SlideShare uma empresa Scribd logo

Aula 1 historia da enfermagem enf3

historia da enfermagem

1 de 39
Baixar para ler offline
Técnico em
Enfermagem
Módulo I
HISTÓRIA DA
ENFERMAGEM, ÉTICA
E LEGISLAÇÃO
Evolução Histórica
➢ As práticas de saúde são antigas, estudos evidenciam a sua
origem há mais de 4000 anos a.c
➢ doença era vista como um castigo de Deus sobre os homens
➢ Época em que povos primitivos recorriam a sacerdotes e
feiticeiros que acumulavam a função de médicos, farmacêuticos
e enfermeiros
• A terapêutica baseava-se em tratamentos diversos
como:
Evolução Histórica
SUBSTANCIAS
PROVOCADORAS DE
NAUSEAS
COMPRESSAS PLANTAS
Objetivos de tornar o corpo desagradável para
expulsar os maus espíritos, ciência que não
aceitava a doença como um mal físico, mas
espiritual.
MASSAGEM BANHOS
MASSAGEM BANHOS
• A doença: era vista como uma punição
Evolução Histórica
RITUAIS
SAGRADOS
INGERIR
PORÇÕES
MAGICAS
SACRIFÍCIOS
CURA
• MITOLOGIA:
➢ Na Grécia a história da saúde se
prendiam à mitologia;
➢ Tinham Apolo como Deus que espanta
todos os males, Hygiea como deusa da
saúde e Panacéia a deusa que cura
todos os males.
Evolução Histórica

Recomendados

Fundamentos de enfermagem
Fundamentos de enfermagemFundamentos de enfermagem
Fundamentos de enfermagemJardiel7
 
ENF. SLIDS - HISTORIA DA ENFERMAGEM, ETICA E LEGISLACAO.pptx
ENF. SLIDS - HISTORIA DA ENFERMAGEM, ETICA E LEGISLACAO.pptxENF. SLIDS - HISTORIA DA ENFERMAGEM, ETICA E LEGISLACAO.pptx
ENF. SLIDS - HISTORIA DA ENFERMAGEM, ETICA E LEGISLACAO.pptxCarlosSilva338371
 
Ética Profissional de enfermagem
Ética Profissional de enfermagemÉtica Profissional de enfermagem
Ética Profissional de enfermagemfnanda
 
Historia Da Enfermagem
Historia Da EnfermagemHistoria Da Enfermagem
Historia Da EnfermagemFernando Dias
 
1ª aula introducao de-enfermagem
1ª aula introducao de-enfermagem1ª aula introducao de-enfermagem
1ª aula introducao de-enfermagemElter Alves
 
Teorias de Enfermagem
Teorias de Enfermagem Teorias de Enfermagem
Teorias de Enfermagem resenfe2013
 
Aula 1 - HISTÓRIA, ÉTICA E LEGISLAÇÃO EM ENFERMAGEM
Aula 1 - HISTÓRIA, ÉTICA E LEGISLAÇÃO EM ENFERMAGEMAula 1 - HISTÓRIA, ÉTICA E LEGISLAÇÃO EM ENFERMAGEM
Aula 1 - HISTÓRIA, ÉTICA E LEGISLAÇÃO EM ENFERMAGEMLuziane Costa
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

AULA 1 - HISTÓRIA DA ENFERMAGEM.pdf
AULA 1 - HISTÓRIA DA ENFERMAGEM.pdfAULA 1 - HISTÓRIA DA ENFERMAGEM.pdf
AULA 1 - HISTÓRIA DA ENFERMAGEM.pdfCASA
 
Aula anotação de enfermagem
Aula anotação de enfermagem Aula anotação de enfermagem
Aula anotação de enfermagem Rafaela Amanso
 
Slaid 1 fundamentos da enfermagem
Slaid 1 fundamentos da enfermagemSlaid 1 fundamentos da enfermagem
Slaid 1 fundamentos da enfermagemRosiane Maria
 
