios na utilização do RDAMudanças e desafios na utilização do RDA
Mudanças e desafios na utilização do RDA
 
Pensando a catalogação a partir do RDA
Pensando a catalogação a partir do RDAPensando a catalogação a partir do RDA
Pensando a catalogação a partir do RDA
 
A conversão de registros na implantação de repositórios institucionais: o ca...
A conversão de registros na implantação de repositórios institucionais: o ca...A conversão de registros na implantação de repositórios institucionais: o ca...
A conversão de registros na implantação de repositórios institucionais: o ca...
 
RDA Element Sets e RDA Value Vocabularies
RDA Element Sets e RDA Value VocabulariesRDA Element Sets e RDA Value Vocabularies
RDA Element Sets e RDA Value Vocabularies
 
XSLT: Conceitos iniciais
XSLT: Conceitos iniciaisXSLT: Conceitos iniciais
XSLT: Conceitos iniciais
 
SKOS: Interoperabilidade de linguagens documentais
SKOS: Interoperabilidade de linguagens documentaisSKOS: Interoperabilidade de linguagens documentais
SKOS: Interoperabilidade de linguagens documentais
 
XML: uma introdução (UNESP, GPNTI, BEAM)
XML: uma introdução (UNESP, GPNTI, BEAM)XML: uma introdução (UNESP, GPNTI, BEAM)
XML: uma introdução (UNESP, GPNTI, BEAM)
 

Semelhante a Minicurso Introdução ao FRBR e ao RDA (SNBU 2014, Belo Horizonte)

Mudanças e desafios na utilização do RDA (Rede de BIbliotecas da UNESP)
Mudanças e desafios na utilização do RDA (Rede de BIbliotecas da UNESP)Mudanças e desafios na utilização do RDA (Rede de BIbliotecas da UNESP)
Mudanças e desafios na utilização do RDA (Rede de BIbliotecas da UNESP)
Fabrício Silva Assumpção
 
RDA: questões iniciais sobre o novo código de catalogação
RDA: questões iniciais sobre o novo código de catalogaçãoRDA: questões iniciais sobre o novo código de catalogação
RDA: questões iniciais sobre o novo código de catalogação
Fabrício Silva Assumpção
 
RDA: introdução e panorama atual (XII Encontro Nacional dos Usuários da Rede ...
RDA: introdução e panorama atual (XII Encontro Nacional dos Usuários da Rede ...RDA: introdução e panorama atual (XII Encontro Nacional dos Usuários da Rede ...
RDA: introdução e panorama atual (XII Encontro Nacional dos Usuários da Rede ...
Fabrício Silva Assumpção
 
Resource Description and Access (RDA): introdução e desafios do novo código d...
Resource Description and Access (RDA): introdução e desafios do novo código d...Resource Description and Access (RDA): introdução e desafios do novo código d...
Resource Description and Access (RDA): introdução e desafios do novo código d...
Fabrício Silva Assumpção
 
FRBR_DESAFIANDO LIMITES
FRBR_DESAFIANDO LIMITESFRBR_DESAFIANDO LIMITES
FRBR_DESAFIANDO LIMITES
Rita Almeida
 
Dublin core
Dublin coreDublin core
Dublin core
Antonio Conserva Jr
 
Web Semântica no Domínio Bibliográfico
Web Semântica no Domínio BibliográficoWeb Semântica no Domínio Bibliográfico
Web Semântica no Domínio Bibliográfico
UNESP
 
Padroes descricao boas_praticas_recursos_musicais
Padroes descricao boas_praticas_recursos_musicaisPadroes descricao boas_praticas_recursos_musicais
Padroes descricao boas_praticas_recursos_musicais
Rosana Lanzelotte
 
IFLA-LRM e RDA : panorama do modelo conceitual na norma de catalogação
IFLA-LRM e RDA : panorama do modelo conceitual na norma de catalogaçãoIFLA-LRM e RDA : panorama do modelo conceitual na norma de catalogação
IFLA-LRM e RDA : panorama do modelo conceitual na norma de catalogação
Marcelo Votto
 
