SlideShare uma empresa Scribd logo
A Idade Média 
476-1453
Economia Medieval 
• A economia feudal baseava-se principalmente na 
agricultura. Existiam moedas na Idade Média, porém 
eram pouco utilizadas. 
• As trocas de produtos e mercadorias eram comuns 
na economia feudal. 
• O feudo era a base econômica deste período, pois 
quem tinha a terra possuía mais poder. 
• O artesanato também era praticado na Idade Média. 
• A produção era baixa, pois as técnicas de trabalho 
agrícola eram extremamente rudimentares. 
• O arado puxado por bois era muito utilizado na 
agricultura.
Religião na Idade Média 
• Na Idade Média, a Igreja Católica dominava o cenário 
religioso. 
• Detentora do poder espiritual, a Igreja influenciava o 
modo de pensar, a psicologia e as formas de 
comportamento na Idade Média. 
• A igreja também tinha grande poder econômico, pois 
possuía terras em grande quantidade e até mesmo 
servos trabalhando. 
• Os monges viviam em mosteiros e eram responsáveis 
pela proteção espiritual da sociedade. Passavam 
grande parte do tempo rezando e copiando livros e a 
Bíblia.
Educação, cultura e arte medieval 
• A educação era para poucos, pois só os filhos dos nobres 
estudavam. Esta era marcada pela influência da Igreja, ensinando 
o latim, doutrinas religiosas e táticas de guerras. Grande parte da 
população medieval era analfabeta e não tinha acesso aos livros. 
• A arte medieval também era fortemente marcada pela religiosidade 
da época. As pinturas retratavam passagens da Bíblia e 
ensinamentos religiosos. As pinturas medievais e os vitrais das 
igrejas eram formas de ensinar à população um pouco mais sobre a 
religião. 
• Podemos dizer que, no geral, a cultura medieval foi fortemente 
influenciada pela religião. Na arquitetura destacou-se a construção 
de castelos, igrejas e catedrais. 
• No campo da Filosofia, podemos destacar a escolástica (linha 
filosófica de base cristã), representada pelo padre dominicano, 
teólogo e filósofo italiano São Tomás de Aquino.
As Cruzadas 
• No século XI, dentro do contexto histórico da expansão árabe, os 
muçulmanos conquistaram a cidade sagrada de Jerusalém. Diante 
dessa situação, o papa Urbano II convocou a 
Primeira Cruzada (1096), com o objetivo de expulsar os "infiéis" 
(árabes) da Terra Santa. 
• Essas batalhas, entre católicos e muçulmanos, duraram cerca de 
dois séculos, deixando milhares de mortos e um grande rastro de 
destruição. 
• Ao mesmo tempo em que eram guerras marcadas por diferenças 
religiosas, também possuíam um forte caráter econômico. 
• Muitos cavaleiros cruzados, ao retornarem para a Europa, 
saqueavam cidades árabes e vendiam produtos nas estradas, nas 
chamadas feiras e rotas de comércio. 
• De certa forma, as Cruzadas contribuíram para o renascimento 
urbano e comercial a partir do século XIII. 
• Após as Cruzadas, o Mar Mediterrâneo foi aberto para os contatos 
comerciais.
As Cruzadas 
• Cruzada Popular ou dos Mendigos (1096) 
Primeira Cruzada (1096 a 1099) 
Cruzada de 1101 
Segunda Cruzada (1147 a 1149) 
Terceira Cruzada (1189 a 1192) 
Quarta Cruzada (1202 a 1204) 
Cruzada Albigense (1209 a 1244) 
Cruzada das Crianças (1212) 
Quinta Cruzada (1217 a 1221) 
Sexta Cruzada (1228 a 1229) 
Sétima Cruzada (1248 a 1250) 
Cruzada dos Pastores (1251 a 1320) 
Oitava Cruzada (1270) 
Nona Cruzada (1271 a 1272) 
Cruzadas do Norte (1193 a 1316)
Consequências 
• Proporcionaram o renascimento do comércio na Europa. 
• Muitos cavaleiros, ao retornarem do Oriente, saqueavam cidades e 
montavam pequenas feiras nas rotas comerciais. Houve, portanto, 
um importante reaquecimento da economia no Ocidente. Estes 
guerreiros inseriram também novos conhecimentos, originários do 
Oriente, na Europa, através da influente sabedoria dos sarracenos. 
• Aumentaram as tensões e hostilidades entre cristãos e muçulmanos 
na Idade Média. Mesmo após o fim das Cruzadas, este clima tenso 
entre os integrantes destas duas religiões continuou. 
• Já no aspecto cultural, as Cruzadas favoreceram o desenvolvimento 
de um tipo de literatura voltado para as guerras e grandes feitos 
heróicos. Muitos contos de cavalaria tiveram como tema principal 
estes conflitos.
Peste Negra ou Peste Bubônica 
• Em meados do século XIV, uma doença devastou a população 
europeia. 
• Historiadores calculam que aproximadamente um terço dos 
habitantes morreram desta doença. 
• A Peste Negra era transmitida através da picada de pulgas de ratos 
doentes. Estes ratos chegavam à Europa nos porões dos navios 
vindos do Oriente. 
• Como as cidades medievais não tinham condições higiênicas 
adequadas, os ratos se espalharam facilmente. 
• Após o contato com a doença, a pessoa tinha poucos dias de vida. 
Febre, mal-estar e bulbos (bolhas) de sangue e pus espalhavam-se 
pelo corpo do doente, principalmente nas axilas e virilhas. 
• Como os conhecimentos médicos eram pouco desenvolvidos, a 
morte era certa. Para complicar ainda mais a situação, muitos 
atribuíam a doença a fatores comportamentais, ambientais ou 
religiosos.
Revoltas Camponesas: as Jacqueries 
• Após a Peste Negra, a população europeia diminuiu muito. 
• Muitos senhores feudais resolveram aumentar os impostos, 
taxas e obrigações de trabalho dos servos sobreviventes. 
• Muitos tiveram que trabalhar dobrado para compensar o 
trabalho daqueles que tinham morrido na epidemia. 
• Em muitas regiões da Inglaterra e da França estouraram 
revoltas camponesas contra o aumento da exploração dos 
senhores feudais. 
• Combatidas com violência por partes dos nobres, muitas 
foram sufocadas e outras conseguiram conquistar seus 
objetivos, diminuindo a exploração e trazendo conquistas 
para os camponeses.
Para entregar – individual ou dupla – uma folha por dupla (páginas 
158-161) – à caneta – não precisa copiar as perguntas 
1. O que foram as Cruzadas? Como e quando iniciaram? Quais 
eram, resumidamente, os seus objetivos? 
2. O que era uma heresia? O que era a Inquisição, quando foi criada 
e qual era o seu objetivo? 
3. Explique quais foram as mudanças causadas pelas Cruzadas na 
Europa. 
4. A revitalização do comércio trouxe, também, muitas mudanças 
para Europa. Quais eram as duas grandes rotas comerciais 
europeias do final da Idade Média? 
5. Explique o que eram e por que surgiram as corporações de 
ofício. 
6. Inicialmente, o crescimento das comunidades urbanas foi algo 
positivo para os senhores feudais, mas com o tempo a 
urbanização levou ao fim do feudalismo. Explique como isso 
ocorreu.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A guerra fria
A guerra friaA guerra fria
A guerra fria
Joana Melo
 
