SlideShare uma empresa Scribd logo
Maria José Nogueira
Publicidade  deriva da palavra latina  publicus.   É uma técnica que tem por objectivo promover a venda de produtos ou prestar serviços.  Maria José Nogueira
O que é a publicidade?   É um meio de que todos os produtos, serviços, instituições, etc., se servem para convencer os consumidores daquilo que se pretende. Divide-se entre imagem, slogan e texto (argumentativo) e adquire as mais variadas formas. A publicidade é, assim, um acto de criação que depende da inteligência humana, constituindo o resultado de uma sociedade desenvolvida com grande expressão na arte visual.    Qualquer que seja o meio de comunicação de massas por que é veiculado (jornais, revistas, rádio ou televisão), o texto publicitário tem como objectivo primordial “provocar” o leitor, despertando-o da sua rotina quotidiana para algo que lhe pode captar a  atenção , seja no domínio da publicidade comercial seja na esfera da publicidade não comercial. Conseguida a atenção do receptor (com uma imagem ou frase, por exemplo), o texto publicitário cumpriu a sua primeira função. O receptor mostrará  interesse  e  desejo  em adquirir um produto ou aderir a uma causa.  Memorizará  o anúncio e passará à  acção  ( aquisição ).   Maria José Nogueira
TIPOS de PUBLICIDADE Publicidade privada ou comercial Publicidade não comercial, institucional ou comunitária  Maria José Nogueira
Publicidade comercial  destina-se a incentivar, através de métodos de persuasão, o consumidor a adquirir um determinado produto ou serviço (exemplos: automóveis, espectáculos de cinema, viagens, etc.). Publicidade institucional  destina-se, sobretudo, a alertar os consumidores para determinados aspectos da vida em sociedade, nomeadamente os de prevenção  e implementação de regras de vida ( exemplo: campanhas de solidariedade, de prevenção da Sida, etc.). Maria José Nogueira
Requisitos a considerar na elaboração de um anúncio publicitário Deve obedecer aos seguintes aspectos: (gráfico  sugestivo) A TENÇÃO  I NTERESSE  D ESEJO  M EMORIZAÇÃO  A CÇÃO (linguagem a suscitar interesse) (provocar o desejo) (permitir fixá-lo) (desencadear a acção) AIDMA Maria José Nogueira
ESTRUTURA de um ANÚNCIO PUBLICITÁRIO Uma  IMAGEM  – de preferência a cores para despertar a atenção, é o aspecto mais importante de qualquer texto publicitário; hoje em dia, há muitos anúncios que apostam só na men- sagem veiculada pela sugestão da imagem; também é uma corrente moderna a cons- trução em várias imagens que se vão apre- sentando em diversas fases e só depois se apresenta o anúncio completo; Maria José Nogueira
Um  SLOGAN  – é, a par da imagem, um dos elementos fundamentais do anúncio e depende, fundamentalmente, do poder sugestivo da palavra; é, por isso, rico em sugestões metáforas, jogos  sonoros e outros recursos expressivos. O slogan é um texto  original, breve, com uma linguagem simples, é sempre de fácil memorização e tem como objectivo despertar o interesse do consumidor. Um  TEXTO  de  ARGUMENTAÇÃO  - muitos anúncios apresentam um texto de argumentação que descreve as características do produto, as suas qualidades, as suas vantagens e a sua superioridade. A  marca / logótipo  - nem sempre está presente no anúncio; muitas vezes a  própria imagem é tão sugestiva que dispensa a inclusão do nome da marca; mesmo muitas campanhas de publicidade não comercial também não incluem referências específicas ao nome das instituições que representam. Maria José Nogueira
O Texto Publicitário tem como objectivo primordial persuadir e incentivar o consumo. Para isso serve-se de vários recursos estilísticos: - aliteração (repetição de sons semelhantes); - onomatopeia; - rima. Outros recursos: - repetição; - abundância de adjectivos. Maria José Nogueira
Funções da linguagem predominantes: ∙   função apelativa – uso do imperativo; do vocativo; da interjeição; do infinitivo com valor imperativo; do conjunti- vo com igual valor. ∙  função poética – uso de recursos expressivos.   Maria José Nogueira
Técnicas  da Publicidade: Televisão  Reclame  Folheto Rádio  Circulares  Imprensa Cartaz  Catálogos  Anúncio  INFORMAR  Linguagem do cliente  Concisão Palavras cheias  Dinamismo Palavras memorizáveis  CONVENCER MEIOS MENSAGEM COMUNICAR Maria José Nogueira
Utilização de uma série de meios que procuram chamar a atenção do público: - apelo aos sentimentos; - referência a valores éticos, morais ou estéticos; - transmissão de uma ideia de credibilidade e de confiança; - realce dos efeitos benéficos de um produto ou de um comportamento; - originalidade para a atenção do público e diferenciar-se das centenas de mensagens apelativas que recebemos diariamente; - brevidade – as mensagens publicitárias devem transmitir muita informação em pouco espaço e em pouco tempo; - expressividade – a publicidade utiliza uma linguagem expressi- va e sugestiva, identificando os produtos ou ideias que propõe com valores desejáveis para o seu público, como a beleza, o êxito, a vida natural, a juventude, etc. Maria José Nogueira
SENTIMENTOS na PUBLICIDADE Afectividade Ambição Amor  Curiosidade Felicidade Gula  Humor Prazer Vaidade  Maria José Nogueira
EXERCÍCIO de APLICAÇÃO Maria José Nogueira
Associa os seguintes  slogans  aos respectivos produtos:   1 -  Uma pá mamã,  a) Portugália Airlines uma pó papá,  4 pa mim.   2 – Uma nova dimensão de emoção.  b) Polo GTI   3 – Deseja aquilo que já tens. Inventa aquilo que já possuis.  c) Lotaria de fim de ano.   4 – Compre já a sua sorte.  d) Panasonic   5 – A elegância é interior… mas vê-se.  e) Blédina   6 – Os bons momentos passam a voar.  f) Relógios Seiko   7 – Só para homens. Os rapazes ainda vão ter de esperar.  g) Caixa Geral de Depósitos (continua na pág. seguinte)   Maria José Nogueira
8 – Tempo em alta perfomance.  h) Dosha, produtos cosméticos   9 – Nunca se viu um plano igual. Este é o Top.  i) Spal Porcelanas   10 – Combinações inteligentes. Vantagens máximas.  j) Perfume Hugo Boss Maria José Nogueira