Interoperabilidade entre fontes_informacao-1
Interoperabilidade entre fontes_informacao-1Interoperabilidade entre fontes_informacao-1
Interoperabilidade entre fontes_informacao-1
Sueli Suga
 
Recursos didáticos: produzir, encontrar, remixar, organizar, catalogar
Recursos didáticos: produzir, encontrar, remixar, organizar, catalogarRecursos didáticos: produzir, encontrar, remixar, organizar, catalogar
Recursos didáticos: produzir, encontrar, remixar, organizar, catalogar
Bianca Santana
 
Biblioteca Escolar Digital
Biblioteca Escolar DigitalBiblioteca Escolar Digital
Biblioteca Escolar Digital
Carlos Pinheiro
 
ISBD Consolidada: introdução básica - versão 2015
ISBD Consolidada: introdução básica - versão 2015ISBD Consolidada: introdução básica - versão 2015
ISBD Consolidada: introdução básica - versão 2015
Universidade de São Paulo
 
Bibliotecas digitais21
Bibliotecas digitais21Bibliotecas digitais21
Bibliotecas digitais21
silviaalves
 
Bibliotecas digitais21
Bibliotecas digitais21Bibliotecas digitais21
Bibliotecas digitais21
silviaalves
 
Musica Brasilis - o desafio desafio de tornar disponiveis os repertorios bras...
Musica Brasilis - o desafio desafio de tornar disponiveis os repertorios bras...Musica Brasilis - o desafio desafio de tornar disponiveis os repertorios bras...
Musica Brasilis - o desafio desafio de tornar disponiveis os repertorios bras...
Rosana Lanzelotte
 
As contribuições da Web Semântica para a Catalogação
As contribuições da Web Semântica para a CatalogaçãoAs contribuições da Web Semântica para a Catalogação
As contribuições da Web Semântica para a Catalogação
UNESP
 
RDA
RDARDA
RDA
UNESP
 
RDA
RDARDA
Avaliação de qualidade de repositórios institucionais brasileiros e portugueses
Avaliação de qualidade de repositórios institucionais brasileiros e portuguesesAvaliação de qualidade de repositórios institucionais brasileiros e portugueses
Avaliação de qualidade de repositórios institucionais brasileiros e portugueses
Conferência Luso-Brasileira de Ciência Aberta
 

Semelhante a Minicurso Introdução ao FRBR e ao RDA (SNBU 2014, Belo Horizonte) (20)

Mudanças e desafios na utilização do RDA (Rede de BIbliotecas da UNESP)
Mudanças e desafios na utilização do RDA (Rede de BIbliotecas da UNESP)Mudanças e desafios na utilização do RDA (Rede de BIbliotecas da UNESP)
Mudanças e desafios na utilização do RDA (Rede de BIbliotecas da UNESP)
 
RDA: questões iniciais sobre o novo código de catalogação
RDA: questões iniciais sobre o novo código de catalogaçãoRDA: questões iniciais sobre o novo código de catalogação
RDA: questões iniciais sobre o novo código de catalogação
 
RDA: introdução e panorama atual (XII Encontro Nacional dos Usuários da Rede ...
RDA: introdução e panorama atual (XII Encontro Nacional dos Usuários da Rede ...RDA: introdução e panorama atual (XII Encontro Nacional dos Usuários da Rede ...
RDA: introdução e panorama atual (XII Encontro Nacional dos Usuários da Rede ...
 
Resource Description and Access (RDA): introdução e desafios do novo código d...
Resource Description and Access (RDA): introdução e desafios do novo código d...Resource Description and Access (RDA): introdução e desafios do novo código d...
Resource Description and Access (RDA): introdução e desafios do novo código d...
 
