SlideShare uma empresa Scribd logo
FACULDADE DA AMAZÔNIA ANTROPOLOGIA Prof. Esp. João Carlos S. Balbi
ANTROPOLOGIA MARCONI, Maria de Andrade. Antropologia: uma introdução. 6.ed. – 3. reimpr.- São Paulo: Atlas, 2007. O Termo Antropologia deriva do grego  άνθρωπος  anthropos ,   (homem / pessoa)  e λόγος (logos -  razão / pensamento ) é a ciência preocupada em estudar o   homem  e a  humanidade  de maneira totalizante, ou seja, abrangendo todas as suas dimensões . É uma ciência social que estuda o homem. Preocupa-se em conhecer cientificamente o ser humano em sua totalidade.
ANTROPOLOGIA CONCEITUAÇÃO Hoebel e Frost definem a antropologia como “a ciência da humanidade e da cultura”. Tem uma dimensão biológica, enquanto antropologia física; uma dimensão sociocultural, enquanto antropologia social e/ou antropologia cultural; e uma dimensão filosófica, enquanto antropologia filosófica, ou seja, quando se empenha em responder à indagação: o que é o homem? (Marconi, M. A & Presotto, Z. M N. Antropologia. p. 1)
OBJETO DE ESTUDO A Antropologia como ciência do biológico e do cultural tem seu objeto de estudo: o homem e suas obras. O objeto da antropologia engloba o conhecimento de sociedades humanas, letradas ou ágrafas, extintas ou vivas, existentes nas várias regiões da Terra. O antropólogo tem a tarefa de explicar os princípios da formação e do desenvolvimento das sociedades e culturas humanas. Toda investigação antropológica vale-se do método comparativo em busca de respostas para os por quês, na tentativa de compreender as semelhanças e as diferenças físicas, psíquicas, culturais e sociais entre os grupos humanos. Exemplo: brancos e negros; língua diversificadas;  a indumentária do índio e do não-índio; o culto do sol e a presença da pirâmide no Egito e nas civilizações pré-colombianas...
OBJETIVO DA ANTROPOLOGIA A Antropologia fixa como seu objetivo o estudo da humanidade como um todo, visando ao homem como expressão global – biopsicocultural – isto é, o homem como ser biológico pensante, produtor de culturas e participante da sociedade, tentando chegar, assim, à compreensão da existência humana.
DIVISÕES E CAMPO DA ANTROPOLOGIA A Antropologia se divide em dois grandes campos de estudo: Antropologia Física ou biológica Divide-se em: 1.1 – PALEONTOLOGIA 1.2 – SOMATOLOGIA 1.3 – RACIOLOGIA 1.4 – ANTROPOMETRIA 1.5 – ESTUDOS COMPARATIVOS DO CRESCIMENTO. 2. Antropologia Cultural Divide-se em: 2.1 – ARQUEOLOGIA 2.2 – ETNOGRAFIA 2.3 – ETNOLOGIA 2.4 – LINGUISTICA 2.5 – FOLCLORE 2.6 – ANTROPOLOGIA SOCIAL 2.7 – CULTURA E PERSONALIDADE
ANTROPOLOGIA FÍSICA Paleontologia. (Palaios = antigo + onto = ser + logos = estudo). Estuda a origem e a evolução humana através do conhecimento das formas fósseis do passado. Somatologia. (Somato = corpo humano + logos = estudo). Estuda as variedades existentes do homem, diferenças físicas individuais e diferenças sexuais (tipos sangüíneo, metabolismo basal, adaptação etc. Raciologia. (Raça = etnia + logos = estudo). Estuda a história racial do homem, a classificação da espécie humana em raças, a miscigenação (mistura de raças), características físicas etc.
ANTROPOLOGIA FÍSICA Antropometria. (anthropos = homem + metria = medida). Usa as técnicas de medição, procedimento quantitativo que fornece medidas do corpo humano (crânio, ossos etc.), elaboradas por instrumentos especiais, como o antropômetro. Estudos comparativos do crescimento. É uma ampliação do campo de estudo do somatólogo que querem conhecer as diferenças grupais relacionadas aos índices de crescimento e outros aspectos como alimentação, exercícios físicos, maturidade sexual etc.
ANTROPOLOGIA CULTURAL Arqueologia. (archaîos = antigo + logos = estudo) estuda as culturas do passado, extintas. Divide-se em:  Arqueologia clássica: tenta reconstruir as antigas civilizações letradas (Egito, Grécia, Mesopotâmia, Etrúria etc.) Arqueologia Arqueológica: trata dos primórdios da cultura, relativa às populações extintas (culturas do Paleolítico, Mesolítico e Neolítico). Paleolítico (Idade Antiga da Pedra) ou pedra lascada. De 2 Milhões de anos a 10.000 anos atrás. Mesolítico (Idade Média da Pedra). De 10.000 ao aparecimento da agricultura 8.000 (?) anos atrás. Neolítico (Idade Nova da Pedra). Ou pedra polida. Início com o aparecimento da agricultura e término com o aparecimento da escrita 4.000 a.C.
ANTROPOLOGIA CULTURAL Etnografia. (Éthnos = povo + graphein = escrever). Consiste em descrever as sociedades humanas. O objeto de estudo são as culturas simples conhecidas como primitivas ou ágrafas. O etnógrafo é um investigador de campo, um coletor de informações. Ex. No Brasil, em 1957, dos 143 grupos tribais, 33 estavam ainda isolados, 45 em contato permanente etc. (D. Ribeiro). Etnologia. (Éthnos = povo + logos = estudo). Utilizando dos dados fornecidos pelos etnógrafos, o etnólogo analisa, interpreta e compara entre as mais diversas culturas existentes, considerando suas semelhanças e diferenças. Lingüística. A linguagem é um meio de comunicação e também um instrumento de pensamento.  Há uma diversidade de línguas que acompanham as diversas culturas.
ANTROPOLOGIA CULTURAL Folclore. É um dos campos de investigação da Antropologia. Define –se como o estudo da cultura espontânea dos grupos humanos rurais ou urbanos. Ex. danças, artesanato, canções etc. Antropologia Social. Estudo dos processos culturais e da estrutura social, seu interesse está centrado na sociedade e nas instituições. Preocupa-se com aspecto da vida social – o familiar, o econômico, o político, o religioso, o jurídico – compreendido e estudado em relação aos demais grupos humanos. Cultura e Personalidade. Campo de investigação antropológico que estuda o indivíduo não como um simples receptor e portador de cultura, mas como um agente de mudança cultural, desempenhando papel dinâmico e inovador.
CIÊNCIAS AFINS A Antropologia como ciência social liga-se a: Sociologia História Psicologia Geografia Economia Ciências Políticas Como ciência Biológica, liga-se: Biologia Genética Anatomia Fisiologia Embriologia Medicina
MÉTODOS DA ANTROPOLOGIA Método Histórico: Consiste em investigar eventos do passado, a fim de compreender os modos de vida do presente, que só podem ser explicados a partir da reconstrução da cultura e da observação das mudanças ocorridas ao longo do tempo. Método Estatístico: Os dados, depois de coletados, são reduzido a termos quantitativos, demonstrados em tabelas, gráficos, quadros etc .
MÉTODOS DA ANTROPOLOGIA Método Comparativo: Permite verificar diferenças e semelhanças apresentadas pelo material coletado. A Antropologia Física compara fósseis ou grupos humanos existentes, analisando características anatômicas: cor de pele, do cabelo, dos olhos, índice cefálico etc. Pesquisa de Campo Técnicas de Pesquisas da Antropologia: Observação Entrevista Formulário

