SlideShare uma empresa Scribd logo
CLIC – Cultura,
Literatura e Criatividade
apresenta:
Luz, CLIC e lampião: A
saga do cabra macho
padecido de amor.
Em tempos de alta do nosso cordel,
peço licença para prosear
chegar só no sapatinho e a história do CLIC contar.
Senhoras e senhores para mió compreender,
eu trouxe até aqui,
Uma família arretada de se conhecer.
Dona Maria, mulher valente,
caprichosa que só ela,
Cuida do marido, da filha e da casa
Ô bixinha eficiente.
Seu Luiz, homem forte do Sertão
trabalha feito um condenado,
Tudo isso, para garantir um prato de feijão
Eu não poderia continuar,
sem apresentar,
A coisa mar linda que esse Nordeste já viu passar.
Aaaaah Belaflor me diz aí,
Qual foi o feitiço que tu me jogou?
Toda vez que fecho os olhos,
eu sinto teu cheiro
mais doce que mungunzá
Apurado o dia inteiro.
Seu Luiz: Oxi e por um acaso eu lhe dei esse
cabimento todo rapaz?
Mais cuidado quando for falar do meu docin de leite,
da minha joia rara
Se eu ver que tu tá de enxerimento pro lado dela
Eu só te dou um CLIC e te mato desgraçado.
Dona Maria: Luuuuuiz e isso é jeito de falar com o
moço?
Um menino bom, educado e inteligente
Tá só um pouco magrinho, deve ser falta de
nutriente.
Dona Maria, na verdade é falta de cuscuz com ovo
eu tenho passado muito tempo fora de casa
e isso tem me custado um pouco
Mas vamos deixar de prosa e ir ao ponto que nos
interessa,
Me ajude a explicar para esse povo, que esse ano, o CLIC
tá inovando de novo.
Trabalhando com Cultura, Literatura e Criatividade,
eu quero que tu não apareça visse abestado.
Belaflor: eu tava calada até agora, escutando tudo isso
sobre mim,
Mas já que vocês tão falando de tanto CLIC,
Que tal se eu fizer uma pose de revista assim?
Com a benção do meu pai e a permissão da minha mãe,
já vou logo dizendo,
Faça a inscrição no projeto para mim.
Toda quarta e toda quinta, de 14 as 16 horas, você
pode aparecer,
Pegue um lápis e um papel
E anote o endereço para não se esquecer.
A escola tem nome de professor, já foi pintor e até
crítico de arte,
vou dizer o primeiro nome, o resto,
Acho que você já sabe.
Do erudito ao popular, do vilão ao mocinho, do drama
ao humor,
Você já imaginou subir em cima de um palco e
brincar de ser ator?
Valorizando o que a gente tem de melhor
E mostrando a cultura do Nordeste,
Mais cuidado seu doutô
Quando tiver falando do sertanejo cabra da peste
Para não atrapalhar a aula do professor
Vou dizer só mais uma vez
Seu Luiz, não me mate por favor
É mais forte do que eu
Quando vejo ela passar
Eu fico igualzin como aquele tal de Romeu das peças
da capitá
Belaflor você sabe o que é I love you em francês?
Belaflor: Não sei nem em português!
Vou falar só um pouquinho
se você se interessar
No CLIC eu vou te esperar.
Segundo meu dicionário de um nordestino apaixonado
I love you nada mais é que morena na língua de um
cabra macho com o coração afeiçoado.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Os Maias - Capítulo XII
Os Maias - Capítulo XIIOs Maias - Capítulo XII
Os Maias - Capítulo XII
António Fernandes
 
Contos Tradicionais
Contos TradicionaisContos Tradicionais
Contos Tradicionais
bibliotecasalir
 
A moreninha-joaquim-manuel-de-macedo
A moreninha-joaquim-manuel-de-macedoA moreninha-joaquim-manuel-de-macedo
A moreninha-joaquim-manuel-de-macedo
Isabel Bacelar Barbosa
 
7 ano C
7 ano C7 ano C
Vou-me embora pro passado
Vou-me embora pro passadoVou-me embora pro passado
Vou-me embora pro passado
guest4aa2ba2
 
Vou emborapropassado
Vou emborapropassadoVou emborapropassado
Vou emborapropassado
Cesar Henriques
 