FRBR_DESAFIANDO LIMITES
FRBR_DESAFIANDO LIMITESFRBR_DESAFIANDO LIMITES
FRBR_DESAFIANDO LIMITES
 
Dublin core
Dublin coreDublin core
Dublin core
 
Web Semântica no Domínio Bibliográfico
Web Semântica no Domínio BibliográficoWeb Semântica no Domínio Bibliográfico
Web Semântica no Domínio Bibliográfico
 
Padroes descricao boas_praticas_recursos_musicais
Padroes descricao boas_praticas_recursos_musicaisPadroes descricao boas_praticas_recursos_musicais
Padroes descricao boas_praticas_recursos_musicais
 
IFLA-LRM e RDA : panorama do modelo conceitual na norma de catalogação
IFLA-LRM e RDA : panorama do modelo conceitual na norma de catalogaçãoIFLA-LRM e RDA : panorama do modelo conceitual na norma de catalogação
IFLA-LRM e RDA : panorama do modelo conceitual na norma de catalogação
 
Interoperabilidade entre fontes_informacao-1
Interoperabilidade entre fontes_informacao-1Interoperabilidade entre fontes_informacao-1
Interoperabilidade entre fontes_informacao-1
 
Recursos didáticos: produzir, encontrar, remixar, organizar, catalogar
Recursos didáticos: produzir, encontrar, remixar, organizar, catalogarRecursos didáticos: produzir, encontrar, remixar, organizar, catalogar
Recursos didáticos: produzir, encontrar, remixar, organizar, catalogar
 
Biblioteca Escolar Digital
Biblioteca Escolar DigitalBiblioteca Escolar Digital
Biblioteca Escolar Digital
 
ISBD Consolidada: introdução básica - versão 2015
ISBD Consolidada: introdução básica - versão 2015ISBD Consolidada: introdução básica - versão 2015
ISBD Consolidada: introdução básica - versão 2015
 
Bibliotecas digitais21
Bibliotecas digitais21Bibliotecas digitais21
Bibliotecas digitais21
 
Bibliotecas digitais21
Bibliotecas digitais21Bibliotecas digitais21
Bibliotecas digitais21
 
Musica Brasilis - o desafio desafio de tornar disponiveis os repertorios bras...
Musica Brasilis - o desafio desafio de tornar disponiveis os repertorios bras...Musica Brasilis - o desafio desafio de tornar disponiveis os repertorios bras...
Musica Brasilis - o desafio desafio de tornar disponiveis os repertorios bras...
 
As contribuições da Web Semântica para a Catalogação
As contribuições da Web Semântica para a CatalogaçãoAs contribuições da Web Semântica para a Catalogação
As contribuições da Web Semântica para a Catalogação
 
RDA
RDARDA
RDA
 
RDA
RDARDA
RDA
 
Avaliação de qualidade de repositórios institucionais brasileiros e portugueses
Avaliação de qualidade de repositórios institucionais brasileiros e portuguesesAvaliação de qualidade de repositórios institucionais brasileiros e portugueses
Avaliação de qualidade de repositórios institucionais brasileiros e portugueses
 

Minicurso Introdução ao FRBR e ao RDA (SNBU 2014, Belo Horizonte)