História 9º ano slide Guerra Fria
História   9º ano slide Guerra FriaHistória   9º ano slide Guerra Fria
História 9º ano slide Guerra Fria
Janaína Bindá
 
1° ano aula slide - feudalismo
1° ano   aula slide - feudalismo1° ano   aula slide - feudalismo
1° ano aula slide - feudalismo
Daniel Alves Bronstrup
 
Igreja e cultura medieval
Igreja e cultura medievalIgreja e cultura medieval
Igreja e cultura medieval
Marilia Pimentel
 
Império bizantino
Império bizantinoImpério bizantino
Império bizantino
alinemaiahistoria
 
Grécia antiga
Grécia antigaGrécia antiga
Grécia antiga
cattonia
 
1 primeira guerra mundial
1   primeira guerra mundial 1   primeira guerra mundial
1 primeira guerra mundial
Marilia Pimentel
 
Segunda Guerra Mundial
Segunda Guerra MundialSegunda Guerra Mundial
Segunda Guerra Mundial
Valéria Shoujofan
 
I Guerra Mundial
I Guerra MundialI Guerra Mundial
I Guerra Mundial
Carlos Vieira
 
Quadro religião comparadas
Quadro religião comparadasQuadro religião comparadas
Quadro religião comparadas
Vítor Santos
 
26 - Renascimento
26 - Renascimento26 - Renascimento
26 - Renascimento
Carla Freitas
 
