SlideShare uma empresa Scribd logo
DISCIPLINA:
PSICOLOGIA B
- é representado por um tridente, semelhante à23ª letra do
alfabeto grego denominada psi.
- psicologia = psiche("alma,sopro”) + logos("estudo“), ou seja,
o “estudo daalma”.
PSICOLOGIA
OBJETO DE ESTUDO DA PSICOLOGIA
é o estudo científico do comportamento e dos
processos mentais.
Exemplos:falar alto,correr,corar
,dormir,
chorar
,abraçar
,beijar
,agredir
,ferir
…
Exemplos: Pensamento, Raciocínio, Sonhoe Sono,
Sensação e Perceção, Sentimentos, Atitudes …
Tarefa …
A complexidade do comportamento
humano implica que, para o
compreender
, apsicologia recorra ao
contributo de várias áreas do saber
.
Consolidando: OBJETO DE ESTUDO DA PSICOLOGIA
A psicologia é o estudo científico do
comportamento e dos processos mentais. (Def.)
Todos os tipos de comportamentos e de processos
mentais interessam à psicologia e não apenas as
perturbações ou desordens comportamentais e
mentais.
Sendo um estudo científico os psicólogos procuram
explicar e compreender certos factos, resolver
problemas.
A psicologia tem os seguintes objetivos:
•Descrever comportamentos e processos mentais com base na
observação sistemática
•Explicar por que razão ocorrem tais comportamentos e processos
mentais
•Predizer acontecimentos futuros com base em acontecimentos
passados
•Modificar comportamentos e processos mentais
A psicologia é o estudo científico do
comportamento e dos processos mentais.
O comportamento é toda a atividade que pode ser observada.
EX: Chorar, dormir, abraçar, ferir ou beijar são
comportamentos.
Os processos mentais são atividades que não podem ser
diretamente observadas.
Pensamentos, motivações, perceções, emoções ou sonhos são
processos mentais
Comportamento e processos mentais não podem ser
estudados isoladamente porque se influenciam
mutuamente.
Estudar psicologia é tentar compreender o que fazemos,
como pensamos, sentimos, respondemos a problemas e
crises, à influência do meio, como aprendemos...
Tarefa ...
Presta atenção ao video e segue as instruções apresentadas.
A psicologia aborda o comportamentos das pessoas
individualmente ou em grupo. Relaciona o
comportamento com os estados psicológicos, com o
funcionamento do corpo e também com o meio natural e
social do indivíduo.
PSICOLOGIA E OUTRAS ÁREAS CIENTÍFICAS
Para fazer tudo isso, a psicologia tem que
recorrer a várias ciências:
BIOLOGIA
A biologia estuda a origem e o desenvolvimento dos
seres vivos, a sua estrutura e as suas funções.
Qualquer comportamento humano é uma manifestação do
nosso corpo que envolve os músculos, o sistema nervoso,
endócrino, os órgãos dos sentidos, etc. A biologia
estuda todas estas estruturas e suas funções.
ETOLOGIA
A etologia estuda o comportamento dos animais. Os
seres humanos, enquanto primatas, são também objeto
de estudo da etologia.
Muito do que sabemos do comportamento humano tem
origem nos estudos de etologia. Formas de
acasalamento, processos de adaptação ao meio,
comportamentos de agressão e defesa são alguns dos
temas desta ciência.
SOCIOLOGIA
Estuda os comportamentos do ser humano enquanto membro
de grupos sociais.
A sociologia estuda os processos de socialização, os
grupos, as instituições, as atitudes, o desvio, etc.
Há, portanto, áreas que são comuns à sociologia e à
psicologia.
ANTROPOLOGIA
Estuda a maneira como os seres humanos se organizam em
comunidades e o modo como evoluíram do ponto de vista
genético, demográfico e ético.
MEDICINA
A medicina estuda e trata as doenças humanas, assim como
procura prevenir o seu aparecimento
A genética, por exemplo, é uma área de grande
