SlideShare uma empresa Scribd logo
Filósofos Iluministas
Introdução
• O Iluminismo foi a corrente filosófica e o
movimento cultural do século XVIII que se
caraterizou, de forma sintética, pela crítica à
autoridade política e religiosa, pela defesa da
igualdade e da liberdade e pela confiança na
Razão e no progresso da Ciência.
• Passo a apresentar alguns dos iluministas que
marcaram a História até aos dias de hoje.
René Descartes
• René Descartes foi um filósofo, matemático e
físico francês que nasceu em La Haye en
Touraine a 31 de março de 1596 e faleceu em
Estocolmo a 11 de fevereiro de 1650.
• Teve um papel crucial no desenvolvimento da
filosofia e da ciência na sua época.
• É considerado por muitos, não só o pai da
filosofia e da matemática moderna, mas também
um dos pensadores mais influentes da História
Ocidental.
René Descartes
• Foi considerado o pai do racionalismo.
• Acreditava na existência de uma verdade
absoluta, que consistia em questionar todas as
teorias ou ideias pré-existentes. A sua teoria
passou a ser resumida na frase: "Penso, logo
existo".
• Esta conceção esteve na base de todo o
pensamento iluminista, pois a dúvida era aceite
como o ponto de partida para a obtenção de
conhecimento e para o avanço do mesmo.
René Descartes
• Principal obra: Discurso do Método - publicado
na França em Leiden em 1637
• Citações:
• “A leitura de todos os bons livros é uma
conversação com as mais honestas pessoas dos
séculos passados.”
• “Não basta termos um bom espírito, o mais
importante é aplicá-lo bem.”
René Descartes
John Locke
• John Locke foi um importante filósofo inglês,
considerado um dos líderes da doutrina
filosófica do empirismo e um dos precursores do
liberalismo e do iluminismo.
• Nasceu em 29 de agosto de 1632 na cidade
inglesa de Wrington e faleceu a 28 de outubro de
1704, no condado de Essex em Inglaterra
John Locke
• Locke acreditava que a procura do conhecimento
devia basear-se na experiência e não por
dedução ou especulação. O empirismo filosófico
desenvolvido por Locke não aceita explicações
baseadas na fé.
• Locke criticou a teoria do direito divino dos reis,
afirmando que a soberania reside na população e
não no Estado. Embora admitisse a supremacia
do Estado, Locke dizia que este deveria respeitar
as leis natural e civil.
John Locke
• Locke defendeu a separação da Igreja do Estado
e a liberdade religiosa. Em consequência, foi
perseguido pela Igreja Católica.
• Para este filósofo, o poder deveria ser dividido
em três: Executivo, Legislativo e Judiciário. De
acordo com sua visão, o Poder Legislativo, por
representar o povo, era o mais importante.
John Locke
• Principal Obra: Dois Tratados sobre o Governo 1689
• Citações:
• "A leitura fornece conhecimento à mente. O
pensamento incorpora o que lemos“.
• "As ações dos seres humanos são as melhores
intérpretes de seus pensamentos".
John Locke
Montesquieu
• Charles Montesquieu, ou barão de Montesquieu,
foi filósofo, cientista político e escritor francês.
Nasceu a 18 de Janeiro de 1689 em La Brède, em
França e faleceu a 10 de Fevereiro de 1755 com
66 anos em Ile-de-France.
• Foi um dos grandes precursores do pensamento
iluminista.
Montesquieu
• Montesquieu criticou os costumes sociais, políticos e
religiosos da França do rei Luís XIV.
• Quando esteve em Inglaterra ficou encantando com
o sistema político desta nação e estudou-o a fundo,
usando-o como modelo para as suas teses.
• Na obra "O Espírito das Leis”, o iluminsita definiu
três tipos de governos existentes: o monárquico,
onde a população serviria um rei através de leis; o
republicano, liderado por um determindo grupo de
pessoas; e o despótico, onde o autoritarismo de um
líder poderia comprometer os direitos humanos.
Montesquieu
• Montesquieu defendeu o poder político em três
poderes:
• Executivo: responsável pela administração
pública, geralmente exercido por um rei
(Monarquia) ou chefe de Estado (República);
• Legislativo: responsável pelos projetos de leis;
• Judiciário: responsável pelo órgão jurídico e
pelo cumprimento das leis por parte dos
cidadãos e dos outros dois poderes, exercidos
pelos juízes e magistrados.
Montesquieu
• Principal obra: O Espírito das leis - 1748
• Citações:
• "Para obter êxito no mundo temos de parecer
loucos mas sermos espertos.“
• "Quase todas as monarquias foram instituídas
na ignorância das artes e destruídas porque as
cultivaram demais.“
• “Todos os homens são bestas; os príncipes são
bestas que não estão atreladas."
Montesquieu
Voltaire
• François Marie Arouet, mais conhecido como
Voltaire nasceu em Paris, a 21 de novembro de
1694 e faleceu na mesma cidade e 30 de maio de
1778.
• Foi um escritor, ensaísta, deísta e filósofo
iluminista francês.
• Foi um dos filósofos do Iluminismo cujas obras
tiveram influência nas revoluções Francesa e
Americana.
Voltaire
• Voltaire defendeu uma reforma social, criticou a
Igreja Católica e as instituições francesas do seu
tempo incluindo os reis absolutistas e os
privilégios do clero e da nobreza.
• Apresentava uma grande preocupação com a
defesa da liberdade de expressão, de
consciência, religiosa e de associação.
• Voltaire não acreditava na igualdade e
considerava a hierarquia social benéfica.
Voltaire
• Principal obra: Tratado sobre a tolerância – 1763
• Citações:
• "A originalidade não é mais do que uma
imitação criteriosa.“
• "Todo o homem é culpado do bem que não fez.“
• "Uma discussão prolongada significa que ambas
as partes estão erradas."
Voltaire
Jean-Jacques Rosseau
• Jean-Jacques Rousseau foi um importante
filósofo, teórico político e escritor suíço que
nasceu a 28 de junho de 1712 na cidade de
Genebra na Suíça e morreu em 2 de julho de
1778 em Ermenoville, França.
• É considerado um dos principais filósofos do
Iluminismo, por ter influenciado os ideais da
Revolução Francesa.
Jean-Jacques Rosseau
• Segundo a perspetiva de Rosseau, o homem nasce
bom mas é corrompido pela sociedade ao longo da
vida. Esta funciona como um pacto social: os
indivíduos, organizados em sociedade, concedem
alguns direitos ao Estado em troca de proteção e
organização.
• Rosseau acreditava na existência de três tipos de
governo: monarquia (na qual a soberania reside no
povo, embora a execução das leis seja entregue ao
monarca), aristocracia (povo soberano é legislador e
governo executante) e democracia (povo governa-se
a si mesmo)
Jean-Jacques Rosseau
• Rosseau defendia que a religião devia ser independente
do Estado, aceitando quanto muito um culto deísta.
• O homem natural é um selvagem que através da
aprendizagem se transforma num selvagem civilizado,
graças aos progressos do homem.
• “Os proprietários oferecem aos pobres uma fórmula para
evitar todos os males: a sociedade – contrato entre dois
grupos sociais, os proprietários e os sem-terra, os chefes
e o povo – o contrato e a lei serviam para perpetuar a
injustiça”
• As suas teorias foram mal aceites pela religião e pelos
seus colegas iluministas.
Jean-Jacques Rosseau
• Principal obra: Do Contrato Social – 1762
• Citações:
• "Bastará nunca sermos injustos para estarmos
sempre inocentes?“
• "O homem verdadeiramente livre apenas quer o
que pode e faz o que lhe agrada.“
• "Para
conhecer
os
homens,
torna-se
indispensável vê-los agir."
Jean-Jacques Rosseau
Conclusão
• Posso
concluir
que
Descartes,
Locke,
Montesquieu, Voltaire e Rosseau foram alguns
dos mais importantes filósofos do período das
Luzes. Defenderam teses idênticas, todas
apoiadas em ideais liberais e progressistas. As
suas teorias serviram de base às Revoluções
Liberais e ainda hoje são atuais.
Trabalho realizado por:
•
•
•
•
•
•