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula 4-sociologia-aula-4-antropologia
Aula 4-sociologia-aula-4-antropologiaAula 4-sociologia-aula-4-antropologia
Aula 4-sociologia-aula-4-antropologia
Suely Lima Lopes
 
Antropologia
AntropologiaAntropologia
Antropologia
dylan costa
 
O que é antropologia
O que é antropologiaO que é antropologia
O que é antropologia
Aldenei Barros
 
Aula 1 antropologia
Aula 1   antropologiaAula 1   antropologia
Aula 1 antropologia
Ludmila Moura
 
A antropologia
A antropologiaA antropologia
A antropologia
lukinha10
 
Antropologia e educação I - Aula 23/03/2012
Antropologia e educação I - Aula 23/03/2012Antropologia e educação I - Aula 23/03/2012
Antropologia e educação I - Aula 23/03/2012
ozgauche
 
Antropologia introdução
Antropologia introduçãoAntropologia introdução
Antropologia introdução
Flávia De Mattos Motta
 
Antropologia 2.011.1
Antropologia   2.011.1Antropologia   2.011.1
Antropologia 2.011.1
MarcoAMuniz
 
Cap 8 antropologia social
Cap 8 antropologia socialCap 8 antropologia social
Cap 8 antropologia social
Joao Balbi
 
Conceito e origem da antropologia
Conceito e origem da antropologiaConceito e origem da antropologia
Conceito e origem da antropologia
Arare Carvalho Júnior
 
Cap 2 antropologia
Cap 2 antropologiaCap 2 antropologia
Cap 2 antropologia
Joao Balbi
 
Aula de revisao_-_antropologia_juridica
Aula de revisao_-_antropologia_juridicaAula de revisao_-_antropologia_juridica
Aula de revisao_-_antropologia_juridica
Elenir Flores
 
Antropologia e educação :o sentido da etnografia
Antropologia e educação :o sentido da etnografiaAntropologia e educação :o sentido da etnografia
Antropologia e educação :o sentido da etnografia
Laís Maíne
 
Cap 4 antropologia cultural
Cap 4 antropologia culturalCap 4 antropologia cultural
Cap 4 antropologia cultural
Joao Balbi
 
Antropologia.
Antropologia.Antropologia.
Antropologia.
Douglas Gregorio
 
Antropologia contemporânea cap 10
Antropologia contemporânea cap 10Antropologia contemporânea cap 10
Antropologia contemporânea cap 10
mundissa
 
Antropologia cultural
Antropologia culturalAntropologia cultural
Antropologia cultural
Andressa Joao Bidoia
 
Antropologia e Evolucionismo Social
Antropologia e Evolucionismo SocialAntropologia e Evolucionismo Social
Antropologia e Evolucionismo Social
Unichristus Centro Universitário
 