A Idade Média
A Idade MédiaA Idade Média
A Idade Média
Gisele Finatti Baraglio
 
Primeira guerra mundial
Primeira guerra mundialPrimeira guerra mundial
Primeira guerra mundial
Fatima Freitas
 
A sociedade europeia nos séculos IX a XII
A sociedade europeia nos séculos IX a XIIA sociedade europeia nos séculos IX a XII
A sociedade europeia nos séculos IX a XII
Carla Freitas
 
O cristianismo em roma
O cristianismo em romaO cristianismo em roma
O cristianismo em roma
Ana Barreiros
 
1° ano império romano - completo
1° ano    império romano - completo1° ano    império romano - completo
1° ano império romano - completo
Daniel Alves Bronstrup
 
O estalinismo
O estalinismoO estalinismo
O estalinismo
Douglas Valdo
 
Aula i média baixa idade média
Aula i média baixa idade médiaAula i média baixa idade média
Aula i média baixa idade média
De Janks
 
Reino franco
Reino francoReino franco
Reino franco
PROFºWILTONREIS
 
Fases Da 2ª Guerra Mundial
Fases Da 2ª Guerra MundialFases Da 2ª Guerra Mundial
Fases Da 2ª Guerra Mundial
Rui Neto
 

Mais procurados (20)

A guerra fria
A guerra friaA guerra fria
A guerra fria
 
História 9º ano slide Guerra Fria
História   9º ano slide Guerra FriaHistória   9º ano slide Guerra Fria
História 9º ano slide Guerra Fria
 
1° ano aula slide - feudalismo
1° ano   aula slide - feudalismo1° ano   aula slide - feudalismo
1° ano aula slide - feudalismo
 
Igreja e cultura medieval
Igreja e cultura medievalIgreja e cultura medieval
Igreja e cultura medieval
 
Império bizantino
Império bizantinoImpério bizantino
Império bizantino
 
Grécia antiga
Grécia antigaGrécia antiga
Grécia antiga
 
1 primeira guerra mundial
1   primeira guerra mundial 1   primeira guerra mundial
1 primeira guerra mundial
 
Segunda Guerra Mundial
Segunda Guerra MundialSegunda Guerra Mundial
Segunda Guerra Mundial
 
I Guerra Mundial
I Guerra MundialI Guerra Mundial
I Guerra Mundial
 
Quadro religião comparadas
Quadro religião comparadasQuadro religião comparadas
Quadro religião comparadas
 
26 - Renascimento
26 - Renascimento26 - Renascimento
26 - Renascimento
 
A Idade Média
A Idade MédiaA Idade Média
A Idade Média
 
Primeira guerra mundial
Primeira guerra mundialPrimeira guerra mundial
Primeira guerra mundial
 
A sociedade europeia nos séculos IX a XII
A sociedade europeia nos séculos IX a XIIA sociedade europeia nos séculos IX a XII
A sociedade europeia nos séculos IX a XII
 
O cristianismo em roma
O cristianismo em romaO cristianismo em roma
O cristianismo em roma
 
1° ano império romano - completo
1° ano    império romano - completo1° ano    império romano - completo
1° ano império romano - completo
 
O estalinismo
O estalinismoO estalinismo
O estalinismo
 
Aula i média baixa idade média
Aula i média baixa idade médiaAula i média baixa idade média
Aula i média baixa idade média
 
Reino franco
Reino francoReino franco
Reino franco
 
Fases Da 2ª Guerra Mundial
Fases Da 2ª Guerra MundialFases Da 2ª Guerra Mundial
Fases Da 2ª Guerra Mundial
 

Destaque

As Cruzadas e A Expansão do Comércio Europeu
As Cruzadas e A Expansão do Comércio EuropeuAs Cruzadas e A Expansão do Comércio Europeu
As Cruzadas e A Expansão do Comércio Europeu
Lukas Lobato
 
Sociedade e economia na ordem feudal
Sociedade e economia na ordem feudalSociedade e economia na ordem feudal
Sociedade e economia na ordem feudal
Ramiro Bicca
 
Sistema feudal e Capitalista
Sistema feudal e CapitalistaSistema feudal e Capitalista
Sistema feudal e Capitalista
Felipexrp
 
A mesopotâmia
A mesopotâmiaA mesopotâmia
A mesopotâmia
Ramiro Bicca
 
A colonização da América espanhola
A colonização da América espanholaA colonização da América espanhola
A colonização da América espanhola
Ramiro Bicca
 
