SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 22
Baixar para ler offline
Descubra 4 pilares para aumentar a
eficiência de operações portuárias
OPERAÇÕES
PORTUÁRIAS
“Seguir bons princípios é uma
forma eficiente de lidar com a
realidade.”
- Ray Dalio
1. Introdução
O transporte marítimo é a espinha dorsal
de todo o comércio mundial. Para se ter
uma ideia do tamanho e de sua
importância, mais de 70% do volume de
mercadorias comercializadas
globalmente são transportadas pelo mar.
No passado, as nações mais poderosas
eram as que iniciaram a expansão
marítima e dominavam as principais
rotas comerciais. De lá para cá muita
coisa mudou. Porém, a importância deste
tipo de transporte para o comércio
internacional continua o mesmo.
Neste contexto, a logística
portuária de um país é muito
importante para fortalecer suas
empresas, para o desenvolvimento
econômico e crescimento da
cadeia produtiva.
No Brasil, somente em 2021 foram
movimentados 1.210 bilhões de
toneladas em portos públicos e
terminais privados. O volume
representou um crescimento de
4,8% em relação ao ano anterior, de
acordo com a Agência Nacional de
Transporte Aquaviário (ANTAQ).
Com toda esta representatividade, é muito importante que portos públicos e
terminais privados tenham uma boa estratégia e organização, para aumentar
a sua produtividade e evitar gargalos em suas operações.
Neste e-book, vamos apresentar os principais pilares para aumentar a
eficiência na logística portuária.
Esperamos que de alguma forma o conteúdo deste e-book possa auxiliar no
desenvolvimento do seu trabalho.
Boa leitura!
OBJETIVO
Os desafios da
logística portuária
no Brasil
Os desafios da logística
portuária no Brasil
Como vimos anteriormente, mais de 1 bilhão de
toneladas são movimentados anualmente via
portos públicos e terminais privados.
Apesar do grande volume de mercadorias que
entram e saem do Brasil, ainda existe um longo
caminho a ser percorrido para o
desenvolvimento deste modal. Ainda são
necessários investimentos a longo prazo em
infraestrutura para aumentar a competitividade
e eficiência do setor no Brasil.
Existem muitas oportunidades e
desafios para o setor. No ranking de
eficiência dos serviços portuários, o
Brasil figura em 91º (de 139 países) no
ranking do Fórum Econômico Mundial.
O país conta com quase 100 portos e
terminais marítimos espalhados ao
longo de cerca de 8 mil quilômetros de
costa. Mesmo assim, percebe-se um
baixo aproveitamento do potencial
logístico, principalmente nas
movimentações internas, onde o modal
rodoviário ainda é o maior responsável
pelo transporte de cargas entre
Estados.
Felizmente, existem alguns avanços em relação
ao modal aquaviário. A BR do Mar, projeto que
visa ampliar e dar mais competitividade ao
transporte marítimo e à cabotagem, aos
poucos vem saindo do papel.
Este tipo de investimento pode baratear
custos no transporte de longas distâncias,
reduzir o impacto ambiental e otimizar e
encurtar rotas de transporte rodoviário.
Além disso, Parcerias Público Privadas devem trazer ainda mais investimentos tanto para
portos públicos, quanto para terminais portuários nos próximos anos.
As perspectivas para o segmento são positivas. Por isso, é necessário pensarmos em
estratégias para aumentar a eficiência dos portos e terminais existentes no país.
Nas próximas páginas listamos os quatro principais pilares para aumentar a eficiência
logística de terminais.
A infraestrutura é um dos maiores gargalos
logísticos do país. Entre os principais problemas
enfrentados pelos portos brasileiros estão a
dificuldade de acesso aos terminais de carga,
falta de pátios para estacionamento de
caminhões, entre outros.
Além disso, a profundidade dos portos também
é um gargalo para o comércio internacional.
Estudos apontam que dois terços do sistema
portuário brasileiro não está preparado para
receber navios de grande porte.
Primeiro pilar: Infraestrutura
Estes problemas são os grandes
responsáveis por gerar filas de
navios esperando para atracar
nos portos brasileiros,
principalmente em períodos de
maior demanda por
determinados produtos, como a
safra da soja, por exemplo.
Além de reduzir a eficiência dos
portos, a falta de infraestrutura
aumenta os custos e a segurança
da integridade da carga, já que o
material pode ficar exposto às
condições climáticas.
Uma maior profundidade dos portos permite o recebimento de navios com maior