Antropologia.sintese paradigmas e escolas
Antropologia.sintese paradigmas e escolasAntropologia.sintese paradigmas e escolas
Antropologia.sintese paradigmas e escolas
João Filho
 

Mais procurados (19)

Aula 4-sociologia-aula-4-antropologia
Aula 4-sociologia-aula-4-antropologiaAula 4-sociologia-aula-4-antropologia
Aula 4-sociologia-aula-4-antropologia
 
Antropologia
AntropologiaAntropologia
Antropologia
 
O que é antropologia
O que é antropologiaO que é antropologia
O que é antropologia
 
Aula 1 antropologia
Aula 1   antropologiaAula 1   antropologia
Aula 1 antropologia
 
A antropologia
A antropologiaA antropologia
A antropologia
 
Antropologia e educação I - Aula 23/03/2012
Antropologia e educação I - Aula 23/03/2012Antropologia e educação I - Aula 23/03/2012
Antropologia e educação I - Aula 23/03/2012
 
Antropologia introdução
Antropologia introduçãoAntropologia introdução
Antropologia introdução
 
Antropologia 2.011.1
Antropologia   2.011.1Antropologia   2.011.1
Antropologia 2.011.1
 
Cap 8 antropologia social
Cap 8 antropologia socialCap 8 antropologia social
Cap 8 antropologia social
 
Conceito e origem da antropologia
Conceito e origem da antropologiaConceito e origem da antropologia
Conceito e origem da antropologia
 
Cap 2 antropologia
Cap 2 antropologiaCap 2 antropologia
Cap 2 antropologia
 
Aula de revisao_-_antropologia_juridica
Aula de revisao_-_antropologia_juridicaAula de revisao_-_antropologia_juridica
Aula de revisao_-_antropologia_juridica
 
Antropologia e educação :o sentido da etnografia
Antropologia e educação :o sentido da etnografiaAntropologia e educação :o sentido da etnografia
Antropologia e educação :o sentido da etnografia
 
Cap 4 antropologia cultural
Cap 4 antropologia culturalCap 4 antropologia cultural
Cap 4 antropologia cultural
 
Antropologia.
Antropologia.Antropologia.
Antropologia.
 
Antropologia contemporânea cap 10
Antropologia contemporânea cap 10Antropologia contemporânea cap 10
Antropologia contemporânea cap 10
 
Antropologia cultural
Antropologia culturalAntropologia cultural
Antropologia cultural
 
Antropologia e Evolucionismo Social
Antropologia e Evolucionismo SocialAntropologia e Evolucionismo Social
Antropologia e Evolucionismo Social
 
Antropologia.sintese paradigmas e escolas
Antropologia.sintese paradigmas e escolasAntropologia.sintese paradigmas e escolas
Antropologia.sintese paradigmas e escolas
 

Destaque

Antropologia filosófica 2- homo somaticus
Antropologia filosófica 2-     homo somaticusAntropologia filosófica 2-     homo somaticus
Antropologia filosófica 2- homo somaticus
Mário Correia
 
antropologia filosofica a origem do homem
 antropologia filosofica  a origem do homem antropologia filosofica  a origem do homem
antropologia filosofica a origem do homem
paraiba1974
 
Antropologia: conceitos basicos
 Antropologia: conceitos basicos Antropologia: conceitos basicos
Antropologia: conceitos basicos
Flávia De Mattos Motta
 
Antropologia
AntropologiaAntropologia
Antropologia
Magno Oliveira
 
Relações Homoafetivas: uniões de afeto Gabriel
Relações Homoafetivas: uniões de afeto   GabrielRelações Homoafetivas: uniões de afeto   Gabriel
Relações Homoafetivas: uniões de afeto Gabriel
Tharas On Line
 
União Homoafetiva
União HomoafetivaUnião Homoafetiva
União Homoafetiva
Jairo Felipe
 
Trab. Arte & Psicanálise - Pós-Graduação Artes e Programação Cultural
Trab. Arte & Psicanálise - Pós-Graduação Artes e Programação CulturalTrab. Arte & Psicanálise - Pós-Graduação Artes e Programação Cultural
Trab. Arte & Psicanálise - Pós-Graduação Artes e Programação Cultural
Pedro Nascimento
 
Corpo Matematica Arte Religiao
Corpo Matematica Arte ReligiaoCorpo Matematica Arte Religiao
Corpo Matematica Arte Religiao
toshibr
 
A revolução francesa
A revolução francesaA revolução francesa
A revolução francesa
humanitas.pt.vu
 
Casamento
CasamentoCasamento
Casamento
ValSony
 
Casamento Gay
Casamento GayCasamento Gay
Casamento Gay
Nelson Sheep
 
Antropologia Cognitiva: o que é cultura?
Antropologia Cognitiva: o que é cultura?Antropologia Cognitiva: o que é cultura?
Antropologia Cognitiva: o que é cultura?
Carlos Nepomuceno (Nepô)
 
Curso onljne relacoes etnicas, raciais e de genero
Curso onljne relacoes etnicas, raciais e de generoCurso onljne relacoes etnicas, raciais e de genero
Curso onljne relacoes etnicas, raciais e de genero
Unichristus Centro Universitário
 
