SlideShare uma empresa Scribd logo
REALISMO
Conto machadiano
Conto
Narrativa curta que apresenta os mesmos elementos do romance:
narrador, personagens, enredo, espaço e tempo. Diferencia-se do
romance pela sua concisão, linearidade e unidade.
Características da prosa machadiana
• Ironia;
• realidade versus aparência;
• hipocrisia da sociedade;
• digressões;
• fluxo de consciência;
• Intertextualidade;
• diálogo com o leitor ou com outras
tradições literárias;
• visão pessimista do homem e da
vida.
Expressões como
“caro leitor”, “amado
leitor” ou “curioso
leitor” não são usadas
em vão por Machado
de Assis.
Algumas
novidades do
fim do século
XIX e início
do XX
Câmera Fotográfica
Kodak.
Primeiro pneu de
bicicleta cheio de
ar.
Fluxo de Consciência:
Trata-se de uma técnica utilizada
para expressar, por meio de um monólogo
interior, os vários estados de espírito
que caracterizam uma personagem.
Machado de Assis, por Constança Lucas (Pinterest)
Machado de Assis – O bruxo do Cosme Velho
Temas Machadianos:
• Herança e manipulação pelo dinheiro.
• Adultério e triângulos amorosos.
• Casamento burguês e solidão.
• Realização pessoal e vocação.
• Diferença entre classes e escravidão.
• Liberdade e política.
• Jogo de Aparências e de interesses.
• Razão e Loucura.
• Corrupção.
Contos mais
famosos
• A Cartomante.
• O Enfermeiro.
• O Alienista.
• Um apólogo.
• A Carteira.
• Missa do Galo.
• To be or not to be.
• Conto de Escola.
Pausa para discussão
Em seu meio de convivência e em suas redes sociais, você
consegue perceber a preocupação das pessoas em ostentar
um padrão de vida que não corresponde, necessariamente, à
realidade que vivem?
Atualidades – Uma notícia
pode virar um conto?

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Gênero Cronica
Gênero Cronica Gênero Cronica
Gênero Cronica
Lineia Bertollo
 
A forma artística e alguns conceitos de literatura
A forma artística e alguns conceitos de literaturaA forma artística e alguns conceitos de literatura
A forma artística e alguns conceitos de literatura
Márcio Hilário
 
AULA 05 - DICAS DE REDAÇÃO - DETALHES QUE FARÃO DIFERENÇA NA SUA REDAÇÃO
AULA 05 - DICAS DE REDAÇÃO - DETALHES QUE FARÃO DIFERENÇA NA SUA REDAÇÃOAULA 05 - DICAS DE REDAÇÃO - DETALHES QUE FARÃO DIFERENÇA NA SUA REDAÇÃO
AULA 05 - DICAS DE REDAÇÃO - DETALHES QUE FARÃO DIFERENÇA NA SUA REDAÇÃO
Marcelo Cordeiro Souza
 
Realismo e Naturalismo - Literatura
Realismo e Naturalismo - LiteraturaRealismo e Naturalismo - Literatura
Realismo e Naturalismo - Literatura
Cynthia Funchal
 
Introdução à literatura
Introdução à literaturaIntrodução à literatura
Introdução à literatura
Ademir Teixeira de Freitas
 
Revisão – literatura
Revisão – literatura Revisão – literatura
Revisão – literatura
Maria Glalcy Fequetia Dalcim
 
Gregório de Matos Guerra
Gregório de Matos GuerraGregório de Matos Guerra
Gregório de Matos Guerra
Daniele dos Santos Souza Onodera
 
Humanismo - Literatura
Humanismo - LiteraturaHumanismo - Literatura
Humanismo - Literatura
Andriane Cursino
 
Crônica
CrônicaCrônica
O romance romântico
O romance românticoO romance romântico
O romance romântico
ma.no.el.ne.ves
 
