SlideShare uma empresa Scribd logo
Português – 9º ano 
Docente: Maria Rodrigues 
Auto da Barca do Inferno 
Características do teatro vicentino 
(Adaptado do manual P9, Texto Editora)
O teatro de Gil Vicente 
• Gil Vicente é considerado, por muitos estudiosos, o primeiro grande 
percursor do modo dramático em Portugal. 
• As suas peças teatrais apresentam um retrato do quotidiano da época, 
recebido através das falas das personagens e das relações que 
estabelecem entre si. 
• O Auto da Barca do Inferno é um Auto de moralidade, ou seja, é uma peça 
medieval de cariz religioso, destinada a transmitir aos seus espetadores 
ensinamentos sobre o Bem e o Mal. 
• O auto apresenta uma forte crítica social. 
• Podemos dizer que é uma representação alegórica, 
pois representa figurativamente o juízo final.
Personagens 
• Uma das características mais importantes do teatro vicentino 
é o recurso a personagens-tipo com o intuito de denunciar e 
moralizar a sociedade, recorrendo à sátira. 
• Estas personagens representam o coletivo de uma classe, 
profissão ou estrato social. 
• Cada personagem do Auto da Barca do Inferno é portadora de 
um objeto simbólico que materializa o pecado e representa os 
seus atos em vida. 
• Os objetos permitem, ao espetador, identificar a personagem 
e a origem da sua condenação.
Linguagem 
• A linguagem representa um dos traços mais originais na obra 
vicentina. 
• A linguagem empregue pelas personagens revela a sua 
condição sociocultural. 
• A linguagem representa um contributo fundamental na 
caracterização das personagens.
Processos de cómico 
• O Auto da Barca do Inferno pretende funcionar como uma sátira moralizadora à 
sociedade. Gil Vicente recorre ao cómico, seguindo o lema «Ridendo castigat 
mores» (a rir castigam-se os costumes), para atingir este objetivo. 
• Processos de cómico: 
 Cómico de linguagem 
A linguagem utilizada não se adequa à situação. 
A ironia, o sarcasmo, o vocabulário rude ou excessivamente formal são exemplos 
deste tipo de cómico. 
 Cómico de situação 
A personagem não se adapta à situação em que se encontra. 
 Cómico de caráter 
O carácter de uma personagem não se adequa à situação.
Estrutura externa 
• A ação é uma sucessão de acontecimentos que ocorre num 
determinado tempo e espaço. Ao nível externo pode dividir-se 
em atos e cenas. 
• O Auto da Barca do Inferno não apresenta divisão externa, à 
semelhança do teatro medieval. 
• A peça apresenta apenas um ato, uma vez que o cenário é 
constituído por um rio e um cais, onde estão ancoradas duas 
barcas. 
• Através da sucessão de personagens, podemos dividir o auto 
em cenas à maneira clássica.
Estrutura interna 
• O Auto da Barca do Inferno apresenta um conjunto de 
ações semelhantes, em torno de um ou mais 
protagonistas. Essas ações são constituídas por 
exposição, conflito e desenlace. 
• A cena representa a margem de um rio, que remete para 
o ≪outro mundo≫ com duas barcas prestes a partir. 
• Uma das barcas, conduzida por um anjo, leva ao Paraíso; 
a outra, conduzida por um diabo, leva ao inferno. 
• Uma série de personagens vão chegando a praia: são os 
mortos que acabam de deixar o mundo.
Texto dramático 
O discurso dramático é constituído pelas falas das personagens, que se 
apresentam na forma de: 
 diálogo — as personagens falam umas com as outras; 
 monólogo — uma personagem fala consigo mesma; 
 aparte — uma personagem faz um comentário para os espetadores, 
que não é ouvido pelas restantes personagens em cena. 
Pode conter indicações cénicas ou didascálias que complementam a 
leitura e fornecem informações sobre cenário, iluminação, som, 
adereços, figurinos, características físicas e psicológicas das 
personagens, movimentos, atitudes, tom de voz, etc. 
Pode apresentar indicações sobre a estrutura externa do texto: atos, 
cenas e quadros.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Teste 9º os lusíadas
Teste 9º os lusíadasTeste 9º os lusíadas
Teste 9º os lusíadas
Natália Carvalho
 