Fundamentos em enfermagem.pptx
Fundamentos em enfermagem.pptxFundamentos em enfermagem.pptx
Fundamentos em enfermagem.pptxMirnaKathary1
 
Humanização Na Assistencia de Enfermagem
Humanização Na Assistencia de  EnfermagemHumanização Na Assistencia de  Enfermagem
Humanização Na Assistencia de EnfermagemCharles Lima
 
Sistematização da assistência de enfermagem
Sistematização da assistência de enfermagemSistematização da assistência de enfermagem
Sistematização da assistência de enfermagemDanilo Nunes Anunciação
 
Semiologia e Semiotécnica em Enfermagem
Semiologia e Semiotécnica em EnfermagemSemiologia e Semiotécnica em Enfermagem
Semiologia e Semiotécnica em EnfermagemMarco Antonio
 
Anotação de enfermagem, admissão e preencimento de impresso
Anotação de enfermagem, admissão e preencimento de impressoAnotação de enfermagem, admissão e preencimento de impresso
Anotação de enfermagem, admissão e preencimento de impressoFabricio Marques Moreira
 
Código de ética dos profissionais de enfermagem
Código de ética dos profissionais de enfermagemCódigo de ética dos profissionais de enfermagem
Código de ética dos profissionais de enfermagemCentro Universitário Ages
 
Aula 1 - Urgência e emergência
Aula 1 - Urgência e emergênciaAula 1 - Urgência e emergência
Aula 1 - Urgência e emergênciaRicardo Augusto
 
Diagnósticos de Enfermagem: Uso das Taxonomias (NANDA, NIC, NOC e CIPE)
Diagnósticos de Enfermagem: Uso das Taxonomias (NANDA, NIC, NOC e CIPE)Diagnósticos de Enfermagem: Uso das Taxonomias (NANDA, NIC, NOC e CIPE)
Diagnósticos de Enfermagem: Uso das Taxonomias (NANDA, NIC, NOC e CIPE)resenfe2013
 
Anotação+de+enfermagem
Anotação+de+enfermagemAnotação+de+enfermagem
Anotação+de+enfermagemIvanete Dias
 
Registros de Enfermagem
Registros de EnfermagemRegistros de Enfermagem
Registros de EnfermagemAndréa Dantas
 

Mais procurados (20)

AULA 1 - HISTÓRIA DA ENFERMAGEM.pdf
AULA 1 - HISTÓRIA DA ENFERMAGEM.pdfAULA 1 - HISTÓRIA DA ENFERMAGEM.pdf
AULA 1 - HISTÓRIA DA ENFERMAGEM.pdf
 
Aula 1 o ..
Aula 1 o ..Aula 1 o ..
Aula 1 o ..
 
Aula anotação de enfermagem
Aula anotação de enfermagem Aula anotação de enfermagem
Aula anotação de enfermagem
 
Slaid 1 fundamentos da enfermagem
Slaid 1 fundamentos da enfermagemSlaid 1 fundamentos da enfermagem
Slaid 1 fundamentos da enfermagem
 
Fundamentos em enfermagem.pptx
Fundamentos em enfermagem.pptxFundamentos em enfermagem.pptx
Fundamentos em enfermagem.pptx
 
Enfermagem em Urgência Emergência
Enfermagem em Urgência EmergênciaEnfermagem em Urgência Emergência
Enfermagem em Urgência Emergência
 
HistóRia Da Enfermagem No Brasil
HistóRia Da Enfermagem No BrasilHistóRia Da Enfermagem No Brasil
HistóRia Da Enfermagem No Brasil
 
Humanização Na Assistencia de Enfermagem
Humanização Na Assistencia de  EnfermagemHumanização Na Assistencia de  Enfermagem
Humanização Na Assistencia de Enfermagem
 
Sistematização da assistência de enfermagem
Sistematização da assistência de enfermagemSistematização da assistência de enfermagem
Sistematização da assistência de enfermagem
 