Arcadismo no Brasil
Arcadismo no BrasilArcadismo no Brasil
Arcadismo no Brasil
Rayane Anchieta
 
Gregório de matos
Gregório de matosGregório de matos
Gregório de matos
PaulaMSilva
 
Romantismo no Brasil - Prosa
Romantismo no Brasil - ProsaRomantismo no Brasil - Prosa
Romantismo no Brasil - Prosa
Cynthia Funchal
 
ESCOLAS LITERÁRIAS.ppt
ESCOLAS LITERÁRIAS.pptESCOLAS LITERÁRIAS.ppt
ESCOLAS LITERÁRIAS.ppt
CsarMarin3
 
Resumo das escola literárias.
Resumo das escola literárias.Resumo das escola literárias.
Resumo das escola literárias.
Ajudar Pessoas
 
Literatura Portuguesa Contemporânea: Prosa e Poesia
Literatura Portuguesa Contemporânea: Prosa e PoesiaLiteratura Portuguesa Contemporânea: Prosa e Poesia
Literatura Portuguesa Contemporânea: Prosa e Poesia
Juullio
 
VariaçãO LinguíStica
VariaçãO LinguíSticaVariaçãO LinguíStica
VariaçãO LinguíStica
Elza Silveira
 
Slides barroco
Slides barrocoSlides barroco
Slides barroco
Aline Ferreira
 
Romantismo no Brasil(trabalho 2ºano)
Romantismo no Brasil(trabalho 2ºano)Romantismo no Brasil(trabalho 2ºano)
Romantismo no Brasil(trabalho 2ºano)
FOLHA NAZA
 
O cortiço
O cortiçoO cortiço
O cortiço
Cláudia Heloísa
 

Mais procurados (20)

Gênero Cronica
Gênero Cronica Gênero Cronica
Gênero Cronica
 
A forma artística e alguns conceitos de literatura
A forma artística e alguns conceitos de literaturaA forma artística e alguns conceitos de literatura
A forma artística e alguns conceitos de literatura
 
AULA 05 - DICAS DE REDAÇÃO - DETALHES QUE FARÃO DIFERENÇA NA SUA REDAÇÃO
AULA 05 - DICAS DE REDAÇÃO - DETALHES QUE FARÃO DIFERENÇA NA SUA REDAÇÃOAULA 05 - DICAS DE REDAÇÃO - DETALHES QUE FARÃO DIFERENÇA NA SUA REDAÇÃO
AULA 05 - DICAS DE REDAÇÃO - DETALHES QUE FARÃO DIFERENÇA NA SUA REDAÇÃO
 
Realismo e Naturalismo - Literatura
Realismo e Naturalismo - LiteraturaRealismo e Naturalismo - Literatura
Realismo e Naturalismo - Literatura
 
Introdução à literatura
Introdução à literaturaIntrodução à literatura
Introdução à literatura
 
Revisão – literatura
Revisão – literatura Revisão – literatura
Revisão – literatura
 
Gregório de Matos Guerra
Gregório de Matos GuerraGregório de Matos Guerra
Gregório de Matos Guerra
 
Humanismo - Literatura
Humanismo - LiteraturaHumanismo - Literatura
Humanismo - Literatura
 
Crônica
CrônicaCrônica
Crônica
 
O romance romântico
O romance românticoO romance romântico
O romance romântico
 
Arcadismo no Brasil
Arcadismo no BrasilArcadismo no Brasil
Arcadismo no Brasil
 
Gregório de matos
Gregório de matosGregório de matos
Gregório de matos
 
Romantismo no Brasil - Prosa
Romantismo no Brasil - ProsaRomantismo no Brasil - Prosa
Romantismo no Brasil - Prosa
 
ESCOLAS LITERÁRIAS.ppt
ESCOLAS LITERÁRIAS.pptESCOLAS LITERÁRIAS.ppt
ESCOLAS LITERÁRIAS.ppt
 
Resumo das escola literárias.
Resumo das escola literárias.Resumo das escola literárias.
Resumo das escola literárias.
 