importância para a psicologia.
Muitas doenças são provocadas por processos psicológicos
- as doenças psicossomáticas. Por estas razões, a
atividade de médicos e psicólogos é muitas vezes
complementar.
COMPLEXIDADE E SUBJETIVIDADE DO COMPORTAMENTO HUMANO
Análise de um caso:
Investigadores estudaram uma família composta por duas
raparigas, um rapaz e respetivos pais. A mãe sofria de
esquizofrenia paranóide, estando convencida de que um dos
membros da família procurava envenená-la. Só fazia refeições
em restaurantes. Umas das filhas desenvolveu temores
semelhantes recusando-se a comer a não ser em restaurantes.
A outra rapariga comia apenas em casa se o pai estivesse
presente. Licenciou-se e teve uma vida normal. O rapaz não
padeceu destes medos familiares. Desde a idade dos sete anos
sempre fez as refeições em casa não mostrando quaisquer
sinais de ansiedade.
Pessoas que crescem em meios semelhantes desenvolvem-se de
modo diferente.
Este exemplo mostra-nos que o comportamento humano é
complexo.
A sua explicação não se encontra num só fator que
seria, por exemplo,ou o fator genético ou o fator
educativo.
Muitas vezes é a forma como interpretamos as situações
por nós vividas que decide o nosso modo de ser.
Há sempre um fator subjetivo, pessoal, que faz com que
num mesmo contexto haja diferentes formas de
comportamento.
ATIVIDADE
Tarefa
IDENTIFICA COM UM "C" OS COMPORTAMENTOS E COM UM "P"
OS PROCESSOS MENTAIS
APERTAR OS SAPATOS
CHORAR
PENSAR
CORRER
EMOCIONAR-SE
ESCREVER
SONHAR
AMAR
A Psicologia é uma ciência recente
Aparece em 1879
Aparece nesse ano o primeiro laboratório de
psicologia experimental
Foi o investigador alemão Wundt que criou esse
laboratório
Origem da Psicologia
O comportamento humano e a mente, antes de
aparecer a psicologia, já se estudava.
Era a filosofia que estudava o comportamento e a
mente
A filosofia é considerada a mãe de todas as ciências,
porque os objetos de estudo das ciências, primeiro
foram estudados pelos filósofos
Porque é que demorou tanto tempo a estudar-se o
comportamento do ser humano e os processos
mentais de forma científica?
1º o comportamento humano é muito complexo
(difícil de se estudar cientificamente)
2º o comportamento e os estados mentais e quem os
investiga são os mesmos (estudar-se a si próprio é
mais difícil do que estudar-se a natureza)
Para a psicologia poder ser ciência o que se tinha que
fazer?
1º definir o seu objeto (o que se ia estudar)
2º usar um método rigoroso
WUNDT
• Concebe a psicologia como o estudo da mente,
mais especificamente, o estudo da consciência e
os elementos simples que a constituem (as
sensações, sentimentos eimagens).
1832-1920
(Alemanha) médico,
filósofo e psicólogo
alemão. É
considerado umdos
fundadores da
moderna psicologia
experimental junto
com Ernst Weber e
GustavFechner.
1879 – funda o 1º laboratório dePsicologia
- fundação da Psicologia como Ciência (Experimental)
- doutrina de Wundt conhecida como estruturalismo
WATSON
•Este investigador foi determinante para adefinição da psicologia como a
ciência dos comportamentos.
•Considera o comportamento observável o objeto de estudo da
psicologia.
• Para Watson, o comportamento é o mero resultado de estímulos,não
reconhecendo qualquer dimensão inatado comportamento.
• nós somos um mero produto do meio.
1878-1958 (EUA)
psicólogo
americano,
fundador do
behaviorismo, ou,
comportamentalis
mo.
Pai da Psicologia Científica
Psicologia: Ciência com um longo passado e uma curta História
1_introducao_ao_estudo_da_psicologia _ descobrindo a psicologia.pptx