Eunice Martins Barbosa Couto do Carmo
Nº 9 11ºJ
Escola Secundária Almeida Garrett
Curso Científico-Humanístico
História A
Professora Sandra Branco

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Liberalismo clássico e contemporâneo
Liberalismo clássico e contemporâneoLiberalismo clássico e contemporâneo
Liberalismo clássico e contemporâneo
Rafael Pinto
 
Liberalismo
LiberalismoLiberalismo
Liberalismo
harlissoncarvalho
 
Participação política, direitos e democracia
Participação política, direitos e democraciaParticipação política, direitos e democracia
Participação política, direitos e democracia
Colégio Basic e Colégio Imperatrice
 
O Iluminismo, O Século das Luzes
O Iluminismo, O Século das LuzesO Iluminismo, O Século das Luzes
O Iluminismo, O Século das Luzes
Samara Coimbra
 
O contratualismo hobbes, locke e rouseau aula 08
O contratualismo hobbes, locke e rouseau aula 08O contratualismo hobbes, locke e rouseau aula 08
O contratualismo hobbes, locke e rouseau aula 08
Rodrigo Cisco
 
Kant - Prof. Altair Aguilar
Kant  - Prof. Altair AguilarKant  - Prof. Altair Aguilar
Kant - Prof. Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
As origens do totalitarismo de hannah arendt
As origens do totalitarismo de hannah arendtAs origens do totalitarismo de hannah arendt
As origens do totalitarismo de hannah arendt
Edenilson Morais
 
Slides da aula de Filosofia (João Luís) sobre Ética e Moral
Slides da aula de Filosofia (João Luís) sobre Ética e MoralSlides da aula de Filosofia (João Luís) sobre Ética e Moral
Slides da aula de Filosofia (João Luís) sobre Ética e Moral
Turma Olímpica
 
Resumo o iluminismo
Resumo   o iluminismoResumo   o iluminismo
Resumo o iluminismo
Claudenilson da Silva
 
O empirismo de John Locke
O empirismo de John LockeO empirismo de John Locke
O empirismo de John Locke
João Marcelo
 
Iluminismo e Revolução Francesa
Iluminismo e Revolução FrancesaIluminismo e Revolução Francesa
Iluminismo e Revolução Francesa
Paulo Alexandre
 
RENÉ DESCARTES
RENÉ DESCARTESRENÉ DESCARTES
RENÉ DESCARTES
Virna Salgado Barra
 
Filosofia medieval
Filosofia medievalFilosofia medieval
Filosofia medieval
Juliana Corvino de Araújo
 
O iluminismo(Resumo)
O iluminismo(Resumo)O iluminismo(Resumo)
O iluminismo(Resumo)
JPedroSR
 
Slide locke
Slide lockeSlide locke
Slide locke
Felipe Hiago
 
Historia Iluminismo 8ano
Historia Iluminismo 8anoHistoria Iluminismo 8ano
Historia Iluminismo 8ano
Leonardo Caputo
 
Democracia & cidadania
Democracia & cidadaniaDemocracia & cidadania
Democracia & cidadania
Alberto Rocha
 
Os contratualistas
Os contratualistasOs contratualistas
Os contratualistas
Conrado_p_m
 
Escola de Frankfurt - Indústria Cultural
Escola de  Frankfurt - Indústria CulturalEscola de  Frankfurt - Indústria Cultural
Escola de Frankfurt - Indústria Cultural
Juliana Corvino de Araújo
 

Mais procurados (20)