Literatura Portuguesa Contemporânea: Prosa e Poesia
Literatura Portuguesa Contemporânea: Prosa e PoesiaLiteratura Portuguesa Contemporânea: Prosa e Poesia
Literatura Portuguesa Contemporânea: Prosa e Poesia
 
VariaçãO LinguíStica
VariaçãO LinguíSticaVariaçãO LinguíStica
VariaçãO LinguíStica
 
Slides barroco
Slides barrocoSlides barroco
Slides barroco
 
Romantismo no Brasil(trabalho 2ºano)
Romantismo no Brasil(trabalho 2ºano)Romantismo no Brasil(trabalho 2ºano)
Romantismo no Brasil(trabalho 2ºano)
 
O cortiço
O cortiçoO cortiço
O cortiço
 

Semelhante a Conto machadiano

A cartomante - conto de misterio.pptx
A cartomante - conto de misterio.pptxA cartomante - conto de misterio.pptx
A cartomante - conto de misterio.pptx
ProfGihAlves
 
Literatura - Realismo
Literatura - RealismoLiteratura - Realismo
Literatura - Realismo
NAPNE
 
O romance urbano
O romance urbanoO romance urbano
O romance urbano
Luciane Souza
 
realismoenaturalismo.pdf
realismoenaturalismo.pdfrealismoenaturalismo.pdf
realismoenaturalismo.pdf
ShirleiCristinadosRe
 
O romance urbano
O romance urbanoO romance urbano
O romance urbano
Weslley Aquino Ferreira
 
Análise de "A carteira de meu tio", de Joaquim Manuel de Macedo
Análise de "A carteira de meu tio", de Joaquim Manuel de MacedoAnálise de "A carteira de meu tio", de Joaquim Manuel de Macedo
Análise de "A carteira de meu tio", de Joaquim Manuel de Macedo
ma.no.el.ne.ves
 
Movimento Literário Realismo
Movimento Literário Realismo Movimento Literário Realismo
Movimento Literário Realismo
Luiz Fernando
 
2ano_machado_de_assis.ppt
2ano_machado_de_assis.ppt2ano_machado_de_assis.ppt
2ano_machado_de_assis.ppt
Valdimiro Cardoso
 
Realismo 2 ano
Realismo 2 anoRealismo 2 ano
Realismo 2 ano
Marilene dos Santos
 
Otelo e Dom Casmurro
Otelo e Dom CasmurroOtelo e Dom Casmurro
Otelo e Dom Casmurro
acheiotexto
 
2ano_machado_de_assis.auladerevisaoparte1ppt
2ano_machado_de_assis.auladerevisaoparte1ppt2ano_machado_de_assis.auladerevisaoparte1ppt
2ano_machado_de_assis.auladerevisaoparte1ppt
FernandaRibeiro419723
 
Machado de assis vida e obra
Machado de assis  vida e obraMachado de assis  vida e obra
Machado de assis vida e obra
Mônica Almeida Neves
 
Aula 23 modernismo no brasil - 1ª fase
Aula 23   modernismo no brasil - 1ª faseAula 23   modernismo no brasil - 1ª fase
Aula 23 modernismo no brasil - 1ª fase
Jonatas Carlos
 
Memorias postumas de_bras_cubas - ok
Memorias postumas de_bras_cubas - okMemorias postumas de_bras_cubas - ok
Memorias postumas de_bras_cubas - ok
Claudia Lazarini
 
Romantismo no brasil
Romantismo no brasilRomantismo no brasil
Romantismo no brasil
Monica Burgos
 
Machado de assis
Machado de assisMachado de assis
Machado de assis
Seduc/AM
 
Memórias Póstumas de Brás Cubas 2ª A - 2011
Memórias Póstumas de Brás Cubas   2ª A - 2011Memórias Póstumas de Brás Cubas   2ª A - 2011
Memórias Póstumas de Brás Cubas 2ª A - 2011
Maria Inês de Souza Vitorino Justino
 