Cena do Enforcado - Auto da Barca do Inferno
Cena do Enforcado - Auto da Barca do InfernoCena do Enforcado - Auto da Barca do Inferno
Cena do Enforcado - Auto da Barca do Inferno
Toninho Mata
 
Autodabarcadoinferno procurador e corregedor
Autodabarcadoinferno procurador e corregedorAutodabarcadoinferno procurador e corregedor
Autodabarcadoinferno procurador e corregedor
Francisco Teixeira
 
Teste de Português
Teste de PortuguêsTeste de Português
Teste de Português
Maria Gomes
 
Auto da barca do inferno, cena VI-O Frade
Auto da barca do inferno, cena VI-O FradeAuto da barca do inferno, cena VI-O Frade
Auto da barca do inferno, cena VI-O Frade
Beatriz Campos
 
Onzeneiro
OnzeneiroOnzeneiro
Auto da barca do inferno- O frade
Auto da barca do inferno- O fradeAuto da barca do inferno- O frade
Auto da barca do inferno- O frade
Zé Carlos Barbosa
 
Grelha de análise do auto da barca do inferno 9º
Grelha de análise do auto da barca do inferno 9ºGrelha de análise do auto da barca do inferno 9º
Grelha de análise do auto da barca do inferno 9º
Secretaria Regional de Educação da Madeira
 
Auto da-barca-do-inferno-argumentos-de-acusao-e-de-defesa
Auto da-barca-do-inferno-argumentos-de-acusao-e-de-defesaAuto da-barca-do-inferno-argumentos-de-acusao-e-de-defesa
Auto da-barca-do-inferno-argumentos-de-acusao-e-de-defesa
FJDOliveira
 
A alcoviteira
A alcoviteiraA alcoviteira
A alcoviteira
ElisabeteMarques
 
Auto Da Barca Do Inferno cena do frade
Auto Da Barca Do Inferno cena do fradeAuto Da Barca Do Inferno cena do frade
Auto Da Barca Do Inferno cena do frade
Delfina Vernuccio
 
Auto da barca do inferno análise global
Auto da barca do inferno  análise globalAuto da barca do inferno  análise global
Auto da barca do inferno análise global
Carla Scala
 
O corregedor
O corregedorO corregedor
O corregedor
ElisabeteMarques
 
ANÁLISE DO CONTO A PALAVRA MÁGICA" - Português
ANÁLISE DO CONTO  A PALAVRA MÁGICA" - PortuguêsANÁLISE DO CONTO  A PALAVRA MÁGICA" - Português
ANÁLISE DO CONTO A PALAVRA MÁGICA" - Português
João Pedro Costa
 
Auto da Barca do Inferno, de Gil Vicente
Auto da Barca do Inferno, de Gil VicenteAuto da Barca do Inferno, de Gil Vicente
Auto da Barca do Inferno, de Gil Vicente
Lurdes Augusto
 
Sílabas Métricas
Sílabas MétricasSílabas Métricas
Sílabas Métricas
713773
 
Proposição
ProposiçãoProposição
Proposição
Paula Oliveira Cruz
 
Cena do fidalgo_-_questionario
Cena do fidalgo_-_questionarioCena do fidalgo_-_questionario
Cena do fidalgo_-_questionario
Maria Gonçalves
 
Auto da Barca do Inferno-Judeu
Auto da Barca do Inferno-JudeuAuto da Barca do Inferno-Judeu
Auto da Barca do Inferno-Judeu
Pedro Lucas
 
O corregedor e o procurador - Português 9º ano
O corregedor e o procurador - Português 9º anoO corregedor e o procurador - Português 9º ano
O corregedor e o procurador - Português 9º ano
Gabriel Lima
 

Mais procurados (20)

Teste 9º os lusíadas
Teste 9º os lusíadasTeste 9º os lusíadas
Teste 9º os lusíadas
 
Cena do Enforcado - Auto da Barca do Inferno
Cena do Enforcado - Auto da Barca do InfernoCena do Enforcado - Auto da Barca do Inferno
Cena do Enforcado - Auto da Barca do Inferno
 
Autodabarcadoinferno procurador e corregedor
Autodabarcadoinferno procurador e corregedorAutodabarcadoinferno procurador e corregedor
Autodabarcadoinferno procurador e corregedor
 