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Funções da linguagem
Funções da linguagemFunções da linguagem
Funções da linguagem
Valeria Nunes
 
Linguagem e comunicação I
Linguagem e comunicação ILinguagem e comunicação I
Linguagem e comunicação I
Jose Arnaldo Silva
 
Formação das palavras
Formação das palavrasFormação das palavras
Formação das palavras
colveromachado
 
Publicidade
PublicidadePublicidade
Publicidade
António Mateus
 
Funções da linguagem
Funções da linguagemFunções da linguagem
Funções da linguagem
Verônica Carvalho
 
A publicidade
A publicidadeA publicidade
A publicidade
Fernanda Monteiro
 
Estrutura do-artigo-de-opinião
Estrutura do-artigo-de-opiniãoEstrutura do-artigo-de-opinião
Estrutura do-artigo-de-opinião
Nastrilhas da lingua portuguesa
 
Comunicação e o indivíduo
Comunicação e o indivíduoComunicação e o indivíduo
Comunicação e o indivíduo
Pedro Alves
 
Lingua e-linguagem2
Lingua e-linguagem2Lingua e-linguagem2
Lingua e-linguagem2
Flávio Ferreira
 
Cultura Digital
Cultura DigitalCultura Digital
Cultura Digital
Gustavo Fischer
 
Anúncio publicitário
Anúncio publicitárioAnúncio publicitário
Anúncio publicitário
Maurício Marques
 
O conceito e a importância da cultura digital
O conceito e a importância da cultura digitalO conceito e a importância da cultura digital
O conceito e a importância da cultura digital
Aline Corso
 
