SlideShare uma empresa Scribd logo
FFUUNNÇÇÕÕEESS DDAA 
LLIINNGGUUAAGGEEMM
ELEMENTOS DA 
COMUNICAÇÃO 
• Emissor – emite, codifica a mensagem 
• Receptor – recebe, decodifica a mensagem 
• Mensagem- conteúdo transmitido pelo emissor 
• Código – conjunto de signos usado na transmissão e recepção 
da mensagem 
• Referente – contexto relacionado a emissor e receptor 
• Canal – meio pelo qual circula a mensagem 
Obs: As atitudes e reações dos comunicantes são também 
referentes e exercem influência sobre a comunicação.
Funções da Linguagem 
O emissor, ao transmitir uma mensagem, sempre tem um objetivo: informar 
algo, demonstrar seus sentimentos, convencer alguém a fazer algo, entre 
outros. Consequentemente, a linguagem passa a ter uma função que são 
denominadas, de acordo com Jakobson, assim: 
• Função Referencial - centrada no referente 
• Função Apelativa ou Conativa - centrada no receptor 
• Função Emotiva - centrada no emissor 
• Função Metalinguística - centrada no código 
• Função Fática - centrada no canal 
• Função Poética - centrada na mensagem
Obs: Em um mesmo contexto, duas ou 
mais funções podem ocorrer 
simultaneamente: uma poesia em que 
o autor discorra sobre o que ele 
sente ao escrever poesias tem as 
linguagens poética, emotiva e 
metalinguística ao mesmo tempo.
Função Referencial 
• Os textos centrados no referente, 
têm predominância da função 
referencial. O objetivo do emissor é 
informar. Também chamada de 
denotativa ou de informativa. São 
exemplos de função denotativa a 
linguagem jornalística e a científica.
• Ex: 
• Pesquisas apontam que os jovens 
estão bebendo de forma 
inconsequente nos últimos tempos. 
• Acará ou cará é o nome genérico 
atribuído a diversos peixes da família 
dos ciclídeos.
Características da 
Função Referencial 
• Centralizada no referente. 
• Quando o emissor procura oferecer informações 
da realidade de forma objetiva e direta. 
• Linguagem denotativa. 
• Prevalece a 3ª pessoa do singular. 
• Linguagem usada nas notícias de jornal e livros 
científicos.
Função Conativa 
Ocorre a função conativa ou apelativa, quando o 
texto é centrado no receptor. Tenta-se 
convencer o receptor a praticar determinada ação. 
É comum o uso do verbo no Imperativo, como 
“Compre aqui e concorra a este lindo carro”. 
• “Compre aqui...” é a tentativa do emissor de 
convencer o receptor a praticar a ação de comprar 
ali. 
• Consumidor, venha hoje mesmo adquirir seu carro 
zero...
Características da 
Função Conativa ou 
apelativa 
• Centraliza-se no receptor. 
• O emissor procura influenciar o 
comportamento do receptor. 
• Como o emissor se dirige ao receptor, é 
comum o uso de tu e você, ou nome da 
pessoa, além dos vocativos e imperativo. 
• Usada nos discursos, sermões e 
propagandas que se dirigem diretamente ao 
consumidor.
Função Emotiva 
Os textos centrados no emissor têm 
predominância da função emotiva ou 
expressiva. Ela ocorre quando o 
emissor demonstra seus sentimentos 
ou emite suas opiniões ou sensações a 
respeito de algum assunto ou pessoa.
Ex: 
•Tenho duas mãos e o sentimento do 
mundo. CDA 
•Agora que sinto amor/ tenho interesse 
nos perfumes. Alberto Caeiro
Características da 
Função Emotiva 
• Centralizada no emissor, revelando 
sua opinião, sua emoção. 
• Nela prevalece a 1ª pessoa do 
singular, interjeições e exclamações. 
• É a linguagem das biografias, 
memórias, poesias líricas e cartas de 
amor.
Função Metalinguística 
Nos textos centrados no código, 
predomina a função metalinguística. É 
a utilização do código para falar dele 
mesmo. Uma pessoa falando do ato de 
falar, outra escrevendo sobre o ato 
de escrever, palavras que explicam o 
significado de outra palavra.
• Ex: 
• Escrevo porque gosto de escrever. Ao 
passar as ideias para o papel, sinto-me 
realizada... 
• Corisco _co-ris-co_ s.m informal 
Relâmpago de pouca intensidade. 
Dicionário didático. São Paulo 
SM,2007. p.273
Características da 
Função Metalinguística 
• Centralizada no código, usando a linguagem para 
falar dela mesma. 
• A poesia que fala da poesia, da sua função e do 
poeta, um texto que comenta outro texto. 
• Principalmente dicionários são repositórios de 
metalinguagem.
Função Fática 
Os textos centrados no canal têm 
predominância da função fática. Ela 
ocorre, quando o emissor testa o 
canal de comunicação, a fim de 
observar se o receptor o entendeu. 
São perguntas como “não é mesmo?”, 
“você está entendendo?”, “cê tá 
ligado?”, ou frases como “alô!”, “oi”.
• Ex: -Alô 
-Alô 
-Hummm 
-Heinnn? 
-Alô
Características da 
Função Fática 
• Centralizada no canal, tendo como 
objetivo prolongar ou não o contato 
com o receptor, testar a eficiência 
do canal ou garantir a manutenção do 
contato comunicativo. 
• Linguagem das falas telefônicas, 
saudações e similares.
E aí, cara, tudo 
bem? 
- Tudo, e lá? 
- Indo, tipo 
assim, né? 
- Pô, e a 
meninada? 
- É, sei lá, vai
Sinal Fechado 
Chico Buarque 
- Olá! Como vai? 
