SlideShare uma empresa Scribd logo
Prof. MSc: Neélliton Ferreira dos Santos
Médico em Formação
Advogado – OAB/AL
MSc. em Ciências Jurídicas
Especialista em Saúde Pública
Especialista em Adm Pública
Ex Secretário Municipal de Saúde
Ex Assessor Técnico do Conselho Estadual de Secretarias Municipais de Saúde de Alagoas
Ex Assessor Técnico do Núcleo de Direito Sanitário do Ministério da Saúde por Alagoas
Ex Diretor de Planejamento em Saúde
Ex Diretor de Atenção à Saúde
Email. neellitonferreira@hotmail.com
Organização, estrutura e
funcionamento de uma Unidade de
Internação Clínica
Escola Profissionalizante Santa Bárbara
Disciplina: Saúde do Idoso – Assistência Clínica
Assistência de enfermagem e as relações
interpessoais com o cliente, a família e a
equipe multidisciplinar
SAÚDE DO IDOSO – ASSISTÊNCIA CLÍNICA
PROF.
MSC.
NEÉLLITON
FERREIRA
ORGANIZAÇÃO E
ESTRUTURA DE UMA
UNIDADE DE
INTERNAÇÃO CLÍNICA
PRONTUÁRIO DO
PACIENTE INTERNO
MEDICAMENTO DE
HORÁRIO
ORGANIZAÇÃO DE
LEITO
LIMPEZA DA
INTERNAÇÃO
FUNCIONAMENTO DA UNIDADE DE
INTERNAÇÃO CLÍNICA
HUMANIZAÇÃO
Conceito
O conceito de humanização das práticas e da
atenção à saúde na internação está na pauta de
discussões mundo afora há várias décadas e,
nos últimos anos, vem ganhando destaque na
literatura científica nacional
A humanização no Brasil
A humanização da assistência à saúde é uma
demanda atual e crescente no contexto
brasileiro que emerge da realidade na qual os
usuários dos serviços de saúde queixam-se dos
maus-tratos.
Essas queixas podem ser observadas na
mídia que denuncia aspectos negativos dos
atendimentos prestados à população.
São freqüentes as queixas
• Descaso
• Frieza da equipe
• Mal atendimento
• Falta de conforto
• Falta de Empatia
• Ignorância dos profissionais
• Arrogância dos profissionais
Organização, estrutura e funcionamento hospitalar
Em 2003 torna-se uma Política Nacional de
Humanização (PNH), ou Humaniza SUS, abrangendo a
saúde como um todo. Em 2004, foi possível ampliar
significativamente seu raio de ação desenvolvendo um
intenso processo de discussões e pactuações no âmbito
dos estados, municípios e serviços.
Organização, estrutura e funcionamento hospitalar
Organização, estrutura e funcionamento hospitalar
Temática ligada à humanização do
atendimento em saúde mostra-se
relevante no contexto atual, uma vez que
a atenção e o atendimento no setor saúde,
calcados em princípios como a
integralidade da assistência, a equidade e a
participação social do usuário, dentre
outros, demandam a revisão das práticas
cotidianas com ênfase na criação de
espaços de trabalho menos alienantes que
valorizem a dignidade do trabalhador e do
usuário.
A Enfermagem
Assim, para cuidar de forma
humanizada, o profissional da
saúde, principalmente o da
enfermagem, que presta cuidados
mais próximos ao paciente, deve
ser capaz de entender a si mesmo
e ao outro, ampliando esse
conhecimento na forma de ação e
tomando consciência dos valores
e princípios que norteiam essa
ação.
Atuar de forma humanizada
em serviços de urgência e
emergência nos hospitais é um
desafio do enfermeiro e sua
equipe.
Nesse contexto, espera-se
estar oferecendo segurança,
atendimento rápido e eficaz, além
de um efetivo apoio emocional
ao cliente e a sua família,
aliados a uma atitude orientada
para o aproveitamento dos
recursos tecnológicos existentes
Embora exista o estresse
característico da unidade de
emergência, faz-se necessária a
elaboração de estratégias de
aplicabilidade na dinâmica do serviço
no intuito de amenizar fatores
possíveis de interferir na qualidade
do atendimento.
Mensagem
A sabedoria deste conto nos fala sobre a empatia, esta ação de
nos colocar no lugar do outro, de procurar sentir o que o outro
sente.
A empatia nos torna menos orgulhosos e egoístas, pois faz
com que pensemos não só em nossos pontos de vista - em como
estamos nos sentindo, mas também na vida alheia, no que se
passa no íntimo de alguém.
MEDICAMENTO DE HORÁRIO
Identificar o paciente, a droga e o horário
BANHO NO LEITO
Identificar o paciente e horário
HIGIENIZAÇÃO DO MATERIAL
E AMBIENTE
Organização, estrutura e funcionamento hospitalar

