SlideShare uma empresa Scribd logo
Informática
Aula 2
Processador
• O processador é o equipamento que funciona
como cérebro do computador, realizando o
processamento e o cálculo das informações que
passam por ele. É composto de:
UC (Unidade de Controle) ULA (Unidade Lógico-Aritmética) Registradores
Exerce funções de controle das
operações
- Envia a todos os componentes do
computador um sinal elétrico regular -
o pulso de "clock" - que fornece uma
referência de tempo para todas as
atividades e permite o sincronismo das
operações internas.
É responsável pelos cálculos e
operações de lógica
São as memórias mais rápidas de
um computador e sua função é o
armazenamento local e temporário
dos dados que estão sendo
processados.
• Há vários processadores atualmente no
mercado. Os principais são fabricados por
duas empresas concorrentes: A Intel e a
AMD.
Processador
INTEL AMD
- CELERON - SEMPROM
- PENTIUM 4 - ATHLON XP
- PENTIUM / CELERON
(notebooks)
- MOBILE ATHLON XP
(notebooks)
- XEON (servidores) - ATHLON 64
- ITANIUM (servidores) - OPTERON (servidores)
Importante: a forma como a arquitetura de um processador
foi elaborada faz com que ele se comunique apenas
através de “chaves” positivas e negativas, assumindo
valores 0 (zero) e 1 (um). Isso significa que para cada
ordem que mandamos o processador executar, ele realiza
milhares de operações apenas usando as “chaves” 0 e 1.
A menor unidade de informação que um computador pode
armazenar então, é este binômio 0 ou 1.
Processador
À este tipo de informação chamamos Código Binário ou
bit, que é a Linguagem de Máquina usada pelos
computadores. Entretanto, utilizar o Bit como padrão para
uma medida de tamanho de informação seria um tanto
cansativo, pois as informações seriam medidas em
milhares de bits. Por isso, a unidade padrão de medida na
informática é o byte, que é o conjunto de 8 (oito) Bits. A
um caractere, como uma letra, associamos um Byte. A
partir deste conceito, foi criada uma nomenclatura para
tratarmos com outras grandezas:
Processador
MEDIDA: REPRESENTA O MESMO QUE:
Bit (b) 0 ou 1 - menor unidade de dado
Byte (B) conjunto de 8 bits ou 1 caractere
Kilobyte (KB) 210
ou 1024 bytes
Megabyte (MB) 210
ou 1024 Kilobytes
Gigabyte (GB) 210
ou 1024 Megabytes
Terabyte (TB) 210
ou 1024 Gigabytes
Petabyte (PB) 210
ou 1024 Terabyte
Hexabyte (HB) 210
ou 1024 Petabyte
Processador
TECNOLOGIAS DE
PROCESSAMENTO
I
Pipelining
Processadores com pipeline são processadores que conseguem executar
fases diferentes de várias instruções ao mesmo tempo. Processadores
antigos não trabalhavam com pipelining. Esse processo foi adotado nos
processadores modernos para otimizar o uso do processador, para que
ele fique com menos áreas ociosas enquanto executa instruções.
II Hyper-Threading
Tecnologia que permite que várias partes de um mesmo programa sejam
executadas simultaneamente pelo processador. Programas podem ser
feitos para rodar em partes separadas, as quais chamamos de thread. Um
processador comum só pode executar uma thread de cada programa por
vez. Quando executamos vários programas ao mesmo tempo, temos a
ilusão de que todos eles estão sendo executados simultaneamente. Na
verdade, o que ocorre é que o processador alterna entre a execução dos
programas. Como isso é feito em frações de segundos, para nós,
usuários, é como se estivessem de fato sendo executados
simultaneamente. Portanto, processadores comuns precisam esperar o
término da execução de uma thread para iniciar outra. Processadores
equipados com Hyper-Threading permitem que antes do fim de uma
thread seja iniciada a execução de outra thread. Isso é conseguido
simulando-se a presença de mais processadores. O processador com
Hyper-Threading “finge” ser dois processadores, quando na realidade,
fisicamente é um só. Para o Hyper-Threading funcionar, tanto a placa-
mãe como o BIOS e o sistema operacional do computador devem ser
compatíveis.
III Dual Core
Enquanto o HT simula a presença de dois processadores físicos, quando
na verdade há apenas um, os processadores Dual Core são
processadores que possuem, fisicamente, um núcleo duplo. Assim, eles
podem trabalhar como dois processadores distintos, apesar de dividirem
entre si os demais recursos, como, em alguns casos, a memória cache.
Na prática, isso quer dizer que é possível executar mais de uma thread de
forma realmente paralela. É possível iniciar a execução de duas threads
ao mesmo tempo.
• O componente central de uma placa-mãe é o chamado
chipset. Chipset, na verdade, é o nome pelo qual é
conhecido um conjunto de chips. Nas placas de CPU
mais antigas, esses chips ficavam espalhados.
Posteriormente reunidos, esses chips passaram a ser
chamados de chipset.
Chipset
O chipset divide-se em dois importantes chips:
•Southbridge (PONTE SUL);
•Northbridge (PONTE NORTE).
•O chip Ponte Sul, por sua vez, estabelece a comunicação
entre os principais dispositivos de entrada e saída por meio
dos barramentos PCI, IDE e outros.
•O chip Ponte Norte é responsável pela comunicação entre
os componentes de maior velocidade do computador. É ele
que faz a comunicação entre a CPU, a memória RAM e o
slot AGP.
Chipset
• O chipset é uma espécie de controlador de tráfego da
placa-mãe. Por ele passam todos os dados e instruções
e é através dele que todos os barramentos conseguem
se interconectar.
Chipset
• A comunicação mais importante num computador se dá
entre a CPU e a memória principal. Mas a CPU também
tem que se comunicar com outros componentes, como
os Dispositivos de Entrada e Saída e as outras
memórias. Toda essa comunicação se dá pelos
Barramentos de Sistema, que são linhas de
comunicação que se estendem por todo o micro,
atingindo grande parte de seus componentes.
Barramentos
Podem ser:
•Barramento de DADOS;
•Barramento de ENDEREÇOS;
•Barramento de CONTROLE.
•Além dos Barramentos de Sistema, como vimos, existem
também os Barramentos de Expansão, que servem para
expandir o poder dos computadores se ligam a eles. Os
equipamentos de entrada e saída e as memórias auxiliares
têm barramentos próprios que devemos conhecer:
Barramentos
ISA Muito comum em micros mais antigos para encaixar placas de expansão,
como modems, placas de som e placas de vídeo. As placas mãe atuais não
contam com esse barramento, porque foi substituído pelo PCI.
Transfere Simultaneamente: 16 bits
PCI Substituiu o barramento ISA. Para conectar placas de expansão. Porém, para
placas de vídeo, não usamos o PCI. Normalmente são fabricadas para serem
conectadas no barramento AGP. Suporta a tecnologia Plug and Play.
Transfere Simultaneamente: 32 bits
AGP Para conectar somente placas de vídeo. Suporta também a tecnologia Plug
and Play.
Transfere Simultaneamente: 32 bits
Barramentos
PCI Express
Veio para substituir o barramento PCI ‘convencional’, podendo ser
usado para diversas placas de expansão (modem, rede, etc). Existem
vários tipos de barramentos (1x, 2x, 4x e 8x), com velocidades maiores
do que a convencional. Importante: existe também o PCI Express x16,
que veio substituir o barramento AGP (somente para placas de vídeo).
Transfere Simultaneamente: 16 bits
IDE
usado para conectar as unidades de armazenamento internas (HD,
Drive de CD, Gravadores de CD, Drives de DVD, etc.) à placa-mãe do
computador. Transfere um byte de cada vez (paralelo).
SCSI
Próprio para discos, como o IDE, e impressoras e scanners de alta
velocidade.Normalmente são usados no mercado de servidores de
rede, sendo incomuns em computadores caseiros. Além disso, dá pra
conectar até 15 equipamentos em um único SCSI.
Transfere Simultaneamente: 8 e 16 bits
Barramentos
PS/2
Barramento atualmente usado para conectar mouse e teclado. Suporta a
tecnologia Plug and Play.
Serial
Liga equipamentos de baixa velocidade, como teclado e mouse. É um
barramento velho e por isso não é encontrado mais nos micros atuais.
Podemos chamar de “barramento serial” ou “barramento RS-232”.
Transferência de um bit por vez (em série)
Paralelo
Liga componentes de maior velocidade, como impressoras e scanners.
Transferência de vários bits simultâneos
Barramentos
USB
Conecta qualquer tipo de equipamento, substituindo a serial, PS/2 e
paralela. Esse barramento foi criado para ser o único barramento
externo de um computador. E é Plug-and-Play/Hot Swap(Trocar)
SATA
Também conhecido como Serial ATA, já é encontrado nas placas
mãe atuais, vindo a substituir o barramento IDE. Mesmo sendo a
transmissão dos dados de um bit por vez, ele é mais rápido que a
transmissão em paralelo.
Barramentos
Fim da aula 2