Liberalismo clássico e contemporâneo
Liberalismo clássico e contemporâneoLiberalismo clássico e contemporâneo
Liberalismo clássico e contemporâneo
 
Liberalismo
LiberalismoLiberalismo
Liberalismo
 
Participação política, direitos e democracia
Participação política, direitos e democraciaParticipação política, direitos e democracia
Participação política, direitos e democracia
 
O Iluminismo, O Século das Luzes
O Iluminismo, O Século das LuzesO Iluminismo, O Século das Luzes
O Iluminismo, O Século das Luzes
 
O contratualismo hobbes, locke e rouseau aula 08
O contratualismo hobbes, locke e rouseau aula 08O contratualismo hobbes, locke e rouseau aula 08
O contratualismo hobbes, locke e rouseau aula 08
 
Kant - Prof. Altair Aguilar
Kant  - Prof. Altair AguilarKant  - Prof. Altair Aguilar
Kant - Prof. Altair Aguilar
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
As origens do totalitarismo de hannah arendt
As origens do totalitarismo de hannah arendtAs origens do totalitarismo de hannah arendt
As origens do totalitarismo de hannah arendt
 
Slides da aula de Filosofia (João Luís) sobre Ética e Moral
Slides da aula de Filosofia (João Luís) sobre Ética e MoralSlides da aula de Filosofia (João Luís) sobre Ética e Moral
Slides da aula de Filosofia (João Luís) sobre Ética e Moral
 
Resumo o iluminismo
Resumo   o iluminismoResumo   o iluminismo
Resumo o iluminismo
 
O empirismo de John Locke
O empirismo de John LockeO empirismo de John Locke
O empirismo de John Locke
 
Iluminismo e Revolução Francesa
Iluminismo e Revolução FrancesaIluminismo e Revolução Francesa
Iluminismo e Revolução Francesa
 
RENÉ DESCARTES
RENÉ DESCARTESRENÉ DESCARTES
RENÉ DESCARTES
 
Filosofia medieval
Filosofia medievalFilosofia medieval
Filosofia medieval
 
O iluminismo(Resumo)
O iluminismo(Resumo)O iluminismo(Resumo)
O iluminismo(Resumo)
 
Slide locke
Slide lockeSlide locke
Slide locke
 
Historia Iluminismo 8ano
Historia Iluminismo 8anoHistoria Iluminismo 8ano
Historia Iluminismo 8ano
 
Democracia & cidadania
Democracia & cidadaniaDemocracia & cidadania
Democracia & cidadania
 
Os contratualistas
Os contratualistasOs contratualistas
Os contratualistas
 
Escola de Frankfurt - Indústria Cultural
Escola de  Frankfurt - Indústria CulturalEscola de  Frankfurt - Indústria Cultural
Escola de Frankfurt - Indústria Cultural
 

Destaque

O Iluminismo
O IluminismoO Iluminismo
O Iluminismo
Rui Neto
 
O Iluminismo
O IluminismoO Iluminismo
Aula sobre o iluminismo.
Aula sobre o iluminismo.Aula sobre o iluminismo.
Aula sobre o iluminismo.
Dênis Ribas
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo power point
Iluminismo power pointIluminismo power point
Iluminismo power point
Odairdesouza
 
Iluminismo 2010
Iluminismo 2010Iluminismo 2010
Iluminismo 2010
BriefCase
 
A filosofia das luzes resumo
A filosofia das luzes resumoA filosofia das luzes resumo
A filosofia das luzes resumo
Escoladocs
 
Voltaire
VoltaireVoltaire
Voltaire
cindymacedo
 
O Iluminismo (ou Filosofia das luzes)
O Iluminismo (ou Filosofia das luzes)O Iluminismo (ou Filosofia das luzes)
O Iluminismo (ou Filosofia das luzes)
Joana Filipa Rodrigues
 
Jean jacques rousseau
Jean jacques rousseauJean jacques rousseau
Jean jacques rousseau
Isabella Silva
 