Ética - História e cultura afro-brasileira: relações étnico-raciais no ambien...
Ética - História e cultura afro-brasileira: relações étnico-raciais no ambien...Ética - História e cultura afro-brasileira: relações étnico-raciais no ambien...
Ética - História e cultura afro-brasileira: relações étnico-raciais no ambien...
Juliano Padilha
 
Considerações Antropométricas
Considerações AntropométricasConsiderações Antropométricas
Considerações Antropométricas
CLT Valuebased Services
 
Casamento homo afetivo
Casamento homo afetivoCasamento homo afetivo
Casamento homo afetivo
Kamila Joyce
 
Arte egípcia: os mistérios da mumificação. parte 3
Arte egípcia: os mistérios da mumificação.  parte 3Arte egípcia: os mistérios da mumificação.  parte 3
Arte egípcia: os mistérios da mumificação. parte 3
Professor Gilson Nunes
 
Apresentação conceitos fg étnico racial
Apresentação conceitos fg étnico racialApresentação conceitos fg étnico racial
Apresentação conceitos fg étnico racial
GLEYDSON ROCHA
 
Constituição Federal 1988 - Atualizada
Constituição Federal 1988 - AtualizadaConstituição Federal 1988 - Atualizada
Constituição Federal 1988 - Atualizada
Gilvander Dias Queiroz
 
Cultura Um Conceito Antropológico
Cultura Um Conceito AntropológicoCultura Um Conceito Antropológico
Cultura Um Conceito Antropológico
Dacifran Carvalho
 

Destaque (20)

Antropologia filosófica 2- homo somaticus
Antropologia filosófica 2-     homo somaticusAntropologia filosófica 2-     homo somaticus
Antropologia filosófica 2- homo somaticus
 
antropologia filosofica a origem do homem
 antropologia filosofica  a origem do homem antropologia filosofica  a origem do homem
antropologia filosofica a origem do homem
 
Antropologia: conceitos basicos
 Antropologia: conceitos basicos Antropologia: conceitos basicos
Antropologia: conceitos basicos
 
Antropologia
AntropologiaAntropologia
Antropologia
 
Relações Homoafetivas: uniões de afeto Gabriel
Relações Homoafetivas: uniões de afeto   GabrielRelações Homoafetivas: uniões de afeto   Gabriel
Relações Homoafetivas: uniões de afeto Gabriel
 
União Homoafetiva
União HomoafetivaUnião Homoafetiva
União Homoafetiva
 
Trab. Arte & Psicanálise - Pós-Graduação Artes e Programação Cultural
Trab. Arte & Psicanálise - Pós-Graduação Artes e Programação CulturalTrab. Arte & Psicanálise - Pós-Graduação Artes e Programação Cultural
Trab. Arte & Psicanálise - Pós-Graduação Artes e Programação Cultural
 
Corpo Matematica Arte Religiao
Corpo Matematica Arte ReligiaoCorpo Matematica Arte Religiao
Corpo Matematica Arte Religiao
 
A revolução francesa
A revolução francesaA revolução francesa
A revolução francesa
 
Casamento
CasamentoCasamento
Casamento
 
Casamento Gay
Casamento GayCasamento Gay
Casamento Gay
 
Antropologia Cognitiva: o que é cultura?
Antropologia Cognitiva: o que é cultura?Antropologia Cognitiva: o que é cultura?
Antropologia Cognitiva: o que é cultura?
 
Curso onljne relacoes etnicas, raciais e de genero
Curso onljne relacoes etnicas, raciais e de generoCurso onljne relacoes etnicas, raciais e de genero
Curso onljne relacoes etnicas, raciais e de genero
 
Ética - História e cultura afro-brasileira: relações étnico-raciais no ambien...
Ética - História e cultura afro-brasileira: relações étnico-raciais no ambien...Ética - História e cultura afro-brasileira: relações étnico-raciais no ambien...
Ética - História e cultura afro-brasileira: relações étnico-raciais no ambien...
 
Considerações Antropométricas
Considerações AntropométricasConsiderações Antropométricas
Considerações Antropométricas
 
Casamento homo afetivo
Casamento homo afetivoCasamento homo afetivo
Casamento homo afetivo
 
Arte egípcia: os mistérios da mumificação. parte 3
Arte egípcia: os mistérios da mumificação.  parte 3Arte egípcia: os mistérios da mumificação.  parte 3
Arte egípcia: os mistérios da mumificação. parte 3
 
Apresentação conceitos fg étnico racial
Apresentação conceitos fg étnico racialApresentação conceitos fg étnico racial
Apresentação conceitos fg étnico racial
 
Constituição Federal 1988 - Atualizada
Constituição Federal 1988 - AtualizadaConstituição Federal 1988 - Atualizada
Constituição Federal 1988 - Atualizada
 
Cultura Um Conceito Antropológico
Cultura Um Conceito AntropológicoCultura Um Conceito Antropológico
Cultura Um Conceito Antropológico
 

Semelhante a Cap 1 introdução

Slide de Antropologia - Antropologia da Alimentação
Slide de Antropologia - Antropologia da AlimentaçãoSlide de Antropologia - Antropologia da Alimentação
Slide de Antropologia - Antropologia da Alimentação
SilviaSales6
 
