Auto_Barca_Cavaleiros_Os_Quatro_Cavaleiros

8.745 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
8.745
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
20
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
94
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Auto_Barca_Cavaleiros_Os_Quatro_Cavaleiros

  1. 1. Por: D. C., D. M., M. L.
  2. 2. Ao longo desta apresentação, vãoassistir à análise da cena “Os QuatroCavaleiros”. Por favor abram osvossos livros na pág. 111 e prestematenção durante a leitura.
  3. 3. Quem quer ser o Cavaleiro 1?Os quatro cavaleiros é a classe inteira.O cavaleiro 2?Que tal o Diabo?Ou se calhar o anjo?Didascálias?
  4. 4. Os cavaleiros passam pela Barca do Inferno e embarcam logo para a Barcado Anjo.Barca do Anjo (864-871)“E passando per diante daproa do batel dos danadosassicantando…”(Didascália)“Tornam aprosseguir, cantando, seucaminho direito à barca daGlória…” (Didascália)
  5. 5. • Dedicados a servir Deus e Jesus – “Absoltos aculpa e pena per privilégio que os assi morremtêm dos mistérios da Paixão d’Àquele por quempadecem…” (Didascália)• Corajosos - “Vós, Satanás, presumis? Atentaicom quem falais! ”(854-855)• Verdadeiros cristãos – “Pelo qual Senhor eacrescentamento de sua santa fé católicamorreram em poder do s Mouros.” (Didascália)• Orgulhosos (na sua missão) – “Quem morrepor Jesu Cristo não vai em tal barca como essa!”(862-863)Quatro Cavaleiros?
  6. 6. Diabo?Anjo?• Confuso – “Entrai cá! Que cousa é essa? / Eu não possoentender isto” (861-862)• Intrigado – “Cavaleiros, vós passais, / e não perguntaisonde is?• Hospitaleiro e paciente – “Ó cavaleiros de Deus, a vósestou esperando” (864-865)• Justo – “ …que quem morre em tal peleja merece pazeternal.” (871)• Moralista – “ó cavaleiros de Deus, / a vós estouesperando, / que morrestes pelejando / por Cristo,Senhor dos Céus. / Sois livres de todo mal, / mártiresda Madre Igreja, que quem morre em tal peleja merece pazeternal.” (864-871)
  7. 7. - merecem entrar na barca do Anjo- morreram a lutar pela fé cristã, contra os infiéis, o que os livrou detodos os pecados;- esta cena revela a mentalidade medieval da apologia do espírito dacruzada;Defesa? Sim ou não?Não há exactamente argumentos de defesa pois nem precisamde defender-se. O Anjo dá justificações para a entrada daspersonagens na sua barca.“Ó cavaleiros de Deus, a vós estou esperando, que morrestes pelejando porCristo, Senhor dos céus! Sois livres de todo mal, mártires da Madre Igreja,que quem morre em tal peleja merece paz eternal.” (864-871)Razões?
  8. 8. Não há absolutamente nenhumargumento de acusação pois oAnjo só diz coisas boas sobre oscavaleiros.
  9. 9. A Cruz de Cristo – A Cruz de Cristo que simboliza a fé católica doscavaleiros.As espadas e os escudos - Simbolizam a pura defesa e fé da Reconquistae da Expansão da Fé Cristã“Vêm quatro cavaleiros cantando, os quais trazem cada um a Cruz deCristo…”(Didascália) “E passando per diante da proa do batel dos danados assicantando, com suas espadas e escudos…” (Didascália)A Cruz de Cristo As espadas Os Escudos
  10. 10. Cómico de Situação – “Entrai cá! Que cousa éessa? Eu non posso entender isto!”Cómico de Carácter -“Vós, Diabo, presumis, atentai com quemfalais!”
  11. 11. a) Modo imperativo“Entrai cá!” (860)b) Frases exclamativas“Atentai com quem falais!” (855)“Eu não posso entender isto!” (861)c) Apóstrofe“Vigiai-vos, pecadores, que, despois da sepultura, neste rio está a ventura deprazeres ou dolores!”(845-848)d) Adjectivação“À barca, à barca segura, barca bem guarnecida, à barca. à barca da vida!” (835-837)e) Metáfora“Vigiai-vos, pecadores, que, despois da sepultura, neste rio está a ventura deprazeres ou dolores!”(845-848)f) Reduplicação“À barca, à barca...” (845)