Era napoleônica
Era napoleônicaEra napoleônica
Era napoleônica
Ramiro Bicca
 
Anos dourados
Anos douradosAnos dourados
Anos dourados
Ramiro Bicca
 
Era vargas
Era vargasEra vargas
Era vargas
Ramiro Bicca
 
A europa da alta idade média
A europa da alta idade médiaA europa da alta idade média
A europa da alta idade média
Ramiro Bicca
 
O absolutismo e a formação do estado moderno
O absolutismo e a formação do estado modernoO absolutismo e a formação do estado moderno
O absolutismo e a formação do estado moderno
Ramiro Bicca
 
O Renascimento
O RenascimentoO Renascimento
O Renascimento
Ramiro Bicca
 
Guerra fria
Guerra friaGuerra fria
Guerra fria
Ramiro Bicca
 
A economia feudal e sua transformacao - 7-ano
A economia feudal e sua transformacao - 7-anoA economia feudal e sua transformacao - 7-ano
A economia feudal e sua transformacao - 7-ano
Lucas Degiovani
 
A guerra dos cem anos e o fim da idade média
A guerra dos cem anos e o fim da idade médiaA guerra dos cem anos e o fim da idade média
A guerra dos cem anos e o fim da idade média
Ramiro Bicca
 
Primeiro reinado
Primeiro reinadoPrimeiro reinado
Primeiro reinado
Ramiro Bicca
 
A origem do homem americano
A origem do homem americanoA origem do homem americano
A origem do homem americano
Ramiro Bicca
 
Grécia antiga Colégio Anchieta
Grécia antiga Colégio AnchietaGrécia antiga Colégio Anchieta
Grécia antiga Colégio Anchieta
Ramiro Bicca
 
8º série modo de produção capitalismo
8º série modo de produção capitalismo8º série modo de produção capitalismo
8º série modo de produção capitalismo
AlessandroRubens
 
A União Ibérica e o Brasil holandês
A União Ibérica e o Brasil holandêsA União Ibérica e o Brasil holandês
A União Ibérica e o Brasil holandês
Ramiro Bicca
 
Regime militar
Regime militarRegime militar
Regime militar
Ramiro Bicca
 

Destaque (20)

As Cruzadas e A Expansão do Comércio Europeu
As Cruzadas e A Expansão do Comércio EuropeuAs Cruzadas e A Expansão do Comércio Europeu
As Cruzadas e A Expansão do Comércio Europeu
 
Sociedade e economia na ordem feudal
Sociedade e economia na ordem feudalSociedade e economia na ordem feudal
Sociedade e economia na ordem feudal
 
Sistema feudal e Capitalista
Sistema feudal e CapitalistaSistema feudal e Capitalista
Sistema feudal e Capitalista
 
A mesopotâmia
A mesopotâmiaA mesopotâmia
A mesopotâmia
 
A colonização da América espanhola
A colonização da América espanholaA colonização da América espanhola
A colonização da América espanhola
 
Era napoleônica
Era napoleônicaEra napoleônica
Era napoleônica
 
Anos dourados
Anos douradosAnos dourados
Anos dourados
 
Era vargas
Era vargasEra vargas
Era vargas
 
A europa da alta idade média
A europa da alta idade médiaA europa da alta idade média
A europa da alta idade média
 
O absolutismo e a formação do estado moderno
O absolutismo e a formação do estado modernoO absolutismo e a formação do estado moderno
O absolutismo e a formação do estado moderno
 
O Renascimento
O RenascimentoO Renascimento
O Renascimento
 
Guerra fria
Guerra friaGuerra fria
Guerra fria
 
A economia feudal e sua transformacao - 7-ano
A economia feudal e sua transformacao - 7-anoA economia feudal e sua transformacao - 7-ano
A economia feudal e sua transformacao - 7-ano
 
A guerra dos cem anos e o fim da idade média
A guerra dos cem anos e o fim da idade médiaA guerra dos cem anos e o fim da idade média
A guerra dos cem anos e o fim da idade média
 
Primeiro reinado
Primeiro reinadoPrimeiro reinado
Primeiro reinado
 
A origem do homem americano
A origem do homem americanoA origem do homem americano
A origem do homem americano
 
Grécia antiga Colégio Anchieta
Grécia antiga Colégio AnchietaGrécia antiga Colégio Anchieta
Grécia antiga Colégio Anchieta
 
8º série modo de produção capitalismo
8º série modo de produção capitalismo8º série modo de produção capitalismo
8º série modo de produção capitalismo
 