Contos
ContosContos
Singular ocorrência
Singular ocorrênciaSingular ocorrência
Singular ocorrência
UNIOESTE
 
O retrato real da sociedade burguesa no século XIX pela percepção do Movimen...
O retrato real da sociedade burguesa  no século XIX pela percepção do Movimen...O retrato real da sociedade burguesa  no século XIX pela percepção do Movimen...
O retrato real da sociedade burguesa no século XIX pela percepção do Movimen...
Doutora em Linguística Aplicada pela PUC-SP
 

Semelhante a Conto machadiano (20)

A cartomante - conto de misterio.pptx
A cartomante - conto de misterio.pptxA cartomante - conto de misterio.pptx
A cartomante - conto de misterio.pptx
 
Literatura - Realismo
Literatura - RealismoLiteratura - Realismo
Literatura - Realismo
 
O romance urbano
O romance urbanoO romance urbano
O romance urbano
 
realismoenaturalismo.pdf
realismoenaturalismo.pdfrealismoenaturalismo.pdf
realismoenaturalismo.pdf
 
O romance urbano
O romance urbanoO romance urbano
O romance urbano
 
Análise de "A carteira de meu tio", de Joaquim Manuel de Macedo
Análise de "A carteira de meu tio", de Joaquim Manuel de MacedoAnálise de "A carteira de meu tio", de Joaquim Manuel de Macedo
Análise de "A carteira de meu tio", de Joaquim Manuel de Macedo
 
Movimento Literário Realismo
Movimento Literário Realismo Movimento Literário Realismo
Movimento Literário Realismo
 
2ano_machado_de_assis.ppt
2ano_machado_de_assis.ppt2ano_machado_de_assis.ppt
2ano_machado_de_assis.ppt
 
Realismo 2 ano
Realismo 2 anoRealismo 2 ano
Realismo 2 ano
 
Otelo e Dom Casmurro
Otelo e Dom CasmurroOtelo e Dom Casmurro
Otelo e Dom Casmurro
 
2ano_machado_de_assis.auladerevisaoparte1ppt
2ano_machado_de_assis.auladerevisaoparte1ppt2ano_machado_de_assis.auladerevisaoparte1ppt
2ano_machado_de_assis.auladerevisaoparte1ppt
 
Machado de assis vida e obra
Machado de assis  vida e obraMachado de assis  vida e obra
Machado de assis vida e obra
 
Aula 23 modernismo no brasil - 1ª fase
Aula 23   modernismo no brasil - 1ª faseAula 23   modernismo no brasil - 1ª fase
Aula 23 modernismo no brasil - 1ª fase
 
Memorias postumas de_bras_cubas - ok
Memorias postumas de_bras_cubas - okMemorias postumas de_bras_cubas - ok
Memorias postumas de_bras_cubas - ok
 
Romantismo no brasil
Romantismo no brasilRomantismo no brasil
Romantismo no brasil
 
Machado de assis
Machado de assisMachado de assis
Machado de assis
 
Memórias Póstumas de Brás Cubas 2ª A - 2011
Memórias Póstumas de Brás Cubas   2ª A - 2011Memórias Póstumas de Brás Cubas   2ª A - 2011
Memórias Póstumas de Brás Cubas 2ª A - 2011
 
Contos
ContosContos
Contos
 
Singular ocorrência
Singular ocorrênciaSingular ocorrência
Singular ocorrência
 
O retrato real da sociedade burguesa no século XIX pela percepção do Movimen...
O retrato real da sociedade burguesa  no século XIX pela percepção do Movimen...O retrato real da sociedade burguesa  no século XIX pela percepção do Movimen...
O retrato real da sociedade burguesa no século XIX pela percepção do Movimen...
 