  12. 12. Gil Vicente pretende transmitir que quem faz o bem naTerra e espalhou a fé cristã é recompensado no Céu equem realmente acredita em Deus (não só ir à missauma vez e fingir quer acredita em Deus), quandomorrer terá uma vida calma e tranquila, sem sepreocupar e não terá de se arrepender de nenhumpecado e ficará com a consciência tranquila. Isso éprovado na cena dos Quatro Cavaleiros. A canção dosCavaleiros é muito importante para passar amensagem da moralidade. A moralidade destareflexão está condensada nos seguintes versos: “Vigiai– vos, pescadores, que depois da sepultura neste rioestá a ventura de prazeres ou dolores. (vv. 836- 839).Gil Vicente com estes versos, pretendia transmitir quedepois da vida terrestre , cada pessoa erarecompensada ou amaldiçoada conforme a sua vidana terra.
  13. 13. Agora que concluímos a análise de ABI, podemosconfirmar que esta obra é um AUTO deMORALIDADE?SIM, pois é uma peça de teatro religiosa (reparem nasreferências constantes à fé e nas personagens Anjo e Diabo) +ensina uma lição de moral (é didáctica) + usa a alegoria (cais= julgamento final; barcas = caminho para a condenação ousalvação; Anjo = o bem e recompensa das virtudes, o Diabo =o mal e condenação dos vícios)
  14. 14. Então pode-se concluir nestefim da análise da cena dosquatro cavaleiros que, semdúvida, há moralidade nestacena e que Gil Vicente queriatransmitir a mensagem que sepessoas vivessem por Deus eque se sacrificassem porCristo iriam para o paraíso.As pessoas pecadoras, einfiéis iam para o Inferno.
  15. 15. http://www.google.com/imgres?um=1&hl=pt-PT&sa=N&biw=1366&bih=705&tbm=isch&tbnid=Nn1tYU5fqCa8ZM:&imgrefurl=http://ante-meridian.blogspot.com/2010/11/silencio-paz-e-solidao.html&docid=Wq1azjyEKFIVtM&imgurl=http://1.bp.blogspot.com/_uyOglqSz7C0/TOhvqjsgAtI/AAAAAAAAAnc/SL5Kt25esMw/s1600/131-cais_vazio_F.jpg&w=529&h=403&ei=XgOMUInnI9CDhQfmkIGIDQ&zoom=1&iact=rc&dur=265&sig=111939170904869461520&page=2&tbnh=140&tbnw=213&start=15&ndsp=28&ved=1t:429,r:17,s:0,i:147&tx=121&ty=79http://www.google.com/imgres?um=1&hl=pt-PT&biw=1366&bih=669&tbm=isch&tbnid=uDfchVYH0B3jqM:&imgrefurl=http://mym-pt.blogspot.com/2008/11/auto-da-barca-do-inferno.html&docid=K4fVpzCdTp2BIM&imgurl=http://3.bp.blogspot.com/_4qdG9wOtm7A/SRIQm1unwUI/AAAAAAAAGJU/93HRV3ZzqI8/s400/1930751.png&w=400&h=296&ei=lQOMUJK6HoqQhQeJ0YDAAQ&zoom=1&iact=hc&vpx=182&vpy=192&dur=258&hovh=189&hovw=255&tx=130&ty=113&sig=111939170904869461520&page=1&tbnh=130&tbnw=169&start=0&ndsp=24&ved=1t:429,r:0,s:0,i:80http://www.google.com/imgres?um=1&hl=pt-PT&biw=1366&bih=669&tbm=isch&tbnid=CNuuIiUpYIjiWM:&imgrefurl=http://www.fotosimagens.net/cruz.html&docid=db-R1H7KsRwqvM&imgurl=http://www.fotosimagens.net/wp-content/uploads/2012/01/Cruz-gotica.gif&w=332&h=332&ei=uAOMUOWWB46WhQeg0YCYCg&zoom=1&iact=rc&dur=227&sig=111939170904869461520&page=2&tbnh=143&tbnw=136&start=22&ndsp=38&ved=1t:429,r:3,s:20,i:205&tx=40&ty=42http://www.google.com/imgres?um=1&hl=pt-PT&sa=N&biw=1366&bih=669&tbm=isch&tbnid=j7t13uHyU0ZJ0M:&imgrefurl=http://es.wikipedia.org/wiki/Archivo:Espada.jpg&docid=Xc-zOpmAYy0VWM&imgurl=http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/5/55/Espada.jpg&w=300&h=300&ei=2gOMUMOaEpG1hAfw8YBo&zoom=1&iact=hc&vpx=1100&vpy=173&dur=1413&hovh=225&hovw=225&tx=171&ty=74&sig=111939170904869461520&page=1&tbnh=140&tbnw=137&start=0&ndsp=20&ved=1t:429,r:6,s:0,i:153http://www.google.com/imgres?start=211&um=1&hl=pt-PT&biw=1366&bih=669&tbm=isch&tbnid=UIBexCL5bu9DUM:&imgrefurl=http://lacasadeljuguete.com/vah/88-escudo-caballero-de-la-cruz.html&docid=g-jHGFfAxyfVFM&imgurl=http://lacasadeljuguete.com/146-thickbox/escudo-caballero-de-la-cruz.jpg&w=600&h=600&ei=PQSMUKbEJoiLhQf2uIAw&zoom=1&iact=hc&vpx=915&vpy=9&dur=259&hovh=225&hovw=225&tx=128&ty=119&sig=111939170904869461520&page=7&tbnh=128&tbnw=128&ndsp=36&ved=1t:429,r:30,s:200,i:94http://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20090811051336AADCuazhttp://www.google.com/imgres?q=Aviso&um=1&hl=ptPT&tbo=d&rlz=1C1TEUA_enPT492PT492&biw=1366&bih=667&tbm=isch&tbnid=UnGsj_ZHa9tiYM:&imgrefurl=http://uabconceicaodocoite.blogspot.com/2010_04_01_archive.html&docid=9PeTfj9qEc1ILM&imgurl=http://2.bp.blogspot.com/_XnW-IwDYaXQ/S9m-EoFI7FI/AAAAAAAAACU/cPZfReoMxow/s1600/aviso.gif&w=355&h=249&ei=ekKlUPynLs-JhQezxICYCw&zoom=1&iact=hc&vpx=294&vpy=159&dur=2952&hovh=188&hovw=268&tx=107&ty=104&sig=101655290088646347318&page=1&tbnh=137&tbnw=195&start=0&ndsp=24&ved=1t:429,r:18,s:0,i:149

×