Texto de apoio de antropologia cultural
Texto de apoio  de antropologia culturalTexto de apoio  de antropologia cultural
Texto de apoio de antropologia cultural
marcelestevao
 
Modulo de Antropologia em Apresentacao.pptx
Modulo de Antropologia em Apresentacao.pptxModulo de Antropologia em Apresentacao.pptx
Modulo de Antropologia em Apresentacao.pptx
GuidoEduardoAntnio
 
FACELI - DIREITO - 2° período - Curso de Homem, cultura e sociedade - 02
FACELI - DIREITO - 2° período - Curso de Homem, cultura e sociedade - 02FACELI - DIREITO - 2° período - Curso de Homem, cultura e sociedade - 02
FACELI - DIREITO - 2° período - Curso de Homem, cultura e sociedade - 02
Jordano Santos Cerqueira
 
Antropologia texto 1
Antropologia   texto 1Antropologia   texto 1
Antropologia texto 1
Charlison Melo Guimarães
 
Antropologia
AntropologiaAntropologia
Antropologia
david silvestre
 
Fainte Antropologia.pdf
Fainte Antropologia.pdfFainte Antropologia.pdf
Fainte Antropologia.pdf
AlbertoB10
 
Antropologia da educação
Antropologia da educaçãoAntropologia da educação
Antropologia da educação
JRALBERTY
 
Apresentação em Aula 1 Antropologia versão 97-2003.ppt
Apresentação em Aula 1 Antropologia versão 97-2003.pptApresentação em Aula 1 Antropologia versão 97-2003.ppt
Apresentação em Aula 1 Antropologia versão 97-2003.ppt
RafaelXavierChaves
 
Atropologia e cultura pricila farfan barroso
Atropologia e cultura   pricila farfan barrosoAtropologia e cultura   pricila farfan barroso
Atropologia e cultura pricila farfan barroso
Salomao Lucio Dos Santos
 
Cempi – aula antropologia cultural 1
Cempi – aula antropologia cultural  1Cempi – aula antropologia cultural  1
Cempi – aula antropologia cultural 1
Geani Pedrosa
 
Antro cult lucas
Antro cult lucasAntro cult lucas
Antro cult lucas
Lucas Manuel
 
Antropologia e Educação
Antropologia e EducaçãoAntropologia e Educação
Antropologia e Educação
Clarim Natal
 
Antropologia jurídica.
Antropologia jurídica. Antropologia jurídica.
Antropologia jurídica.
Direito2012sl08
 
Antropologiajurdica anotaesdeaula-130226213353-phpapp02
Antropologiajurdica anotaesdeaula-130226213353-phpapp02Antropologiajurdica anotaesdeaula-130226213353-phpapp02
Antropologiajurdica anotaesdeaula-130226213353-phpapp02
Claudia araujo
 
ANTROPOLOGIA: CIÊNCIA DA ALTERIDADE.
ANTROPOLOGIA: CIÊNCIA DA ALTERIDADE.ANTROPOLOGIA: CIÊNCIA DA ALTERIDADE.
ANTROPOLOGIA: CIÊNCIA DA ALTERIDADE.
firminomaissociologiafilosofia2019
 
AULA 01 (8).pptx ANTROPOLOGIA E RELAÇÕES ETNICO RACIAIS
AULA 01 (8).pptx ANTROPOLOGIA E RELAÇÕES ETNICO RACIAISAULA 01 (8).pptx ANTROPOLOGIA E RELAÇÕES ETNICO RACIAIS
AULA 01 (8).pptx ANTROPOLOGIA E RELAÇÕES ETNICO RACIAIS
MrcioVictor3
 
Ciências Sociais 1
Ciências Sociais 1Ciências Sociais 1
Ciências Sociais 1
Fernando Pimentel
 
introdução a antropologia, histórico.pptx
introdução a antropologia, histórico.pptxintrodução a antropologia, histórico.pptx
introdução a antropologia, histórico.pptx
JessiellyGuimares
 
Apostila de antropologia
Apostila de antropologiaApostila de antropologia
Apostila de antropologia
Sirlene Santana
 

Semelhante a Cap 1 introdução (20)

Slide de Antropologia - Antropologia da Alimentação
Slide de Antropologia - Antropologia da AlimentaçãoSlide de Antropologia - Antropologia da Alimentação
Slide de Antropologia - Antropologia da Alimentação
 
Texto de apoio de antropologia cultural
Texto de apoio  de antropologia culturalTexto de apoio  de antropologia cultural
Texto de apoio de antropologia cultural
 
Modulo de Antropologia em Apresentacao.pptx
Modulo de Antropologia em Apresentacao.pptxModulo de Antropologia em Apresentacao.pptx
Modulo de Antropologia em Apresentacao.pptx
 
FACELI - DIREITO - 2° período - Curso de Homem, cultura e sociedade - 02
FACELI - DIREITO - 2° período - Curso de Homem, cultura e sociedade - 02FACELI - DIREITO - 2° período - Curso de Homem, cultura e sociedade - 02
FACELI - DIREITO - 2° período - Curso de Homem, cultura e sociedade - 02
 
