SlideShare uma empresa Scribd logo
Flexibilidade Curricular:
operacionalização de equipas educativas
e de ação educativa interdisciplinar
Sónia Alves ̶ cfaeci.pafc@gmail.com
Equipas Educativas: funções nucleares
São espaços de congregação de docentes de diferentes disciplinas que se responsabilizam pela gestão e configuração articulada do
currículo a ser apreendido pela(s) turma(s).
Constituem-se por ano de escolaridade / por conjunto de turmas / por conselho de turma.
Efetivam trabalho colaborativo docente, através de canais de comunicação e plataformas digitais de colaboração e partilha.
 Definir as dinâmicas de trabalho pedagógico adequadas às especificidades da turma;
 Assegurar a gestão das dinâmicas pedagógicas a implementar;
 Envolver os alunos no planeamento, na realização e na avaliação das aprendizagens;
 Operacionalizar o trabalho de natureza interdisciplinar e de articulação disciplinar;
 Avaliar o impacto das estratégias adotadas;
 Produzir dispositivos de informação dirigida aos pais e encarregados de educação como apoio às
aprendizagens dos alunos e ao seu processo de autorregulação.
Opções curriculares de articulação e integração de saberes
 Gestão e lecionação interdisciplinar e articulada do currículo;
 Atividades para aprendizagens transdisciplinares;
 Alternância de períodos de funcionamento disciplinar com
períodos de funcionamento multidisciplinar;
 Exploração de diferentes organizações de tempos,
metodologias e espaços, para:
 Trabalho de diferenciação pedagógica;
 Trabalho prático ou experimental;
 Trabalho colaborativo e interdisciplinar no planeamento,
realização e avaliação das aprendizagens;
 Desenvolvimento de projetos que aglutinem
aprendizagens das diferentes disciplinas;
 Integração de projetos desenvolvidos na escola.
 Avaliação ao serviço do ensino e das aprendizagens;
Projetos interdisciplinares
 Orientados para criação de produtos ou eventos, com
contributo e intervenção de diferentes áreas disciplinares;
 Visam a articulação dos saberes e a coerência entre as
aprendizagens;
 A sua conceção, planificação, implementação e avaliação
são subordinadas ao sucesso das aprendizagens do aluno.
 Exemplos:
 Campanhas de sensibilização;
 Programas de rádio;
 Saraus;
 Exposições;
 Semanas culturais;
 Intercâmbios culturais e científicos;
 Publicações (livros, jornais, revistas);
 Candidaturas a prémios;
 Medidas de melhorias ambientais ou outras;
 …
Domínios de Autonomia Curricular
Metodologias
Execução
Avaliação
Planificação
DAC
Matemática
Ciências
Naturais
História
Geografia
Cidadania e
Desenvol-
vimento
Opção de trabalho interdisciplinar /
articulação curricular.
Combinações totais ou parciais de
áreas disciplinares.
Têm por referência os documentos
curriculares.
Baseiam-se nas AE e visam as áreas de
competências do PA.
Privilegiam o trabalho prático /
experimental.
Visam as capacidades de pesquisa,
relação e análise.
Articulam-se com/em instrumentos de
planeamento curricular (PE, PCT).
Domínios de Autonomia Curricular
Planificação Metodologias Execução Avaliação
Identificação das AE comuns ou
relacionadas de várias
disciplinas (de um ano de
escolaridade)
Intencionalidade pedagógica e
curricular
• Aprendizagem colaborativa
• Aula invertida (flipped
classroom)
• Trabalho de projeto
• Aprendizagem baseada em
problemas
• Aprendizagem por
investigação (inquiry)
• Aprendizagem por
descoberta guiada
• Estudo de caso
• …
Aluno agente da construção de
conhecimento pela ação, de
