SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 21
Baixar para ler offline
Tribunal de Cristo
Por Moisés Sampaio
Texto base
   “Porque todos devemos comparecer ante o
    tribunal de Cristo, para que cada um receba
    segundo o que tiver feito por meio do corpo,
    bem ou mal” (2 Co 5.10).
Definição - Tribunal
 Duas palavras distintas na língua original
  do Novo Testamento esclarecem bem o
  sentido da palavra tribunal:
 criterion, conforme está em Tg 2.6 e 1 Co
  6.2,4; e
 bimá, encontrada em 2 Co 5.10
Significado da palavra criterion
   O termo criterion significa “instrumento
    ou meio para provar ou julgar qualquer
    coisa”. Ou seja: “a regra pela qual alguém
    julga”, ou “o lugar onde se faz um juízo”, o
    tribunal de um juiz ou de juízes.
Significado da palavra bimá
 O termo bimá comumente significa uma
  “plataforma ou um banco de assento
  onde o juiz julga”.
 Havia naqueles tempos tribunais militares
  e, também, o tribunal (bimá ou assento)
  da recompensa, especialmente utilizado
  nos jogos gregos de Atenas. Os atletas
  vencedores eram julgados perante o juiz
  da arena e galardoados por suas vitórias.
I. Tribunal de Cristo
O tribunal de Cristo será um trono de concessão de prêmios
aos vencedores deste mundo tenebroso.


  É o julgamento das obras do cristão e a
  entrega do seu galardão.
(veja I Cor. 4:5, II Tim. 4:8 e Apoc. 22:12);




                        Moisés Sampaio
Quando se dará
           Tribunal    Ceia
           de Cristo
                                  Logo após o
               1       2           arrebatamento
               Bodas               da igreja e antes
                                   da volta de Jesus
                                   em glória
                                  Se dará no céu
                                  Trata dos
                                   galardões e não
                                   da salvação.



                Moisés Sampaio
II. ASPECTOS GERAIS DO TRIBUNAL DE
CRISTO
    1. O tempo. Ele se dará logo depois do arrebatamento da
     Igreja.
    2. O lugar. Uma vez que a Igreja arrebatada estará nos
     céus, a instalação do tribunal de Cristo deverá ser nas
     regiões celestiais.
    3. O juiz. O apóstolo Paulo declara que o exame das obras
     dos crentes será realizado perante o Filho de Deus (2 Co
     5.10). O próprio Jesus falou que todo o juízo é colocado
     nas mãos do Filho de Deus. Faz parte da exaltação de
     Cristo depois de Sua conquista no Calvário receber do Pai
     toda a autoridade e poder para julgar.
Quem será julgado no tribunal?
    4. Os julgados. Os santos remidos por
     Cristo. O texto de 2 Co 5.1-10 fala daqueles
     que lutam nesta vida para alcançarem o
     privilégio de serem revestidos de uma
     habitação espiritual no céu. Não haverá
     discriminação nesse lugar. Só entrarão os
     salvos, os remidos. Não haverá lugar nesse
     tribunal para julgamento condenatório.
III. COMO PROCEDERÁ O TRIBUNAL DE
CRISTO
1.   A forma do exame.
2.   Os materiais da obra de cada
     crente
3.   A obra de cada um será provada
4.   O juízo que determinará a
     qualidade das obras feitas
1. A forma do exame.
 E claro que não se trata de examinar quem será
  salvo ou não.
 Todo crente está livre do Juízo se permanecer
  fiel até o fim (Rm 8.1; Jo 5.24; 1 Jo 4.17). Então,
  o julgamento não tratará da questão do pecado,
  de condenação, uma vez que o pecado já foi
  abolido na vida do crente e, por isso, ele estará
  no céu.
Como Será

   Individual — “Manifesta se tornará a obra de cada
    um” (I Cor. 3:13); “Cada um de nós dará contas de si
    mesmo a Deus” (Rom. 14:12); veja também I Cor. 4:5 e
    II Cor. 5:10.
   Total — “Importa que todos nós compareçamos
    perante o Tribunal de Cristo” (II Cor. 5:10). Todo
    cristão, independente de como está sua vida espiritual,
    se é ou não batizado, todos seremos julgados.
   Espiritual — Sentimentos carnais como inveja e
    descontentamento não estragarão este julgamento; nós
    já teremos sido transformados (I Cor. 15:51-52), e
    iremos reconhecer a justiça daquilo que recebermos.