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a 1_introducao_ao_estudo_da_psicologia _ descobrindo a psicologia.pptx

Resumo Psicologia Aplicada ao Direito
Resumo Psicologia Aplicada ao DireitoResumo Psicologia Aplicada ao Direito
Resumo Psicologia Aplicada ao Direito
Thaisremo
 
37280slides aula desenvolvimento humano, psicologgia da educaçao
37280slides aula desenvolvimento humano, psicologgia da educaçao37280slides aula desenvolvimento humano, psicologgia da educaçao
37280slides aula desenvolvimento humano, psicologgia da educaçao
MariaDeMatos2
 
Psicologia aplicada a enfermagem
Psicologia aplicada a enfermagemPsicologia aplicada a enfermagem
Psicologia aplicada a enfermagem
Luiz Maciel
 
Psicologia aplicada a enfermagem
Psicologia aplicada a enfermagemPsicologia aplicada a enfermagem
Psicologia aplicada a enfermagem
Luiz Maciel
 
Psicologia na contabilidade 01
Psicologia na contabilidade 01Psicologia na contabilidade 01
Psicologia na contabilidade 01
Milton Magnabosco
 
Historia da Psicologia_FilipedeSouza.pptx
Historia da Psicologia_FilipedeSouza.pptxHistoria da Psicologia_FilipedeSouza.pptx
Historia da Psicologia_FilipedeSouza.pptx
Fabi294142
 
03áreas+de+..
03áreas+de+..03áreas+de+..
03áreas+de+..
Micas Cullen
 
áReas+de+..
áReas+de+..áReas+de+..
áReas+de+..
Daniela Dádá
 
Comportamento Humano
Comportamento HumanoComportamento Humano
Comportamento Humano
Adrianadiasbrito
 
Psicologia Do Desenvolvimento Humano Publicar Slides
Psicologia Do Desenvolvimento Humano   Publicar   SlidesPsicologia Do Desenvolvimento Humano   Publicar   Slides
Psicologia Do Desenvolvimento Humano Publicar Slides
guest2e3f5d
 
Psicologia Do Desenvolvimento Humano Publicar Slides
Psicologia Do Desenvolvimento Humano   Publicar   SlidesPsicologia Do Desenvolvimento Humano   Publicar   Slides
Psicologia Do Desenvolvimento Humano Publicar Slides
Valdeck Oliveira
 
Psicologia Do Desenvolvimento Humano Publicar Slides
Psicologia Do Desenvolvimento Humano   Publicar   SlidesPsicologia Do Desenvolvimento Humano   Publicar   Slides
Psicologia Do Desenvolvimento Humano Publicar Slides
guest2e3f5d
 
Introdução.docx
Introdução.docxIntrodução.docx
Introdução.docx
YoungRedgunAugusto
 
Psi edu
Psi eduPsi edu
Psi edu
Ivone Reges
 
PSICOLOGIA.pdf
PSICOLOGIA.pdfPSICOLOGIA.pdf
PSICOLOGIA.pdf
Miguel Pascoal
 
Logoterapia bentes pdf
Logoterapia bentes pdfLogoterapia bentes pdf
Logoterapia bentes pdf
ANTÔNIO CARLOS G. BENTES
 
Psicologia da educação
Psicologia da educaçãoPsicologia da educação
Psicologia da educação
Jose Arnaldo Silva
 
Psicologia Esse
Psicologia EssePsicologia Esse
Psicologia Esse
Vanessa Santos
 
Conceito de psicologia
Conceito de psicologiaConceito de psicologia
Conceito de psicologia
thitoratti
 
Teorias da psicologia
Teorias da  psicologiaTeorias da  psicologia
Teorias da psicologia
guest277152fb
 

Semelhante a 1_introducao_ao_estudo_da_psicologia _ descobrindo a psicologia.pptx (20)

Resumo Psicologia Aplicada ao Direito
Resumo Psicologia Aplicada ao DireitoResumo Psicologia Aplicada ao Direito
Resumo Psicologia Aplicada ao Direito
 