forma integrada
Professor promotor das
aprendizagens
Ambientes de aprendizagem
diferenciados e intencionais
Intervenientes externos
Técnicas, instrumentos e
procedimentos diversificados e
adequados a:
• Finalidades;
• Objeto em avaliação;
• Destinatários;
• Informação a recolher.
Foco no(s) processo(s)
Que aprendizagens/conteúdos?
Que competências
(específicas/transversais)?
Que projeto? Com que finalidades?
Todas as disciplinas / algumas?
Que articulação com o meio?
Que metodologia(s)?
Que atividades?
Que problema de partida/desafio
inicial?
Com que recursos (materiais e
humanos)?
Em que espaços?
Que distribuição de tarefas?
Como gerir o tempo?
Como monitorizar o trabalho?
O que avaliar (em cada disciplina)?
Como avaliar?
Avaliar para quê?
Domínios de Autonomia Curricular: etapas
Levantamento de ideias pelos alunos.
Planificação dos passos (problema, inicial, processo, produto).
Aferição dos eixos de confluência/articulação entre as várias disciplinas.
Identificação dos conteúdos das AE de cada disciplina a mobilizar para a
concretização no projeto.
Seleção das áreas de competência do PA a desenvolver.
Definição dos critérios comuns para avaliação de competências
transversais e critérios específicos para a avaliação em cada disciplina.
Domínios de Autonomia Curricular
www.raizeditora.pt
Ana Cláudia Cohen, José Fradique • Guia da Autonomia e Flexibilidade Curricular
© Raiz Editora, 2018 • Todos os direitos reservados.
1
DC5_dac EXEMPLO DA IDENTIFICAÇÃO E ORGANIZAÇÃO DAS DISCIPLINAS NUM DAC
Projeto da turma: Biobattery – Desenvolvimento de uma pilha de sódio a partir de resíduos dos curtumes
Fase do trabalho DAC
Técnicas/Instrumentos de
avaliação
Instrumentos de registo Procedimentos Timings
Ponto de partida
BG
FQA
Questionários
Entrevistas
Cadernos digitais
Grelhas de observação
Análise de conteúdo
Uso de ferramentas
colaborativas online
para otimizar e agilizar
procedimentos:
• partilha,
comunicação,
trabalho (Padlet,
Google Forms, Office
365, OneNote, One
Drive);
• redes sociais
(Messenger,
Facebook);
• Moodle.
Ao longo das
aulas, em
estreita
articulação com
as várias
disciplinas.
Paragens (uma
em cada
período letivo)
Pesquisa
Port
BG
FQA Produção de textos e esquemas
Observação em situação
Briefings
Debates
Cadernos digitais
Grelhas de observação
Escalas de classificação
Listas de verificação
Análise de conteúdo
Análise de informação
BG
FQA
Levantamento de ideias
BG
FQA
Sistematização de ideias
Fil
BG
Estabelecimento de contactos BG
Redação de textos (e-mails
formais)
Cadernos digitais
Grelhas de observação
Análise de conteúdo
Planificação
BG
Port
Produção de textos e esquemas
Cadernos digitais
Escalas de classificação
Análise de conteúdo
Domínios de Autonomia Curricular
AE: CONHECIMENTOS,
CAPACIDADES E ATITUDES
AÇÕES ESTRATÉGICAS DE
APRENDIZAGEM
DESCRITORES
DO PA
INSTRUMENTOS DE
AVALIAÇÃO E PONDERAÇÃO
RECURSOS
(materiais, espaços,
convidados)
DATA /
TEMPOS
Tema:
Áreas disciplinares intervenientes:
Objetivo / produto:
Fontes e recursos para consulta
Cohen, A. C. e Fradique, J. (2018). Guia da Autonomia e Flexibilidade Curricular. Lisboa: Raiz Editora.
Cosme, A. (2018). Autonomia e Flexibilidade Curricular. Propostas e estratégias de ação. Porto: Porto editora.
MOOC Autonomia e Flexibilidade Curricular - DGE
Área PAFC da Escola Virtual
Autonomia e Flexibilidade Curricular – DGE
Divulgação da Autonomia e Flexibilidade Curricular - DGE/DSDC
Recursos e instrumentos de trabalho – Cohen e Fradique, Raiz Editora

