SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 18
MINISTERIO DA EDUCAÇÃO
FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDONIA
CAMPUS DE ARIQUEMES
DEPARTAMENTO DE CIENCIAS DA EDUCAÇÃO- DECED
ESTÁGIO SUPERVISIONADO II
PROF.ª ESP. RUTE MOREIRA BRAGA
PROJETO DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA
A MÚSICA COMO INSTRUMENTO ALFABETIZADOR
Projeto de intervenção
Pedagógica solicitado pela Profª
Esp. Rute Moreira Braga, como
requisito para a obtenção de nota
parcial da disciplina de Estágio
Supervisionado II.
ARIQUEMES
2011
MINISTERIO DA EDUCAÇÃO
FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDONIA
CAMPUS DE ARIQUEMES
DEPARTAMENTO DE CIENCIAS DA EDUCAÇÃO- DECED
FUNDAMENTOS E PRÁTICAS DAALFABETIZAÇÃO
PROF.ª ESP. MÁRCIAANGELA PATRÍCIA
PROJETO DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA
A MÚSICA COMO INSTRUMENTO ALFABETIZADOR
Duração: 40 horas/aula
Publico alvo: Estudantes de 1º ano (alfabetização) da Escola Mário Quintana
Responsável pelo projeto: Rosangela Carvalho da Costa
Período de Estudo: 6º
Justificativa:
A Música é um fator determinante na personalidade de um indivíduo, uma forma de
expressão social e cultural. É na escola que devemos oferecer as opções de desenvolvimento de
uma pessoa. Ela resgata a cultura e ajuda diretamente na construção do conhecimento. A música
também é um excelente instrumento de cidadania. Projetos que envolvem música e integração
social (especialmente com crianças e adolescentes carentes ou de rua) se espalham, aos poucos,
pelo país e são ainda mais populares e com resultados satisfatórios. Para os professores que ainda
tem dificuldades na alfabetização de seus alunos essa é uma excelente sugestão para um trabalho
lúdico e estimulante, além de ser prazeroso também para a criança. Não é a quantidade de
material que garante a alfabetização e o letramento de seus alunos, mas sim a qualidade do
trabalho que é feito. Para que a aprendizagem através da Música seja fundamental na formação
do cidadão é necessário que todos possam participar, como ouvintes, compositores ou
interpretadores (BRASIL, 1997 pg.54).
Objetivo geral:
Criar possibilidades de Alfabetização através da música.
Objetivos específicos:
• Entender o significado da música
• Diferenciar os gêneros musicais
• Promover atividades lúdicas estimulando a interação entre professores e
aluno
• Desenvolver atividades em cores
• Inserir noção de escrita
• Inserir noção de texto
• Expandir o vocabulário
• Ampliar as diversas variáveis da psicomotricidade
• Reconhecer a primeira letra das palavras no contexto da sílaba inicial;
• Comparar palavras memorizadas globalmente com a hipótese silábica;
• Contar o número de letra das palavras;
• Desmembrar oralmente as palavras em suas sílabas;
• Reconhecer o som das letras pela análise da primeira sílaba das palavras;
• Reconhecer a forma e as posições dos dois tipos de letras: cursiva e maiúscula;
• Identificar palavras em textos de conteúdo conhecido (qualquer tipo de palavra);
• Produzir textos, utilizando-se do professor como escriba;
• Ouvir e compreender histórias;
• Completar palavras com as letras que faltam (observando que o número de letras
presentes exceda sempre o número de sílabas da palavra).
• Compor palavras com sílabas;
• Decompor palavras em suas sílabas;
• Produzir textos alfabeticamente;
• Completar palavras com as sílabas que faltam;
• Observar a segmentação entre as palavras no texto;
• Observar os sinais de pontuação;
• Ouvir e compreender;
• Completar textos com palavras;
• Construir frases com palavras sugeridas pelo professor.
Dimensões abrangidas:
• Língua Portuguesa
• Matemática
• Natureza e Sociedade
• Artes
Conteúdo:
Sílabas Móveis, Brincadeira e jogos (Informática: software educativo Consciência
Fonológica), Jogos de encaixe (construir uma casa), Músicas (A CASA e O PATO de Vinicius de
Moraes, entre outras.), Origami (casa e pato), Cores primárias e secundárias, Texturas (através de
desenhos e pinturas), Recorte e colagem (fazer uma casinha, elaboração de cenário em cartolina),
Recreação (Amarelinha cantada, Dança das cadeiras), Leitura oral, escrita, separação e
classificação das sílabas, antônimos e sinônimos, adjetivos, tipos de habitação, história de
Ariquemes, Mapa Nacional, exposição verbal, Regiões Brasileiras; cultura regional, variação
lingüística, Higiene e Saúde: Higiene Bucal, higiene corporal, corpo humano, Zona urbana, zona
rural, Meios de transportes: fluviais, terrestres e aéreos, A água: água potável, a utilização da
água, a importância da água, rios e mares, Economia da água, Classificação dos Animais:
vertebrados e invertebrados, Cadeia Alimentar, O descobrimento do Brasil, A religião, O meio
ambiente.
Recursos:
Vídeo, DVD, quadro, giz, apagador, papel, lápis de cor, lápis de escrever, gravuras, peças
de encaixar, cartolina, tesoura, cola, lápis de escrever, papel madeira, papel sulfite, Filme: Tinker
Bell e o Tesouro Perdido; 2 metros de corda, Jogo Interativo: Consciência Fonológica.
Estratégias e Metodologia:
1º dia: Após a chegada de todos, solicita-se o posicionamento das cadeiras em círculo
para a apresentação de cada educando e do educador, questionando o que mais gosta de fazer e
por que. Em sequencia questiona-se sobre quem gosta de música e qual música cada criança
gosta (anota-se discretamente), solicita-se que cada criança traga sua musica favorita ou o nome
dela na próxima aula. Coloca-se a fotografia de Vinicius de Moraes no quadro e pergunta-se se
alguém o conhece. Através da oralidade expõe-se a biografia do autor. Dentre suas obras,
destacam-se duas músicas (A Casa e O Pato) que serão trabalhadas durante a execução do
projeto. Apresenta-se o equipamento de mídia previamente instalado explicando a utilidade do
mesmo, suas partes e o seu funcionamento. Começa a exibição do vídeo com a cantiga
supracitada, escuta-se primeiro, e em sequencia, convida-se a turma á cantar juntamente com a
música. O professor escreve a musica no quadro com a ajuda da turma para “lembrar” das
palavras, faz-se a leitura em grupo da musica e em seguida da solicita-se ás crianças a transcrição
da musica para o caderno. Feito isso o professor os convida a ler novamente desta vez eles vão
acompanhando no próprio caderno deles. Após esta atividade o professor pergunta quais os tipos
de moradia que a criança conhece, fala da moradia dos índios, dos pobres nas cidades grandes,
das casas simples, das casas na zona rural, da moradia dos animais entre outros, depois identificar
os bairros mais populosos da cidade e a diferença entre eles e os menos populosos. O professor
pergunta á turma quem vai á igreja e explicita a influencia da igreja na constituição do cidadão.
2º dia: Acolhimento. O professor recebe as musicas ou o nome delas trazidas pelas
crianças. Perguntam-se: quem se lembra da música da aula passada? Relembra-se a música
cantando e lendo e solicita-se para que cada criança diga o que tem de diferente entre a casa
engraçada e uma casa comum. Depois o professor pede para as crianças para destacarem as
palavras diferentes da música ajudando-os através do questionamento: Quem sabe o que significa
engraçada? Depois de encontrar as palavras diferentes e anotarem seus sinônimos, vamos à busca
dos antônimos delas, solicitando a anotação das palavras no caderno. Após esse exercício o
professor coloca um mapa do país no quadro e indaga se todos nasceram nesta região ou se
alguém veio de outra. Se positivo, solicita que a criança conte um pouco da sua antiga casa, o
professor aponta a região no mapa e conta a historia do município. Se negativo, o professor conta
um pouco da história do nosso estado e também sobre os destaques de cada região do país.
Após a atividade acima o professor distribui uma folha de sulfite para cada criança e