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Humanização Na Assistencia de Enfermagem
Humanização Na Assistencia de  EnfermagemHumanização Na Assistencia de  Enfermagem
Humanização Na Assistencia de Enfermagem
Charles Lima
 
Aula 01 O Hospital
Aula 01 O HospitalAula 01 O Hospital
Aula 01 O Hospital
Nadja Martins
 
Entidades de classes - Enfermagem
Entidades de classes - EnfermagemEntidades de classes - Enfermagem
Entidades de classes - Enfermagem
Pedro Miguel
 
Sistematização da assistência de enfermagem
Sistematização da assistência de enfermagemSistematização da assistência de enfermagem
Sistematização da assistência de enfermagem
Danilo Nunes Anunciação
 
1ª aula introducao de-enfermagem
1ª aula introducao de-enfermagem1ª aula introducao de-enfermagem
1ª aula introducao de-enfermagem
Elter Alves
 
Enfermagem o papel e a importância
Enfermagem   o papel e a importânciaEnfermagem   o papel e a importância
Enfermagem o papel e a importância
Célia Costa
 
Teorias de Enfermagem
Teorias de Enfermagem Teorias de Enfermagem
Teorias de Enfermagem
resenfe2013
 
Teorias de enfermagem e sae atualizado - aula 4
Teorias de enfermagem e sae atualizado - aula 4Teorias de enfermagem e sae atualizado - aula 4
Teorias de enfermagem e sae atualizado - aula 4
Aprova Saúde
 
Enfermagem em Urgência Emergência
Enfermagem em Urgência EmergênciaEnfermagem em Urgência Emergência
Enfermagem em Urgência Emergência
Wellington Moreira Ribeiro
 
AULA 01 - HISTÓRIA DA ENFERMAGEM.pptx
AULA 01 - HISTÓRIA DA ENFERMAGEM.pptxAULA 01 - HISTÓRIA DA ENFERMAGEM.pptx
AULA 01 - HISTÓRIA DA ENFERMAGEM.pptx
lucas106085
 
Prontuário
ProntuárioProntuário
Historia Da Enfermagem
Historia Da EnfermagemHistoria Da Enfermagem
Historia Da Enfermagem
Fernando Dias
 
Sistematização da Assistência de Enfermagem (SAE)
Sistematização da Assistência de Enfermagem (SAE)Sistematização da Assistência de Enfermagem (SAE)
Sistematização da Assistência de Enfermagem (SAE)
Amanda Moura
 
HistóRia Da Enfermagem No Brasil
HistóRia Da Enfermagem No BrasilHistóRia Da Enfermagem No Brasil
HistóRia Da Enfermagem No Brasil
Eduardo Gomes da Silva
 
Admissão do paciente na unidade
Admissão do paciente na unidadeAdmissão do paciente na unidade
Admissão do paciente na unidade
ISCISA
 
Semiologia e Semiotécnica em Enfermagem
Semiologia e Semiotécnica em EnfermagemSemiologia e Semiotécnica em Enfermagem
Semiologia e Semiotécnica em Enfermagem
Marco Antonio
 