Vou embora para o passado
Vou embora para o passadoVou embora para o passado
Vou embora para o passado
izabelfonseca
 
Vou embora pro passado!!!!
Vou embora pro passado!!!!Vou embora pro passado!!!!
Vou embora pro passado!!!!
David Santos
 
Vou Embora Pro Passado Jessier Quirino
Vou Embora Pro Passado  Jessier QuirinoVou Embora Pro Passado  Jessier Quirino
Vou Embora Pro Passado Jessier Quirino
JNR
 
Vou embora pro passado
Vou embora pro passadoVou embora pro passado
Vou embora pro passado
Cesar Henriques
 
Vou embora pro passado jessier quirino (a.armando)
Vou embora pro passado   jessier quirino (a.armando)Vou embora pro passado   jessier quirino (a.armando)
Vou embora pro passado jessier quirino (a.armando)
Aldo Cioffi
 
Vou-me embora pro passado
Vou-me embora pro passadoVou-me embora pro passado
Vou-me embora pro passado
jussara cavalcanti
 
Três Contos Populares Portugueses
Três Contos Populares PortuguesesTrês Contos Populares Portugueses
Três Contos Populares Portugueses
Ricardo Leonardo
 
Artur azevedo a tia aninha
Artur azevedo   a tia aninhaArtur azevedo   a tia aninha
Artur azevedo a tia aninha
Tulipa Zoá
 
As botas do sargento
As botas do sargentoAs botas do sargento
As botas do sargento
mafaldagrego
 
As botas do sargento
As botas do sargentoAs botas do sargento
As botas do sargento
mafaldagrego
 
Souad queimada viva
Souad   queimada vivaSouad   queimada viva
Souad queimada viva
Cecilia Salvador
 
Os Maias - Capítulo XVII
Os Maias - Capítulo XVIIOs Maias - Capítulo XVII
Os Maias - Capítulo XVII
António Fernandes
 
O PRINCÍPE DESENCANTADO
O PRINCÍPE DESENCANTADOO PRINCÍPE DESENCANTADO
O PRINCÍPE DESENCANTADO
drialex
 

Mais procurados (19)

Os Maias - Capítulo XII
Os Maias - Capítulo XIIOs Maias - Capítulo XII
Os Maias - Capítulo XII
 
Contos Tradicionais
Contos TradicionaisContos Tradicionais
Contos Tradicionais
 
A moreninha-joaquim-manuel-de-macedo
A moreninha-joaquim-manuel-de-macedoA moreninha-joaquim-manuel-de-macedo
A moreninha-joaquim-manuel-de-macedo
 
7 ano C
7 ano C7 ano C
7 ano C
 
Vou-me embora pro passado
Vou-me embora pro passadoVou-me embora pro passado
Vou-me embora pro passado
 
Vou emborapropassado
Vou emborapropassadoVou emborapropassado
Vou emborapropassado
 
Vou embora para o passado
Vou embora para o passadoVou embora para o passado
Vou embora para o passado
 
Vou embora pro passado!!!!
Vou embora pro passado!!!!Vou embora pro passado!!!!
Vou embora pro passado!!!!
 
Vou Embora Pro Passado Jessier Quirino
Vou Embora Pro Passado  Jessier QuirinoVou Embora Pro Passado  Jessier Quirino
Vou Embora Pro Passado Jessier Quirino
 
Vou embora pro passado
Vou embora pro passadoVou embora pro passado
Vou embora pro passado
 
Vou embora pro passado jessier quirino (a.armando)
Vou embora pro passado   jessier quirino (a.armando)Vou embora pro passado   jessier quirino (a.armando)
Vou embora pro passado jessier quirino (a.armando)
 
Vou-me embora pro passado
Vou-me embora pro passadoVou-me embora pro passado
Vou-me embora pro passado
 
Três Contos Populares Portugueses
Três Contos Populares PortuguesesTrês Contos Populares Portugueses
Três Contos Populares Portugueses
 
Artur azevedo a tia aninha
Artur azevedo   a tia aninhaArtur azevedo   a tia aninha
Artur azevedo a tia aninha
 
As botas do sargento
As botas do sargentoAs botas do sargento
As botas do sargento
 
As botas do sargento
As botas do sargentoAs botas do sargento
As botas do sargento
 