- Eu vou indo. E você, tudo bem? 
- Tudo bem! Eu vou indo, correndo pegar meu lugar no 
futuro… E 
você? 
- Tudo bem! Eu vou indo, em busca de um sono tranquilo… 
Quem sabe?
Função Poética 
Os textos centrados na mensagem 
têm predominância na função 
poética. É a linguagem das obras 
literárias, principalmente das 
poesias, em que as palavras são 
escolhidas e dispostas de maneira 
que se tornem singulares, únicas. 
Busca produzir um efeito de 
originalidade, que cause 
estranhamento no destinatário.
Vale saber: 
• O efeito de estranhamento acontece 
quando a linguagem nos distancia da 
maneira habitual de aprender a 
realidade e nos faz vê-la de modo 
novo, particular.
Funções da linguagem com exercícios
Funções da linguagem com exercícios
Socorro 
Socorro, não estou sentindo nada. 
Nem medo, nem calor, nem fogo, 
Não vai dar mais pra chorar 
Nem pra rir 
Socorro, alguma alma mesmo que 
penada, 
Me empresta suas penas. (Arnaldo 
Antunes)
Características da 
Função Poética 
• Centralizada na mensagem revelando 
recursos imaginativos criados pelo emissor. 
• Afetiva, sugestiva, conotativa e metafórica. 
• Valorizam-se as palavras e suas 
combinações. 
• É a linguagem figurada apresentada em 
obras literárias, letras de música, em 
algumas propagandas, etc.
Observe as questões a 
seguir e diga quais 
funções da linguagem 
sobressaem em cada 
texto.
EXERCÍCIOS 
I. Filho de rico é boy. Filho de pobre é motoboy. 
(Rodrigo Batista de Moraes, motoboy que não conseguiu obter emprego com carteira 
assinada, em inscrição no seu capacete – Folha de São Paulo) 
II. “Nossa língua cotidiana está distanciada da língua portuguesa, que é a oficial 
e, num certo sentido, é uma língua importada. Não raro viajamos entre 
toponímicos tupis.” 
(José de Souza Martins, Folha de São Paulo). 
III. “Uma pesquisa realizada com 2.131 alunos do primeiro ano do ensino 
superior em São Paulo revelou que a maioria (80%) declarou estar frequentando 
o curso idealizado.” 
(Verônica Fraidenraich, Folha de São Paulo) 
01. As funções da linguagem exploradas nos textos são respectivamente, 
a) fática, metalinguística e conativa. 
b) poética, emotiva e referencial 
c) emotiva, referencial e conativa 
d) poética, metalinguística e referencial 
e) conativa, emotiva e metalinguística
02. Em todas as alternativas, a palavra destacada marca, no 
processo comunicativo, a presença do receptor, caracterizando a 
função conativa. Isso só NÃO ocorre em: 
a) DIGA – me o que comes e te direi quem és. 
b) Não SEJA um mero administrador de vendas. 
c) Não BASTA ter boas ideias. 
d) A melhor companhia aérea é aquela que faz VOCÊ esquecer que está 
num avião. 
e) VESTIBULANDO, estude conosco!
RESPOSTAS: 01-D, 02-C,
Funções da linguagem com exercícios
Elevador – Ana Carolina 
E eu subo bem alto / Pra 
gritar que é amor / Eu 
vou de escada / Pra 
elevar a dor.
POÉTICA, 
JÁ QUE SE PREOCUPA 
COM A MENSAGEM...
Funções da linguagem com exercícios
Funções da linguagem com exercícios
APELATIVA OU 
CONATIVA, POIS QUER 
CONVENCER O 
RECEPTOR...
CAIU NO ENEM 
A BIOSFERA, QUE REÚNE TODOS OS AMBIENTES ONDE SE DESENVOLVEM 
OS SERES VIVOS, SE DIVIDE EM UNIDADES MENORES CHAMADAS ECOSSISTEMAS, 
QUE PODEM SER UMA FLORESTA, UM DESERTO E ATÉ UM LAGO. UM ECOSSISTEMA 
TEM MÚLTIPLOS MECANISMOS QUE REGULAM O NÚMERO DE ORGANISMOS DENTRO DELE, 
CONTROLANDO SUA REPRODUÇÃO, CRESCIMENTO E MIGRAÇÕES. 
DUARTE, M.O GUIA DOS CURIOSOS. SÃO PAULO: COMPANHIA DAS LETRAS, 1995. 
(ENEM 2010) PREDOMINA NO TEXTO A FUNÇÃO DA LINGUAGEM: 
A) EMOTIVA, PORQUE O AUTOR EXPRESSA SEU SENTIMENTO EM RELAÇÃO À ECOLOGIA. 
B) FÁTICA, PORQUE O TEXTO TESTA O FUNCIONAMENTO DO CANAL DE COMUNICAÇÃO. 
C) POÉTICA, PORQUE O TEXTO CHAMA A ATENÇÃO PARA OS RECURSOS DE LINGUAGEM. 
D) CONATIVA, PORQUE O TEXTO PROCURA ORIENTAR COMPORTAMENTOS DO LEITOR. 
E) REFERENCIAL, PORQUE O TEXTO TRATA DE NOÇÕES E INFORMAÇÕES CONCEITUAIS.
COMENTÁRIO: COMO PODEMOS VER, O TEXTO TEM POR 
PROPÓSITO PASSAR INFORMAÇÕES SOBRE A BIOSFERA E 
SEUS ECOSSISTEMAS DE FORMA DIRETA E OBJETIVA. DESSA 
FORMA, A FUNÇÃO DA LINGUAGEM PREDOMINANTE É A 
REFERENCIAL – ALTERNATIVA “E”.
PARA FINALIZAR A AULA DE HOJE, DEIXO AQUI UM 
PEQUENO RECADINHO NO FORMATO DE EXERCÍCIO: 
ESPERO, DO FUNDO DO MEU CORAÇÃO, QUE TODOS 
VOCÊS TENHAM ENTENDIDO. "E NEM" ADIANTA DIZER 
QUE ESSA MATÉRIA É COMPLICADA. FUNÇÕES DA 
LINGUAGEM É UM ASSUNTO SIMPLES, BASTANTE COMUM 
NOS ÚLTIMOS EXAMES. FALA SÉRIO...UM POST COMO 
ESTE FACILITA E MUITO A SUA VIDA! ENTENDERAM? 
CONSEGUEM ENCONTRAR AS SEIS FUNÇÕES DA 
LINGUAGEM NO TRECHO ACIMA? TESTEM SEUS 
CONHECIMENTOS!
Espero(emotiva) 
do fundo do coração(poética) 
"E NEM" adianta dizer que essa matéria é complicada. 
(referencial) 
Funções da linguagem é um assunto simples, bastante 
comum nos últimos exames.(metalinguística) 
Fala sério...um post como este facilita e muito a sua 
vida! (conativa) 
Entenderam?(fática)
Boonnss eessttuuddooss! 
PPrrooffeessssoorraa SSôônniiaa SSoocchhiiaarreellllii..