Gerenciamento de enfermagem: supervisão de enfermagem
Gerenciamento de enfermagem: supervisão de enfermagemGerenciamento de enfermagem: supervisão de enfermagem
Gerenciamento de enfermagem: supervisão de enfermagem
Aroldo Gavioli
 
Ética e Bioética na enfermagem
Ética e Bioética na  enfermagemÉtica e Bioética na  enfermagem
Ética e Bioética na enfermagem
universitária
 
Clínica Médica II (parte 1)
Clínica Médica II (parte 1)Clínica Médica II (parte 1)
Clínica Médica II (parte 1)
Will Nunes
 
Segurança do paciente
Segurança do pacienteSegurança do paciente
Segurança do paciente
HIAGO SANTOS
 

Mais procurados (20)

Humanização Na Assistencia de Enfermagem
Humanização Na Assistencia de  EnfermagemHumanização Na Assistencia de  Enfermagem
Humanização Na Assistencia de Enfermagem
 
Aula 01 O Hospital
Aula 01 O HospitalAula 01 O Hospital
Aula 01 O Hospital
 
Entidades de classes - Enfermagem
Entidades de classes - EnfermagemEntidades de classes - Enfermagem
Entidades de classes - Enfermagem
 
Sistematização da assistência de enfermagem
Sistematização da assistência de enfermagemSistematização da assistência de enfermagem
Sistematização da assistência de enfermagem
 
1ª aula introducao de-enfermagem
1ª aula introducao de-enfermagem1ª aula introducao de-enfermagem
1ª aula introducao de-enfermagem
 
Enfermagem o papel e a importância
Enfermagem   o papel e a importânciaEnfermagem   o papel e a importância
Enfermagem o papel e a importância
 
Teorias de Enfermagem
Teorias de Enfermagem Teorias de Enfermagem
Teorias de Enfermagem
 
Teorias de enfermagem e sae atualizado - aula 4
Teorias de enfermagem e sae atualizado - aula 4Teorias de enfermagem e sae atualizado - aula 4
Teorias de enfermagem e sae atualizado - aula 4
 
Enfermagem em Urgência Emergência
Enfermagem em Urgência EmergênciaEnfermagem em Urgência Emergência
Enfermagem em Urgência Emergência
 
AULA 01 - HISTÓRIA DA ENFERMAGEM.pptx
AULA 01 - HISTÓRIA DA ENFERMAGEM.pptxAULA 01 - HISTÓRIA DA ENFERMAGEM.pptx
AULA 01 - HISTÓRIA DA ENFERMAGEM.pptx
 
Prontuário
ProntuárioProntuário
Prontuário
 
Historia Da Enfermagem
Historia Da EnfermagemHistoria Da Enfermagem
Historia Da Enfermagem
 
Sistematização da Assistência de Enfermagem (SAE)
Sistematização da Assistência de Enfermagem (SAE)Sistematização da Assistência de Enfermagem (SAE)
Sistematização da Assistência de Enfermagem (SAE)
 
HistóRia Da Enfermagem No Brasil
HistóRia Da Enfermagem No BrasilHistóRia Da Enfermagem No Brasil
HistóRia Da Enfermagem No Brasil
 
Admissão do paciente na unidade
Admissão do paciente na unidadeAdmissão do paciente na unidade
Admissão do paciente na unidade
 
Semiologia e Semiotécnica em Enfermagem
Semiologia e Semiotécnica em EnfermagemSemiologia e Semiotécnica em Enfermagem
Semiologia e Semiotécnica em Enfermagem
 
Gerenciamento de enfermagem: supervisão de enfermagem
Gerenciamento de enfermagem: supervisão de enfermagemGerenciamento de enfermagem: supervisão de enfermagem
Gerenciamento de enfermagem: supervisão de enfermagem
 