Teste de Português
Teste de PortuguêsTeste de Português
Teste de Português
 
Auto da barca do inferno, cena VI-O Frade
Auto da barca do inferno, cena VI-O FradeAuto da barca do inferno, cena VI-O Frade
Auto da barca do inferno, cena VI-O Frade
 
Onzeneiro
OnzeneiroOnzeneiro
Onzeneiro
 
Auto da barca do inferno- O frade
Auto da barca do inferno- O fradeAuto da barca do inferno- O frade
Auto da barca do inferno- O frade
 
Grelha de análise do auto da barca do inferno 9º
Grelha de análise do auto da barca do inferno 9ºGrelha de análise do auto da barca do inferno 9º
Grelha de análise do auto da barca do inferno 9º
 
Auto da-barca-do-inferno-argumentos-de-acusao-e-de-defesa
Auto da-barca-do-inferno-argumentos-de-acusao-e-de-defesaAuto da-barca-do-inferno-argumentos-de-acusao-e-de-defesa
Auto da-barca-do-inferno-argumentos-de-acusao-e-de-defesa
 
A alcoviteira
A alcoviteiraA alcoviteira
A alcoviteira
 
Auto Da Barca Do Inferno cena do frade
Auto Da Barca Do Inferno cena do fradeAuto Da Barca Do Inferno cena do frade
Auto Da Barca Do Inferno cena do frade
 
Auto da barca do inferno análise global
Auto da barca do inferno  análise globalAuto da barca do inferno  análise global
Auto da barca do inferno análise global
 
O corregedor
O corregedorO corregedor
O corregedor
 
ANÁLISE DO CONTO A PALAVRA MÁGICA" - Português
ANÁLISE DO CONTO  A PALAVRA MÁGICA" - PortuguêsANÁLISE DO CONTO  A PALAVRA MÁGICA" - Português
ANÁLISE DO CONTO A PALAVRA MÁGICA" - Português
 
Auto da Barca do Inferno, de Gil Vicente
Auto da Barca do Inferno, de Gil VicenteAuto da Barca do Inferno, de Gil Vicente
Auto da Barca do Inferno, de Gil Vicente
 
Sílabas Métricas
Sílabas MétricasSílabas Métricas
Sílabas Métricas
 
Proposição
ProposiçãoProposição
Proposição
 
Cena do fidalgo_-_questionario
Cena do fidalgo_-_questionarioCena do fidalgo_-_questionario
Cena do fidalgo_-_questionario
 
Auto da Barca do Inferno-Judeu
Auto da Barca do Inferno-JudeuAuto da Barca do Inferno-Judeu
Auto da Barca do Inferno-Judeu
 
O corregedor e o procurador - Português 9º ano
O corregedor e o procurador - Português 9º anoO corregedor e o procurador - Português 9º ano
O corregedor e o procurador - Português 9º ano
 

Destaque

2 f form_gil auto da barca do inferno 9º
2 f form_gil auto da barca do inferno 9º2 f form_gil auto da barca do inferno 9º
2 f form_gil auto da barca do inferno 9º
lmmj
 
O auto da barca do inferno de Gil Vicente
O auto da barca do inferno de Gil VicenteO auto da barca do inferno de Gil Vicente
O auto da barca do inferno de Gil Vicente
Otivo Junior
 
9º ano
9º ano9º ano
9º ano
rafaelcef3
 
Para Compreender o Auto da Barca do Inferno
Para Compreender o Auto da Barca do InfernoPara Compreender o Auto da Barca do Inferno
Para Compreender o Auto da Barca do Inferno
Jú Barbosa
 
O Enforcado - Auto da Barca do Inferno - 9º Ano
O Enforcado - Auto da Barca do Inferno - 9º AnoO Enforcado - Auto da Barca do Inferno - 9º Ano
O Enforcado - Auto da Barca do Inferno - 9º Ano
joaoalmeiida
 
A sátira e a crítica social no Memorial do Convento
A sátira e a crítica social no Memorial do ConventoA sátira e a crítica social no Memorial do Convento
A sátira e a crítica social no Memorial do Convento
Joana Filipa Rodrigues
 
Auto da barca do Inferno
Auto da barca do InfernoAuto da barca do Inferno
Auto da barca do Inferno
Margarida Ramos
 

Destaque (7)

2 f form_gil auto da barca do inferno 9º
2 f form_gil auto da barca do inferno 9º2 f form_gil auto da barca do inferno 9º
2 f form_gil auto da barca do inferno 9º
 
