SlideShare uma empresa Scribd logo
ÉTICA NA CAPELANIA
É instrumento de princípios que formam e dão sentido à vida
normal. É a marca registrada de cada crente, sua comunhão com
Deus.
1- Uma pessoa Nascida de Novo: Torna-se necessário que o
homem nasça do céu para as coisas do céu. Exemplo: (Jo 3.3) e
(Jo 10.10)
ÉTICA NA CAPELANIA
2- Sal da Terra: O crente possui a singular responsabilidade de
conservar a sua identidade com Deus, comunicar sabor ao
ambiente, deliberadamente.
3- Luz do Mundo: A luz brilha e se opõe as trevas, ele representa
Cristo através das suas atitudes (Mt 5.16).
ÉTICA NA CAPELANIA
4- Testemunha de Jesus Cristo: A vida frutífera alcançada através
da comunhão com Cristo. Contou aos outros os que fizeram em
seu benefício e uma das formas salvitares de manter a benção
recebida.
ÉTICA NA CAPELANIA
Ética Pastoral
É uma responsabilidade de grande valor, que tem implicações no
céu, na terra e no inferno. Como cooperador de Deus (I Co 3.9) e
embaixador de Cristo (II Cor 5.20), é constituído no maior
instrumento humano, destinado pela providência divina como
senção para mundo.
ÉTICA NA CAPELANIA
Desenvolvendo uma abordagem pastoral:
O pastor tem por dever espiritual e moral só fazer coisas certas,
diante de Deus, da igreja e dos homens.
ÉTICA NA CAPELANIA
O seu testemunho é fundamental para o êxito da obra que lhe é
confiada pelo Senhor. Nos dias atuais, o nome do pastor tem
sido grandemente desgastado com escândalos, por falta de zelo
ministerial, perdendo a nobre missão de ministro do Evangelho
de Cristo.
ÉTICA NA CAPELANIA
É indispensável adotar princípios éticos, emanados da Palavra de
Deus, para que o ministério seja abençoado.
ÉTICA NA CAPELANIA
Conceitos:
Origem da palavra ética: Vem do grego ethos, que significa
costume, disposição, hábito. No latim, vê de mos, com o
significado de costume, uso, regra.
ÉTICA NA CAPELANIA
Definição: “A teoria da Natureza do bem e como ele pode ser
alcançado”. Mostra o que é bom, mau, certo ou errado; o que
deve ou não deve ser feito. Em resumo: “A ética é a conduta
ideal do indivíduo”.
ÉTICA NA CAPELANIA
• Ética Cristã: Podemos dizer que é o conjunto de regras de
conduta aceitas pelos cristãos, tendo por fundamento a
Palavra de Deus.
• Ética Pastoral: É a parte da Ética Cristã aplicada à conduta do
ministro evangélico. Pode ser entendida, também, como Ética
Ministerial.
ÉTICA NA CAPELANIA
Abordagens Éticas:
Antinomismo: É a falta de normas. Tudo depende das pessoas,
das circunstâncias. É subjetivista: cada um faz o que entende ser
o melhor sob um ponto de vista (Jz 17.6; 21.26).
ÉTICA NA CAPELANIA
Generalismo: Aceitas normas, mas elas não devem ser
universais. Baseia-se no utilitarismo. As normas só têm valor
dependendo do resultado de sua aplicação. “Os fins justificam os
Meios”.
ÉTICA NA CAPELANIA
Situacionismo: É um meio-termo entre antinomismo e o
generalismo. O primeiro não tem regra nenhuma; o segundo
tem regra para tudo, mas elas não são universais. O
situacionismo só tem uma regra: a do amor.
ÉTICA NA CAPELANIA
Segundo eles, baseiam-se em Cristo, que resumiu a Lei (Normas)
numa palavra: amar a Deus e ao próximo (Mt 23.34-40). Mas
admitem certas condutas discutíveis a luz da Bíblia. Ex.: O
Adultério para salvar a família da fome.
ÉTICA NA CAPELANIA
Demonstração da ética cristã
Há determinadas coisas que não se consegue esconder por
muito tempo, a sabedoria, tolice, riqueza, pobreza, beleza e a
feiúra, na vida espiritual não se conseguem esconder por muito
tempo: uma violenta de retidão e uma vida de hipocrisia (Mt
5.14) são impossíveis se esconder por muito tempo as virtudes
de uma vida que vive em comunhão com Deus, deve ser
mantido com cooperação com o próximo e com a sociedade de
um modo geral.
ÉTICA NA CAPELANIA
Pecálogo (os dez mandamentos) foi o primeiro ético, dado pelo
Senhor com o propósito de regular o comportamento humano
no cumprimento de seus deveres para consigo mesmo.
ÉTICA NA CAPELANIA
As doutrinas do homem e do pecado brotam o que o homem foi,
e poderá ser desde sua conscientização, do propósito de Deus
para sua vida, com relação aderência voluntária ao pecado, a
obra do Espírito Santo no homem, as obras de suas mãos, para
viver uma vida proveitosa, devemos fazer a vontade divina.
ÉTICA NA CAPELANIA