                    Moisés Sampaio
2. Os materiais da obra de cada crente

 (1 Co 3.12). O apóstolo Paulo mencionou seis
  diferentes materiais que, figurativamente,
  representam os elementos que empregamos na
  construção de nossa vida cristã.
 Os materiais são indicados como ouro, prata,
  pedras preciosas, madeira, feno e palha.
 Os três primeiros são resistentes ao fogo do
  julgamento de Cristo. Os três últimos são
  frágeis e não resistem ao juízo de fogo.
Materiais = Nossas Obras
  Qual desses materias é resiste ao fogo?


        ouro                           Madeira



         prata                         feno




         Pedras preciosas              palha




                      Moisés Sampaio
3. A obra de cada um será
provada
 (1 Co 3.13-15). O tribunal de Cristo avaliará
  os materiais que temos utilizado na construção
  do edifício da nossa vida cristã.
 As obras feitas com madeira, feno e palha serão
  manifestas naquele dia, e o galardão será
  consoante à avaliação divina.
 Os materiais de madeira, feno e palha são
  inflamáveis e perecíveis, por isso, tudo o que for
  construído com eles não subsistirá
4. O juízo que determinará a
qualidade das obras feitas
 (2 Co 5.10). Será avaliada e determinada se as
  obras são boas ou más.
 A palavra “mal” na língua grega aparece como
  kakos ou poneros, e ambas significam aquilo que
  é eticamente mal. Tem o sentido de se estar
  praticando alguma coisa de total inutilidade.
 obras más = era a prática de coisas sem
  utilidade alguma, feitas com materiais
  espiritualmente imprestáveis.
O Que Será Julgado

   a) Os Motivos — I Cor. 4:1-5 — Deus, naquele dia, “manifestará
    os desígnios do coração” (v.5). Não basta servir; é preciso servir
    por amor.Você trabalha porque ama ao Senhor, ou porque quer
    se engrandecer?

   b) Os Materiais — I Cor. 3:12-15 — O Senhor também irá
    testar se aquilo que você construiu está de acordo com a Palavra
    de Deus (é ouro, prata, pedras preciosas), ou se é invenção humana
    (madeira, feno, palha).Você procura, no seu serviço cristão, fazer o
    que Deus manda, ou você está se esforçando (em vão) para
    promover teorias humanas?

   c) Os Métodos — II Cor. 5:10 — Cada um receberá segundo o
    bem ou o mal que tiver feito. Mesmo que seus motivos sejam
    sinceros, e mesmo que aquilo que está sendo feito seja correto, os
    seus métodos tem a aprovação divina? Por exemplo, você se
    contenta em “pregar a Cristo, e este crucificado”, ou acha
    necessário utilizar métodos humanos mais “modernos”?
                       Moisés Sampaio
O galardão
   E reinarão com ele mil anos Apocalipse 20:6
   E lhe darei poder sobre as nações Apocalipse 2:26
   E concederei que se assente comigo no meu trono Apocalipse
    3:21
   Receberão coroas:
    ◦ Coroa Incorruptível (I Cor. 9:25-27) — para quem vence a carne;
    ◦ Coroa de Justiça (II Tim. 4:8) — para aqueles que amam a Sua
      vinda;
    ◦ Coroa da Vida (Tiago 1:12) — para aqueles que suportam as
      provações por amor do Senhor;
    ◦ Coroa da Glória (I Ped. 5:4) — para aqueles que cuidarem
      fielmente do rebanho (vs. 1-3)




                              Moisés Sampaio
O Motivo do Julgamento

 É importante frisar que este
  julgamento não é para decidir o
  destino eterno do cristão.
 este julgamento tem a finalidade de
  recompensar o serviço dos servos de
  Deus.