capacidade de carga, o que reduz as filas de espera na barra para atracar. Já melhorias
dos acessos terrestres à área do porto agilizam o processo de carga e descarga, o que
faz com que o navio fique atracado por menos tempo.
Portanto, o primeiro pilar para melhorar a eficiência portuária está relacionado aos
investimentos públicos e privados para melhorias de acessos rodoviários, ferroviários e
marítimos.
Segundo Pilar: Pessoas
Não importa o tipo ou o tamanho da empresa,
são as pessoas as responsáveis pelo seu
sucesso ou fracasso. E quando falamos em
operações portuárias, isso não é diferente!
De nada adianta investimentos em infraestrutura
e tecnologia de ponta se não tivermos
profissionais qualificados para operar
equipamentos da melhor maneira possível.
As novas tecnologias trouxeram novos
desafios profissionais e é preciso oferecer
alternativas para que os colaboradores da
sua empresa possam se desenvolver.
Portanto, o investimento em treinamentos e
capacitações dos operadores portuários é de
extrema importância para a eficiência do
terminal.
A melhoria da comunicação interna também
é um ponto muito importante para melhorar
o desempenho das equipes. Estabelecer
canais de comunicação reduz os ruídos da
mensagem e potencializa o entendimento
dos objetivos e metas da empresa por parte
dos colaboradores.
Além disso, é preciso criar estratégias para valorizar
as equipes. Estabelecer metas de produtividade
alcançáveis e reconhecer os colaboradores que
se destacam na atividade, seja com bonificações,
seja com promoções, é uma excelente maneira
de motivar a equipe.
Profissionais que se sentem valorizados possuem
uma produtividade maior e reduzem a necessidade
de retrabalhos. Portanto, o investimento nas
pessoas que formam a sua equipe
impacta diretamente na eficiência
operacional do terminal.
Terceiro pilar: Gestão
A gestão é um dos principais pilares quando
falamos em eficiência portuária.
Investimentos nessa área são essenciais para
melhorar a competitividade do setor, agilizar o
processo de carga e descarga e aumentar a
capacidade portuária, trazendo ganhos para toda
a cadeia logística.
Estabelecer processos e acompanhar
indicadores estão entre os principais pontos para
melhorar a gestão interna de terminais
portuários.
Este processo começa antes mesmo do
navio chegar perto da costa, por meio
do agendamento e acompanhamento
em tempo real das embarcações. Assim,
é possível antecipar e programar as
operações necessárias para agilizar o
processo de carga e descarga.
Além disso, criar e acompanhar
checklists dos passos necessários para
atracar, carregar/descarregar e
abastecer o navio é muito importante
para garantir que a operação está sendo
realizada corretamente e sem
problemas.
Acompanhar indicadores de desempenho
ajuda a identificar gargalos e oportunidades
de melhoria na eficiência do terminal
portuário. Alguns dos indicadores mais
utilizados são: contêineres movimentados
por hora, tempo médio em que os navios
ficaram atracados, tempo ocioso dos
equipamentos e tempo de
espera de caminhões
dentro do terminal.
Quarto pilar: Tecnologia
A tecnologia é um pilar importante para aumentar a
eficiência em terminais portuários. A digitalização
impulsiona o crescimento do setor, agiliza processos e
organiza a gestão do terminal como um todo.
A tecnologia vem evoluindo e os investimentos neste pilar
são obrigatórios, principalmente em um setor responsável
por movimentar a maior parte do comércio internacional.
Por isso, é importante contar com sistemas integrados
que agilizam e otimizam toda a operação da cadeia
logística.
O Portus, da KMM, é um sistema para gestão
portuária e de offshores completo, que
permite realizar o agendamento e
acompanhamento dos navios em tempo
real, possibilitando um melhor planejamento
das operações do porto.
Além disso, é possível acompanhar
operações de load e backload dos navios,
estabelecer checklists de conformidades
baseadas nas demandas, controlar o
estoque, monitorar os principais KPIs
operacionais e gerar relatórios de porto.
Tudo isso em uma única plataforma que
pode ser integrada a outros sistemas, como
TMS, WMS e TOS.
E então? Que tal conhecer um pouco mais
sobre o Portus, o sistema de gestão de
portos e de offshores da KMM? Converse
com nossa equipe comercial e solicite uma
demonstração.
Por enquanto é isso...

