SlideShare uma empresa Scribd logo
O Memorial do Convento , de José Saramago  (1982) Apontamentos
apontamen tos
Linguagem e estilo ,[object Object],[object Object]
Linguagem e estilo ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
LER EM VOZ ALTA ,[object Object],[object Object]
ACÇÃO - estrutura ,[object Object]
Narrador  (quanto à participação) ,[object Object],[object Object],[object Object]
NARRADOR (focalização) ,[object Object],[object Object]
Focalização omnisciente ,[object Object],[object Object]
Focalização interna Outras vezes, o narrador assume momentaneamente a perspectiva das personagens que vivem a acção, conferindo mais vivacidade e verosimilhança à narrativa.
EXEMPLO ,[object Object],[object Object]
PERSONAGENS ,[object Object],[object Object],[object Object]
PERSONAGENS  D. JOÃO V ,[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],PERSONAGENS  D. JOÃO V
[object Object],[object Object],PERSONAGENS  D. JOÃO V
PERSONAGENS ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
PERSONAGENS  D. MARIA ANA JOSEFA   ,[object Object],[object Object],[object Object]
PERSONAGENS ,[object Object],[object Object],[object Object]
PERSONAGENS   BALTASAR SETE-SÓIS ,[object Object],[object Object]
PERSONAGENS ,[object Object],[object Object],[object Object]
PERSONAGENS   BLIMUNDA SETE-LUAS ,[object Object],[object Object],[object Object]
PERSONAGENS ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
PERSONAGENS  BARTOLOMEU DE GUSMÃO ,[object Object],[object Object],[object Object]
PERSONAGENS ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],PERSONAGENS
PERSONAGENS  O POVO ,[object Object],[object Object]
PERSONAGENS  O POVO ,[object Object],[object Object]
Espaço  ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],O espaço físico
Espaço físico ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Espaço físico  Mafra   ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
O  espaço social ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
O  espaço social  Procissão da Quaresma ,[object Object],[object Object],[object Object]
O  espaço social  Procissão da Quaresma ,[object Object],[object Object],[object Object]
O  espaço social  Autos-de-fé
O  espaço social  Autos-de-fé ,[object Object],[object Object],[object Object]
O  espaço social  Autos-de-fé ,[object Object],[object Object]
O  espaço social  Autos-de-fé ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
O  espaço social  Tourada
O  espaço social  Tourada ,[object Object],[object Object]
O  espaço social  Tourada ,[object Object],[object Object]
O  espaço social  Procissão do Corpo de Deus ,[object Object],[object Object]
O  espaço social  Procissão do Corpo de Deus ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
O  espaço social  Procissão do Corpo de Deus ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
O  espaço social  Procissão do Corpo de Deus ,[object Object],[object Object],[object Object]
O  espaço social  Procissão do Corpo de Deus ,[object Object],[object Object],[object Object]
EM SÍNTESE ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
O TRABALHO NO CONVENTO ,[object Object],[object Object]
Espaço psicológico ,[object Object]
TEMPO
TEMPO  O tempo diegético (tempo da história )   ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],TEMPO   O tempo diegético (tempo da história )
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],TEMPO   O tempo diegético (tempo da história )
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],TEMPO   O tempo diegético (tempo da história )
TEMPO  O tempo do discurso ,[object Object]
TEMPO  O tempo do discurso ,[object Object],[object Object],[object Object]
TEMPO  O tempo do discurso ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A "Mensagem", de F. Pessoa
A "Mensagem", de F. PessoaA "Mensagem", de F. Pessoa
A "Mensagem", de F. Pessoa
Dina Baptista
 
Estrutura mensagem
Estrutura mensagemEstrutura mensagem
Estrutura mensagem
ameliapadrao
 
Mensagem - D. Sebastião Rei de Portugal
Mensagem - D. Sebastião Rei de PortugalMensagem - D. Sebastião Rei de Portugal
Mensagem - D. Sebastião Rei de Portugal
Maria Teixiera
 
Ricardo reis
Ricardo reisRicardo reis
Ricardo reis
Bruno Freitas
 
Memorial do Convento - Cap. III
Memorial do Convento - Cap. IIIMemorial do Convento - Cap. III
Memorial do Convento - Cap. III
12º A Golegã
 