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do ObreiroCETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
Ednilson do Valle
 
Culto e Liturgia
Culto e LiturgiaCulto e Liturgia
Disciplina de Teologia Pastoral
Disciplina de Teologia PastoralDisciplina de Teologia Pastoral
Disciplina de Teologia Pastoral
faculdadeteologica
 
Vida de oração
Vida de oraçãoVida de oração
Vida de oração
Márcio Melânia
 
33
3333
éTica cristã slides
éTica cristã   slideséTica cristã   slides
éTica cristã slides
Jose Ventura
 
7 capelania prisional
7 capelania prisional7 capelania prisional
7 capelania prisional
faculdadeteologica
 
1 introdução à capelania
1 introdução à capelania1 introdução à capelania
1 introdução à capelania
faculdadeteologica
 
12 - Missões e evangelismo.pptx
12 - Missões e evangelismo.pptx12 - Missões e evangelismo.pptx
12 - Missões e evangelismo.pptx
Prgomes5
 
Manual do pastor
Manual do pastorManual do pastor
Manual do pastor
SERGIODEMELLOQUEIROZ
 
Apresentação evangelismo
Apresentação evangelismoApresentação evangelismo
Apresentação evangelismo
Ines Pozzagnolo
 
A espiritualidade do catequista
A espiritualidade do catequistaA espiritualidade do catequista
A espiritualidade do catequista
fagundes_daniel
 
Lição 5 Pergamo a igreja casada com o mundo
Lição 5 Pergamo a igreja casada com o mundoLição 5 Pergamo a igreja casada com o mundo
Lição 5 Pergamo a igreja casada com o mundo
Jose Ventura
 
3 capelania hospitalar
3 capelania hospitalar3 capelania hospitalar
3 capelania hospitalar
faculdadeteologica
 
Características do obreiro coluna
Características do obreiro colunaCaracterísticas do obreiro coluna
Características do obreiro coluna
Evandro Cruz
 
MISSÕES O QUE SIGNIFICA?
MISSÕES O QUE SIGNIFICA?MISSÕES O QUE SIGNIFICA?
MISSÕES O QUE SIGNIFICA?
Mazinho Souza
 
LIÇÃO 12 – O DIACONATO
LIÇÃO 12 – O DIACONATOLIÇÃO 12 – O DIACONATO
LIÇÃO 12 – O DIACONATO
Ismael Isidio
 
O discipulado na prática
O discipulado na práticaO discipulado na prática
O discipulado na prática
Joary Jossué Carlesso
 
O desafio de ser um cristão contemporâneo,
O desafio de ser um cristão contemporâneo,O desafio de ser um cristão contemporâneo,
O desafio de ser um cristão contemporâneo,
Felicio Araujo
 
Evangelismo conteúdo, método e motivação.
Evangelismo   conteúdo, método e motivação.Evangelismo   conteúdo, método e motivação.
Evangelismo conteúdo, método e motivação.
Rodrigo Ribeiro
 

Mais procurados (20)

CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do ObreiroCETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
CETADEB - Lição 4 e 5 - O Preparo do Obreiro
 
Culto e Liturgia
Culto e LiturgiaCulto e Liturgia
Culto e Liturgia
 
Disciplina de Teologia Pastoral
Disciplina de Teologia PastoralDisciplina de Teologia Pastoral
Disciplina de Teologia Pastoral
 
Vida de oração
Vida de oraçãoVida de oração
Vida de oração
 
33
3333
33
 
éTica cristã slides
éTica cristã   slideséTica cristã   slides
éTica cristã slides
 
7 capelania prisional
7 capelania prisional7 capelania prisional
7 capelania prisional
 
1 introdução à capelania
1 introdução à capelania1 introdução à capelania
1 introdução à capelania
 
12 - Missões e evangelismo.pptx
12 - Missões e evangelismo.pptx12 - Missões e evangelismo.pptx
12 - Missões e evangelismo.pptx
 
