SlideShare uma empresa Scribd logo
11

REFLEXÃO DA LUZ
A reflexão ocorre quando um feixe de luz incide sobre uma superfície e
retorna ao meio de origem, onde se propagava anteriormente. No caso da
reflexão da luz, vamos destacar duas situações: a reflexão regular e a reflexão
difusa da luz.
Reflexão regular: acontece quando um feixe de luz atinge uma
superfície polida e é refletido de forma regular, isto é, caso a incidência seja de
um feixe com raios paralelo, o feixe refletido também será paralelo (figura 01).

a

b
Figura 01: Reflexão regular

Reflexão difusa: ocorre quando um feixe de luz incide numa superfície e volta de forma irregular, ou
seja, propaga-se em todas as direções.

a

b
Figura 02: Reflexão difusa

LEIS DA REFLEXÃO
A reflexão da luz é um fenômeno físico que consiste na mudança de direção dos raios de luz
incidentes sobre uma superfície refletora (figura 03 a), exceção feita à situação na qual o ângulo de incidência
seja igual a 90°, em que a direção se mantém, mas apenas o sentido da propagação se altera (figura 03 b).

a
b
Figura 03: O fenômeno da reflexão da luz

Prof. Thiago Miranda

o-mundo-dafisica.blogspot.com
12

A figura 04 ilustra a reflexão de um raio de luz em uma superfície
plana refletora, na qual estão indicados:
N – linha imaginária normal (perpendicular) à superfície refletora no ponto de
incidência I.
RI – raio incidente
RR – raio refletido
î – ângulo de incidência
r – ângulo de reflexão
Figura 04: Reflexão de um raio
luminoso
1° Lei da Reflexão
O raio incidente, o raio refletido e a normal à superfície refletora
estão contidos em um mesmo plano.

2° Lei da Reflexão
O ângulo de incidência é igual ao ângulo de reflexão (i = r).
EXERCÍCIOS
01. Explique o que é reflexão luminosa.
02. Qual a diferença entre reflexão regular e reflexão difusa?
03. Quais são as lei da reflexão?
04. Um raio de luz incide num espelho plano formando com este um ângulo de 20°. Determine:
a) o ângulo de incidência (i);
b) o ângulo de reflexão (r);
c) o ângulo entre o raio incidente e o raio refletido (D);
05. Observe a figura e calcule:

a) o ângulo de incidência
b) o ângulo de reflexão
c) o ângulo formado pelos raios incidente e refletido
06. O ângulo entre um raio de luz que incide em um espelho plano e a normal à superfície do espelho é igual a
35°. Para esse caso, o ângulo entre o espelho e o raio refletido é igual a:
a) 20°
b) 35°
c) 45°
d) 55°
e) 65°
07. Determine a altura h indicada na figura abaixo:

Prof. Thiago Miranda

o-mundo-dafisica.blogspot.com
13

08. (FEI – SP) Um raio de luz incide verticalmente sobre um espelho plano inclinado de 10° em relação a um
plano horizontal. Qual será o ângulo entre o raio refletido e o raio incidente?

GABARITO
01. A reflexão ocorre quando um feixe de luz incide sobre uma superfície e retorna ao meio de origem, onde se
propagava anteriormente.
02. Na reflexão regular os raios refletidos vão sempre na mesma direção e sentido enquanto na reflexão difusa
a direção e sentido de propagação dos raios são diferentes.
03. São duas que enunciam que o raio incidente, a reta normal à superfície e o raio refletido são coplanares e
que o ângulo de incidência é igual ao ângulo de reflexão.
04. a) 20 + i = 90

→ i = 90 – 20 = 70°

b) Pela lei da reflexão temos que r = i, então r = 70°.
c) D = i + r = 70 + 70 = 140°
05. a) 25 + i = 90

→ i = 90 – 25 = 65°

b) Pela lei da reflexão temos que r = i, então r = 65°.
c) D = i + r = 65 + 65 = 130°
06. OPÇÃO A.