Capítulo XVI - MC
Capítulo XVI - MCCapítulo XVI - MC
Capítulo XVI - MC
12anogolega
 
Alberto caeiro biografia e caracteristicas
Alberto caeiro biografia e caracteristicasAlberto caeiro biografia e caracteristicas
Alberto caeiro biografia e caracteristicas
Anabela Fernandes
 
Sebastianismo - Frei Luís de Sousa
Sebastianismo - Frei Luís de SousaSebastianismo - Frei Luís de Sousa
Sebastianismo - Frei Luís de Sousa
António Aragão
 
Os Maias - personagens
Os Maias - personagensOs Maias - personagens
Os Maias - personagens
António Fernandes
 
Resumos de Português: Heterónimos De Fernando Pessoa
Resumos de Português: Heterónimos De Fernando PessoaResumos de Português: Heterónimos De Fernando Pessoa
Resumos de Português: Heterónimos De Fernando Pessoa
Raffaella Ergün
 
Miguel Torga - Poemas
Miguel Torga - PoemasMiguel Torga - Poemas
Miguel Torga - Poemas
Ana Tapadas
 
Nevoeiro
Nevoeiro   Nevoeiro
Nevoeiro
aramalho340
 
Memorial do convento
Memorial do conventoMemorial do convento
Memorial do convento
João Pedro Rodrigues
 
Memorial do convento
Memorial do conventoMemorial do convento
Memorial do convento
João Pedro Rodrigues
 
Ricardo Reis - Análise do poema "Vem sentar-te comigo, Lídia, à beira do rio"...
Ricardo Reis - Análise do poema "Vem sentar-te comigo, Lídia, à beira do rio"...Ricardo Reis - Análise do poema "Vem sentar-te comigo, Lídia, à beira do rio"...
Ricardo Reis - Análise do poema "Vem sentar-te comigo, Lídia, à beira do rio"...
FilipaFonseca
 
Os maias a intriga
Os maias   a intrigaOs maias   a intriga
Os maias a intriga
margaridafelisberto
 
Capítulo i
Capítulo iCapítulo i
Capítulo i
Helena Coutinho
 
Power point "Frei Luís de Sousa"
Power point "Frei Luís de Sousa"Power point "Frei Luís de Sousa"
Power point "Frei Luís de Sousa"
gracacruz
 
Capítulo ii
Capítulo iiCapítulo ii
Capítulo ii
Helena Coutinho
 
Fernando Pessoa - Fingimento Artístico/Poético
Fernando Pessoa - Fingimento Artístico/PoéticoFernando Pessoa - Fingimento Artístico/Poético
Fernando Pessoa - Fingimento Artístico/Poético
Alexandra Canané
 

Mais procurados (20)

A "Mensagem", de F. Pessoa
A "Mensagem", de F. PessoaA "Mensagem", de F. Pessoa
A "Mensagem", de F. Pessoa
 
Estrutura mensagem
Estrutura mensagemEstrutura mensagem
Estrutura mensagem
 
Mensagem - D. Sebastião Rei de Portugal
Mensagem - D. Sebastião Rei de PortugalMensagem - D. Sebastião Rei de Portugal
Mensagem - D. Sebastião Rei de Portugal
 
Ricardo reis
Ricardo reisRicardo reis
Ricardo reis
 
Memorial do Convento - Cap. III
Memorial do Convento - Cap. IIIMemorial do Convento - Cap. III
Memorial do Convento - Cap. III
 
Capítulo XVI - MC
Capítulo XVI - MCCapítulo XVI - MC
Capítulo XVI - MC
 
Alberto caeiro biografia e caracteristicas
Alberto caeiro biografia e caracteristicasAlberto caeiro biografia e caracteristicas
Alberto caeiro biografia e caracteristicas
 
Sebastianismo - Frei Luís de Sousa
Sebastianismo - Frei Luís de SousaSebastianismo - Frei Luís de Sousa
Sebastianismo - Frei Luís de Sousa
 
Os Maias - personagens
Os Maias - personagensOs Maias - personagens
Os Maias - personagens
 