Manual do pastor
Manual do pastorManual do pastor
Manual do pastor
 
Apresentação evangelismo
Apresentação evangelismoApresentação evangelismo
Apresentação evangelismo
 
A espiritualidade do catequista
A espiritualidade do catequistaA espiritualidade do catequista
A espiritualidade do catequista
 
Lição 5 Pergamo a igreja casada com o mundo
Lição 5 Pergamo a igreja casada com o mundoLição 5 Pergamo a igreja casada com o mundo
Lição 5 Pergamo a igreja casada com o mundo
 
3 capelania hospitalar
3 capelania hospitalar3 capelania hospitalar
3 capelania hospitalar
 
Características do obreiro coluna
Características do obreiro colunaCaracterísticas do obreiro coluna
Características do obreiro coluna
 
MISSÕES O QUE SIGNIFICA?
MISSÕES O QUE SIGNIFICA?MISSÕES O QUE SIGNIFICA?
MISSÕES O QUE SIGNIFICA?
 
LIÇÃO 12 – O DIACONATO
LIÇÃO 12 – O DIACONATOLIÇÃO 12 – O DIACONATO
LIÇÃO 12 – O DIACONATO
 
O discipulado na prática
O discipulado na práticaO discipulado na prática
O discipulado na prática
 
O desafio de ser um cristão contemporâneo,
O desafio de ser um cristão contemporâneo,O desafio de ser um cristão contemporâneo,
O desafio de ser um cristão contemporâneo,
 
Evangelismo conteúdo, método e motivação.
Evangelismo   conteúdo, método e motivação.Evangelismo   conteúdo, método e motivação.
Evangelismo conteúdo, método e motivação.
 

Destaque

10 legislação capelania
10 legislação capelania10 legislação capelania
10 legislação capelania
faculdadeteologica
 
9 capelania comunitária e social
9 capelania comunitária e social9 capelania comunitária e social
9 capelania comunitária e social
faculdadeteologica
 
5 aconselhamento pastoral
5 aconselhamento pastoral5 aconselhamento pastoral
5 aconselhamento pastoral
faculdadeteologica
 
2 capelania pastoral
2 capelania pastoral2 capelania pastoral
2 capelania pastoral
faculdadeteologica
 
Psicologia pastoral
Psicologia pastoralPsicologia pastoral
Psicologia pastoral
faculdadeteologica
 
Capelania hospitalar aula de apoio
Capelania hospitalar aula de apoioCapelania hospitalar aula de apoio
Capelania hospitalar aula de apoio
PrLinaldo Junior
 
Capelania e humaniza+ç+âo hospitalar
Capelania e humaniza+ç+âo hospitalarCapelania e humaniza+ç+âo hospitalar
Capelania e humaniza+ç+âo hospitalar
PrLinaldo Junior
 
Capelania hospitalar aula de introdu+ç+âo
Capelania hospitalar   aula de introdu+ç+âoCapelania hospitalar   aula de introdu+ç+âo
Capelania hospitalar aula de introdu+ç+âo
PrLinaldo Junior
 
10 aconselhamento pastoral
10 aconselhamento pastoral10 aconselhamento pastoral
10 aconselhamento pastoral
faculdadeteologica
 
ética cristã
ética cristãética cristã
ética cristã
faculdadeteologica
 
introdução à psicologia
introdução à psicologiaintrodução à psicologia
introdução à psicologia
faculdadeteologica
 
psicologia e liderança
psicologia e liderançapsicologia e liderança
psicologia e liderança
faculdadeteologica
 
aconselhamento pastoral
aconselhamento pastoralaconselhamento pastoral
aconselhamento pastoral
faculdadeteologica
 
psicologia da educação
psicologia da educaçãopsicologia da educação
psicologia da educação
faculdadeteologica
 
psicologia pastoral
psicologia pastoralpsicologia pastoral
psicologia pastoral
faculdadeteologica
 
1 legislação sobre casamento
1 legislação sobre casamento1 legislação sobre casamento
1 legislação sobre casamento
faculdadeteologica
 
8 juiz de paz eclesiástico
8 juiz de paz eclesiástico8 juiz de paz eclesiástico
8 juiz de paz eclesiástico
faculdadeteologica
 
psicologia da religião
psicologia da religiãopsicologia da religião
psicologia da religião
faculdadeteologica
 
psicologia familiar
psicologia familiarpsicologia familiar
psicologia familiar
faculdadeteologica
 