  • 1. XVII Seminário Nacional de Bibliotecas Universitárias (SNBU) Belo Horizonte, 16 de novembro de 2014 Introdução ao FRBR e ao RDA Fabrício Silva Assumpção fabricioassumpcao.com | assumpcao.f@gmail.com
  • 2. FRBR  Origem do modelo conceitual  Entidades, Atributos, Relacionamentos RDA  Surgimento, objetivos e desenvolvimento  Estrutura: registro dos atributos e registro dos relacionamentos  Principais diferenças em relação ao AACR2r  Utilização com os Formatos MARC 21  Uso nacional e internacional
  • 3.
  • 4.  Functional Requirements for Bibliographic Records  Versão final publicada em 1998  Desenvolvido por um grupo de estudo da IFLA entre os anos de 1992 e 1997
  • 5.  Não é um código de catalogação, não é um formato/padrão de metadados, não é um protocolo.  Modelo conceitual desenvolvido com a técnica de análise das entidades, atributos e relacionamentos.  “Abstração” do universo bibliográfico.
  • 6.
  • 7.
  • 8.
  • 9.  Entidade: uma “coisa” ou um “objeto” no mundo real que pode ser identificada de forma unívoca em relação a todos os outros objetos. Uma entidade pode ser concreta ou abstrata.  Atributos: as diversas características que um tipo de entidade possui, ou propriedades descritivas de cada membro de um conjunto de entidades.  Relacionamento: uma associação entre uma ou várias entidades. (MORENO, 2005, p. 26)
  • 10. É exemplificada pelo Obra Expressão Manifestação Item É realizada através da Está contida na
  • 11. Harry Potter and the Philosopher's Stone Obra É realizada através da Expressão Está contida na Manifestação É exemplificada pelo Item Harry Potter and the Philosopher's Stone Publicação da editora Bloomsbury em 1997 Exemplar que está na estante da biblioteca X
  • 12. “ideia” Texto em inglês Texto em português Editora X, 2004 Editora A, PDF, 2008 Editora A, 2011 Item 1 Item 1 Item 2 Item 3 Item 4 Item 1 Item 2 Itens Manifestações Expressões Obra
  • 13. Obra Expressão Manifestação É produzida por É realizada por É criada por Item É guardado por Pessoa Entidade coletiva
  • 14. Obra Expressão Manifestação Item Pessoa Entidade coletiva Conceito Objeto Evento Lugar Obra Tem como assunto Tem como assunto Tem como assunto
  • 15.  Obra ↔ Obra  Sequencial  Suplemento  Complemento  Transformação  Todo-parte  ...
  • 16.  Expressão ↔ Expressão  Revisão  Tradução  ...  Manifestação ↔ Manifestação  Reprodução  Alternativa  ...  Item↔ Item
  • 17.  Características das entidades  “Campos” para a descrição das entidades Preparados?
  • 18. Idioma  Obra  Expressão  Manifestação  Item
  • 19. Número de páginas  Obra  Expressão  Manifestação  Item
  • 20. ISBN  Obra  Expressão  Manifestação  Item
  • 21. Tipo de conteúdo (texto, som, imagem...)  Obra  Expressão  Manifestação  Item
  • 22. Número de tombo  Obra  Expressão  Manifestação  Item
  • 23. A indicação de que o conteúdo é ilustrado  Obra  Expressão  Manifestação  Item
  • 24. Tamanho de um arquivo digital  Obra  Expressão  Manifestação  Item
  • 25. Título original  Obra  Expressão  Manifestação  Item
  • 26. Endereço URL  Obra  Expressão  Manifestação  Item
  • 27. Título da página de rosto  Obra  Expressão  Manifestação  Item
  • 28. Data de publicação  Obra  Expressão  Manifestação  Item
  • 29. Valor de compra  Obra  Expressão  Manifestação  Item
  • 30. Local em que uma fotografia foi tirada  Obra  Expressão  Manifestação  Item
  • 32.
  • 33.  Escopo das regras de catalogação  Descrição dos aspectos de forma (descrição bibliográfica)  Atribuição dos pontos de acesso de responsabilidade e de título