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a 4 pilares logística portuária

E book desafios_da_logistica
E book desafios_da_logisticaE book desafios_da_logistica
E book desafios_da_logisticaNivia Rodrigues
 
“Tendências na Indústria dos Portos” – Pedro Miguel Mendes
“Tendências na Indústria dos Portos” – Pedro Miguel Mendes“Tendências na Indústria dos Portos” – Pedro Miguel Mendes
“Tendências na Indústria dos Portos” – Pedro Miguel Mendesaplop
 
14º Fórum Anual Portos
14º Fórum Anual Portos14º Fórum Anual Portos
14º Fórum Anual PortosJuliana Ruffo
 
Aula 23 transportes e comércio exterior do brasil
Aula 23   transportes e comércio exterior do brasilAula 23   transportes e comércio exterior do brasil
Aula 23 transportes e comércio exterior do brasilJonatas Carlos
 
Comex INfoco: “Gestão Portuária: Oportunidades e Desafios da Profissão no Bra...
Comex INfoco: “Gestão Portuária: Oportunidades e Desafios da Profissão no Bra...Comex INfoco: “Gestão Portuária: Oportunidades e Desafios da Profissão no Bra...
Comex INfoco: “Gestão Portuária: Oportunidades e Desafios da Profissão no Bra...ABRACOMEX
 
A importância do planejamento portuário para a logística de mercado
A importância do planejamento portuário para a logística de mercadoA importância do planejamento portuário para a logística de mercado
A importância do planejamento portuário para a logística de mercadoJediel Silva
 
Rui Carlos Botter, ex-presidente do Instituto Panamericano de Engenharia Naval
Rui Carlos Botter, ex-presidente do Instituto Panamericano de Engenharia NavalRui Carlos Botter, ex-presidente do Instituto Panamericano de Engenharia Naval
Rui Carlos Botter, ex-presidente do Instituto Panamericano de Engenharia NavalLuiz de Queiroz
 
Rui Carlos Botter, ex presidente do instituto panamericano de engenharia naval
Rui Carlos Botter, ex presidente do instituto panamericano de engenharia navalRui Carlos Botter, ex presidente do instituto panamericano de engenharia naval
Rui Carlos Botter, ex presidente do instituto panamericano de engenharia navalJornal GGN
 
Latinports Boletim Informativo Maio-Agosto de 2012
Latinports Boletim Informativo Maio-Agosto de 2012Latinports Boletim Informativo Maio-Agosto de 2012
Latinports Boletim Informativo Maio-Agosto de 2012latinports
 
Slides - Programa Comex INfoco: "Logística Internacional e Seus Principais M...
Slides - Programa Comex INfoco:  "Logística Internacional e Seus Principais M...Slides - Programa Comex INfoco:  "Logística Internacional e Seus Principais M...
Slides - Programa Comex INfoco: "Logística Internacional e Seus Principais M...ABRACOMEX
 
Bndes dimensionamento do potencial de investimento para o setor portuário p
Bndes dimensionamento do potencial de investimento para o setor portuário pBndes dimensionamento do potencial de investimento para o setor portuário p
Bndes dimensionamento do potencial de investimento para o setor portuário pIsis Perdigão
 
Informativo OpenTech
Informativo OpenTechInformativo OpenTech
Informativo OpenTechCintia Galvan
 
Investimentos portuarios-brasil-bahia
Investimentos portuarios-brasil-bahiaInvestimentos portuarios-brasil-bahia
Investimentos portuarios-brasil-bahiaPortal iBahia
 

Semelhante a 4 pilares logística portuária (20)

E book desafios_da_logistica
E book desafios_da_logisticaE book desafios_da_logistica
E book desafios_da_logistica
 
“Tendências na Indústria dos Portos” – Pedro Miguel Mendes
“Tendências na Indústria dos Portos” – Pedro Miguel Mendes“Tendências na Indústria dos Portos” – Pedro Miguel Mendes
“Tendências na Indústria dos Portos” – Pedro Miguel Mendes
 
14º Fórum Anual Portos
14º Fórum Anual Portos14º Fórum Anual Portos
14º Fórum Anual Portos
 
COMPETÊNCIA OPERACIONAL
COMPETÊNCIA OPERACIONALCOMPETÊNCIA OPERACIONAL
COMPETÊNCIA OPERACIONAL
 
COMPETÊNCIA OPERACIONAL
COMPETÊNCIA OPERACIONALCOMPETÊNCIA OPERACIONAL
COMPETÊNCIA OPERACIONAL
 
Aula 23 transportes e comércio exterior do brasil
Aula 23   transportes e comércio exterior do brasilAula 23   transportes e comércio exterior do brasil
Aula 23 transportes e comércio exterior do brasil
 
Comex INfoco: “Gestão Portuária: Oportunidades e Desafios da Profissão no Bra...
Comex INfoco: “Gestão Portuária: Oportunidades e Desafios da Profissão no Bra...Comex INfoco: “Gestão Portuária: Oportunidades e Desafios da Profissão no Bra...
Comex INfoco: “Gestão Portuária: Oportunidades e Desafios da Profissão no Bra...
 