            Moisés Sampaio
A lição maior
   Consiste em atentarmos diligentemente
    para a nossa responsabilidade individual
    como cristãos no que se refere às ações
    tanto as de caráter social quanto as
    espirituais praticadas em benefício do
    reino de Deus.
Obrigado
 Pastor Moisés Sampaio
 www.moisessampaio.com
 prmoisessampaio@gmail.com

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

6. sinais da volta de jesus
6. sinais da volta de jesus6. sinais da volta de jesus
6. sinais da volta de jesus
Moisés Sampaio
 
Aula de pneumatologia
Aula de pneumatologiaAula de pneumatologia
Aula de pneumatologia
Alberto Nery
 
2. o estado intermediario dos mortos
2. o estado intermediario dos mortos2. o estado intermediario dos mortos
2. o estado intermediario dos mortos
Moisés Sampaio
 

Mais procurados (20)

Apocalipse
ApocalipseApocalipse
Apocalipse
 
Soteriologia - Doutrina da Salvação
Soteriologia - Doutrina da SalvaçãoSoteriologia - Doutrina da Salvação
Soteriologia - Doutrina da Salvação
 
Palestra escatologia bíblica
Palestra escatologia bíblicaPalestra escatologia bíblica
Palestra escatologia bíblica
 
O tribunal de cristo
O tribunal de cristoO tribunal de cristo
O tribunal de cristo
 
EBD CPAD lições bíblicas 1°trimestre 2016 lição 1 Escatologia , o estudo das ...
EBD CPAD lições bíblicas 1°trimestre 2016 lição 1 Escatologia , o estudo das ...EBD CPAD lições bíblicas 1°trimestre 2016 lição 1 Escatologia , o estudo das ...
EBD CPAD lições bíblicas 1°trimestre 2016 lição 1 Escatologia , o estudo das ...
 
Uma vida cristã equilibrada
Uma vida cristã equilibradaUma vida cristã equilibrada
Uma vida cristã equilibrada
 
Lição 11 - A Ressurreição de Jesus Cristo
Lição 11 - A Ressurreição de Jesus CristoLição 11 - A Ressurreição de Jesus Cristo
Lição 11 - A Ressurreição de Jesus Cristo
 
Lição 7 - A ordenança do batismo em águas
Lição 7 - A ordenança do batismo em águasLição 7 - A ordenança do batismo em águas
Lição 7 - A ordenança do batismo em águas
 
6. sinais da volta de jesus
6. sinais da volta de jesus6. sinais da volta de jesus
6. sinais da volta de jesus
 
Lição 11 - A segunda vinda de cristo
Lição 11 - A segunda vinda de cristoLição 11 - A segunda vinda de cristo
Lição 11 - A segunda vinda de cristo
 
A Grande Tribulação
A Grande TribulaçãoA Grande Tribulação
A Grande Tribulação
 
Agrande tribulação 4
Agrande tribulação 4Agrande tribulação 4
Agrande tribulação 4
 
EBD CPAD LIÇÕES BÍBLICAS 1° TRIMESTRE 2016 Lição 11 O juizo final.
EBD CPAD LIÇÕES BÍBLICAS 1° TRIMESTRE 2016 Lição 11 O juizo final.EBD CPAD LIÇÕES BÍBLICAS 1° TRIMESTRE 2016 Lição 11 O juizo final.
EBD CPAD LIÇÕES BÍBLICAS 1° TRIMESTRE 2016 Lição 11 O juizo final.
 
Escatologia, o estudo das últimas coisas
Escatologia, o estudo das últimas coisas Escatologia, o estudo das últimas coisas
Escatologia, o estudo das últimas coisas
 
Aula de pneumatologia
Aula de pneumatologiaAula de pneumatologia
Aula de pneumatologia
 
Estudo Sobre o Espírito Santo
Estudo Sobre o Espírito SantoEstudo Sobre o Espírito Santo
Estudo Sobre o Espírito Santo
 
Panorama do NT - Apocalipse
Panorama do NT - ApocalipsePanorama do NT - Apocalipse
Panorama do NT - Apocalipse
 
Escatologia 3
Escatologia 3Escatologia 3
Escatologia 3
 
2. o estado intermediario dos mortos
2. o estado intermediario dos mortos2. o estado intermediario dos mortos
2. o estado intermediario dos mortos
 
Os Perigos das Obras da Carne
Os Perigos das Obras da CarneOs Perigos das Obras da Carne
Os Perigos das Obras da Carne
 

Destaque

O ministério de evangelista
O ministério de evangelistaO ministério de evangelista
O ministério de evangelista
Moisés Sampaio
 

Destaque (7)