7 a cerimônia de casamento
7 a cerimônia de casamento7 a cerimônia de casamento
7 a cerimônia de casamento
faculdadeteologica
 

Destaque (20)

10 legislação capelania
10 legislação capelania10 legislação capelania
10 legislação capelania
 
9 capelania comunitária e social
9 capelania comunitária e social9 capelania comunitária e social
9 capelania comunitária e social
 
5 aconselhamento pastoral
5 aconselhamento pastoral5 aconselhamento pastoral
5 aconselhamento pastoral
 
2 capelania pastoral
2 capelania pastoral2 capelania pastoral
2 capelania pastoral
 
Psicologia pastoral
Psicologia pastoralPsicologia pastoral
Psicologia pastoral
 
Capelania hospitalar aula de apoio
Capelania hospitalar aula de apoioCapelania hospitalar aula de apoio
Capelania hospitalar aula de apoio
 
Capelania e humaniza+ç+âo hospitalar
Capelania e humaniza+ç+âo hospitalarCapelania e humaniza+ç+âo hospitalar
Capelania e humaniza+ç+âo hospitalar
 
Capelania hospitalar aula de introdu+ç+âo
Capelania hospitalar   aula de introdu+ç+âoCapelania hospitalar   aula de introdu+ç+âo
Capelania hospitalar aula de introdu+ç+âo
 
10 aconselhamento pastoral
10 aconselhamento pastoral10 aconselhamento pastoral
10 aconselhamento pastoral
 
ética cristã
ética cristãética cristã
ética cristã
 
introdução à psicologia
introdução à psicologiaintrodução à psicologia
introdução à psicologia
 
psicologia e liderança
psicologia e liderançapsicologia e liderança
psicologia e liderança
 
aconselhamento pastoral
aconselhamento pastoralaconselhamento pastoral
aconselhamento pastoral
 
psicologia da educação
psicologia da educaçãopsicologia da educação
psicologia da educação
 
psicologia pastoral
psicologia pastoralpsicologia pastoral
psicologia pastoral
 
1 legislação sobre casamento
1 legislação sobre casamento1 legislação sobre casamento
1 legislação sobre casamento
 
8 juiz de paz eclesiástico
8 juiz de paz eclesiástico8 juiz de paz eclesiástico
8 juiz de paz eclesiástico
 
psicologia da religião
psicologia da religiãopsicologia da religião
psicologia da religião
 
psicologia familiar
psicologia familiarpsicologia familiar
psicologia familiar
 
7 a cerimônia de casamento
7 a cerimônia de casamento7 a cerimônia de casamento
7 a cerimônia de casamento
 

Semelhante a 4 ética na capelania

Lição 1- O que É Ética Cristã
Lição 1- O que É Ética Cristã Lição 1- O que É Ética Cristã
Lição 1- O que É Ética Cristã
Hamilton Souza
 
ENSINANDO VALORES CRISTÃOS esees valores correspondem aos crsitãos protestantes
ENSINANDO VALORES CRISTÃOS esees valores correspondem  aos crsitãos protestantesENSINANDO VALORES CRISTÃOS esees valores correspondem  aos crsitãos protestantes
ENSINANDO VALORES CRISTÃOS esees valores correspondem aos crsitãos protestantes
cassio franca
 
LBA LIÇÃO 1 - O que é ética cristã
LBA LIÇÃO 1 - O que é ética cristãLBA LIÇÃO 1 - O que é ética cristã
LBA LIÇÃO 1 - O que é ética cristã
Natalino das Neves Neves
 
Lição 8 - A Igreja e sua Influência na Sociedade
Lição 8 - A Igreja e sua Influência na SociedadeLição 8 - A Igreja e sua Influência na Sociedade
Lição 8 - A Igreja e sua Influência na Sociedade
Éder Tomé
 
1 história do cristianismo - 1ª aula
1   história do cristianismo - 1ª aula1   história do cristianismo - 1ª aula
1 história do cristianismo - 1ª aula
PIB Penha
 
EBD - O comportamento do Crente para ser luze.pptx
EBD - O comportamento do Crente para ser luze.pptxEBD - O comportamento do Crente para ser luze.pptx
EBD - O comportamento do Crente para ser luze.pptx
ValdineyRodriguesBez1
 
Teologia pastoral ibaderj
Teologia pastoral ibaderjTeologia pastoral ibaderj
Teologia pastoral ibaderj
Dangelo Nascimento
 