37280slides aula desenvolvimento humano, psicologgia da educaçao
37280slides aula desenvolvimento humano, psicologgia da educaçao37280slides aula desenvolvimento humano, psicologgia da educaçao
37280slides aula desenvolvimento humano, psicologgia da educaçao
 
Psicologia aplicada a enfermagem
Psicologia aplicada a enfermagemPsicologia aplicada a enfermagem
Psicologia aplicada a enfermagem
 
Psicologia aplicada a enfermagem
Psicologia aplicada a enfermagemPsicologia aplicada a enfermagem
Psicologia aplicada a enfermagem
 
Psicologia na contabilidade 01
Psicologia na contabilidade 01Psicologia na contabilidade 01
Psicologia na contabilidade 01
 
Historia da Psicologia_FilipedeSouza.pptx
Historia da Psicologia_FilipedeSouza.pptxHistoria da Psicologia_FilipedeSouza.pptx
Historia da Psicologia_FilipedeSouza.pptx
 
03áreas+de+..
03áreas+de+..03áreas+de+..
03áreas+de+..
 
áReas+de+..
áReas+de+..áReas+de+..
áReas+de+..
 
Comportamento Humano
Comportamento HumanoComportamento Humano
Comportamento Humano
 
Psicologia Do Desenvolvimento Humano Publicar Slides
Psicologia Do Desenvolvimento Humano   Publicar   SlidesPsicologia Do Desenvolvimento Humano   Publicar   Slides
Psicologia Do Desenvolvimento Humano Publicar Slides
 
Psicologia Do Desenvolvimento Humano Publicar Slides
Psicologia Do Desenvolvimento Humano   Publicar   SlidesPsicologia Do Desenvolvimento Humano   Publicar   Slides
Psicologia Do Desenvolvimento Humano Publicar Slides
 
Psicologia Do Desenvolvimento Humano Publicar Slides
Psicologia Do Desenvolvimento Humano   Publicar   SlidesPsicologia Do Desenvolvimento Humano   Publicar   Slides
Psicologia Do Desenvolvimento Humano Publicar Slides
 
Introdução.docx
Introdução.docxIntrodução.docx
Introdução.docx
 
Psi edu
Psi eduPsi edu
Psi edu
 
PSICOLOGIA.pdf
PSICOLOGIA.pdfPSICOLOGIA.pdf
PSICOLOGIA.pdf
 
Logoterapia bentes pdf
Logoterapia bentes pdfLogoterapia bentes pdf
Logoterapia bentes pdf
 
Psicologia da educação
Psicologia da educaçãoPsicologia da educação
Psicologia da educação
 
Psicologia Esse
Psicologia EssePsicologia Esse
Psicologia Esse
 
Conceito de psicologia
Conceito de psicologiaConceito de psicologia
Conceito de psicologia
 
Teorias da psicologia
Teorias da  psicologiaTeorias da  psicologia
Teorias da psicologia
 

Mais de António Moreira

5_Dierenças_em_funcao_do_genero.ppt
5_Dierenças_em_funcao_do_genero.ppt5_Dierenças_em_funcao_do_genero.ppt
5_Dierenças_em_funcao_do_genero.ppt
António Moreira
 
1_ser_diferente.ppt
1_ser_diferente.ppt1_ser_diferente.ppt
1_ser_diferente.ppt
António Moreira
 
2_ a inevitabilidade das diferenças.ppt
2_ a inevitabilidade das diferenças.ppt2_ a inevitabilidade das diferenças.ppt
2_ a inevitabilidade das diferenças.ppt
António Moreira
 
1_ser_diferente.ppt
1_ser_diferente.ppt1_ser_diferente.ppt
1_ser_diferente.ppt
António Moreira
 
Tf03991830 win32
Tf03991830 win32Tf03991830 win32
Tf03991830 win32
António Moreira
 
Inteligencias multiplas
Inteligencias multiplasInteligencias multiplas
Inteligencias multiplas
António Moreira
 