  • 34.  Código de Catalogação Anglo-Americano  1967, 1978,... 2002  Organizado por tipo de documento  Regras de catalogação para um contexto não digital
  • 35. Novos tipos de documentos Novos tipos de conteúdo Novas formas de acesso Novos suportes para o armazenamento ... Novas necessidades de informação
  • 36.  Recursos: Descrição e Acesso  Descrição de Recursos e Acesso
  • 37.  O RDA é um código de catalogação. “Voltado ao ambiente digital” “Descrição de todo tipo de conteúdo e de mídia” “Para ser utilizado além da comunidade de bibliotecas”
  • 38. Os dados criados com o RDA na descrição de um recurso são projetados para auxiliar os usuários na realização das seguintes tarefas:  Encontrar recursos que correspondam aos critérios de busca utilizados pelo usuário  Identificar – confirmar que o recurso descrito corresponde ao recurso buscado ou distinguir entre dois ou mais recursos com características similares  Selecionar um recurso apropriado às necessidades do usuário  Obter – adquirir ou acessar o recurso descrito
  • 39.  Joint Steering Committee (JSC)  American Library Association  Canadian Library Association  Chartered Institute of Library and Information Professionals  Deutsche Nationalbibliothek  Library of Congress  Library and Archives Canada  British Library  National Library of Australia
  • 40. 1997 2004 2005 2007 2008 2010 jul. 2010 maio 2011 31 mar. 2013 Conferência sobre o futuro do AACR2 Início do AACR3 Novo título: RDA Estrutura baseada no FRBR Rascunho quase completo Lançamento do RDA Toolkit U.S. Test Recomendação Day One for RDA na LC 2014
  • 41.  Surgiu a partir dos estudos para a atualização do AACR (AACR3).  Manter a compatibilidade entre os registros criados com o AACR2 e os registros criados com o RDA.
  • 42. AACR2  Partes (I e II)  Capítulos  Áreas Elementos Regras RDA  Partes (Atributos e Relacionamentos) Seções Capítulos Elementos Regras
  • 43. 10 seções (37 capítulos) + 12 apêndices
  • 44. 1 Manifestação e item 2 Obra e expressão 3 Pessoa, família e entidade coletiva 4 Conceito, objeto, evento e lugar*
  • 45. 1 Manifestação e item  Título principal  Indicação de responsabilidade  Edição  Local de publicação, publicador e data de publicação  Indicação de série  ISBN  Tipo de mídia e tipo de suporte  Extensão, dimensões  URL
  • 46. 2 Obra e expressão Título da obra Data de criação Forma da obra Idioma da expressão Tipo de conteúdo
  • 47. Pessoa, família e entidade coletiva Nome preferido Nome variante Locais associados Datas associadas 3
  • 48. 5 Relacionamentos principais Pessoas, famílias e entidades coletivas e o 6 recurso 7 Assuntos 8 Obras, expressões, manifestações e itens 9 Pessoas, famílias e entidades coletivas 10 Conceitos, objetos, eventos e lugares
  • 49.  Ferramenta online (rdatoolkit.org) Funcionalidades de busca e de navegação Personalização Conteúdo adicional  Inscrição anual  Único usuário: US$ 180  Versão impressa: US$ 150
  • 50. Screen image from the RDA Toolkit (www.rdatoolkit.org) used by permission of the Co-Publishers for RDA (American Library Association, Canadian Library Association, and CILIP: Chartered Institute of Library and Information Professionals)
  • 51. Screen image from the RDA Toolkit (www.rdatoolkit.org) used by permission of the Co-Publishers for RDA (American Library Association, Canadian Library Association, and CILIP: Chartered Institute of Library and Information Professionals)
  • 53.
  • 54.
  • 55.  RDA: padrão para registro dos dados, e não para a apresentação dos dados.  A pontuação não é obrigatória.  Apêndice D: instruções para uso da pontuação.  Utilizar ou não a pontuação é uma decisão institucional.