INTRODUÇÃO A TEOLOGIA.pdf-Copy.pdf
INTRODUÇÃO A TEOLOGIA.pdf-Copy.pdfINTRODUÇÃO A TEOLOGIA.pdf-Copy.pdf
INTRODUÇÃO A TEOLOGIA.pdf-Copy.pdf
jeffersonrodriguesal1
 
Princípios Doutrinários
Princípios DoutrináriosPrincípios Doutrinários
Princípios Doutrinários
Jessé Lopes
 
2022 1º Trimestre Adulto Lição 08.pptx
2022 1º Trimestre Adulto Lição 08.pptx2022 1º Trimestre Adulto Lição 08.pptx
2022 1º Trimestre Adulto Lição 08.pptx
Joel Silva
 
Lição 1 - O que é Ética Cristã
Lição 1 - O que é Ética Cristã Lição 1 - O que é Ética Cristã
Lição 1 - O que é Ética Cristã
Éder Tomé
 
A bíblia e a fé cristã (1)
A bíblia e a fé cristã (1)A bíblia e a fé cristã (1)
A bíblia e a fé cristã (1)
Recife Metro
 
Lição 10 O jovem e a consagração
Lição 10 O jovem e a consagraçãoLição 10 O jovem e a consagração
Lição 10 O jovem e a consagração
boasnovassena
 
ÉTica cristã slides aula 3
ÉTica cristã   slides aula 3ÉTica cristã   slides aula 3
ÉTica cristã slides aula 3
Jose Ventura
 
A igreja e a lei de deus
A igreja e a lei de deusA igreja e a lei de deus
A igreja e a lei de deus
Elson Juvenal Pinto Loureiro
 
Apresentação1111.pptx
Apresentação1111.pptxApresentação1111.pptx
Apresentação1111.pptx
ValmirPires5
 
Reino de Deus no mundo
Reino de Deus no mundoReino de Deus no mundo
Reino de Deus no mundo
Jean Francesco
 
Teologia moral frei oton - aula 1
Teologia moral   frei oton - aula 1Teologia moral   frei oton - aula 1
Teologia moral frei oton - aula 1
Zé Vitor Rabelo
 
Teologia moral frei oton - aula 1
Teologia moral   frei oton - aula 1Teologia moral   frei oton - aula 1
Teologia moral frei oton - aula 1
Zé Vitor Rabelo
 
Lição 03: O perigo do Ensino Progressista.pptx
Lição 03: O perigo do Ensino Progressista.pptxLição 03: O perigo do Ensino Progressista.pptx
Lição 03: O perigo do Ensino Progressista.pptx
Celso Napoleon
 

Semelhante a 4 ética na capelania (20)

Lição 1- O que É Ética Cristã
Lição 1- O que É Ética Cristã Lição 1- O que É Ética Cristã
Lição 1- O que É Ética Cristã
 
ENSINANDO VALORES CRISTÃOS esees valores correspondem aos crsitãos protestantes
ENSINANDO VALORES CRISTÃOS esees valores correspondem  aos crsitãos protestantesENSINANDO VALORES CRISTÃOS esees valores correspondem  aos crsitãos protestantes
ENSINANDO VALORES CRISTÃOS esees valores correspondem aos crsitãos protestantes
 
LBA LIÇÃO 1 - O que é ética cristã
LBA LIÇÃO 1 - O que é ética cristãLBA LIÇÃO 1 - O que é ética cristã
LBA LIÇÃO 1 - O que é ética cristã
 
Lição 8 - A Igreja e sua Influência na Sociedade
Lição 8 - A Igreja e sua Influência na SociedadeLição 8 - A Igreja e sua Influência na Sociedade
Lição 8 - A Igreja e sua Influência na Sociedade
 
1 história do cristianismo - 1ª aula
1   história do cristianismo - 1ª aula1   história do cristianismo - 1ª aula
1 história do cristianismo - 1ª aula
 
EBD - O comportamento do Crente para ser luze.pptx
EBD - O comportamento do Crente para ser luze.pptxEBD - O comportamento do Crente para ser luze.pptx
EBD - O comportamento do Crente para ser luze.pptx
 
Teologia pastoral ibaderj
Teologia pastoral ibaderjTeologia pastoral ibaderj
Teologia pastoral ibaderj
 
INTRODUÇÃO A TEOLOGIA.pdf-Copy.pdf
INTRODUÇÃO A TEOLOGIA.pdf-Copy.pdfINTRODUÇÃO A TEOLOGIA.pdf-Copy.pdf
INTRODUÇÃO A TEOLOGIA.pdf-Copy.pdf
 
