SlideShare uma empresa Scribd logo
Linguagem Formal e
Informal
Kelvin Illitch
A Linguagem
A linguagem representa duas variantes linguísticas, ou seja, são dois tipos de
linguagem (visual, oral ou escrita) utilizadas em contextos e/ou situações
distintas com o intuito de comunicar. São elas:
• Formal
• Informal
O que é linguagem formal e
informal?
Linguagem Formal!
A padrão formal exerce soberania sobre o modo informal pelo simples fato de
está diretamente ligada à linguagem escrita, restringindo-se às normas
gramaticais de um modo geral. É usada quando não há familiaridade entre os
interlocutores da comunicação ou em situações que requerem uma maior
seriedade.
Suas características são:
• Utilização rigorosa das normas gramaticais (norma culta);
• Pronúncia clara e correta das palavras;
• Utilização de vocabulário rico e diversificado;
• Registro cuidado, prestigiado, complexo e erudito.
Linguagem Informal
Representa a linguagem cotidiana, ou seja, espontânea, regionalista e
despreocupada com as normas gramaticais. É usada quando há familiaridade entre
os interlocutores da comunicação ou em situações descontraídas.
Suas características são:
• Despreocupação relativa do uso de normas
gramaticais;
• Utilização de vocabulário simples,
expressões populares e coloquialismos;
• Utilização de gírias, jargões, palavras
inventadas, gestos;
• Uso de palavras abreviadas ou contraídas:
• Sujeita a variações históricas, regionais,
culturais e sociais;
• Registro espontâneo e pouco prestigiado,
por vezes incorreto e desleixado.
“
“Caramba! To perdido, não sei como chegar no
hotel.”
“Estou perdido, não sei como chegar ao
hotel.”
FORMAL
INFORMAL
Variações Históricas
Aquela que sofre transformações ao longo do tempo.
Variações Regionais
São os chamados dialetos, que são as marcas
determinantes referentes a diferentes regiões, tal
como os sotaques.
Vício na fala
Para dizerem milho dizem mio
Para melhor dizem mió
Para pior pió
Para telha dizem teia
Para telhado dizem teiado
E vão fazendo telhados. (Oswald de Andrade)
Gírias
Partencem ao vocábulo de um grupo
específico.
Variações Sociais ou Culturais
Jargões
São caracterizados como um linguajar
técnico.
Estão diretamente ligadas aos grupos sociais de uma maneira geral e também ao grau
de instrução de uma determinada pessoa.
Qual a diferença de gíria e
jargões?
Chopis Centis
(Mamonas Assassinas)
Eu dí um beijo nela
e chamei pra passear.
A gente fomos no shopping,
pra mó de a gente lancha.
Comi uns bicho estranho, com
um tal de gergelim.
Até que tava gostoso, mas eu
prefiro aipim.
Quantcha gente,
E quantcha alegria,
A minha felicidade
é um crediário
nas Casas Bahia.
Esse tal Chopis Centis é muito
legalzinho,
prá levar as namorada e dá
uns rolêzinho.
Quando eu estou no trabalho,
não vejo a hora de descer dos
andaime
prá pegar um cinema, do
Schwarzeneger
e também o Van Damme.
Quantcha gente,
E quantcha alegria,
A minha felicidade
É um crediário
nas Casas Bahia.
Predominais
(Oswald de Andrade)
Dê-me um cigarro
Diz a gramática
Do professor e do aluno
E do mulato sabido
Mas o bom negro e o bom branco
Da Nação Brasileira
Dizem todos os dias
Deixa disso camarada
Me dá um cigarro.
Obrigado!
Alguma Pergunta?
Você pode me contatar:
Kelvin Illitch
Kelvin_illitch@hotmail.com

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Oficina de descritores português 9º ano
Oficina de descritores português 9º anoOficina de descritores português 9º ano
Oficina de descritores português 9º ano
ClaudiaAdrianaSouzaS
 
6º ano E. F. II - Variação Linguística
6º ano E. F. II - Variação Linguística6º ano E. F. II - Variação Linguística
6º ano E. F. II - Variação Linguística
Angélica Manenti
 
