SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 9
 Segundo A.C.Camargo “O câncer 
infantil é raro - atinge uma a cada 600 
crianças e adolescentes até os 15 anos. 
 Nas crianças, as células cancerosas 
têm origem de células embrionárias 
primitivas, que muitas vezes crescem e 
se multiplicam mais depressa que nos 
adultos.
 Nos últimos 30 anos, o tratamento do 
câncer infantil deu um salto 
impressionante e, em média, nos 
centros especializados, como o 
A.C.Camargo Cancer Center, entre 70% 
e 80% delas ficam curadas, ou seja, 
vivem mais de 5 anos (e muitas vezes 
bem mais que isso) após o diagnóstico.
 Segundo INCA, assim como em países 
desenvolvidos, no Brasil, o câncer já 
representa a primeira causa de morte 
por doença entre crianças e 
adolescentes de 1 a 19 anos, para todas 
as regiões.
Cânceres que mais acometem as crianças. 
 leucemias 
 Cânceres do sistema nervoso central 
 cânceres do sistema linfático 
 tumores sólidos abdominais (tumor de 
Wilms e neuroblastoma) 
 Ósseos
 Formar 5 grupos; 
 Cada grupo escolhe um tema; 
 O que pesquisar? 
 Diagnóstico; 
 Sintomas; 
 Tratamentos; 
 Prevenção e detecção precoce 
 Outras informações que julgarem 
importantes.
 A parte escrita deve conter: Capa, 
objetivo, justificativa, desenvolvimento, 
conclusão e referências bibliográficas. 
 Obs: Tudo que for citado deve ser 
referenciado, caso contrário é PLÁGIO. 
 Podem mandar por e-mail, a natureza 
agradece...
 Fazer uma apresentação simples aos 
colegas, com as principais partes do 
trabalho.
 Dia 24 de novembro: 
 leucemias 
 Cânceres do sistema nervoso central 
 Dia 26 de novembro: 
 cânceres do sistema linfático 
 tumores sólidos abdominais (tumor de 
Wilms e neuroblastoma) 
 Ósseos

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Texto tudo sobre o câncer - inca ok
Texto   tudo sobre o câncer - inca okTexto   tudo sobre o câncer - inca ok
Texto tudo sobre o câncer - inca ok
Shirley Dias
 
Hermi Down(2)
Hermi Down(2)Hermi Down(2)
Hermi Down(2)
lane
 
Síndrome de von recklinghausen
Síndrome de von recklinghausenSíndrome de von recklinghausen
Síndrome de von recklinghausen
Luis Dantas
 
Sindrome de down - Aula Graduação
Sindrome de down - Aula GraduaçãoSindrome de down - Aula Graduação
Sindrome de down - Aula Graduação
Rafael Celestino
 

Mais procurados (20)

Aula 1: Dr. Luiz F. Lopes (Dir. do Hospital Infantojuvenil)
 Aula 1: Dr. Luiz F. Lopes (Dir. do Hospital Infantojuvenil)  Aula 1: Dr. Luiz F. Lopes (Dir. do Hospital Infantojuvenil)
Aula 1: Dr. Luiz F. Lopes (Dir. do Hospital Infantojuvenil)
 
Microcefalia e/ou alterações do snc e a relação com vírus zika
Microcefalia e/ou alterações do snc e a relação com vírus zikaMicrocefalia e/ou alterações do snc e a relação com vírus zika
Microcefalia e/ou alterações do snc e a relação com vírus zika
 
Diagnóstico diferencial de bócio na infância
Diagnóstico diferencial de bócio na infânciaDiagnóstico diferencial de bócio na infância
Diagnóstico diferencial de bócio na infância
 
Texto tudo sobre o câncer - inca ok
Texto   tudo sobre o câncer - inca okTexto   tudo sobre o câncer - inca ok
Texto tudo sobre o câncer - inca ok
 
Câncer 1 D
Câncer 1 DCâncer 1 D
Câncer 1 D
 
Hermi Down(2)
Hermi Down(2)Hermi Down(2)
Hermi Down(2)
 
PÚRPURA DE HENOCH- SCHONLEIN
PÚRPURA DE HENOCH- SCHONLEIN PÚRPURA DE HENOCH- SCHONLEIN
PÚRPURA DE HENOCH- SCHONLEIN
 
Palestra Amigas do Peito - Outubro Rosa
Palestra Amigas do Peito - Outubro RosaPalestra Amigas do Peito - Outubro Rosa
Palestra Amigas do Peito - Outubro Rosa
 