O auto da barca do inferno de Gil Vicente
O auto da barca do inferno de Gil VicenteO auto da barca do inferno de Gil Vicente
O auto da barca do inferno de Gil Vicente
 
9º ano
9º ano9º ano
9º ano
 
Para Compreender o Auto da Barca do Inferno
Para Compreender o Auto da Barca do InfernoPara Compreender o Auto da Barca do Inferno
Para Compreender o Auto da Barca do Inferno
 
O Enforcado - Auto da Barca do Inferno - 9º Ano
O Enforcado - Auto da Barca do Inferno - 9º AnoO Enforcado - Auto da Barca do Inferno - 9º Ano
O Enforcado - Auto da Barca do Inferno - 9º Ano
 
A sátira e a crítica social no Memorial do Convento
A sátira e a crítica social no Memorial do ConventoA sátira e a crítica social no Memorial do Convento
A sátira e a crítica social no Memorial do Convento
 
Auto da barca do Inferno
Auto da barca do InfernoAuto da barca do Inferno
Auto da barca do Inferno
 

Semelhante a Auto da barca do inferno

Auto da Barca do Inferno - Português 9º ano
Auto da Barca do Inferno - Português 9º anoAuto da Barca do Inferno - Português 9º ano
Auto da Barca do Inferno - Português 9º ano
AnaMargaridaParreira1
 
auto da barca do inferno de Gil Vicente.
auto da barca do inferno de Gil Vicente.auto da barca do inferno de Gil Vicente.
auto da barca do inferno de Gil Vicente.
luz991
 
pt9cdr_auto_id1232128_80329_98015.pptx
pt9cdr_auto_id1232128_80329_98015.pptxpt9cdr_auto_id1232128_80329_98015.pptx
pt9cdr_auto_id1232128_80329_98015.pptx
IriaVasconcelos
 
Auto da barca do inferno
Auto da barca do infernoAuto da barca do inferno
Auto da barca do inferno
watilde
 
50669819 auto-da-barca-do-inferno-introducao ppt
50669819 auto-da-barca-do-inferno-introducao ppt50669819 auto-da-barca-do-inferno-introducao ppt
50669819 auto-da-barca-do-inferno-introducao ppt
paulaoliveiraoliveir2
 
Aps
ApsAps
Cena do fidalgo (1) (1)
Cena do fidalgo (1) (1)Cena do fidalgo (1) (1)
Cena do fidalgo (1) (1)
inesislinda
 
História do Teatro ( Gil Vicente ) disciplina Português
História do Teatro ( Gil Vicente ) disciplina PortuguêsHistória do Teatro ( Gil Vicente ) disciplina Português
História do Teatro ( Gil Vicente ) disciplina Português
joanaat
 
Temática E Estrutura
Temática E EstruturaTemática E Estrutura
Temática E Estrutura
Susana Sobrenome
 
LITERATURA
 LITERATURA  LITERATURA
LITERATURA
TerezinhaMendes4
 
«Auto da Barca do Inferno», Gil Vicente.PPTX
«Auto da Barca do Inferno», Gil Vicente.PPTX«Auto da Barca do Inferno», Gil Vicente.PPTX
«Auto da Barca do Inferno», Gil Vicente.PPTX
Elisabete Laginha
 
«Auto da Barca do Inferno», Gil Vicente.PPTX
«Auto da Barca do Inferno», Gil Vicente.PPTX«Auto da Barca do Inferno», Gil Vicente.PPTX
«Auto da Barca do Inferno», Gil Vicente.PPTX
MarciaSilva440561
 
Teatro vicentino
Teatro vicentinoTeatro vicentino
Teatro vicentino
Myarony Domingos
 
Texto dramático, Falar verdade a Mentir
Texto dramático, Falar verdade a MentirTexto dramático, Falar verdade a Mentir
Texto dramático, Falar verdade a Mentir
Lurdes Augusto
 
Humanismo - Gil Vicente
Humanismo  - Gil VicenteHumanismo  - Gil Vicente
Humanismo - Gil Vicente
Escola Estadual Joaquim Abarca -
 
Auto da barca do inferno
Auto da barca do infernoAuto da barca do inferno
Auto da barca do inferno
Sonia Ramos
 