07.
tg 60° = h
5

→

√3 = h
5

→

Prof. Thiago Miranda

h = 5√3 m

o-mundo-dafisica.blogspot.com
14

08.
O raio incide verticalmente sobre um espelho plano
inclinado de 10° em relação ao plano horizontal.
Sendo assim, o ângulo entre o raio incidente e o espelho é
de 80°.
10 + x = 90 → x = 90 – 10 = 80°
Como os ângulos de reflexão e incidência são iguais, o raio refletido também irá formar 80° com o espelho e o
ângulo formado entre o raio refletido e o raio incidente será:
x + y + x = 180

→

2x + y = 180

→

2 . 80 + y = 180

→

160 + y = 180

Prof. Thiago Miranda

→ y = 180 – 160 = 20°

o-mundo-dafisica.blogspot.com

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Fenômenos ópticos
Fenômenos ópticosFenômenos ópticos
Fenômenos ópticos
Hortência Pereira
 
Ondas
OndasOndas
Ondas 9° ano cec
Ondas 9° ano cecOndas 9° ano cec
Ondas 9° ano cec
Sergio Madureira
 
Física optica
Física opticaFísica optica
Física optica
Adrianne Mendonça
 
Introdução à ondulatória
Introdução à ondulatóriaIntrodução à ondulatória
Introdução à ondulatória
Marcelo Alano
 
Luz
LuzLuz
Espelho plano
Espelho planoEspelho plano
Espelho plano
fisicaatual
 
Ondas aulas 1, 2 e 3
Ondas aulas 1, 2 e 3Ondas aulas 1, 2 e 3
Ondas aulas 1, 2 e 3
paramore146
 
Fenômenos ópticos 9° ano
Fenômenos ópticos 9° anoFenômenos ópticos 9° ano
Fenômenos ópticos 9° ano
Wellington Sampaio
 
Óptica introdução
Óptica introduçãoÓptica introdução
Óptica introdução
O mundo da FÍSICA
 
Reflexao e refracao
Reflexao e refracaoReflexao e refracao
Reflexao e refracao
PauloMaiaCampos
 
Reflexão da luz
Reflexão da luzReflexão da luz
Reflexão da luz
Franck Lima
 
Espelhos planos
Espelhos planosEspelhos planos
Espelhos planos
Rildo Borges
 
Refração da luz e reflexão total
Refração da luz e reflexão totalRefração da luz e reflexão total
Refração da luz e reflexão total
Piedade Alves
 
Fenomenos ondulatorios
Fenomenos ondulatoriosFenomenos ondulatorios
Fenomenos ondulatorios
Nelikim
 
Espelhos Esféricos
Espelhos EsféricosEspelhos Esféricos
Espelhos Esféricos
Ph Neves
 
Ondulatória
OndulatóriaOndulatória
Ondulatória
Marco Antonio Sanches
 
Exercícios de aplicação sobre momento de uma força e alavanca
Exercícios de aplicação sobre momento de uma força e alavancaExercícios de aplicação sobre momento de uma força e alavanca
Exercícios de aplicação sobre momento de uma força e alavanca
wilkerfilipel
 
Espelhos planos e esféricos
Espelhos planos e esféricosEspelhos planos e esféricos
Espelhos planos e esféricos
Maria José Barbosa
 
Refração da luz
Refração da luzRefração da luz
Refração da luz
fisicaatual
 

Mais procurados (20)

Fenômenos ópticos
Fenômenos ópticosFenômenos ópticos
Fenômenos ópticos
 
Ondas
OndasOndas
Ondas
 
Ondas 9° ano cec
Ondas 9° ano cecOndas 9° ano cec
Ondas 9° ano cec
 
Física optica
Física opticaFísica optica
Física optica
 
Introdução à ondulatória
Introdução à ondulatóriaIntrodução à ondulatória
Introdução à ondulatória
 
Luz
LuzLuz
Luz
 
Espelho plano
Espelho planoEspelho plano
Espelho plano
 
Ondas aulas 1, 2 e 3
Ondas aulas 1, 2 e 3Ondas aulas 1, 2 e 3
Ondas aulas 1, 2 e 3
 
Fenômenos ópticos 9° ano
Fenômenos ópticos 9° anoFenômenos ópticos 9° ano
Fenômenos ópticos 9° ano
 