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

3 introdução ao funcionamento de um sistema informático
3   introdução ao funcionamento de um sistema informático3   introdução ao funcionamento de um sistema informático
3 introdução ao funcionamento de um sistema informático
Lucky Fox
 
Estrutura e funcionamento do computador
Estrutura e funcionamento do computador Estrutura e funcionamento do computador
Estrutura e funcionamento do computador
Mónica Martins
 
Estrutura e funcionamento de um sistema informático
Estrutura e funcionamento de um sistema informáticoEstrutura e funcionamento de um sistema informático
Estrutura e funcionamento de um sistema informático
Susana Oliveira
 
Introdução à estrutura e funcionamento de um sistema informático
Introdução à estrutura e funcionamento de um sistema informáticoIntrodução à estrutura e funcionamento de um sistema informático
Introdução à estrutura e funcionamento de um sistema informático
Ricardo Santos
 
Aula 02 introudção a computação
Aula 02 introudção a computaçãoAula 02 introudção a computação
Aula 02 introudção a computação
Matheus Brito
 
TIC Unidade 1.3. Estrutura e funcionamento de um computador
TIC Unidade 1.3.   Estrutura e funcionamento de um computadorTIC Unidade 1.3.   Estrutura e funcionamento de um computador
TIC Unidade 1.3. Estrutura e funcionamento de um computador
filipereira
 