demonstra como dobrar uma casa. Sugere que eles pintem, coloquem seu nome e entreguem ao
professor.
Quando todos terminarem o origami, o professor os convida a pular corda recitando cada
palavra da música, quem errar vai saindo.
3º dia – Após o acolhimento, o professor canta a música A Casa juntamente com a turma.
Na sequencia o professor distribui folhas com a letra da música escrita e solicita que as crianças
leiam juntamente com ela. Feito isto o professor pede que as crianças identifiquem e circulem
todas as palavras que terminem da mesma forma ou com o mesmo som, lê com eles e pede que
recitem outras palavras que terminem da mesma forma ou que combinem com as palavras
encontradas no texto. Enquanto os alunos vão pensando e dizendo, mesmo que as palavras não
combinem, o professor vai anotando no quadro para posterior análise juntamente com as
crianças. Depois das sugestões e correções o professor solicita ás crianças que copiem no caderno
as novas palavras.
Começa a conversa sobre as diferentes definições para a palavra rede, entender porque a
rede é comumente usada como cama e sua diferença da rede dos pescadores trabalhando também
uma rede muito conhecida: a internet. Utilizando o mapa apontam-se as regiões pesqueiras e a
importância do peixe na alimentação, e o que a carência da vitamina encontrada no peixe provoca
no organismo. Faz-se um origami de peixe e solicita-se que as crianças pintem, nomeiem e
entreguem á professora.
Convidam-se as crianças para colocarem a cadeira em círculos, pois, com a procura do
significado das palavras na aula anterior, questionam-se as crianças se elas têm, ou conhecem o
penico, apresentando o desenho de um juntamente com a palavra feitos em uma cartolina, inicia-
se a roda de conversa com o tema xixi na cama, um tema delicado para elas, que as envergonham.
A roda tem o intuito de orientá-las e desmistificar o assunto.
Para encerrar a aula o professor convida as crianças para a dança das cadeiras com a
música A Casa.
4º dia- O professor solicita a leitura das palavras destacadas na aula anterior, mostra a eles
fichas com as palavras escritas e dobradas em silabas, lê a palavra por partes frisando a separação
das sílabas, distribui as palavras em folhas de sulfite e pede que pintem cada sílaba de uma cor,
depois que contem quantas sílabas tem e coloquem o numero de sílabas na frente. Indagar quem
conhece uma casa sem chão, e o que entendem por chão, perguntando se já ouviram alguém
utilizar a expressão: “Fiquei sem chão” incentivando a interpretação da criança. Aproveita o tema
para trabalhar a questão de andar descalço e as áreas de risco. Apresentar as verminoses mais
comuns em crianças e sua forma de contágio. Abordar sobre o ambiente onde vive e atentar para
a colaboração de cada um para manter o ambiente saudável em casa.
Para encerrar pedir para montarem uma casa com cubos de encaixe.
5º dia- Após o acolhimento as crianças vão se sentar em grupos para colorir, colar e
recortar o texto ”A Casa” em sílabas. O professor as convidará para substituírem as palavras da
música pelos sinônimos encontrados e juntamente com a turma cantará. A criança aprendeu o que
é sílaba na aula anterior, junta palavras e agora será explicada a junção das frases, definirem frase
e convidar a criança a contar quantas frases há no texto. Contar quantas palavras não há no texto
e que significa uma negação. Diferenciar negação e afirmação, negativo e positivo, em diferentes
contextos. Distribuir a atividade solicitando que completem com os números que faltam e que
contem quantas casas há em cada conjunto e depois pintem a atividade. Solicitar que as crianças
escrevam a musica no caderno com o mínimo de intervenção da professora.
Brincar de mímica ou Siga o mestre;
6º dia – Acolhimento. Apresentação do DVD contendo a música ‘O PATO’, realizar o
mesmo procedimento usado com a música “A CASA” em todas as etapas supracitadas. O
professor vai expor a origem do pato, seus meios de reprodução, sua forma de viver. Trabalhar as
diferenças da zona urbana e zona rural, a importância da água, as diferenças de mares e rios, os
meios de transporte, formas de economizar água, diferença entre água potável e água poluída.
Ditado de palavras encontradas nas músicas;
7° Dia-– Acolhimento. Apresentação do DVD contendo a música ‘O PATO’, realizar o
mesmo procedimento usado com a música “A CASA” em todas as etapas supracitadas.
O que o pato come? Identificar os hábitos alimentares dos animais; Classificar os animais:
vertebrados e invertebrados; Identificar as diferenças das paisagens urbanas e rurais; A
importância dos rios para as diferentes populações: indígenas, urbanos e rurais. Aprender sobre
os diferentes tipos de rio e suas partes; O descobrimento do Brasil; A Herança Portuguesa: A
colonização; A religião;
Após as atividades, o professor, que já organizou previamente as músicas favoritas das
crianças, vai colocá-las e trabalhar com os gêneros musicais.
8º Dia- Acolhimento. Apresentação do DVD contendo a música ‘O PATO’, realizar o
mesmo procedimento usado com a música “A CASA” em todas as etapas supracitadas. Quem
come quem? Trabalhar a Cadeia Alimentar: Alimentos e nutrientes: Pra que comer? A origem dos
alimentos; Os nutrientes; Carboidratos; Lipídeos; Proteínas; Vitaminas e sais minerais; Desenho
Direcionado; Os animais que você conhece.
9º dia- Acolhimento. Criar em grupos uma paródia com a música O Pato (utilizando-se do
professor como escriba); Definir o sentido de galo na música; Consultar no dicionário a definição
de poleiro; Relacionar o campo e a cidade: Como é produzido o milho da alimentação do pato? E
o milho verde que foi parar na latinha? Explicitar quais os produtos da cidade que abastecem o
campo; Produtos do campo que abastecem a cidade; O que é matéria prima? Como se dava a
compra quando não existia o dinheiro?Porque os portugueses escravizaram os índios? O que eles
queriam do nosso país? Porque resolveram trazer os africanos como escravos? Trabalhar as
diferenças físicas, econômicas e culturais. Solicitar que as crianças tragam sucata de casa para a
próxima aula.
10º dia
Criação em grupos de um cenário de cartolina e a colagem das dobraduras feitas
anteriormente, a casa, o peixe e o pato, seguido de exposição; Exposição oral do que aprendeu
durante a execução do projeto; Apresentação do filme Tinker Bell e o Tesouro Perdido;
AVALIAÇÃO:
A Avaliação será feita através da observação da agilidade de cada criança no desempenho
de suas atividades, no reconhecimento das letras e palavras, na interação com a atividade
proposta, com noções de lateralidade e espacialidade e no relacionamento com os colegas e com
a professora. Para finalizar as crianças farão a apresentação da paródia e exposição do cenário
criado por elas.
PLANO DE TRABALHO E CRONOGRAMA
1º dia
1. Apresentação de cada aluno e do
professor, frisando o que mais gostam
de fazer e por que.
2. Apresentação da biografia do autor
Vinicius de Moraes.
3. Apresentação da música A Casa
em DVD
4. Cantar a música junto com a
turma;
5. Apresentação da música A casa no
quadro em forma textual
6. Leitura oral da música A CASA;
7. Transcrição da música para o
caderno.
8. Identificar os diversos tipos de
moradia.
9. Explicitar as diferenças de cada
tipo de moradia.
10. Identificar bairros favorecidos e
desfavorecidos que as crianças
conhecem.
11. Expor o papel da igreja nos bairros
e sua influência na constituição do
cidadão.
12. Brincar de Amarelinha silábica;
13. Solicitar que cada criança traga sua
musica favorita na próxima aula.
2º dia
1. Leitura oral da música A Casa;
2. Destacar as diferenças da casa
engraçada para a casa de cada criança.
3. Destacar as palavras diferentes da
música e procura o seu significado em