Semiologia e Semiotécnica em Enfermagem
Semiologia e Semiotécnica em EnfermagemSemiologia e Semiotécnica em Enfermagem
Semiologia e Semiotécnica em Enfermagem
 
Anotação de enfermagem, admissão e preencimento de impresso
Anotação de enfermagem, admissão e preencimento de impressoAnotação de enfermagem, admissão e preencimento de impresso
Anotação de enfermagem, admissão e preencimento de impresso
 
BIOÉTICA EM ENFERMAGEM
BIOÉTICA EM ENFERMAGEMBIOÉTICA EM ENFERMAGEM
BIOÉTICA EM ENFERMAGEM
 
Prontuário
ProntuárioProntuário
Prontuário
 
Código de ética dos profissionais de enfermagem
Código de ética dos profissionais de enfermagemCódigo de ética dos profissionais de enfermagem
Código de ética dos profissionais de enfermagem
 
Aula 1 - Urgência e emergência
Aula 1 - Urgência e emergênciaAula 1 - Urgência e emergência
Aula 1 - Urgência e emergência
 
Sae aula .. (1)
Sae aula .. (1)Sae aula .. (1)
Sae aula .. (1)
 
Diagnósticos de Enfermagem: Uso das Taxonomias (NANDA, NIC, NOC e CIPE)
Diagnósticos de Enfermagem: Uso das Taxonomias (NANDA, NIC, NOC e CIPE)Diagnósticos de Enfermagem: Uso das Taxonomias (NANDA, NIC, NOC e CIPE)
Diagnósticos de Enfermagem: Uso das Taxonomias (NANDA, NIC, NOC e CIPE)
 
Anotação+de+enfermagem
Anotação+de+enfermagemAnotação+de+enfermagem
Anotação+de+enfermagem
 
Segurança do paciente
Segurança do pacienteSegurança do paciente
Segurança do paciente
 
Registros de Enfermagem
Registros de EnfermagemRegistros de Enfermagem
Registros de Enfermagem
 

Semelhante a Aula 1 historia da enfermagem enf3

321961_HISTORIA_DA_ENFERMAGEM_convertido.pdf
321961_HISTORIA_DA_ENFERMAGEM_convertido.pdf321961_HISTORIA_DA_ENFERMAGEM_convertido.pdf
321961_HISTORIA_DA_ENFERMAGEM_convertido.pdfCarolinaMelo636868
 
1aulaintroducao-de-enfermagem-150901145645-lva1-app6891.pdf
1aulaintroducao-de-enfermagem-150901145645-lva1-app6891.pdf1aulaintroducao-de-enfermagem-150901145645-lva1-app6891.pdf
1aulaintroducao-de-enfermagem-150901145645-lva1-app6891.pdfDheniseMikaelly
 
INTRODUÇÃO ENFERMAGEM 2 HISTORIA DE ENFERMAGEM
INTRODUÇÃO ENFERMAGEM 2 HISTORIA DE ENFERMAGEMINTRODUÇÃO ENFERMAGEM 2 HISTORIA DE ENFERMAGEM
INTRODUÇÃO ENFERMAGEM 2 HISTORIA DE ENFERMAGEMLuanMiguelCosta
 
Legislação Profissional (Aula 01).pptx
Legislação Profissional (Aula 01).pptxLegislação Profissional (Aula 01).pptx
Legislação Profissional (Aula 01).pptxGizeleSantos10
 
períodos evolutivos da enfermagem.pptx
períodos evolutivos da enfermagem.pptxperíodos evolutivos da enfermagem.pptx
períodos evolutivos da enfermagem.pptxJessiellyGuimares
 
ala 01 Hisotoria da Enfermagem.pdf
ala 01 Hisotoria da Enfermagem.pdfala 01 Hisotoria da Enfermagem.pdf
ala 01 Hisotoria da Enfermagem.pdfAnderson Macedo
 