Ética e Bioética na enfermagem
Ética e Bioética na  enfermagemÉtica e Bioética na  enfermagem
Ética e Bioética na enfermagem
 
Clínica Médica II (parte 1)
Clínica Médica II (parte 1)Clínica Médica II (parte 1)
Clínica Médica II (parte 1)
 
Segurança do paciente
Segurança do pacienteSegurança do paciente
Segurança do paciente
 

Semelhante a Organização, estrutura e funcionamento hospitalar

Humanização hospitalar
Humanização hospitalarHumanização hospitalar
Humanização hospitalar
Kelvyane Fonseca
 
Administrar e humanizar no hospital contéudo
Administrar e humanizar no hospital contéudo Administrar e humanizar no hospital contéudo
Administrar e humanizar no hospital contéudo
Rayana Dantas
 
Humanização em enfermagem slides pptx...
Humanização em enfermagem slides pptx...Humanização em enfermagem slides pptx...
Humanização em enfermagem slides pptx...
jhordana1
 
Cola
ColaCola
PROJETO DE INTERVENÇÃO SOBRE A HUMANIZAÇÃO NA ÁREA HOSPITALAR COM OS USUÁRIO...
PROJETO DE INTERVENÇÃO SOBRE A HUMANIZAÇÃO NA ÁREA  HOSPITALAR COM OS USUÁRIO...PROJETO DE INTERVENÇÃO SOBRE A HUMANIZAÇÃO NA ÁREA  HOSPITALAR COM OS USUÁRIO...
PROJETO DE INTERVENÇÃO SOBRE A HUMANIZAÇÃO NA ÁREA HOSPITALAR COM OS USUÁRIO...
Allan Vieira
 
Humanização na Saúde
Humanização na SaúdeHumanização na Saúde
Humanização na Saúde
Ylla Cohim
 
GESTÃO HOSPITALAR/ AULA DE ADMINISTRAÇÃO EM SAUDE
GESTÃO HOSPITALAR/ AULA DE ADMINISTRAÇÃO EM SAUDEGESTÃO HOSPITALAR/ AULA DE ADMINISTRAÇÃO EM SAUDE
GESTÃO HOSPITALAR/ AULA DE ADMINISTRAÇÃO EM SAUDE
jhordana1
 
Apostila de humanização atendimento 2
Apostila de  humanização  atendimento 2Apostila de  humanização  atendimento 2
Apostila de humanização atendimento 2
MariaBritodosSantos
 
Abbes e maassaro acolhimento com classificação de risco
Abbes e maassaro   acolhimento com classificação de riscoAbbes e maassaro   acolhimento com classificação de risco
Abbes e maassaro acolhimento com classificação de risco
Jozy Anne Aguiar
 
Slaid 1 fundamentos da enfermagem
Slaid 1 fundamentos da enfermagemSlaid 1 fundamentos da enfermagem
Slaid 1 fundamentos da enfermagem
Rosiane Maria
 
Guia pratico 148_x210_coren
Guia pratico 148_x210_corenGuia pratico 148_x210_coren
Guia pratico 148_x210_coren
DefesaCivildeCamaari
 
Acolhimento classificaao risco_servico_urgencia
Acolhimento classificaao risco_servico_urgenciaAcolhimento classificaao risco_servico_urgencia
Acolhimento classificaao risco_servico_urgencia
Alice Costa
 
Sala de espera artigo
Sala de espera artigoSala de espera artigo
Sala de espera artigo
Marta Elini Borges
 
Internação
InternaçãoInternação
Internação
Natha Fisioterapia
 
Atenção Primária à Saúde
Atenção Primária à SaúdeAtenção Primária à Saúde
Nir
NirNir
AULA 4 - HUMANIZAÇÃO DO SUS .ppt
AULA 4 - HUMANIZAÇÃO DO SUS .pptAULA 4 - HUMANIZAÇÃO DO SUS .ppt
AULA 4 - HUMANIZAÇÃO DO SUS .ppt
FLAVIAAMELIACOSTAFAR
 