um dicionário.
4. Identificar pessoas que falam
diferentes;
5. Identificar a região de origem de
cada criança;
6. Contar a história sintetizada de
cada região, ressaltando suas
características;
7. Apresentar um mapa do país, e
mostrar onde nos localizamos;
8. Pedir para que cada criança
identifique nosso estado no mapa;
9. Apresentar um pouco da história
municipal;
10. Fazer um origami da casa e pintar.
11. Pular corda.
3º dia
1. Identificar as palavras com as mesmas
terminações;
2. Colorir as palavras com as mesmas
terminações;
3. Solicitar aos alunos que digam
palavras que terminem do mesmo jeito
e anotem no caderno;
4. Expor qual o significado do penico,
sua função, identificando quem
conhece;
5. As diferentes definições da palavra
rede;
6. Entender porque algumas regiões
brasileiras usam a rede como cama;
7. Demonstrar a importância da rede para
os pescadores;
8. Identificar a importância do peixe na
alimentação;
9. Identificar o que a carência da
vitamina encontrada nos peixes faz no
organismo;
10. Expor as regiões que vivem da pesca;
11. Origami peixe;
12. Roda de conversa: porque algumas
pessoas fazem xixi na cama?
13. Dança das cadeiras com a música “A
casa”
4º dia
1. Pedir para os alunos lerem e
repetirem as palavras destacadas
anteriormente;
2. Separar as sílabas oralmente;
3. Pedir para colorirem cada
pedacinho da palavra de uma cor
diferente e depois enumerá-los conforme
a quantidade de pedacinhos;
4. Explicar que os referidos
pedacinhos são silabas e para que são
usadas;
5. Identificar a quantidade de sílabas
totais através da soma;
6. Retirar as sílabas das palavras e
ver como ficam;
7. Contar quantas palavras tem a
musica inteira;
8. Indagar sobre quem conhece uma
casa sem chão;
9. Expor o significado da expressão
“Ficou sem chão;
10. Identificar as possíveis
contaminações causadas por verminoses
devido ao contato constante dos pés
descalços com o chão.
11. Trabalhar a questão sanitária de
cada família, lixo, esgoto
12. Brincar com peças de encaixe:
Construir uma casinha;
5º dia
1. Produzir sílabas móveis;
2. Reescrever a música com outras
palavras;
3. Cantar músicas reescritas como se
fossem a original;
4. Definir o que são frases;
5. Identificar quantas frases tem a
música
6. Verificar quantas palavras não
possui na música
7. Definir negativo e positivo;
negação e afirmação;
8. Escrever quantas casas possui cada
conjunto;
9. Completar a seqüência numérica
com os números que faltam;
10. Siga o mestre;
11. Fazer a musica no caderno sem
intervenção da professora.
6º dia
1. Apresentação da música O Pato
em DVD
2. Cantar a música junto com a
turma;
3. Apresentação da música O Pato no
quadro em forma textual;
4. Transcrição da música para o
caderno;
5. Leitura oral da música O Pato;
6. Identificar a origem do pato;
7. Identificar suas formas de
reprodução;
8. Verificar as diferenças da zona
urbana e a zona rural;
9. Explicar os diferentes tipos de
transportes; fluviais, terrestres e
aéreos;
10. Expor a importância da água;
11. Diferenciar água doce e salgada;
12. Explicar formas de economizar a
água;
13. Pedir para as crianças perguntarem
aos pais a origem da água que
bebem;
14. Expor o papel da igreja nos bairros
e sua influência na constituição do
cidadão.
1. Identificar as palavras da musica O
Pato com as mesmas terminações;
2. Colorir as palavras com as mesmas
terminações;
7º dia
3. Solicitar aos alunos que digam
palavras que terminem do mesmo jeito e
anotem no caderno;
4. O que o pato come? Identificar os
hábitos alimentares dos animais
5. Classificar os animais: Herbívoros,
Carnívoros e Onívoros
6. Identificar as diferenças das
paisagens urbanas e rurais;
7. A importância dos rios para as
diferentes populações: indígenas, urbanos
e rurais.
8. Aprender sobre os diferentes tipos
de rio e suas partes;
9. O descobrimento do Brasil; A
Herança Portuguesa:
10. A colonização;
11. A religião
8º dia
1. Pedir para os alunos lerem e
repetirem as palavras destacadas
anteriormente;
2. Separar as sílabas oralmente;
3. Pedir para colorirem as sílabas das
palavras de uma cor diferente e
depois enumerá-los conforme a
quantidade encontrada;
4. Identificar a quantidade de sílabas
totais através da soma;
5. Retirar as sílabas das palavras e
ver como ficam;
6. Contar quantas palavras tem a
musica inteira;
7. Quem come quem? Trabalhar a
Cadeia Alimentar:
8. Alimentos e nutrientes:
9. Pra que comer
10. A origem dos alimentos
11. Os nutrientes
12. Carboidratos
13. Lipídeos
14. Proteínas
15. Vitaminas e sais minerais
16. Desenho Direcionado; Os animais
que você conhece
1. Criar com a turma uma paródia
com a música O Pato;
9º dia
2. Definir o sentido de galo na
música;
3. Consultar no dicionário a definição
de poleiro;
4. Relacionar o campo e a cidade:
Como é produzido o milho da
alimentação do pato?
5. E o milho verde que foi parar na
latinha?
6. Explicitar quais os produtos da
cidade que abastecem o campo;
7. Produtos do campo que abastecem
a cidade;
8. O que é matéria prima?
9. Como se dava a compra quando
não existia o dinheiro?
10. Porque os portugueses
escravizaram os índios?
11. O que eles queriam do nosso país?
12. Porque resolveram trazer os
africanos como escravos?
13. Trabalhar as diferenças físicas,
econômicas e culturais.
10º dia
1.Criação individual de um cenário
de cartolina e a colagem das dobraduras
feitas anteriormente da casa, do peixe e
do pato, seguido de exposição;
2.Apresentação do filme Tinker Bell
e o tesouro Perdido.
3.Sala de Informática: Consciência
Fonológica.
Referencias Bibliográficas
BOMTEMPO, Luzia. Alfabetização com sucesso. Belo Horizonte: Ed. Da autora, 2002.
BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais. Artes; Brasília 1997.130p
CAGLIARI, Luiz Carlos. Alfabetização & Lingüística. São Paulo: Scipione, 1989.
______Alfabetizando sem o bá-bé-bi-bó-bu. São Paulo: Scipione, 1998.
CAPOVILLA, A. G. S. e CAPOVILLA, F. C. Problemas de leitura e escrita. Como
identificar, prevenir e remediar numa abordagem fônica. São Paulo: Memnom, 2000
FERREIRO, Emilia. Reflexões sobre alfabetização. São Paulo: Cortez, 2001.
______. Com todas as letras. São Paulo: Cortez, 1993.
______; TEBEROSKY. Psicogênese da língua escrita. Porto Alegre: Artes Médicas,
1985.
KUNDERA, M. A insustentável leveza do ser. São Paulo: Companhia das Letras, 2000
SMOLKA, Ana Luiza Bustamante. A criança na fase inicial da escrita: alfabetização
como processo discursivo. 7. ed.São Paulo:Cortez, 1996.
TFOUNI, Leda Verdiani. Letramento e Alfabetização. 3. Ed. São Paulo: Cortez, 2000.
(Questões da Nossa Terra,43)
A CASA
Vinicius de Moraes
Composição: Vinicius de Moraes
Era uma casa muito engraçada
Não tinha teto, não tinha nada
Ninguém podia entrar nela, não
Porque na casa não tinha chão
Ninguém podia dormir na rede
Porque na casa não tinha parede
Ninguém podia fazer pipi
Porque penico não tinha ali
Mas era feita com muito esmero
na rua dos bobos numero zero.
O Pato
Vinicius de Moraes
Lá vem o pato
Pata aqui, pata acolá
Lá vem o pato
Para ver o que é que há
O pato pateta
Pintou o caneco
Surrou a galinha
Bateu no marreco
Pulou do poleiro
No pé do cavalo
Levou um coice
Criou um galo
Comeu um pedaço
De jenipapo
Ficou engasgado
Com dor no papo
Caiu no poço
Quebrou a tigela
Tantas fez o moço
Que foi pra panela
Observações: O termo antônimo e sinônimo, a classificação dos animais: vertebrados e invertebrados
seguidos dos demais assuntos ainda complexos para essa faixa etária, serão apenas aproximações e serão referidos
como igual e contrário e bicho com osso e sem osso, entre outros, e tem o intuito de favorecer a preparação da
criança para o próximo estágio e sua percepção de mundo.
__________________________________________________________
Coordenadora pedagógica da
Escola Municipal de Ensino Fundamental Mário Quintana