As Tics no mercado de trabalho
As Tics no mercado de trabalhoAs Tics no mercado de trabalho
As Tics no mercado de trabalho
novageracao
 
Anúncio publicitário (exercícios)
Anúncio publicitário (exercícios)Anúncio publicitário (exercícios)
Anúncio publicitário (exercícios)
IFMS - Instituto Federal de Mato Grosso do Sul
 
Figuras de Linguagem - Ironia
Figuras de Linguagem - IroniaFiguras de Linguagem - Ironia
Figuras de Linguagem - Ironia
Figuras de Linguagem
 
A Lusofonía
A LusofoníaA Lusofonía
A Lusofonía
Endl Félix Muriel
 
Linguagem verbal e não verbal
Linguagem verbal e não verbalLinguagem verbal e não verbal
Linguagem verbal e não verbal
Andreia Jaqueline Bach
 
Os mass media géneros
Os mass media génerosOs mass media géneros
Os mass media géneros
Helena Coutinho
 
Os tipos de discurso
Os tipos de discursoOs tipos de discurso
Os tipos de discurso
Carolina Loçasso Pereira
 
Oracoes Coordenadas
Oracoes CoordenadasOracoes Coordenadas
Oracoes Coordenadas
guest7174ad
 

Mais procurados (20)

Funções da linguagem
Funções da linguagemFunções da linguagem
Funções da linguagem
 
Linguagem e comunicação I
Linguagem e comunicação ILinguagem e comunicação I
Linguagem e comunicação I
 
Formação das palavras
Formação das palavrasFormação das palavras
Formação das palavras
 
Publicidade
PublicidadePublicidade
Publicidade
 
Funções da linguagem
Funções da linguagemFunções da linguagem
Funções da linguagem
 
A publicidade
A publicidadeA publicidade
A publicidade
 
Estrutura do-artigo-de-opinião
Estrutura do-artigo-de-opiniãoEstrutura do-artigo-de-opinião
Estrutura do-artigo-de-opinião
 
Comunicação e o indivíduo
Comunicação e o indivíduoComunicação e o indivíduo
Comunicação e o indivíduo
 
Lingua e-linguagem2
Lingua e-linguagem2Lingua e-linguagem2
Lingua e-linguagem2
 
Cultura Digital
Cultura DigitalCultura Digital
Cultura Digital
 
Anúncio publicitário
Anúncio publicitárioAnúncio publicitário
Anúncio publicitário
 
O conceito e a importância da cultura digital
O conceito e a importância da cultura digitalO conceito e a importância da cultura digital
O conceito e a importância da cultura digital
 
As Tics no mercado de trabalho
As Tics no mercado de trabalhoAs Tics no mercado de trabalho
As Tics no mercado de trabalho
 
Anúncio publicitário (exercícios)
Anúncio publicitário (exercícios)Anúncio publicitário (exercícios)
Anúncio publicitário (exercícios)
 
Figuras de Linguagem - Ironia
Figuras de Linguagem - IroniaFiguras de Linguagem - Ironia
Figuras de Linguagem - Ironia
 
A Lusofonía
A LusofoníaA Lusofonía
A Lusofonía
 
Linguagem verbal e não verbal
Linguagem verbal e não verbalLinguagem verbal e não verbal
Linguagem verbal e não verbal
 
Os mass media géneros
Os mass media génerosOs mass media géneros
Os mass media géneros
 
Os tipos de discurso
Os tipos de discursoOs tipos de discurso
Os tipos de discurso
 
Oracoes Coordenadas
Oracoes CoordenadasOracoes Coordenadas
Oracoes Coordenadas
 

Semelhante a ApresentaçãO Publicidade

Apresentaopublicidade
Apresentaopublicidade Apresentaopublicidade
Apresentaopublicidade
paulaoliveiraoliveir2
 