INTRODUÇÃO À ENFERMAGEM.pptx
INTRODUÇÃO À ENFERMAGEM.pptxINTRODUÇÃO À ENFERMAGEM.pptx
INTRODUÇÃO À ENFERMAGEM.pptxBeatrizWilmann
 
Práticas de cuidados nas primeiras civilizações humanas e expansão do ensino ...
Práticas de cuidados nas primeiras civilizações humanas e expansão do ensino ...Práticas de cuidados nas primeiras civilizações humanas e expansão do ensino ...
Práticas de cuidados nas primeiras civilizações humanas e expansão do ensino ...ssuser985fa4
 
AULA 01 - HISTÓRIA DA ENFERMAGEM.pptx
AULA 01 - HISTÓRIA DA ENFERMAGEM.pptxAULA 01 - HISTÓRIA DA ENFERMAGEM.pptx
AULA 01 - HISTÓRIA DA ENFERMAGEM.pptxlucas106085
 
Teoria socio humanista de beatriz b capella e maria tereza leopardi
Teoria socio humanista de beatriz b capella e maria tereza leopardiTeoria socio humanista de beatriz b capella e maria tereza leopardi
Teoria socio humanista de beatriz b capella e maria tereza leopardielisabett moreira
 
Breve_Historico_da_Evolucao_de_Enfermage.ppt
Breve_Historico_da_Evolucao_de_Enfermage.pptBreve_Historico_da_Evolucao_de_Enfermage.ppt
Breve_Historico_da_Evolucao_de_Enfermage.pptLuanMiguelCosta
 
Trabalho de humanização (1)
Trabalho de humanização (1)Trabalho de humanização (1)
Trabalho de humanização (1)enfanhanguera
 
Aula 1 - Gestão hospitalar.pdf
Aula 1 - Gestão hospitalar.pdfAula 1 - Gestão hospitalar.pdf
Aula 1 - Gestão hospitalar.pdfAlineBarreto56
 
9 -politicas_publicas_de_saude_e_a_dessoma_-_regina_dias
9  -politicas_publicas_de_saude_e_a_dessoma_-_regina_dias9  -politicas_publicas_de_saude_e_a_dessoma_-_regina_dias
9 -politicas_publicas_de_saude_e_a_dessoma_-_regina_diasFernanda Silva
 
Administração aplicada à Enfermagem.pdf
Administração aplicada à Enfermagem.pdfAdministração aplicada à Enfermagem.pdf
Administração aplicada à Enfermagem.pdfrogerioxavier22
 
DESENVOLVIMENTO PRATICAS DA SAUDE MIRELLA.ppt
DESENVOLVIMENTO PRATICAS DA SAUDE MIRELLA.pptDESENVOLVIMENTO PRATICAS DA SAUDE MIRELLA.ppt
DESENVOLVIMENTO PRATICAS DA SAUDE MIRELLA.pptescolaFRANCISCOlucio
 
HISTORIA_DE_ENFERMAGEM_Florence_Nighting.pdf
HISTORIA_DE_ENFERMAGEM_Florence_Nighting.pdfHISTORIA_DE_ENFERMAGEM_Florence_Nighting.pdf
HISTORIA_DE_ENFERMAGEM_Florence_Nighting.pdfENFERMAGEMELAINNE
 

Semelhante a Aula 1 historia da enfermagem enf3 (20)

historia da enfermagem.docx
historia da enfermagem.docxhistoria da enfermagem.docx
historia da enfermagem.docx
 
321961_HISTORIA_DA_ENFERMAGEM_convertido.pdf
321961_HISTORIA_DA_ENFERMAGEM_convertido.pdf321961_HISTORIA_DA_ENFERMAGEM_convertido.pdf
321961_HISTORIA_DA_ENFERMAGEM_convertido.pdf
 
1aulaintroducao-de-enfermagem-150901145645-lva1-app6891.pdf
1aulaintroducao-de-enfermagem-150901145645-lva1-app6891.pdf1aulaintroducao-de-enfermagem-150901145645-lva1-app6891.pdf
1aulaintroducao-de-enfermagem-150901145645-lva1-app6891.pdf
 