  • 56.  As abreviaturas são utilizadas somente quando constam na fonte de informação.  Exceto: unidades de medida, abreviaturas tradicionais, etc.  local de publicação não identificado  publicador não identificado
  • 57.  Registrar: “ajustar” a informação  Transcrever: utilizar a informação como consta na fonte  Título  Indicação de responsabilidade  Indicação de edição  ...
  • 59.  6.9 Tipo de conteúdo  cartographic image, computer program, notated music, sounds, still image, tactile image, tactile text, text, three-dimensional form, two-dimensional moving image, etc.  3.2 Tipo de mídia  audio, computer, microform, microscopic, projected, stereographic, unmediated, video  3.3 Tipo de suporte  computer disc, online resource, microfilm roll, film roll, card, sheet, volume, object, videocassette, etc.
  • 60.  Produção, Publicação, Distribuição, Manufatura  Características de arquivos digitais (tamanho, tipo de arquivo, extensão, resolução)  Elementos para a descrição de Pessoas, Famílias e Entidades coletivas
  • 62.  Core elements  Elementos que, se aplicáveis, devem ser registrados.
  • 63. “Regra dos três” http://lccn.loc.gov/2013335260
  • 64.
  • 65.
  • 66.  Regras de catalogação (AACR2, RDA, etc.)  Conjuntos de instruções para o registro dos dados catalográficos  Formatos (MARC 21, UNIMARC, etc.)  Estruturas para a identificação dos dados catalográficos durante seu processamento por computadores As regras de catalogação independem dos formatos
  • 68.
  • 69. Registros bibliográficos  264 – Produção, publicação, distribuição, manufatura e copyright  336 – Tipo de conteúdo  337 – Tipo de mídia  338 – Tipo de suporte  347 – Características de arquivo digital  380 – Forma da obra  382 – Meio de performance
  • 70. Registros de autoridade  370 – Local associado  371 – Endereço  372 – Campo de atividade  373 – Grupo associado  374 – Ocupação  375 – Gênero  376 – Informação sobre a família  378 – Forma completa do nome pessoal
  • 71.
  • 72.
  • 73.
  • 74.  Bibliotecas nacionais  Canadá, Inglaterra, Estados Unidos, Singapura, Austrália, Malásia, Filipinas  Alemanha, Holanda, Finlândia, Irlanda, Escócia  Outras bibliotecas  Cambridge University (UK)  North Carolina State University (US)  OLIS/Bodleian Library (UK)  University of Chicago (US)  ... http://rdatoolkit.org/RDA_institutions
  • 75. REQUISITOS DE PARTICIPACIÓN  […] bibliotecas universitarias, escolares, públicas, especializadas y centros de documentación:  Tener al menos una suscripción activa a RDA Toolkit o la versión oficial impresa de RDA  Disponibilidad de una (1) persona que cumpla los siguientes requisitos:  Trabaje en catalogación  Posea conocimientos altos en Reglas de Catalogación Angloamericanas y Formato MARC21 bibliográfico y de autoridad  Nivel medio-alto de comprensión de lectura de inglés técnico  Disponibilidad de tiempo para recibir la capacitación sobre RDA y elaborar registros en RDA durante un período aproximado de dos (2) meses así:  Capacitación: una semana  Elaboración de registros (2 meses)  Resultados y conclusiones (15 días)  El Sistema Integrado de Bibliotecas (ILS) de la institución participe debe estar adaptado para la captura de los nuevos campos RDA en el formato MARC21 de acuerdo con las directrices publicadas por LC. www.bibliotecanacional.gov.co/content/piloto-para-la-implementaci%C3%B3n-de-rda
  • 76.  No Brasil: Universidade de Caxias do Sul Votto, 2013
  • 77.  Catálogos “mistos”  Alterações automáticas nos registros já existentes?  Registros híbridos
  • 78.  Criação/adaptação dos formatos  Adequação dos sistemas de bibliotecas  Catalogadores e usuários finais  Capacitações  Tradução brasileira  Benefícios [intangíveis?] perceptíveis somente a longo prazo