Óptica introdução
Óptica introduçãoÓptica introdução
Óptica introdução
 
Reflexao e refracao
Reflexao e refracaoReflexao e refracao
Reflexao e refracao
 
Reflexão da luz
Reflexão da luzReflexão da luz
Reflexão da luz
 
Espelhos planos
Espelhos planosEspelhos planos
Espelhos planos
 
Refração da luz e reflexão total
Refração da luz e reflexão totalRefração da luz e reflexão total
Refração da luz e reflexão total
 
Fenomenos ondulatorios
Fenomenos ondulatoriosFenomenos ondulatorios
Fenomenos ondulatorios
 
Espelhos Esféricos
Espelhos EsféricosEspelhos Esféricos
Espelhos Esféricos
 
Ondulatória
OndulatóriaOndulatória
Ondulatória
 
Exercícios de aplicação sobre momento de uma força e alavanca
Exercícios de aplicação sobre momento de uma força e alavancaExercícios de aplicação sobre momento de uma força e alavanca
Exercícios de aplicação sobre momento de uma força e alavanca
 
Espelhos planos e esféricos
Espelhos planos e esféricosEspelhos planos e esféricos
Espelhos planos e esféricos
 
Refração da luz
Refração da luzRefração da luz
Refração da luz
 

Semelhante a Reflexão da luz

Física
FísicaFísica
Física
Bruna Alves
 
Professor dudu espelho plano 1
Professor dudu   espelho plano 1Professor dudu   espelho plano 1
Professor dudu espelho plano 1
Theo Luiz
 
Relatório de snell
Relatório de snellRelatório de snell
Relatório de snell
ozinilda nacif
 
óptica - Física - Ensino médio - técnico
óptica - Física - Ensino médio - técnicoóptica - Física - Ensino médio - técnico
óptica - Física - Ensino médio - técnico
AntonioAlbericoOlive
 
optica.ppt
optica.pptoptica.ppt
optica.ppt
AlziroGonga1
 
Aula de Óptica
Aula de ÓpticaAula de Óptica
Aula de Óptica
FelipeRocha365612
 
Questões de aplicação que vão ser inseridas no pol de óptica
Questões de aplicação que vão ser inseridas no pol de ópticaQuestões de aplicação que vão ser inseridas no pol de óptica
Questões de aplicação que vão ser inseridas no pol de óptica
Airton Coelho
 
Reflexaodaluz
ReflexaodaluzReflexaodaluz
Reflexaodaluz
Monica Pereira
 
Exercicios de opticas
Exercicios de opticasExercicios de opticas
Exercicios de opticas
leonardo mardegan
 
Refração
RefraçãoRefração
Refração
Bruno Guilherme
 
2º física
2º física2º física
2º física
newtonbonfim
 
Reflexão da Luz
Reflexão da LuzReflexão da Luz
Reflexão da Luz
perezgabriel_
 
Óptica (completo).pdf
Óptica (completo).pdfÓptica (completo).pdf
Óptica (completo).pdf
EdiogeJunior
 
Exercícios complementares
Exercícios complementaresExercícios complementares
Exercícios complementares
Vídeo Aulas Apoio
 
Refracao da luz resumo
Refracao da luz   resumoRefracao da luz   resumo
Refracao da luz resumo
NS Aulas Particulares
 
REFLEXÃO E REFRAÇÃO EM SUPERÍCIES PLANAS SETEMBRO 2022.pdf
REFLEXÃO E REFRAÇÃO EM SUPERÍCIES PLANAS SETEMBRO 2022.pdfREFLEXÃO E REFRAÇÃO EM SUPERÍCIES PLANAS SETEMBRO 2022.pdf
REFLEXÃO E REFRAÇÃO EM SUPERÍCIES PLANAS SETEMBRO 2022.pdf
doroteiabozano
 
atividade de física 1º ano - optica geometrica
atividade de física 1º ano - optica geometricaatividade de física 1º ano - optica geometrica
atividade de física 1º ano - optica geometrica
Luiz Saturno de Lima Saturno
 
óPtica
óPticaóPtica
Refração_rbd
Refração_rbdRefração_rbd
Refração_rbd
Ricardo Bonaldo
 
Revisão testão 2º ano
Revisão testão 2º anoRevisão testão 2º ano
Revisão testão 2º ano
Rildo Borges
 