A União Ibérica e o Brasil holandês
A União Ibérica e o Brasil holandêsA União Ibérica e o Brasil holandês
A União Ibérica e o Brasil holandês
 
Regime militar
Regime militarRegime militar
Regime militar
 

Semelhante a A Idade Média

Aula de historia
Aula de historiaAula de historia
Aula de historia
Rose chaves
 
Idade média
Idade médiaIdade média
Idade média
guiurey
 
A idade media francisco
A idade media   franciscoA idade media   francisco
A idade media francisco
IsabelPereira2010
 
Idade média 1 2015
Idade média 1 2015Idade média 1 2015
Idade média 1 2015
eduflopes
 
Ficha formativa Cultura do Mosteiro
Ficha formativa Cultura do MosteiroFicha formativa Cultura do Mosteiro
Ficha formativa Cultura do Mosteiro
Ana Barreiros
 
[Resumo] Sociedade Feudal: Características Sociais, Econômicas, Políticas e ...
[Resumo]  Sociedade Feudal: Características Sociais, Econômicas, Políticas e ...[Resumo]  Sociedade Feudal: Características Sociais, Econômicas, Políticas e ...
[Resumo] Sociedade Feudal: Características Sociais, Econômicas, Políticas e ...
Bruno Camargo
 
Renascimento, reforma, e pre colombiana
Renascimento, reforma, e pre colombianaRenascimento, reforma, e pre colombiana
Renascimento, reforma, e pre colombiana
daviprofessor
 
Módulo 3 contexto histórico regular
Módulo 3   contexto histórico regularMódulo 3   contexto histórico regular
Módulo 3 contexto histórico regular
Carla Freitas
 
Cap.3
Cap.3Cap.3
Cap.3
biarabighi
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
almirante2010
 
O período medieval europeu
O período medieval europeuO período medieval europeu
O período medieval europeu
Vagner Roberto
 
Módulo 3 contexto histórico profissional
Módulo 3   contexto histórico profissionalMódulo 3   contexto histórico profissional
Módulo 3 contexto histórico profissional
Carla Freitas
 
Baixa Idade Média: As cruzadas e a Peste Negra
Baixa Idade Média: As cruzadas e a  Peste NegraBaixa Idade Média: As cruzadas e a  Peste Negra
Baixa Idade Média: As cruzadas e a Peste Negra
Maria Aparecida Ledesma
 
Resumão - Feudalismo, Crise do Feudalismo , Cruzadas, Inquisição e Renascimen...
Resumão - Feudalismo, Crise do Feudalismo , Cruzadas, Inquisição e Renascimen...Resumão - Feudalismo, Crise do Feudalismo , Cruzadas, Inquisição e Renascimen...
Resumão - Feudalismo, Crise do Feudalismo , Cruzadas, Inquisição e Renascimen...
Rivea Leal
 
Mudanças no feudalismo
Mudanças no feudalismoMudanças no feudalismo
Mudanças no feudalismo
Carla Cristina
 
Feudalimo Baixa Idade Média
Feudalimo Baixa Idade MédiaFeudalimo Baixa Idade Média
Feudalimo Baixa Idade Média
Edenilson Morais
 
HIST: Ficha Formativa - A Europa Cristã e o Islão Nos Séculos VI a IX # A Soc...
HIST: Ficha Formativa - A Europa Cristã e o Islão Nos Séculos VI a IX # A Soc...HIST: Ficha Formativa - A Europa Cristã e o Islão Nos Séculos VI a IX # A Soc...
HIST: Ficha Formativa - A Europa Cristã e o Islão Nos Séculos VI a IX # A Soc...
7F
 
História Geral: idade média
História Geral: idade médiaHistória Geral: idade média
História Geral: idade média
Rafael Lucas da Silva
 
Feudalismo e idade média.
Feudalismo e idade média.Feudalismo e idade média.
Feudalismo e idade média.
Lara Lídia
 
O renascimento com. e urbano
O renascimento com. e urbanoO renascimento com. e urbano
O renascimento com. e urbano
Nelia Salles Nantes
 

Semelhante a A Idade Média (20)

Aula de historia
Aula de historiaAula de historia
Aula de historia
 
Idade média
Idade médiaIdade média
Idade média
 
A idade media francisco
A idade media   franciscoA idade media   francisco
A idade media francisco
 
Idade média 1 2015
Idade média 1 2015Idade média 1 2015
Idade média 1 2015
 
Ficha formativa Cultura do Mosteiro
Ficha formativa Cultura do MosteiroFicha formativa Cultura do Mosteiro
Ficha formativa Cultura do Mosteiro
 
[Resumo] Sociedade Feudal: Características Sociais, Econômicas, Políticas e ...
[Resumo]  Sociedade Feudal: Características Sociais, Econômicas, Políticas e ...[Resumo]  Sociedade Feudal: Características Sociais, Econômicas, Políticas e ...
[Resumo] Sociedade Feudal: Características Sociais, Econômicas, Políticas e ...
 