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Pronomes
PronomesPronomes
Pronomes
Rita Tramonte
 
Arcadismo no Brasil
Arcadismo no BrasilArcadismo no Brasil
Arcadismo no Brasil
Rayane Anchieta
 
Elementos da comunicação
Elementos da comunicaçãoElementos da comunicação
Elementos da comunicação
Elizabeth Vicente da Silva
 
Aula sinais de pontuação
Aula sinais de pontuaçãoAula sinais de pontuação
Aula sinais de pontuação
Péricles Penuel
 
1.3 ortografia
1.3   ortografia1.3   ortografia
1.3 ortografia
Ivana Mayrink
 
Gênero de texto conto
Gênero de texto contoGênero de texto conto
Gênero de texto conto
guestd9a4ef3c
 
Gêneros e tipos textuais
Gêneros e tipos textuaisGêneros e tipos textuais
Gêneros e tipos textuais
marlospg
 
Processo de formação de palavras
Processo de formação de palavrasProcesso de formação de palavras
Processo de formação de palavras
Karen Olivan
 
Poesia e poema
Poesia e poemaPoesia e poema
Poesia e poema
ionasilva
 
Aula 04 variacao linguistica
Aula 04   variacao linguisticaAula 04   variacao linguistica
Aula 04 variacao linguistica
Marcia Simone
 
Coesão e coerencia
Coesão e coerenciaCoesão e coerencia
Coesão e coerencia
silnog
 
O Texto PublicitáRio
O Texto PublicitáRioO Texto PublicitáRio
O Texto PublicitáRio
Walace Cestari
 
Gênero poesia
Gênero poesiaGênero poesia
Gênero poesia
Edson Alves
 
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURAAULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
Marcelo Cordeiro Souza
 
Variação linguistica aulão
Variação linguistica   aulãoVariação linguistica   aulão
Variação linguistica aulão
eeepadrianonobre
 
Estrutura do-artigo-de-opinião
Estrutura do-artigo-de-opiniãoEstrutura do-artigo-de-opinião
Estrutura do-artigo-de-opinião
Nastrilhas da lingua portuguesa
 
Linguagem e comunicação I
Linguagem e comunicação ILinguagem e comunicação I
Linguagem e comunicação I
Jose Arnaldo Silva
 
Concordancia verbal-slide-adriana
Concordancia verbal-slide-adrianaConcordancia verbal-slide-adriana
Concordancia verbal-slide-adriana
Lucilene Barcelos
 
O que é Literatura?
O que é Literatura?O que é Literatura?
O que é Literatura?
Faell Vasconcelos
 
Redação enem
Redação enemRedação enem
Redação enem
Josi Motta
 

Mais procurados (20)

Pronomes
PronomesPronomes
Pronomes
 
Arcadismo no Brasil
Arcadismo no BrasilArcadismo no Brasil
Arcadismo no Brasil
 
Elementos da comunicação
Elementos da comunicaçãoElementos da comunicação
Elementos da comunicação
 
Aula sinais de pontuação
Aula sinais de pontuaçãoAula sinais de pontuação
Aula sinais de pontuação
 
1.3 ortografia
1.3   ortografia1.3   ortografia
1.3 ortografia
 
Gênero de texto conto
Gênero de texto contoGênero de texto conto
Gênero de texto conto
 