Semelhante a Reflexão da luz (20)

Física
FísicaFísica
Física
 
Professor dudu espelho plano 1
Professor dudu   espelho plano 1Professor dudu   espelho plano 1
Professor dudu espelho plano 1
 
Relatório de snell
Relatório de snellRelatório de snell
Relatório de snell
 
óptica - Física - Ensino médio - técnico
óptica - Física - Ensino médio - técnicoóptica - Física - Ensino médio - técnico
óptica - Física - Ensino médio - técnico
 
optica.ppt
optica.pptoptica.ppt
optica.ppt
 
Aula de Óptica
Aula de ÓpticaAula de Óptica
Aula de Óptica
 
Questões de aplicação que vão ser inseridas no pol de óptica
Questões de aplicação que vão ser inseridas no pol de ópticaQuestões de aplicação que vão ser inseridas no pol de óptica
Questões de aplicação que vão ser inseridas no pol de óptica
 
Reflexaodaluz
ReflexaodaluzReflexaodaluz
Reflexaodaluz
 
Exercicios de opticas
Exercicios de opticasExercicios de opticas
Exercicios de opticas
 
Refração
RefraçãoRefração
Refração
 
2º física
2º física2º física
2º física
 
Reflexão da Luz
Reflexão da LuzReflexão da Luz
Reflexão da Luz
 
Óptica (completo).pdf
Óptica (completo).pdfÓptica (completo).pdf
Óptica (completo).pdf
 
Exercícios complementares
Exercícios complementaresExercícios complementares
Exercícios complementares
 
Refracao da luz resumo
Refracao da luz   resumoRefracao da luz   resumo
Refracao da luz resumo
 
REFLEXÃO E REFRAÇÃO EM SUPERÍCIES PLANAS SETEMBRO 2022.pdf
REFLEXÃO E REFRAÇÃO EM SUPERÍCIES PLANAS SETEMBRO 2022.pdfREFLEXÃO E REFRAÇÃO EM SUPERÍCIES PLANAS SETEMBRO 2022.pdf
REFLEXÃO E REFRAÇÃO EM SUPERÍCIES PLANAS SETEMBRO 2022.pdf
 
atividade de física 1º ano - optica geometrica
atividade de física 1º ano - optica geometricaatividade de física 1º ano - optica geometrica
atividade de física 1º ano - optica geometrica
 
óPtica
óPticaóPtica
óPtica
 
Refração_rbd
Refração_rbdRefração_rbd
Refração_rbd
 
Revisão testão 2º ano
Revisão testão 2º anoRevisão testão 2º ano
Revisão testão 2º ano
 

Mais de O mundo da FÍSICA

3° etapa_3° avaliação_Tipo II_3° ano
3° etapa_3° avaliação_Tipo II_3° ano3° etapa_3° avaliação_Tipo II_3° ano
3° etapa_3° avaliação_Tipo II_3° ano
O mundo da FÍSICA
 
3° etapa_3° avaliação_Tipo I_3° ano
3° etapa_3° avaliação_Tipo I_3° ano3° etapa_3° avaliação_Tipo I_3° ano
3° etapa_3° avaliação_Tipo I_3° ano
O mundo da FÍSICA
 
3° etapa_3° avaliaçã_Tipo II_2° ano
3° etapa_3° avaliaçã_Tipo II_2° ano3° etapa_3° avaliaçã_Tipo II_2° ano
3° etapa_3° avaliaçã_Tipo II_2° ano
O mundo da FÍSICA
 
3° etapa_3° avaliação_Tipo I_2° ano
3° etapa_3° avaliação_Tipo I_2° ano3° etapa_3° avaliação_Tipo I_2° ano
3° etapa_3° avaliação_Tipo I_2° ano
O mundo da FÍSICA
 
Potência e energia
Potência e energiaPotência e energia
Potência e energia
O mundo da FÍSICA
 
Espelho planos
Espelho planosEspelho planos
Espelho planos
O mundo da FÍSICA
 
Óptica introdução
Óptica introduçãoÓptica introdução
Óptica introdução
O mundo da FÍSICA
 
