SlideShare uma empresa Scribd logo
Química Geral e Experimental 2
    Prof. Dr. André Gustavo Ribeiro Mendonça
    Prática: Cinética
    Aluno: Leandro Da Paz Aristides




                           FLUXOGRAMA - Prática: Cinética

    Experimento 1: Preparo das soluções

                                                    2. Solução 1: 1 g de amido solúvel em 500 mL
                                                    de água destilada fria (mistura-se 1g de amido
    1. Observação: a eventual presença de
                                                    solúvel com 20 mL de água destilada fria
       impurezas nas vidrarias e/ou soluções
                                                    adiciona-se essa mistura a 500 mL de água
       pode comprometer o bom desempenho
                                                    destilada fervendo, com agitação, deixa-se
       do experimento
                                                    esfriar, decanta-se e adiciona-se 5 mg de iodeto
                                                    de mercúrio para evitar a formação de
                                                    fungos).




3. Solução 2: (deve ser preparada com, no
                                                    4.   • Solução 3: 8,6 g de iodato de potássio
máximo, 24 horas de antecedência): 8,0 g de
                                                    em 2 L de água destilada.
ácido sulfúrico concentrado, 20 mL de etanol e
2,32 g de sulfito de sódio, dissolvidos em 2 L de
água destilada.
Parte A: procedimento padrão


   1. Coloque num Erlenmeyer 100 mL de           2. Misture bem a solução resultante.
      água destilada, 5mL da solução 1 e 20
      mL da solução




3. Com o auxílio de outra pessoa, adicione          4. Mantenha a mistura sob agitação e
rapidamente e com agitação forte 20 mL da
                                                        aguarde atentamente o momento em que
solução 3 e, ao mesmo tempo, dispare o
cronômetro.                                             aparece a coloração azul na solução.




   5. Pare o cronômetro nesse momento e
   anote o tempo de reação.




    Parte B: efeito da concentração dos reagentes


    1. Repita o procedimento A, utilizando        2.Repita o procedimento A, utilizando 150
       apenas 50 mL de água destilada na          mL de água destilada na mistura com as
       mistura com as soluções 1 e 2.             soluções 1 e 2.




    Parte C: efeito da temperatura

    1. Repita o procedimento A, utilizando 100        2. Repita o procedimento A, utilizando
       mL de água destilada gelada na mistura         100 mL de água destilada quente (não
       com as soluções 1 e 2, e mantenha a            superior a 40 °C) na mistura com as
       solução sobre um banho de gelo durante         soluções 1 e 2.
       a reação.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Modelo de relatório experimental.pdf fim
Modelo de relatório experimental.pdf fimModelo de relatório experimental.pdf fim
Modelo de relatório experimental.pdf fimrenataiatsunik
 
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: SOLUBILIDADE DOS COMPOSTOS ORGÂNICA
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: SOLUBILIDADE DOS COMPOSTOS ORGÂNICARELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: SOLUBILIDADE DOS COMPOSTOS ORGÂNICA
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: SOLUBILIDADE DOS COMPOSTOS ORGÂNICAEzequias Guimaraes
 
Relatorio 3 leite de magnésia
Relatorio 3  leite de magnésiaRelatorio 3  leite de magnésia
Relatorio 3 leite de magnésiaDianna Grandal
 
Potenciometria E Condutometria
Potenciometria E CondutometriaPotenciometria E Condutometria
Potenciometria E CondutometriaBruno Cortez
 
Relatorio quimica geral_2 - cinetica
Relatorio quimica geral_2 - cineticaRelatorio quimica geral_2 - cinetica
Relatorio quimica geral_2 - cineticaÍngrede Silva
 
Controle de qualidade de matérias primas e produto acabado
Controle de qualidade de matérias primas e produto acabadoControle de qualidade de matérias primas e produto acabado
Controle de qualidade de matérias primas e produto acabadoVanessa Rodrigues
 
Preparação e propriedades da solução tampão.
Preparação e propriedades da solução tampão.Preparação e propriedades da solução tampão.
Preparação e propriedades da solução tampão.Paulo George
 
Componentes óticos em espectroscopia
Componentes óticos em espectroscopiaComponentes óticos em espectroscopia
Componentes óticos em espectroscopiadiegoarica
 