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Plano de Aula de Ciências Inclusiva - Aluno com Deficiência Visual
Plano de Aula de Ciências Inclusiva - Aluno com Deficiência VisualPlano de Aula de Ciências Inclusiva - Aluno com Deficiência Visual
Plano de Aula de Ciências Inclusiva - Aluno com Deficiência VisualCarla Cristina Alves
 
Aula 8. modelo plano ensino de disciplina
Aula 8. modelo plano ensino de disciplinaAula 8. modelo plano ensino de disciplina
Aula 8. modelo plano ensino de disciplinaKarlla Costa
 
PPT encontro com Professores Coordenadores
PPT encontro com Professores CoordenadoresPPT encontro com Professores Coordenadores
PPT encontro com Professores CoordenadoresGiani de Cássia Santana
 
Projeto de Leitura: Minha Escola Lê
Projeto de Leitura: Minha Escola LêProjeto de Leitura: Minha Escola Lê
Projeto de Leitura: Minha Escola LêCirlei Santos
 
Plano de ensino ciências
Plano de ensino   ciênciasPlano de ensino   ciências
Plano de ensino ciênciassimonclark
 
Parecer de um bom aluno porém que precisa de limites
Parecer de um bom aluno porém  que precisa de limitesParecer de um bom aluno porém  que precisa de limites
Parecer de um bom aluno porém que precisa de limitesSimoneHelenDrumond
 
Sugestões atividades oralidade
Sugestões atividades oralidadeSugestões atividades oralidade
Sugestões atividades oralidadeDyone Andrade
 
Ficha descritiva 1 ano 2 trimestre
Ficha descritiva 1 ano   2 trimestreFicha descritiva 1 ano   2 trimestre
Ficha descritiva 1 ano 2 trimestreNaysa Taboada
 
Plano diagnóstico de Matemática - 5º ano
Plano diagnóstico  de Matemática  - 5º ano  Plano diagnóstico  de Matemática  - 5º ano
Plano diagnóstico de Matemática - 5º ano Mary Alvarenga
 
Plano de aula 6ª série 7º ano -ensino fundamental 1ª semana de março
Plano de aula 6ª série   7º ano -ensino fundamental 1ª semana de marçoPlano de aula 6ª série   7º ano -ensino fundamental 1ª semana de março
Plano de aula 6ª série 7º ano -ensino fundamental 1ª semana de marçoSHEILA MONTEIRO
 
30954366 beberibe-plano-de-aula-ingles
30954366 beberibe-plano-de-aula-ingles30954366 beberibe-plano-de-aula-ingles
30954366 beberibe-plano-de-aula-inglesADRIANA BECKER
 
Gênero textual: Fabulas e contos
Gênero textual: Fabulas e contos Gênero textual: Fabulas e contos
Gênero textual: Fabulas e contos Mary Alvarenga
 
Plano intervenção
Plano intervençãoPlano intervenção
Plano intervençãojosihy
 
Ficha de acompanhamento de leitura 1
Ficha de acompanhamento de leitura 1Ficha de acompanhamento de leitura 1
Ficha de acompanhamento de leitura 1brandao_cicera
 

Mais procurados (20)

Plano de Aula de Ciências Inclusiva - Aluno com Deficiência Visual
Plano de Aula de Ciências Inclusiva - Aluno com Deficiência VisualPlano de Aula de Ciências Inclusiva - Aluno com Deficiência Visual
Plano de Aula de Ciências Inclusiva - Aluno com Deficiência Visual
 
Aula 8. modelo plano ensino de disciplina
Aula 8. modelo plano ensino de disciplinaAula 8. modelo plano ensino de disciplina
Aula 8. modelo plano ensino de disciplina
 
Rotina escolar
Rotina escolarRotina escolar
Rotina escolar
 
PPT encontro com Professores Coordenadores
PPT encontro com Professores CoordenadoresPPT encontro com Professores Coordenadores
PPT encontro com Professores Coordenadores
 
Projeto de Leitura: Minha Escola Lê
Projeto de Leitura: Minha Escola LêProjeto de Leitura: Minha Escola Lê
Projeto de Leitura: Minha Escola Lê
 
Plano de ensino ciências
Plano de ensino   ciênciasPlano de ensino   ciências
Plano de ensino ciências
 
Parecer de um bom aluno porém que precisa de limites
Parecer de um bom aluno porém  que precisa de limitesParecer de um bom aluno porém  que precisa de limites
Parecer de um bom aluno porém que precisa de limites
 
Sugestões atividades oralidade
Sugestões atividades oralidadeSugestões atividades oralidade
Sugestões atividades oralidade
 
Ed. física 1º ano
Ed. física 1º anoEd. física 1º ano
Ed. física 1º ano
 
Ficha descritiva 1 ano 2 trimestre
Ficha descritiva 1 ano   2 trimestreFicha descritiva 1 ano   2 trimestre
Ficha descritiva 1 ano 2 trimestre
 
Plano diagnóstico de Matemática - 5º ano
Plano diagnóstico  de Matemática  - 5º ano  Plano diagnóstico  de Matemática  - 5º ano
Plano diagnóstico de Matemática - 5º ano
 
Projeto semana da pátria
Projeto semana da pátriaProjeto semana da pátria
Projeto semana da pátria
 
Plano de aula
Plano de aulaPlano de aula
Plano de aula
 
Plano de aula 6ª série 7º ano -ensino fundamental 1ª semana de março
Plano de aula 6ª série   7º ano -ensino fundamental 1ª semana de marçoPlano de aula 6ª série   7º ano -ensino fundamental 1ª semana de março
Plano de aula 6ª série 7º ano -ensino fundamental 1ª semana de março
 
Modelos relatorios
Modelos relatoriosModelos relatorios
Modelos relatorios
 
30954366 beberibe-plano-de-aula-ingles
30954366 beberibe-plano-de-aula-ingles30954366 beberibe-plano-de-aula-ingles
30954366 beberibe-plano-de-aula-ingles
 