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a ACD_Flexibilidade_Curricular_OH.pdf

SLIDES PROJETOS INTEGRADORES.pptx
SLIDES PROJETOS INTEGRADORES.pptxSLIDES PROJETOS INTEGRADORES.pptx
SLIDES PROJETOS INTEGRADORES.pptx
Eliane Gomes
 
SLIDES PROJETOS INTEGRADORES.pptx
SLIDES PROJETOS INTEGRADORES.pptxSLIDES PROJETOS INTEGRADORES.pptx
SLIDES PROJETOS INTEGRADORES.pptx
Eliane Gomes
 
Didática e Ensino Remoto: mediações na aula remota
Didática e Ensino Remoto: mediações na aula remotaDidática e Ensino Remoto: mediações na aula remota
Didática e Ensino Remoto: mediações na aula remota
Leonardo Severo
 
PPT_Orientação da diversificada 01.ppt
PPT_Orientação da diversificada 01.pptPPT_Orientação da diversificada 01.ppt
PPT_Orientação da diversificada 01.ppt
Tati Borlote Varanda
 
Como fazer um Planejamento de Ensino - Elizabeth Fantauzzi
Como fazer um Planejamento de Ensino - Elizabeth FantauzziComo fazer um Planejamento de Ensino - Elizabeth Fantauzzi
Como fazer um Planejamento de Ensino - Elizabeth Fantauzzi
Elizabeth Fantauzzi
 
Mesa 4 c
Mesa 4 cMesa 4 c
Mesa 4 c
Paulo Hospodar
 
Aspectos Mais Relevantes em Desenho de Aprendizagem e de Atividades On Line
Aspectos Mais Relevantes em Desenho de Aprendizagem e de Atividades On LineAspectos Mais Relevantes em Desenho de Aprendizagem e de Atividades On Line
Aspectos Mais Relevantes em Desenho de Aprendizagem e de Atividades On Line
Luciana Grof
 
Conteúdos sobre a disciplina de orientação de estudos
Conteúdos sobre a disciplina de orientação de estudosConteúdos sobre a disciplina de orientação de estudos
Conteúdos sobre a disciplina de orientação de estudos
AnaClaudia252604
 
Apresentacao Geral
Apresentacao GeralApresentacao Geral
Apresentacao Geral
Mônix Sousa
 
Apresentação de CILL
Apresentação de CILLApresentação de CILL
Apresentação de CILL
cruz ant
 
Programação e Robótica: Novas linhas de investigação educacional
Programação e Robótica: Novas linhas de investigação educacionalProgramação e Robótica: Novas linhas de investigação educacional
Programação e Robótica: Novas linhas de investigação educacional
João Piedade
 
Tutores
TutoresTutores
Didatica
DidaticaDidatica
Didatica
alyssonfred
 
Ppt Mav SessãO3
Ppt Mav SessãO3Ppt Mav SessãO3
Ppt Mav SessãO3
Antonio Tavares
 
Material didatico-para-ead-joao-jose-saraiva-da-fonseca-1228236487127470-8
Material didatico-para-ead-joao-jose-saraiva-da-fonseca-1228236487127470-8Material didatico-para-ead-joao-jose-saraiva-da-fonseca-1228236487127470-8
Material didatico-para-ead-joao-jose-saraiva-da-fonseca-1228236487127470-8
Bruno Pereira Pinheiro
 
Slidesdo3encontro2011 110809182748-phpapp01
Slidesdo3encontro2011 110809182748-phpapp01Slidesdo3encontro2011 110809182748-phpapp01
Slidesdo3encontro2011 110809182748-phpapp01
Jhosyrene Oliveira
 