Resumos de Português: Heterónimos De Fernando Pessoa
Resumos de Português: Heterónimos De Fernando PessoaResumos de Português: Heterónimos De Fernando Pessoa
Resumos de Português: Heterónimos De Fernando Pessoa
 
Miguel Torga - Poemas
Miguel Torga - PoemasMiguel Torga - Poemas
Miguel Torga - Poemas
 
Nevoeiro
Nevoeiro   Nevoeiro
Nevoeiro
 
Memorial do convento
Memorial do conventoMemorial do convento
Memorial do convento
 
Memorial do convento
Memorial do conventoMemorial do convento
Memorial do convento
 
Ricardo Reis - Análise do poema "Vem sentar-te comigo, Lídia, à beira do rio"...
Ricardo Reis - Análise do poema "Vem sentar-te comigo, Lídia, à beira do rio"...Ricardo Reis - Análise do poema "Vem sentar-te comigo, Lídia, à beira do rio"...
Ricardo Reis - Análise do poema "Vem sentar-te comigo, Lídia, à beira do rio"...
 
Os maias a intriga
Os maias   a intrigaOs maias   a intriga
Os maias a intriga
 
Capítulo i
Capítulo iCapítulo i
Capítulo i
 
Power point "Frei Luís de Sousa"
Power point "Frei Luís de Sousa"Power point "Frei Luís de Sousa"
Power point "Frei Luís de Sousa"
 
Capítulo ii
Capítulo iiCapítulo ii
Capítulo ii
 
Fernando Pessoa - Fingimento Artístico/Poético
Fernando Pessoa - Fingimento Artístico/PoéticoFernando Pessoa - Fingimento Artístico/Poético
Fernando Pessoa - Fingimento Artístico/Poético
 

Destaque

Memorial convento- José Saramago
Memorial convento- José SaramagoMemorial convento- José Saramago
Memorial convento- José Saramago
becresforte
 
A Passarola (sonho/utopia) em Memorial do Convento.
A Passarola (sonho/utopia) em Memorial do Convento.A Passarola (sonho/utopia) em Memorial do Convento.
A Passarola (sonho/utopia) em Memorial do Convento.
Elisabete
 
Soluções ácidas, básicas e neutras
Soluções ácidas, básicas e neutrasSoluções ácidas, básicas e neutras
Soluções ácidas, básicas e neutras
elisabete1977
 
A passarola (sonho e utopia) em Memorial do Convento
A passarola (sonho e utopia) em Memorial do ConventoA passarola (sonho e utopia) em Memorial do Convento
A passarola (sonho e utopia) em Memorial do Convento
Elisabete
 
MC construção da passarola
MC construção da passarolaMC construção da passarola
MC construção da passarola
AnaFPinto
 
Real vs. Ficcional (MEMORIAL DO CONVENTO)
Real vs. Ficcional (MEMORIAL DO CONVENTO)Real vs. Ficcional (MEMORIAL DO CONVENTO)
Real vs. Ficcional (MEMORIAL DO CONVENTO)
Teresa Ferreira
 
Portugues mc
Portugues mcPortugues mc
Portugues mc
12anogolega
 
Capítulo viii
Capítulo viiiCapítulo viii
Capítulo viii
12anogolega
 
Capítulo IV
Capítulo IVCapítulo IV
Capítulo IV
12anogolega
 
Simbologia de Memorial do Convento
Simbologia de Memorial do ConventoSimbologia de Memorial do Convento
Simbologia de Memorial do Convento
Rui Couto
 
4. inquisição
4. inquisição4. inquisição
4. inquisição
Helena Coutinho
 
Capítulo XXII - MC
Capítulo XXII - MCCapítulo XXII - MC
Capítulo XXII - MC
12anogolega
 
Sistema digestivo
Sistema digestivoSistema digestivo
Sistema digestivo
Cláudia Moura
 
Sistema digestivo
Sistema digestivoSistema digestivo
Sistema digestivo
Catir
 
Texto de opinião
Texto de opiniãoTexto de opinião
Texto de opinião
Susana Sobrenome
 
Sistema Digestivo
Sistema DigestivoSistema Digestivo
Sistema Digestivo
pedropereiraeu
 

Destaque (16)

Memorial convento- José Saramago
Memorial convento- José SaramagoMemorial convento- José Saramago
Memorial convento- José Saramago
 
A Passarola (sonho/utopia) em Memorial do Convento.
A Passarola (sonho/utopia) em Memorial do Convento.A Passarola (sonho/utopia) em Memorial do Convento.
A Passarola (sonho/utopia) em Memorial do Convento.
 