Inteligencia emocional
Inteligencia emocionalInteligencia emocional
Inteligencia emocional
António Moreira
 
Mente asemcoes
Mente asemcoesMente asemcoes
Mente asemcoes
António Moreira
 
Emocoes
EmocoesEmocoes
Amotivao
AmotivaoAmotivao
Motivação
MotivaçãoMotivação
Motivação
António Moreira
 
Emocoes
EmocoesEmocoes
Ainstituiofamiliar
AinstituiofamiliarAinstituiofamiliar
Ainstituiofamiliar
António Moreira
 
A familia-sociologia-power-point
A familia-sociologia-power-pointA familia-sociologia-power-point
A familia-sociologia-power-point
António Moreira
 
Donaldsupereodesenvolvimentoprofissional
DonaldsupereodesenvolvimentoprofissionalDonaldsupereodesenvolvimentoprofissional
Donaldsupereodesenvolvimentoprofissional
António Moreira
 
Eriksoneodesenvolvimentopsicossocial
EriksoneodesenvolvimentopsicossocialEriksoneodesenvolvimentopsicossocial
Eriksoneodesenvolvimentopsicossocial
António Moreira
 
Freudeodesenvolvimento
FreudeodesenvolvimentoFreudeodesenvolvimento
Freudeodesenvolvimento
António Moreira
 
Life spanpiaget
Life spanpiagetLife spanpiaget
Life spanpiaget
António Moreira
 
Cultura
CulturaCultura

Mais de António Moreira (20)

5_Dierenças_em_funcao_do_genero.ppt
5_Dierenças_em_funcao_do_genero.ppt5_Dierenças_em_funcao_do_genero.ppt
5_Dierenças_em_funcao_do_genero.ppt
 
1_ser_diferente.ppt
1_ser_diferente.ppt1_ser_diferente.ppt
1_ser_diferente.ppt
 
2_ a inevitabilidade das diferenças.ppt
2_ a inevitabilidade das diferenças.ppt2_ a inevitabilidade das diferenças.ppt
2_ a inevitabilidade das diferenças.ppt
 
1_ser_diferente.ppt
1_ser_diferente.ppt1_ser_diferente.ppt
1_ser_diferente.ppt
 
Tf03991830 win32
Tf03991830 win32Tf03991830 win32
Tf03991830 win32
 
Inteligencias multiplas
Inteligencias multiplasInteligencias multiplas
Inteligencias multiplas
 
Inteligencia emocional
Inteligencia emocionalInteligencia emocional
Inteligencia emocional
 
Mente asemcoes
Mente asemcoesMente asemcoes
Mente asemcoes
 
Emocoes
EmocoesEmocoes
Emocoes
 
Escolamod3
Escolamod3Escolamod3
Escolamod3
 
Amotivao
AmotivaoAmotivao
Amotivao
 
Motivação
MotivaçãoMotivação
Motivação
 
Emocoes
EmocoesEmocoes
Emocoes
 
Ainstituiofamiliar
AinstituiofamiliarAinstituiofamiliar
Ainstituiofamiliar
 
A familia-sociologia-power-point
A familia-sociologia-power-pointA familia-sociologia-power-point
A familia-sociologia-power-point
 
Donaldsupereodesenvolvimentoprofissional
DonaldsupereodesenvolvimentoprofissionalDonaldsupereodesenvolvimentoprofissional
Donaldsupereodesenvolvimentoprofissional
 
Eriksoneodesenvolvimentopsicossocial
EriksoneodesenvolvimentopsicossocialEriksoneodesenvolvimentopsicossocial
Eriksoneodesenvolvimentopsicossocial
 
Freudeodesenvolvimento
FreudeodesenvolvimentoFreudeodesenvolvimento
Freudeodesenvolvimento
 
Life spanpiaget
Life spanpiagetLife spanpiaget
Life spanpiaget
 
Cultura
CulturaCultura
Cultura
 

Último

Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
fagnerlopes11
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
geiseortiz1
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
samucajaime015
 
A importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino MédioA importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino Médio
nunesly
 
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃOAUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
FernandaOliveira758273
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdfAula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Marília Pacheco
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
sjcelsorocha
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
AlessandraRibas7
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
joaresmonte3
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
HelenStefany
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdfConcurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
TathyLopes1
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
WELTONROBERTOFREITAS
 

Último (20)

Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
 
A importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino MédioA importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino Médio
 
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃOAUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdfAula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
 
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdfConcurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
 

1_introducao_ao_estudo_da_psicologia _ descobrindo a psicologia.pptx

  • 2. - é representado por um tridente, semelhante à23ª letra do alfabeto grego denominada psi. - psicologia = psiche("alma,sopro”) + logos("estudo“), ou seja, o “estudo daalma”.
  • 4. OBJETO DE ESTUDO DA PSICOLOGIA é o estudo científico do comportamento e dos processos mentais.
  • 6. Exemplos: Pensamento, Raciocínio, Sonhoe Sono, Sensação e Perceção, Sentimentos, Atitudes …
  • 8. A complexidade do comportamento humano implica que, para o compreender , apsicologia recorra ao contributo de várias áreas do saber .
  • 9.
  • 10. Consolidando: OBJETO DE ESTUDO DA PSICOLOGIA A psicologia é o estudo científico do comportamento e dos processos mentais. (Def.) Todos os tipos de comportamentos e de processos mentais interessam à psicologia e não apenas as perturbações ou desordens comportamentais e mentais. Sendo um estudo científico os psicólogos procuram explicar e compreender certos factos, resolver problemas.
  • 11. A psicologia tem os seguintes objetivos: •Descrever comportamentos e processos mentais com base na observação sistemática •Explicar por que razão ocorrem tais comportamentos e processos mentais •Predizer acontecimentos futuros com base em acontecimentos passados •Modificar comportamentos e processos mentais
  • 12. A psicologia é o estudo científico do comportamento e dos processos mentais. O comportamento é toda a atividade que pode ser observada. EX: Chorar, dormir, abraçar, ferir ou beijar são comportamentos. Os processos mentais são atividades que não podem ser diretamente observadas. Pensamentos, motivações, perceções, emoções ou sonhos são processos mentais Comportamento e processos mentais não podem ser estudados isoladamente porque se influenciam mutuamente. Estudar psicologia é tentar compreender o que fazemos, como pensamos, sentimos, respondemos a problemas e crises, à influência do meio, como aprendemos...
  • 13. Tarefa ... Presta atenção ao video e segue as instruções apresentadas.
  • 14. A psicologia aborda o comportamentos das pessoas individualmente ou em grupo. Relaciona o comportamento com os estados psicológicos, com o funcionamento do corpo e também com o meio natural e social do indivíduo. PSICOLOGIA E OUTRAS ÁREAS CIENTÍFICAS
  • 15. Para fazer tudo isso, a psicologia tem que recorrer a várias ciências: BIOLOGIA A biologia estuda a origem e o desenvolvimento dos seres vivos, a sua estrutura e as suas funções. Qualquer comportamento humano é uma manifestação do nosso corpo que envolve os músculos, o sistema nervoso, endócrino, os órgãos dos sentidos, etc. A biologia estuda todas estas estruturas e suas funções.
  • 16. ETOLOGIA A etologia estuda o comportamento dos animais. Os seres humanos, enquanto primatas, são também objeto de estudo da etologia. Muito do que sabemos do comportamento humano tem origem nos estudos de etologia. Formas de acasalamento, processos de adaptação ao meio, comportamentos de agressão e defesa são alguns dos temas desta ciência.