Mais de CrisBiagio

Revisão para a UFSC.pptx
Revisão para a UFSC.pptxRevisão para a UFSC.pptx
Revisão para a UFSC.pptx
CrisBiagio
 
Vanguardas Europeias - 2022 - Atualizada.pptx
Vanguardas Europeias - 2022 - Atualizada.pptxVanguardas Europeias - 2022 - Atualizada.pptx
Vanguardas Europeias - 2022 - Atualizada.pptx
CrisBiagio
 
Formação de Palavras.pptx
Formação de Palavras.pptxFormação de Palavras.pptx
Formação de Palavras.pptx
CrisBiagio
 
Texto argumentativo - Citação direta e Citação Indireta.pptx
Texto argumentativo - Citação direta e Citação Indireta.pptxTexto argumentativo - Citação direta e Citação Indireta.pptx
Texto argumentativo - Citação direta e Citação Indireta.pptx
CrisBiagio
 
Discurso direto, indireto e indireto livre.pptx
Discurso direto, indireto e indireto livre.pptxDiscurso direto, indireto e indireto livre.pptx
Discurso direto, indireto e indireto livre.pptx
CrisBiagio
 
As imagens e a Sociedade.pptx
As imagens e a Sociedade.pptxAs imagens e a Sociedade.pptx
As imagens e a Sociedade.pptx
CrisBiagio
 
intertextualidade-interdiscursividade 2022 - atualizada.pptx
intertextualidade-interdiscursividade 2022 - atualizada.pptxintertextualidade-interdiscursividade 2022 - atualizada.pptx
intertextualidade-interdiscursividade 2022 - atualizada.pptx
CrisBiagio
 
Poema tirado de uma notícia de jornal, Manuel Bandeira.pptx
Poema tirado de uma notícia de jornal, Manuel Bandeira.pptxPoema tirado de uma notícia de jornal, Manuel Bandeira.pptx
Poema tirado de uma notícia de jornal, Manuel Bandeira.pptx
CrisBiagio
 
Redação - Textos argumentativos 2022.pptx
Redação - Textos argumentativos 2022.pptxRedação - Textos argumentativos 2022.pptx
Redação - Textos argumentativos 2022.pptx
CrisBiagio
 
Estilística.pptx
Estilística.pptxEstilística.pptx
Estilística.pptx
CrisBiagio
 
Inferências - Intertextualidade e Hipertexto 2022.pptx
Inferências - Intertextualidade e Hipertexto 2022.pptxInferências - Intertextualidade e Hipertexto 2022.pptx
Inferências - Intertextualidade e Hipertexto 2022.pptx
CrisBiagio
 
Mar Português, de Fernando Pessoa - Vozes d'África, de Castro Alves e Diáspor...
Mar Português, de Fernando Pessoa - Vozes d'África, de Castro Alves e Diáspor...Mar Português, de Fernando Pessoa - Vozes d'África, de Castro Alves e Diáspor...
Mar Português, de Fernando Pessoa - Vozes d'África, de Castro Alves e Diáspor...
CrisBiagio
 
Quinhentismo Brasileiro - Literatura informativa e jesuítica 2022.pptx
Quinhentismo Brasileiro - Literatura informativa e jesuítica 2022.pptxQuinhentismo Brasileiro - Literatura informativa e jesuítica 2022.pptx
Quinhentismo Brasileiro - Literatura informativa e jesuítica 2022.pptx
CrisBiagio
 
Fazenda Modelo - Chico Buarque - Considerações.pptx
Fazenda Modelo  - Chico Buarque  - Considerações.pptxFazenda Modelo  - Chico Buarque  - Considerações.pptx
Fazenda Modelo - Chico Buarque - Considerações.pptx
CrisBiagio
 
Crônicas para jovens, Clarice Lispector.pptx
Crônicas para jovens,  Clarice Lispector.pptxCrônicas para jovens,  Clarice Lispector.pptx
Crônicas para jovens, Clarice Lispector.pptx
CrisBiagio
 