Gênero textual: Fabulas e contos
Gênero textual: Fabulas e contos Gênero textual: Fabulas e contos
Gênero textual: Fabulas e contos
 
Plano intervenção
Plano intervençãoPlano intervenção
Plano intervenção
 
Ficha de acompanhamento de leitura 1
Ficha de acompanhamento de leitura 1Ficha de acompanhamento de leitura 1
Ficha de acompanhamento de leitura 1
 
Pauta 23 de maio
Pauta 23 de maioPauta 23 de maio
Pauta 23 de maio
 

Semelhante a A música como instrumento alfabetizador

Pacto nacional pela alfabetização na idade certa1 copia
Pacto nacional pela alfabetização na idade certa1   copiaPacto nacional pela alfabetização na idade certa1   copia
Pacto nacional pela alfabetização na idade certa1 copiaMario Fernando
 
Poesia projeto
Poesia projetoPoesia projeto
Poesia projetovanyeroger
 
Projetos expoinfantil- ji vicomar
Projetos expoinfantil- ji vicomarProjetos expoinfantil- ji vicomar
Projetos expoinfantil- ji vicomarSUZANASALOMAO
 
Projetos expoinfantil- ji vicomar
Projetos expoinfantil- ji vicomarProjetos expoinfantil- ji vicomar
Projetos expoinfantil- ji vicomarSUZANASALOMAO
 
Relato experiencia de luciana simas
Relato experiencia de luciana simasRelato experiencia de luciana simas
Relato experiencia de luciana simasMarisa Seara
 
PLANO DE AULA Fome Come LP/Artes
PLANO DE AULA Fome Come LP/ArtesPLANO DE AULA Fome Come LP/Artes
PLANO DE AULA Fome Come LP/ArtesAna Polo
 
Projeto musical slide
Projeto musical slideProjeto musical slide
Projeto musical slidemartajeronimo
 
Projeto musical slide
Projeto musical slideProjeto musical slide
Projeto musical slidemartajeronimo
 
Práticas de produção de texto no primeiro ano
Práticas de produção de texto no primeiro anoPráticas de produção de texto no primeiro ano
Práticas de produção de texto no primeiro anoAprender com prazer
 
Leitura propostas de atividades
Leitura propostas de atividadesLeitura propostas de atividades
Leitura propostas de atividadesmarcio083
 
Projeto literario viviana , a
Projeto literario viviana , aProjeto literario viviana , a
Projeto literario viviana , aRosangela Silva
 
Projeto Convivencia Com O Semiarido
Projeto Convivencia Com O SemiaridoProjeto Convivencia Com O Semiarido
Projeto Convivencia Com O Semiaridolidiane Silva
 
Projeto convivencia com o semiarido
Projeto convivencia com o semiaridoProjeto convivencia com o semiarido
Projeto convivencia com o semiaridolidiane Silva
 

Semelhante a A música como instrumento alfabetizador (20)

Unidade3 ativ 2_penha
Unidade3 ativ 2_penhaUnidade3 ativ 2_penha
Unidade3 ativ 2_penha
 
Unidade3 atividade2 plano de aula terezinha
Unidade3 atividade2 plano de aula terezinhaUnidade3 atividade2 plano de aula terezinha
Unidade3 atividade2 plano de aula terezinha
 
Unidade3 atividade2 plano_de_ aula _terezinha_2-3
Unidade3 atividade2 plano_de_ aula _terezinha_2-3Unidade3 atividade2 plano_de_ aula _terezinha_2-3
Unidade3 atividade2 plano_de_ aula _terezinha_2-3
 
Unidade3 atividade2 plano de aula edna
Unidade3 atividade2 plano de aula ednaUnidade3 atividade2 plano de aula edna
Unidade3 atividade2 plano de aula edna
 
Unidade3 atividade2 plano de aula penha
Unidade3 atividade2 plano de aula penhaUnidade3 atividade2 plano de aula penha
Unidade3 atividade2 plano de aula penha
 
Slide plano de aula
Slide plano de aulaSlide plano de aula
Slide plano de aula
 
Pacto nacional pela alfabetização na idade certa1 copia
Pacto nacional pela alfabetização na idade certa1   copiaPacto nacional pela alfabetização na idade certa1   copia
Pacto nacional pela alfabetização na idade certa1 copia
 
Poesia projeto
Poesia projetoPoesia projeto
Poesia projeto
 
Projetos expoinfantil- ji vicomar
Projetos expoinfantil- ji vicomarProjetos expoinfantil- ji vicomar
Projetos expoinfantil- ji vicomar
 
Projetos expoinfantil- ji vicomar
Projetos expoinfantil- ji vicomarProjetos expoinfantil- ji vicomar
Projetos expoinfantil- ji vicomar
 
Relato experiencia de luciana simas
Relato experiencia de luciana simasRelato experiencia de luciana simas
Relato experiencia de luciana simas
 
PLANO DE AULA Fome Come LP/Artes
PLANO DE AULA Fome Come LP/ArtesPLANO DE AULA Fome Come LP/Artes
PLANO DE AULA Fome Come LP/Artes
 
Projeto musical slide
Projeto musical slideProjeto musical slide
Projeto musical slide
 
Projeto musical
Projeto musical Projeto musical
Projeto musical
 
Projeto musical slide
Projeto musical slideProjeto musical slide
Projeto musical slide
 
Práticas de produção de texto no primeiro ano
Práticas de produção de texto no primeiro anoPráticas de produção de texto no primeiro ano
Práticas de produção de texto no primeiro ano
 
Leitura propostas de atividades
Leitura propostas de atividadesLeitura propostas de atividades
Leitura propostas de atividades
 
Projeto literario viviana , a
Projeto literario viviana , aProjeto literario viviana , a
Projeto literario viviana , a
 
Projeto Convivencia Com O Semiarido
Projeto Convivencia Com O SemiaridoProjeto Convivencia Com O Semiarido
Projeto Convivencia Com O Semiarido
 
Projeto convivencia com o semiarido
Projeto convivencia com o semiaridoProjeto convivencia com o semiarido
Projeto convivencia com o semiarido
 

Último

Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundonialb
 
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOColégio Santa Teresinha
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfEyshilaKelly1
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfIedaGoethe
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASEdinardo Aguiar
 
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfPastor Robson Colaço
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfIedaGoethe
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...Martin M Flynn
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfIedaGoethe
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 

Último (20)

Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
 
Em tempo de Quaresma .
Em tempo de Quaresma                            .Em tempo de Quaresma                            .
Em tempo de Quaresma .
 