Humanização em saúde
Humanização em saúdeHumanização em saúde
Humanização em saúde
ROSANAMACEDODOSSANTO
 
Política Nacional de Humanização - PNH.pdf
Política Nacional de Humanização - PNH.pdfPolítica Nacional de Humanização - PNH.pdf
Política Nacional de Humanização - PNH.pdf
RitaOliveira691334
 
POLÍTICA NACIONAL DE ATENÇÃO BÁSICA
POLÍTICA NACIONAL DE ATENÇÃO BÁSICAPOLÍTICA NACIONAL DE ATENÇÃO BÁSICA
POLÍTICA NACIONAL DE ATENÇÃO BÁSICA
Rosane Domingues
 

Semelhante a Organização, estrutura e funcionamento hospitalar (20)

Humanização hospitalar
Humanização hospitalarHumanização hospitalar
Humanização hospitalar
 
Administrar e humanizar no hospital contéudo
Administrar e humanizar no hospital contéudo Administrar e humanizar no hospital contéudo
Administrar e humanizar no hospital contéudo
 
Humanização em enfermagem slides pptx...
Humanização em enfermagem slides pptx...Humanização em enfermagem slides pptx...
Humanização em enfermagem slides pptx...
 
Cola
ColaCola
Cola
 
PROJETO DE INTERVENÇÃO SOBRE A HUMANIZAÇÃO NA ÁREA HOSPITALAR COM OS USUÁRIO...
PROJETO DE INTERVENÇÃO SOBRE A HUMANIZAÇÃO NA ÁREA  HOSPITALAR COM OS USUÁRIO...PROJETO DE INTERVENÇÃO SOBRE A HUMANIZAÇÃO NA ÁREA  HOSPITALAR COM OS USUÁRIO...
PROJETO DE INTERVENÇÃO SOBRE A HUMANIZAÇÃO NA ÁREA HOSPITALAR COM OS USUÁRIO...
 
Humanização na Saúde
Humanização na SaúdeHumanização na Saúde
Humanização na Saúde
 
GESTÃO HOSPITALAR/ AULA DE ADMINISTRAÇÃO EM SAUDE
GESTÃO HOSPITALAR/ AULA DE ADMINISTRAÇÃO EM SAUDEGESTÃO HOSPITALAR/ AULA DE ADMINISTRAÇÃO EM SAUDE
GESTÃO HOSPITALAR/ AULA DE ADMINISTRAÇÃO EM SAUDE
 
Apostila de humanização atendimento 2
Apostila de  humanização  atendimento 2Apostila de  humanização  atendimento 2
Apostila de humanização atendimento 2
 
Abbes e maassaro acolhimento com classificação de risco
Abbes e maassaro   acolhimento com classificação de riscoAbbes e maassaro   acolhimento com classificação de risco
Abbes e maassaro acolhimento com classificação de risco
 
Slaid 1 fundamentos da enfermagem
Slaid 1 fundamentos da enfermagemSlaid 1 fundamentos da enfermagem
Slaid 1 fundamentos da enfermagem
 
Guia pratico 148_x210_coren
Guia pratico 148_x210_corenGuia pratico 148_x210_coren
Guia pratico 148_x210_coren
 
Acolhimento classificaao risco_servico_urgencia
Acolhimento classificaao risco_servico_urgenciaAcolhimento classificaao risco_servico_urgencia
Acolhimento classificaao risco_servico_urgencia
 
Sala de espera artigo
Sala de espera artigoSala de espera artigo
Sala de espera artigo
 
Internação
InternaçãoInternação
Internação
 
Atenção Primária à Saúde
Atenção Primária à SaúdeAtenção Primária à Saúde
Atenção Primária à Saúde
 