Souad queimada viva
Souad   queimada vivaSouad   queimada viva
Souad queimada viva
 
Os Maias - Capítulo XVII
Os Maias - Capítulo XVIIOs Maias - Capítulo XVII
Os Maias - Capítulo XVII
 
O PRINCÍPE DESENCANTADO
O PRINCÍPE DESENCANTADOO PRINCÍPE DESENCANTADO
O PRINCÍPE DESENCANTADO
 

Semelhante a Clic cordel

Aromas
AromasAromas
Como voce pode
Como voce podeComo voce pode
Como voce pode
Mensagens Virtuais
 
Carijó e as Esmeraldas
Carijó e as EsmeraldasCarijó e as Esmeraldas
Carijó e as Esmeraldas
Nevas_Amaral
 
Desgarrada em 2006
Desgarrada em 2006Desgarrada em 2006
Desgarrada em 2006
António Marques
 
EDGAR ALLAN POE Historias_Extraordinarias TRADUÇAO CLARICE LISPECTOR.pdf
EDGAR ALLAN POE Historias_Extraordinarias TRADUÇAO CLARICE LISPECTOR.pdfEDGAR ALLAN POE Historias_Extraordinarias TRADUÇAO CLARICE LISPECTOR.pdf
EDGAR ALLAN POE Historias_Extraordinarias TRADUÇAO CLARICE LISPECTOR.pdf
Rosianny Loppes
 
Contos de fadas slaid novo
Contos de fadas slaid novoContos de fadas slaid novo
Contos de fadas slaid novo
nonoano
 
Contos de fadas slaid novo
Contos de fadas slaid novoContos de fadas slaid novo
Contos de fadas slaid novo
nonoano
 
Contos de fadas slaid novo
Contos de fadas slaid novoContos de fadas slaid novo
Contos de fadas slaid novo
nonoano
 
Rosa lobato faria[1]
Rosa lobato faria[1]Rosa lobato faria[1]
O Orfanato da senhorita Peregrine para Crianças Peculiares
O Orfanato da senhorita Peregrine para Crianças PeculiaresO Orfanato da senhorita Peregrine para Crianças Peculiares
O Orfanato da senhorita Peregrine para Crianças Peculiares
Assuntos da Intenet
 
O orfanato da srta peregrine pa ransom riggs
O orfanato da srta peregrine pa   ransom riggsO orfanato da srta peregrine pa   ransom riggs
O orfanato da srta peregrine pa ransom riggs
Mariana Correia
 
Daniel Pennac
Daniel PennacDaniel Pennac
Ana Cristina César / a teus pés
Ana Cristina César / a teus pésAna Cristina César / a teus pés
Ana Cristina César / a teus pés
sullbreda
 
The Dead Zone
The Dead ZoneThe Dead Zone
The Dead Zone
CondadoLiterata
 
Querida sue trecho
Querida sue trechoQuerida sue trecho
Querida sue trecho
Sabrina Barreto
 
Assassin's Creed: Unity
Assassin's Creed: Unity Assassin's Creed: Unity
Assassin's Creed: Unity
Lucas Barros
 
Unity assassin's creed vol.7 - oliver bowden
Unity   assassin's creed vol.7 - oliver bowdenUnity   assassin's creed vol.7 - oliver bowden
Unity assassin's creed vol.7 - oliver bowden
Ariovaldo Cunha
 
Memórias de um lobo mau
Memórias de um lobo mauMemórias de um lobo mau
Memórias de um lobo mau
Carlos Pinheiro
 
67
6767
O aprendiz de assassino robin hobb - vol i
O aprendiz de assassino   robin hobb - vol iO aprendiz de assassino   robin hobb - vol i
O aprendiz de assassino robin hobb - vol i
dantenero4
 

Semelhante a Clic cordel (20)

Aromas
AromasAromas
Aromas
 
Como voce pode
Como voce podeComo voce pode
Como voce pode
 
Carijó e as Esmeraldas
Carijó e as EsmeraldasCarijó e as Esmeraldas
Carijó e as Esmeraldas
 