Renascimento, reforma, e pre colombiana
Renascimento, reforma, e pre colombianaRenascimento, reforma, e pre colombiana
Renascimento, reforma, e pre colombiana
 
Módulo 3 contexto histórico regular
Módulo 3   contexto histórico regularMódulo 3   contexto histórico regular
Módulo 3 contexto histórico regular
 
Cap.3
Cap.3Cap.3
Cap.3
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
O período medieval europeu
O período medieval europeuO período medieval europeu
O período medieval europeu
 
Módulo 3 contexto histórico profissional
Módulo 3   contexto histórico profissionalMódulo 3   contexto histórico profissional
Módulo 3 contexto histórico profissional
 
Baixa Idade Média: As cruzadas e a Peste Negra
Baixa Idade Média: As cruzadas e a  Peste NegraBaixa Idade Média: As cruzadas e a  Peste Negra
Baixa Idade Média: As cruzadas e a Peste Negra
 
Resumão - Feudalismo, Crise do Feudalismo , Cruzadas, Inquisição e Renascimen...
Resumão - Feudalismo, Crise do Feudalismo , Cruzadas, Inquisição e Renascimen...Resumão - Feudalismo, Crise do Feudalismo , Cruzadas, Inquisição e Renascimen...
Resumão - Feudalismo, Crise do Feudalismo , Cruzadas, Inquisição e Renascimen...
 
Mudanças no feudalismo
Mudanças no feudalismoMudanças no feudalismo
Mudanças no feudalismo
 
Feudalimo Baixa Idade Média
Feudalimo Baixa Idade MédiaFeudalimo Baixa Idade Média
Feudalimo Baixa Idade Média
 
HIST: Ficha Formativa - A Europa Cristã e o Islão Nos Séculos VI a IX # A Soc...
HIST: Ficha Formativa - A Europa Cristã e o Islão Nos Séculos VI a IX # A Soc...HIST: Ficha Formativa - A Europa Cristã e o Islão Nos Séculos VI a IX # A Soc...
HIST: Ficha Formativa - A Europa Cristã e o Islão Nos Séculos VI a IX # A Soc...
 
História Geral: idade média
História Geral: idade médiaHistória Geral: idade média
História Geral: idade média
 
Feudalismo e idade média.
Feudalismo e idade média.Feudalismo e idade média.
Feudalismo e idade média.
 
O renascimento com. e urbano
O renascimento com. e urbanoO renascimento com. e urbano
O renascimento com. e urbano
 

Mais de Ramiro Bicca

O mundo islâmico
O mundo islâmicoO mundo islâmico
O mundo islâmico
Ramiro Bicca
 
Construção do império marítimo português
Construção do império marítimo portuguêsConstrução do império marítimo português
Construção do império marítimo português
Ramiro Bicca
 
Roma antiga
Roma antigaRoma antiga
Roma antiga
Ramiro Bicca
 
O neolítico e a revolução agrícola
O neolítico e a revolução agrícolaO neolítico e a revolução agrícola
O neolítico e a revolução agrícola
Ramiro Bicca
 
A civilização egípcia
A civilização egípciaA civilização egípcia
A civilização egípcia
Ramiro Bicca
 
Pré colombianos
Pré colombianosPré colombianos
Pré colombianos
Ramiro Bicca
 
O absolutismo e a formação do estado moderno
O absolutismo e a formação do estado modernoO absolutismo e a formação do estado moderno
O absolutismo e a formação do estado moderno
Ramiro Bicca
 
Idade média e idade moderna
Idade média e idade modernaIdade média e idade moderna
Idade média e idade moderna
Ramiro Bicca
 

Mais de Ramiro Bicca (8)

O mundo islâmico
O mundo islâmicoO mundo islâmico
O mundo islâmico
 
Construção do império marítimo português
Construção do império marítimo portuguêsConstrução do império marítimo português
Construção do império marítimo português
 
Roma antiga
Roma antigaRoma antiga
Roma antiga
 
O neolítico e a revolução agrícola
O neolítico e a revolução agrícolaO neolítico e a revolução agrícola
O neolítico e a revolução agrícola
 