Gêneros e tipos textuais
Gêneros e tipos textuaisGêneros e tipos textuais
Gêneros e tipos textuais
marlospg
 
VariaçãO LinguíStica
VariaçãO LinguíSticaVariaçãO LinguíStica
VariaçãO LinguíStica
Elza Silveira
 
Entre a norma culta e a norma padrão
Entre a norma culta e a norma padrãoEntre a norma culta e a norma padrão
Entre a norma culta e a norma padrão
Thiago Soares
 
Pronomes
PronomesPronomes
Pronomes
Rita Tramonte
 
Linguagem verbal e não verbal
Linguagem verbal e não verbalLinguagem verbal e não verbal
Linguagem verbal e não verbal
Andreia Jaqueline Bach
 
Conotacao e denotacao
Conotacao e denotacaoConotacao e denotacao
Conotacao e denotacao
bubble13
 
AULA 03 - Introdução - Diversas formas de iniciar uma redação - PRONTO
AULA 03 - Introdução - Diversas formas de iniciar uma redação  - PRONTOAULA 03 - Introdução - Diversas formas de iniciar uma redação  - PRONTO
AULA 03 - Introdução - Diversas formas de iniciar uma redação - PRONTO
Marcelo Cordeiro Souza
 
4. generos textuais aula 3
4. generos textuais   aula 34. generos textuais   aula 3
4. generos textuais aula 3
Nastrilhas da lingua portuguesa
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagem Figuras de linguagem
Figuras de linguagem
Denise
 
Crônica
CrônicaCrônica
Crônica
Valeria Nunes
 
Slides aula verbos
Slides   aula verbosSlides   aula verbos
Slides aula verbos
Bruno Souza de Oliveira
 
O gênero textual entrevista
O gênero textual   entrevistaO gênero textual   entrevista
O gênero textual entrevista
Renally Arruda
 
Níveis de linguagem
Níveis de linguagemNíveis de linguagem
Níveis de linguagem
Universidade de Sorocaba
 
Acentuacao
AcentuacaoAcentuacao
Acentuacao
Flávio Ferreira
 
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURAAULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
Marcelo Cordeiro Souza
 
Tipologia textual
Tipologia textualTipologia textual
Tipologia textual
Ana Claudia André
 
Figuras de linguagem slide
Figuras de linguagem   slideFiguras de linguagem   slide
Figuras de linguagem slide
Jaciara Mota
 
Homônimos e parônimos
Homônimos e parônimosHomônimos e parônimos
Homônimos e parônimos
Caroline Cunha
 

Mais procurados (20)

Oficina de descritores português 9º ano
Oficina de descritores português 9º anoOficina de descritores português 9º ano
Oficina de descritores português 9º ano
 
6º ano E. F. II - Variação Linguística
6º ano E. F. II - Variação Linguística6º ano E. F. II - Variação Linguística
6º ano E. F. II - Variação Linguística
 
Gêneros e tipos textuais
Gêneros e tipos textuaisGêneros e tipos textuais
Gêneros e tipos textuais
 
VariaçãO LinguíStica
VariaçãO LinguíSticaVariaçãO LinguíStica
VariaçãO LinguíStica
 
Entre a norma culta e a norma padrão
Entre a norma culta e a norma padrãoEntre a norma culta e a norma padrão
Entre a norma culta e a norma padrão
 
Pronomes
PronomesPronomes
Pronomes
 
Linguagem verbal e não verbal
Linguagem verbal e não verbalLinguagem verbal e não verbal
Linguagem verbal e não verbal
 
Conotacao e denotacao
Conotacao e denotacaoConotacao e denotacao
Conotacao e denotacao
 
AULA 03 - Introdução - Diversas formas de iniciar uma redação - PRONTO
AULA 03 - Introdução - Diversas formas de iniciar uma redação  - PRONTOAULA 03 - Introdução - Diversas formas de iniciar uma redação  - PRONTO
AULA 03 - Introdução - Diversas formas de iniciar uma redação - PRONTO
 