INTRODUÇÃO ENFERMAGEM 2 HISTORIA DE ENFERMAGEM
INTRODUÇÃO ENFERMAGEM 2 HISTORIA DE ENFERMAGEMINTRODUÇÃO ENFERMAGEM 2 HISTORIA DE ENFERMAGEM
INTRODUÇÃO ENFERMAGEM 2 HISTORIA DE ENFERMAGEM
 
história
história história
história
 
Legislação Profissional (Aula 01).pptx
Legislação Profissional (Aula 01).pptxLegislação Profissional (Aula 01).pptx
Legislação Profissional (Aula 01).pptx
 
períodos evolutivos da enfermagem.pptx
períodos evolutivos da enfermagem.pptxperíodos evolutivos da enfermagem.pptx
períodos evolutivos da enfermagem.pptx
 
ala 01 Hisotoria da Enfermagem.pdf
ala 01 Hisotoria da Enfermagem.pdfala 01 Hisotoria da Enfermagem.pdf
ala 01 Hisotoria da Enfermagem.pdf
 
INTRODUÇÃO À ENFERMAGEM.pptx
INTRODUÇÃO À ENFERMAGEM.pptxINTRODUÇÃO À ENFERMAGEM.pptx
INTRODUÇÃO À ENFERMAGEM.pptx
 
Práticas de cuidados nas primeiras civilizações humanas e expansão do ensino ...
Práticas de cuidados nas primeiras civilizações humanas e expansão do ensino ...Práticas de cuidados nas primeiras civilizações humanas e expansão do ensino ...
Práticas de cuidados nas primeiras civilizações humanas e expansão do ensino ...
 
AULA 01 - HISTÓRIA DA ENFERMAGEM.pptx
AULA 01 - HISTÓRIA DA ENFERMAGEM.pptxAULA 01 - HISTÓRIA DA ENFERMAGEM.pptx
AULA 01 - HISTÓRIA DA ENFERMAGEM.pptx
 
Teoria socio humanista de beatriz b capella e maria tereza leopardi
Teoria socio humanista de beatriz b capella e maria tereza leopardiTeoria socio humanista de beatriz b capella e maria tereza leopardi
Teoria socio humanista de beatriz b capella e maria tereza leopardi
 
Breve_Historico_da_Evolucao_de_Enfermage.ppt
Breve_Historico_da_Evolucao_de_Enfermage.pptBreve_Historico_da_Evolucao_de_Enfermage.ppt
Breve_Historico_da_Evolucao_de_Enfermage.ppt
 
Trabalho de humanização (1)
Trabalho de humanização (1)Trabalho de humanização (1)
Trabalho de humanização (1)
 
Aula 1 - Gestão hospitalar.pdf
Aula 1 - Gestão hospitalar.pdfAula 1 - Gestão hospitalar.pdf
Aula 1 - Gestão hospitalar.pdf
 
9 -politicas_publicas_de_saude_e_a_dessoma_-_regina_dias
9  -politicas_publicas_de_saude_e_a_dessoma_-_regina_dias9  -politicas_publicas_de_saude_e_a_dessoma_-_regina_dias
9 -politicas_publicas_de_saude_e_a_dessoma_-_regina_dias
 
Administração aplicada à Enfermagem.pdf
Administração aplicada à Enfermagem.pdfAdministração aplicada à Enfermagem.pdf
Administração aplicada à Enfermagem.pdf
 
DESENVOLVIMENTO PRATICAS DA SAUDE MIRELLA.ppt
DESENVOLVIMENTO PRATICAS DA SAUDE MIRELLA.pptDESENVOLVIMENTO PRATICAS DA SAUDE MIRELLA.ppt
DESENVOLVIMENTO PRATICAS DA SAUDE MIRELLA.ppt
 