Antropologia texto 1
Antropologia   texto 1Antropologia   texto 1
Antropologia texto 1
 
Antropologia
AntropologiaAntropologia
Antropologia
 
Fainte Antropologia.pdf
Fainte Antropologia.pdfFainte Antropologia.pdf
Fainte Antropologia.pdf
 
Antropologia da educação
Antropologia da educaçãoAntropologia da educação
Antropologia da educação
 
Apresentação em Aula 1 Antropologia versão 97-2003.ppt
Apresentação em Aula 1 Antropologia versão 97-2003.pptApresentação em Aula 1 Antropologia versão 97-2003.ppt
Apresentação em Aula 1 Antropologia versão 97-2003.ppt
 
Atropologia e cultura pricila farfan barroso
Atropologia e cultura   pricila farfan barrosoAtropologia e cultura   pricila farfan barroso
Atropologia e cultura pricila farfan barroso
 
Cempi – aula antropologia cultural 1
Cempi – aula antropologia cultural  1Cempi – aula antropologia cultural  1
Cempi – aula antropologia cultural 1
 
Antro cult lucas
Antro cult lucasAntro cult lucas
Antro cult lucas
 
Antropologia e Educação
Antropologia e EducaçãoAntropologia e Educação
Antropologia e Educação
 
Antropologia jurídica.
Antropologia jurídica. Antropologia jurídica.
Antropologia jurídica.
 
Antropologiajurdica anotaesdeaula-130226213353-phpapp02
Antropologiajurdica anotaesdeaula-130226213353-phpapp02Antropologiajurdica anotaesdeaula-130226213353-phpapp02
Antropologiajurdica anotaesdeaula-130226213353-phpapp02
 
ANTROPOLOGIA: CIÊNCIA DA ALTERIDADE.
ANTROPOLOGIA: CIÊNCIA DA ALTERIDADE.ANTROPOLOGIA: CIÊNCIA DA ALTERIDADE.
ANTROPOLOGIA: CIÊNCIA DA ALTERIDADE.
 
AULA 01 (8).pptx ANTROPOLOGIA E RELAÇÕES ETNICO RACIAIS
AULA 01 (8).pptx ANTROPOLOGIA E RELAÇÕES ETNICO RACIAISAULA 01 (8).pptx ANTROPOLOGIA E RELAÇÕES ETNICO RACIAIS
AULA 01 (8).pptx ANTROPOLOGIA E RELAÇÕES ETNICO RACIAIS
 
Ciências Sociais 1
Ciências Sociais 1Ciências Sociais 1
Ciências Sociais 1
 
introdução a antropologia, histórico.pptx
introdução a antropologia, histórico.pptxintrodução a antropologia, histórico.pptx
introdução a antropologia, histórico.pptx
 
Apostila de antropologia
Apostila de antropologiaApostila de antropologia
Apostila de antropologia
 

Mais de Joao Balbi

Curso de chefia e liderança
Curso de chefia e liderançaCurso de chefia e liderança
Curso de chefia e liderança
Joao Balbi
 
Curso de Oratória-SENAC
Curso de Oratória-SENACCurso de Oratória-SENAC
Curso de Oratória-SENAC
Joao Balbi
 
Apresentacao e-oratoria
Apresentacao e-oratoriaApresentacao e-oratoria
Apresentacao e-oratoria
Joao Balbi
 
Curso de oratoria
Curso de oratoriaCurso de oratoria
Curso de oratoria
Joao Balbi
 
Aula 1
Aula 1Aula 1
Aula 1
Joao Balbi
 
14 trabalhos acadêmicos
14 trabalhos acadêmicos14 trabalhos acadêmicos
14 trabalhos acadêmicos
Joao Balbi
 
Gestão adm e financ no ens sup balbi
Gestão adm e financ no ens sup balbiGestão adm e financ no ens sup balbi
Gestão adm e financ no ens sup balbi
Joao Balbi
 
Planejamento escolar
Planejamento escolarPlanejamento escolar
Planejamento escolar
Joao Balbi
 
Planejamento e ação docente 2
Planejamento e ação docente 2Planejamento e ação docente 2
Planejamento e ação docente 2
Joao Balbi
 
Gestão adm e financ no ens sup
Gestão adm e financ no ens supGestão adm e financ no ens sup
Gestão adm e financ no ens sup
Joao Balbi
 
08 pppi estrutura
08 pppi estrutura08 pppi estrutura
08 pppi estrutura
Joao Balbi
 
03 dimensões da gestão escolar
03 dimensões da gestão escolar03 dimensões da gestão escolar
03 dimensões da gestão escolar
Joao Balbi
 
01 abertura
01 abertura01 abertura
01 abertura
Joao Balbi
 
Gestão adm e financ no ens sup
Gestão adm e financ no ens supGestão adm e financ no ens sup
Gestão adm e financ no ens sup
Joao Balbi
 
10 cpa
10 cpa10 cpa
10 cpa
Joao Balbi
 
09 pdi
09 pdi09 pdi
09 pdi
Joao Balbi
 
08 pppi estrutura
08 pppi estrutura08 pppi estrutura
08 pppi estrutura
Joao Balbi
 
07 pppi elementos
07 pppi elementos07 pppi elementos
07 pppi elementos
Joao Balbi
 