4. generos textuais aula 3
4. generos textuais   aula 34. generos textuais   aula 3
4. generos textuais aula 3
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagem Figuras de linguagem
Figuras de linguagem
 
Crônica
CrônicaCrônica
Crônica
 
Slides aula verbos
Slides   aula verbosSlides   aula verbos
Slides aula verbos
 
O gênero textual entrevista
O gênero textual   entrevistaO gênero textual   entrevista
O gênero textual entrevista
 
Níveis de linguagem
Níveis de linguagemNíveis de linguagem
Níveis de linguagem
 
Acentuacao
AcentuacaoAcentuacao
Acentuacao
 
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURAAULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
 
Tipologia textual
Tipologia textualTipologia textual
Tipologia textual
 
Figuras de linguagem slide
Figuras de linguagem   slideFiguras de linguagem   slide
Figuras de linguagem slide
 
Homônimos e parônimos
Homônimos e parônimosHomônimos e parônimos
Homônimos e parônimos
 

Destaque

Comunicação formal e informal, por Priscyla Caldas
Comunicação formal e informal, por Priscyla CaldasComunicação formal e informal, por Priscyla Caldas
Comunicação formal e informal, por Priscyla Caldas
ÊXITO Marketing
 
Exercícios sobre ortografia e problemas ortográficos
Exercícios sobre ortografia e problemas ortográficosExercícios sobre ortografia e problemas ortográficos
Exercícios sobre ortografia e problemas ortográficos
ma.no.el.ne.ves
 
Projeto linguage formal e informal
Projeto linguage formal e informalProjeto linguage formal e informal
Projeto linguage formal e informal
grupo03eproinfo
 
Curso de Redação para o Enem: Aula 1
Curso de Redação para o Enem: Aula 1Curso de Redação para o Enem: Aula 1
Curso de Redação para o Enem: Aula 1
Aline Gomes
 
Aula3 linguagem formal e informal prof andre luiz
Aula3  linguagem formal e informal  prof andre luizAula3  linguagem formal e informal  prof andre luiz
Aula3 linguagem formal e informal prof andre luiz
André Figundio
 
História em quadrinho
História em quadrinhoHistória em quadrinho
História em quadrinho
Cristiane Trindade
 
Linguagem, língua e variabilidade versão resumida
Linguagem, língua e variabilidade versão resumidaLinguagem, língua e variabilidade versão resumida
Linguagem, língua e variabilidade versão resumida
Raquel Souza
 
IPT - Unidades II e IV
IPT - Unidades II e IVIPT - Unidades II e IV
IPT - Unidades II e IV
admunip2013
 
Teoria e prática da Língua Portuguesa – Ensino fundamental
Teoria e prática da Língua Portuguesa – Ensino fundamentalTeoria e prática da Língua Portuguesa – Ensino fundamental
Teoria e prática da Língua Portuguesa – Ensino fundamental
Fatinha Bretas
 
Resumo, Síntese vs Reconto
Resumo, Síntese vs RecontoResumo, Síntese vs Reconto
Resumo, Síntese vs Reconto
Lurdes Augusto
 
Trabalho power point síntese
Trabalho power point   sínteseTrabalho power point   síntese
Trabalho power point síntese
natialvesm
 
Reconto da história
Reconto da históriaReconto da história
Reconto da história
Teresa França
 
Fundamentos metodologia língua portuguesa
Fundamentos metodologia língua portuguesaFundamentos metodologia língua portuguesa
Fundamentos metodologia língua portuguesa
Glacemi Loch
 
Linguagem formal e informal maria
Linguagem formal e informal  mariaLinguagem formal e informal  maria
Linguagem formal e informal maria
Cristiane Trindade
 
Compreensão e Interpretação de Textos
Compreensão e Interpretação de Textos Compreensão e Interpretação de Textos
Compreensão e Interpretação de Textos
Professor Rômulo Viana
 
Linguagem formal e informal/ variação linguística 6º ano
Linguagem formal e informal/ variação linguística 6º anoLinguagem formal e informal/ variação linguística 6º ano
Linguagem formal e informal/ variação linguística 6º ano
Flavia Barretto Corrêa Catita
 