Gêneros e tipos textuais
Gêneros e tipos textuaisGêneros e tipos textuais
Gêneros e tipos textuais
 
Processo de formação de palavras
Processo de formação de palavrasProcesso de formação de palavras
Processo de formação de palavras
 
Poesia e poema
Poesia e poemaPoesia e poema
Poesia e poema
 
Aula 04 variacao linguistica
Aula 04   variacao linguisticaAula 04   variacao linguistica
Aula 04 variacao linguistica
 
Coesão e coerencia
Coesão e coerenciaCoesão e coerencia
Coesão e coerencia
 
O Texto PublicitáRio
O Texto PublicitáRioO Texto PublicitáRio
O Texto PublicitáRio
 
Gênero poesia
Gênero poesiaGênero poesia
Gênero poesia
 
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURAAULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
 
Variação linguistica aulão
Variação linguistica   aulãoVariação linguistica   aulão
Variação linguistica aulão
 
Estrutura do-artigo-de-opinião
Estrutura do-artigo-de-opiniãoEstrutura do-artigo-de-opinião
Estrutura do-artigo-de-opinião
 
Linguagem e comunicação I
Linguagem e comunicação ILinguagem e comunicação I
Linguagem e comunicação I
 
Concordancia verbal-slide-adriana
Concordancia verbal-slide-adrianaConcordancia verbal-slide-adriana
Concordancia verbal-slide-adriana
 
O que é Literatura?
O que é Literatura?O que é Literatura?
O que é Literatura?
 
Redação enem
Redação enemRedação enem
Redação enem
 

Destaque

Funções de linguagem exercicios
Funções de linguagem exercicios Funções de linguagem exercicios
Funções de linguagem exercicios
Cláudia Heloísa
 
Revisão sobre funções da linguagem para Enem
Revisão sobre funções da linguagem para EnemRevisão sobre funções da linguagem para Enem
Revisão sobre funções da linguagem para Enem
Rogério Souza
 
Elementos da comunicação e funções da linguagem
Elementos da comunicação e funções da linguagemElementos da comunicação e funções da linguagem
Elementos da comunicação e funções da linguagem
Quezia Neves
 
Funções de linguagem
Funções de linguagemFunções de linguagem
Funções de linguagem
Lilian Lima
 
Funções da Linguagem - Língua Portuguesa. Exemplos com músicas brasileiras
Funções da Linguagem - Língua Portuguesa.  Exemplos com músicas brasileirasFunções da Linguagem - Língua Portuguesa.  Exemplos com músicas brasileiras
Funções da Linguagem - Língua Portuguesa. Exemplos com músicas brasileiras
Douglas Vieira
 
Funções da Linguagem
Funções da LinguagemFunções da Linguagem
Funções da Linguagem
Luci Bonini
 
Seminário do CCR - Função Fática
Seminário do CCR - Função FáticaSeminário do CCR - Função Fática
Seminário do CCR - Função Fática
msousa97
 
Função conativa (fuçoes de linguagem)
Função conativa (fuçoes de linguagem)Função conativa (fuçoes de linguagem)
Função conativa (fuçoes de linguagem)
deividyalves
 
Atividade 1 primeiro colegial - funções da linguagem - elementos da comunicação
Atividade 1 primeiro colegial - funções da linguagem - elementos da comunicaçãoAtividade 1 primeiro colegial - funções da linguagem - elementos da comunicação
Atividade 1 primeiro colegial - funções da linguagem - elementos da comunicação
Lucas Vinicius Silva
 
Funções da linguagem slides
Funções da linguagem slidesFunções da linguagem slides
Funções da linguagem slides
nunesmaril
 
Função de linguagem
Função de linguagemFunção de linguagem
Função de linguagem
Elaine Blogger
 
Funções da linguagem 3
Funções da linguagem   3Funções da linguagem   3
Funções da linguagem 3
nixsonmachado
 
Linguagem,+LíNgua+E+Fala
Linguagem,+LíNgua+E+FalaLinguagem,+LíNgua+E+Fala
Linguagem,+LíNgua+E+Fala
jayarruda
 
Linguagem e Comunicação
Linguagem e ComunicaçãoLinguagem e Comunicação
Linguagem e Comunicação
7 de Setembro
 
Processos de comunicação
Processos de comunicaçãoProcessos de comunicação
Processos de comunicação
Carina Duarte
 
Funcoes da-linguagem
Funcoes da-linguagemFuncoes da-linguagem
Funcoes da-linguagem
Ana Castro
 
Função
FunçãoFunção
Função
dianalove15
 
F. da Linguagem - exercícios
F. da Linguagem - exercíciosF. da Linguagem - exercícios
F. da Linguagem - exercícios
Luci Bonini
 
Língua portuguesa conhecimentos gramaticais (1)
Língua portuguesa   conhecimentos gramaticais (1)Língua portuguesa   conhecimentos gramaticais (1)
Língua portuguesa conhecimentos gramaticais (1)
Wertevan Rodrigues
 
Funções de linguagem
Funções de linguagemFunções de linguagem
Funções de linguagem
Ketchen Gouveia
 

Destaque (20)

Funções de linguagem exercicios
Funções de linguagem exercicios Funções de linguagem exercicios
Funções de linguagem exercicios
 
Revisão sobre funções da linguagem para Enem
Revisão sobre funções da linguagem para EnemRevisão sobre funções da linguagem para Enem
Revisão sobre funções da linguagem para Enem
 