Modal Rodoviário
Modal RodoviárioModal Rodoviário
Modal Rodoviário
 
A importância do planejamento portuário para a logística de mercado
A importância do planejamento portuário para a logística de mercadoA importância do planejamento portuário para a logística de mercado
A importância do planejamento portuário para a logística de mercado
 
Modal rodoviario
Modal  rodoviarioModal  rodoviario
Modal rodoviario
 
Rui Carlos Botter, ex-presidente do Instituto Panamericano de Engenharia Naval
Rui Carlos Botter, ex-presidente do Instituto Panamericano de Engenharia NavalRui Carlos Botter, ex-presidente do Instituto Panamericano de Engenharia Naval
Rui Carlos Botter, ex-presidente do Instituto Panamericano de Engenharia Naval
 
Rui Carlos Botter, ex presidente do instituto panamericano de engenharia naval
Rui Carlos Botter, ex presidente do instituto panamericano de engenharia navalRui Carlos Botter, ex presidente do instituto panamericano de engenharia naval
Rui Carlos Botter, ex presidente do instituto panamericano de engenharia naval
 
Revista APS N.º 74 - Abril 2018
Revista APS N.º 74 - Abril 2018Revista APS N.º 74 - Abril 2018
Revista APS N.º 74 - Abril 2018
 
Latinports Boletim Informativo Maio-Agosto de 2012
Latinports Boletim Informativo Maio-Agosto de 2012Latinports Boletim Informativo Maio-Agosto de 2012
Latinports Boletim Informativo Maio-Agosto de 2012
 
Cabotagem, novo conceito
Cabotagem, novo conceito Cabotagem, novo conceito
Cabotagem, novo conceito
 
Slides - Programa Comex INfoco: "Logística Internacional e Seus Principais M...
Slides - Programa Comex INfoco:  "Logística Internacional e Seus Principais M...Slides - Programa Comex INfoco:  "Logística Internacional e Seus Principais M...
Slides - Programa Comex INfoco: "Logística Internacional e Seus Principais M...
 
Bndes dimensionamento do potencial de investimento para o setor portuário p
Bndes dimensionamento do potencial de investimento para o setor portuário pBndes dimensionamento do potencial de investimento para o setor portuário p
Bndes dimensionamento do potencial de investimento para o setor portuário p
 
4ctaquaviario
4ctaquaviario4ctaquaviario
4ctaquaviario
 
Informativo OpenTech
Informativo OpenTechInformativo OpenTech
Informativo OpenTech
 
Investimentos portuarios-brasil-bahia
Investimentos portuarios-brasil-bahiaInvestimentos portuarios-brasil-bahia
Investimentos portuarios-brasil-bahia
 

Mais de Marcos Boaventura

Tipos de Cargas - Conhecendo suas Características e Classificações.ppt
Tipos de Cargas - Conhecendo suas Características e Classificações.pptTipos de Cargas - Conhecendo suas Características e Classificações.ppt
Tipos de Cargas - Conhecendo suas Características e Classificações.pptMarcos Boaventura
 
Aula 5 - Transporte Hidroviário ou Aquaviário.ppt
Aula 5 - Transporte Hidroviário ou Aquaviário.pptAula 5 - Transporte Hidroviário ou Aquaviário.ppt
Aula 5 - Transporte Hidroviário ou Aquaviário.pptMarcos Boaventura
 
540203410-s09-s9-Material-Port-Terminals-and-Cargo-Operations-1.pptx
540203410-s09-s9-Material-Port-Terminals-and-Cargo-Operations-1.pptx540203410-s09-s9-Material-Port-Terminals-and-Cargo-Operations-1.pptx
540203410-s09-s9-Material-Port-Terminals-and-Cargo-Operations-1.pptxMarcos Boaventura
 
6565165455566666665161-PORT-OPERATIONS.ppt
6565165455566666665161-PORT-OPERATIONS.ppt6565165455566666665161-PORT-OPERATIONS.ppt
6565165455566666665161-PORT-OPERATIONS.pptMarcos Boaventura
 
5245365485445633558 - Marketing Portuario.ppt
5245365485445633558 - Marketing Portuario.ppt5245365485445633558 - Marketing Portuario.ppt
5245365485445633558 - Marketing Portuario.pptMarcos Boaventura
 
ATIVIDADE 2 - Pós Eng. Port..docx
ATIVIDADE 2 - Pós Eng. Port..docxATIVIDADE 2 - Pós Eng. Port..docx
ATIVIDADE 2 - Pós Eng. Port..docxMarcos Boaventura
 
AULA-11-REGRESSAO-LINEAR-pptx.pptx
AULA-11-REGRESSAO-LINEAR-pptx.pptxAULA-11-REGRESSAO-LINEAR-pptx.pptx
AULA-11-REGRESSAO-LINEAR-pptx.pptxMarcos Boaventura
 