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
 
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
 
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
 
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppttreinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 

A música como instrumento alfabetizador

  • 1.
  • 2. MINISTERIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDONIA CAMPUS DE ARIQUEMES DEPARTAMENTO DE CIENCIAS DA EDUCAÇÃO- DECED ESTÁGIO SUPERVISIONADO II PROF.ª ESP. RUTE MOREIRA BRAGA PROJETO DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA A MÚSICA COMO INSTRUMENTO ALFABETIZADOR Projeto de intervenção Pedagógica solicitado pela Profª Esp. Rute Moreira Braga, como requisito para a obtenção de nota parcial da disciplina de Estágio Supervisionado II. ARIQUEMES 2011
  • 3. MINISTERIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDONIA CAMPUS DE ARIQUEMES DEPARTAMENTO DE CIENCIAS DA EDUCAÇÃO- DECED FUNDAMENTOS E PRÁTICAS DAALFABETIZAÇÃO PROF.ª ESP. MÁRCIAANGELA PATRÍCIA PROJETO DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA A MÚSICA COMO INSTRUMENTO ALFABETIZADOR Duração: 40 horas/aula Publico alvo: Estudantes de 1º ano (alfabetização) da Escola Mário Quintana Responsável pelo projeto: Rosangela Carvalho da Costa Período de Estudo: 6º Justificativa: A Música é um fator determinante na personalidade de um indivíduo, uma forma de expressão social e cultural. É na escola que devemos oferecer as opções de desenvolvimento de uma pessoa. Ela resgata a cultura e ajuda diretamente na construção do conhecimento. A música também é um excelente instrumento de cidadania. Projetos que envolvem música e integração social (especialmente com crianças e adolescentes carentes ou de rua) se espalham, aos poucos, pelo país e são ainda mais populares e com resultados satisfatórios. Para os professores que ainda tem dificuldades na alfabetização de seus alunos essa é uma excelente sugestão para um trabalho lúdico e estimulante, além de ser prazeroso também para a criança. Não é a quantidade de material que garante a alfabetização e o letramento de seus alunos, mas sim a qualidade do trabalho que é feito. Para que a aprendizagem através da Música seja fundamental na formação
  • 4. do cidadão é necessário que todos possam participar, como ouvintes, compositores ou interpretadores (BRASIL, 1997 pg.54). Objetivo geral: Criar possibilidades de Alfabetização através da música. Objetivos específicos: • Entender o significado da música • Diferenciar os gêneros musicais • Promover atividades lúdicas estimulando a interação entre professores e aluno • Desenvolver atividades em cores • Inserir noção de escrita • Inserir noção de texto • Expandir o vocabulário • Ampliar as diversas variáveis da psicomotricidade • Reconhecer a primeira letra das palavras no contexto da sílaba inicial; • Comparar palavras memorizadas globalmente com a hipótese silábica; • Contar o número de letra das palavras; • Desmembrar oralmente as palavras em suas sílabas; • Reconhecer o som das letras pela análise da primeira sílaba das palavras; • Reconhecer a forma e as posições dos dois tipos de letras: cursiva e maiúscula; • Identificar palavras em textos de conteúdo conhecido (qualquer tipo de palavra); • Produzir textos, utilizando-se do professor como escriba; • Ouvir e compreender histórias;
  • 5. • Completar palavras com as letras que faltam (observando que o número de letras presentes exceda sempre o número de sílabas da palavra). • Compor palavras com sílabas; • Decompor palavras em suas sílabas; • Produzir textos alfabeticamente; • Completar palavras com as sílabas que faltam; • Observar a segmentação entre as palavras no texto; • Observar os sinais de pontuação; • Ouvir e compreender; • Completar textos com palavras; • Construir frases com palavras sugeridas pelo professor. Dimensões abrangidas: • Língua Portuguesa • Matemática • Natureza e Sociedade • Artes Conteúdo: Sílabas Móveis, Brincadeira e jogos (Informática: software educativo Consciência Fonológica), Jogos de encaixe (construir uma casa), Músicas (A CASA e O PATO de Vinicius de Moraes, entre outras.), Origami (casa e pato), Cores primárias e secundárias, Texturas (através de desenhos e pinturas), Recorte e colagem (fazer uma casinha, elaboração de cenário em cartolina), Recreação (Amarelinha cantada, Dança das cadeiras), Leitura oral, escrita, separação e classificação das sílabas, antônimos e sinônimos, adjetivos, tipos de habitação, história de Ariquemes, Mapa Nacional, exposição verbal, Regiões Brasileiras; cultura regional, variação lingüística, Higiene e Saúde: Higiene Bucal, higiene corporal, corpo humano, Zona urbana, zona rural, Meios de transportes: fluviais, terrestres e aéreos, A água: água potável, a utilização da água, a importância da água, rios e mares, Economia da água, Classificação dos Animais:
  • 6. vertebrados e invertebrados, Cadeia Alimentar, O descobrimento do Brasil, A religião, O meio ambiente. Recursos: Vídeo, DVD, quadro, giz, apagador, papel, lápis de cor, lápis de escrever, gravuras, peças de encaixar, cartolina, tesoura, cola, lápis de escrever, papel madeira, papel sulfite, Filme: Tinker Bell e o Tesouro Perdido; 2 metros de corda, Jogo Interativo: Consciência Fonológica. Estratégias e Metodologia: 1º dia: Após a chegada de todos, solicita-se o posicionamento das cadeiras em círculo para a apresentação de cada educando e do educador, questionando o que mais gosta de fazer e por que. Em sequencia questiona-se sobre quem gosta de música e qual música cada criança gosta (anota-se discretamente), solicita-se que cada criança traga sua musica favorita ou o nome dela na próxima aula. Coloca-se a fotografia de Vinicius de Moraes no quadro e pergunta-se se alguém o conhece. Através da oralidade expõe-se a biografia do autor. Dentre suas obras, destacam-se duas músicas (A Casa e O Pato) que serão trabalhadas durante a execução do projeto. Apresenta-se o equipamento de mídia previamente instalado explicando a utilidade do mesmo, suas partes e o seu funcionamento. Começa a exibição do vídeo com a cantiga supracitada, escuta-se primeiro, e em sequencia, convida-se a turma á cantar juntamente com a música. O professor escreve a musica no quadro com a ajuda da turma para “lembrar” das palavras, faz-se a leitura em grupo da musica e em seguida da solicita-se ás crianças a transcrição da musica para o caderno. Feito isso o professor os convida a ler novamente desta vez eles vão acompanhando no próprio caderno deles. Após esta atividade o professor pergunta quais os tipos de moradia que a criança conhece, fala da moradia dos índios, dos pobres nas cidades grandes, das casas simples, das casas na zona rural, da moradia dos animais entre outros, depois identificar os bairros mais populosos da cidade e a diferença entre eles e os menos populosos. O professor pergunta á turma quem vai á igreja e explicita a influencia da igreja na constituição do cidadão.