Elementos da comunicação e funções da linguagem
Elementos da comunicação e funções da linguagemElementos da comunicação e funções da linguagem
Elementos da comunicação e funções da linguagem
 
Funções de linguagem
Funções de linguagemFunções de linguagem
Funções de linguagem
 
Funções da Linguagem - Língua Portuguesa. Exemplos com músicas brasileiras
Funções da Linguagem - Língua Portuguesa.  Exemplos com músicas brasileirasFunções da Linguagem - Língua Portuguesa.  Exemplos com músicas brasileiras
Funções da Linguagem - Língua Portuguesa. Exemplos com músicas brasileiras
 
Funções da Linguagem
Funções da LinguagemFunções da Linguagem
Funções da Linguagem
 
Seminário do CCR - Função Fática
Seminário do CCR - Função FáticaSeminário do CCR - Função Fática
Seminário do CCR - Função Fática
 
Função conativa (fuçoes de linguagem)
Função conativa (fuçoes de linguagem)Função conativa (fuçoes de linguagem)
Função conativa (fuçoes de linguagem)
 
Atividade 1 primeiro colegial - funções da linguagem - elementos da comunicação
Atividade 1 primeiro colegial - funções da linguagem - elementos da comunicaçãoAtividade 1 primeiro colegial - funções da linguagem - elementos da comunicação
Atividade 1 primeiro colegial - funções da linguagem - elementos da comunicação
 
Funções da linguagem slides
Funções da linguagem slidesFunções da linguagem slides
Funções da linguagem slides
 
Função de linguagem
Função de linguagemFunção de linguagem
Função de linguagem
 
Funções da linguagem 3
Funções da linguagem   3Funções da linguagem   3
Funções da linguagem 3
 
Linguagem,+LíNgua+E+Fala
Linguagem,+LíNgua+E+FalaLinguagem,+LíNgua+E+Fala
Linguagem,+LíNgua+E+Fala
 
Linguagem e Comunicação
Linguagem e ComunicaçãoLinguagem e Comunicação
Linguagem e Comunicação
 
Processos de comunicação
Processos de comunicaçãoProcessos de comunicação
Processos de comunicação
 
Funcoes da-linguagem
Funcoes da-linguagemFuncoes da-linguagem
Funcoes da-linguagem
 
Função
FunçãoFunção
Função
 
F. da Linguagem - exercícios
F. da Linguagem - exercíciosF. da Linguagem - exercícios
F. da Linguagem - exercícios
 
Língua portuguesa conhecimentos gramaticais (1)
Língua portuguesa   conhecimentos gramaticais (1)Língua portuguesa   conhecimentos gramaticais (1)
Língua portuguesa conhecimentos gramaticais (1)
 
Funções de linguagem
Funções de linguagemFunções de linguagem
Funções de linguagem
 

Semelhante a Funções da linguagem com exercícios

Funções da linguagem
Funções da linguagemFunções da linguagem
Funções da linguagem
Renata Haratani
 
10.funções da linguagem
10.funções da linguagem10.funções da linguagem
10.funções da linguagem
Ana Castro
 
Funções da linguagem
Funções da linguagemFunções da linguagem
Funções da linguagem
Maria De Lourdes Ramos
 
FUNÇÕES DA LINGUAGEM (1).ppt
FUNÇÕES DA LINGUAGEM (1).pptFUNÇÕES DA LINGUAGEM (1).ppt
FUNÇÕES DA LINGUAGEM (1).ppt
CAMILACRISTINASILVAB
 
Funções da linguagem
Funções da linguagemFunções da linguagem
Funções da linguagem
Nicolle Souza
 
Vanguardas europeias
Vanguardas europeiasVanguardas europeias
Vanguardas europeias
Verônica Carvalho
 
Funcões da linguagem
Funcões da linguagemFuncões da linguagem
Funcões da linguagem
Aguinaldo Do Carmo
 
Funções da linguagem 1º.pptx
Funções da linguagem 1º.pptxFunções da linguagem 1º.pptx
Funções da linguagem 1º.pptx
Luana Lopes Martins
 
Funções da linguagem - professor Jason Lima
Funções da linguagem - professor Jason LimaFunções da linguagem - professor Jason Lima
Funções da linguagem - professor Jason Lima
jasonrplima
 
Funções da Linguagem para alunos de ensino médio
Funções da Linguagem para alunos de ensino médioFunções da Linguagem para alunos de ensino médio
Funções da Linguagem para alunos de ensino médio
dasmargensaocentro
 
Funções da linguagem
Funções da linguagemFunções da linguagem
Funções da linguagem
nixsonmachado
 
figuras de linguagem.ppt
figuras de linguagem.pptfiguras de linguagem.ppt
figuras de linguagem.ppt
SecretariaMundeEduca
 
Funções da linguagem - Professor Jason lima
Funções da linguagem - Professor Jason limaFunções da linguagem - Professor Jason lima
Funções da linguagem - Professor Jason lima
jasonrplima
 