A viúva de sarepta
A viúva de sareptaA viúva de sarepta
A viúva de sarepta
 
Lição 07 Eliseu e o milagre da multiplicação do azeite - IEADMS
Lição 07    Eliseu e o milagre da multiplicação do azeite - IEADMSLição 07    Eliseu e o milagre da multiplicação do azeite - IEADMS
Lição 07 Eliseu e o milagre da multiplicação do azeite - IEADMS
 
Jesus e o dinheiro
Jesus e o dinheiroJesus e o dinheiro
Jesus e o dinheiro
 
O ministério de evangelista
O ministério de evangelistaO ministério de evangelista
O ministério de evangelista
 
LIÇÃO 06 - O TRIBUNAL DE CRISTO E OS GALARDÕES
LIÇÃO 06 - O TRIBUNAL DE CRISTO E OS GALARDÕESLIÇÃO 06 - O TRIBUNAL DE CRISTO E OS GALARDÕES
LIÇÃO 06 - O TRIBUNAL DE CRISTO E OS GALARDÕES
 
O grande tribunal de cristo 5
O grande tribunal de cristo 5O grande tribunal de cristo 5
O grande tribunal de cristo 5
 
O ministério do pastor
O ministério do pastorO ministério do pastor
O ministério do pastor
 

Semelhante a 8. tribunal de cristo

apocalipse-aula05-11-2016-julgamento-161105231108 (1).pptx
apocalipse-aula05-11-2016-julgamento-161105231108 (1).pptxapocalipse-aula05-11-2016-julgamento-161105231108 (1).pptx
apocalipse-aula05-11-2016-julgamento-161105231108 (1).pptx
Tiago Silva
 
otribunaldecristoeosgalardes-160114001623.pdf
otribunaldecristoeosgalardes-160114001623.pdfotribunaldecristoeosgalardes-160114001623.pdf
otribunaldecristoeosgalardes-160114001623.pdf
Tiago Silva
 

Semelhante a 8. tribunal de cristo (20)

apocalipse-aula05-11-2016-julgamento-161105231108 (1).pptx
apocalipse-aula05-11-2016-julgamento-161105231108 (1).pptxapocalipse-aula05-11-2016-julgamento-161105231108 (1).pptx
apocalipse-aula05-11-2016-julgamento-161105231108 (1).pptx
 
O tribunal de Cristo e os galardões - Lição 06 - 1ºTrimestre de 2016
O tribunal de Cristo e os galardões - Lição 06 - 1ºTrimestre de 2016O tribunal de Cristo e os galardões - Lição 06 - 1ºTrimestre de 2016
O tribunal de Cristo e os galardões - Lição 06 - 1ºTrimestre de 2016
 
Escatologia nº 4 tribunal de cristo e bodas do cordeiro
Escatologia nº 4  tribunal de cristo e bodas do cordeiroEscatologia nº 4  tribunal de cristo e bodas do cordeiro
Escatologia nº 4 tribunal de cristo e bodas do cordeiro
 
otribunaldecristoeosgalardes-160114001623.pdf
otribunaldecristoeosgalardes-160114001623.pdfotribunaldecristoeosgalardes-160114001623.pdf
otribunaldecristoeosgalardes-160114001623.pdf
 
4ª Aula - O Tribunal de Cristo
4ª Aula - O Tribunal de Cristo4ª Aula - O Tribunal de Cristo
4ª Aula - O Tribunal de Cristo
 
Lição 6 - O Tribunal de Cristo e os Galardões
Lição 6 - O Tribunal de Cristo e os GalardõesLição 6 - O Tribunal de Cristo e os Galardões
Lição 6 - O Tribunal de Cristo e os Galardões
 
O tribunal de cristo e os galardões lição 6 completa
O tribunal de cristo e os galardões   lição 6  completaO tribunal de cristo e os galardões   lição 6  completa
O tribunal de cristo e os galardões lição 6 completa
 
Igreja nova vida edb
Igreja nova vida edbIgreja nova vida edb
Igreja nova vida edb
 
LIÇÃO 06 - O TRIBUNAL DE CRISTO E OS GALARDÕES
LIÇÃO 06 - O TRIBUNAL DE CRISTO E OS GALARDÕESLIÇÃO 06 - O TRIBUNAL DE CRISTO E OS GALARDÕES
LIÇÃO 06 - O TRIBUNAL DE CRISTO E OS GALARDÕES
 