HISTORIA_DE_ENFERMAGEM_Florence_Nighting.pdf
HISTORIA_DE_ENFERMAGEM_Florence_Nighting.pdfHISTORIA_DE_ENFERMAGEM_Florence_Nighting.pdf
HISTORIA_DE_ENFERMAGEM_Florence_Nighting.pdf
 
Teorias de enfermagem
Teorias de enfermagemTeorias de enfermagem
Teorias de enfermagem
 

Aula 1 historia da enfermagem enf3

  • 3. Evolução Histórica ➢ As práticas de saúde são antigas, estudos evidenciam a sua origem há mais de 4000 anos a.c ➢ doença era vista como um castigo de Deus sobre os homens ➢ Época em que povos primitivos recorriam a sacerdotes e feiticeiros que acumulavam a função de médicos, farmacêuticos e enfermeiros
  • 4. • A terapêutica baseava-se em tratamentos diversos como: Evolução Histórica SUBSTANCIAS PROVOCADORAS DE NAUSEAS COMPRESSAS PLANTAS Objetivos de tornar o corpo desagradável para expulsar os maus espíritos, ciência que não aceitava a doença como um mal físico, mas espiritual. MASSAGEM BANHOS MASSAGEM BANHOS
  • 5. • A doença: era vista como uma punição Evolução Histórica RITUAIS SAGRADOS INGERIR PORÇÕES MAGICAS SACRIFÍCIOS CURA
  • 6. • MITOLOGIA: ➢ Na Grécia a história da saúde se prendiam à mitologia; ➢ Tinham Apolo como Deus que espanta todos os males, Hygiea como deusa da saúde e Panacéia a deusa que cura todos os males. Evolução Histórica
  • 7. ➢ Na Índia em meados do século VI a.C os hindus já desenvolviam a medicina e a enfermagem; ➢ Como uma assistência baseada no budismo com suas doutrinas de bondade que foram grande incentivo ao progresso da saúde. Evolução Histórica
  • 8. • O cuidar de pessoas enfermas tem sido observado como a essência da profissão de enfermagem. No entanto o modo como esse cuidado vem sendo exercido ao longo dos anos exerce estreita relação com a história da humanidade. Evolução Histórica
  • 9. • Os povos desenvolveram sua arte de tratar os doentes, baseados em seus conhecimentos, crenças e costumes locais. Evolução Histórica
  • 10. O hospital, antes do século XVIII, era uma instituição de assistência aos pobres e feridos em guerras (um albergue). Evolução Histórica HOSPITAL
  • 11. Evolução Histórica Mas as transformações ocorridas ao longo do tempo, além das descobertas científicas, permitiram que os hospitais passassem a ser concebidos como um espaço para cuidar, tratar e curar os doentes. Tudo isto, se pode dizer, graças às mudanças resultantes da organização do trabalho de enfermagem. HOSPITAL
  • 13. ➢ Hospitais sem condições de tralhado; ➢ Mulheres mal vistas pela sociedade; baixo nível social ➢ Aprendeu sobre regras, a cuidado com os doentes, a fazer anotações, elaborar gráficos, listas de atividades desenvolvidas, etc. FLORENCE NINGTINGALE Florence conseguiu autorização dos pais para fazer estágios na Alemanha sob orientação de pastores onde aprendeu a cuidar de doentes pobres História da Enfermagem
  • 14. ➢ Guerra de Crimeia, em 1854 (Sul da Rússia) ➢ Ao encontrar 4.000 feridos em imensos galpões, organizou a lavanderia, a cozinha e todos os serviços necessários para o cuidado dos feridos, conseguindo baixar a mortalidade de 40% para 2%. História da Enfermagem
  • 15. FLORENCE E O SÍMBOLO DA ENFERMAGEM História da Enfermagem
  • 16. Primeira escola de enfermagem dos tempos modernos no Hospital São Tomas, em Londres RECONHECIMENTO História da Enfermagem
  • 17. ➢ A ideia de Florence era reformar a enfermagem não apenas na Inglaterra, mas no mundo inteiro; ➢ Poucos entendiam a necessidade de se ter enfermeiras cultas e com elevados conhecimentos. E o mais grave: não se acreditava que seriam necessários estudos e preparação especial para cuidar de pessoas doentes. História da Enfermagem
