SlideShare uma empresa Scribd logo
Escola Básica e Secundária Padre Manuel Álvares
Ano Letivo 2014/2015
Língua Portuguesa
9ºAno
Auto da Barca do Inferno, de Gil Vicente
09/04/2015 1
Trabalho elaborado por Mariana Andrade,
Marco Ferreira e Caroline Gouveia, 9ºC
Os Quatro Cavaleiros
Índice
Introdução……………………………………………………………......…….3
Profissão/Atividade e tipo social…………………………………..…………..4
Elementos cénicos e simbologia…………………………………..…………...5
Linguagem………………………………………………….………………….6
Argumentos………………………………………………………….…………7
Destino final………………………………………………………....………...8
Crítica Vicentina……………………………………………………………….9
Conclusão…………………………………………………………………….10
Referências………………………………………….………………………..11
09/04/2015
Trabalho elaborado por Mariana Andrade,
Marco Ferreira e Caroline Gouveia, 9ºC
2
Introdução
Este trabalho foi-nos proposto no âmbito da disciplina de Língua
Portuguesa.
Esta apresentação consiste na redação de uma síntese da informação
presente na cena XI, “Os Quatro Cavaleiros’’, que contempla aspetos como
a atividade/profissão das personagens em cena, os elementos cénicos que
transportam e os seus significados, as características da linguagem
utilizada, as características das personagens, o seu destino final, os
argumentos de acusação e defesa, o tipo social que representam e a crítica
vicentina.
09/04/2015
Trabalho elaborado por Mariana Andrade,
Marco Ferreira e Caroline Gouveia, 9ºC
3
Profissão/Atividade e tipo social
Os Quatro Cavaleiros são Cavaleiros das Cruzadas que faleceram a
defender e a propagar a fé Cristã em lutas contra os Mouros.
09/04/2015
Trabalho elaborado por Mariana Andrade,
Marco Ferreira e Caroline Gouveia, 9ºC
4
Elementos cénicos e simbologia
Estas personagens carregam uma Cruz de Cristo que simboliza a fé
católica dos Cavaleiros “Vêm quatro Cavaleiros cantando, os quais trazem
cada um a Cruz de Cristo…” (Didascália) e espadas e escudos que
representam a luta pela expansão da religião católica.
09/04/2015
Trabalho elaborado por Mariana Andrade,
Marco Ferreira e Caroline Gouveia, 9ºC
5
Linguagem
Ao longo da peça as personagens vão utilizando diferentes registos de
língua.
Os Quatros Cavaleiros demonstram o registo de língua corrente,
aquele que é utilizado e compreendido pela maioria das pessoas no dia-a-
dia.
09/04/2015
Trabalho elaborado por Mariana Andrade,
Marco Ferreira e Caroline Gouveia, 9ºC
6
Argumentos
 De acusação: não existem argumentos de acusação referidos pelo Diabo ou
pelo Anjo.
 De defesa: Os Cavaleiros afirmam terem morrido por Cristo “Quem morre
por Jesu Cristo/ não vai em tal barca como essa.” (vv. 862-863) e o Anjo,
através de um discurso moralista, reconhece o feito dos Cavaleiros e perdoa
os seus pecados “que quem morre em tal peleja/merece paz eternal” (vv.
870-871).
09/04/2015
Trabalho elaborado por Mariana Andrade,
Marco Ferreira e Caroline Gouveia, 9ºC
7
Destino final
Deste modo, os Cavaleiros das Cruzadas entram na barca da Glória
“E assi embarcam.” (v. 872).
09/04/2015
Trabalho elaborado por Mariana Andrade,
Marco Ferreira e Caroline Gouveia, 9ºC
8
Crítica vicentina
A canção cantada pelos Cavaleiros é o reflexo da mensagem que Gil
Vicente quis transmitir. Nos versos “Vigiai-vos, pecadores,/ que, despois da
sepultura,/ neste rio está a ventura/ de prazeres ou dolores!” (vv. 845-848),
Gil Vicente afirma que depois de falecer, cada indivíduo será julgado
conforme as ações realizadas na Terra.
09/04/2015
Trabalho elaborado por Mariana Andrade,
Marco Ferreira e Caroline Gouveia, 9ºC
9
Conclusão
Após a leitura e análise da cena XI e de toda a obra, conclui-se que o
destino de cada pessoa dependerá das atitudes e decisões tomadas em vida,
tratando-se então de uma moralidade.
09/04/2015
Trabalho elaborado por Mariana Andrade,
Marco Ferreira e Caroline Gouveia, 9ºC
10
Referências
 VICENTE, Gil – Auto da Barca do Inferno, Porto Editora, 2014.
 Imagem dos Cavaleiros: COSTA, Fernanda; MAGALHÃES, Olga;
MAGALHÃES, Vera – Diálogos 9 – 9º ano, Porto Editora, 2013, pág. 112, 138 e
139.
 http://anove.wikispaces.com/file/view/4CAVALEIROS.jpg/32696938/4CAVALEIRO
S.jpg
 http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/3/39/OrderOfCristCross.sv
g/2000px-OrderOfCristCross.svg.png
 https://lh3.googleusercontent.com/-Q3F-XXfJl90/U0gLQEwK8-
I/AAAAAAAAiLs/2FTrWBv_98M/s487/espada%2520y%2520escudo%2520templari
os.jpg
 http://4.bp.blogspot.com/__FYK0MSmuVw/TQaSL6QWWfI/AAAAAAAAAt8/CX3XY
AcyDgU/s1600/auto-da-barc.png
 http://2.bp.blogspot.com/-
3xmvT1_sk5E/UZZB0ZzuZMI/AAAAAAAAAFQ/pP0q5X8cF6I/s1600/317791.jpg
09/04/2015
Trabalho elaborado por Mariana Andrade,
Marco Ferreira e Caroline Gouveia, 9ºC
11