Ebd lição 6
Ebd lição 6Ebd lição 6
Ebd lição 6
 
Arrebatados
ArrebatadosArrebatados
Arrebatados
 
Arrebatados
ArrebatadosArrebatados
Arrebatados
 
Arrebatados
ArrebatadosArrebatados
Arrebatados
 
Arrebatados
ArrebatadosArrebatados
Arrebatados
 
EBD CPAD Lições bíblicas 1° trimestre 2016 lição 6 O tribunal e Cristo e os...
EBD CPAD Lições bíblicas  1° trimestre  2016 lição 6 O tribunal e Cristo e os...EBD CPAD Lições bíblicas  1° trimestre  2016 lição 6 O tribunal e Cristo e os...
EBD CPAD Lições bíblicas 1° trimestre 2016 lição 6 O tribunal e Cristo e os...
 
Rituais e cerimônias da igreja_Resumo_Liç_942012_Esc_Sab.
Rituais e cerimônias da igreja_Resumo_Liç_942012_Esc_Sab.Rituais e cerimônias da igreja_Resumo_Liç_942012_Esc_Sab.
Rituais e cerimônias da igreja_Resumo_Liç_942012_Esc_Sab.
 
Justificação estudo
Justificação estudoJustificação estudo
Justificação estudo
 
Estudo Breve de Escatologia, parte 2
Estudo Breve de Escatologia, parte 2Estudo Breve de Escatologia, parte 2
Estudo Breve de Escatologia, parte 2
 
Aula 3 ii coríntios
Aula 3   ii coríntiosAula 3   ii coríntios
Aula 3 ii coríntios
 
Destino eterno
Destino eternoDestino eterno
Destino eterno
 

Mais de Moisés Sampaio

As limitações dos discípulos
As limitações dos discípulosAs limitações dos discípulos
As limitações dos discípulos
Moisés Sampaio
 
O poder de Jesus sobre a natureza e os demônios
O poder de Jesus sobre a natureza e os demôniosO poder de Jesus sobre a natureza e os demônios
O poder de Jesus sobre a natureza e os demônios
Moisés Sampaio
 
Poder sobre as doenças e morte
Poder sobre as doenças e mortePoder sobre as doenças e morte
Poder sobre as doenças e morte
Moisés Sampaio
 
Jesus escolhe seus discípulos
Jesus escolhe seus discípulosJesus escolhe seus discípulos
Jesus escolhe seus discípulos
Moisés Sampaio
 
Não darás falso testemunho
Não darás falso testemunhoNão darás falso testemunho
Não darás falso testemunho
Moisés Sampaio
 

Mais de Moisés Sampaio (20)

As limitações dos discípulos
As limitações dos discípulosAs limitações dos discípulos
As limitações dos discípulos
 
O poder de Jesus sobre a natureza e os demônios
O poder de Jesus sobre a natureza e os demôniosO poder de Jesus sobre a natureza e os demônios
O poder de Jesus sobre a natureza e os demônios
 
Poder sobre as doenças e morte
Poder sobre as doenças e mortePoder sobre as doenças e morte
Poder sobre as doenças e morte
 
Mulheres que ajudaram Jesus
Mulheres que ajudaram JesusMulheres que ajudaram Jesus
Mulheres que ajudaram Jesus
 
Jesus escolhe seus discípulos
Jesus escolhe seus discípulosJesus escolhe seus discípulos
Jesus escolhe seus discípulos
 
A tentação de Jesus
A tentação de JesusA tentação de Jesus
A tentação de Jesus
 
A infância de Jesus
A infância de JesusA infância de Jesus
A infância de Jesus
 
O nascimento de Jesus
O nascimento de JesusO nascimento de Jesus
O nascimento de Jesus
 
O evangelho segundo Lucas
O evangelho segundo LucasO evangelho segundo Lucas
O evangelho segundo Lucas
 
A igreja e a lei de Deus
A igreja e a lei de DeusA igreja e a lei de Deus
A igreja e a lei de Deus
 
9 - Cafarnaum
9 - Cafarnaum9 - Cafarnaum
9 - Cafarnaum
 
8 - Mar da Galiléia
8 - Mar da Galiléia8 - Mar da Galiléia
8 - Mar da Galiléia
 
Não cobiçarás
Não cobiçarásNão cobiçarás
Não cobiçarás
 
7- Tiberíades
7- Tiberíades7- Tiberíades
7- Tiberíades
 
6 meggido
6   meggido6   meggido
6 meggido
 
Não darás falso testemunho
Não darás falso testemunhoNão darás falso testemunho
Não darás falso testemunho
 