Compreensão e interpretação de textos
Compreensão e interpretação de textosCompreensão e interpretação de textos
Compreensão e interpretação de textos
welton santos
 
Aula de português
Aula de portuguêsAula de português
Aula de português
Jefferson Sales
 
Interpretação e Compreensão de Texto
Interpretação e Compreensão de Texto Interpretação e Compreensão de Texto
Interpretação e Compreensão de Texto
Cláudia Heloísa
 
COMPREENSÃO E INTERPRETAÇÃO TEXTUAL
COMPREENSÃO E INTERPRETAÇÃO TEXTUALCOMPREENSÃO E INTERPRETAÇÃO TEXTUAL
COMPREENSÃO E INTERPRETAÇÃO TEXTUAL
nehemiasj
 

Destaque (20)

Comunicação formal e informal, por Priscyla Caldas
Comunicação formal e informal, por Priscyla CaldasComunicação formal e informal, por Priscyla Caldas
Comunicação formal e informal, por Priscyla Caldas
 
Exercícios sobre ortografia e problemas ortográficos
Exercícios sobre ortografia e problemas ortográficosExercícios sobre ortografia e problemas ortográficos
Exercícios sobre ortografia e problemas ortográficos
 
Projeto linguage formal e informal
Projeto linguage formal e informalProjeto linguage formal e informal
Projeto linguage formal e informal
 
Curso de Redação para o Enem: Aula 1
Curso de Redação para o Enem: Aula 1Curso de Redação para o Enem: Aula 1
Curso de Redação para o Enem: Aula 1
 
Aula3 linguagem formal e informal prof andre luiz
Aula3  linguagem formal e informal  prof andre luizAula3  linguagem formal e informal  prof andre luiz
Aula3 linguagem formal e informal prof andre luiz
 
História em quadrinho
História em quadrinhoHistória em quadrinho
História em quadrinho
 
Linguagem, língua e variabilidade versão resumida
Linguagem, língua e variabilidade versão resumidaLinguagem, língua e variabilidade versão resumida
Linguagem, língua e variabilidade versão resumida
 
IPT - Unidades II e IV
IPT - Unidades II e IVIPT - Unidades II e IV
IPT - Unidades II e IV
 
Teoria e prática da Língua Portuguesa – Ensino fundamental
Teoria e prática da Língua Portuguesa – Ensino fundamentalTeoria e prática da Língua Portuguesa – Ensino fundamental
Teoria e prática da Língua Portuguesa – Ensino fundamental
 
Resumo, Síntese vs Reconto
Resumo, Síntese vs RecontoResumo, Síntese vs Reconto
Resumo, Síntese vs Reconto
 
Trabalho power point síntese
Trabalho power point   sínteseTrabalho power point   síntese
Trabalho power point síntese
 
Reconto da história
Reconto da históriaReconto da história
Reconto da história
 
Fundamentos metodologia língua portuguesa
Fundamentos metodologia língua portuguesaFundamentos metodologia língua portuguesa
Fundamentos metodologia língua portuguesa
 
Linguagem formal e informal maria
Linguagem formal e informal  mariaLinguagem formal e informal  maria
Linguagem formal e informal maria
 
Compreensão e Interpretação de Textos
Compreensão e Interpretação de Textos Compreensão e Interpretação de Textos
Compreensão e Interpretação de Textos
 
Linguagem formal e informal/ variação linguística 6º ano
Linguagem formal e informal/ variação linguística 6º anoLinguagem formal e informal/ variação linguística 6º ano
Linguagem formal e informal/ variação linguística 6º ano
 
Compreensão e interpretação de textos
Compreensão e interpretação de textosCompreensão e interpretação de textos
Compreensão e interpretação de textos
 
Aula de português
Aula de portuguêsAula de português
Aula de português
 
Interpretação e Compreensão de Texto
Interpretação e Compreensão de Texto Interpretação e Compreensão de Texto
Interpretação e Compreensão de Texto
 