  • 7. 2º dia: Acolhimento. O professor recebe as musicas ou o nome delas trazidas pelas crianças. Perguntam-se: quem se lembra da música da aula passada? Relembra-se a música cantando e lendo e solicita-se para que cada criança diga o que tem de diferente entre a casa engraçada e uma casa comum. Depois o professor pede para as crianças para destacarem as palavras diferentes da música ajudando-os através do questionamento: Quem sabe o que significa engraçada? Depois de encontrar as palavras diferentes e anotarem seus sinônimos, vamos à busca dos antônimos delas, solicitando a anotação das palavras no caderno. Após esse exercício o professor coloca um mapa do país no quadro e indaga se todos nasceram nesta região ou se alguém veio de outra. Se positivo, solicita que a criança conte um pouco da sua antiga casa, o professor aponta a região no mapa e conta a historia do município. Se negativo, o professor conta um pouco da história do nosso estado e também sobre os destaques de cada região do país. Após a atividade acima o professor distribui uma folha de sulfite para cada criança e demonstra como dobrar uma casa. Sugere que eles pintem, coloquem seu nome e entreguem ao professor. Quando todos terminarem o origami, o professor os convida a pular corda recitando cada palavra da música, quem errar vai saindo. 3º dia – Após o acolhimento, o professor canta a música A Casa juntamente com a turma. Na sequencia o professor distribui folhas com a letra da música escrita e solicita que as crianças leiam juntamente com ela. Feito isto o professor pede que as crianças identifiquem e circulem todas as palavras que terminem da mesma forma ou com o mesmo som, lê com eles e pede que recitem outras palavras que terminem da mesma forma ou que combinem com as palavras encontradas no texto. Enquanto os alunos vão pensando e dizendo, mesmo que as palavras não combinem, o professor vai anotando no quadro para posterior análise juntamente com as crianças. Depois das sugestões e correções o professor solicita ás crianças que copiem no caderno as novas palavras. Começa a conversa sobre as diferentes definições para a palavra rede, entender porque a rede é comumente usada como cama e sua diferença da rede dos pescadores trabalhando também uma rede muito conhecida: a internet. Utilizando o mapa apontam-se as regiões pesqueiras e a importância do peixe na alimentação, e o que a carência da vitamina encontrada no peixe provoca
  • 8. no organismo. Faz-se um origami de peixe e solicita-se que as crianças pintem, nomeiem e entreguem á professora. Convidam-se as crianças para colocarem a cadeira em círculos, pois, com a procura do significado das palavras na aula anterior, questionam-se as crianças se elas têm, ou conhecem o penico, apresentando o desenho de um juntamente com a palavra feitos em uma cartolina, inicia- se a roda de conversa com o tema xixi na cama, um tema delicado para elas, que as envergonham. A roda tem o intuito de orientá-las e desmistificar o assunto. Para encerrar a aula o professor convida as crianças para a dança das cadeiras com a música A Casa. 4º dia- O professor solicita a leitura das palavras destacadas na aula anterior, mostra a eles fichas com as palavras escritas e dobradas em silabas, lê a palavra por partes frisando a separação das sílabas, distribui as palavras em folhas de sulfite e pede que pintem cada sílaba de uma cor, depois que contem quantas sílabas tem e coloquem o numero de sílabas na frente. Indagar quem conhece uma casa sem chão, e o que entendem por chão, perguntando se já ouviram alguém utilizar a expressão: “Fiquei sem chão” incentivando a interpretação da criança. Aproveita o tema para trabalhar a questão de andar descalço e as áreas de risco. Apresentar as verminoses mais comuns em crianças e sua forma de contágio. Abordar sobre o ambiente onde vive e atentar para a colaboração de cada um para manter o ambiente saudável em casa. Para encerrar pedir para montarem uma casa com cubos de encaixe. 5º dia- Após o acolhimento as crianças vão se sentar em grupos para colorir, colar e recortar o texto ”A Casa” em sílabas. O professor as convidará para substituírem as palavras da música pelos sinônimos encontrados e juntamente com a turma cantará. A criança aprendeu o que é sílaba na aula anterior, junta palavras e agora será explicada a junção das frases, definirem frase e convidar a criança a contar quantas frases há no texto. Contar quantas palavras não há no texto e que significa uma negação. Diferenciar negação e afirmação, negativo e positivo, em diferentes contextos. Distribuir a atividade solicitando que completem com os números que faltam e que contem quantas casas há em cada conjunto e depois pintem a atividade. Solicitar que as crianças escrevam a musica no caderno com o mínimo de intervenção da professora.
  • 9. Brincar de mímica ou Siga o mestre; 6º dia – Acolhimento. Apresentação do DVD contendo a música ‘O PATO’, realizar o mesmo procedimento usado com a música “A CASA” em todas as etapas supracitadas. O professor vai expor a origem do pato, seus meios de reprodução, sua forma de viver. Trabalhar as diferenças da zona urbana e zona rural, a importância da água, as diferenças de mares e rios, os meios de transporte, formas de economizar água, diferença entre água potável e água poluída. Ditado de palavras encontradas nas músicas; 7° Dia-– Acolhimento. Apresentação do DVD contendo a música ‘O PATO’, realizar o mesmo procedimento usado com a música “A CASA” em todas as etapas supracitadas. O que o pato come? Identificar os hábitos alimentares dos animais; Classificar os animais: vertebrados e invertebrados; Identificar as diferenças das paisagens urbanas e rurais; A importância dos rios para as diferentes populações: indígenas, urbanos e rurais. Aprender sobre os diferentes tipos de rio e suas partes; O descobrimento do Brasil; A Herança Portuguesa: A colonização; A religião; Após as atividades, o professor, que já organizou previamente as músicas favoritas das crianças, vai colocá-las e trabalhar com os gêneros musicais. 8º Dia- Acolhimento. Apresentação do DVD contendo a música ‘O PATO’, realizar o mesmo procedimento usado com a música “A CASA” em todas as etapas supracitadas. Quem come quem? Trabalhar a Cadeia Alimentar: Alimentos e nutrientes: Pra que comer? A origem dos alimentos; Os nutrientes; Carboidratos; Lipídeos; Proteínas; Vitaminas e sais minerais; Desenho Direcionado; Os animais que você conhece. 9º dia- Acolhimento. Criar em grupos uma paródia com a música O Pato (utilizando-se do professor como escriba); Definir o sentido de galo na música; Consultar no dicionário a definição de poleiro; Relacionar o campo e a cidade: Como é produzido o milho da alimentação do pato? E o milho verde que foi parar na latinha? Explicitar quais os produtos da cidade que abastecem o campo; Produtos do campo que abastecem a cidade; O que é matéria prima? Como se dava a compra quando não existia o dinheiro?Porque os portugueses escravizaram os índios? O que eles
  • 10. queriam do nosso país? Porque resolveram trazer os africanos como escravos? Trabalhar as diferenças físicas, econômicas e culturais. Solicitar que as crianças tragam sucata de casa para a próxima aula. 10º dia Criação em grupos de um cenário de cartolina e a colagem das dobraduras feitas anteriormente, a casa, o peixe e o pato, seguido de exposição; Exposição oral do que aprendeu durante a execução do projeto; Apresentação do filme Tinker Bell e o Tesouro Perdido; AVALIAÇÃO: A Avaliação será feita através da observação da agilidade de cada criança no desempenho de suas atividades, no reconhecimento das letras e palavras, na interação com a atividade proposta, com noções de lateralidade e espacialidade e no relacionamento com os colegas e com a professora. Para finalizar as crianças farão a apresentação da paródia e exposição do cenário criado por elas. PLANO DE TRABALHO E CRONOGRAMA 1º dia 1. Apresentação de cada aluno e do professor, frisando o que mais gostam de fazer e por que. 2. Apresentação da biografia do autor Vinicius de Moraes. 3. Apresentação da música A Casa em DVD 4. Cantar a música junto com a turma; 5. Apresentação da música A casa no quadro em forma textual 6. Leitura oral da música A CASA; 7. Transcrição da música para o caderno. 8. Identificar os diversos tipos de moradia. 9. Explicitar as diferenças de cada