INDEPENDÊNCIAS NA AMÉRICA
INDEPENDÊNCIAS NA AMÉRICA INDEPENDÊNCIAS NA AMÉRICA
INDEPENDÊNCIAS NA AMÉRICA
Isabel Aguiar
 
ILUMINISMO
ILUMINISMOILUMINISMO
História A - Filosofia das Luzes
História A - Filosofia das LuzesHistória A - Filosofia das Luzes
História A - Filosofia das Luzes
Daniela Paiva
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
gabrielladpont
 
Iluminismo II
Iluminismo IIIluminismo II
Iluminismo II
Maria Barroso
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
Carla Teixeira
 
Período das luzes
Período das luzesPeríodo das luzes
Período das luzes
gisellemarinho
 
Voltaire - História
Voltaire - HistóriaVoltaire - História
Voltaire - História
RitaIsabelS
 
Iluminismo e despotismo
Iluminismo e  despotismoIluminismo e  despotismo
Iluminismo e despotismo
Blendo Widston
 

Destaque (20)

O Iluminismo
O IluminismoO Iluminismo
O Iluminismo
 
O Iluminismo
O IluminismoO Iluminismo
O Iluminismo
 
Aula sobre o iluminismo.
Aula sobre o iluminismo.Aula sobre o iluminismo.
Aula sobre o iluminismo.
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
Iluminismo power point
Iluminismo power pointIluminismo power point
Iluminismo power point
 
Iluminismo 2010
Iluminismo 2010Iluminismo 2010
Iluminismo 2010
 
A filosofia das luzes resumo
A filosofia das luzes resumoA filosofia das luzes resumo
A filosofia das luzes resumo
 
Voltaire
VoltaireVoltaire
Voltaire
 
O Iluminismo (ou Filosofia das luzes)
O Iluminismo (ou Filosofia das luzes)O Iluminismo (ou Filosofia das luzes)
O Iluminismo (ou Filosofia das luzes)
 
Jean jacques rousseau
Jean jacques rousseauJean jacques rousseau
Jean jacques rousseau
 
INDEPENDÊNCIAS NA AMÉRICA
INDEPENDÊNCIAS NA AMÉRICA INDEPENDÊNCIAS NA AMÉRICA
INDEPENDÊNCIAS NA AMÉRICA
 
ILUMINISMO
ILUMINISMOILUMINISMO
ILUMINISMO
 
História A - Filosofia das Luzes
História A - Filosofia das LuzesHistória A - Filosofia das Luzes
História A - Filosofia das Luzes
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
Iluminismo II
Iluminismo IIIluminismo II
Iluminismo II
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
Período das luzes
Período das luzesPeríodo das luzes
Período das luzes
 
Voltaire - História
Voltaire - HistóriaVoltaire - História
Voltaire - História
 
Iluminismo e despotismo
Iluminismo e  despotismoIluminismo e  despotismo
Iluminismo e despotismo
 

Semelhante a Filósofos Iluministas

Filósofos iluministas
Filósofos iluministasFilósofos iluministas
Filósofos iluministas
Eunice Carmo
 
O Iluminismo
O IluminismoO Iluminismo
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
stelawstel
 
Iluminismo.melissa
Iluminismo.melissaIluminismo.melissa
Iluminismo.melissa
JoanaRitaSilva
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Montesquieu
MontesquieuMontesquieu
Montesquieu
Pamella Santana
 
O iluminismo
O iluminismoO iluminismo
O iluminismo
historiando
 
O iluminismo
O iluminismoO iluminismo
O iluminismo
Foz
 
Context a cultura do salão o rococó
Context a cultura do salão   o rococóContext a cultura do salão   o rococó
Context a cultura do salão o rococó
cattonia
 
Ideias revolucionárias dos séculos XVII e XVIII
Ideias revolucionárias dos séculos XVII e XVIIIIdeias revolucionárias dos séculos XVII e XVIII
Ideias revolucionárias dos séculos XVII e XVIII
eduardodemiranda
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
Norma Almeida
 