5 - Monte Carmelo
5 - Monte Carmelo5 - Monte Carmelo
5 - Monte Carmelo
 
4 - Haifa
4 - Haifa4 - Haifa
4 - Haifa
 
3 - Cesaréia Marítima
3 - Cesaréia Marítima3 - Cesaréia Marítima
3 - Cesaréia Marítima
 
2-Jaffa
2-Jaffa2-Jaffa
2-Jaffa
 

8. tribunal de cristo

  • 1. Tribunal de Cristo Por Moisés Sampaio
  • 2. Texto base  “Porque todos devemos comparecer ante o tribunal de Cristo, para que cada um receba segundo o que tiver feito por meio do corpo, bem ou mal” (2 Co 5.10).
  • 3. Definição - Tribunal  Duas palavras distintas na língua original do Novo Testamento esclarecem bem o sentido da palavra tribunal:  criterion, conforme está em Tg 2.6 e 1 Co 6.2,4; e  bimá, encontrada em 2 Co 5.10
  • 4. Significado da palavra criterion  O termo criterion significa “instrumento ou meio para provar ou julgar qualquer coisa”. Ou seja: “a regra pela qual alguém julga”, ou “o lugar onde se faz um juízo”, o tribunal de um juiz ou de juízes.
  • 5. Significado da palavra bimá  O termo bimá comumente significa uma “plataforma ou um banco de assento onde o juiz julga”.  Havia naqueles tempos tribunais militares e, também, o tribunal (bimá ou assento) da recompensa, especialmente utilizado nos jogos gregos de Atenas. Os atletas vencedores eram julgados perante o juiz da arena e galardoados por suas vitórias.
  • 6. I. Tribunal de Cristo O tribunal de Cristo será um trono de concessão de prêmios aos vencedores deste mundo tenebroso. É o julgamento das obras do cristão e a entrega do seu galardão. (veja I Cor. 4:5, II Tim. 4:8 e Apoc. 22:12); Moisés Sampaio
  • 7. Quando se dará Tribunal Ceia de Cristo  Logo após o 1 2 arrebatamento Bodas da igreja e antes da volta de Jesus em glória  Se dará no céu  Trata dos galardões e não da salvação. Moisés Sampaio
  • 8. II. ASPECTOS GERAIS DO TRIBUNAL DE CRISTO  1. O tempo. Ele se dará logo depois do arrebatamento da Igreja.  2. O lugar. Uma vez que a Igreja arrebatada estará nos céus, a instalação do tribunal de Cristo deverá ser nas regiões celestiais.  3. O juiz. O apóstolo Paulo declara que o exame das obras dos crentes será realizado perante o Filho de Deus (2 Co 5.10). O próprio Jesus falou que todo o juízo é colocado nas mãos do Filho de Deus. Faz parte da exaltação de Cristo depois de Sua conquista no Calvário receber do Pai toda a autoridade e poder para julgar.
  • 9. Quem será julgado no tribunal?  4. Os julgados. Os santos remidos por Cristo. O texto de 2 Co 5.1-10 fala daqueles que lutam nesta vida para alcançarem o privilégio de serem revestidos de uma habitação espiritual no céu. Não haverá discriminação nesse lugar. Só entrarão os salvos, os remidos. Não haverá lugar nesse tribunal para julgamento condenatório.
  • 10. III. COMO PROCEDERÁ O TRIBUNAL DE CRISTO 1. A forma do exame. 2. Os materiais da obra de cada crente 3. A obra de cada um será provada 4. O juízo que determinará a qualidade das obras feitas
  • 11. 1. A forma do exame.  E claro que não se trata de examinar quem será salvo ou não.  Todo crente está livre do Juízo se permanecer fiel até o fim (Rm 8.1; Jo 5.24; 1 Jo 4.17). Então, o julgamento não tratará da questão do pecado, de condenação, uma vez que o pecado já foi abolido na vida do crente e, por isso, ele estará no céu.
  • 12. Como Será  Individual — “Manifesta se tornará a obra de cada um” (I Cor. 3:13); “Cada um de nós dará contas de si mesmo a Deus” (Rom. 14:12); veja também I Cor. 4:5 e II Cor. 5:10.  Total — “Importa que todos nós compareçamos perante o Tribunal de Cristo” (II Cor. 5:10). Todo cristão, independente de como está sua vida espiritual, se é ou não batizado, todos seremos julgados.  Espiritual — Sentimentos carnais como inveja e descontentamento não estragarão este julgamento; nós já teremos sido transformados (I Cor. 15:51-52), e iremos reconhecer a justiça daquilo que recebermos. Moisés Sampaio