Relatorio de Química analítica Qualitativa cátions grupo II
Relatorio de Química analítica Qualitativa cátions grupo IIRelatorio de Química analítica Qualitativa cátions grupo II
Relatorio de Química analítica Qualitativa cátions grupo IIErica Souza
 
Solubilidade e Miscibilidade
Solubilidade e MiscibilidadeSolubilidade e Miscibilidade
Solubilidade e MiscibilidadeAlex Junior
 
Relatório Potenciometria
Relatório PotenciometriaRelatório Potenciometria
Relatório PotenciometriaLuaneGS
 
54302847 relatorio-acidos-bases-e-oxidos
54302847 relatorio-acidos-bases-e-oxidos54302847 relatorio-acidos-bases-e-oxidos
54302847 relatorio-acidos-bases-e-oxidosLéo Morais
 
Relatório prática 1 volumetria de neutralização
Relatório prática 1 volumetria de neutralizaçãoRelatório prática 1 volumetria de neutralização
Relatório prática 1 volumetria de neutralizaçãoAna Morais Nascimento
 
Relatorio de Química Analítica II - Determinação da Acidez total do Vinagre
Relatorio de Química Analítica II - Determinação da Acidez total do VinagreRelatorio de Química Analítica II - Determinação da Acidez total do Vinagre
Relatorio de Química Analítica II - Determinação da Acidez total do VinagreDhion Meyg Fernandes
 
Tecnologia de Comprimidos Revestidos e Drágeas
Tecnologia de Comprimidos Revestidos e DrágeasTecnologia de Comprimidos Revestidos e Drágeas
Tecnologia de Comprimidos Revestidos e DrágeasGuilherme Becker
 

Mais procurados (20)

Cromatografia
CromatografiaCromatografia
Cromatografia
 
Modelo de relatório experimental.pdf fim
Modelo de relatório experimental.pdf fimModelo de relatório experimental.pdf fim
Modelo de relatório experimental.pdf fim
 
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: SOLUBILIDADE DOS COMPOSTOS ORGÂNICA
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: SOLUBILIDADE DOS COMPOSTOS ORGÂNICARELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: SOLUBILIDADE DOS COMPOSTOS ORGÂNICA
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: SOLUBILIDADE DOS COMPOSTOS ORGÂNICA
 
Relatorio 3 leite de magnésia
Relatorio 3  leite de magnésiaRelatorio 3  leite de magnésia
Relatorio 3 leite de magnésia
 
Potenciometria E Condutometria
Potenciometria E CondutometriaPotenciometria E Condutometria
Potenciometria E Condutometria
 
Relatorio quimica geral_2 - cinetica
Relatorio quimica geral_2 - cineticaRelatorio quimica geral_2 - cinetica
Relatorio quimica geral_2 - cinetica
 
Controle de qualidade de matérias primas e produto acabado
Controle de qualidade de matérias primas e produto acabadoControle de qualidade de matérias primas e produto acabado
Controle de qualidade de matérias primas e produto acabado
 
Preparação e propriedades da solução tampão.
Preparação e propriedades da solução tampão.Preparação e propriedades da solução tampão.
Preparação e propriedades da solução tampão.
 
Analise instrumental
Analise instrumentalAnalise instrumental
Analise instrumental
 
Manual de atividades práticas
Manual de atividades práticasManual de atividades práticas
Manual de atividades práticas
 
Componentes óticos em espectroscopia
Componentes óticos em espectroscopiaComponentes óticos em espectroscopia
Componentes óticos em espectroscopia
 
Relatorio de Química analítica Qualitativa cátions grupo II
Relatorio de Química analítica Qualitativa cátions grupo IIRelatorio de Química analítica Qualitativa cátions grupo II
Relatorio de Química analítica Qualitativa cátions grupo II
 
Solubilidade e Miscibilidade
Solubilidade e MiscibilidadeSolubilidade e Miscibilidade
Solubilidade e Miscibilidade
 
Relatório Potenciometria
Relatório PotenciometriaRelatório Potenciometria
Relatório Potenciometria
 