Soluções ácidas, básicas e neutras
Soluções ácidas, básicas e neutrasSoluções ácidas, básicas e neutras
Soluções ácidas, básicas e neutras
 
A passarola (sonho e utopia) em Memorial do Convento
A passarola (sonho e utopia) em Memorial do ConventoA passarola (sonho e utopia) em Memorial do Convento
A passarola (sonho e utopia) em Memorial do Convento
 
MC construção da passarola
MC construção da passarolaMC construção da passarola
MC construção da passarola
 
Real vs. Ficcional (MEMORIAL DO CONVENTO)
Real vs. Ficcional (MEMORIAL DO CONVENTO)Real vs. Ficcional (MEMORIAL DO CONVENTO)
Real vs. Ficcional (MEMORIAL DO CONVENTO)
 
Portugues mc
Portugues mcPortugues mc
Portugues mc
 
Capítulo viii
Capítulo viiiCapítulo viii
Capítulo viii
 
Capítulo IV
Capítulo IVCapítulo IV
Capítulo IV
 
Simbologia de Memorial do Convento
Simbologia de Memorial do ConventoSimbologia de Memorial do Convento
Simbologia de Memorial do Convento
 
4. inquisição
4. inquisição4. inquisição
4. inquisição
 
Capítulo XXII - MC
Capítulo XXII - MCCapítulo XXII - MC
Capítulo XXII - MC
 
Sistema digestivo
Sistema digestivoSistema digestivo
Sistema digestivo
 
Sistema digestivo
Sistema digestivoSistema digestivo
Sistema digestivo
 
Texto de opinião
Texto de opiniãoTexto de opinião
Texto de opinião
 
Sistema Digestivo
Sistema DigestivoSistema Digestivo
Sistema Digestivo
 

Semelhante a Memorial do Convento

Memorial
MemorialMemorial
1367
13671367
1367
Pelo Siro
 
ROMANCE memorial.pdf
ROMANCE memorial.pdfROMANCE memorial.pdf
ROMANCE memorial.pdf
MarciaAlexandra4
 
Memorial do convento
Memorial do conventoMemorial do convento
Memorial do convento
noze_rip
 
Literatura Nos Vestibulares Do Rs
Literatura Nos Vestibulares Do RsLiteratura Nos Vestibulares Do Rs
Literatura Nos Vestibulares Do Rs
Edir Alonso
 
Dom Casmurro
Dom CasmurroDom Casmurro
Dom Casmurro
Cláudia Heloísa
 
Memorial do Convento-Dimensão simbólica
Memorial do Convento-Dimensão simbólicaMemorial do Convento-Dimensão simbólica
Memorial do Convento-Dimensão simbólica
nanasimao
 
Slide e..(1)
Slide   e..(1)Slide   e..(1)
Slide e..(1)
Martielly Cavalcanti
 
Resumos de Português: Memorial do convento
Resumos de Português: Memorial do conventoResumos de Português: Memorial do convento
Resumos de Português: Memorial do convento
Raffaella Ergün
 
Memorial Do Convento
Memorial Do ConventoMemorial Do Convento
Memorial Do Convento
ESVieira do Minho
 
Memorial do convento_[1]
Memorial do convento_[1]Memorial do convento_[1]
Memorial do convento_[1]
quintaldasletras
 
Memorial do convento_[1]
Memorial do convento_[1]Memorial do convento_[1]
Memorial do convento_[1]
quintaldasletras
 
Memorial do convento_[1]
Memorial do convento_[1]Memorial do convento_[1]
Memorial do convento_[1]
quintaldasletras
 
Modernismo de 45
Modernismo de 45Modernismo de 45
Modernismo de 45
Andre Guerra
 
Barroco 2011
Barroco 2011Barroco 2011
Barroco 2011
Barroco 2011Barroco 2011
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 80-81
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 80-81Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 80-81
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 80-81
luisprista
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 82-83
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 82-83Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 82-83
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 82-83
luisprista
 