Nir
NirNir
Nir
 
AULA 4 - HUMANIZAÇÃO DO SUS .ppt
AULA 4 - HUMANIZAÇÃO DO SUS .pptAULA 4 - HUMANIZAÇÃO DO SUS .ppt
AULA 4 - HUMANIZAÇÃO DO SUS .ppt
 
Humanização em saúde
Humanização em saúdeHumanização em saúde
Humanização em saúde
 
Política Nacional de Humanização - PNH.pdf
Política Nacional de Humanização - PNH.pdfPolítica Nacional de Humanização - PNH.pdf
Política Nacional de Humanização - PNH.pdf
 
POLÍTICA NACIONAL DE ATENÇÃO BÁSICA
POLÍTICA NACIONAL DE ATENÇÃO BÁSICAPOLÍTICA NACIONAL DE ATENÇÃO BÁSICA
POLÍTICA NACIONAL DE ATENÇÃO BÁSICA
 

Mais de NEELLITON SANTOS

Disfunções hematológicas - anemias - leucemia - homofilia
Disfunções hematológicas - anemias - leucemia - homofiliaDisfunções hematológicas - anemias - leucemia - homofilia
Disfunções hematológicas - anemias - leucemia - homofilia
NEELLITON SANTOS
 
Algumas patologias do Aparato cardiovascular
Algumas patologias do Aparato cardiovascularAlgumas patologias do Aparato cardiovascular
Algumas patologias do Aparato cardiovascular
NEELLITON SANTOS
 
Doenças gastrointestinal - II
Doenças gastrointestinal - IIDoenças gastrointestinal - II
Doenças gastrointestinal - II
NEELLITON SANTOS
 
Doenças gastrointestinal - parte I
Doenças gastrointestinal - parte IDoenças gastrointestinal - parte I
Doenças gastrointestinal - parte I
NEELLITON SANTOS
 
Termologia da área de enfermagem
Termologia da área de enfermagemTermologia da área de enfermagem
Termologia da área de enfermagem
NEELLITON SANTOS
 
Introdução a anatomia e fisiologia do aparelho genital feminino
Introdução a anatomia e fisiologia do aparelho genital femininoIntrodução a anatomia e fisiologia do aparelho genital feminino
Introdução a anatomia e fisiologia do aparelho genital feminino
NEELLITON SANTOS
 

Mais de NEELLITON SANTOS (6)

Disfunções hematológicas - anemias - leucemia - homofilia
Disfunções hematológicas - anemias - leucemia - homofiliaDisfunções hematológicas - anemias - leucemia - homofilia
Disfunções hematológicas - anemias - leucemia - homofilia
 
Algumas patologias do Aparato cardiovascular
Algumas patologias do Aparato cardiovascularAlgumas patologias do Aparato cardiovascular
Algumas patologias do Aparato cardiovascular
 
Doenças gastrointestinal - II
Doenças gastrointestinal - IIDoenças gastrointestinal - II
Doenças gastrointestinal - II
 
Doenças gastrointestinal - parte I
Doenças gastrointestinal - parte IDoenças gastrointestinal - parte I
Doenças gastrointestinal - parte I
 
Termologia da área de enfermagem
Termologia da área de enfermagemTermologia da área de enfermagem
Termologia da área de enfermagem
 
Introdução a anatomia e fisiologia do aparelho genital feminino
Introdução a anatomia e fisiologia do aparelho genital femininoIntrodução a anatomia e fisiologia do aparelho genital feminino
Introdução a anatomia e fisiologia do aparelho genital feminino
 