Linear Process Diagram by Slidesgo.pptx
Linear Process Diagram by Slidesgo.pptxLinear Process Diagram by Slidesgo.pptx
Linear Process Diagram by Slidesgo.pptxMarcos Boaventura
 
aulas-Gestao-Portuaria-2.ppt
aulas-Gestao-Portuaria-2.pptaulas-Gestao-Portuaria-2.ppt
aulas-Gestao-Portuaria-2.pptMarcos Boaventura
 
Aula_3_Estrategia de operações.pptx
Aula_3_Estrategia de operações.pptxAula_3_Estrategia de operações.pptx
Aula_3_Estrategia de operações.pptxMarcos Boaventura
 
Relatorio-Estatistico-Abril-2023.pdf
Relatorio-Estatistico-Abril-2023.pdfRelatorio-Estatistico-Abril-2023.pdf
Relatorio-Estatistico-Abril-2023.pdfMarcos Boaventura
 
Template+para+construção+de+e-book.pptx
Template+para+construção+de+e-book.pptxTemplate+para+construção+de+e-book.pptx
Template+para+construção+de+e-book.pptxMarcos Boaventura
 
Apresentacao Sergio - FENOP.pptx
Apresentacao Sergio - FENOP.pptxApresentacao Sergio - FENOP.pptx
Apresentacao Sergio - FENOP.pptxMarcos Boaventura
 

Mais de Marcos Boaventura (20)

Tipos de Cargas - Conhecendo suas Características e Classificações.ppt
Tipos de Cargas - Conhecendo suas Características e Classificações.pptTipos de Cargas - Conhecendo suas Características e Classificações.ppt
Tipos de Cargas - Conhecendo suas Características e Classificações.ppt
 
Aula 5 - Transporte Hidroviário ou Aquaviário.ppt
Aula 5 - Transporte Hidroviário ou Aquaviário.pptAula 5 - Transporte Hidroviário ou Aquaviário.ppt
Aula 5 - Transporte Hidroviário ou Aquaviário.ppt
 
540203410-s09-s9-Material-Port-Terminals-and-Cargo-Operations-1.pptx
540203410-s09-s9-Material-Port-Terminals-and-Cargo-Operations-1.pptx540203410-s09-s9-Material-Port-Terminals-and-Cargo-Operations-1.pptx
540203410-s09-s9-Material-Port-Terminals-and-Cargo-Operations-1.pptx
 
6565165455566666665161-PORT-OPERATIONS.ppt
6565165455566666665161-PORT-OPERATIONS.ppt6565165455566666665161-PORT-OPERATIONS.ppt
6565165455566666665161-PORT-OPERATIONS.ppt
 
5245365485445633558 - Marketing Portuario.ppt
5245365485445633558 - Marketing Portuario.ppt5245365485445633558 - Marketing Portuario.ppt
5245365485445633558 - Marketing Portuario.ppt
 
ATIVIDADE 2 - Pós Eng. Port..docx
ATIVIDADE 2 - Pós Eng. Port..docxATIVIDADE 2 - Pós Eng. Port..docx
ATIVIDADE 2 - Pós Eng. Port..docx
 
PNV_3411_2017.ppt
PNV_3411_2017.pptPNV_3411_2017.ppt
PNV_3411_2017.ppt
 
6-teoria-de-filas-ppt.ppt
6-teoria-de-filas-ppt.ppt6-teoria-de-filas-ppt.ppt
6-teoria-de-filas-ppt.ppt
 
Diagramas de processo.pdf
Diagramas de processo.pdfDiagramas de processo.pdf
Diagramas de processo.pdf
 
Slides da aula de PPHO.pdf
Slides da aula de PPHO.pdfSlides da aula de PPHO.pdf
Slides da aula de PPHO.pdf
 
Slides da aula de PPHO.pdf
Slides da aula de PPHO.pdfSlides da aula de PPHO.pdf
Slides da aula de PPHO.pdf
 
AULA-11-REGRESSAO-LINEAR-pptx.pptx
AULA-11-REGRESSAO-LINEAR-pptx.pptxAULA-11-REGRESSAO-LINEAR-pptx.pptx
AULA-11-REGRESSAO-LINEAR-pptx.pptx
 
Linear Process Diagram by Slidesgo.pptx
Linear Process Diagram by Slidesgo.pptxLinear Process Diagram by Slidesgo.pptx
Linear Process Diagram by Slidesgo.pptx
 
Facebook Ads.pdf
Facebook Ads.pdfFacebook Ads.pdf
Facebook Ads.pdf
 
aulas-Gestao-Portuaria-2.ppt
aulas-Gestao-Portuaria-2.pptaulas-Gestao-Portuaria-2.ppt
aulas-Gestao-Portuaria-2.ppt
 