  • 18. ➢ Algumas das enfermeiras diplomadas em sua escola trabalharam na Europa, e outras forma para os EUA, Canadá, Nova Zelândia e Austrália, o que permitiu a divulgação do sistema Nightingale em todo o mundo, chegando, inclusive ao Brasil. História da Enfermagem
  • 20. História da Enfermagem no Brasil ➢ No início do século XIX, entre os graves problemas de saúde pública existentes no território nacional, destacavam-se a falta de saneamento das cidades, a precariedade das habitações, a necessidade de controle sanitário dos portos e das doenças epidêmicas, assim como alguns problemas sociais decorrentes da presença de doentes mentais perambulando pelas ruas (BRASIL, 2003, p. 127).
  • 21. História da Enfermagem no Brasil ANNA NERY • FICOU VIUVA AOS 30 ANOS • PRESTOU SERVIÇOES VOLUNTÁRIOS NA GUERRA DO PARAGUAI • PERDEU UM FILHO NA GUERRA • VOLTOU AO BRASIL 5 ANOS DEPOIS
  • 22. História da Enfermagem no Brasil ➢ 1542- Fundação da primeira SANTA CASA (religiosos se tornaram enfermeiros juntos com os escravos que auxiliavam) ➢ 1824- Criação de um hospício, chamado posteriormente de Hospital Nacional de Alienados - RJ ➢ A Escola Profissional de Enfermeiros e Enfermeiras foi crida em 1890, por força de um decreto federal, no 791, que funcionava dentro do Hospital Nacional de Alienados.
  • 23. História da Enfermagem no Brasil ➢ Para conter estas epidemias, surge o Departamento Nacional de Saúde Pública, organizado pelo Dr. Carlos Chagas. TIFO CÓLERA FEBRE AMARELA
  • 24. História da Enfermagem no Brasil ➢ Com vistas a conter a epidemia de febre amarela, Carlos Chagas promoveu a vinda de um grupo de enfermeiras norte- americanas, tendo a colaboração da Fundação Rockfeller. ➢ Embora já funcionasse, há mais de vinte anos, uma escola profissional e enfermeiros e enfermeiras, contando com a ajuda do Departamento Nacional de Saúde Pública, criado por Chagas, estas enfermeiras fundaram, então, em 1923 uma escola de enfermagem, vinculada a este departamento, denominada Escola de Enfermagem Anna Nery, que atualmente faz parte da Unirio.
  • 26. • Sistematização da Assistência de Enfermagem (SAE) → Florence • PROCESSO DE ENFERMAGEM (PE) EUA- Lídia Hall – introduziu a descrição formal PE. Meados dos anos 50 Brasil – Wanda de Aguiar Horta. Década de 1970. História da Enfermagem
  • 27. Processo de enfermagem • O Processo de Enfermagem (PE) é um instrumento metodológico e documental proposto para guiar a sistematização da assistência. É orientada à luz de um referencial teórico e organizada em 5 etapas (coleta de dados; diagnóstico; planejamento; implementação e avaliação). História da Enfermagem
  • 28. • O PE é organizado em 5 etapas inter- relacionadas, interdependentes e recorrentes
  • 29. • Aprimoramento teórico e científico da profissão. • Padroniza a linguagem comum e a documentação informações relevantes; • Facilita a comunicação com as equipes de enfermagem e multidisciplinar. • Individualiza, organiza e prioriza o cuidado. • Mantem o foco no que é importante. • Utiliza o conhecimento na tomada de decisão clínica com o suporte de evidências científicas. • Forma hábitos de pensamento que o ajudem a obter confiança e habilidades necessárias para pensar nas situações clínicas, teóricas e de teste. • Usa sistemas de registros eletrônicos de saúde e de apoio decisório como devem ser usados – guias que fortalecem a mente, mas que não a substituem. • Acompanha a evolução da clientela assistida. • Implementa intervenções fundamentadas nas melhores evidências científicas. POR QUE TER UM PROCESSO DE ENFERMAGEM?