3° Etapa_2° Avaliação Simulado_3° Ano
3° Etapa_2° Avaliação Simulado_3° Ano3° Etapa_2° Avaliação Simulado_3° Ano
3° Etapa_2° Avaliação Simulado_3° Ano
O mundo da FÍSICA
 
3° Etapa_2° Avaliação_Simulado_2° Ano
3° Etapa_2° Avaliação_Simulado_2° Ano3° Etapa_2° Avaliação_Simulado_2° Ano
3° Etapa_2° Avaliação_Simulado_2° Ano
O mundo da FÍSICA
 
Associação de resistores
Associação de resistoresAssociação de resistores
Associação de resistores
O mundo da FÍSICA
 
Exercícios extras_calorimetria
Exercícios extras_calorimetriaExercícios extras_calorimetria
Exercícios extras_calorimetria
O mundo da FÍSICA
 
3° Bimestre_2° Avaliação_1° ano_A_B_C
3° Bimestre_2° Avaliação_1° ano_A_B_C3° Bimestre_2° Avaliação_1° ano_A_B_C
3° Bimestre_2° Avaliação_1° ano_A_B_C
O mundo da FÍSICA
 
3° Bimestre_2° Avaliação_2° ano EJA_AM
3° Bimestre_2° Avaliação_2° ano EJA_AM3° Bimestre_2° Avaliação_2° ano EJA_AM
3° Bimestre_2° Avaliação_2° ano EJA_AM
O mundo da FÍSICA
 
3° Bimestre_2° Avaliação_3° ano_A_B
3° Bimestre_2° Avaliação_3° ano_A_B3° Bimestre_2° Avaliação_3° ano_A_B
3° Bimestre_2° Avaliação_3° ano_A_B
O mundo da FÍSICA
 
3° Bimestre_2° Avaliação_3° Ano EJA_AM_BM
3° Bimestre_2° Avaliação_3° Ano EJA_AM_BM3° Bimestre_2° Avaliação_3° Ano EJA_AM_BM
3° Bimestre_2° Avaliação_3° Ano EJA_AM_BM
O mundo da FÍSICA
 
Óptica introdução
Óptica introduçãoÓptica introdução
Óptica introdução
O mundo da FÍSICA
 
3° Eetapa_1° Avaliação_Tipo II_3° Ano
3° Eetapa_1° Avaliação_Tipo II_3° Ano3° Eetapa_1° Avaliação_Tipo II_3° Ano
3° Eetapa_1° Avaliação_Tipo II_3° Ano
O mundo da FÍSICA
 
3° Eetapa_1° Avaliação_Tipo I_3° Ano
3° Eetapa_1° Avaliação_Tipo I_3° Ano3° Eetapa_1° Avaliação_Tipo I_3° Ano
3° Eetapa_1° Avaliação_Tipo I_3° Ano
O mundo da FÍSICA
 
3° Etapa_1° Avaliação_Tipo II_2° Ano
3° Etapa_1° Avaliação_Tipo II_2° Ano3° Etapa_1° Avaliação_Tipo II_2° Ano
3° Etapa_1° Avaliação_Tipo II_2° Ano
O mundo da FÍSICA
 
3° Etapa_1° Avaliação_Tipo I_2° Ano
3° Etapa_1° Avaliação_Tipo I_2° Ano3° Etapa_1° Avaliação_Tipo I_2° Ano
3° Etapa_1° Avaliação_Tipo I_2° Ano
O mundo da FÍSICA
 

Mais de O mundo da FÍSICA (20)

3° etapa_3° avaliação_Tipo II_3° ano
3° etapa_3° avaliação_Tipo II_3° ano3° etapa_3° avaliação_Tipo II_3° ano
3° etapa_3° avaliação_Tipo II_3° ano
 
3° etapa_3° avaliação_Tipo I_3° ano
3° etapa_3° avaliação_Tipo I_3° ano3° etapa_3° avaliação_Tipo I_3° ano
3° etapa_3° avaliação_Tipo I_3° ano
 
3° etapa_3° avaliaçã_Tipo II_2° ano
3° etapa_3° avaliaçã_Tipo II_2° ano3° etapa_3° avaliaçã_Tipo II_2° ano
3° etapa_3° avaliaçã_Tipo II_2° ano
 