EAD - Aula 1
EAD - Aula 1EAD - Aula 1
EAD - Aula 1
referenciais
 
Supervisao escolar-o-papel-do-supervisor-escolar
Supervisao escolar-o-papel-do-supervisor-escolarSupervisao escolar-o-papel-do-supervisor-escolar
Supervisao escolar-o-papel-do-supervisor-escolar
francinethmedeiros
 
Como potenciar as tecnologias digitais no âmbito da flexibilidade curricular?
Como potenciar as tecnologias digitais no âmbito da flexibilidade curricular?Como potenciar as tecnologias digitais no âmbito da flexibilidade curricular?
Como potenciar as tecnologias digitais no âmbito da flexibilidade curricular?
GILT (Games, Interaction and Learning Technologies) IS Engenharia do Porto
 
Design Instrucional para EAD.
Design Instrucional para EAD.Design Instrucional para EAD.
Design Instrucional para EAD.
Vani Kenski
 

Semelhante a ACD_Flexibilidade_Curricular_OH.pdf (20)

SLIDES PROJETOS INTEGRADORES.pptx
SLIDES PROJETOS INTEGRADORES.pptxSLIDES PROJETOS INTEGRADORES.pptx
SLIDES PROJETOS INTEGRADORES.pptx
 
SLIDES PROJETOS INTEGRADORES.pptx
SLIDES PROJETOS INTEGRADORES.pptxSLIDES PROJETOS INTEGRADORES.pptx
SLIDES PROJETOS INTEGRADORES.pptx
 
Didática e Ensino Remoto: mediações na aula remota
Didática e Ensino Remoto: mediações na aula remotaDidática e Ensino Remoto: mediações na aula remota
Didática e Ensino Remoto: mediações na aula remota
 
PPT_Orientação da diversificada 01.ppt
PPT_Orientação da diversificada 01.pptPPT_Orientação da diversificada 01.ppt
PPT_Orientação da diversificada 01.ppt
 
Como fazer um Planejamento de Ensino - Elizabeth Fantauzzi
Como fazer um Planejamento de Ensino - Elizabeth FantauzziComo fazer um Planejamento de Ensino - Elizabeth Fantauzzi
Como fazer um Planejamento de Ensino - Elizabeth Fantauzzi
 
Mesa 4 c
Mesa 4 cMesa 4 c
Mesa 4 c
 
Aspectos Mais Relevantes em Desenho de Aprendizagem e de Atividades On Line
Aspectos Mais Relevantes em Desenho de Aprendizagem e de Atividades On LineAspectos Mais Relevantes em Desenho de Aprendizagem e de Atividades On Line
Aspectos Mais Relevantes em Desenho de Aprendizagem e de Atividades On Line
 
Conteúdos sobre a disciplina de orientação de estudos
Conteúdos sobre a disciplina de orientação de estudosConteúdos sobre a disciplina de orientação de estudos
Conteúdos sobre a disciplina de orientação de estudos
 
Apresentacao Geral
Apresentacao GeralApresentacao Geral
Apresentacao Geral
 
Apresentação de CILL
Apresentação de CILLApresentação de CILL
Apresentação de CILL
 
Programação e Robótica: Novas linhas de investigação educacional
Programação e Robótica: Novas linhas de investigação educacionalProgramação e Robótica: Novas linhas de investigação educacional
Programação e Robótica: Novas linhas de investigação educacional
 
Tutores
TutoresTutores
Tutores
 
Didatica
DidaticaDidatica
Didatica
 
Ppt Mav SessãO3
Ppt Mav SessãO3Ppt Mav SessãO3
Ppt Mav SessãO3
 
Material didatico-para-ead-joao-jose-saraiva-da-fonseca-1228236487127470-8
Material didatico-para-ead-joao-jose-saraiva-da-fonseca-1228236487127470-8Material didatico-para-ead-joao-jose-saraiva-da-fonseca-1228236487127470-8
Material didatico-para-ead-joao-jose-saraiva-da-fonseca-1228236487127470-8
 