Linguagem, Adequação da linguagem, língua e código
Linguagem, Adequação da linguagem, língua e códigoLinguagem, Adequação da linguagem, língua e código
Linguagem, Adequação da linguagem, língua e código
efcamargo1968
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagemFiguras de linguagem
Figuras de linguagem
Ruddy's Santos
 
funções DE LINGUAGEM.pdf
funções DE LINGUAGEM.pdffunções DE LINGUAGEM.pdf
funções DE LINGUAGEM.pdf
aldyvip
 
funesdalinguagem-profbauru-140122181935-phpapp01.pdf
funesdalinguagem-profbauru-140122181935-phpapp01.pdffunesdalinguagem-profbauru-140122181935-phpapp01.pdf
funesdalinguagem-profbauru-140122181935-phpapp01.pdf
tatianesouza923757
 
Figuras de-linguagem
Figuras de-linguagemFiguras de-linguagem
Figuras de-linguagem
Pedro Barros
 
Slides sobre as Funções da Linguagem.pptx
Slides sobre as Funções da Linguagem.pptxSlides sobre as Funções da Linguagem.pptx
Slides sobre as Funções da Linguagem.pptx
MauricioOliveira258223
 
funcoes da linguagem.pdf
funcoes da linguagem.pdffuncoes da linguagem.pdf
funcoes da linguagem.pdf
Rogério Martins
 

Semelhante a Funções da linguagem com exercícios (20)

Funções da linguagem
Funções da linguagemFunções da linguagem
Funções da linguagem
 
10.funções da linguagem
10.funções da linguagem10.funções da linguagem
10.funções da linguagem
 
Funções da linguagem
Funções da linguagemFunções da linguagem
Funções da linguagem
 
FUNÇÕES DA LINGUAGEM (1).ppt
FUNÇÕES DA LINGUAGEM (1).pptFUNÇÕES DA LINGUAGEM (1).ppt
FUNÇÕES DA LINGUAGEM (1).ppt
 
Funções da linguagem
Funções da linguagemFunções da linguagem
Funções da linguagem
 
Vanguardas europeias
Vanguardas europeiasVanguardas europeias
Vanguardas europeias
 
Funcões da linguagem
Funcões da linguagemFuncões da linguagem
Funcões da linguagem
 
Funções da linguagem 1º.pptx
Funções da linguagem 1º.pptxFunções da linguagem 1º.pptx
Funções da linguagem 1º.pptx
 
Funções da linguagem - professor Jason Lima
Funções da linguagem - professor Jason LimaFunções da linguagem - professor Jason Lima
Funções da linguagem - professor Jason Lima
 
Funções da Linguagem para alunos de ensino médio
Funções da Linguagem para alunos de ensino médioFunções da Linguagem para alunos de ensino médio
Funções da Linguagem para alunos de ensino médio
 
Funções da linguagem
Funções da linguagemFunções da linguagem
Funções da linguagem
 
figuras de linguagem.ppt
figuras de linguagem.pptfiguras de linguagem.ppt
figuras de linguagem.ppt
 
Funções da linguagem - Professor Jason lima
Funções da linguagem - Professor Jason limaFunções da linguagem - Professor Jason lima
Funções da linguagem - Professor Jason lima
 
Linguagem, Adequação da linguagem, língua e código
Linguagem, Adequação da linguagem, língua e códigoLinguagem, Adequação da linguagem, língua e código
Linguagem, Adequação da linguagem, língua e código
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagemFiguras de linguagem
Figuras de linguagem
 
funções DE LINGUAGEM.pdf
funções DE LINGUAGEM.pdffunções DE LINGUAGEM.pdf
funções DE LINGUAGEM.pdf
 
funesdalinguagem-profbauru-140122181935-phpapp01.pdf
funesdalinguagem-profbauru-140122181935-phpapp01.pdffunesdalinguagem-profbauru-140122181935-phpapp01.pdf
funesdalinguagem-profbauru-140122181935-phpapp01.pdf
 
Figuras de-linguagem
Figuras de-linguagemFiguras de-linguagem
Figuras de-linguagem
 
Slides sobre as Funções da Linguagem.pptx
Slides sobre as Funções da Linguagem.pptxSlides sobre as Funções da Linguagem.pptx
Slides sobre as Funções da Linguagem.pptx
 
funcoes da linguagem.pdf
funcoes da linguagem.pdffuncoes da linguagem.pdf
funcoes da linguagem.pdf
 

Último

História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
orquestrasinfonicaam
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
deboracorrea21
 
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdfPERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
EsterGabriiela1
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Falcão Brasil
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
shirleisousa9166
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
SupervisoEMAC
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 

Último (20)

História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
 
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdfPERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 