Potenciometria
PotenciometriaPotenciometria
Potenciometria
 
Aula de gravimetria
Aula de gravimetriaAula de gravimetria
Aula de gravimetria
 
54302847 relatorio-acidos-bases-e-oxidos
54302847 relatorio-acidos-bases-e-oxidos54302847 relatorio-acidos-bases-e-oxidos
54302847 relatorio-acidos-bases-e-oxidos
 
Relatório prática 1 volumetria de neutralização
Relatório prática 1 volumetria de neutralizaçãoRelatório prática 1 volumetria de neutralização
Relatório prática 1 volumetria de neutralização
 
Relatorio de Química Analítica II - Determinação da Acidez total do Vinagre
Relatorio de Química Analítica II - Determinação da Acidez total do VinagreRelatorio de Química Analítica II - Determinação da Acidez total do Vinagre
Relatorio de Química Analítica II - Determinação da Acidez total do Vinagre
 
Tecnologia de Comprimidos Revestidos e Drágeas
Tecnologia de Comprimidos Revestidos e DrágeasTecnologia de Comprimidos Revestidos e Drágeas
Tecnologia de Comprimidos Revestidos e Drágeas
 

Destaque

Relatório de química
Relatório de químicaRelatório de química
Relatório de químicaADSONTORREZANE
 
Química Prática Aula 3_Técnicas de Trabalho com Material Volumétrico
Química Prática Aula 3_Técnicas de Trabalho com Material Volumétrico Química Prática Aula 3_Técnicas de Trabalho com Material Volumétrico
Química Prática Aula 3_Técnicas de Trabalho com Material Volumétrico Jean Paulo Mendes Alves
 
Aula 2 fluxograma dos diferentes exames laboratoriais (setor de hematologia)
Aula 2  fluxograma dos diferentes exames laboratoriais (setor de hematologia)Aula 2  fluxograma dos diferentes exames laboratoriais (setor de hematologia)
Aula 2 fluxograma dos diferentes exames laboratoriais (setor de hematologia)Helimarcos Nunes Pereira
 
Propriedades físico químicas da água e sua importância limnológica2
Propriedades físico químicas da água e sua importância limnológica2Propriedades físico químicas da água e sua importância limnológica2
Propriedades físico químicas da água e sua importância limnológica2Rodolfo Pimentel Oliveira
 
Aula03 conceito de fluxogramas e seqenciamento de açoes
Aula03   conceito de fluxogramas e seqenciamento de açoesAula03   conceito de fluxogramas e seqenciamento de açoes
Aula03 conceito de fluxogramas e seqenciamento de açoesGrupo Tiradentes
 

Destaque (7)

Fluxogramas
FluxogramasFluxogramas
Fluxogramas
 
Relatório de química
Relatório de químicaRelatório de química
Relatório de química
 
Química Prática Aula 3_Técnicas de Trabalho com Material Volumétrico
Química Prática Aula 3_Técnicas de Trabalho com Material Volumétrico Química Prática Aula 3_Técnicas de Trabalho com Material Volumétrico
Química Prática Aula 3_Técnicas de Trabalho com Material Volumétrico
 
carne maturada enzima
carne maturada enzimacarne maturada enzima
carne maturada enzima
 
Aula 2 fluxograma dos diferentes exames laboratoriais (setor de hematologia)
Aula 2  fluxograma dos diferentes exames laboratoriais (setor de hematologia)Aula 2  fluxograma dos diferentes exames laboratoriais (setor de hematologia)
Aula 2 fluxograma dos diferentes exames laboratoriais (setor de hematologia)
 
Propriedades físico químicas da água e sua importância limnológica2
Propriedades físico químicas da água e sua importância limnológica2Propriedades físico químicas da água e sua importância limnológica2
Propriedades físico químicas da água e sua importância limnológica2
 
Aula03 conceito de fluxogramas e seqenciamento de açoes
Aula03   conceito de fluxogramas e seqenciamento de açoesAula03   conceito de fluxogramas e seqenciamento de açoes
Aula03 conceito de fluxogramas e seqenciamento de açoes
 

Semelhante a Fluxograma 3º experimento

Proposta para prática em química Ensino Médio - água dura
Proposta para prática em  química Ensino Médio - água duraProposta para prática em  química Ensino Médio - água dura
Proposta para prática em química Ensino Médio - água duraCristiane Kanjiscuk
 