Slidesdo3encontro2011 110809182748-phpapp01
Slidesdo3encontro2011 110809182748-phpapp01Slidesdo3encontro2011 110809182748-phpapp01
Slidesdo3encontro2011 110809182748-phpapp01
 
EAD - Aula 1
EAD - Aula 1EAD - Aula 1
EAD - Aula 1
 
Supervisao escolar-o-papel-do-supervisor-escolar
Supervisao escolar-o-papel-do-supervisor-escolarSupervisao escolar-o-papel-do-supervisor-escolar
Supervisao escolar-o-papel-do-supervisor-escolar
 
Como potenciar as tecnologias digitais no âmbito da flexibilidade curricular?
Como potenciar as tecnologias digitais no âmbito da flexibilidade curricular?Como potenciar as tecnologias digitais no âmbito da flexibilidade curricular?
Como potenciar as tecnologias digitais no âmbito da flexibilidade curricular?
 
Design Instrucional para EAD.
Design Instrucional para EAD.Design Instrucional para EAD.
Design Instrucional para EAD.
 

Mais de MariaFloradeSousaBri

tv6_em_objetivogeral_1.pptx
tv6_em_objetivogeral_1.pptxtv6_em_objetivogeral_1.pptx
tv6_em_objetivogeral_1.pptx
MariaFloradeSousaBri
 
Essencial_ Números racionais não negativos.pptx
Essencial_ Números racionais não negativos.pptxEssencial_ Números racionais não negativos.pptx
Essencial_ Números racionais não negativos.pptx
MariaFloradeSousaBri
 
Rochas.pptx
Rochas.pptxRochas.pptx
Formação dos solos.pdf
Formação dos solos.pdfFormação dos solos.pdf
Formação dos solos.pdf
MariaFloradeSousaBri
 
material_laboratorio.pptx
material_laboratorio.pptxmaterial_laboratorio.pptx
material_laboratorio.pptx
MariaFloradeSousaBri
 
Triângulos.pptx
Triângulos.pptxTriângulos.pptx
Triângulos.pptx
MariaFloradeSousaBri
 
5ªDEX_Compara_orde_.pptx
5ªDEX_Compara_orde_.pptx5ªDEX_Compara_orde_.pptx
5ªDEX_Compara_orde_.pptx
MariaFloradeSousaBri
 

Mais de MariaFloradeSousaBri (7)

tv6_em_objetivogeral_1.pptx
tv6_em_objetivogeral_1.pptxtv6_em_objetivogeral_1.pptx
tv6_em_objetivogeral_1.pptx
 
Essencial_ Números racionais não negativos.pptx
Essencial_ Números racionais não negativos.pptxEssencial_ Números racionais não negativos.pptx
Essencial_ Números racionais não negativos.pptx
 
Rochas.pptx
Rochas.pptxRochas.pptx
Rochas.pptx
 
Formação dos solos.pdf
Formação dos solos.pdfFormação dos solos.pdf
Formação dos solos.pdf
 
material_laboratorio.pptx
material_laboratorio.pptxmaterial_laboratorio.pptx
material_laboratorio.pptx
 
Triângulos.pptx
Triângulos.pptxTriângulos.pptx
Triângulos.pptx
 
5ªDEX_Compara_orde_.pptx
5ªDEX_Compara_orde_.pptx5ªDEX_Compara_orde_.pptx
5ªDEX_Compara_orde_.pptx
 

Último

PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
ARIADNEMARTINSDACRUZ
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
geiseortiz1
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
Crisnaiara
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
AlessandraRibas7
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
bmgrama
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
Norma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdf
Norma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdfNorma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdf
Norma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdf
Pastor Robson Colaço
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Centro Jacques Delors
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
AntonioAngeloNeves
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Mary Alvarenga
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
Manuais Formação
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
AdrianoMontagna1
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
MARCELARUBIAGAVA
 