3° etapa_3° avaliação_Tipo I_2° ano
3° etapa_3° avaliação_Tipo I_2° ano3° etapa_3° avaliação_Tipo I_2° ano
3° etapa_3° avaliação_Tipo I_2° ano
 
Potência e energia
Potência e energiaPotência e energia
Potência e energia
 
Espelho planos
Espelho planosEspelho planos
Espelho planos
 
Óptica introdução
Óptica introduçãoÓptica introdução
Óptica introdução
 
3° Etapa_2° Avaliação Simulado_3° Ano
3° Etapa_2° Avaliação Simulado_3° Ano3° Etapa_2° Avaliação Simulado_3° Ano
3° Etapa_2° Avaliação Simulado_3° Ano
 
3° Etapa_2° Avaliação_Simulado_2° Ano
3° Etapa_2° Avaliação_Simulado_2° Ano3° Etapa_2° Avaliação_Simulado_2° Ano
3° Etapa_2° Avaliação_Simulado_2° Ano
 
Associação de resistores
Associação de resistoresAssociação de resistores
Associação de resistores
 
Exercícios extras_calorimetria
Exercícios extras_calorimetriaExercícios extras_calorimetria
Exercícios extras_calorimetria
 
3° Bimestre_2° Avaliação_1° ano_A_B_C
3° Bimestre_2° Avaliação_1° ano_A_B_C3° Bimestre_2° Avaliação_1° ano_A_B_C
3° Bimestre_2° Avaliação_1° ano_A_B_C
 
3° Bimestre_2° Avaliação_2° ano EJA_AM
3° Bimestre_2° Avaliação_2° ano EJA_AM3° Bimestre_2° Avaliação_2° ano EJA_AM
3° Bimestre_2° Avaliação_2° ano EJA_AM
 
3° Bimestre_2° Avaliação_3° ano_A_B
3° Bimestre_2° Avaliação_3° ano_A_B3° Bimestre_2° Avaliação_3° ano_A_B
3° Bimestre_2° Avaliação_3° ano_A_B
 
3° Bimestre_2° Avaliação_3° Ano EJA_AM_BM
3° Bimestre_2° Avaliação_3° Ano EJA_AM_BM3° Bimestre_2° Avaliação_3° Ano EJA_AM_BM
3° Bimestre_2° Avaliação_3° Ano EJA_AM_BM
 
Óptica introdução
Óptica introduçãoÓptica introdução
Óptica introdução
 
3° Eetapa_1° Avaliação_Tipo II_3° Ano
3° Eetapa_1° Avaliação_Tipo II_3° Ano3° Eetapa_1° Avaliação_Tipo II_3° Ano
3° Eetapa_1° Avaliação_Tipo II_3° Ano
 
3° Eetapa_1° Avaliação_Tipo I_3° Ano
3° Eetapa_1° Avaliação_Tipo I_3° Ano3° Eetapa_1° Avaliação_Tipo I_3° Ano
3° Eetapa_1° Avaliação_Tipo I_3° Ano
 
3° Etapa_1° Avaliação_Tipo II_2° Ano
3° Etapa_1° Avaliação_Tipo II_2° Ano3° Etapa_1° Avaliação_Tipo II_2° Ano
3° Etapa_1° Avaliação_Tipo II_2° Ano
 
3° Etapa_1° Avaliação_Tipo I_2° Ano
3° Etapa_1° Avaliação_Tipo I_2° Ano3° Etapa_1° Avaliação_Tipo I_2° Ano
3° Etapa_1° Avaliação_Tipo I_2° Ano
 

Último

A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Falcão Brasil
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptxVOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
mailabueno45
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Falcão Brasil
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptxVOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 