  • 13. 2. Os materiais da obra de cada crente  (1 Co 3.12). O apóstolo Paulo mencionou seis diferentes materiais que, figurativamente, representam os elementos que empregamos na construção de nossa vida cristã.  Os materiais são indicados como ouro, prata, pedras preciosas, madeira, feno e palha.  Os três primeiros são resistentes ao fogo do julgamento de Cristo. Os três últimos são frágeis e não resistem ao juízo de fogo.
  • 14. Materiais = Nossas Obras Qual desses materias é resiste ao fogo? ouro Madeira prata feno Pedras preciosas palha Moisés Sampaio
  • 15. 3. A obra de cada um será provada  (1 Co 3.13-15). O tribunal de Cristo avaliará os materiais que temos utilizado na construção do edifício da nossa vida cristã.  As obras feitas com madeira, feno e palha serão manifestas naquele dia, e o galardão será consoante à avaliação divina.  Os materiais de madeira, feno e palha são inflamáveis e perecíveis, por isso, tudo o que for construído com eles não subsistirá
  • 16. 4. O juízo que determinará a qualidade das obras feitas  (2 Co 5.10). Será avaliada e determinada se as obras são boas ou más.  A palavra “mal” na língua grega aparece como kakos ou poneros, e ambas significam aquilo que é eticamente mal. Tem o sentido de se estar praticando alguma coisa de total inutilidade.  obras más = era a prática de coisas sem utilidade alguma, feitas com materiais espiritualmente imprestáveis.
  • 17. O Que Será Julgado  a) Os Motivos — I Cor. 4:1-5 — Deus, naquele dia, “manifestará os desígnios do coração” (v.5). Não basta servir; é preciso servir por amor.Você trabalha porque ama ao Senhor, ou porque quer se engrandecer?  b) Os Materiais — I Cor. 3:12-15 — O Senhor também irá testar se aquilo que você construiu está de acordo com a Palavra de Deus (é ouro, prata, pedras preciosas), ou se é invenção humana (madeira, feno, palha).Você procura, no seu serviço cristão, fazer o que Deus manda, ou você está se esforçando (em vão) para promover teorias humanas?  c) Os Métodos — II Cor. 5:10 — Cada um receberá segundo o bem ou o mal que tiver feito. Mesmo que seus motivos sejam sinceros, e mesmo que aquilo que está sendo feito seja correto, os seus métodos tem a aprovação divina? Por exemplo, você se contenta em “pregar a Cristo, e este crucificado”, ou acha necessário utilizar métodos humanos mais “modernos”? Moisés Sampaio
  • 18. O galardão  E reinarão com ele mil anos Apocalipse 20:6  E lhe darei poder sobre as nações Apocalipse 2:26  E concederei que se assente comigo no meu trono Apocalipse 3:21  Receberão coroas: ◦ Coroa Incorruptível (I Cor. 9:25-27) — para quem vence a carne; ◦ Coroa de Justiça (II Tim. 4:8) — para aqueles que amam a Sua vinda; ◦ Coroa da Vida (Tiago 1:12) — para aqueles que suportam as provações por amor do Senhor; ◦ Coroa da Glória (I Ped. 5:4) — para aqueles que cuidarem fielmente do rebanho (vs. 1-3) Moisés Sampaio
  • 19. O Motivo do Julgamento  É importante frisar que este julgamento não é para decidir o destino eterno do cristão.  este julgamento tem a finalidade de recompensar o serviço dos servos de Deus. Moisés Sampaio
  • 20. A lição maior  Consiste em atentarmos diligentemente para a nossa responsabilidade individual como cristãos no que se refere às ações tanto as de caráter social quanto as espirituais praticadas em benefício do reino de Deus.
  • 21. Obrigado  Pastor Moisés Sampaio  www.moisessampaio.com  prmoisessampaio@gmail.com