Síndrome de von recklinghausen
Síndrome de von recklinghausenSíndrome de von recklinghausen
Síndrome de von recklinghausen
 
Discurso Outubro Rosa
Discurso Outubro RosaDiscurso Outubro Rosa
Discurso Outubro Rosa
 
Aula 7: Dra. Roberta Zeppini (Oncologista Pediátrica)
 Aula 7: Dra. Roberta Zeppini (Oncologista Pediátrica)  Aula 7: Dra. Roberta Zeppini (Oncologista Pediátrica)
Aula 7: Dra. Roberta Zeppini (Oncologista Pediátrica)
 
Sindrome de down - Aula Graduação
Sindrome de down - Aula GraduaçãoSindrome de down - Aula Graduação
Sindrome de down - Aula Graduação
 
Síndrome
 Síndrome Síndrome
Síndrome
 
Cancer
CancerCancer
Cancer
 
Relatório sindrome de down
Relatório sindrome de down Relatório sindrome de down
Relatório sindrome de down
 
Prevenção do câncer de colo uterino e mama e prevenção dos excessos de preven...
Prevenção do câncer de colo uterino e mama e prevenção dos excessos de preven...Prevenção do câncer de colo uterino e mama e prevenção dos excessos de preven...
Prevenção do câncer de colo uterino e mama e prevenção dos excessos de preven...
 
Câncer Uma doença Genética
Câncer Uma doença GenéticaCâncer Uma doença Genética
Câncer Uma doença Genética
 
Síndrome de Down
Síndrome de DownSíndrome de Down
Síndrome de Down
 
Síndrome de Down
Síndrome de Down   Síndrome de Down
Síndrome de Down
 
Como Evitar O CâNcer...
Como Evitar O CâNcer...Como Evitar O CâNcer...
Como Evitar O CâNcer...
 

Semelhante a Câncer infantil

O cancro powerpoint
O cancro powerpointO cancro powerpoint
O cancro powerpoint
boaera
 
mitos_populacao_brasileira_cancer.pdf
mitos_populacao_brasileira_cancer.pdfmitos_populacao_brasileira_cancer.pdf
mitos_populacao_brasileira_cancer.pdf
LuhLuh10
 
Câncer em Adolescentes
Câncer em AdolescentesCâncer em Adolescentes
Câncer em Adolescentes
Oncoguia
 

Semelhante a Câncer infantil (20)

Tumores em pediatria (ppt)
Tumores em pediatria (ppt)Tumores em pediatria (ppt)
Tumores em pediatria (ppt)
 
XI Fórum Nacional Oncoguia - Folha de S.Paulo
XI Fórum Nacional Oncoguia - Folha de S.PauloXI Fórum Nacional Oncoguia - Folha de S.Paulo
XI Fórum Nacional Oncoguia - Folha de S.Paulo
 
XI Fórum Nacional - Folha de S.Paulo
XI Fórum Nacional - Folha de S.PauloXI Fórum Nacional - Folha de S.Paulo
XI Fórum Nacional - Folha de S.Paulo
 
folheto sobre câncer bucal asb andressa.n
folheto sobre câncer bucal asb andressa.nfolheto sobre câncer bucal asb andressa.n
folheto sobre câncer bucal asb andressa.n
 
Cancro
CancroCancro
Cancro
 
O cancro powerpoint
O cancro powerpointO cancro powerpoint
O cancro powerpoint
 
Cartilha Câncer Infantil
Cartilha Câncer InfantilCartilha Câncer Infantil
Cartilha Câncer Infantil
 
Outubro rosa e novembro azul 2018
Outubro rosa e novembro azul 2018Outubro rosa e novembro azul 2018
Outubro rosa e novembro azul 2018
 
A culpa é das estrelas: Abordagem do câncer
A culpa é das estrelas: Abordagem do câncerA culpa é das estrelas: Abordagem do câncer
A culpa é das estrelas: Abordagem do câncer
 
Câncer em Adultos Jovens
Câncer em Adultos JovensCâncer em Adultos Jovens
Câncer em Adultos Jovens
 
mitos_populacao_brasileira_cancer.pdf
mitos_populacao_brasileira_cancer.pdfmitos_populacao_brasileira_cancer.pdf
mitos_populacao_brasileira_cancer.pdf
 
Palestra sobre Cânce do cólo do Útero e Câncer de Mama
Palestra sobre Cânce do cólo do Útero e Câncer de MamaPalestra sobre Cânce do cólo do Útero e Câncer de Mama
Palestra sobre Cânce do cólo do Útero e Câncer de Mama
 