Informática para Concursos Públicos (Slide 1)
Informática para Concursos Públicos (Slide 1)Informática para Concursos Públicos (Slide 1)
Informática para Concursos Públicos (Slide 1)
Ítalo Holanda
 
Componentes basicos do pc
Componentes basicos do pcComponentes basicos do pc
Componentes basicos do pc
João Santos de Santana
 
Caracteristicas do Computador
Caracteristicas do ComputadorCaracteristicas do Computador
Caracteristicas do Computador
Diego Alexandre da Silva
 
Aula 3 sistema computacional (hardware e software)
Aula 3   sistema computacional (hardware e software)Aula 3   sistema computacional (hardware e software)
Aula 3 sistema computacional (hardware e software)
Vitor Hugo Melo Araújo
 
Sistema Informático
Sistema InformáticoSistema Informático
Sistema Informático
crbmonteiro
 
Principais componentes de um computador.
Principais componentes de um computador.Principais componentes de um computador.
Principais componentes de um computador.
Iva Leão
 
Informatica aplicada
Informatica aplicadaInformatica aplicada
Informatica aplicada
Cycyro Soares
 
Fundamento Hardware - Aula 004
Fundamento Hardware - Aula 004Fundamento Hardware - Aula 004
Fundamento Hardware - Aula 004
Cláudio Amaral
 
Introdução à Informática - Módulo 1 - O Computador
Introdução à Informática - Módulo 1 - O ComputadorIntrodução à Informática - Módulo 1 - O Computador
Introdução à Informática - Módulo 1 - O Computador
Ministério Público da Paraíba
 
Estrutura básica de um computador
Estrutura básica de um computadorEstrutura básica de um computador
Estrutura básica de um computador
Ana Covas Grilo
 
Sistema informático parte i
Sistema informático parte iSistema informático parte i
Sistema informático parte i
Eurisa Silva
 
Itic estrutura do sistema informático
Itic estrutura do sistema informáticoItic estrutura do sistema informático
Itic estrutura do sistema informático
Katy Castanho
 
Fundamento Hardware - Aula 003
Fundamento Hardware - Aula 003Fundamento Hardware - Aula 003
Fundamento Hardware - Aula 003
Cláudio Amaral
 
Informática conceitos básicos
Informática   conceitos básicosInformática   conceitos básicos
Informática conceitos básicos
ThierryCC
 

Mais procurados (20)

3 introdução ao funcionamento de um sistema informático
3   introdução ao funcionamento de um sistema informático3   introdução ao funcionamento de um sistema informático
3 introdução ao funcionamento de um sistema informático
 
Estrutura e funcionamento do computador
Estrutura e funcionamento do computador Estrutura e funcionamento do computador
Estrutura e funcionamento do computador
 
Estrutura e funcionamento de um sistema informático
Estrutura e funcionamento de um sistema informáticoEstrutura e funcionamento de um sistema informático
Estrutura e funcionamento de um sistema informático
 
Introdução à estrutura e funcionamento de um sistema informático
Introdução à estrutura e funcionamento de um sistema informáticoIntrodução à estrutura e funcionamento de um sistema informático
Introdução à estrutura e funcionamento de um sistema informático
 
Aula 02 introudção a computação
Aula 02 introudção a computaçãoAula 02 introudção a computação
Aula 02 introudção a computação
 
TIC Unidade 1.3. Estrutura e funcionamento de um computador
TIC Unidade 1.3.   Estrutura e funcionamento de um computadorTIC Unidade 1.3.   Estrutura e funcionamento de um computador
TIC Unidade 1.3. Estrutura e funcionamento de um computador
 
Informática para Concursos Públicos (Slide 1)
Informática para Concursos Públicos (Slide 1)Informática para Concursos Públicos (Slide 1)
Informática para Concursos Públicos (Slide 1)
 
Componentes basicos do pc
Componentes basicos do pcComponentes basicos do pc
Componentes basicos do pc
 
Caracteristicas do Computador
Caracteristicas do ComputadorCaracteristicas do Computador
Caracteristicas do Computador
 
Aula 3 sistema computacional (hardware e software)
Aula 3   sistema computacional (hardware e software)Aula 3   sistema computacional (hardware e software)
Aula 3 sistema computacional (hardware e software)
 
Sistema Informático
Sistema InformáticoSistema Informático
Sistema Informático
 
Principais componentes de um computador.
Principais componentes de um computador.Principais componentes de um computador.
Principais componentes de um computador.
 
Informatica aplicada
Informatica aplicadaInformatica aplicada
Informatica aplicada
 
Fundamento Hardware - Aula 004
Fundamento Hardware - Aula 004Fundamento Hardware - Aula 004
Fundamento Hardware - Aula 004
 
Introdução à Informática - Módulo 1 - O Computador
Introdução à Informática - Módulo 1 - O ComputadorIntrodução à Informática - Módulo 1 - O Computador
Introdução à Informática - Módulo 1 - O Computador
 
Estrutura básica de um computador
Estrutura básica de um computadorEstrutura básica de um computador
Estrutura básica de um computador
 
Sistema informático parte i
Sistema informático parte iSistema informático parte i
Sistema informático parte i
 
Itic estrutura do sistema informático
Itic estrutura do sistema informáticoItic estrutura do sistema informático
Itic estrutura do sistema informático
 