  • 11. tipo de moradia. 10. Identificar bairros favorecidos e desfavorecidos que as crianças conhecem. 11. Expor o papel da igreja nos bairros e sua influência na constituição do cidadão. 12. Brincar de Amarelinha silábica; 13. Solicitar que cada criança traga sua musica favorita na próxima aula. 2º dia 1. Leitura oral da música A Casa; 2. Destacar as diferenças da casa engraçada para a casa de cada criança. 3. Destacar as palavras diferentes da música e procura o seu significado em um dicionário. 4. Identificar pessoas que falam diferentes; 5. Identificar a região de origem de cada criança; 6. Contar a história sintetizada de cada região, ressaltando suas características; 7. Apresentar um mapa do país, e mostrar onde nos localizamos; 8. Pedir para que cada criança identifique nosso estado no mapa; 9. Apresentar um pouco da história municipal; 10. Fazer um origami da casa e pintar. 11. Pular corda. 3º dia 1. Identificar as palavras com as mesmas terminações; 2. Colorir as palavras com as mesmas terminações; 3. Solicitar aos alunos que digam palavras que terminem do mesmo jeito e anotem no caderno; 4. Expor qual o significado do penico, sua função, identificando quem conhece; 5. As diferentes definições da palavra rede; 6. Entender porque algumas regiões brasileiras usam a rede como cama; 7. Demonstrar a importância da rede para
  • 12. os pescadores; 8. Identificar a importância do peixe na alimentação; 9. Identificar o que a carência da vitamina encontrada nos peixes faz no organismo; 10. Expor as regiões que vivem da pesca; 11. Origami peixe; 12. Roda de conversa: porque algumas pessoas fazem xixi na cama? 13. Dança das cadeiras com a música “A casa” 4º dia 1. Pedir para os alunos lerem e repetirem as palavras destacadas anteriormente; 2. Separar as sílabas oralmente; 3. Pedir para colorirem cada pedacinho da palavra de uma cor diferente e depois enumerá-los conforme a quantidade de pedacinhos; 4. Explicar que os referidos pedacinhos são silabas e para que são usadas; 5. Identificar a quantidade de sílabas totais através da soma; 6. Retirar as sílabas das palavras e ver como ficam; 7. Contar quantas palavras tem a musica inteira; 8. Indagar sobre quem conhece uma casa sem chão; 9. Expor o significado da expressão “Ficou sem chão; 10. Identificar as possíveis contaminações causadas por verminoses devido ao contato constante dos pés descalços com o chão. 11. Trabalhar a questão sanitária de cada família, lixo, esgoto 12. Brincar com peças de encaixe: Construir uma casinha; 5º dia 1. Produzir sílabas móveis; 2. Reescrever a música com outras palavras; 3. Cantar músicas reescritas como se fossem a original;
  • 13. 4. Definir o que são frases; 5. Identificar quantas frases tem a música 6. Verificar quantas palavras não possui na música 7. Definir negativo e positivo; negação e afirmação; 8. Escrever quantas casas possui cada conjunto; 9. Completar a seqüência numérica com os números que faltam; 10. Siga o mestre; 11. Fazer a musica no caderno sem intervenção da professora. 6º dia 1. Apresentação da música O Pato em DVD 2. Cantar a música junto com a turma; 3. Apresentação da música O Pato no quadro em forma textual; 4. Transcrição da música para o caderno; 5. Leitura oral da música O Pato; 6. Identificar a origem do pato; 7. Identificar suas formas de reprodução; 8. Verificar as diferenças da zona urbana e a zona rural; 9. Explicar os diferentes tipos de transportes; fluviais, terrestres e aéreos; 10. Expor a importância da água; 11. Diferenciar água doce e salgada; 12. Explicar formas de economizar a água; 13. Pedir para as crianças perguntarem aos pais a origem da água que bebem; 14. Expor o papel da igreja nos bairros e sua influência na constituição do cidadão. 1. Identificar as palavras da musica O Pato com as mesmas terminações; 2. Colorir as palavras com as mesmas terminações;
  • 14. 7º dia 3. Solicitar aos alunos que digam palavras que terminem do mesmo jeito e anotem no caderno; 4. O que o pato come? Identificar os hábitos alimentares dos animais 5. Classificar os animais: Herbívoros, Carnívoros e Onívoros 6. Identificar as diferenças das paisagens urbanas e rurais; 7. A importância dos rios para as diferentes populações: indígenas, urbanos e rurais. 8. Aprender sobre os diferentes tipos de rio e suas partes; 9. O descobrimento do Brasil; A Herança Portuguesa: 10. A colonização; 11. A religião 8º dia 1. Pedir para os alunos lerem e repetirem as palavras destacadas anteriormente; 2. Separar as sílabas oralmente; 3. Pedir para colorirem as sílabas das palavras de uma cor diferente e depois enumerá-los conforme a quantidade encontrada; 4. Identificar a quantidade de sílabas totais através da soma; 5. Retirar as sílabas das palavras e ver como ficam; 6. Contar quantas palavras tem a musica inteira; 7. Quem come quem? Trabalhar a Cadeia Alimentar: 8. Alimentos e nutrientes: 9. Pra que comer 10. A origem dos alimentos 11. Os nutrientes 12. Carboidratos 13. Lipídeos 14. Proteínas 15. Vitaminas e sais minerais 16. Desenho Direcionado; Os animais que você conhece 1. Criar com a turma uma paródia com a música O Pato;
  • 15. 9º dia 2. Definir o sentido de galo na música; 3. Consultar no dicionário a definição de poleiro; 4. Relacionar o campo e a cidade: Como é produzido o milho da alimentação do pato? 5. E o milho verde que foi parar na latinha? 6. Explicitar quais os produtos da cidade que abastecem o campo; 7. Produtos do campo que abastecem a cidade; 8. O que é matéria prima? 9. Como se dava a compra quando não existia o dinheiro? 10. Porque os portugueses escravizaram os índios? 11. O que eles queriam do nosso país? 12. Porque resolveram trazer os africanos como escravos? 13. Trabalhar as diferenças físicas, econômicas e culturais. 10º dia 1.Criação individual de um cenário de cartolina e a colagem das dobraduras feitas anteriormente da casa, do peixe e do pato, seguido de exposição; 2.Apresentação do filme Tinker Bell e o tesouro Perdido. 3.Sala de Informática: Consciência Fonológica. Referencias Bibliográficas BOMTEMPO, Luzia. Alfabetização com sucesso. Belo Horizonte: Ed. Da autora, 2002. BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais. Artes; Brasília 1997.130p CAGLIARI, Luiz Carlos. Alfabetização & Lingüística. São Paulo: Scipione, 1989.
  • 16. ______Alfabetizando sem o bá-bé-bi-bó-bu. São Paulo: Scipione, 1998. CAPOVILLA, A. G. S. e CAPOVILLA, F. C. Problemas de leitura e escrita. Como identificar, prevenir e remediar numa abordagem fônica. São Paulo: Memnom, 2000 FERREIRO, Emilia. Reflexões sobre alfabetização. São Paulo: Cortez, 2001. ______. Com todas as letras. São Paulo: Cortez, 1993. ______; TEBEROSKY. Psicogênese da língua escrita. Porto Alegre: Artes Médicas, 1985. KUNDERA, M. A insustentável leveza do ser. São Paulo: Companhia das Letras, 2000 SMOLKA, Ana Luiza Bustamante. A criança na fase inicial da escrita: alfabetização como processo discursivo. 7. ed.São Paulo:Cortez, 1996. TFOUNI, Leda Verdiani. Letramento e Alfabetização. 3. Ed. São Paulo: Cortez, 2000. (Questões da Nossa Terra,43) A CASA Vinicius de Moraes Composição: Vinicius de Moraes Era uma casa muito engraçada Não tinha teto, não tinha nada Ninguém podia entrar nela, não Porque na casa não tinha chão Ninguém podia dormir na rede Porque na casa não tinha parede Ninguém podia fazer pipi Porque penico não tinha ali Mas era feita com muito esmero na rua dos bobos numero zero.
  • 17. O Pato Vinicius de Moraes Lá vem o pato Pata aqui, pata acolá Lá vem o pato Para ver o que é que há O pato pateta Pintou o caneco Surrou a galinha Bateu no marreco Pulou do poleiro No pé do cavalo Levou um coice Criou um galo Comeu um pedaço De jenipapo Ficou engasgado Com dor no papo Caiu no poço Quebrou a tigela Tantas fez o moço Que foi pra panela Observações: O termo antônimo e sinônimo, a classificação dos animais: vertebrados e invertebrados seguidos dos demais assuntos ainda complexos para essa faixa etária, serão apenas aproximações e serão referidos como igual e contrário e bicho com osso e sem osso, entre outros, e tem o intuito de favorecer a preparação da criança para o próximo estágio e sua percepção de mundo.