ANÚNCIO PUBLICITÁRIO.pptx
ANÚNCIO PUBLICITÁRIO.pptxANÚNCIO PUBLICITÁRIO.pptx
ANÚNCIO PUBLICITÁRIO.pptx
PriscillaSilvaDoNasc
 
Cca0781 introducaoasprofissoesemcomunicacaoav1pp
Cca0781 introducaoasprofissoesemcomunicacaoav1ppCca0781 introducaoasprofissoesemcomunicacaoav1pp
Cca0781 introducaoasprofissoesemcomunicacaoav1pp
Diego Moreau
 
AD PROPAGANDA.pptx
AD PROPAGANDA.pptxAD PROPAGANDA.pptx
AD PROPAGANDA.pptx
MariaCelesteBarrosSa
 
Publicidade
PublicidadePublicidade
Conceitos e psicologia da propaganda
Conceitos e psicologia da propagandaConceitos e psicologia da propaganda
Conceitos e psicologia da propaganda
Sergio Montes
 
Conceitos e psicologia da propaganda
Conceitos e psicologia da propagandaConceitos e psicologia da propaganda
Conceitos e psicologia da propaganda
Sergio Montes
 
Oficina de campanha publicitária
Oficina de campanha publicitáriaOficina de campanha publicitária
Oficina de campanha publicitária
André Bomfim
 
Cpv m6 documento de apoio n.º1
Cpv m6 documento de apoio n.º1Cpv m6 documento de apoio n.º1
Cpv m6 documento de apoio n.º1
Manny Amendoim
 
Powerpoint annciospublic-120116202758-phpapp02
Powerpoint annciospublic-120116202758-phpapp02Powerpoint annciospublic-120116202758-phpapp02
Powerpoint annciospublic-120116202758-phpapp02
Belmira Baptista
 
Powerpoint anúncios public.
Powerpoint  anúncios public.Powerpoint  anúncios public.
Powerpoint anúncios public.
JOSEETE
 
Cca0546 mktnamodaparte05
Cca0546 mktnamodaparte05Cca0546 mktnamodaparte05
Cca0546 mktnamodaparte05
Diego Moreau
 
Carol Felipe
Carol FelipeCarol Felipe
Carol Felipe
Pomba Cláudia
 
Publicidade
PublicidadePublicidade
Publicidade
Pomba Cláudia
 
AV3 - 5 sem - ROTEIRO DE ESTUDOS - 2014/2
AV3 - 5 sem - ROTEIRO DE ESTUDOS - 2014/2AV3 - 5 sem - ROTEIRO DE ESTUDOS - 2014/2
AV3 - 5 sem - ROTEIRO DE ESTUDOS - 2014/2
Cíntia Dal Bello
 
Palestra criatividade
Palestra criatividadePalestra criatividade
Palestra criatividade
KaduLima
 
Gênero textual, preparação para exame celpe-bras
Gênero textual, preparação para exame celpe-brasGênero textual, preparação para exame celpe-bras
Gênero textual, preparação para exame celpe-bras
ThaisRibeiro971223
 
Ações de marketing para o mercado imobiliário
Ações de marketing para o mercado imobiliárioAções de marketing para o mercado imobiliário
Ações de marketing para o mercado imobiliário
ALVARO RAMOS
 
Publicidade & Propaganda - aula 02/03
Publicidade & Propaganda - aula 02/03Publicidade & Propaganda - aula 02/03
Publicidade & Propaganda - aula 02/03
Ricardo Americo
 
Publicidade e propaganda
Publicidade e propagandaPublicidade e propaganda
Publicidade e propaganda
Rosane Domingues
 

Semelhante a ApresentaçãO Publicidade (20)

Apresentaopublicidade
Apresentaopublicidade Apresentaopublicidade
Apresentaopublicidade
 
ANÚNCIO PUBLICITÁRIO.pptx
ANÚNCIO PUBLICITÁRIO.pptxANÚNCIO PUBLICITÁRIO.pptx
ANÚNCIO PUBLICITÁRIO.pptx
 
Cca0781 introducaoasprofissoesemcomunicacaoav1pp
Cca0781 introducaoasprofissoesemcomunicacaoav1ppCca0781 introducaoasprofissoesemcomunicacaoav1pp
Cca0781 introducaoasprofissoesemcomunicacaoav1pp
 