Fundamento Hardware - Aula 003
Fundamento Hardware - Aula 003Fundamento Hardware - Aula 003
Fundamento Hardware - Aula 003
 
Informática conceitos básicos
Informática   conceitos básicosInformática   conceitos básicos
Informática conceitos básicos
 

Destaque

Internet
InternetInternet
Internet
Rafaela Coimbra
 
Redes sociais aula 5
Redes sociais   aula 5Redes sociais   aula 5
Redes sociais aula 5
Fernando Vieira
 
Informática básica todos os cursos
Informática básica todos os cursosInformática básica todos os cursos
Informática básica todos os cursos
alexandrino02
 
Redes sociais aula 1
Redes sociais   aula 1Redes sociais   aula 1
Redes sociais aula 1
Fernando Vieira
 
Inclusão digital meu slide
Inclusão digital meu slideInclusão digital meu slide
Inclusão digital meu slide
cidaeed
 
Introdução à informática
Introdução à informáticaIntrodução à informática
Introdução à informática
Daniel Brandão
 
Palestra - Profissão: Desenvolvedor
Palestra - Profissão: DesenvolvedorPalestra - Profissão: Desenvolvedor
Palestra - Profissão: Desenvolvedor
Daniel Brandão
 
O idoso e o computador
O idoso e o computadorO idoso e o computador
O idoso e o computador
Catarina Alende Kist
 
CapíTulo 1 IntroduçãO à InformáTica
CapíTulo 1   IntroduçãO à InformáTicaCapíTulo 1   IntroduçãO à InformáTica
CapíTulo 1 IntroduçãO à InformáTica
guest501765
 
Ambiente web aula 02
Ambiente web   aula 02Ambiente web   aula 02
Ambiente web aula 02
Fernando Vieira
 
A utilização do computador e Internet por idosos
A utilização do computador e Internet por idososA utilização do computador e Internet por idosos
A utilização do computador e Internet por idosos
Rita Brito
 
Ambiente web aula 01
Ambiente web   aula 01Ambiente web   aula 01
Ambiente web aula 01
Fernando Vieira
 
Inclusão digital
Inclusão digital Inclusão digital
Inclusão digital
homnia
 
Projeto: Inclusão Digital Para A Melhor Idade
Projeto: Inclusão Digital Para A Melhor IdadeProjeto: Inclusão Digital Para A Melhor Idade
Projeto: Inclusão Digital Para A Melhor Idade
LABICEDCOM
 
Introdução à informática
Introdução à informáticaIntrodução à informática
Introdução à informática
Adeildo Telles
 
EJA- Inclusão Digital
EJA- Inclusão DigitalEJA- Inclusão Digital
EJA- Inclusão Digital
Jaqueline Hillebrand
 
CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA
CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICACURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA
CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA
Leonam dos Santos
 
Oficina de Iniciação a Informática
Oficina de Iniciação a InformáticaOficina de Iniciação a Informática
Oficina de Iniciação a Informática
marcelasb
 
Material aula informática básica
Material aula informática básicaMaterial aula informática básica
Material aula informática básica
Carlos Melo
 

Destaque (19)

Internet
InternetInternet
Internet
 
Redes sociais aula 5
Redes sociais   aula 5Redes sociais   aula 5
Redes sociais aula 5
 
Informática básica todos os cursos
Informática básica todos os cursosInformática básica todos os cursos
Informática básica todos os cursos
 
Redes sociais aula 1
Redes sociais   aula 1Redes sociais   aula 1
Redes sociais aula 1
 
Inclusão digital meu slide
Inclusão digital meu slideInclusão digital meu slide
Inclusão digital meu slide
 
Introdução à informática
Introdução à informáticaIntrodução à informática
Introdução à informática
 
Palestra - Profissão: Desenvolvedor
Palestra - Profissão: DesenvolvedorPalestra - Profissão: Desenvolvedor
Palestra - Profissão: Desenvolvedor
 
O idoso e o computador
O idoso e o computadorO idoso e o computador
O idoso e o computador
 
CapíTulo 1 IntroduçãO à InformáTica
CapíTulo 1   IntroduçãO à InformáTicaCapíTulo 1   IntroduçãO à InformáTica
CapíTulo 1 IntroduçãO à InformáTica
 
Ambiente web aula 02
Ambiente web   aula 02Ambiente web   aula 02
Ambiente web aula 02
 
A utilização do computador e Internet por idosos
A utilização do computador e Internet por idososA utilização do computador e Internet por idosos
A utilização do computador e Internet por idosos
 
Ambiente web aula 01
Ambiente web   aula 01Ambiente web   aula 01
Ambiente web aula 01
 
Inclusão digital
Inclusão digital Inclusão digital
Inclusão digital
 
Projeto: Inclusão Digital Para A Melhor Idade
Projeto: Inclusão Digital Para A Melhor IdadeProjeto: Inclusão Digital Para A Melhor Idade
Projeto: Inclusão Digital Para A Melhor Idade
 
Introdução à informática
Introdução à informáticaIntrodução à informática
Introdução à informática
 
EJA- Inclusão Digital
EJA- Inclusão DigitalEJA- Inclusão Digital
EJA- Inclusão Digital
 
CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA
CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICACURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA
CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA
 
Oficina de Iniciação a Informática
Oficina de Iniciação a InformáticaOficina de Iniciação a Informática
Oficina de Iniciação a Informática
 