Organização, estrutura e funcionamento hospitalar

  • 1. Prof. MSc: Neélliton Ferreira dos Santos Médico em Formação Advogado – OAB/AL MSc. em Ciências Jurídicas Especialista em Saúde Pública Especialista em Adm Pública Ex Secretário Municipal de Saúde Ex Assessor Técnico do Conselho Estadual de Secretarias Municipais de Saúde de Alagoas Ex Assessor Técnico do Núcleo de Direito Sanitário do Ministério da Saúde por Alagoas Ex Diretor de Planejamento em Saúde Ex Diretor de Atenção à Saúde Email. neellitonferreira@hotmail.com Organização, estrutura e funcionamento de uma Unidade de Internação Clínica Escola Profissionalizante Santa Bárbara Disciplina: Saúde do Idoso – Assistência Clínica Assistência de enfermagem e as relações interpessoais com o cliente, a família e a equipe multidisciplinar
  • 2. SAÚDE DO IDOSO – ASSISTÊNCIA CLÍNICA PROF. MSC. NEÉLLITON FERREIRA
  • 3. ORGANIZAÇÃO E ESTRUTURA DE UMA UNIDADE DE INTERNAÇÃO CLÍNICA
  • 4. PRONTUÁRIO DO PACIENTE INTERNO MEDICAMENTO DE HORÁRIO ORGANIZAÇÃO DE LEITO
  • 6. FUNCIONAMENTO DA UNIDADE DE INTERNAÇÃO CLÍNICA HUMANIZAÇÃO
  • 7. Conceito O conceito de humanização das práticas e da atenção à saúde na internação está na pauta de discussões mundo afora há várias décadas e, nos últimos anos, vem ganhando destaque na literatura científica nacional
  • 8. A humanização no Brasil A humanização da assistência à saúde é uma demanda atual e crescente no contexto brasileiro que emerge da realidade na qual os usuários dos serviços de saúde queixam-se dos maus-tratos. Essas queixas podem ser observadas na mídia que denuncia aspectos negativos dos atendimentos prestados à população.
  • 9. São freqüentes as queixas • Descaso • Frieza da equipe • Mal atendimento • Falta de conforto • Falta de Empatia • Ignorância dos profissionais • Arrogância dos profissionais
  • 11. Em 2003 torna-se uma Política Nacional de Humanização (PNH), ou Humaniza SUS, abrangendo a saúde como um todo. Em 2004, foi possível ampliar significativamente seu raio de ação desenvolvendo um intenso processo de discussões e pactuações no âmbito dos estados, municípios e serviços.
  • 14. Temática ligada à humanização do atendimento em saúde mostra-se relevante no contexto atual, uma vez que a atenção e o atendimento no setor saúde, calcados em princípios como a integralidade da assistência, a equidade e a participação social do usuário, dentre outros, demandam a revisão das práticas cotidianas com ênfase na criação de espaços de trabalho menos alienantes que valorizem a dignidade do trabalhador e do usuário.
  • 15. A Enfermagem Assim, para cuidar de forma humanizada, o profissional da saúde, principalmente o da enfermagem, que presta cuidados mais próximos ao paciente, deve ser capaz de entender a si mesmo e ao outro, ampliando esse conhecimento na forma de ação e tomando consciência dos valores e princípios que norteiam essa ação.
  • 16. Atuar de forma humanizada em serviços de urgência e emergência nos hospitais é um desafio do enfermeiro e sua equipe. Nesse contexto, espera-se estar oferecendo segurança, atendimento rápido e eficaz, além de um efetivo apoio emocional ao cliente e a sua família, aliados a uma atitude orientada para o aproveitamento dos recursos tecnológicos existentes
  • 17. Embora exista o estresse característico da unidade de emergência, faz-se necessária a elaboração de estratégias de aplicabilidade na dinâmica do serviço no intuito de amenizar fatores possíveis de interferir na qualidade do atendimento.
  • 18. Mensagem A sabedoria deste conto nos fala sobre a empatia, esta ação de nos colocar no lugar do outro, de procurar sentir o que o outro sente. A empatia nos torna menos orgulhosos e egoístas, pois faz com que pensemos não só em nossos pontos de vista - em como estamos nos sentindo, mas também na vida alheia, no que se passa no íntimo de alguém.
  • 19. MEDICAMENTO DE HORÁRIO Identificar o paciente, a droga e o horário
  • 20. BANHO NO LEITO Identificar o paciente e horário