Desgarrada em 2006
Desgarrada em 2006Desgarrada em 2006
Desgarrada em 2006
 
EDGAR ALLAN POE Historias_Extraordinarias TRADUÇAO CLARICE LISPECTOR.pdf
EDGAR ALLAN POE Historias_Extraordinarias TRADUÇAO CLARICE LISPECTOR.pdfEDGAR ALLAN POE Historias_Extraordinarias TRADUÇAO CLARICE LISPECTOR.pdf
EDGAR ALLAN POE Historias_Extraordinarias TRADUÇAO CLARICE LISPECTOR.pdf
 
Contos de fadas slaid novo
Contos de fadas slaid novoContos de fadas slaid novo
Contos de fadas slaid novo
 
Contos de fadas slaid novo
Contos de fadas slaid novoContos de fadas slaid novo
Contos de fadas slaid novo
 
Contos de fadas slaid novo
Contos de fadas slaid novoContos de fadas slaid novo
Contos de fadas slaid novo
 
Rosa lobato faria[1]
Rosa lobato faria[1]Rosa lobato faria[1]
Rosa lobato faria[1]
 
O Orfanato da senhorita Peregrine para Crianças Peculiares
O Orfanato da senhorita Peregrine para Crianças PeculiaresO Orfanato da senhorita Peregrine para Crianças Peculiares
O Orfanato da senhorita Peregrine para Crianças Peculiares
 
O orfanato da srta peregrine pa ransom riggs
O orfanato da srta peregrine pa   ransom riggsO orfanato da srta peregrine pa   ransom riggs
O orfanato da srta peregrine pa ransom riggs
 
Daniel Pennac
Daniel PennacDaniel Pennac
Daniel Pennac
 
Ana Cristina César / a teus pés
Ana Cristina César / a teus pésAna Cristina César / a teus pés
Ana Cristina César / a teus pés
 
The Dead Zone
The Dead ZoneThe Dead Zone
The Dead Zone
 
Querida sue trecho
Querida sue trechoQuerida sue trecho
Querida sue trecho
 
Assassin's Creed: Unity
Assassin's Creed: Unity Assassin's Creed: Unity
Assassin's Creed: Unity
 
Unity assassin's creed vol.7 - oliver bowden
Unity   assassin's creed vol.7 - oliver bowdenUnity   assassin's creed vol.7 - oliver bowden
Unity assassin's creed vol.7 - oliver bowden
 
Memórias de um lobo mau
Memórias de um lobo mauMemórias de um lobo mau
Memórias de um lobo mau
 
67
6767
67
 
O aprendiz de assassino robin hobb - vol i
O aprendiz de assassino   robin hobb - vol iO aprendiz de assassino   robin hobb - vol i
O aprendiz de assassino robin hobb - vol i
 

Mais de Pibid-Letras Córdula

Slide entre a espada e a rosa
Slide entre a espada e a rosaSlide entre a espada e a rosa
Slide entre a espada e a rosa
Pibid-Letras Córdula
 
Paisagens do Nordeste brasileiro
Paisagens do Nordeste brasileiroPaisagens do Nordeste brasileiro
Paisagens do Nordeste brasileiro
Pibid-Letras Córdula
 
Características gerais do texto dramático
Características gerais do texto dramáticoCaracterísticas gerais do texto dramático
Características gerais do texto dramático
Pibid-Letras Córdula
 
Módulo Didático: Luz, CLIC e Ação: A Reciprocidade Cultural entre a Literatur...
Módulo Didático: Luz, CLIC e Ação: A Reciprocidade Cultural entre a Literatur...Módulo Didático: Luz, CLIC e Ação: A Reciprocidade Cultural entre a Literatur...
Módulo Didático: Luz, CLIC e Ação: A Reciprocidade Cultural entre a Literatur...
Pibid-Letras Córdula
 
Módulo Didático: Ôxente! Isso aqui é Nordeste: Um passeio entre a Literatura ...
Módulo Didático: Ôxente! Isso aqui é Nordeste: Um passeio entre a Literatura ...Módulo Didático: Ôxente! Isso aqui é Nordeste: Um passeio entre a Literatura ...
Módulo Didático: Ôxente! Isso aqui é Nordeste: Um passeio entre a Literatura ...
Pibid-Letras Córdula
 
Sequência Didática: Luz, CLIC e Ação: a reciprocidade cultural entre a Litera...
Sequência Didática: Luz, CLIC e Ação: a reciprocidade cultural entre a Litera...Sequência Didática: Luz, CLIC e Ação: a reciprocidade cultural entre a Litera...
Sequência Didática: Luz, CLIC e Ação: a reciprocidade cultural entre a Litera...
Pibid-Letras Córdula
 