Reflexão da luz

  • 1. 11 REFLEXÃO DA LUZ A reflexão ocorre quando um feixe de luz incide sobre uma superfície e retorna ao meio de origem, onde se propagava anteriormente. No caso da reflexão da luz, vamos destacar duas situações: a reflexão regular e a reflexão difusa da luz. Reflexão regular: acontece quando um feixe de luz atinge uma superfície polida e é refletido de forma regular, isto é, caso a incidência seja de um feixe com raios paralelo, o feixe refletido também será paralelo (figura 01). a b Figura 01: Reflexão regular Reflexão difusa: ocorre quando um feixe de luz incide numa superfície e volta de forma irregular, ou seja, propaga-se em todas as direções. a b Figura 02: Reflexão difusa LEIS DA REFLEXÃO A reflexão da luz é um fenômeno físico que consiste na mudança de direção dos raios de luz incidentes sobre uma superfície refletora (figura 03 a), exceção feita à situação na qual o ângulo de incidência seja igual a 90°, em que a direção se mantém, mas apenas o sentido da propagação se altera (figura 03 b). a b Figura 03: O fenômeno da reflexão da luz Prof. Thiago Miranda o-mundo-dafisica.blogspot.com
  • 2. 12 A figura 04 ilustra a reflexão de um raio de luz em uma superfície plana refletora, na qual estão indicados: N – linha imaginária normal (perpendicular) à superfície refletora no ponto de incidência I. RI – raio incidente RR – raio refletido î – ângulo de incidência r – ângulo de reflexão Figura 04: Reflexão de um raio luminoso 1° Lei da Reflexão O raio incidente, o raio refletido e a normal à superfície refletora estão contidos em um mesmo plano. 2° Lei da Reflexão O ângulo de incidência é igual ao ângulo de reflexão (i = r). EXERCÍCIOS 01. Explique o que é reflexão luminosa. 02. Qual a diferença entre reflexão regular e reflexão difusa? 03. Quais são as lei da reflexão? 04. Um raio de luz incide num espelho plano formando com este um ângulo de 20°. Determine: a) o ângulo de incidência (i); b) o ângulo de reflexão (r); c) o ângulo entre o raio incidente e o raio refletido (D); 05. Observe a figura e calcule: a) o ângulo de incidência b) o ângulo de reflexão c) o ângulo formado pelos raios incidente e refletido 06. O ângulo entre um raio de luz que incide em um espelho plano e a normal à superfície do espelho é igual a 35°. Para esse caso, o ângulo entre o espelho e o raio refletido é igual a: a) 20° b) 35° c) 45° d) 55° e) 65° 07. Determine a altura h indicada na figura abaixo: Prof. Thiago Miranda o-mundo-dafisica.blogspot.com
  • 3. 13 08. (FEI – SP) Um raio de luz incide verticalmente sobre um espelho plano inclinado de 10° em relação a um plano horizontal. Qual será o ângulo entre o raio refletido e o raio incidente? GABARITO 01. A reflexão ocorre quando um feixe de luz incide sobre uma superfície e retorna ao meio de origem, onde se propagava anteriormente. 02. Na reflexão regular os raios refletidos vão sempre na mesma direção e sentido enquanto na reflexão difusa a direção e sentido de propagação dos raios são diferentes. 03. São duas que enunciam que o raio incidente, a reta normal à superfície e o raio refletido são coplanares e que o ângulo de incidência é igual ao ângulo de reflexão. 04. a) 20 + i = 90 → i = 90 – 20 = 70° b) Pela lei da reflexão temos que r = i, então r = 70°. c) D = i + r = 70 + 70 = 140° 05. a) 25 + i = 90 → i = 90 – 25 = 65° b) Pela lei da reflexão temos que r = i, então r = 65°. c) D = i + r = 65 + 65 = 130° 06. OPÇÃO A. 07. tg 60° = h 5 → √3 = h 5 → Prof. Thiago Miranda h = 5√3 m o-mundo-dafisica.blogspot.com
  • 4. 14 08. O raio incide verticalmente sobre um espelho plano inclinado de 10° em relação ao plano horizontal. Sendo assim, o ângulo entre o raio incidente e o espelho é de 80°. 10 + x = 90 → x = 90 – 10 = 80° Como os ângulos de reflexão e incidência são iguais, o raio refletido também irá formar 80° com o espelho e o ângulo formado entre o raio refletido e o raio incidente será: x + y + x = 180 → 2x + y = 180 → 2 . 80 + y = 180 → 160 + y = 180 Prof. Thiago Miranda → y = 180 – 160 = 20° o-mundo-dafisica.blogspot.com