Material aula informática básica
Material aula informática básicaMaterial aula informática básica
Material aula informática básica
 

Semelhante a Informática - Aula 2

Hardware
HardwareHardware
Hardware
Glaucia Timbó
 
Processadores
ProcessadoresProcessadores
Processadores
Moises Melo
 
Placa mãe e barramentos
Placa mãe e barramentosPlaca mãe e barramentos
Placa mãe e barramentos
Neil Azevedo
 
Hardware de sistemas
Hardware de sistemasHardware de sistemas
Hardware de sistemas
Thalles Anderson
 
Mod 2 Hardware
Mod 2   HardwareMod 2   Hardware
Mod 2 Hardware
Walter Cunha
 
Barramentos
Barramentos Barramentos
Barramentos
Bruna Ribeiro Vieira
 
Arquitetura de-computadores
Arquitetura de-computadoresArquitetura de-computadores
Arquitetura de-computadores
Pimentel
 
Unidade II - hardware
Unidade II -  hardwareUnidade II -  hardware
Unidade II - hardware
Daniel Moura
 
As mother boards
As mother boardsAs mother boards
As mother boards
cabaldreams
 
As mother boards
As mother boardsAs mother boards
As mother boards
dgtavares
 
Processadores
ProcessadoresProcessadores
Processadores
Daniela Oura
 
Introdução aos periféricos
Introdução aos periféricosIntrodução aos periféricos
Introdução aos periféricos
Henrique Quirino
 
Placa Mãe - Atualizado 29/10/2014
Placa Mãe - Atualizado 29/10/2014Placa Mãe - Atualizado 29/10/2014
Placa Mãe - Atualizado 29/10/2014
Evandro Júnior
 
Curso informtica manuten o - inicial
Curso informtica   manuten o - inicialCurso informtica   manuten o - inicial
Curso informtica manuten o - inicial
Tiago
 
Trabalho de SI - Fábio Pavani!.pptx
Trabalho de SI - Fábio Pavani!.pptxTrabalho de SI - Fábio Pavani!.pptx
Trabalho de SI - Fábio Pavani!.pptx
BernardoPinto20
 
Barramentos [modo de compatibilidade]
Barramentos [modo de compatibilidade]Barramentos [modo de compatibilidade]
Barramentos [modo de compatibilidade]
Marcos Amauri
 
3 info 2_hardware_apresentacao
3 info 2_hardware_apresentacao3 info 2_hardware_apresentacao
3 info 2_hardware_apresentacao
alforreca567
 
aula0-linux.ppt
aula0-linux.pptaula0-linux.ppt
aula0-linux.ppt
ssuserbcf84d
 
Discos barramentos e portas de comunicação
Discos barramentos e portas de comunicaçãoDiscos barramentos e portas de comunicação
Discos barramentos e portas de comunicação
simoesflavio
 
Infomática básica para concursos hardware e software
Infomática básica para concursos   hardware e softwareInfomática básica para concursos   hardware e software
Infomática básica para concursos hardware e software
comopassaremconcurso.com.br
 

Semelhante a Informática - Aula 2 (20)

Hardware
HardwareHardware
Hardware
 
Processadores
ProcessadoresProcessadores
Processadores
 
Placa mãe e barramentos
Placa mãe e barramentosPlaca mãe e barramentos
Placa mãe e barramentos
 
Hardware de sistemas
Hardware de sistemasHardware de sistemas
Hardware de sistemas
 
Mod 2 Hardware
Mod 2   HardwareMod 2   Hardware
Mod 2 Hardware
 
Barramentos
Barramentos Barramentos
Barramentos
 
Arquitetura de-computadores
Arquitetura de-computadoresArquitetura de-computadores
Arquitetura de-computadores
 
Unidade II - hardware
Unidade II -  hardwareUnidade II -  hardware
Unidade II - hardware
 
As mother boards
As mother boardsAs mother boards
As mother boards
 
As mother boards
As mother boardsAs mother boards
As mother boards
 
Processadores
ProcessadoresProcessadores
Processadores
 
Introdução aos periféricos
Introdução aos periféricosIntrodução aos periféricos
Introdução aos periféricos
 
Placa Mãe - Atualizado 29/10/2014
Placa Mãe - Atualizado 29/10/2014Placa Mãe - Atualizado 29/10/2014
Placa Mãe - Atualizado 29/10/2014
 
Curso informtica manuten o - inicial
Curso informtica   manuten o - inicialCurso informtica   manuten o - inicial
Curso informtica manuten o - inicial
 
Trabalho de SI - Fábio Pavani!.pptx
Trabalho de SI - Fábio Pavani!.pptxTrabalho de SI - Fábio Pavani!.pptx
Trabalho de SI - Fábio Pavani!.pptx
 
Barramentos [modo de compatibilidade]
Barramentos [modo de compatibilidade]Barramentos [modo de compatibilidade]
Barramentos [modo de compatibilidade]
 
3 info 2_hardware_apresentacao
3 info 2_hardware_apresentacao3 info 2_hardware_apresentacao
3 info 2_hardware_apresentacao
 
aula0-linux.ppt
aula0-linux.pptaula0-linux.ppt
aula0-linux.ppt
 
Discos barramentos e portas de comunicação
Discos barramentos e portas de comunicaçãoDiscos barramentos e portas de comunicação
Discos barramentos e portas de comunicação
 