Sequência Didática: Ôxente! Isso Aqui é Nordeste: Um passeio entre a Literatu...
Sequência Didática: Ôxente! Isso Aqui é Nordeste: Um passeio entre a Literatu...Sequência Didática: Ôxente! Isso Aqui é Nordeste: Um passeio entre a Literatu...
Sequência Didática: Ôxente! Isso Aqui é Nordeste: Um passeio entre a Literatu...
Pibid-Letras Córdula
 
Sequência didática Identidade feminina (versão final)
Sequência didática   Identidade feminina (versão final)Sequência didática   Identidade feminina (versão final)
Sequência didática Identidade feminina (versão final)
Pibid-Letras Córdula
 
Florbela Espanca (DADOS BIOGRÁFICOS)
Florbela Espanca  (DADOS BIOGRÁFICOS)Florbela Espanca  (DADOS BIOGRÁFICOS)
Florbela Espanca (DADOS BIOGRÁFICOS)
Pibid-Letras Córdula
 
SLIDES CONTOS ATUALIZADOS
SLIDES CONTOS ATUALIZADOSSLIDES CONTOS ATUALIZADOS
SLIDES CONTOS ATUALIZADOS
Pibid-Letras Córdula
 
Elementos da narrativa 2016.2
Elementos da narrativa 2016.2Elementos da narrativa 2016.2
Elementos da narrativa 2016.2
Pibid-Letras Córdula
 
Dramatização clic entrevista a algumas personagens dos contos maravilhosos-
Dramatização clic   entrevista a algumas personagens dos contos maravilhosos-Dramatização clic   entrevista a algumas personagens dos contos maravilhosos-
Dramatização clic entrevista a algumas personagens dos contos maravilhosos-
Pibid-Letras Córdula
 
Módulo 19 - IDENTIDADE FEMININA: ATUAÇÃO E REPRESENTAÇÃO DA MULHER
Módulo 19 - IDENTIDADE FEMININA: ATUAÇÃO E REPRESENTAÇÃO DA MULHERMódulo 19 - IDENTIDADE FEMININA: ATUAÇÃO E REPRESENTAÇÃO DA MULHER
Módulo 19 - IDENTIDADE FEMININA: ATUAÇÃO E REPRESENTAÇÃO DA MULHER
Pibid-Letras Córdula
 
Artigo de opinião - Aspectos gerais
Artigo de opinião - Aspectos geraisArtigo de opinião - Aspectos gerais
Artigo de opinião - Aspectos gerais
Pibid-Letras Córdula
 
Slide - Profissões antigas
Slide - Profissões antigas Slide - Profissões antigas
Slide - Profissões antigas
Pibid-Letras Córdula
 
Artigo de opinião - SLIDE
Artigo de opinião - SLIDEArtigo de opinião - SLIDE
Artigo de opinião - SLIDE
Pibid-Letras Córdula
 
Módulo avulso - A arte de Adultecer
Módulo avulso - A arte de AdultecerMódulo avulso - A arte de Adultecer
Módulo avulso - A arte de Adultecer
Pibid-Letras Córdula
 
Módulo 17: A arte de Adultecer
Módulo 17: A arte de AdultecerMódulo 17: A arte de Adultecer
Módulo 17: A arte de Adultecer
Pibid-Letras Córdula
 
Sequência Didática - A arte de Adultecer 2016.1
Sequência Didática - A arte de Adultecer 2016.1Sequência Didática - A arte de Adultecer 2016.1
Sequência Didática - A arte de Adultecer 2016.1
Pibid-Letras Córdula
 
AS FASES DA VIDA - TIPOS DE VIOLÊNCIA
AS FASES DA VIDA - TIPOS DE VIOLÊNCIAAS FASES DA VIDA - TIPOS DE VIOLÊNCIA
AS FASES DA VIDA - TIPOS DE VIOLÊNCIA
Pibid-Letras Córdula
 

Mais de Pibid-Letras Córdula (20)

Slide entre a espada e a rosa
Slide entre a espada e a rosaSlide entre a espada e a rosa
Slide entre a espada e a rosa
 