COMPREENSÃO E INTERPRETAÇÃO TEXTUAL
COMPREENSÃO E INTERPRETAÇÃO TEXTUALCOMPREENSÃO E INTERPRETAÇÃO TEXTUAL
COMPREENSÃO E INTERPRETAÇÃO TEXTUAL
 

Semelhante a Linguagem Formal e Informal

Pibid variação linguística
Pibid variação linguísticaPibid variação linguística
Pibid variação linguística
Nastrilhas da lingua portuguesa
 
Tipos de variação linguística
Tipos de variação linguísticaTipos de variação linguística
Tipos de variação linguística
Nivea Neves
 
AULA10-11-21.pptxkcdisschosckasihiuioifhfi
AULA10-11-21.pptxkcdisschosckasihiuioifhfiAULA10-11-21.pptxkcdisschosckasihiuioifhfi
AULA10-11-21.pptxkcdisschosckasihiuioifhfi
ProfessoraTiciana
 
Variedades Linguísticas PPT 01.pptx
Variedades Linguísticas PPT 01.pptxVariedades Linguísticas PPT 01.pptx
Variedades Linguísticas PPT 01.pptx
MarinaAlessandra
 
Níveis de linguagem
Níveis de linguagemNíveis de linguagem
Níveis de linguagem
Fátima Campilho
 
Material de Apoio - Português 1
Material de Apoio - Português 1Material de Apoio - Português 1
Material de Apoio - Português 1
Fernando Alves
 
Minha ficha inform.
Minha ficha inform.Minha ficha inform.
Minha ficha inform.
Paula Prata
 
Atividade extra-sobre-variação-linguística-1
Atividade extra-sobre-variação-linguística-1Atividade extra-sobre-variação-linguística-1
Atividade extra-sobre-variação-linguística-1
Bia Crispim
 
Variação linguística
Variação linguísticaVariação linguística
Variação linguística
caurysilva
 
Níveis de linguagem formalidade e informalidade da língua portuguesa no Brasi...
Níveis de linguagem formalidade e informalidade da língua portuguesa no Brasi...Níveis de linguagem formalidade e informalidade da língua portuguesa no Brasi...
Níveis de linguagem formalidade e informalidade da língua portuguesa no Brasi...
JohnJeffersonAlves1
 
Variacao linguistica
Variacao linguisticaVariacao linguistica
Variacao linguistica
caurysilva
 
Aula 01 - LINGUAGEM.pptx
Aula 01 - LINGUAGEM.pptxAula 01 - LINGUAGEM.pptx
Aula 01 - LINGUAGEM.pptx
AnneCaroline272991
 
Variedades linguisticas
Variedades linguisticasVariedades linguisticas
Variedades linguisticas
uesleii
 
português AULA SOBRE VARIAÇÃO LINGUÍSTICA.ppt
português AULA SOBRE VARIAÇÃO LINGUÍSTICA.pptportuguês AULA SOBRE VARIAÇÃO LINGUÍSTICA.ppt
português AULA SOBRE VARIAÇÃO LINGUÍSTICA.ppt
Eliane Lazzaretti
 
Slide sobre as linguagens, aula para - 1º ANO
Slide sobre as linguagens, aula para   - 1º ANOSlide sobre as linguagens, aula para   - 1º ANO
Slide sobre as linguagens, aula para - 1º ANO
y6bf72znm9
 
Variacões linguísticas conceito
Variacões linguísticas conceitoVariacões linguísticas conceito
Variacões linguísticas conceito
Marcela Santos
 
Variedades dialetais bagno_2011 (2)
Variedades dialetais bagno_2011 (2)Variedades dialetais bagno_2011 (2)
Variedades dialetais bagno_2011 (2)
regiane maciel dos santos
 
Apresentação pafc 2013 slideshare
Apresentação pafc 2013 slideshareApresentação pafc 2013 slideshare
Apresentação pafc 2013 slideshare
LeilaFajardo
 
Lingua e-linguagem2
Lingua e-linguagem2Lingua e-linguagem2
Lingua e-linguagem2
Flávio Ferreira
 