Princípios Doutrinários
Princípios DoutrináriosPrincípios Doutrinários
Princípios Doutrinários
 
2022 1º Trimestre Adulto Lição 08.pptx
2022 1º Trimestre Adulto Lição 08.pptx2022 1º Trimestre Adulto Lição 08.pptx
2022 1º Trimestre Adulto Lição 08.pptx
 
Lição 1 - O que é Ética Cristã
Lição 1 - O que é Ética Cristã Lição 1 - O que é Ética Cristã
Lição 1 - O que é Ética Cristã
 
A bíblia e a fé cristã (1)
A bíblia e a fé cristã (1)A bíblia e a fé cristã (1)
A bíblia e a fé cristã (1)
 
Lição 10 O jovem e a consagração
Lição 10 O jovem e a consagraçãoLição 10 O jovem e a consagração
Lição 10 O jovem e a consagração
 
ÉTica cristã slides aula 3
ÉTica cristã   slides aula 3ÉTica cristã   slides aula 3
ÉTica cristã slides aula 3
 
A igreja e a lei de deus
A igreja e a lei de deusA igreja e a lei de deus
A igreja e a lei de deus
 
Apresentação1111.pptx
Apresentação1111.pptxApresentação1111.pptx
Apresentação1111.pptx
 
Reino de Deus no mundo
Reino de Deus no mundoReino de Deus no mundo
Reino de Deus no mundo
 
Teologia moral frei oton - aula 1
Teologia moral   frei oton - aula 1Teologia moral   frei oton - aula 1
Teologia moral frei oton - aula 1
 
Teologia moral frei oton - aula 1
Teologia moral   frei oton - aula 1Teologia moral   frei oton - aula 1
Teologia moral frei oton - aula 1
 
Lição 03: O perigo do Ensino Progressista.pptx
Lição 03: O perigo do Ensino Progressista.pptxLição 03: O perigo do Ensino Progressista.pptx
Lição 03: O perigo do Ensino Progressista.pptx
 

Mais de faculdadeteologica

10 escatologia em apocalípse iii
10 escatologia em apocalípse iii10 escatologia em apocalípse iii
10 escatologia em apocalípse iii
faculdadeteologica
 
9 escatologia em apocalípse ii
9 escatologia em apocalípse ii9 escatologia em apocalípse ii
9 escatologia em apocalípse ii
faculdadeteologica
 
8 escatologia em apocalípse i
8 escatologia em apocalípse i8 escatologia em apocalípse i
8 escatologia em apocalípse i
faculdadeteologica
 
4 fundamentos bíblicos escatológicos ii
4 fundamentos bíblicos escatológicos ii4 fundamentos bíblicos escatológicos ii
4 fundamentos bíblicos escatológicos ii
faculdadeteologica
 
5 conceitos escatológicos
5 conceitos escatológicos5 conceitos escatológicos
5 conceitos escatológicos
faculdadeteologica
 
6 escatologia em isaías
6 escatologia em isaías6 escatologia em isaías
6 escatologia em isaías
faculdadeteologica
 
7 escatologia em daniel
7 escatologia em daniel7 escatologia em daniel
7 escatologia em daniel
faculdadeteologica
 
8 escatologia em apocalípse i
8 escatologia em apocalípse i8 escatologia em apocalípse i
8 escatologia em apocalípse i
faculdadeteologica
 
9 escatologia em apocalípse ii
9 escatologia em apocalípse ii9 escatologia em apocalípse ii
9 escatologia em apocalípse ii
faculdadeteologica
 
10 escatologia em apocalípse iii
10 escatologia em apocalípse iii10 escatologia em apocalípse iii
10 escatologia em apocalípse iii
faculdadeteologica
 
3 fundamentos bíblicos escatológicos i
3 fundamentos bíblicos escatológicos i3 fundamentos bíblicos escatológicos i
3 fundamentos bíblicos escatológicos i
faculdadeteologica
 
2 introdução à escatologia ii
2 introdução à escatologia ii2 introdução à escatologia ii
2 introdução à escatologia ii
faculdadeteologica
 
1 introdução à escatologia i
1 introdução à escatologia i1 introdução à escatologia i
1 introdução à escatologia i
faculdadeteologica
 
8 natureza e missão da teologia
8 natureza e missão da teologia8 natureza e missão da teologia
8 natureza e missão da teologia
faculdadeteologica
 