A civilização egípcia
A civilização egípciaA civilização egípcia
A civilização egípcia
 
Pré colombianos
Pré colombianosPré colombianos
Pré colombianos
 
O absolutismo e a formação do estado moderno
O absolutismo e a formação do estado modernoO absolutismo e a formação do estado moderno
O absolutismo e a formação do estado moderno
 
Idade média e idade moderna
Idade média e idade modernaIdade média e idade moderna
Idade média e idade moderna
 

Último

atividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinhaatividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
Suzy De Abreu Santana
 
apresentação sobre Clarice Lispector .pptx
apresentação sobre Clarice Lispector .pptxapresentação sobre Clarice Lispector .pptx
apresentação sobre Clarice Lispector .pptx
JuliaMachado73
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptxForças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
Danielle Fernandes Amaro dos Santos
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
edivirgesribeiro1
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
NatySousa3
 
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
DanielCastro80471
 
QUIZ - HISTÓRIA 9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptx
QUIZ - HISTÓRIA  9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptxQUIZ - HISTÓRIA  9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptx
QUIZ - HISTÓRIA 9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptx
AntonioVieira539017
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
cmeioctaciliabetesch
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
analuisasesso
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Centro Jacques Delors
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

atividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinhaatividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
 
apresentação sobre Clarice Lispector .pptx
apresentação sobre Clarice Lispector .pptxapresentação sobre Clarice Lispector .pptx
apresentação sobre Clarice Lispector .pptx
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptxForças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
 
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
 
QUIZ - HISTÓRIA 9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptx
QUIZ - HISTÓRIA  9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptxQUIZ - HISTÓRIA  9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptx
QUIZ - HISTÓRIA 9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptx
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 