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Episódio de inês de castro
Episódio de inês de castroEpisódio de inês de castro
Episódio de inês de castro
Quezia Neves
 
Autodabarcadoinferno procurador e corregedor
Autodabarcadoinferno procurador e corregedorAutodabarcadoinferno procurador e corregedor
Autodabarcadoinferno procurador e corregedor
Francisco Teixeira
 
A alcoviteira
A alcoviteiraA alcoviteira
A alcoviteira
ElisabeteMarques
 
Análise do episódio "Consílio dos deuses"
Análise do episódio "Consílio dos deuses"Análise do episódio "Consílio dos deuses"
Análise do episódio "Consílio dos deuses"
Inês Moreira
 
Despedidas em belém
Despedidas em belémDespedidas em belém
Despedidas em belém
Lurdes
 
A Morte de Inês de Castro - Os Lusíadas
A Morte de Inês de Castro - Os LusíadasA Morte de Inês de Castro - Os Lusíadas
A Morte de Inês de Castro - Os Lusíadas
sin3stesia
 
Proposição
ProposiçãoProposição
Proposição
Paula Oliveira Cruz
 
Gigante Adamastor, d'Os Lusíadas
Gigante Adamastor, d'Os LusíadasGigante Adamastor, d'Os Lusíadas
Gigante Adamastor, d'Os Lusíadas
Dina Baptista
 
Auto da barca do inferno
Auto da barca do infernoAuto da barca do inferno
Auto da barca do inferno
Vanda Marques
 
Auto da barca do inferno, cena VI-O Frade
Auto da barca do inferno, cena VI-O FradeAuto da barca do inferno, cena VI-O Frade
Auto da barca do inferno, cena VI-O Frade
Beatriz Campos
 
Cena do onzeneiro
Cena do onzeneiroCena do onzeneiro
Cena do onzeneiro
José Ferreira
 
Valor modal das frases
Valor modal das frasesValor modal das frases
Valor modal das frases
nando_reis
 
O consílio dos deuses
O consílio dos deusesO consílio dos deuses
O consílio dos deuses
annapaulasilva
 
Análise do episódio "Inês de Castro"
Análise do episódio "Inês de Castro"Análise do episódio "Inês de Castro"
Análise do episódio "Inês de Castro"
Inês Moreira
 
Lusíadas - Episódio do Adamastor
Lusíadas - Episódio do AdamastorLusíadas - Episódio do Adamastor
Lusíadas - Episódio do Adamastor
cristianavieitas
 