Funções da linguagem com exercícios

  • 2. ELEMENTOS DA COMUNICAÇÃO • Emissor – emite, codifica a mensagem • Receptor – recebe, decodifica a mensagem • Mensagem- conteúdo transmitido pelo emissor • Código – conjunto de signos usado na transmissão e recepção da mensagem • Referente – contexto relacionado a emissor e receptor • Canal – meio pelo qual circula a mensagem Obs: As atitudes e reações dos comunicantes são também referentes e exercem influência sobre a comunicação.
  • 3. Funções da Linguagem O emissor, ao transmitir uma mensagem, sempre tem um objetivo: informar algo, demonstrar seus sentimentos, convencer alguém a fazer algo, entre outros. Consequentemente, a linguagem passa a ter uma função que são denominadas, de acordo com Jakobson, assim: • Função Referencial - centrada no referente • Função Apelativa ou Conativa - centrada no receptor • Função Emotiva - centrada no emissor • Função Metalinguística - centrada no código • Função Fática - centrada no canal • Função Poética - centrada na mensagem
  • 4. Obs: Em um mesmo contexto, duas ou mais funções podem ocorrer simultaneamente: uma poesia em que o autor discorra sobre o que ele sente ao escrever poesias tem as linguagens poética, emotiva e metalinguística ao mesmo tempo.
  • 5. Função Referencial • Os textos centrados no referente, têm predominância da função referencial. O objetivo do emissor é informar. Também chamada de denotativa ou de informativa. São exemplos de função denotativa a linguagem jornalística e a científica.
  • 6. • Ex: • Pesquisas apontam que os jovens estão bebendo de forma inconsequente nos últimos tempos. • Acará ou cará é o nome genérico atribuído a diversos peixes da família dos ciclídeos.
  • 7. Características da Função Referencial • Centralizada no referente. • Quando o emissor procura oferecer informações da realidade de forma objetiva e direta. • Linguagem denotativa. • Prevalece a 3ª pessoa do singular. • Linguagem usada nas notícias de jornal e livros científicos.
  • 8. Função Conativa Ocorre a função conativa ou apelativa, quando o texto é centrado no receptor. Tenta-se convencer o receptor a praticar determinada ação. É comum o uso do verbo no Imperativo, como “Compre aqui e concorra a este lindo carro”. • “Compre aqui...” é a tentativa do emissor de convencer o receptor a praticar a ação de comprar ali. • Consumidor, venha hoje mesmo adquirir seu carro zero...
  • 9. Características da Função Conativa ou apelativa • Centraliza-se no receptor. • O emissor procura influenciar o comportamento do receptor. • Como o emissor se dirige ao receptor, é comum o uso de tu e você, ou nome da pessoa, além dos vocativos e imperativo. • Usada nos discursos, sermões e propagandas que se dirigem diretamente ao consumidor.
  • 10. Função Emotiva Os textos centrados no emissor têm predominância da função emotiva ou expressiva. Ela ocorre quando o emissor demonstra seus sentimentos ou emite suas opiniões ou sensações a respeito de algum assunto ou pessoa.
  • 11. Ex: •Tenho duas mãos e o sentimento do mundo. CDA •Agora que sinto amor/ tenho interesse nos perfumes. Alberto Caeiro
  • 12. Características da Função Emotiva • Centralizada no emissor, revelando sua opinião, sua emoção. • Nela prevalece a 1ª pessoa do singular, interjeições e exclamações. • É a linguagem das biografias, memórias, poesias líricas e cartas de amor.
  • 13. Função Metalinguística Nos textos centrados no código, predomina a função metalinguística. É a utilização do código para falar dele mesmo. Uma pessoa falando do ato de falar, outra escrevendo sobre o ato de escrever, palavras que explicam o significado de outra palavra.
  • 14. • Ex: • Escrevo porque gosto de escrever. Ao passar as ideias para o papel, sinto-me realizada... • Corisco _co-ris-co_ s.m informal Relâmpago de pouca intensidade. Dicionário didático. São Paulo SM,2007. p.273
  • 15. Características da Função Metalinguística • Centralizada no código, usando a linguagem para falar dela mesma. • A poesia que fala da poesia, da sua função e do poeta, um texto que comenta outro texto. • Principalmente dicionários são repositórios de metalinguagem.
  • 16. Função Fática Os textos centrados no canal têm predominância da função fática. Ela ocorre, quando o emissor testa o canal de comunicação, a fim de observar se o receptor o entendeu. São perguntas como “não é mesmo?”, “você está entendendo?”, “cê tá ligado?”, ou frases como “alô!”, “oi”.
  • 17. • Ex: -Alô -Alô -Hummm -Heinnn? -Alô
  • 18. Características da Função Fática • Centralizada no canal, tendo como objetivo prolongar ou não o contato com o receptor, testar a eficiência do canal ou garantir a manutenção do contato comunicativo. • Linguagem das falas telefônicas, saudações e similares.
  • 19. E aí, cara, tudo bem? - Tudo, e lá? - Indo, tipo assim, né? - Pô, e a meninada? - É, sei lá, vai