A Idade Média

  • 1. A Idade Média 476-1453
  • 2.
  • 3.
  • 4.
  • 5.
  • 6. Economia Medieval • A economia feudal baseava-se principalmente na agricultura. Existiam moedas na Idade Média, porém eram pouco utilizadas. • As trocas de produtos e mercadorias eram comuns na economia feudal. • O feudo era a base econômica deste período, pois quem tinha a terra possuía mais poder. • O artesanato também era praticado na Idade Média. • A produção era baixa, pois as técnicas de trabalho agrícola eram extremamente rudimentares. • O arado puxado por bois era muito utilizado na agricultura.
  • 7.
  • 8.
  • 9. Religião na Idade Média • Na Idade Média, a Igreja Católica dominava o cenário religioso. • Detentora do poder espiritual, a Igreja influenciava o modo de pensar, a psicologia e as formas de comportamento na Idade Média. • A igreja também tinha grande poder econômico, pois possuía terras em grande quantidade e até mesmo servos trabalhando. • Os monges viviam em mosteiros e eram responsáveis pela proteção espiritual da sociedade. Passavam grande parte do tempo rezando e copiando livros e a Bíblia.
  • 10.
  • 11.
  • 12.
  • 13. Educação, cultura e arte medieval • A educação era para poucos, pois só os filhos dos nobres estudavam. Esta era marcada pela influência da Igreja, ensinando o latim, doutrinas religiosas e táticas de guerras. Grande parte da população medieval era analfabeta e não tinha acesso aos livros. • A arte medieval também era fortemente marcada pela religiosidade da época. As pinturas retratavam passagens da Bíblia e ensinamentos religiosos. As pinturas medievais e os vitrais das igrejas eram formas de ensinar à população um pouco mais sobre a religião. • Podemos dizer que, no geral, a cultura medieval foi fortemente influenciada pela religião. Na arquitetura destacou-se a construção de castelos, igrejas e catedrais. • No campo da Filosofia, podemos destacar a escolástica (linha filosófica de base cristã), representada pelo padre dominicano, teólogo e filósofo italiano São Tomás de Aquino.
  • 14.
  • 15.
  • 16.
  • 17.
  • 18.
  • 19.
  • 20.
  • 21.
  • 22. As Cruzadas • No século XI, dentro do contexto histórico da expansão árabe, os muçulmanos conquistaram a cidade sagrada de Jerusalém. Diante dessa situação, o papa Urbano II convocou a Primeira Cruzada (1096), com o objetivo de expulsar os "infiéis" (árabes) da Terra Santa. • Essas batalhas, entre católicos e muçulmanos, duraram cerca de dois séculos, deixando milhares de mortos e um grande rastro de destruição. • Ao mesmo tempo em que eram guerras marcadas por diferenças religiosas, também possuíam um forte caráter econômico. • Muitos cavaleiros cruzados, ao retornarem para a Europa, saqueavam cidades árabes e vendiam produtos nas estradas, nas chamadas feiras e rotas de comércio. • De certa forma, as Cruzadas contribuíram para o renascimento urbano e comercial a partir do século XIII. • Após as Cruzadas, o Mar Mediterrâneo foi aberto para os contatos comerciais.
  • 23.
  • 24.
  • 25.
  • 26.
  • 27. As Cruzadas • Cruzada Popular ou dos Mendigos (1096) Primeira Cruzada (1096 a 1099) Cruzada de 1101 Segunda Cruzada (1147 a 1149) Terceira Cruzada (1189 a 1192) Quarta Cruzada (1202 a 1204) Cruzada Albigense (1209 a 1244) Cruzada das Crianças (1212) Quinta Cruzada (1217 a 1221) Sexta Cruzada (1228 a 1229) Sétima Cruzada (1248 a 1250) Cruzada dos Pastores (1251 a 1320) Oitava Cruzada (1270) Nona Cruzada (1271 a 1272) Cruzadas do Norte (1193 a 1316)
  • 28. Consequências • Proporcionaram o renascimento do comércio na Europa. • Muitos cavaleiros, ao retornarem do Oriente, saqueavam cidades e montavam pequenas feiras nas rotas comerciais. Houve, portanto, um importante reaquecimento da economia no Ocidente. Estes guerreiros inseriram também novos conhecimentos, originários do Oriente, na Europa, através da influente sabedoria dos sarracenos. • Aumentaram as tensões e hostilidades entre cristãos e muçulmanos na Idade Média. Mesmo após o fim das Cruzadas, este clima tenso entre os integrantes destas duas religiões continuou. • Já no aspecto cultural, as Cruzadas favoreceram o desenvolvimento de um tipo de literatura voltado para as guerras e grandes feitos heróicos. Muitos contos de cavalaria tiveram como tema principal estes conflitos.
  • 29.
  • 30.
  • 31.
  • 32. Peste Negra ou Peste Bubônica • Em meados do século XIV, uma doença devastou a população europeia. • Historiadores calculam que aproximadamente um terço dos habitantes morreram desta doença. • A Peste Negra era transmitida através da picada de pulgas de ratos doentes. Estes ratos chegavam à Europa nos porões dos navios vindos do Oriente. • Como as cidades medievais não tinham condições higiênicas adequadas, os ratos se espalharam facilmente. • Após o contato com a doença, a pessoa tinha poucos dias de vida. Febre, mal-estar e bulbos (bolhas) de sangue e pus espalhavam-se pelo corpo do doente, principalmente nas axilas e virilhas. • Como os conhecimentos médicos eram pouco desenvolvidos, a morte era certa. Para complicar ainda mais a situação, muitos atribuíam a doença a fatores comportamentais, ambientais ou religiosos.
  • 33. Revoltas Camponesas: as Jacqueries • Após a Peste Negra, a população europeia diminuiu muito. • Muitos senhores feudais resolveram aumentar os impostos, taxas e obrigações de trabalho dos servos sobreviventes. • Muitos tiveram que trabalhar dobrado para compensar o trabalho daqueles que tinham morrido na epidemia. • Em muitas regiões da Inglaterra e da França estouraram revoltas camponesas contra o aumento da exploração dos senhores feudais. • Combatidas com violência por partes dos nobres, muitas foram sufocadas e outras conseguiram conquistar seus objetivos, diminuindo a exploração e trazendo conquistas para os camponeses.
  • 34. Para entregar – individual ou dupla – uma folha por dupla (páginas 158-161) – à caneta – não precisa copiar as perguntas 1. O que foram as Cruzadas? Como e quando iniciaram? Quais eram, resumidamente, os seus objetivos? 2. O que era uma heresia? O que era a Inquisição, quando foi criada e qual era o seu objetivo? 3. Explique quais foram as mudanças causadas pelas Cruzadas na Europa. 4. A revitalização do comércio trouxe, também, muitas mudanças para Europa. Quais eram as duas grandes rotas comerciais europeias do final da Idade Média? 5. Explique o que eram e por que surgiram as corporações de ofício. 6. Inicialmente, o crescimento das comunidades urbanas foi algo positivo para os senhores feudais, mas com o tempo a urbanização levou ao fim do feudalismo. Explique como isso ocorreu.