Ilha dos Amores
Ilha dos AmoresIlha dos Amores
Ilha dos Amores
Vanda Marques
 
Invocação e Dedicarória
Invocação e DedicaróriaInvocação e Dedicarória
Invocação e Dedicarória
Paula Oliveira Cruz
 
Adamastor
AdamastorAdamastor
Adamastor
sin3stesia
 
Auto Da Barca Do Inferno cena do frade
Auto Da Barca Do Inferno cena do fradeAuto Da Barca Do Inferno cena do frade
Auto Da Barca Do Inferno cena do frade
Delfina Vernuccio
 
Onzeneiro
OnzeneiroOnzeneiro

Mais procurados (20)

Episódio de inês de castro
Episódio de inês de castroEpisódio de inês de castro
Episódio de inês de castro
 
Autodabarcadoinferno procurador e corregedor
Autodabarcadoinferno procurador e corregedorAutodabarcadoinferno procurador e corregedor
Autodabarcadoinferno procurador e corregedor
 
A alcoviteira
A alcoviteiraA alcoviteira
A alcoviteira
 
Análise do episódio "Consílio dos deuses"
Análise do episódio "Consílio dos deuses"Análise do episódio "Consílio dos deuses"
Análise do episódio "Consílio dos deuses"
 
Despedidas em belém
Despedidas em belémDespedidas em belém
Despedidas em belém
 
A Morte de Inês de Castro - Os Lusíadas
A Morte de Inês de Castro - Os LusíadasA Morte de Inês de Castro - Os Lusíadas
A Morte de Inês de Castro - Os Lusíadas
 
Proposição
ProposiçãoProposição
Proposição
 
Gigante Adamastor, d'Os Lusíadas
Gigante Adamastor, d'Os LusíadasGigante Adamastor, d'Os Lusíadas
Gigante Adamastor, d'Os Lusíadas
 
Auto da barca do inferno
Auto da barca do infernoAuto da barca do inferno
Auto da barca do inferno
 
Auto da barca do inferno, cena VI-O Frade
Auto da barca do inferno, cena VI-O FradeAuto da barca do inferno, cena VI-O Frade
Auto da barca do inferno, cena VI-O Frade
 
Cena do onzeneiro
Cena do onzeneiroCena do onzeneiro
Cena do onzeneiro
 
Valor modal das frases
Valor modal das frasesValor modal das frases
Valor modal das frases
 
O consílio dos deuses
O consílio dos deusesO consílio dos deuses
O consílio dos deuses
 
Análise do episódio "Inês de Castro"
Análise do episódio "Inês de Castro"Análise do episódio "Inês de Castro"
Análise do episódio "Inês de Castro"
 
Lusíadas - Episódio do Adamastor
Lusíadas - Episódio do AdamastorLusíadas - Episódio do Adamastor
Lusíadas - Episódio do Adamastor
 
Ilha dos Amores
Ilha dos AmoresIlha dos Amores
Ilha dos Amores
 
Invocação e Dedicarória
Invocação e DedicaróriaInvocação e Dedicarória
Invocação e Dedicarória
 
Adamastor
AdamastorAdamastor
Adamastor
 
Auto Da Barca Do Inferno cena do frade
Auto Da Barca Do Inferno cena do fradeAuto Da Barca Do Inferno cena do frade
Auto Da Barca Do Inferno cena do frade
 
Onzeneiro
OnzeneiroOnzeneiro
Onzeneiro
 

Destaque

O Enforcado - Auto da Barca do Inferno - 9º Ano
O Enforcado - Auto da Barca do Inferno - 9º AnoO Enforcado - Auto da Barca do Inferno - 9º Ano
O Enforcado - Auto da Barca do Inferno - 9º Ano
joaoalmeiida
 
Cena do Corregedor e Procurador.
Cena do Corregedor e Procurador.Cena do Corregedor e Procurador.
Cena do Corregedor e Procurador.
Lurdes Augusto
 
Auto da Barca do Inferno-Judeu
Auto da Barca do Inferno-JudeuAuto da Barca do Inferno-Judeu
Auto da Barca do Inferno-Judeu
Pedro Lucas
 