  • 20. Sinal Fechado Chico Buarque - Olá! Como vai? - Eu vou indo. E você, tudo bem? - Tudo bem! Eu vou indo, correndo pegar meu lugar no futuro… E você? - Tudo bem! Eu vou indo, em busca de um sono tranquilo… Quem sabe?
  • 21. Função Poética Os textos centrados na mensagem têm predominância na função poética. É a linguagem das obras literárias, principalmente das poesias, em que as palavras são escolhidas e dispostas de maneira que se tornem singulares, únicas. Busca produzir um efeito de originalidade, que cause estranhamento no destinatário.
  • 22. Vale saber: • O efeito de estranhamento acontece quando a linguagem nos distancia da maneira habitual de aprender a realidade e nos faz vê-la de modo novo, particular.
  • 25. Socorro Socorro, não estou sentindo nada. Nem medo, nem calor, nem fogo, Não vai dar mais pra chorar Nem pra rir Socorro, alguma alma mesmo que penada, Me empresta suas penas. (Arnaldo Antunes)
  • 26. Características da Função Poética • Centralizada na mensagem revelando recursos imaginativos criados pelo emissor. • Afetiva, sugestiva, conotativa e metafórica. • Valorizam-se as palavras e suas combinações. • É a linguagem figurada apresentada em obras literárias, letras de música, em algumas propagandas, etc.
  • 27. Observe as questões a seguir e diga quais funções da linguagem sobressaem em cada texto.
  • 28. EXERCÍCIOS I. Filho de rico é boy. Filho de pobre é motoboy. (Rodrigo Batista de Moraes, motoboy que não conseguiu obter emprego com carteira assinada, em inscrição no seu capacete – Folha de São Paulo) II. “Nossa língua cotidiana está distanciada da língua portuguesa, que é a oficial e, num certo sentido, é uma língua importada. Não raro viajamos entre toponímicos tupis.” (José de Souza Martins, Folha de São Paulo). III. “Uma pesquisa realizada com 2.131 alunos do primeiro ano do ensino superior em São Paulo revelou que a maioria (80%) declarou estar frequentando o curso idealizado.” (Verônica Fraidenraich, Folha de São Paulo) 01. As funções da linguagem exploradas nos textos são respectivamente, a) fática, metalinguística e conativa. b) poética, emotiva e referencial c) emotiva, referencial e conativa d) poética, metalinguística e referencial e) conativa, emotiva e metalinguística
  • 29. 02. Em todas as alternativas, a palavra destacada marca, no processo comunicativo, a presença do receptor, caracterizando a função conativa. Isso só NÃO ocorre em: a) DIGA – me o que comes e te direi quem és. b) Não SEJA um mero administrador de vendas. c) Não BASTA ter boas ideias. d) A melhor companhia aérea é aquela que faz VOCÊ esquecer que está num avião. e) VESTIBULANDO, estude conosco!
  • 32. Elevador – Ana Carolina E eu subo bem alto / Pra gritar que é amor / Eu vou de escada / Pra elevar a dor.
  • 33. POÉTICA, JÁ QUE SE PREOCUPA COM A MENSAGEM...
  • 36. APELATIVA OU CONATIVA, POIS QUER CONVENCER O RECEPTOR...
  • 37. CAIU NO ENEM A BIOSFERA, QUE REÚNE TODOS OS AMBIENTES ONDE SE DESENVOLVEM OS SERES VIVOS, SE DIVIDE EM UNIDADES MENORES CHAMADAS ECOSSISTEMAS, QUE PODEM SER UMA FLORESTA, UM DESERTO E ATÉ UM LAGO. UM ECOSSISTEMA TEM MÚLTIPLOS MECANISMOS QUE REGULAM O NÚMERO DE ORGANISMOS DENTRO DELE, CONTROLANDO SUA REPRODUÇÃO, CRESCIMENTO E MIGRAÇÕES. DUARTE, M.O GUIA DOS CURIOSOS. SÃO PAULO: COMPANHIA DAS LETRAS, 1995. (ENEM 2010) PREDOMINA NO TEXTO A FUNÇÃO DA LINGUAGEM: A) EMOTIVA, PORQUE O AUTOR EXPRESSA SEU SENTIMENTO EM RELAÇÃO À ECOLOGIA. B) FÁTICA, PORQUE O TEXTO TESTA O FUNCIONAMENTO DO CANAL DE COMUNICAÇÃO. C) POÉTICA, PORQUE O TEXTO CHAMA A ATENÇÃO PARA OS RECURSOS DE LINGUAGEM. D) CONATIVA, PORQUE O TEXTO PROCURA ORIENTAR COMPORTAMENTOS DO LEITOR. E) REFERENCIAL, PORQUE O TEXTO TRATA DE NOÇÕES E INFORMAÇÕES CONCEITUAIS.
  • 38. COMENTÁRIO: COMO PODEMOS VER, O TEXTO TEM POR PROPÓSITO PASSAR INFORMAÇÕES SOBRE A BIOSFERA E SEUS ECOSSISTEMAS DE FORMA DIRETA E OBJETIVA. DESSA FORMA, A FUNÇÃO DA LINGUAGEM PREDOMINANTE É A REFERENCIAL – ALTERNATIVA “E”.
  • 39. PARA FINALIZAR A AULA DE HOJE, DEIXO AQUI UM PEQUENO RECADINHO NO FORMATO DE EXERCÍCIO: ESPERO, DO FUNDO DO MEU CORAÇÃO, QUE TODOS VOCÊS TENHAM ENTENDIDO. "E NEM" ADIANTA DIZER QUE ESSA MATÉRIA É COMPLICADA. FUNÇÕES DA LINGUAGEM É UM ASSUNTO SIMPLES, BASTANTE COMUM NOS ÚLTIMOS EXAMES. FALA SÉRIO...UM POST COMO ESTE FACILITA E MUITO A SUA VIDA! ENTENDERAM? CONSEGUEM ENCONTRAR AS SEIS FUNÇÕES DA LINGUAGEM NO TRECHO ACIMA? TESTEM SEUS CONHECIMENTOS!
  • 40. Espero(emotiva) do fundo do coração(poética) "E NEM" adianta dizer que essa matéria é complicada. (referencial) Funções da linguagem é um assunto simples, bastante comum nos últimos exames.(metalinguística) Fala sério...um post como este facilita e muito a sua vida! (conativa) Entenderam?(fática)
  • 41. Boonnss eessttuuddooss! PPrrooffeessssoorraa SSôônniiaa SSoocchhiiaarreellllii..

Notas do Editor

  1. Poética.
  2. Apelativa ou contativa.