  • 17. SOCIOLOGIA Estuda os comportamentos do ser humano enquanto membro de grupos sociais. A sociologia estuda os processos de socialização, os grupos, as instituições, as atitudes, o desvio, etc. Há, portanto, áreas que são comuns à sociologia e à psicologia.
  • 18. ANTROPOLOGIA Estuda a maneira como os seres humanos se organizam em comunidades e o modo como evoluíram do ponto de vista genético, demográfico e ético.
  • 19. MEDICINA A medicina estuda e trata as doenças humanas, assim como procura prevenir o seu aparecimento A genética, por exemplo, é uma área de grande importância para a psicologia. Muitas doenças são provocadas por processos psicológicos - as doenças psicossomáticas. Por estas razões, a atividade de médicos e psicólogos é muitas vezes complementar.
  • 20. COMPLEXIDADE E SUBJETIVIDADE DO COMPORTAMENTO HUMANO Análise de um caso: Investigadores estudaram uma família composta por duas raparigas, um rapaz e respetivos pais. A mãe sofria de esquizofrenia paranóide, estando convencida de que um dos membros da família procurava envenená-la. Só fazia refeições em restaurantes. Umas das filhas desenvolveu temores semelhantes recusando-se a comer a não ser em restaurantes. A outra rapariga comia apenas em casa se o pai estivesse presente. Licenciou-se e teve uma vida normal. O rapaz não padeceu destes medos familiares. Desde a idade dos sete anos sempre fez as refeições em casa não mostrando quaisquer sinais de ansiedade. Pessoas que crescem em meios semelhantes desenvolvem-se de modo diferente.
  • 21. Este exemplo mostra-nos que o comportamento humano é complexo. A sua explicação não se encontra num só fator que seria, por exemplo,ou o fator genético ou o fator educativo. Muitas vezes é a forma como interpretamos as situações por nós vividas que decide o nosso modo de ser. Há sempre um fator subjetivo, pessoal, que faz com que num mesmo contexto haja diferentes formas de comportamento.
  • 23. Tarefa IDENTIFICA COM UM "C" OS COMPORTAMENTOS E COM UM "P" OS PROCESSOS MENTAIS APERTAR OS SAPATOS CHORAR PENSAR CORRER EMOCIONAR-SE ESCREVER SONHAR AMAR
  • 24. A Psicologia é uma ciência recente Aparece em 1879 Aparece nesse ano o primeiro laboratório de psicologia experimental Foi o investigador alemão Wundt que criou esse laboratório Origem da Psicologia
  • 25. O comportamento humano e a mente, antes de aparecer a psicologia, já se estudava. Era a filosofia que estudava o comportamento e a mente A filosofia é considerada a mãe de todas as ciências, porque os objetos de estudo das ciências, primeiro foram estudados pelos filósofos
  • 26. Porque é que demorou tanto tempo a estudar-se o comportamento do ser humano e os processos mentais de forma científica? 1º o comportamento humano é muito complexo (difícil de se estudar cientificamente) 2º o comportamento e os estados mentais e quem os investiga são os mesmos (estudar-se a si próprio é mais difícil do que estudar-se a natureza)
  • 27. Para a psicologia poder ser ciência o que se tinha que fazer? 1º definir o seu objeto (o que se ia estudar) 2º usar um método rigoroso
  • 28. WUNDT • Concebe a psicologia como o estudo da mente, mais especificamente, o estudo da consciência e os elementos simples que a constituem (as sensações, sentimentos eimagens). 1832-1920 (Alemanha) médico, filósofo e psicólogo alemão. É considerado umdos fundadores da moderna psicologia experimental junto com Ernst Weber e GustavFechner. 1879 – funda o 1º laboratório dePsicologia - fundação da Psicologia como Ciência (Experimental) - doutrina de Wundt conhecida como estruturalismo
  • 29. WATSON •Este investigador foi determinante para adefinição da psicologia como a ciência dos comportamentos. •Considera o comportamento observável o objeto de estudo da psicologia. • Para Watson, o comportamento é o mero resultado de estímulos,não reconhecendo qualquer dimensão inatado comportamento. • nós somos um mero produto do meio. 1878-1958 (EUA) psicólogo americano, fundador do behaviorismo, ou, comportamentalis mo. Pai da Psicologia Científica
  • 30. Psicologia: Ciência com um longo passado e uma curta História