10 mobilização missionária
10 mobilização missionária10 mobilização missionária
10 mobilização missionária
faculdadeteologica
 
9 missão urbana
9 missão urbana9 missão urbana
9 missão urbana
faculdadeteologica
 
7 teologia da missão
7 teologia da missão7 teologia da missão
7 teologia da missão
faculdadeteologica
 
6 a missão da igreja
6 a missão da igreja6 a missão da igreja
6 a missão da igreja
faculdadeteologica
 
5 missão integral das igrejas
5 missão integral das igrejas5 missão integral das igrejas
5 missão integral das igrejas
faculdadeteologica
 
4 antropologia missionária
4 antropologia missionária4 antropologia missionária
4 antropologia missionária
faculdadeteologica
 

Mais de faculdadeteologica (20)

10 escatologia em apocalípse iii
10 escatologia em apocalípse iii10 escatologia em apocalípse iii
10 escatologia em apocalípse iii
 
9 escatologia em apocalípse ii
9 escatologia em apocalípse ii9 escatologia em apocalípse ii
9 escatologia em apocalípse ii
 
8 escatologia em apocalípse i
8 escatologia em apocalípse i8 escatologia em apocalípse i
8 escatologia em apocalípse i
 
4 fundamentos bíblicos escatológicos ii
4 fundamentos bíblicos escatológicos ii4 fundamentos bíblicos escatológicos ii
4 fundamentos bíblicos escatológicos ii
 
5 conceitos escatológicos
5 conceitos escatológicos5 conceitos escatológicos
5 conceitos escatológicos
 
6 escatologia em isaías
6 escatologia em isaías6 escatologia em isaías
6 escatologia em isaías
 
7 escatologia em daniel
7 escatologia em daniel7 escatologia em daniel
7 escatologia em daniel
 
8 escatologia em apocalípse i
8 escatologia em apocalípse i8 escatologia em apocalípse i
8 escatologia em apocalípse i
 
9 escatologia em apocalípse ii
9 escatologia em apocalípse ii9 escatologia em apocalípse ii
9 escatologia em apocalípse ii
 
10 escatologia em apocalípse iii
10 escatologia em apocalípse iii10 escatologia em apocalípse iii
10 escatologia em apocalípse iii
 
3 fundamentos bíblicos escatológicos i
3 fundamentos bíblicos escatológicos i3 fundamentos bíblicos escatológicos i
3 fundamentos bíblicos escatológicos i
 
2 introdução à escatologia ii
2 introdução à escatologia ii2 introdução à escatologia ii
2 introdução à escatologia ii
 
1 introdução à escatologia i
1 introdução à escatologia i1 introdução à escatologia i
1 introdução à escatologia i
 
8 natureza e missão da teologia
8 natureza e missão da teologia8 natureza e missão da teologia
8 natureza e missão da teologia
 
10 mobilização missionária
10 mobilização missionária10 mobilização missionária
10 mobilização missionária
 
9 missão urbana
9 missão urbana9 missão urbana
9 missão urbana
 
7 teologia da missão
7 teologia da missão7 teologia da missão
7 teologia da missão
 
6 a missão da igreja
6 a missão da igreja6 a missão da igreja
6 a missão da igreja
 
5 missão integral das igrejas
5 missão integral das igrejas5 missão integral das igrejas
5 missão integral das igrejas
 
4 antropologia missionária
4 antropologia missionária4 antropologia missionária
4 antropologia missionária
 

Último

Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
AndreyCamarini
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
PIB Penha
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
PIB Penha
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
PIB Penha
 
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptxPalestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
NEDIONOSSOMUNDO
 
Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1
CleideTeles3
 
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
marcusviniciussabino1
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
PIB Penha
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Celso Napoleon
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Ricardo Azevedo
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
PIB Penha
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
Nilson Almeida
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Celso Napoleon
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
PIB Penha
 

Último (14)

Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
 
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptxPalestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
 
Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1
 
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
 

4 ética na capelania

  • 2. É instrumento de princípios que formam e dão sentido à vida normal. É a marca registrada de cada crente, sua comunhão com Deus. 1- Uma pessoa Nascida de Novo: Torna-se necessário que o homem nasça do céu para as coisas do céu. Exemplo: (Jo 3.3) e (Jo 10.10) ÉTICA NA CAPELANIA
  • 3. 2- Sal da Terra: O crente possui a singular responsabilidade de conservar a sua identidade com Deus, comunicar sabor ao ambiente, deliberadamente. 3- Luz do Mundo: A luz brilha e se opõe as trevas, ele representa Cristo através das suas atitudes (Mt 5.16). ÉTICA NA CAPELANIA
  • 4. 4- Testemunha de Jesus Cristo: A vida frutífera alcançada através da comunhão com Cristo. Contou aos outros os que fizeram em seu benefício e uma das formas salvitares de manter a benção recebida. ÉTICA NA CAPELANIA
  • 5. Ética Pastoral É uma responsabilidade de grande valor, que tem implicações no céu, na terra e no inferno. Como cooperador de Deus (I Co 3.9) e embaixador de Cristo (II Cor 5.20), é constituído no maior instrumento humano, destinado pela providência divina como senção para mundo. ÉTICA NA CAPELANIA
  • 6. Desenvolvendo uma abordagem pastoral: O pastor tem por dever espiritual e moral só fazer coisas certas, diante de Deus, da igreja e dos homens. ÉTICA NA CAPELANIA
  • 7. O seu testemunho é fundamental para o êxito da obra que lhe é confiada pelo Senhor. Nos dias atuais, o nome do pastor tem sido grandemente desgastado com escândalos, por falta de zelo ministerial, perdendo a nobre missão de ministro do Evangelho de Cristo. ÉTICA NA CAPELANIA
  • 8. É indispensável adotar princípios éticos, emanados da Palavra de Deus, para que o ministério seja abençoado. ÉTICA NA CAPELANIA
  • 9. Conceitos: Origem da palavra ética: Vem do grego ethos, que significa costume, disposição, hábito. No latim, vê de mos, com o significado de costume, uso, regra. ÉTICA NA CAPELANIA
  • 10. Definição: “A teoria da Natureza do bem e como ele pode ser alcançado”. Mostra o que é bom, mau, certo ou errado; o que deve ou não deve ser feito. Em resumo: “A ética é a conduta ideal do indivíduo”. ÉTICA NA CAPELANIA
  • 11. • Ética Cristã: Podemos dizer que é o conjunto de regras de conduta aceitas pelos cristãos, tendo por fundamento a Palavra de Deus. • Ética Pastoral: É a parte da Ética Cristã aplicada à conduta do ministro evangélico. Pode ser entendida, também, como Ética Ministerial. ÉTICA NA CAPELANIA
  • 12. Abordagens Éticas: Antinomismo: É a falta de normas. Tudo depende das pessoas, das circunstâncias. É subjetivista: cada um faz o que entende ser o melhor sob um ponto de vista (Jz 17.6; 21.26). ÉTICA NA CAPELANIA
  • 13. Generalismo: Aceitas normas, mas elas não devem ser universais. Baseia-se no utilitarismo. As normas só têm valor dependendo do resultado de sua aplicação. “Os fins justificam os Meios”. ÉTICA NA CAPELANIA
  • 14. Situacionismo: É um meio-termo entre antinomismo e o generalismo. O primeiro não tem regra nenhuma; o segundo tem regra para tudo, mas elas não são universais. O situacionismo só tem uma regra: a do amor. ÉTICA NA CAPELANIA
  • 15. Segundo eles, baseiam-se em Cristo, que resumiu a Lei (Normas) numa palavra: amar a Deus e ao próximo (Mt 23.34-40). Mas admitem certas condutas discutíveis a luz da Bíblia. Ex.: O Adultério para salvar a família da fome. ÉTICA NA CAPELANIA
  • 16. Demonstração da ética cristã Há determinadas coisas que não se consegue esconder por muito tempo, a sabedoria, tolice, riqueza, pobreza, beleza e a feiúra, na vida espiritual não se conseguem esconder por muito tempo: uma violenta de retidão e uma vida de hipocrisia (Mt 5.14) são impossíveis se esconder por muito tempo as virtudes de uma vida que vive em comunhão com Deus, deve ser mantido com cooperação com o próximo e com a sociedade de um modo geral. ÉTICA NA CAPELANIA
  • 17. Pecálogo (os dez mandamentos) foi o primeiro ético, dado pelo Senhor com o propósito de regular o comportamento humano no cumprimento de seus deveres para consigo mesmo. ÉTICA NA CAPELANIA
  • 18. As doutrinas do homem e do pecado brotam o que o homem foi, e poderá ser desde sua conscientização, do propósito de Deus para sua vida, com relação aderência voluntária ao pecado, a obra do Espírito Santo no homem, as obras de suas mãos, para viver uma vida proveitosa, devemos fazer a vontade divina. ÉTICA NA CAPELANIA