Fichamento de A personagem no teatro, de Décio de Almeida Prado
Fichamento de A personagem no teatro, de Décio de Almeida PradoFichamento de A personagem no teatro, de Décio de Almeida Prado
Fichamento de A personagem no teatro, de Décio de Almeida Prado
Carla Souto
 
Analise-da-peca-de-teatro-o-auto-da-compadecida (2).pptx
Analise-da-peca-de-teatro-o-auto-da-compadecida (2).pptxAnalise-da-peca-de-teatro-o-auto-da-compadecida (2).pptx
Analise-da-peca-de-teatro-o-auto-da-compadecida (2).pptx
fabiana643509
 
O Auto da Barca do Inferno
O Auto da Barca do InfernoO Auto da Barca do Inferno
O Auto da Barca do Inferno
António Fernandes
 
Gêneros literários sociedade gregaa.pptx
Gêneros literários sociedade gregaa.pptxGêneros literários sociedade gregaa.pptx
Gêneros literários sociedade gregaa.pptx
almeidaluana280
 

Semelhante a Auto da barca do inferno (20)

Auto da Barca do Inferno - Português 9º ano
Auto da Barca do Inferno - Português 9º anoAuto da Barca do Inferno - Português 9º ano
Auto da Barca do Inferno - Português 9º ano
 
auto da barca do inferno de Gil Vicente.
auto da barca do inferno de Gil Vicente.auto da barca do inferno de Gil Vicente.
auto da barca do inferno de Gil Vicente.
 
pt9cdr_auto_id1232128_80329_98015.pptx
pt9cdr_auto_id1232128_80329_98015.pptxpt9cdr_auto_id1232128_80329_98015.pptx
pt9cdr_auto_id1232128_80329_98015.pptx
 
Auto da barca do inferno
Auto da barca do infernoAuto da barca do inferno
Auto da barca do inferno
 
50669819 auto-da-barca-do-inferno-introducao ppt
50669819 auto-da-barca-do-inferno-introducao ppt50669819 auto-da-barca-do-inferno-introducao ppt
50669819 auto-da-barca-do-inferno-introducao ppt
 
Aps
ApsAps
Aps
 
Cena do fidalgo (1) (1)
Cena do fidalgo (1) (1)Cena do fidalgo (1) (1)
Cena do fidalgo (1) (1)
 
História do Teatro ( Gil Vicente ) disciplina Português
História do Teatro ( Gil Vicente ) disciplina PortuguêsHistória do Teatro ( Gil Vicente ) disciplina Português
História do Teatro ( Gil Vicente ) disciplina Português
 
Temática E Estrutura
Temática E EstruturaTemática E Estrutura
Temática E Estrutura
 
LITERATURA
 LITERATURA  LITERATURA
LITERATURA
 
«Auto da Barca do Inferno», Gil Vicente.PPTX
«Auto da Barca do Inferno», Gil Vicente.PPTX«Auto da Barca do Inferno», Gil Vicente.PPTX
«Auto da Barca do Inferno», Gil Vicente.PPTX
 
«Auto da Barca do Inferno», Gil Vicente.PPTX
«Auto da Barca do Inferno», Gil Vicente.PPTX«Auto da Barca do Inferno», Gil Vicente.PPTX
«Auto da Barca do Inferno», Gil Vicente.PPTX
 
Teatro vicentino
Teatro vicentinoTeatro vicentino
Teatro vicentino
 
Texto dramático, Falar verdade a Mentir
Texto dramático, Falar verdade a MentirTexto dramático, Falar verdade a Mentir
Texto dramático, Falar verdade a Mentir
 
Humanismo - Gil Vicente
Humanismo  - Gil VicenteHumanismo  - Gil Vicente
Humanismo - Gil Vicente
 
Auto da barca do inferno
Auto da barca do infernoAuto da barca do inferno
Auto da barca do inferno
 
Fichamento de A personagem no teatro, de Décio de Almeida Prado
Fichamento de A personagem no teatro, de Décio de Almeida PradoFichamento de A personagem no teatro, de Décio de Almeida Prado
Fichamento de A personagem no teatro, de Décio de Almeida Prado
 
Analise-da-peca-de-teatro-o-auto-da-compadecida (2).pptx
Analise-da-peca-de-teatro-o-auto-da-compadecida (2).pptxAnalise-da-peca-de-teatro-o-auto-da-compadecida (2).pptx
Analise-da-peca-de-teatro-o-auto-da-compadecida (2).pptx
 