Câncer em Adolescentes
Câncer em AdolescentesCâncer em Adolescentes
Câncer em Adolescentes
 
Câncer de Mama
Câncer de MamaCâncer de Mama
Câncer de Mama
 
Apresentação.pptx
Apresentação.pptxApresentação.pptx
Apresentação.pptx
 
Cancer de Próstata
Cancer de PróstataCancer de Próstata
Cancer de Próstata
 
Apresentação-1.pptx
Apresentação-1.pptxApresentação-1.pptx
Apresentação-1.pptx
 
Câncer de mama- Outubro Rosa
 Câncer de mama- Outubro Rosa Câncer de mama- Outubro Rosa
Câncer de mama- Outubro Rosa
 
ONCOLOGIA
ONCOLOGIAONCOLOGIA
ONCOLOGIA
 
oncologia aula 1.pptx
oncologia aula 1.pptxoncologia aula 1.pptx
oncologia aula 1.pptx
 

Mais de Paula Assumpção (11)

Questionário102 melhorias
Questionário102 melhoriasQuestionário102 melhorias
Questionário102 melhorias
 
Dados tabelado do questionário socioantropológico
Dados tabelado do questionário socioantropológicoDados tabelado do questionário socioantropológico
Dados tabelado do questionário socioantropológico
 
Projeto final visita ao ique
Projeto final visita ao iqueProjeto final visita ao ique
Projeto final visita ao ique
 
Dados tabelados do questionário
Dados tabelados do questionárioDados tabelados do questionário
Dados tabelados do questionário
 
Dados tabelados do questionário
Dados tabelados do questionárioDados tabelados do questionário
Dados tabelados do questionário
 
estatística
estatísticaestatística
estatística
 
E mails
E mailsE mails
E mails
 
Passaos para elaborar o projeto
Passaos para elaborar o projetoPassaos para elaborar o projeto
Passaos para elaborar o projeto
 
Elaboração de um projeto colocar no blog
Elaboração de um projeto colocar no blogElaboração de um projeto colocar no blog
Elaboração de um projeto colocar no blog
 
Seminário integrado boas vindas!!
Seminário integrado boas vindas!!Seminário integrado boas vindas!!
Seminário integrado boas vindas!!
 
Elaboração de um projeto
Elaboração de um projetoElaboração de um projeto
Elaboração de um projeto
 

Último

O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
VALMIRARIBEIRO1
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
carlaOliveira438
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
ssuserbb4ac2
 

Último (20)

Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
 
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
 
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
Atividade com a música Xote  da  Alegria    -   FalamansaAtividade com a música Xote  da  Alegria    -   Falamansa
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.pptAula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
 
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfRespostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 

Câncer infantil

  • 1.
  • 2.  Segundo A.C.Camargo “O câncer infantil é raro - atinge uma a cada 600 crianças e adolescentes até os 15 anos.  Nas crianças, as células cancerosas têm origem de células embrionárias primitivas, que muitas vezes crescem e se multiplicam mais depressa que nos adultos.
  • 3.  Nos últimos 30 anos, o tratamento do câncer infantil deu um salto impressionante e, em média, nos centros especializados, como o A.C.Camargo Cancer Center, entre 70% e 80% delas ficam curadas, ou seja, vivem mais de 5 anos (e muitas vezes bem mais que isso) após o diagnóstico.
  • 4.  Segundo INCA, assim como em países desenvolvidos, no Brasil, o câncer já representa a primeira causa de morte por doença entre crianças e adolescentes de 1 a 19 anos, para todas as regiões.
  • 5. Cânceres que mais acometem as crianças.  leucemias  Cânceres do sistema nervoso central  cânceres do sistema linfático  tumores sólidos abdominais (tumor de Wilms e neuroblastoma)  Ósseos
  • 6.  Formar 5 grupos;  Cada grupo escolhe um tema;  O que pesquisar?  Diagnóstico;  Sintomas;  Tratamentos;  Prevenção e detecção precoce  Outras informações que julgarem importantes.
  • 7.  A parte escrita deve conter: Capa, objetivo, justificativa, desenvolvimento, conclusão e referências bibliográficas.  Obs: Tudo que for citado deve ser referenciado, caso contrário é PLÁGIO.  Podem mandar por e-mail, a natureza agradece...
  • 8.  Fazer uma apresentação simples aos colegas, com as principais partes do trabalho.
  • 9.  Dia 24 de novembro:  leucemias  Cânceres do sistema nervoso central  Dia 26 de novembro:  cânceres do sistema linfático  tumores sólidos abdominais (tumor de Wilms e neuroblastoma)  Ósseos