AD PROPAGANDA.pptx
AD PROPAGANDA.pptxAD PROPAGANDA.pptx
AD PROPAGANDA.pptx
 
Publicidade
PublicidadePublicidade
Publicidade
 
Conceitos e psicologia da propaganda
Conceitos e psicologia da propagandaConceitos e psicologia da propaganda
Conceitos e psicologia da propaganda
 
Conceitos e psicologia da propaganda
Conceitos e psicologia da propagandaConceitos e psicologia da propaganda
Conceitos e psicologia da propaganda
 
Oficina de campanha publicitária
Oficina de campanha publicitáriaOficina de campanha publicitária
Oficina de campanha publicitária
 
Cpv m6 documento de apoio n.º1
Cpv m6 documento de apoio n.º1Cpv m6 documento de apoio n.º1
Cpv m6 documento de apoio n.º1
 
Powerpoint annciospublic-120116202758-phpapp02
Powerpoint annciospublic-120116202758-phpapp02Powerpoint annciospublic-120116202758-phpapp02
Powerpoint annciospublic-120116202758-phpapp02
 
Powerpoint anúncios public.
Powerpoint  anúncios public.Powerpoint  anúncios public.
Powerpoint anúncios public.
 
Cca0546 mktnamodaparte05
Cca0546 mktnamodaparte05Cca0546 mktnamodaparte05
Cca0546 mktnamodaparte05
 
Carol Felipe
Carol FelipeCarol Felipe
Carol Felipe
 
Publicidade
PublicidadePublicidade
Publicidade
 
AV3 - 5 sem - ROTEIRO DE ESTUDOS - 2014/2
AV3 - 5 sem - ROTEIRO DE ESTUDOS - 2014/2AV3 - 5 sem - ROTEIRO DE ESTUDOS - 2014/2
AV3 - 5 sem - ROTEIRO DE ESTUDOS - 2014/2
 
Palestra criatividade
Palestra criatividadePalestra criatividade
Palestra criatividade
 
Gênero textual, preparação para exame celpe-bras
Gênero textual, preparação para exame celpe-brasGênero textual, preparação para exame celpe-bras
Gênero textual, preparação para exame celpe-bras
 
Ações de marketing para o mercado imobiliário
Ações de marketing para o mercado imobiliárioAções de marketing para o mercado imobiliário
Ações de marketing para o mercado imobiliário
 
Publicidade & Propaganda - aula 02/03
Publicidade & Propaganda - aula 02/03Publicidade & Propaganda - aula 02/03
Publicidade & Propaganda - aula 02/03
 
Publicidade e propaganda
Publicidade e propagandaPublicidade e propaganda
Publicidade e propaganda
 

Mais de MARIA NOGUE

Regras basicasdecomportamentoacumprirnas 110905163515-phpapp01
Regras basicasdecomportamentoacumprirnas 110905163515-phpapp01Regras basicasdecomportamentoacumprirnas 110905163515-phpapp01
Regras basicasdecomportamentoacumprirnas 110905163515-phpapp01
MARIA NOGUE
 
Trabalho colaborativoo marceneiro
Trabalho colaborativoo marceneiroTrabalho colaborativoo marceneiro
Trabalho colaborativoo marceneiro
MARIA NOGUE
 
Apresentação vis.g. bib. 5º ano2010
Apresentação vis.g. bib. 5º ano2010Apresentação vis.g. bib. 5º ano2010
Apresentação vis.g. bib. 5º ano2010
MARIA NOGUE
 
O outono
O outonoO outono
O outono
MARIA NOGUE
 
Boletim cre 2009-alunoeb23
Boletim   cre 2009-alunoeb23Boletim   cre 2009-alunoeb23
Boletim cre 2009-alunoeb23
MARIA NOGUE
 