Aula_3_Estrategia de operações.pptx
Aula_3_Estrategia de operações.pptxAula_3_Estrategia de operações.pptx
Aula_3_Estrategia de operações.pptx
 
Relatorio-Estatistico-Abril-2023.pdf
Relatorio-Estatistico-Abril-2023.pdfRelatorio-Estatistico-Abril-2023.pdf
Relatorio-Estatistico-Abril-2023.pdf
 
teste tradução.pdf
teste tradução.pdfteste tradução.pdf
teste tradução.pdf
 
Template+para+construção+de+e-book.pptx
Template+para+construção+de+e-book.pptxTemplate+para+construção+de+e-book.pptx
Template+para+construção+de+e-book.pptx
 
Apresentacao Sergio - FENOP.pptx
Apresentacao Sergio - FENOP.pptxApresentacao Sergio - FENOP.pptx
Apresentacao Sergio - FENOP.pptx
 

Último

Resistencias dos materiais I - Tensao.pptx
Resistencias dos materiais I - Tensao.pptxResistencias dos materiais I - Tensao.pptx
Resistencias dos materiais I - Tensao.pptxjuliocameloUFC
 
Patrimonio Edificado da Ilha de Moçambique.pptx
Patrimonio Edificado da Ilha de Moçambique.pptxPatrimonio Edificado da Ilha de Moçambique.pptx
Patrimonio Edificado da Ilha de Moçambique.pptxAssimoIovahale
 
AE03 - VIBRACOES MECANICAS E ACUSTICAS.docx
AE03 - VIBRACOES MECANICAS E ACUSTICAS.docxAE03 - VIBRACOES MECANICAS E ACUSTICAS.docx
AE03 - VIBRACOES MECANICAS E ACUSTICAS.docxConsultoria Acadêmica
 
Gestão de obras e projetos - Associação Nacional de Hospitais Privados
Gestão de obras e projetos - Associação Nacional de Hospitais PrivadosGestão de obras e projetos - Associação Nacional de Hospitais Privados
Gestão de obras e projetos - Associação Nacional de Hospitais PrivadosGuilhermeLucio9
 
Banco Sul-Americano do Brasil -2023.pptx
Banco Sul-Americano do Brasil -2023.pptxBanco Sul-Americano do Brasil -2023.pptx
Banco Sul-Americano do Brasil -2023.pptxTherionAkkad2
 
AE03 - TEORIAS DA ADMINISTRACAO UNICESUMAR 51/2024
AE03 - TEORIAS DA ADMINISTRACAO UNICESUMAR 51/2024AE03 - TEORIAS DA ADMINISTRACAO UNICESUMAR 51/2024
AE03 - TEORIAS DA ADMINISTRACAO UNICESUMAR 51/2024Consultoria Acadêmica
 
Aulas Práticas da Disciplina de Desenho Técnico Projetivo _ Passei Direto.pdf
Aulas Práticas da Disciplina de Desenho Técnico Projetivo _ Passei Direto.pdfAulas Práticas da Disciplina de Desenho Técnico Projetivo _ Passei Direto.pdf
Aulas Práticas da Disciplina de Desenho Técnico Projetivo _ Passei Direto.pdfMateusSerraRodrigues1
 

Último (7)

Resistencias dos materiais I - Tensao.pptx
Resistencias dos materiais I - Tensao.pptxResistencias dos materiais I - Tensao.pptx
Resistencias dos materiais I - Tensao.pptx
 
Patrimonio Edificado da Ilha de Moçambique.pptx
Patrimonio Edificado da Ilha de Moçambique.pptxPatrimonio Edificado da Ilha de Moçambique.pptx
Patrimonio Edificado da Ilha de Moçambique.pptx
 
AE03 - VIBRACOES MECANICAS E ACUSTICAS.docx
AE03 - VIBRACOES MECANICAS E ACUSTICAS.docxAE03 - VIBRACOES MECANICAS E ACUSTICAS.docx
AE03 - VIBRACOES MECANICAS E ACUSTICAS.docx
 
Gestão de obras e projetos - Associação Nacional de Hospitais Privados
Gestão de obras e projetos - Associação Nacional de Hospitais PrivadosGestão de obras e projetos - Associação Nacional de Hospitais Privados
Gestão de obras e projetos - Associação Nacional de Hospitais Privados
 
Banco Sul-Americano do Brasil -2023.pptx
Banco Sul-Americano do Brasil -2023.pptxBanco Sul-Americano do Brasil -2023.pptx
Banco Sul-Americano do Brasil -2023.pptx
 