O Auto da Barca do Inferno
O Auto da Barca do InfernoO Auto da Barca do Inferno
O Auto da Barca do Inferno
 
Gêneros literários sociedade gregaa.pptx
Gêneros literários sociedade gregaa.pptxGêneros literários sociedade gregaa.pptx
Gêneros literários sociedade gregaa.pptx
 

Auto da barca do inferno

  • 1. Português – 9º ano Docente: Maria Rodrigues Auto da Barca do Inferno Características do teatro vicentino (Adaptado do manual P9, Texto Editora)
  • 2. O teatro de Gil Vicente • Gil Vicente é considerado, por muitos estudiosos, o primeiro grande percursor do modo dramático em Portugal. • As suas peças teatrais apresentam um retrato do quotidiano da época, recebido através das falas das personagens e das relações que estabelecem entre si. • O Auto da Barca do Inferno é um Auto de moralidade, ou seja, é uma peça medieval de cariz religioso, destinada a transmitir aos seus espetadores ensinamentos sobre o Bem e o Mal. • O auto apresenta uma forte crítica social. • Podemos dizer que é uma representação alegórica, pois representa figurativamente o juízo final.
  • 3. Personagens • Uma das características mais importantes do teatro vicentino é o recurso a personagens-tipo com o intuito de denunciar e moralizar a sociedade, recorrendo à sátira. • Estas personagens representam o coletivo de uma classe, profissão ou estrato social. • Cada personagem do Auto da Barca do Inferno é portadora de um objeto simbólico que materializa o pecado e representa os seus atos em vida. • Os objetos permitem, ao espetador, identificar a personagem e a origem da sua condenação.
  • 4. Linguagem • A linguagem representa um dos traços mais originais na obra vicentina. • A linguagem empregue pelas personagens revela a sua condição sociocultural. • A linguagem representa um contributo fundamental na caracterização das personagens.
  • 5. Processos de cómico • O Auto da Barca do Inferno pretende funcionar como uma sátira moralizadora à sociedade. Gil Vicente recorre ao cómico, seguindo o lema «Ridendo castigat mores» (a rir castigam-se os costumes), para atingir este objetivo. • Processos de cómico:  Cómico de linguagem A linguagem utilizada não se adequa à situação. A ironia, o sarcasmo, o vocabulário rude ou excessivamente formal são exemplos deste tipo de cómico.  Cómico de situação A personagem não se adapta à situação em que se encontra.  Cómico de caráter O carácter de uma personagem não se adequa à situação.
  • 6. Estrutura externa • A ação é uma sucessão de acontecimentos que ocorre num determinado tempo e espaço. Ao nível externo pode dividir-se em atos e cenas. • O Auto da Barca do Inferno não apresenta divisão externa, à semelhança do teatro medieval. • A peça apresenta apenas um ato, uma vez que o cenário é constituído por um rio e um cais, onde estão ancoradas duas barcas. • Através da sucessão de personagens, podemos dividir o auto em cenas à maneira clássica.
  • 7. Estrutura interna • O Auto da Barca do Inferno apresenta um conjunto de ações semelhantes, em torno de um ou mais protagonistas. Essas ações são constituídas por exposição, conflito e desenlace. • A cena representa a margem de um rio, que remete para o ≪outro mundo≫ com duas barcas prestes a partir. • Uma das barcas, conduzida por um anjo, leva ao Paraíso; a outra, conduzida por um diabo, leva ao inferno. • Uma série de personagens vão chegando a praia: são os mortos que acabam de deixar o mundo.
  • 8. Texto dramático O discurso dramático é constituído pelas falas das personagens, que se apresentam na forma de:  diálogo — as personagens falam umas com as outras;  monólogo — uma personagem fala consigo mesma;  aparte — uma personagem faz um comentário para os espetadores, que não é ouvido pelas restantes personagens em cena. Pode conter indicações cénicas ou didascálias que complementam a leitura e fornecem informações sobre cenário, iluminação, som, adereços, figurinos, características físicas e psicológicas das personagens, movimentos, atitudes, tom de voz, etc. Pode apresentar indicações sobre a estrutura externa do texto: atos, cenas e quadros.