  • 31. TEORIA WANDA HORTA • Wanda Horta – Teoria das Necessidades Humanas Básicas. É considerada uma proposição conceitual para fundamentar a prática de enfermagem e projetos de Sistematização da Assistência em unidades de saúde no Brasil.
  • 33. Teoria Madeleine Leininger • A teoria de LEININGER foi desenvolvida a partir da Antropologia; porém, reformulada para Enfermagem Transcultural com perspectivas de cuidado humanizado. • PACIENTE E SUA CULTURA
  • 34. Teoria Betty Neuman • Na teoria de enfermagem de Betty Neuman, os pacientes são cuidados de uma perspectiva holística , a fim de garantir que sejam cuidados como pessoas e não simplesmente como doenças.
  • 35. QUESTÃO 1 Sobre Metodologia da Assistência de Enfermagem, várias teorias foram escritas para subsidiar o processo científico da enfermagem ao longo de sua história, desde Florence Nightingale até os dias atuais. Nessa perspectiva, marque a alternativa CORRETA em relação aos pressupostos teóricos na Ciência da Enfermagem.
  • 36. A- Wanda Horta – Teoria das Necessidades Humanas Básicas. É considerada uma proposição conceitual para fundamentar a prática de enfermagem e projetos de Sistematização da Assistência em unidades de saúde no Brasil. B- Wanda Horta – Trabalha a questão do autocuidado como conceito para a enfermagem, quando publicou sua proposta em 1965 sobre o desenvolvimento do processo de enfermagem em Otawa. C- Madeleine Leininger – Teoria da Adaptação, cujo foco principal é melhorar o enfrentamento de problemas de saúde humana. D- Betty Neuman – Teoria da Universalidade, propõe 14 componentes do atendimento básico de enfermagem, afirmando que o atendimento do individuo deverá ser pautado nas condições sociais. E- Betty Neuman – Teoria do ser humano unitário, com habilidades e técnicas avançadas baseadas no ambiente e nas necessidades humanas básicas. Ela era uma brasileira que viveu no Rio de Janeiro junto a Escola Anna Nery. Teoria das Necessidades humanas básicas CULTURAL perspectiva holística
  • 37. 1- A respeito da sistematização da assistência de enfermagem, das bases teóricas da enfermagem e da implementação do processo de enfermagem, julgue os próximos itens. As bases teóricas da enfermagem emergiram no período da Idade Média e as primeiras teorias de enfermagem refletiam as técnicas e procedimentos científicos. VERDADEIRO FALSO QUESTÃO 2
  • 38. A respeito da sistematização da assistência de enfermagem, das bases teóricas da enfermagem e da implementação do processo de enfermagem, julgue os próximos itens. No desenvolvimento do processo de enfermagem, as teorias de médio alcance têm sido consideradas de suma importância por se tratarem de teorias mais abrangentes, menos específicas e com grande quantidade de conceitos abstratos. VERDADEIRO FALSO QUESTÃO 3 QUEREMOS CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS, BASEADOS EM ESTUDOS CIENTÍFICOS
  • 39. Florence Nightingale é considerada a fundadora da enfermagem moderna em todo o mundo, obtendo maior projeção a partir da participação dela como voluntária na Guerra da Crimeia, em 1854. A respeito da história de Florence Nightingale e da respectiva influência, julgue os itens a seguir. Florence Nigthingale e os respectivos pressupostos, de uma forma ou de outra, sempre estiveram ligados à história da enfermagem enquanto profissão, considerando que apenas a partir da fundação da Escola de Enfermagem no Hospital Saint Thomas inicia-se o período conhecido como enfermagem moderna em todo o mundo. VERDADEIRO FALSO QUESTÃO 4