AE03 - TEORIAS DA ADMINISTRACAO UNICESUMAR 51/2024
AE03 - TEORIAS DA ADMINISTRACAO UNICESUMAR 51/2024AE03 - TEORIAS DA ADMINISTRACAO UNICESUMAR 51/2024
AE03 - TEORIAS DA ADMINISTRACAO UNICESUMAR 51/2024
 
Aulas Práticas da Disciplina de Desenho Técnico Projetivo _ Passei Direto.pdf
Aulas Práticas da Disciplina de Desenho Técnico Projetivo _ Passei Direto.pdfAulas Práticas da Disciplina de Desenho Técnico Projetivo _ Passei Direto.pdf
Aulas Práticas da Disciplina de Desenho Técnico Projetivo _ Passei Direto.pdf
 

4 pilares logística portuária

  • 1. Descubra 4 pilares para aumentar a eficiência de operações portuárias OPERAÇÕES PORTUÁRIAS
  • 2. “Seguir bons princípios é uma forma eficiente de lidar com a realidade.” - Ray Dalio
  • 3. 1. Introdução O transporte marítimo é a espinha dorsal de todo o comércio mundial. Para se ter uma ideia do tamanho e de sua importância, mais de 70% do volume de mercadorias comercializadas globalmente são transportadas pelo mar. No passado, as nações mais poderosas eram as que iniciaram a expansão marítima e dominavam as principais rotas comerciais. De lá para cá muita coisa mudou. Porém, a importância deste tipo de transporte para o comércio internacional continua o mesmo.
  • 4. Neste contexto, a logística portuária de um país é muito importante para fortalecer suas empresas, para o desenvolvimento econômico e crescimento da cadeia produtiva. No Brasil, somente em 2021 foram movimentados 1.210 bilhões de toneladas em portos públicos e terminais privados. O volume representou um crescimento de 4,8% em relação ao ano anterior, de acordo com a Agência Nacional de Transporte Aquaviário (ANTAQ).
  • 5. Com toda esta representatividade, é muito importante que portos públicos e terminais privados tenham uma boa estratégia e organização, para aumentar a sua produtividade e evitar gargalos em suas operações. Neste e-book, vamos apresentar os principais pilares para aumentar a eficiência na logística portuária. Esperamos que de alguma forma o conteúdo deste e-book possa auxiliar no desenvolvimento do seu trabalho. Boa leitura! OBJETIVO
  • 6. Os desafios da logística portuária no Brasil
  • 7. Os desafios da logística portuária no Brasil Como vimos anteriormente, mais de 1 bilhão de toneladas são movimentados anualmente via portos públicos e terminais privados. Apesar do grande volume de mercadorias que entram e saem do Brasil, ainda existe um longo caminho a ser percorrido para o desenvolvimento deste modal. Ainda são necessários investimentos a longo prazo em infraestrutura para aumentar a competitividade e eficiência do setor no Brasil.
  • 8. Existem muitas oportunidades e desafios para o setor. No ranking de eficiência dos serviços portuários, o Brasil figura em 91º (de 139 países) no ranking do Fórum Econômico Mundial. O país conta com quase 100 portos e terminais marítimos espalhados ao longo de cerca de 8 mil quilômetros de costa. Mesmo assim, percebe-se um baixo aproveitamento do potencial logístico, principalmente nas movimentações internas, onde o modal rodoviário ainda é o maior responsável pelo transporte de cargas entre Estados.
  • 9. Felizmente, existem alguns avanços em relação ao modal aquaviário. A BR do Mar, projeto que visa ampliar e dar mais competitividade ao transporte marítimo e à cabotagem, aos poucos vem saindo do papel. Este tipo de investimento pode baratear custos no transporte de longas distâncias, reduzir o impacto ambiental e otimizar e encurtar rotas de transporte rodoviário.
  • 10. Além disso, Parcerias Público Privadas devem trazer ainda mais investimentos tanto para portos públicos, quanto para terminais portuários nos próximos anos. As perspectivas para o segmento são positivas. Por isso, é necessário pensarmos em estratégias para aumentar a eficiência dos portos e terminais existentes no país. Nas próximas páginas listamos os quatro principais pilares para aumentar a eficiência logística de terminais.
  • 11. A infraestrutura é um dos maiores gargalos logísticos do país. Entre os principais problemas enfrentados pelos portos brasileiros estão a dificuldade de acesso aos terminais de carga, falta de pátios para estacionamento de caminhões, entre outros. Além disso, a profundidade dos portos também é um gargalo para o comércio internacional. Estudos apontam que dois terços do sistema portuário brasileiro não está preparado para receber navios de grande porte. Primeiro pilar: Infraestrutura
  • 12. Estes problemas são os grandes responsáveis por gerar filas de navios esperando para atracar nos portos brasileiros, principalmente em períodos de maior demanda por determinados produtos, como a safra da soja, por exemplo. Além de reduzir a eficiência dos portos, a falta de infraestrutura aumenta os custos e a segurança da integridade da carga, já que o material pode ficar exposto às condições climáticas.