Alcoviteira
AlcoviteiraAlcoviteira
Alcoviteira
ElisabeteMarques
 
Cena do Enforcado - Auto da Barca do Inferno
Cena do Enforcado - Auto da Barca do InfernoCena do Enforcado - Auto da Barca do Inferno
Cena do Enforcado - Auto da Barca do Inferno
Toninho Mata
 
Alcoviteira
AlcoviteiraAlcoviteira
Alcoviteira
Delfina Vernuccio
 
Auto da barca do inferno
Auto da barca do infernoAuto da barca do inferno
Auto da barca do inferno
claudiagandra
 
O corregedor e o procurador - Português 9º ano
O corregedor e o procurador - Português 9º anoO corregedor e o procurador - Português 9º ano
O corregedor e o procurador - Português 9º ano
Gabriel Lima
 

Destaque (8)

O Enforcado - Auto da Barca do Inferno - 9º Ano
O Enforcado - Auto da Barca do Inferno - 9º AnoO Enforcado - Auto da Barca do Inferno - 9º Ano
O Enforcado - Auto da Barca do Inferno - 9º Ano
 
Cena do Corregedor e Procurador.
Cena do Corregedor e Procurador.Cena do Corregedor e Procurador.
Cena do Corregedor e Procurador.
 
Auto da Barca do Inferno-Judeu
Auto da Barca do Inferno-JudeuAuto da Barca do Inferno-Judeu
Auto da Barca do Inferno-Judeu
 
Alcoviteira
AlcoviteiraAlcoviteira
Alcoviteira
 
Cena do Enforcado - Auto da Barca do Inferno
Cena do Enforcado - Auto da Barca do InfernoCena do Enforcado - Auto da Barca do Inferno
Cena do Enforcado - Auto da Barca do Inferno
 
Alcoviteira
AlcoviteiraAlcoviteira
Alcoviteira
 
Auto da barca do inferno
Auto da barca do infernoAuto da barca do inferno
Auto da barca do inferno
 
O corregedor e o procurador - Português 9º ano
O corregedor e o procurador - Português 9º anoO corregedor e o procurador - Português 9º ano
O corregedor e o procurador - Português 9º ano
 

Último

Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃOAUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
FernandaOliveira758273
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
WELTONROBERTOFREITAS
 
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptxTREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
erssstcontato
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
sjcelsorocha
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
Manuais Formação
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
vitorreissouzasilva
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
Crisnaiara
 
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.pptFUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
MarceloMonteiro213738
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
MatheusSousa716350
 
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdfAula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Marília Pacheco
 
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
ElinarioCosta
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Nertan Dias
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 

Último (20)

Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃOAUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
 
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptxTREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
 
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.pptFUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
 
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdfAula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
 