O Iluminismo
O IluminismoO Iluminismo
O Iluminismo
Thamires Liima
 
O Iluminismo
O Iluminismo  O Iluminismo
O Iluminismo
Thamires Liima
 
ILUMINISMO.pptx
ILUMINISMO.pptxILUMINISMO.pptx
ILUMINISMO.pptx
diogocs1
 
Iluminismo 2012
Iluminismo 2012Iluminismo 2012
Iluminismo 2012
ProfessoresColeguium
 
Resumo O Iluminismo
Resumo O IluminismoResumo O Iluminismo
Resumo O Iluminismo
Claudenilson da Silva
 
Resumo oiluminismo
Resumo oiluminismoResumo oiluminismo
Resumo oiluminismo
Claudenilson da Silva
 
iluminismo
 iluminismo iluminismo
iluminismo
Suelen Andreatti
 
Capitulo 10
Capitulo 10Capitulo 10
Capitulo 10
Lídia Barreto
 
O iluminismo 2016
O iluminismo   2016O iluminismo   2016
O iluminismo 2016
Nelia Salles Nantes
 

Semelhante a Filósofos Iluministas (20)

Filósofos iluministas
Filósofos iluministasFilósofos iluministas
Filósofos iluministas
 
O Iluminismo
O IluminismoO Iluminismo
O Iluminismo
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
Iluminismo.melissa
Iluminismo.melissaIluminismo.melissa
Iluminismo.melissa
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
Montesquieu
MontesquieuMontesquieu
Montesquieu
 
O iluminismo
O iluminismoO iluminismo
O iluminismo
 
O iluminismo
O iluminismoO iluminismo
O iluminismo
 
Context a cultura do salão o rococó
Context a cultura do salão   o rococóContext a cultura do salão   o rococó
Context a cultura do salão o rococó
 
Ideias revolucionárias dos séculos XVII e XVIII
Ideias revolucionárias dos séculos XVII e XVIIIIdeias revolucionárias dos séculos XVII e XVIII
Ideias revolucionárias dos séculos XVII e XVIII
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
O Iluminismo
O IluminismoO Iluminismo
O Iluminismo
 
O Iluminismo
O Iluminismo  O Iluminismo
O Iluminismo
 
ILUMINISMO.pptx
ILUMINISMO.pptxILUMINISMO.pptx
ILUMINISMO.pptx
 
Iluminismo 2012
Iluminismo 2012Iluminismo 2012
Iluminismo 2012
 
Resumo O Iluminismo
Resumo O IluminismoResumo O Iluminismo
Resumo O Iluminismo
 
Resumo oiluminismo
Resumo oiluminismoResumo oiluminismo
Resumo oiluminismo
 
iluminismo
 iluminismo iluminismo
iluminismo
 
Capitulo 10
Capitulo 10Capitulo 10
Capitulo 10
 
O iluminismo 2016
O iluminismo   2016O iluminismo   2016
O iluminismo 2016
 

Último

Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdfSistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
Falcão Brasil
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Falcão Brasil
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
Ceiça Martins Vital
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Falcão Brasil
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
Manuais Formação
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Falcão Brasil
 
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdfPlano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Falcão Brasil
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
Marcelo Botura
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Falcão Brasil
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
Falcão Brasil
 
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
Falcão Brasil
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Falcão Brasil
 
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdfAula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
ProfessoraSilmaraArg
 

Último (20)

Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdfSistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
 
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
 
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdfPlano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
 
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
 
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdfAula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
 