Protocolo do Ensaio Experimêntal da Formação do Biodiesel
Protocolo do Ensaio Experimêntal da Formação do BiodieselProtocolo do Ensaio Experimêntal da Formação do Biodiesel
Protocolo do Ensaio Experimêntal da Formação do Biodieselguestac12462
 
Protocolo Biodiesel
Protocolo BiodieselProtocolo Biodiesel
Protocolo Biodieselguestac12462
 
Retomada Pedagógica 2ºano - Professorea Elaine Cristina
Retomada Pedagógica   2ºano - Professorea Elaine CristinaRetomada Pedagógica   2ºano - Professorea Elaine Cristina
Retomada Pedagógica 2ºano - Professorea Elaine CristinaEdson Marcos Silva
 
Relatorio de cloreto numa amostra
Relatorio de cloreto numa amostraRelatorio de cloreto numa amostra
Relatorio de cloreto numa amostraSilenezé Souza
 
QuíM. De Alim. I Carboidratos Ii E Iii
QuíM. De Alim. I   Carboidratos Ii E IiiQuíM. De Alim. I   Carboidratos Ii E Iii
QuíM. De Alim. I Carboidratos Ii E IiiRicardo Stefani
 
1ª aula prática proteínas
1ª aula prática  proteínas1ª aula prática  proteínas
1ª aula prática proteínasAdriana Mesquita
 
Soluções
SoluçõesSoluções
SoluçõesCARIELO
 
Férias com química 2º ano
Férias com química   2º anoFérias com química   2º ano
Férias com química 2º anoprofronaldopompeu
 
Cartilha - Como agir em caso de enchentes
Cartilha - Como agir em caso de enchentesCartilha - Como agir em caso de enchentes
Cartilha - Como agir em caso de enchentesAlerta199
 
Saiba como agir em caso de enchentes_população_2010
Saiba como agir em caso de enchentes_população_2010Saiba como agir em caso de enchentes_população_2010
Saiba como agir em caso de enchentes_população_2010Ministério da Saúde
 
Cartilha enchentes
Cartilha enchentesCartilha enchentes
Cartilha enchentessaudefieb
 
Cartilha enchentes
Cartilha enchentesCartilha enchentes
Cartilha enchentessaudefieb
 

Semelhante a Fluxograma 3º experimento (20)

Sandrogreco ExperiêNcia 1 Eng. PetróLeo
Sandrogreco ExperiêNcia 1   Eng. PetróLeoSandrogreco ExperiêNcia 1   Eng. PetróLeo
Sandrogreco ExperiêNcia 1 Eng. PetróLeo
 
Proposta para prática em química Ensino Médio - água dura
Proposta para prática em  química Ensino Médio - água duraProposta para prática em  química Ensino Médio - água dura
Proposta para prática em química Ensino Médio - água dura
 
Protocolo do Ensaio Experimêntal da Formação do Biodiesel
Protocolo do Ensaio Experimêntal da Formação do BiodieselProtocolo do Ensaio Experimêntal da Formação do Biodiesel
Protocolo do Ensaio Experimêntal da Formação do Biodiesel
 
Protocolo Biodiesel
Protocolo BiodieselProtocolo Biodiesel
Protocolo Biodiesel
 
Retomada Pedagógica 2ºano - Professorea Elaine Cristina
Retomada Pedagógica   2ºano - Professorea Elaine CristinaRetomada Pedagógica   2ºano - Professorea Elaine Cristina
Retomada Pedagógica 2ºano - Professorea Elaine Cristina
 
DISPERSÕES REVISÃO ENEM
DISPERSÕES REVISÃO ENEMDISPERSÕES REVISÃO ENEM
DISPERSÕES REVISÃO ENEM
 
Relatorio de cloreto numa amostra
Relatorio de cloreto numa amostraRelatorio de cloreto numa amostra
Relatorio de cloreto numa amostra
 
QuíM. De Alim. I Carboidratos Ii E Iii
QuíM. De Alim. I   Carboidratos Ii E IiiQuíM. De Alim. I   Carboidratos Ii E Iii
QuíM. De Alim. I Carboidratos Ii E Iii
 
Soluções
SoluçõesSoluções
Soluções
 
Cinetica parte i
Cinetica parte iCinetica parte i
Cinetica parte i
 
Cinetica parte i
Cinetica parte iCinetica parte i
Cinetica parte i
 
enem revisão soluções
enem revisão soluções enem revisão soluções
enem revisão soluções
 