  • 13. Uma maior profundidade dos portos permite o recebimento de navios com maior capacidade de carga, o que reduz as filas de espera na barra para atracar. Já melhorias dos acessos terrestres à área do porto agilizam o processo de carga e descarga, o que faz com que o navio fique atracado por menos tempo. Portanto, o primeiro pilar para melhorar a eficiência portuária está relacionado aos investimentos públicos e privados para melhorias de acessos rodoviários, ferroviários e marítimos.
  • 14. Segundo Pilar: Pessoas Não importa o tipo ou o tamanho da empresa, são as pessoas as responsáveis pelo seu sucesso ou fracasso. E quando falamos em operações portuárias, isso não é diferente! De nada adianta investimentos em infraestrutura e tecnologia de ponta se não tivermos profissionais qualificados para operar equipamentos da melhor maneira possível.
  • 15. As novas tecnologias trouxeram novos desafios profissionais e é preciso oferecer alternativas para que os colaboradores da sua empresa possam se desenvolver. Portanto, o investimento em treinamentos e capacitações dos operadores portuários é de extrema importância para a eficiência do terminal. A melhoria da comunicação interna também é um ponto muito importante para melhorar o desempenho das equipes. Estabelecer canais de comunicação reduz os ruídos da mensagem e potencializa o entendimento dos objetivos e metas da empresa por parte dos colaboradores.
  • 16. Além disso, é preciso criar estratégias para valorizar as equipes. Estabelecer metas de produtividade alcançáveis e reconhecer os colaboradores que se destacam na atividade, seja com bonificações, seja com promoções, é uma excelente maneira de motivar a equipe. Profissionais que se sentem valorizados possuem uma produtividade maior e reduzem a necessidade de retrabalhos. Portanto, o investimento nas pessoas que formam a sua equipe impacta diretamente na eficiência operacional do terminal.
  • 17. Terceiro pilar: Gestão A gestão é um dos principais pilares quando falamos em eficiência portuária. Investimentos nessa área são essenciais para melhorar a competitividade do setor, agilizar o processo de carga e descarga e aumentar a capacidade portuária, trazendo ganhos para toda a cadeia logística. Estabelecer processos e acompanhar indicadores estão entre os principais pontos para melhorar a gestão interna de terminais portuários.
  • 18. Este processo começa antes mesmo do navio chegar perto da costa, por meio do agendamento e acompanhamento em tempo real das embarcações. Assim, é possível antecipar e programar as operações necessárias para agilizar o processo de carga e descarga. Além disso, criar e acompanhar checklists dos passos necessários para atracar, carregar/descarregar e abastecer o navio é muito importante para garantir que a operação está sendo realizada corretamente e sem problemas.
  • 19. Acompanhar indicadores de desempenho ajuda a identificar gargalos e oportunidades de melhoria na eficiência do terminal portuário. Alguns dos indicadores mais utilizados são: contêineres movimentados por hora, tempo médio em que os navios ficaram atracados, tempo ocioso dos equipamentos e tempo de espera de caminhões dentro do terminal.
  • 20. Quarto pilar: Tecnologia A tecnologia é um pilar importante para aumentar a eficiência em terminais portuários. A digitalização impulsiona o crescimento do setor, agiliza processos e organiza a gestão do terminal como um todo. A tecnologia vem evoluindo e os investimentos neste pilar são obrigatórios, principalmente em um setor responsável por movimentar a maior parte do comércio internacional. Por isso, é importante contar com sistemas integrados que agilizam e otimizam toda a operação da cadeia logística.
  • 21. O Portus, da KMM, é um sistema para gestão portuária e de offshores completo, que permite realizar o agendamento e acompanhamento dos navios em tempo real, possibilitando um melhor planejamento das operações do porto. Além disso, é possível acompanhar operações de load e backload dos navios, estabelecer checklists de conformidades baseadas nas demandas, controlar o estoque, monitorar os principais KPIs operacionais e gerar relatórios de porto. Tudo isso em uma única plataforma que pode ser integrada a outros sistemas, como TMS, WMS e TOS.
  • 22. E então? Que tal conhecer um pouco mais sobre o Portus, o sistema de gestão de portos e de offshores da KMM? Converse com nossa equipe comercial e solicite uma demonstração. Por enquanto é isso...