Paisagens do Nordeste brasileiro
Paisagens do Nordeste brasileiroPaisagens do Nordeste brasileiro
Paisagens do Nordeste brasileiro
 
Características gerais do texto dramático
Características gerais do texto dramáticoCaracterísticas gerais do texto dramático
Características gerais do texto dramático
 
Módulo Didático: Luz, CLIC e Ação: A Reciprocidade Cultural entre a Literatur...
Módulo Didático: Luz, CLIC e Ação: A Reciprocidade Cultural entre a Literatur...Módulo Didático: Luz, CLIC e Ação: A Reciprocidade Cultural entre a Literatur...
Módulo Didático: Luz, CLIC e Ação: A Reciprocidade Cultural entre a Literatur...
 
Módulo Didático: Ôxente! Isso aqui é Nordeste: Um passeio entre a Literatura ...
Módulo Didático: Ôxente! Isso aqui é Nordeste: Um passeio entre a Literatura ...Módulo Didático: Ôxente! Isso aqui é Nordeste: Um passeio entre a Literatura ...
Módulo Didático: Ôxente! Isso aqui é Nordeste: Um passeio entre a Literatura ...
 
Sequência Didática: Luz, CLIC e Ação: a reciprocidade cultural entre a Litera...
Sequência Didática: Luz, CLIC e Ação: a reciprocidade cultural entre a Litera...Sequência Didática: Luz, CLIC e Ação: a reciprocidade cultural entre a Litera...
Sequência Didática: Luz, CLIC e Ação: a reciprocidade cultural entre a Litera...
 
Sequência Didática: Ôxente! Isso Aqui é Nordeste: Um passeio entre a Literatu...
Sequência Didática: Ôxente! Isso Aqui é Nordeste: Um passeio entre a Literatu...Sequência Didática: Ôxente! Isso Aqui é Nordeste: Um passeio entre a Literatu...
Sequência Didática: Ôxente! Isso Aqui é Nordeste: Um passeio entre a Literatu...
 
Sequência didática Identidade feminina (versão final)
Sequência didática   Identidade feminina (versão final)Sequência didática   Identidade feminina (versão final)
Sequência didática Identidade feminina (versão final)
 
Florbela Espanca (DADOS BIOGRÁFICOS)
Florbela Espanca  (DADOS BIOGRÁFICOS)Florbela Espanca  (DADOS BIOGRÁFICOS)
Florbela Espanca (DADOS BIOGRÁFICOS)
 
SLIDES CONTOS ATUALIZADOS
SLIDES CONTOS ATUALIZADOSSLIDES CONTOS ATUALIZADOS
SLIDES CONTOS ATUALIZADOS
 
Elementos da narrativa 2016.2
Elementos da narrativa 2016.2Elementos da narrativa 2016.2
Elementos da narrativa 2016.2
 
Dramatização clic entrevista a algumas personagens dos contos maravilhosos-
Dramatização clic   entrevista a algumas personagens dos contos maravilhosos-Dramatização clic   entrevista a algumas personagens dos contos maravilhosos-
Dramatização clic entrevista a algumas personagens dos contos maravilhosos-
 
Módulo 19 - IDENTIDADE FEMININA: ATUAÇÃO E REPRESENTAÇÃO DA MULHER
Módulo 19 - IDENTIDADE FEMININA: ATUAÇÃO E REPRESENTAÇÃO DA MULHERMódulo 19 - IDENTIDADE FEMININA: ATUAÇÃO E REPRESENTAÇÃO DA MULHER
Módulo 19 - IDENTIDADE FEMININA: ATUAÇÃO E REPRESENTAÇÃO DA MULHER
 
Artigo de opinião - Aspectos gerais
Artigo de opinião - Aspectos geraisArtigo de opinião - Aspectos gerais
Artigo de opinião - Aspectos gerais
 
Slide - Profissões antigas
Slide - Profissões antigas Slide - Profissões antigas
Slide - Profissões antigas
 
Artigo de opinião - SLIDE
Artigo de opinião - SLIDEArtigo de opinião - SLIDE
Artigo de opinião - SLIDE
 
Módulo avulso - A arte de Adultecer
Módulo avulso - A arte de AdultecerMódulo avulso - A arte de Adultecer
Módulo avulso - A arte de Adultecer
 