Infomática básica para concursos hardware e software
Infomática básica para concursos   hardware e softwareInfomática básica para concursos   hardware e software
Infomática básica para concursos hardware e software
 

Mais de IBEST ESCOLA

Segurança e higiene do trabalho - Aula 6
Segurança e higiene do trabalho - Aula 6Segurança e higiene do trabalho - Aula 6
Segurança e higiene do trabalho - Aula 6
IBEST ESCOLA
 
Segurança e higiene do trabalho - Aula 5
Segurança e higiene do trabalho - Aula 5Segurança e higiene do trabalho - Aula 5
Segurança e higiene do trabalho - Aula 5
IBEST ESCOLA
 
Segurança e higiene do trabalho - Aula 4
Segurança e higiene do trabalho - Aula 4Segurança e higiene do trabalho - Aula 4
Segurança e higiene do trabalho - Aula 4
IBEST ESCOLA
 
Segurança e higiene do trabalho - Aula 3
Segurança e higiene do trabalho - Aula 3Segurança e higiene do trabalho - Aula 3
Segurança e higiene do trabalho - Aula 3
IBEST ESCOLA
 
Segurança e higiene do trabalho - Aula 2
Segurança e higiene do trabalho - Aula 2Segurança e higiene do trabalho - Aula 2
Segurança e higiene do trabalho - Aula 2
IBEST ESCOLA
 
Segurança e higiene do trabalho - Aula 1
Segurança e higiene do trabalho - Aula 1Segurança e higiene do trabalho - Aula 1
Segurança e higiene do trabalho - Aula 1
IBEST ESCOLA
 
Matemática - Aula 5
Matemática - Aula 5Matemática - Aula 5
Matemática - Aula 5
IBEST ESCOLA
 
Matemática - Aula 2
Matemática - Aula 2Matemática - Aula 2
Matemática - Aula 2
IBEST ESCOLA
 
Matemática - Aula 3
Matemática - Aula 3Matemática - Aula 3
Matemática - Aula 3
IBEST ESCOLA
 
Matemática - Aula 4
Matemática - Aula 4Matemática - Aula 4
Matemática - Aula 4
IBEST ESCOLA
 
Matemática - Aula 1
Matemática - Aula 1Matemática - Aula 1
Matemática - Aula 1
IBEST ESCOLA
 
Matemática - Aula 6
Matemática - Aula 6Matemática - Aula 6
Matemática - Aula 6
IBEST ESCOLA
 
Matemática - Aula 7
Matemática - Aula 7Matemática - Aula 7
Matemática - Aula 7
IBEST ESCOLA
 
Metrologia - Aula 2
Metrologia - Aula 2Metrologia - Aula 2
Metrologia - Aula 2
IBEST ESCOLA
 
Metrologia - Aula 3
Metrologia - Aula 3Metrologia - Aula 3
Metrologia - Aula 3
IBEST ESCOLA
 
Metrologia - Aula 4
Metrologia - Aula 4Metrologia - Aula 4
Metrologia - Aula 4
IBEST ESCOLA
 
Metrologia - Aula 1
Metrologia - Aula 1Metrologia - Aula 1
Metrologia - Aula 1
IBEST ESCOLA
 
Inglês técnico - Aula 7
Inglês técnico  - Aula 7Inglês técnico  - Aula 7
Inglês técnico - Aula 7
IBEST ESCOLA
 
Inglês técnico - Aula 6
Inglês técnico - Aula 6Inglês técnico - Aula 6
Inglês técnico - Aula 6
IBEST ESCOLA
 
Inglês técnico - Aula 5
Inglês técnico - Aula 5Inglês técnico - Aula 5
Inglês técnico - Aula 5
IBEST ESCOLA
 

Mais de IBEST ESCOLA (20)

Segurança e higiene do trabalho - Aula 6
Segurança e higiene do trabalho - Aula 6Segurança e higiene do trabalho - Aula 6
Segurança e higiene do trabalho - Aula 6
 
Segurança e higiene do trabalho - Aula 5
Segurança e higiene do trabalho - Aula 5Segurança e higiene do trabalho - Aula 5
Segurança e higiene do trabalho - Aula 5
 
Segurança e higiene do trabalho - Aula 4
Segurança e higiene do trabalho - Aula 4Segurança e higiene do trabalho - Aula 4
Segurança e higiene do trabalho - Aula 4
 
Segurança e higiene do trabalho - Aula 3
Segurança e higiene do trabalho - Aula 3Segurança e higiene do trabalho - Aula 3
Segurança e higiene do trabalho - Aula 3
 
Segurança e higiene do trabalho - Aula 2
Segurança e higiene do trabalho - Aula 2Segurança e higiene do trabalho - Aula 2
Segurança e higiene do trabalho - Aula 2
 
Segurança e higiene do trabalho - Aula 1
Segurança e higiene do trabalho - Aula 1Segurança e higiene do trabalho - Aula 1
Segurança e higiene do trabalho - Aula 1
 