Workshop 2ª Parte
Workshop 2ª ParteWorkshop 2ª Parte
Workshop 2ª Parte
MARIA NOGUE
 
Workshop 1ª Parte
Workshop 1ª ParteWorkshop 1ª Parte
Workshop 1ª Parte
MARIA NOGUE
 
Um Livro, Um Amigo
Um Livro, Um AmigoUm Livro, Um Amigo
Um Livro, Um Amigo
MARIA NOGUE
 
Um Livro, Um Amigo
Um Livro, Um AmigoUm Livro, Um Amigo
Um Livro, Um Amigo
MARIA NOGUE
 
Falar Verdade A Mentir
Falar Verdade A MentirFalar Verdade A Mentir
Falar Verdade A Mentir
MARIA NOGUE
 
ApresentaçãO1 Solidariedade
ApresentaçãO1 SolidariedadeApresentaçãO1 Solidariedade
ApresentaçãO1 Solidariedade
MARIA NOGUE
 
ApresentaçãO1 Destinos Inacabados
ApresentaçãO1 Destinos InacabadosApresentaçãO1 Destinos Inacabados
ApresentaçãO1 Destinos Inacabados
MARIA NOGUE
 
DIREITOS HUMANOS III
DIREITOS HUMANOS IIIDIREITOS HUMANOS III
DIREITOS HUMANOS III
MARIA NOGUE
 
Direitos Humanos II
Direitos Humanos IIDireitos Humanos II
Direitos Humanos II
MARIA NOGUE
 
DIREITOS HUMANOS
DIREITOS HUMANOSDIREITOS HUMANOS
DIREITOS HUMANOS
MARIA NOGUE
 
Ainauditagagc
AinauditagagcAinauditagagc
Ainauditagagc
MARIA NOGUE
 
Ainauditagagc
AinauditagagcAinauditagagc
Ainauditagagc
MARIA NOGUE
 
Monumentos2
Monumentos2Monumentos2
Monumentos2
MARIA NOGUE
 
Monumentos1
Monumentos1Monumentos1
Monumentos1
MARIA NOGUE
 
ApresentaçãOcontos Tradic
ApresentaçãOcontos TradicApresentaçãOcontos Tradic
ApresentaçãOcontos Tradic
MARIA NOGUE
 

Mais de MARIA NOGUE (20)

Regras basicasdecomportamentoacumprirnas 110905163515-phpapp01
Regras basicasdecomportamentoacumprirnas 110905163515-phpapp01Regras basicasdecomportamentoacumprirnas 110905163515-phpapp01
Regras basicasdecomportamentoacumprirnas 110905163515-phpapp01
 
Trabalho colaborativoo marceneiro
Trabalho colaborativoo marceneiroTrabalho colaborativoo marceneiro
Trabalho colaborativoo marceneiro
 
Apresentação vis.g. bib. 5º ano2010
Apresentação vis.g. bib. 5º ano2010Apresentação vis.g. bib. 5º ano2010
Apresentação vis.g. bib. 5º ano2010
 
O outono
O outonoO outono
O outono
 
Boletim cre 2009-alunoeb23
Boletim   cre 2009-alunoeb23Boletim   cre 2009-alunoeb23
Boletim cre 2009-alunoeb23
 
Workshop 2ª Parte
Workshop 2ª ParteWorkshop 2ª Parte
Workshop 2ª Parte
 
Workshop 1ª Parte
Workshop 1ª ParteWorkshop 1ª Parte
Workshop 1ª Parte
 
Um Livro, Um Amigo
Um Livro, Um AmigoUm Livro, Um Amigo
Um Livro, Um Amigo
 
Um Livro, Um Amigo
Um Livro, Um AmigoUm Livro, Um Amigo
Um Livro, Um Amigo
 
Falar Verdade A Mentir
Falar Verdade A MentirFalar Verdade A Mentir
Falar Verdade A Mentir
 
ApresentaçãO1 Solidariedade
ApresentaçãO1 SolidariedadeApresentaçãO1 Solidariedade
ApresentaçãO1 Solidariedade
 