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdfPrimeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Maurício Bratz
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 
2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt
2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt
2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt
Ailton Barcelos
 

Último (20)

PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
 
Norma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdf
Norma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdfNorma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdf
Norma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdf
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
 
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
 
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdfPrimeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 
2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt
2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt
2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt
 

ACD_Flexibilidade_Curricular_OH.pdf

  • 1. Flexibilidade Curricular: operacionalização de equipas educativas e de ação educativa interdisciplinar Sónia Alves ̶ cfaeci.pafc@gmail.com
  • 2. Equipas Educativas: funções nucleares São espaços de congregação de docentes de diferentes disciplinas que se responsabilizam pela gestão e configuração articulada do currículo a ser apreendido pela(s) turma(s). Constituem-se por ano de escolaridade / por conjunto de turmas / por conselho de turma. Efetivam trabalho colaborativo docente, através de canais de comunicação e plataformas digitais de colaboração e partilha.  Definir as dinâmicas de trabalho pedagógico adequadas às especificidades da turma;  Assegurar a gestão das dinâmicas pedagógicas a implementar;  Envolver os alunos no planeamento, na realização e na avaliação das aprendizagens;  Operacionalizar o trabalho de natureza interdisciplinar e de articulação disciplinar;  Avaliar o impacto das estratégias adotadas;  Produzir dispositivos de informação dirigida aos pais e encarregados de educação como apoio às aprendizagens dos alunos e ao seu processo de autorregulação.
  • 3. Opções curriculares de articulação e integração de saberes  Gestão e lecionação interdisciplinar e articulada do currículo;  Atividades para aprendizagens transdisciplinares;  Alternância de períodos de funcionamento disciplinar com períodos de funcionamento multidisciplinar;  Exploração de diferentes organizações de tempos, metodologias e espaços, para:  Trabalho de diferenciação pedagógica;  Trabalho prático ou experimental;  Trabalho colaborativo e interdisciplinar no planeamento, realização e avaliação das aprendizagens;  Desenvolvimento de projetos que aglutinem aprendizagens das diferentes disciplinas;  Integração de projetos desenvolvidos na escola.  Avaliação ao serviço do ensino e das aprendizagens;
  • 4. Projetos interdisciplinares  Orientados para criação de produtos ou eventos, com contributo e intervenção de diferentes áreas disciplinares;  Visam a articulação dos saberes e a coerência entre as aprendizagens;  A sua conceção, planificação, implementação e avaliação são subordinadas ao sucesso das aprendizagens do aluno.  Exemplos:  Campanhas de sensibilização;  Programas de rádio;  Saraus;  Exposições;  Semanas culturais;  Intercâmbios culturais e científicos;  Publicações (livros, jornais, revistas);  Candidaturas a prémios;  Medidas de melhorias ambientais ou outras;  …
  • 5. Domínios de Autonomia Curricular Metodologias Execução Avaliação Planificação DAC Matemática Ciências Naturais História Geografia Cidadania e Desenvol- vimento Opção de trabalho interdisciplinar / articulação curricular. Combinações totais ou parciais de áreas disciplinares. Têm por referência os documentos curriculares. Baseiam-se nas AE e visam as áreas de competências do PA. Privilegiam o trabalho prático / experimental. Visam as capacidades de pesquisa, relação e análise. Articulam-se com/em instrumentos de planeamento curricular (PE, PCT).