INTOLERÂNCIA LINGUÍSTICA, PRECONCEITO LINGUÍSTICO
INTOLERÂNCIA LINGUÍSTICA, PRECONCEITO LINGUÍSTICOINTOLERÂNCIA LINGUÍSTICA, PRECONCEITO LINGUÍSTICO
INTOLERÂNCIA LINGUÍSTICA, PRECONCEITO LINGUÍSTICO
LuanaTeixeiraBarrosL
 

Semelhante a Linguagem Formal e Informal (20)

Pibid variação linguística
Pibid variação linguísticaPibid variação linguística
Pibid variação linguística
 
Tipos de variação linguística
Tipos de variação linguísticaTipos de variação linguística
Tipos de variação linguística
 
AULA10-11-21.pptxkcdisschosckasihiuioifhfi
AULA10-11-21.pptxkcdisschosckasihiuioifhfiAULA10-11-21.pptxkcdisschosckasihiuioifhfi
AULA10-11-21.pptxkcdisschosckasihiuioifhfi
 
Variedades Linguísticas PPT 01.pptx
Variedades Linguísticas PPT 01.pptxVariedades Linguísticas PPT 01.pptx
Variedades Linguísticas PPT 01.pptx
 
Níveis de linguagem
Níveis de linguagemNíveis de linguagem
Níveis de linguagem
 
Material de Apoio - Português 1
Material de Apoio - Português 1Material de Apoio - Português 1
Material de Apoio - Português 1
 
Minha ficha inform.
Minha ficha inform.Minha ficha inform.
Minha ficha inform.
 
Atividade extra-sobre-variação-linguística-1
Atividade extra-sobre-variação-linguística-1Atividade extra-sobre-variação-linguística-1
Atividade extra-sobre-variação-linguística-1
 
Variação linguística
Variação linguísticaVariação linguística
Variação linguística
 
Níveis de linguagem formalidade e informalidade da língua portuguesa no Brasi...
Níveis de linguagem formalidade e informalidade da língua portuguesa no Brasi...Níveis de linguagem formalidade e informalidade da língua portuguesa no Brasi...
Níveis de linguagem formalidade e informalidade da língua portuguesa no Brasi...
 
Variacao linguistica
Variacao linguisticaVariacao linguistica
Variacao linguistica
 
Aula 01 - LINGUAGEM.pptx
Aula 01 - LINGUAGEM.pptxAula 01 - LINGUAGEM.pptx
Aula 01 - LINGUAGEM.pptx
 
Variedades linguisticas
Variedades linguisticasVariedades linguisticas
Variedades linguisticas
 
português AULA SOBRE VARIAÇÃO LINGUÍSTICA.ppt
português AULA SOBRE VARIAÇÃO LINGUÍSTICA.pptportuguês AULA SOBRE VARIAÇÃO LINGUÍSTICA.ppt
português AULA SOBRE VARIAÇÃO LINGUÍSTICA.ppt
 
Slide sobre as linguagens, aula para - 1º ANO
Slide sobre as linguagens, aula para   - 1º ANOSlide sobre as linguagens, aula para   - 1º ANO
Slide sobre as linguagens, aula para - 1º ANO
 
Variacões linguísticas conceito
Variacões linguísticas conceitoVariacões linguísticas conceito
Variacões linguísticas conceito
 
Variedades dialetais bagno_2011 (2)
Variedades dialetais bagno_2011 (2)Variedades dialetais bagno_2011 (2)
Variedades dialetais bagno_2011 (2)
 
Apresentação pafc 2013 slideshare
Apresentação pafc 2013 slideshareApresentação pafc 2013 slideshare
Apresentação pafc 2013 slideshare
 
Lingua e-linguagem2
Lingua e-linguagem2Lingua e-linguagem2
Lingua e-linguagem2
 
INTOLERÂNCIA LINGUÍSTICA, PRECONCEITO LINGUÍSTICO
INTOLERÂNCIA LINGUÍSTICA, PRECONCEITO LINGUÍSTICOINTOLERÂNCIA LINGUÍSTICA, PRECONCEITO LINGUÍSTICO
INTOLERÂNCIA LINGUÍSTICA, PRECONCEITO LINGUÍSTICO
 