05 o sinaes
05 o sinaes05 o sinaes
05 o sinaes
Joao Balbi
 
04 o papel do coordenador e supervisor
04  o papel do coordenador e supervisor04  o papel do coordenador e supervisor
04 o papel do coordenador e supervisor
Joao Balbi
 

Mais de Joao Balbi (20)

Curso de chefia e liderança
Curso de chefia e liderançaCurso de chefia e liderança
Curso de chefia e liderança
 
Curso de Oratória-SENAC
Curso de Oratória-SENACCurso de Oratória-SENAC
Curso de Oratória-SENAC
 
Apresentacao e-oratoria
Apresentacao e-oratoriaApresentacao e-oratoria
Apresentacao e-oratoria
 
Curso de oratoria
Curso de oratoriaCurso de oratoria
Curso de oratoria
 
Aula 1
Aula 1Aula 1
Aula 1
 
14 trabalhos acadêmicos
14 trabalhos acadêmicos14 trabalhos acadêmicos
14 trabalhos acadêmicos
 
Gestão adm e financ no ens sup balbi
Gestão adm e financ no ens sup balbiGestão adm e financ no ens sup balbi
Gestão adm e financ no ens sup balbi
 
Planejamento escolar
Planejamento escolarPlanejamento escolar
Planejamento escolar
 
Planejamento e ação docente 2
Planejamento e ação docente 2Planejamento e ação docente 2
Planejamento e ação docente 2
 
Gestão adm e financ no ens sup
Gestão adm e financ no ens supGestão adm e financ no ens sup
Gestão adm e financ no ens sup
 
08 pppi estrutura
08 pppi estrutura08 pppi estrutura
08 pppi estrutura
 
03 dimensões da gestão escolar
03 dimensões da gestão escolar03 dimensões da gestão escolar
03 dimensões da gestão escolar
 
01 abertura
01 abertura01 abertura
01 abertura
 
Gestão adm e financ no ens sup
Gestão adm e financ no ens supGestão adm e financ no ens sup
Gestão adm e financ no ens sup
 
10 cpa
10 cpa10 cpa
10 cpa
 
09 pdi
09 pdi09 pdi
09 pdi
 
08 pppi estrutura
08 pppi estrutura08 pppi estrutura
08 pppi estrutura
 
07 pppi elementos
07 pppi elementos07 pppi elementos
07 pppi elementos
 
05 o sinaes
05 o sinaes05 o sinaes
05 o sinaes
 
04 o papel do coordenador e supervisor
04  o papel do coordenador e supervisor04  o papel do coordenador e supervisor
04 o papel do coordenador e supervisor
 