Matemática - Aula 5
Matemática - Aula 5Matemática - Aula 5
Matemática - Aula 5
 
Matemática - Aula 2
Matemática - Aula 2Matemática - Aula 2
Matemática - Aula 2
 
Matemática - Aula 3
Matemática - Aula 3Matemática - Aula 3
Matemática - Aula 3
 
Matemática - Aula 4
Matemática - Aula 4Matemática - Aula 4
Matemática - Aula 4
 
Matemática - Aula 1
Matemática - Aula 1Matemática - Aula 1
Matemática - Aula 1
 
Matemática - Aula 6
Matemática - Aula 6Matemática - Aula 6
Matemática - Aula 6
 
Matemática - Aula 7
Matemática - Aula 7Matemática - Aula 7
Matemática - Aula 7
 
Metrologia - Aula 2
Metrologia - Aula 2Metrologia - Aula 2
Metrologia - Aula 2
 
Metrologia - Aula 3
Metrologia - Aula 3Metrologia - Aula 3
Metrologia - Aula 3
 
Metrologia - Aula 4
Metrologia - Aula 4Metrologia - Aula 4
Metrologia - Aula 4
 
Metrologia - Aula 1
Metrologia - Aula 1Metrologia - Aula 1
Metrologia - Aula 1
 
Inglês técnico - Aula 7
Inglês técnico  - Aula 7Inglês técnico  - Aula 7
Inglês técnico - Aula 7
 
Inglês técnico - Aula 6
Inglês técnico - Aula 6Inglês técnico - Aula 6
Inglês técnico - Aula 6
 
Inglês técnico - Aula 5
Inglês técnico - Aula 5Inglês técnico - Aula 5
Inglês técnico - Aula 5
 

Último

EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Miguel Delamontagne
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
portaladministradores
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdfLivro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
CarolineSaback2
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Falcão Brasil
 
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptxA Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
tamirissousa11
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
Sandra Pratas
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdfLivro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
 
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptxA Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 