Cinema, música e teatro atualizada em 2022.pptx
Cinema, música e teatro atualizada em 2022.pptxCinema, música e teatro atualizada em 2022.pptx
Cinema, música e teatro atualizada em 2022.pptx
CrisBiagio
 
Funções da Linguagem 2022.pptx
Funções da Linguagem 2022.pptxFunções da Linguagem 2022.pptx
Funções da Linguagem 2022.pptx
CrisBiagio
 
Interpretação de texto a arte e suas funções
Interpretação de texto   a arte e suas funçõesInterpretação de texto   a arte e suas funções
Interpretação de texto a arte e suas funções
CrisBiagio
 
Aulão Enem 2021
Aulão Enem 2021Aulão Enem 2021
Aulão Enem 2021
CrisBiagio
 
O pagador de promessas, de Dias Gomes
O pagador de promessas, de Dias GomesO pagador de promessas, de Dias Gomes
O pagador de promessas, de Dias Gomes
CrisBiagio
 

Mais de CrisBiagio (20)

Revisão para a UFSC.pptx
Revisão para a UFSC.pptxRevisão para a UFSC.pptx
Revisão para a UFSC.pptx
 
Vanguardas Europeias - 2022 - Atualizada.pptx
Vanguardas Europeias - 2022 - Atualizada.pptxVanguardas Europeias - 2022 - Atualizada.pptx
Vanguardas Europeias - 2022 - Atualizada.pptx
 
Formação de Palavras.pptx
Formação de Palavras.pptxFormação de Palavras.pptx
Formação de Palavras.pptx
 
Texto argumentativo - Citação direta e Citação Indireta.pptx
Texto argumentativo - Citação direta e Citação Indireta.pptxTexto argumentativo - Citação direta e Citação Indireta.pptx
Texto argumentativo - Citação direta e Citação Indireta.pptx
 
Discurso direto, indireto e indireto livre.pptx
Discurso direto, indireto e indireto livre.pptxDiscurso direto, indireto e indireto livre.pptx
Discurso direto, indireto e indireto livre.pptx
 
As imagens e a Sociedade.pptx
As imagens e a Sociedade.pptxAs imagens e a Sociedade.pptx
As imagens e a Sociedade.pptx
 
intertextualidade-interdiscursividade 2022 - atualizada.pptx
intertextualidade-interdiscursividade 2022 - atualizada.pptxintertextualidade-interdiscursividade 2022 - atualizada.pptx
intertextualidade-interdiscursividade 2022 - atualizada.pptx
 
Poema tirado de uma notícia de jornal, Manuel Bandeira.pptx
Poema tirado de uma notícia de jornal, Manuel Bandeira.pptxPoema tirado de uma notícia de jornal, Manuel Bandeira.pptx
Poema tirado de uma notícia de jornal, Manuel Bandeira.pptx
 
Redação - Textos argumentativos 2022.pptx
Redação - Textos argumentativos 2022.pptxRedação - Textos argumentativos 2022.pptx
Redação - Textos argumentativos 2022.pptx
 
Estilística.pptx
Estilística.pptxEstilística.pptx
Estilística.pptx
 
Inferências - Intertextualidade e Hipertexto 2022.pptx
Inferências - Intertextualidade e Hipertexto 2022.pptxInferências - Intertextualidade e Hipertexto 2022.pptx
Inferências - Intertextualidade e Hipertexto 2022.pptx
 
Mar Português, de Fernando Pessoa - Vozes d'África, de Castro Alves e Diáspor...
Mar Português, de Fernando Pessoa - Vozes d'África, de Castro Alves e Diáspor...Mar Português, de Fernando Pessoa - Vozes d'África, de Castro Alves e Diáspor...
Mar Português, de Fernando Pessoa - Vozes d'África, de Castro Alves e Diáspor...
 