1ª aula prática proteínas
1ª aula prática  proteínas1ª aula prática  proteínas
1ª aula prática proteínas
 
%C1gua nos alimentos
%C1gua nos alimentos%C1gua nos alimentos
%C1gua nos alimentos
 
Soluções
SoluçõesSoluções
Soluções
 
Férias com química 2º ano
Férias com química   2º anoFérias com química   2º ano
Férias com química 2º ano
 
Cartilha - Como agir em caso de enchentes
Cartilha - Como agir em caso de enchentesCartilha - Como agir em caso de enchentes
Cartilha - Como agir em caso de enchentes
 
Saiba como agir em caso de enchentes_população_2010
Saiba como agir em caso de enchentes_população_2010Saiba como agir em caso de enchentes_população_2010
Saiba como agir em caso de enchentes_população_2010
 
Cartilha enchentes
Cartilha enchentesCartilha enchentes
Cartilha enchentes
 
Cartilha enchentes
Cartilha enchentesCartilha enchentes
Cartilha enchentes
 

Mais de Leandro Da Paz Aristides (7)

Cap09 parte1
Cap09 parte1Cap09 parte1
Cap09 parte1
 
Cap09 parte2
Cap09 parte2Cap09 parte2
Cap09 parte2
 
Quil006 forças intermolecculares material
Quil006 forças intermolecculares materialQuil006 forças intermolecculares material
Quil006 forças intermolecculares material
 
Aula termoqumica
Aula termoqumicaAula termoqumica
Aula termoqumica
 
Artigo jailson
Artigo jailsonArtigo jailson
Artigo jailson
 
A quimica no efeito estufa
A quimica no efeito estufaA quimica no efeito estufa
A quimica no efeito estufa
 
Aula quimica atmosferica
Aula quimica atmosfericaAula quimica atmosferica
Aula quimica atmosferica
 

Fluxograma 3º experimento

  • 1. Química Geral e Experimental 2 Prof. Dr. André Gustavo Ribeiro Mendonça Prática: Cinética Aluno: Leandro Da Paz Aristides FLUXOGRAMA - Prática: Cinética Experimento 1: Preparo das soluções 2. Solução 1: 1 g de amido solúvel em 500 mL de água destilada fria (mistura-se 1g de amido 1. Observação: a eventual presença de solúvel com 20 mL de água destilada fria impurezas nas vidrarias e/ou soluções adiciona-se essa mistura a 500 mL de água pode comprometer o bom desempenho destilada fervendo, com agitação, deixa-se do experimento esfriar, decanta-se e adiciona-se 5 mg de iodeto de mercúrio para evitar a formação de fungos). 3. Solução 2: (deve ser preparada com, no 4. • Solução 3: 8,6 g de iodato de potássio máximo, 24 horas de antecedência): 8,0 g de em 2 L de água destilada. ácido sulfúrico concentrado, 20 mL de etanol e 2,32 g de sulfito de sódio, dissolvidos em 2 L de água destilada.
  • 2. Parte A: procedimento padrão 1. Coloque num Erlenmeyer 100 mL de 2. Misture bem a solução resultante. água destilada, 5mL da solução 1 e 20 mL da solução 3. Com o auxílio de outra pessoa, adicione 4. Mantenha a mistura sob agitação e rapidamente e com agitação forte 20 mL da aguarde atentamente o momento em que solução 3 e, ao mesmo tempo, dispare o cronômetro. aparece a coloração azul na solução. 5. Pare o cronômetro nesse momento e anote o tempo de reação. Parte B: efeito da concentração dos reagentes 1. Repita o procedimento A, utilizando 2.Repita o procedimento A, utilizando 150 apenas 50 mL de água destilada na mL de água destilada na mistura com as mistura com as soluções 1 e 2. soluções 1 e 2. Parte C: efeito da temperatura 1. Repita o procedimento A, utilizando 100 2. Repita o procedimento A, utilizando mL de água destilada gelada na mistura 100 mL de água destilada quente (não com as soluções 1 e 2, e mantenha a superior a 40 °C) na mistura com as solução sobre um banho de gelo durante soluções 1 e 2. a reação.