Filósofos Iluministas

  • 2. Introdução • O Iluminismo foi a corrente filosófica e o movimento cultural do século XVIII que se caraterizou, de forma sintética, pela crítica à autoridade política e religiosa, pela defesa da igualdade e da liberdade e pela confiança na Razão e no progresso da Ciência. • Passo a apresentar alguns dos iluministas que marcaram a História até aos dias de hoje.
  • 3. René Descartes • René Descartes foi um filósofo, matemático e físico francês que nasceu em La Haye en Touraine a 31 de março de 1596 e faleceu em Estocolmo a 11 de fevereiro de 1650. • Teve um papel crucial no desenvolvimento da filosofia e da ciência na sua época. • É considerado por muitos, não só o pai da filosofia e da matemática moderna, mas também um dos pensadores mais influentes da História Ocidental.
  • 4. René Descartes • Foi considerado o pai do racionalismo. • Acreditava na existência de uma verdade absoluta, que consistia em questionar todas as teorias ou ideias pré-existentes. A sua teoria passou a ser resumida na frase: "Penso, logo existo". • Esta conceção esteve na base de todo o pensamento iluminista, pois a dúvida era aceite como o ponto de partida para a obtenção de conhecimento e para o avanço do mesmo.
  • 5. René Descartes • Principal obra: Discurso do Método - publicado na França em Leiden em 1637 • Citações: • “A leitura de todos os bons livros é uma conversação com as mais honestas pessoas dos séculos passados.” • “Não basta termos um bom espírito, o mais importante é aplicá-lo bem.”
  • 7. John Locke • John Locke foi um importante filósofo inglês, considerado um dos líderes da doutrina filosófica do empirismo e um dos precursores do liberalismo e do iluminismo. • Nasceu em 29 de agosto de 1632 na cidade inglesa de Wrington e faleceu a 28 de outubro de 1704, no condado de Essex em Inglaterra
  • 8. John Locke • Locke acreditava que a procura do conhecimento devia basear-se na experiência e não por dedução ou especulação. O empirismo filosófico desenvolvido por Locke não aceita explicações baseadas na fé. • Locke criticou a teoria do direito divino dos reis, afirmando que a soberania reside na população e não no Estado. Embora admitisse a supremacia do Estado, Locke dizia que este deveria respeitar as leis natural e civil.
  • 9. John Locke • Locke defendeu a separação da Igreja do Estado e a liberdade religiosa. Em consequência, foi perseguido pela Igreja Católica. • Para este filósofo, o poder deveria ser dividido em três: Executivo, Legislativo e Judiciário. De acordo com sua visão, o Poder Legislativo, por representar o povo, era o mais importante.
  • 10. John Locke • Principal Obra: Dois Tratados sobre o Governo 1689 • Citações: • "A leitura fornece conhecimento à mente. O pensamento incorpora o que lemos“. • "As ações dos seres humanos são as melhores intérpretes de seus pensamentos".
  • 12. Montesquieu • Charles Montesquieu, ou barão de Montesquieu, foi filósofo, cientista político e escritor francês. Nasceu a 18 de Janeiro de 1689 em La Brède, em França e faleceu a 10 de Fevereiro de 1755 com 66 anos em Ile-de-France. • Foi um dos grandes precursores do pensamento iluminista.
  • 13. Montesquieu • Montesquieu criticou os costumes sociais, políticos e religiosos da França do rei Luís XIV. • Quando esteve em Inglaterra ficou encantando com o sistema político desta nação e estudou-o a fundo, usando-o como modelo para as suas teses. • Na obra "O Espírito das Leis”, o iluminsita definiu três tipos de governos existentes: o monárquico, onde a população serviria um rei através de leis; o republicano, liderado por um determindo grupo de pessoas; e o despótico, onde o autoritarismo de um líder poderia comprometer os direitos humanos.