Cap 1 introdução

  • 1. FACULDADE DA AMAZÔNIA ANTROPOLOGIA Prof. Esp. João Carlos S. Balbi
  • 2. ANTROPOLOGIA MARCONI, Maria de Andrade. Antropologia: uma introdução. 6.ed. – 3. reimpr.- São Paulo: Atlas, 2007. O Termo Antropologia deriva do grego άνθρωπος anthropos , (homem / pessoa) e λόγος (logos - razão / pensamento ) é a ciência preocupada em estudar o homem e a humanidade de maneira totalizante, ou seja, abrangendo todas as suas dimensões . É uma ciência social que estuda o homem. Preocupa-se em conhecer cientificamente o ser humano em sua totalidade.
  • 3. ANTROPOLOGIA CONCEITUAÇÃO Hoebel e Frost definem a antropologia como “a ciência da humanidade e da cultura”. Tem uma dimensão biológica, enquanto antropologia física; uma dimensão sociocultural, enquanto antropologia social e/ou antropologia cultural; e uma dimensão filosófica, enquanto antropologia filosófica, ou seja, quando se empenha em responder à indagação: o que é o homem? (Marconi, M. A & Presotto, Z. M N. Antropologia. p. 1)
  • 4. OBJETO DE ESTUDO A Antropologia como ciência do biológico e do cultural tem seu objeto de estudo: o homem e suas obras. O objeto da antropologia engloba o conhecimento de sociedades humanas, letradas ou ágrafas, extintas ou vivas, existentes nas várias regiões da Terra. O antropólogo tem a tarefa de explicar os princípios da formação e do desenvolvimento das sociedades e culturas humanas. Toda investigação antropológica vale-se do método comparativo em busca de respostas para os por quês, na tentativa de compreender as semelhanças e as diferenças físicas, psíquicas, culturais e sociais entre os grupos humanos. Exemplo: brancos e negros; língua diversificadas; a indumentária do índio e do não-índio; o culto do sol e a presença da pirâmide no Egito e nas civilizações pré-colombianas...
  • 5. OBJETIVO DA ANTROPOLOGIA A Antropologia fixa como seu objetivo o estudo da humanidade como um todo, visando ao homem como expressão global – biopsicocultural – isto é, o homem como ser biológico pensante, produtor de culturas e participante da sociedade, tentando chegar, assim, à compreensão da existência humana.
  • 6. DIVISÕES E CAMPO DA ANTROPOLOGIA A Antropologia se divide em dois grandes campos de estudo: Antropologia Física ou biológica Divide-se em: 1.1 – PALEONTOLOGIA 1.2 – SOMATOLOGIA 1.3 – RACIOLOGIA 1.4 – ANTROPOMETRIA 1.5 – ESTUDOS COMPARATIVOS DO CRESCIMENTO. 2. Antropologia Cultural Divide-se em: 2.1 – ARQUEOLOGIA 2.2 – ETNOGRAFIA 2.3 – ETNOLOGIA 2.4 – LINGUISTICA 2.5 – FOLCLORE 2.6 – ANTROPOLOGIA SOCIAL 2.7 – CULTURA E PERSONALIDADE
  • 7. ANTROPOLOGIA FÍSICA Paleontologia. (Palaios = antigo + onto = ser + logos = estudo). Estuda a origem e a evolução humana através do conhecimento das formas fósseis do passado. Somatologia. (Somato = corpo humano + logos = estudo). Estuda as variedades existentes do homem, diferenças físicas individuais e diferenças sexuais (tipos sangüíneo, metabolismo basal, adaptação etc. Raciologia. (Raça = etnia + logos = estudo). Estuda a história racial do homem, a classificação da espécie humana em raças, a miscigenação (mistura de raças), características físicas etc.
  • 8. ANTROPOLOGIA FÍSICA Antropometria. (anthropos = homem + metria = medida). Usa as técnicas de medição, procedimento quantitativo que fornece medidas do corpo humano (crânio, ossos etc.), elaboradas por instrumentos especiais, como o antropômetro. Estudos comparativos do crescimento. É uma ampliação do campo de estudo do somatólogo que querem conhecer as diferenças grupais relacionadas aos índices de crescimento e outros aspectos como alimentação, exercícios físicos, maturidade sexual etc.
  • 9. ANTROPOLOGIA CULTURAL Arqueologia. (archaîos = antigo + logos = estudo) estuda as culturas do passado, extintas. Divide-se em: Arqueologia clássica: tenta reconstruir as antigas civilizações letradas (Egito, Grécia, Mesopotâmia, Etrúria etc.) Arqueologia Arqueológica: trata dos primórdios da cultura, relativa às populações extintas (culturas do Paleolítico, Mesolítico e Neolítico). Paleolítico (Idade Antiga da Pedra) ou pedra lascada. De 2 Milhões de anos a 10.000 anos atrás. Mesolítico (Idade Média da Pedra). De 10.000 ao aparecimento da agricultura 8.000 (?) anos atrás. Neolítico (Idade Nova da Pedra). Ou pedra polida. Início com o aparecimento da agricultura e término com o aparecimento da escrita 4.000 a.C.
  • 10. ANTROPOLOGIA CULTURAL Etnografia. (Éthnos = povo + graphein = escrever). Consiste em descrever as sociedades humanas. O objeto de estudo são as culturas simples conhecidas como primitivas ou ágrafas. O etnógrafo é um investigador de campo, um coletor de informações. Ex. No Brasil, em 1957, dos 143 grupos tribais, 33 estavam ainda isolados, 45 em contato permanente etc. (D. Ribeiro). Etnologia. (Éthnos = povo + logos = estudo). Utilizando dos dados fornecidos pelos etnógrafos, o etnólogo analisa, interpreta e compara entre as mais diversas culturas existentes, considerando suas semelhanças e diferenças. Lingüística. A linguagem é um meio de comunicação e também um instrumento de pensamento. Há uma diversidade de línguas que acompanham as diversas culturas.
  • 11. ANTROPOLOGIA CULTURAL Folclore. É um dos campos de investigação da Antropologia. Define –se como o estudo da cultura espontânea dos grupos humanos rurais ou urbanos. Ex. danças, artesanato, canções etc. Antropologia Social. Estudo dos processos culturais e da estrutura social, seu interesse está centrado na sociedade e nas instituições. Preocupa-se com aspecto da vida social – o familiar, o econômico, o político, o religioso, o jurídico – compreendido e estudado em relação aos demais grupos humanos. Cultura e Personalidade. Campo de investigação antropológico que estuda o indivíduo não como um simples receptor e portador de cultura, mas como um agente de mudança cultural, desempenhando papel dinâmico e inovador.
  • 12. CIÊNCIAS AFINS A Antropologia como ciência social liga-se a: Sociologia História Psicologia Geografia Economia Ciências Políticas Como ciência Biológica, liga-se: Biologia Genética Anatomia Fisiologia Embriologia Medicina
  • 13. MÉTODOS DA ANTROPOLOGIA Método Histórico: Consiste em investigar eventos do passado, a fim de compreender os modos de vida do presente, que só podem ser explicados a partir da reconstrução da cultura e da observação das mudanças ocorridas ao longo do tempo. Método Estatístico: Os dados, depois de coletados, são reduzido a termos quantitativos, demonstrados em tabelas, gráficos, quadros etc .
  • 14. MÉTODOS DA ANTROPOLOGIA Método Comparativo: Permite verificar diferenças e semelhanças apresentadas pelo material coletado. A Antropologia Física compara fósseis ou grupos humanos existentes, analisando características anatômicas: cor de pele, do cabelo, dos olhos, índice cefálico etc. Pesquisa de Campo Técnicas de Pesquisas da Antropologia: Observação Entrevista Formulário