ApresentaçãO1 Destinos Inacabados
ApresentaçãO1 Destinos InacabadosApresentaçãO1 Destinos Inacabados
ApresentaçãO1 Destinos Inacabados
 
DIREITOS HUMANOS III
DIREITOS HUMANOS IIIDIREITOS HUMANOS III
DIREITOS HUMANOS III
 
Direitos Humanos II
Direitos Humanos IIDireitos Humanos II
Direitos Humanos II
 
DIREITOS HUMANOS
DIREITOS HUMANOSDIREITOS HUMANOS
DIREITOS HUMANOS
 
Ainauditagagc
AinauditagagcAinauditagagc
Ainauditagagc
 
Ainauditagagc
AinauditagagcAinauditagagc
Ainauditagagc
 
Monumentos2
Monumentos2Monumentos2
Monumentos2
 
Monumentos1
Monumentos1Monumentos1
Monumentos1
 
ApresentaçãOcontos Tradic
ApresentaçãOcontos TradicApresentaçãOcontos Tradic
ApresentaçãOcontos Tradic
 

Último

Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
LeilaVilasboas
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
SupervisoEMAC
 
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
AngelicaCostaMeirele2
 
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdfOficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
beathrizalves131
 
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdfPainel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
marcos oliveira
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p..._jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
marcos oliveira
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
marcos oliveira
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Leonel Morgado
 
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
antonio carlos
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
jetroescola
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
C4io99
 

Último (20)

Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
 
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
 
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdfOficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
 
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdfPainel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p..._jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
 