  • 14. Montesquieu • Montesquieu defendeu o poder político em três poderes: • Executivo: responsável pela administração pública, geralmente exercido por um rei (Monarquia) ou chefe de Estado (República); • Legislativo: responsável pelos projetos de leis; • Judiciário: responsável pelo órgão jurídico e pelo cumprimento das leis por parte dos cidadãos e dos outros dois poderes, exercidos pelos juízes e magistrados.
  • 15. Montesquieu • Principal obra: O Espírito das leis - 1748 • Citações: • "Para obter êxito no mundo temos de parecer loucos mas sermos espertos.“ • "Quase todas as monarquias foram instituídas na ignorância das artes e destruídas porque as cultivaram demais.“ • “Todos os homens são bestas; os príncipes são bestas que não estão atreladas."
  • 17. Voltaire • François Marie Arouet, mais conhecido como Voltaire nasceu em Paris, a 21 de novembro de 1694 e faleceu na mesma cidade e 30 de maio de 1778. • Foi um escritor, ensaísta, deísta e filósofo iluminista francês. • Foi um dos filósofos do Iluminismo cujas obras tiveram influência nas revoluções Francesa e Americana.
  • 18. Voltaire • Voltaire defendeu uma reforma social, criticou a Igreja Católica e as instituições francesas do seu tempo incluindo os reis absolutistas e os privilégios do clero e da nobreza. • Apresentava uma grande preocupação com a defesa da liberdade de expressão, de consciência, religiosa e de associação. • Voltaire não acreditava na igualdade e considerava a hierarquia social benéfica.
  • 19. Voltaire • Principal obra: Tratado sobre a tolerância – 1763 • Citações: • "A originalidade não é mais do que uma imitação criteriosa.“ • "Todo o homem é culpado do bem que não fez.“ • "Uma discussão prolongada significa que ambas as partes estão erradas."
  • 21. Jean-Jacques Rosseau • Jean-Jacques Rousseau foi um importante filósofo, teórico político e escritor suíço que nasceu a 28 de junho de 1712 na cidade de Genebra na Suíça e morreu em 2 de julho de 1778 em Ermenoville, França. • É considerado um dos principais filósofos do Iluminismo, por ter influenciado os ideais da Revolução Francesa.
  • 22. Jean-Jacques Rosseau • Segundo a perspetiva de Rosseau, o homem nasce bom mas é corrompido pela sociedade ao longo da vida. Esta funciona como um pacto social: os indivíduos, organizados em sociedade, concedem alguns direitos ao Estado em troca de proteção e organização. • Rosseau acreditava na existência de três tipos de governo: monarquia (na qual a soberania reside no povo, embora a execução das leis seja entregue ao monarca), aristocracia (povo soberano é legislador e governo executante) e democracia (povo governa-se a si mesmo)
  • 23. Jean-Jacques Rosseau • Rosseau defendia que a religião devia ser independente do Estado, aceitando quanto muito um culto deísta. • O homem natural é um selvagem que através da aprendizagem se transforma num selvagem civilizado, graças aos progressos do homem. • “Os proprietários oferecem aos pobres uma fórmula para evitar todos os males: a sociedade – contrato entre dois grupos sociais, os proprietários e os sem-terra, os chefes e o povo – o contrato e a lei serviam para perpetuar a injustiça” • As suas teorias foram mal aceites pela religião e pelos seus colegas iluministas.
  • 24. Jean-Jacques Rosseau • Principal obra: Do Contrato Social – 1762 • Citações: • "Bastará nunca sermos injustos para estarmos sempre inocentes?“ • "O homem verdadeiramente livre apenas quer o que pode e faz o que lhe agrada.“ • "Para conhecer os homens, torna-se indispensável vê-los agir."
  • 26. Conclusão • Posso concluir que Descartes, Locke, Montesquieu, Voltaire e Rosseau foram alguns dos mais importantes filósofos do período das Luzes. Defenderam teses idênticas, todas apoiadas em ideais liberais e progressistas. As suas teorias serviram de base às Revoluções Liberais e ainda hoje são atuais.
  • 27. Trabalho realizado por: • • • • • • Eunice Martins Barbosa Couto do Carmo Nº 9 11ºJ Escola Secundária Almeida Garrett Curso Científico-Humanístico História A Professora Sandra Branco