Qorpo santo maria cristina souza
Qorpo santo maria cristina souzaQorpo santo maria cristina souza
Qorpo santo maria cristina souza
Gladis Maia
 
literaturabrasileira-resumo-150521005228-lva1-app6891.pdf
literaturabrasileira-resumo-150521005228-lva1-app6891.pdfliteraturabrasileira-resumo-150521005228-lva1-app6891.pdf
literaturabrasileira-resumo-150521005228-lva1-app6891.pdf
Kennedy430427
 

Semelhante a Memorial do Convento (20)

Memorial
MemorialMemorial
Memorial
 
1367
13671367
1367
 
ROMANCE memorial.pdf
ROMANCE memorial.pdfROMANCE memorial.pdf
ROMANCE memorial.pdf
 
Memorial do convento
Memorial do conventoMemorial do convento
Memorial do convento
 
Literatura Nos Vestibulares Do Rs
Literatura Nos Vestibulares Do RsLiteratura Nos Vestibulares Do Rs
Literatura Nos Vestibulares Do Rs
 
Dom Casmurro
Dom CasmurroDom Casmurro
Dom Casmurro
 
Memorial do Convento-Dimensão simbólica
Memorial do Convento-Dimensão simbólicaMemorial do Convento-Dimensão simbólica
Memorial do Convento-Dimensão simbólica
 
Slide e..(1)
Slide   e..(1)Slide   e..(1)
Slide e..(1)
 
Resumos de Português: Memorial do convento
Resumos de Português: Memorial do conventoResumos de Português: Memorial do convento
Resumos de Português: Memorial do convento
 
Memorial Do Convento
Memorial Do ConventoMemorial Do Convento
Memorial Do Convento
 
Memorial do convento_[1]
Memorial do convento_[1]Memorial do convento_[1]
Memorial do convento_[1]
 
Memorial do convento_[1]
Memorial do convento_[1]Memorial do convento_[1]
Memorial do convento_[1]
 
Memorial do convento_[1]
Memorial do convento_[1]Memorial do convento_[1]
Memorial do convento_[1]
 
Modernismo de 45
Modernismo de 45Modernismo de 45
Modernismo de 45
 
Barroco 2011
Barroco 2011Barroco 2011
Barroco 2011
 
Barroco 2011
Barroco 2011Barroco 2011
Barroco 2011
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 80-81
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 80-81Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 80-81
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 80-81
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 82-83
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 82-83Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 82-83
Apresentação para décimo segundo ano de 2016 7, aula 82-83
 
Qorpo santo maria cristina souza
Qorpo santo maria cristina souzaQorpo santo maria cristina souza
Qorpo santo maria cristina souza
 
literaturabrasileira-resumo-150521005228-lva1-app6891.pdf
literaturabrasileira-resumo-150521005228-lva1-app6891.pdfliteraturabrasileira-resumo-150521005228-lva1-app6891.pdf
literaturabrasileira-resumo-150521005228-lva1-app6891.pdf
 

Memorial do Convento

  • 1. O Memorial do Convento , de José Saramago (1982) Apontamentos
  • 3.
  • 4.
  • 5.
  • 6.
  • 7.
  • 8.
  • 9.
  • 10. Focalização interna Outras vezes, o narrador assume momentaneamente a perspectiva das personagens que vivem a acção, conferindo mais vivacidade e verosimilhança à narrativa.
  • 11.
  • 12.
  • 13.
  • 14.
  • 15.
  • 16.
  • 17.
  • 18.
  • 19.
  • 20.
  • 21.
  • 22.
  • 23.
  • 24.
  • 25.
  • 26.
  • 27.
  • 28.
  • 29.
  • 30.
  • 31.
  • 32.
  • 33.
  • 34. O espaço social Autos-de-fé
  • 35.
  • 36.
  • 37.
  • 38. O espaço social Tourada
  • 39.
  • 40.
  • 41.
  • 42.
  • 43.
  • 44.
  • 45.
  • 46.
  • 47.
  • 48.
  • 49. TEMPO
  • 50.
  • 51.
  • 52.
  • 53.
  • 54.
  • 55.
  • 56.