Quinhentismo Brasileiro - Literatura informativa e jesuítica 2022.pptx
Quinhentismo Brasileiro - Literatura informativa e jesuítica 2022.pptxQuinhentismo Brasileiro - Literatura informativa e jesuítica 2022.pptx
Quinhentismo Brasileiro - Literatura informativa e jesuítica 2022.pptx
 
Fazenda Modelo - Chico Buarque - Considerações.pptx
Fazenda Modelo  - Chico Buarque  - Considerações.pptxFazenda Modelo  - Chico Buarque  - Considerações.pptx
Fazenda Modelo - Chico Buarque - Considerações.pptx
 
Crônicas para jovens, Clarice Lispector.pptx
Crônicas para jovens,  Clarice Lispector.pptxCrônicas para jovens,  Clarice Lispector.pptx
Crônicas para jovens, Clarice Lispector.pptx
 
Cinema, música e teatro atualizada em 2022.pptx
Cinema, música e teatro atualizada em 2022.pptxCinema, música e teatro atualizada em 2022.pptx
Cinema, música e teatro atualizada em 2022.pptx
 
Funções da Linguagem 2022.pptx
Funções da Linguagem 2022.pptxFunções da Linguagem 2022.pptx
Funções da Linguagem 2022.pptx
 
Interpretação de texto a arte e suas funções
Interpretação de texto   a arte e suas funçõesInterpretação de texto   a arte e suas funções
Interpretação de texto a arte e suas funções
 
Aulão Enem 2021
Aulão Enem 2021Aulão Enem 2021
Aulão Enem 2021
 
O pagador de promessas, de Dias Gomes
O pagador de promessas, de Dias GomesO pagador de promessas, de Dias Gomes
O pagador de promessas, de Dias Gomes
 

Último

Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert EinsteinA Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
WelberMerlinCardoso
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
LeticiaRochaCupaiol
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
PatriciaZanoli
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
Marlene Cunhada
 
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
YeniferGarcia36
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
wagnermorais28
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
HisrelBlog
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Érika Rufo
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 

Último (20)

Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert EinsteinA Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
 
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 

Conto machadiano

  • 2. Conto Narrativa curta que apresenta os mesmos elementos do romance: narrador, personagens, enredo, espaço e tempo. Diferencia-se do romance pela sua concisão, linearidade e unidade.
  • 3. Características da prosa machadiana • Ironia; • realidade versus aparência; • hipocrisia da sociedade; • digressões; • fluxo de consciência; • Intertextualidade; • diálogo com o leitor ou com outras tradições literárias; • visão pessimista do homem e da vida. Expressões como “caro leitor”, “amado leitor” ou “curioso leitor” não são usadas em vão por Machado de Assis.
  • 4. Algumas novidades do fim do século XIX e início do XX Câmera Fotográfica Kodak. Primeiro pneu de bicicleta cheio de ar.
  • 5. Fluxo de Consciência: Trata-se de uma técnica utilizada para expressar, por meio de um monólogo interior, os vários estados de espírito que caracterizam uma personagem. Machado de Assis, por Constança Lucas (Pinterest)
  • 6. Machado de Assis – O bruxo do Cosme Velho
  • 7. Temas Machadianos: • Herança e manipulação pelo dinheiro. • Adultério e triângulos amorosos. • Casamento burguês e solidão. • Realização pessoal e vocação. • Diferença entre classes e escravidão. • Liberdade e política. • Jogo de Aparências e de interesses. • Razão e Loucura. • Corrupção.
  • 8. Contos mais famosos • A Cartomante. • O Enfermeiro. • O Alienista. • Um apólogo. • A Carteira. • Missa do Galo. • To be or not to be. • Conto de Escola.
  • 9. Pausa para discussão Em seu meio de convivência e em suas redes sociais, você consegue perceber a preocupação das pessoas em ostentar um padrão de vida que não corresponde, necessariamente, à realidade que vivem?
  • 10. Atualidades – Uma notícia pode virar um conto?