  • 6. Domínios de Autonomia Curricular Planificação Metodologias Execução Avaliação Identificação das AE comuns ou relacionadas de várias disciplinas (de um ano de escolaridade) Intencionalidade pedagógica e curricular • Aprendizagem colaborativa • Aula invertida (flipped classroom) • Trabalho de projeto • Aprendizagem baseada em problemas • Aprendizagem por investigação (inquiry) • Aprendizagem por descoberta guiada • Estudo de caso • … Aluno agente da construção de conhecimento pela ação, de forma integrada Professor promotor das aprendizagens Ambientes de aprendizagem diferenciados e intencionais Intervenientes externos Técnicas, instrumentos e procedimentos diversificados e adequados a: • Finalidades; • Objeto em avaliação; • Destinatários; • Informação a recolher. Foco no(s) processo(s) Que aprendizagens/conteúdos? Que competências (específicas/transversais)? Que projeto? Com que finalidades? Todas as disciplinas / algumas? Que articulação com o meio? Que metodologia(s)? Que atividades? Que problema de partida/desafio inicial? Com que recursos (materiais e humanos)? Em que espaços? Que distribuição de tarefas? Como gerir o tempo? Como monitorizar o trabalho? O que avaliar (em cada disciplina)? Como avaliar? Avaliar para quê?
  • 7. Domínios de Autonomia Curricular: etapas Levantamento de ideias pelos alunos. Planificação dos passos (problema, inicial, processo, produto). Aferição dos eixos de confluência/articulação entre as várias disciplinas. Identificação dos conteúdos das AE de cada disciplina a mobilizar para a concretização no projeto. Seleção das áreas de competência do PA a desenvolver. Definição dos critérios comuns para avaliação de competências transversais e critérios específicos para a avaliação em cada disciplina.
  • 9. www.raizeditora.pt Ana Cláudia Cohen, José Fradique • Guia da Autonomia e Flexibilidade Curricular © Raiz Editora, 2018 • Todos os direitos reservados. 1 DC5_dac EXEMPLO DA IDENTIFICAÇÃO E ORGANIZAÇÃO DAS DISCIPLINAS NUM DAC Projeto da turma: Biobattery – Desenvolvimento de uma pilha de sódio a partir de resíduos dos curtumes Fase do trabalho DAC Técnicas/Instrumentos de avaliação Instrumentos de registo Procedimentos Timings Ponto de partida BG FQA Questionários Entrevistas Cadernos digitais Grelhas de observação Análise de conteúdo Uso de ferramentas colaborativas online para otimizar e agilizar procedimentos: • partilha, comunicação, trabalho (Padlet, Google Forms, Office 365, OneNote, One Drive); • redes sociais (Messenger, Facebook); • Moodle. Ao longo das aulas, em estreita articulação com as várias disciplinas. Paragens (uma em cada período letivo) Pesquisa Port BG FQA Produção de textos e esquemas Observação em situação Briefings Debates Cadernos digitais Grelhas de observação Escalas de classificação Listas de verificação Análise de conteúdo Análise de informação BG FQA Levantamento de ideias BG FQA Sistematização de ideias Fil BG Estabelecimento de contactos BG Redação de textos (e-mails formais) Cadernos digitais Grelhas de observação Análise de conteúdo Planificação BG Port Produção de textos e esquemas Cadernos digitais Escalas de classificação Análise de conteúdo
  • 10. Domínios de Autonomia Curricular AE: CONHECIMENTOS, CAPACIDADES E ATITUDES AÇÕES ESTRATÉGICAS DE APRENDIZAGEM DESCRITORES DO PA INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO E PONDERAÇÃO RECURSOS (materiais, espaços, convidados) DATA / TEMPOS Tema: Áreas disciplinares intervenientes: Objetivo / produto:
  • 11. Fontes e recursos para consulta Cohen, A. C. e Fradique, J. (2018). Guia da Autonomia e Flexibilidade Curricular. Lisboa: Raiz Editora. Cosme, A. (2018). Autonomia e Flexibilidade Curricular. Propostas e estratégias de ação. Porto: Porto editora. MOOC Autonomia e Flexibilidade Curricular - DGE Área PAFC da Escola Virtual Autonomia e Flexibilidade Curricular – DGE Divulgação da Autonomia e Flexibilidade Curricular - DGE/DSDC Recursos e instrumentos de trabalho – Cohen e Fradique, Raiz Editora