  • 79.
  • 80. Podemos afirmar que o RDA pretende:  A) Substituir o MARC 21  B) Substituir o AACR2r  C) Substituir o FRBR  D) Substituir as ISBDs  E) Substituir os OPACs
  • 81. Qual das alternativas melhor descreve a estrutura do RDA:  A) Campos, subcampos e elementos  B) Áreas, elementos, zonas e grupos  C) Seções, capítulos, elementos e apêndices  D) Parte I, parte II e apêndices  E) Entidades, relacionamentos e atributos
  • 82. Qual das alternativas apresenta elementos que não estavam disponíveis no AACR2r:  A) Tipo de conteúdo, tipo de mídia e tipo de suporte  B) Título principal e designação geral do material  C) Numeração dentro da série e tipo de mídia  D) Indicação de responsabilidade relativa à série e características do arquivo digital  E) Nenhuma das anteriores
  • 83. O que é utilizado no RDA para explicitar a natureza dos relacionamentos entre as entidades?  A) Relacionamentos principais  B) Pontos de acesso  C) Designadores de relacionamentos  D) Entradas  E) Atributos e relacionamentos
  • 84. O que são core elements no RDA?  A) Elementos opcionais  B) Elementos adicionais  C) Elementos especiais  D) Elementos do padrão Dublin Core  E) Elementos essenciais
  • 85. Quantas áreas de descrição são definidas no RDA?  A) 8 áreas  B) 11 áreas (uma para cada entidade)  C) 10 áreas  D) 4 áreas (obra, expressão, manifestação e item)  E) Nenhuma
  • 86. Qual das alternativas apresenta todos os dados de acordo com o RDA:  A) 2. ed. | 465 páginas | volume 5  B) publicador não identificado | il. | 5ª ed.  C) nova edição | 159 folhas | 3 v.  D) terceira edição | publicador não identificado | 832 p.  E) Nenhuma das anteriores
  • 87.
  • 88.  Código de catalogação  Substituir o AACR2r  “Dar conta” do novo cenário  Mudanças com compatibilidade  Utilização atual com o Formato MARC 21 É perfeito? Não, mas é o melhor que temos (por agora!)
  • 89. Bibliotecário, Você não está mais catalogando em uma ficha, então não aja como se estivesse!
  • 90.  RDA Toolkit: http://rdatoolkit.org  Who's Cataloging in RDA: http://rdatoolkit.org/RDA_institutions  Biblioteca da UCS passa a utilizar os campos do RDA para MARC Autoridades: http://processotecnicoucs.wordpress.com/2013/02/18/biblioteca-da-ucs-passa- a-utilizar-os-campos-da-rda-para-marc-autoridades  Piloto para la implementación de RDA. Taller de Capacitación: http://www.bibliotecanacional.gov.co/content/piloto-para-la-implementaci% C3%B3n-de-rda  MARC 21 Formats: http://www.loc.gov/marc  Library of Congress Catalog: http://catalog.loc.gov  Catálogo da Biblioteca Nacional: http://acervo.bn.br
  • 91.  ASSUMPÇÃO, F. S.; SANTOS, P. L. V. A. da C. A utilização do Resource Description and Access (RDA) na criação de registros de autoridade para pessoas, famílias e entidades coletivas. Encontros Bibli: revista eletrônica de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Florianópolis, v. 18, n. 37, p. 203-226, 2013. Disponível em: <http://dx.doi.org/10.5007/1518-2924.2013v18n37p203>. Acesso em: 09 jun. 2014.  MORENO, F. P.; MÁRDERO ARELLANO, M. Á. Requisitos funcionais para registros bibliográficos – FRBR: uma apresentação. Revista Digital de Biblioteconomia & Ciência da Informação, v. 3, n. 1, jul./dez. 2005. Disponível em: <http://www.sbu.unicamp.br/seer/ojs/index.php/rbci/article/view/ 317 >. Acesso em: 09 jun. 2014.
  • 93. XVII Seminário Nacional de Bibliotecas Universitárias (SNBU) Belo Horizonte, 16 de novembro de 2014 Obrigado! Fabrício Silva Assumpção fabricioassumpcao.com | assumpcao.f@gmail.com