Informática - Aula 2

  • 2. Processador • O processador é o equipamento que funciona como cérebro do computador, realizando o processamento e o cálculo das informações que passam por ele. É composto de: UC (Unidade de Controle) ULA (Unidade Lógico-Aritmética) Registradores Exerce funções de controle das operações - Envia a todos os componentes do computador um sinal elétrico regular - o pulso de "clock" - que fornece uma referência de tempo para todas as atividades e permite o sincronismo das operações internas. É responsável pelos cálculos e operações de lógica São as memórias mais rápidas de um computador e sua função é o armazenamento local e temporário dos dados que estão sendo processados.
  • 3. • Há vários processadores atualmente no mercado. Os principais são fabricados por duas empresas concorrentes: A Intel e a AMD. Processador INTEL AMD - CELERON - SEMPROM - PENTIUM 4 - ATHLON XP - PENTIUM / CELERON (notebooks) - MOBILE ATHLON XP (notebooks) - XEON (servidores) - ATHLON 64 - ITANIUM (servidores) - OPTERON (servidores)
  • 4. Importante: a forma como a arquitetura de um processador foi elaborada faz com que ele se comunique apenas através de “chaves” positivas e negativas, assumindo valores 0 (zero) e 1 (um). Isso significa que para cada ordem que mandamos o processador executar, ele realiza milhares de operações apenas usando as “chaves” 0 e 1. A menor unidade de informação que um computador pode armazenar então, é este binômio 0 ou 1. Processador
  • 5. À este tipo de informação chamamos Código Binário ou bit, que é a Linguagem de Máquina usada pelos computadores. Entretanto, utilizar o Bit como padrão para uma medida de tamanho de informação seria um tanto cansativo, pois as informações seriam medidas em milhares de bits. Por isso, a unidade padrão de medida na informática é o byte, que é o conjunto de 8 (oito) Bits. A um caractere, como uma letra, associamos um Byte. A partir deste conceito, foi criada uma nomenclatura para tratarmos com outras grandezas: Processador
  • 6. MEDIDA: REPRESENTA O MESMO QUE: Bit (b) 0 ou 1 - menor unidade de dado Byte (B) conjunto de 8 bits ou 1 caractere Kilobyte (KB) 210 ou 1024 bytes Megabyte (MB) 210 ou 1024 Kilobytes Gigabyte (GB) 210 ou 1024 Megabytes Terabyte (TB) 210 ou 1024 Gigabytes Petabyte (PB) 210 ou 1024 Terabyte Hexabyte (HB) 210 ou 1024 Petabyte Processador
  • 7. TECNOLOGIAS DE PROCESSAMENTO I Pipelining Processadores com pipeline são processadores que conseguem executar fases diferentes de várias instruções ao mesmo tempo. Processadores antigos não trabalhavam com pipelining. Esse processo foi adotado nos processadores modernos para otimizar o uso do processador, para que ele fique com menos áreas ociosas enquanto executa instruções. II Hyper-Threading Tecnologia que permite que várias partes de um mesmo programa sejam executadas simultaneamente pelo processador. Programas podem ser feitos para rodar em partes separadas, as quais chamamos de thread. Um processador comum só pode executar uma thread de cada programa por vez. Quando executamos vários programas ao mesmo tempo, temos a ilusão de que todos eles estão sendo executados simultaneamente. Na verdade, o que ocorre é que o processador alterna entre a execução dos programas. Como isso é feito em frações de segundos, para nós, usuários, é como se estivessem de fato sendo executados simultaneamente. Portanto, processadores comuns precisam esperar o término da execução de uma thread para iniciar outra. Processadores equipados com Hyper-Threading permitem que antes do fim de uma thread seja iniciada a execução de outra thread. Isso é conseguido simulando-se a presença de mais processadores. O processador com Hyper-Threading “finge” ser dois processadores, quando na realidade, fisicamente é um só. Para o Hyper-Threading funcionar, tanto a placa- mãe como o BIOS e o sistema operacional do computador devem ser compatíveis. III Dual Core Enquanto o HT simula a presença de dois processadores físicos, quando na verdade há apenas um, os processadores Dual Core são processadores que possuem, fisicamente, um núcleo duplo. Assim, eles podem trabalhar como dois processadores distintos, apesar de dividirem entre si os demais recursos, como, em alguns casos, a memória cache. Na prática, isso quer dizer que é possível executar mais de uma thread de forma realmente paralela. É possível iniciar a execução de duas threads ao mesmo tempo.
  • 8. • O componente central de uma placa-mãe é o chamado chipset. Chipset, na verdade, é o nome pelo qual é conhecido um conjunto de chips. Nas placas de CPU mais antigas, esses chips ficavam espalhados. Posteriormente reunidos, esses chips passaram a ser chamados de chipset. Chipset
  • 9. O chipset divide-se em dois importantes chips: •Southbridge (PONTE SUL); •Northbridge (PONTE NORTE). •O chip Ponte Sul, por sua vez, estabelece a comunicação entre os principais dispositivos de entrada e saída por meio dos barramentos PCI, IDE e outros. •O chip Ponte Norte é responsável pela comunicação entre os componentes de maior velocidade do computador. É ele que faz a comunicação entre a CPU, a memória RAM e o slot AGP. Chipset
  • 10. • O chipset é uma espécie de controlador de tráfego da placa-mãe. Por ele passam todos os dados e instruções e é através dele que todos os barramentos conseguem se interconectar. Chipset
  • 11. • A comunicação mais importante num computador se dá entre a CPU e a memória principal. Mas a CPU também tem que se comunicar com outros componentes, como os Dispositivos de Entrada e Saída e as outras memórias. Toda essa comunicação se dá pelos Barramentos de Sistema, que são linhas de comunicação que se estendem por todo o micro, atingindo grande parte de seus componentes. Barramentos
  • 12. Podem ser: •Barramento de DADOS; •Barramento de ENDEREÇOS; •Barramento de CONTROLE. •Além dos Barramentos de Sistema, como vimos, existem também os Barramentos de Expansão, que servem para expandir o poder dos computadores se ligam a eles. Os equipamentos de entrada e saída e as memórias auxiliares têm barramentos próprios que devemos conhecer: Barramentos
  • 13. ISA Muito comum em micros mais antigos para encaixar placas de expansão, como modems, placas de som e placas de vídeo. As placas mãe atuais não contam com esse barramento, porque foi substituído pelo PCI. Transfere Simultaneamente: 16 bits PCI Substituiu o barramento ISA. Para conectar placas de expansão. Porém, para placas de vídeo, não usamos o PCI. Normalmente são fabricadas para serem conectadas no barramento AGP. Suporta a tecnologia Plug and Play. Transfere Simultaneamente: 32 bits AGP Para conectar somente placas de vídeo. Suporta também a tecnologia Plug and Play. Transfere Simultaneamente: 32 bits Barramentos
  • 14. PCI Express Veio para substituir o barramento PCI ‘convencional’, podendo ser usado para diversas placas de expansão (modem, rede, etc). Existem vários tipos de barramentos (1x, 2x, 4x e 8x), com velocidades maiores do que a convencional. Importante: existe também o PCI Express x16, que veio substituir o barramento AGP (somente para placas de vídeo). Transfere Simultaneamente: 16 bits IDE usado para conectar as unidades de armazenamento internas (HD, Drive de CD, Gravadores de CD, Drives de DVD, etc.) à placa-mãe do computador. Transfere um byte de cada vez (paralelo). SCSI Próprio para discos, como o IDE, e impressoras e scanners de alta velocidade.Normalmente são usados no mercado de servidores de rede, sendo incomuns em computadores caseiros. Além disso, dá pra conectar até 15 equipamentos em um único SCSI. Transfere Simultaneamente: 8 e 16 bits Barramentos
  • 15. PS/2 Barramento atualmente usado para conectar mouse e teclado. Suporta a tecnologia Plug and Play. Serial Liga equipamentos de baixa velocidade, como teclado e mouse. É um barramento velho e por isso não é encontrado mais nos micros atuais. Podemos chamar de “barramento serial” ou “barramento RS-232”. Transferência de um bit por vez (em série) Paralelo Liga componentes de maior velocidade, como impressoras e scanners. Transferência de vários bits simultâneos Barramentos
  • 16. USB Conecta qualquer tipo de equipamento, substituindo a serial, PS/2 e paralela. Esse barramento foi criado para ser o único barramento externo de um computador. E é Plug-and-Play/Hot Swap(Trocar) SATA Também conhecido como Serial ATA, já é encontrado nas placas mãe atuais, vindo a substituir o barramento IDE. Mesmo sendo a transmissão dos dados de um bit por vez, ele é mais rápido que a transmissão em paralelo. Barramentos