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
 

ApresentaçãO Publicidade

  • 2. Publicidade deriva da palavra latina publicus. É uma técnica que tem por objectivo promover a venda de produtos ou prestar serviços. Maria José Nogueira
  • 3. O que é a publicidade?   É um meio de que todos os produtos, serviços, instituições, etc., se servem para convencer os consumidores daquilo que se pretende. Divide-se entre imagem, slogan e texto (argumentativo) e adquire as mais variadas formas. A publicidade é, assim, um acto de criação que depende da inteligência humana, constituindo o resultado de uma sociedade desenvolvida com grande expressão na arte visual.   Qualquer que seja o meio de comunicação de massas por que é veiculado (jornais, revistas, rádio ou televisão), o texto publicitário tem como objectivo primordial “provocar” o leitor, despertando-o da sua rotina quotidiana para algo que lhe pode captar a atenção , seja no domínio da publicidade comercial seja na esfera da publicidade não comercial. Conseguida a atenção do receptor (com uma imagem ou frase, por exemplo), o texto publicitário cumpriu a sua primeira função. O receptor mostrará interesse e desejo em adquirir um produto ou aderir a uma causa. Memorizará o anúncio e passará à acção ( aquisição ).   Maria José Nogueira
  • 4. TIPOS de PUBLICIDADE Publicidade privada ou comercial Publicidade não comercial, institucional ou comunitária Maria José Nogueira
  • 5. Publicidade comercial destina-se a incentivar, através de métodos de persuasão, o consumidor a adquirir um determinado produto ou serviço (exemplos: automóveis, espectáculos de cinema, viagens, etc.). Publicidade institucional destina-se, sobretudo, a alertar os consumidores para determinados aspectos da vida em sociedade, nomeadamente os de prevenção e implementação de regras de vida ( exemplo: campanhas de solidariedade, de prevenção da Sida, etc.). Maria José Nogueira
  • 6. Requisitos a considerar na elaboração de um anúncio publicitário Deve obedecer aos seguintes aspectos: (gráfico sugestivo) A TENÇÃO I NTERESSE D ESEJO M EMORIZAÇÃO A CÇÃO (linguagem a suscitar interesse) (provocar o desejo) (permitir fixá-lo) (desencadear a acção) AIDMA Maria José Nogueira
  • 7. ESTRUTURA de um ANÚNCIO PUBLICITÁRIO Uma IMAGEM – de preferência a cores para despertar a atenção, é o aspecto mais importante de qualquer texto publicitário; hoje em dia, há muitos anúncios que apostam só na men- sagem veiculada pela sugestão da imagem; também é uma corrente moderna a cons- trução em várias imagens que se vão apre- sentando em diversas fases e só depois se apresenta o anúncio completo; Maria José Nogueira
  • 8. Um SLOGAN – é, a par da imagem, um dos elementos fundamentais do anúncio e depende, fundamentalmente, do poder sugestivo da palavra; é, por isso, rico em sugestões metáforas, jogos sonoros e outros recursos expressivos. O slogan é um texto original, breve, com uma linguagem simples, é sempre de fácil memorização e tem como objectivo despertar o interesse do consumidor. Um TEXTO de ARGUMENTAÇÃO - muitos anúncios apresentam um texto de argumentação que descreve as características do produto, as suas qualidades, as suas vantagens e a sua superioridade. A marca / logótipo - nem sempre está presente no anúncio; muitas vezes a própria imagem é tão sugestiva que dispensa a inclusão do nome da marca; mesmo muitas campanhas de publicidade não comercial também não incluem referências específicas ao nome das instituições que representam. Maria José Nogueira
  • 9. O Texto Publicitário tem como objectivo primordial persuadir e incentivar o consumo. Para isso serve-se de vários recursos estilísticos: - aliteração (repetição de sons semelhantes); - onomatopeia; - rima. Outros recursos: - repetição; - abundância de adjectivos. Maria José Nogueira
  • 10. Funções da linguagem predominantes: ∙ função apelativa – uso do imperativo; do vocativo; da interjeição; do infinitivo com valor imperativo; do conjunti- vo com igual valor. ∙ função poética – uso de recursos expressivos. Maria José Nogueira
  • 11. Técnicas da Publicidade: Televisão Reclame Folheto Rádio Circulares Imprensa Cartaz Catálogos Anúncio INFORMAR Linguagem do cliente Concisão Palavras cheias Dinamismo Palavras memorizáveis CONVENCER MEIOS MENSAGEM COMUNICAR Maria José Nogueira
  • 12. Utilização de uma série de meios que procuram chamar a atenção do público: - apelo aos sentimentos; - referência a valores éticos, morais ou estéticos; - transmissão de uma ideia de credibilidade e de confiança; - realce dos efeitos benéficos de um produto ou de um comportamento; - originalidade para a atenção do público e diferenciar-se das centenas de mensagens apelativas que recebemos diariamente; - brevidade – as mensagens publicitárias devem transmitir muita informação em pouco espaço e em pouco tempo; - expressividade – a publicidade utiliza uma linguagem expressi- va e sugestiva, identificando os produtos ou ideias que propõe com valores desejáveis para o seu público, como a beleza, o êxito, a vida natural, a juventude, etc. Maria José Nogueira
  • 13. SENTIMENTOS na PUBLICIDADE Afectividade Ambição Amor Curiosidade Felicidade Gula Humor Prazer Vaidade Maria José Nogueira
  • 14. EXERCÍCIO de APLICAÇÃO Maria José Nogueira
  • 15. Associa os seguintes slogans aos respectivos produtos:   1 - Uma pá mamã, a) Portugália Airlines uma pó papá, 4 pa mim.   2 – Uma nova dimensão de emoção. b) Polo GTI   3 – Deseja aquilo que já tens. Inventa aquilo que já possuis. c) Lotaria de fim de ano.   4 – Compre já a sua sorte. d) Panasonic   5 – A elegância é interior… mas vê-se. e) Blédina   6 – Os bons momentos passam a voar. f) Relógios Seiko   7 – Só para homens. Os rapazes ainda vão ter de esperar. g) Caixa Geral de Depósitos (continua na pág. seguinte)   Maria José Nogueira
  • 16. 8 – Tempo em alta perfomance. h) Dosha, produtos cosméticos   9 – Nunca se viu um plano igual. Este é o Top. i) Spal Porcelanas   10 – Combinações inteligentes. Vantagens máximas. j) Perfume Hugo Boss Maria José Nogueira