Último

APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
orquestrasinfonicaam
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
LeilaVilasboas
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
shirleisousa9166
 
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
AntHropológicas Visual PPGA-UFPE
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdfquadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
marcos oliveira
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
MariaJooSilva58
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
Sandra Pratas
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 

Último (20)

APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
 
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdfquadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 

Linguagem Formal e Informal

  • 2. A Linguagem A linguagem representa duas variantes linguísticas, ou seja, são dois tipos de linguagem (visual, oral ou escrita) utilizadas em contextos e/ou situações distintas com o intuito de comunicar. São elas: • Formal • Informal O que é linguagem formal e informal?
  • 3. Linguagem Formal! A padrão formal exerce soberania sobre o modo informal pelo simples fato de está diretamente ligada à linguagem escrita, restringindo-se às normas gramaticais de um modo geral. É usada quando não há familiaridade entre os interlocutores da comunicação ou em situações que requerem uma maior seriedade. Suas características são: • Utilização rigorosa das normas gramaticais (norma culta); • Pronúncia clara e correta das palavras; • Utilização de vocabulário rico e diversificado; • Registro cuidado, prestigiado, complexo e erudito.
  • 4. Linguagem Informal Representa a linguagem cotidiana, ou seja, espontânea, regionalista e despreocupada com as normas gramaticais. É usada quando há familiaridade entre os interlocutores da comunicação ou em situações descontraídas. Suas características são: • Despreocupação relativa do uso de normas gramaticais; • Utilização de vocabulário simples, expressões populares e coloquialismos; • Utilização de gírias, jargões, palavras inventadas, gestos; • Uso de palavras abreviadas ou contraídas: • Sujeita a variações históricas, regionais, culturais e sociais; • Registro espontâneo e pouco prestigiado, por vezes incorreto e desleixado.
  • 5. “ “Caramba! To perdido, não sei como chegar no hotel.” “Estou perdido, não sei como chegar ao hotel.” FORMAL INFORMAL
  • 6. Variações Históricas Aquela que sofre transformações ao longo do tempo.
  • 7. Variações Regionais São os chamados dialetos, que são as marcas determinantes referentes a diferentes regiões, tal como os sotaques. Vício na fala Para dizerem milho dizem mio Para melhor dizem mió Para pior pió Para telha dizem teia Para telhado dizem teiado E vão fazendo telhados. (Oswald de Andrade)
  • 8. Gírias Partencem ao vocábulo de um grupo específico. Variações Sociais ou Culturais Jargões São caracterizados como um linguajar técnico. Estão diretamente ligadas aos grupos sociais de uma maneira geral e também ao grau de instrução de uma determinada pessoa. Qual a diferença de gíria e jargões?
  • 9. Chopis Centis (Mamonas Assassinas) Eu dí um beijo nela e chamei pra passear. A gente fomos no shopping, pra mó de a gente lancha. Comi uns bicho estranho, com um tal de gergelim. Até que tava gostoso, mas eu prefiro aipim. Quantcha gente, E quantcha alegria, A minha felicidade é um crediário nas Casas Bahia. Esse tal Chopis Centis é muito legalzinho, prá levar as namorada e dá uns rolêzinho. Quando eu estou no trabalho, não vejo a hora de descer dos andaime prá pegar um cinema, do Schwarzeneger e também o Van Damme. Quantcha gente, E quantcha alegria, A minha felicidade É um crediário nas Casas Bahia.
  • 10. Predominais (Oswald de Andrade) Dê-me um cigarro Diz a gramática Do professor e do aluno E do mulato sabido Mas o bom negro e o bom branco Da Nação Brasileira Dizem todos os dias Deixa disso camarada Me dá um cigarro.
  • 11. Obrigado! Alguma Pergunta? Você pode me contatar: Kelvin Illitch Kelvin_illitch@hotmail.com