Módulo 17: A arte de Adultecer
Módulo 17: A arte de AdultecerMódulo 17: A arte de Adultecer
Módulo 17: A arte de Adultecer
 
Sequência Didática - A arte de Adultecer 2016.1
Sequência Didática - A arte de Adultecer 2016.1Sequência Didática - A arte de Adultecer 2016.1
Sequência Didática - A arte de Adultecer 2016.1
 
AS FASES DA VIDA - TIPOS DE VIOLÊNCIA
AS FASES DA VIDA - TIPOS DE VIOLÊNCIAAS FASES DA VIDA - TIPOS DE VIOLÊNCIA
AS FASES DA VIDA - TIPOS DE VIOLÊNCIA
 

Último

Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
cmeioctaciliabetesch
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
lveiga112
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
Marlene Cunhada
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
AntnioManuelAgdoma
 
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinhaatividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
Suzy De Abreu Santana
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
Mary Alvarenga
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 

Último (20)

Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
 
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinhaatividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 

Clic cordel

  • 1. CLIC – Cultura, Literatura e Criatividade apresenta: Luz, CLIC e lampião: A saga do cabra macho padecido de amor.
  • 2. Em tempos de alta do nosso cordel, peço licença para prosear chegar só no sapatinho e a história do CLIC contar. Senhoras e senhores para mió compreender, eu trouxe até aqui, Uma família arretada de se conhecer. Dona Maria, mulher valente, caprichosa que só ela, Cuida do marido, da filha e da casa Ô bixinha eficiente. Seu Luiz, homem forte do Sertão trabalha feito um condenado, Tudo isso, para garantir um prato de feijão Eu não poderia continuar, sem apresentar, A coisa mar linda que esse Nordeste já viu passar.
  • 3. Aaaaah Belaflor me diz aí, Qual foi o feitiço que tu me jogou? Toda vez que fecho os olhos, eu sinto teu cheiro mais doce que mungunzá Apurado o dia inteiro. Seu Luiz: Oxi e por um acaso eu lhe dei esse cabimento todo rapaz? Mais cuidado quando for falar do meu docin de leite, da minha joia rara Se eu ver que tu tá de enxerimento pro lado dela Eu só te dou um CLIC e te mato desgraçado. Dona Maria: Luuuuuiz e isso é jeito de falar com o moço? Um menino bom, educado e inteligente Tá só um pouco magrinho, deve ser falta de nutriente.
  • 4. Dona Maria, na verdade é falta de cuscuz com ovo eu tenho passado muito tempo fora de casa e isso tem me custado um pouco Mas vamos deixar de prosa e ir ao ponto que nos interessa, Me ajude a explicar para esse povo, que esse ano, o CLIC tá inovando de novo. Trabalhando com Cultura, Literatura e Criatividade, eu quero que tu não apareça visse abestado. Belaflor: eu tava calada até agora, escutando tudo isso sobre mim, Mas já que vocês tão falando de tanto CLIC, Que tal se eu fizer uma pose de revista assim? Com a benção do meu pai e a permissão da minha mãe, já vou logo dizendo, Faça a inscrição no projeto para mim.
  • 5. Toda quarta e toda quinta, de 14 as 16 horas, você pode aparecer, Pegue um lápis e um papel E anote o endereço para não se esquecer. A escola tem nome de professor, já foi pintor e até crítico de arte, vou dizer o primeiro nome, o resto, Acho que você já sabe. Do erudito ao popular, do vilão ao mocinho, do drama ao humor, Você já imaginou subir em cima de um palco e brincar de ser ator? Valorizando o que a gente tem de melhor E mostrando a cultura do Nordeste, Mais cuidado seu doutô Quando tiver falando do sertanejo cabra da peste
  • 6. Para não atrapalhar a aula do professor Vou dizer só mais uma vez Seu Luiz, não me mate por favor É mais forte do que eu Quando vejo ela passar Eu fico igualzin como aquele tal de Romeu das peças da capitá Belaflor você sabe o que é I love you em francês? Belaflor: Não sei nem em português! Vou falar só um pouquinho se você se interessar No CLIC eu vou te esperar. Segundo meu dicionário de um nordestino apaixonado I love you nada mais é que morena na língua de um cabra macho com o coração afeiçoado.