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 

Os Quatro Cavaleiros, Auto da Barca do Inferno

  • 1. Escola Básica e Secundária Padre Manuel Álvares Ano Letivo 2014/2015 Língua Portuguesa 9ºAno Auto da Barca do Inferno, de Gil Vicente 09/04/2015 1 Trabalho elaborado por Mariana Andrade, Marco Ferreira e Caroline Gouveia, 9ºC Os Quatro Cavaleiros
  • 2. Índice Introdução……………………………………………………………......…….3 Profissão/Atividade e tipo social…………………………………..…………..4 Elementos cénicos e simbologia…………………………………..…………...5 Linguagem………………………………………………….………………….6 Argumentos………………………………………………………….…………7 Destino final………………………………………………………....………...8 Crítica Vicentina……………………………………………………………….9 Conclusão…………………………………………………………………….10 Referências………………………………………….………………………..11 09/04/2015 Trabalho elaborado por Mariana Andrade, Marco Ferreira e Caroline Gouveia, 9ºC 2
  • 3. Introdução Este trabalho foi-nos proposto no âmbito da disciplina de Língua Portuguesa. Esta apresentação consiste na redação de uma síntese da informação presente na cena XI, “Os Quatro Cavaleiros’’, que contempla aspetos como a atividade/profissão das personagens em cena, os elementos cénicos que transportam e os seus significados, as características da linguagem utilizada, as características das personagens, o seu destino final, os argumentos de acusação e defesa, o tipo social que representam e a crítica vicentina. 09/04/2015 Trabalho elaborado por Mariana Andrade, Marco Ferreira e Caroline Gouveia, 9ºC 3
  • 4. Profissão/Atividade e tipo social Os Quatro Cavaleiros são Cavaleiros das Cruzadas que faleceram a defender e a propagar a fé Cristã em lutas contra os Mouros. 09/04/2015 Trabalho elaborado por Mariana Andrade, Marco Ferreira e Caroline Gouveia, 9ºC 4
  • 5. Elementos cénicos e simbologia Estas personagens carregam uma Cruz de Cristo que simboliza a fé católica dos Cavaleiros “Vêm quatro Cavaleiros cantando, os quais trazem cada um a Cruz de Cristo…” (Didascália) e espadas e escudos que representam a luta pela expansão da religião católica. 09/04/2015 Trabalho elaborado por Mariana Andrade, Marco Ferreira e Caroline Gouveia, 9ºC 5
  • 6. Linguagem Ao longo da peça as personagens vão utilizando diferentes registos de língua. Os Quatros Cavaleiros demonstram o registo de língua corrente, aquele que é utilizado e compreendido pela maioria das pessoas no dia-a- dia. 09/04/2015 Trabalho elaborado por Mariana Andrade, Marco Ferreira e Caroline Gouveia, 9ºC 6
  • 7. Argumentos  De acusação: não existem argumentos de acusação referidos pelo Diabo ou pelo Anjo.  De defesa: Os Cavaleiros afirmam terem morrido por Cristo “Quem morre por Jesu Cristo/ não vai em tal barca como essa.” (vv. 862-863) e o Anjo, através de um discurso moralista, reconhece o feito dos Cavaleiros e perdoa os seus pecados “que quem morre em tal peleja/merece paz eternal” (vv. 870-871). 09/04/2015 Trabalho elaborado por Mariana Andrade, Marco Ferreira e Caroline Gouveia, 9ºC 7
  • 8. Destino final Deste modo, os Cavaleiros das Cruzadas entram na barca da Glória “E assi embarcam.” (v. 872). 09/04/2015 Trabalho elaborado por Mariana Andrade, Marco Ferreira e Caroline Gouveia, 9ºC 8
  • 9. Crítica vicentina A canção cantada pelos Cavaleiros é o reflexo da mensagem que Gil Vicente quis transmitir. Nos versos “Vigiai-vos, pecadores,/ que, despois da sepultura,/ neste rio está a ventura/ de prazeres ou dolores!” (vv. 845-848), Gil Vicente afirma que depois de falecer, cada indivíduo será julgado conforme as ações realizadas na Terra. 09/04/2015 Trabalho elaborado por Mariana Andrade, Marco Ferreira e Caroline Gouveia, 9ºC 9
  • 10. Conclusão Após a leitura e análise da cena XI e de toda a obra, conclui-se que o destino de cada pessoa dependerá das atitudes e decisões tomadas em vida, tratando-se então de uma moralidade. 09/04/2015 Trabalho elaborado por Mariana Andrade, Marco Ferreira e Caroline Gouveia, 9ºC 10
  • 11. Referências  VICENTE, Gil – Auto da Barca do Inferno, Porto Editora, 2014.  Imagem dos Cavaleiros: COSTA, Fernanda; MAGALHÃES, Olga; MAGALHÃES, Vera – Diálogos 9 – 9º ano, Porto Editora, 2013, pág. 112, 138 e 139.  http://anove.wikispaces.com/file/view/4CAVALEIROS.jpg/32696938/4CAVALEIRO S.jpg  http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/3/39/OrderOfCristCross.sv g/2000px-OrderOfCristCross.svg.png  https://lh3.googleusercontent.com/-Q3F-XXfJl90/U0gLQEwK8- I/AAAAAAAAiLs/2FTrWBv_98M/s487/espada%2520y%2520escudo%2520templari os.jpg  http://4.bp.blogspot.com/__FYK0MSmuVw/TQaSL6QWWfI/AAAAAAAAAt8/CX3XY AcyDgU/s1600/auto-da-barc.png  http://2.bp.blogspot.com/- 3xmvT1_sk5E/UZZB0ZzuZMI/AAAAAAAAAFQ/pP0q5X8cF6I/s1600/317791.jpg 09/04/2015 Trabalho elaborado por Mariana Andrade, Marco Ferreira e Caroline Gouveia, 9ºC 11