SlideShare uma empresa Scribd logo

Plano de curso arte 5º ano

Plano de curso arte 5º ano

1 de 5
Baixar para ler offline
Escola Municipal Santa Maria
Disciplina: Arte C/H: 40 C/H semanal: 01 Ano letivo: 2015
Professora: Mary Alvarenga Série: 5º ano Turma: B Turno: Vespertino
Plano de Curso 2015
 Objetivo Geral
Expressar e saber comunicar-se em artes mantendo uma atitude de busca pessoal ou coletiva,
articulando a percepção, a imaginação, a emoção, a sensibilidade e a reflexão ao realizar e fluir
produções artísticas.
 Competências Gerais
– Reconhecer e valorizar a diversidade cultural.
– Compreender o conceito de Arte e a sua importância na História.
– Reconhecer a arte como área de conhecimento autêntico e autônomo, respeitando o contexto
sociocultural em que está inserida.
– Apreciar a arte nas suas diversas formas de manifestação, considerando-a elemento
fundamental da estrutura da sociedade.
– Desenvolver uma forma pessoal de expressão.
– Ter autonomia para se expressar, fazer e apreciar a arte.
– Ler produções artísticas a partir da observação, narração, descrição e interpretação de
imagens e objetos.
– Pesquisar e saber organizar informações sobre a arte, em contato com artistas, obras de arte,
fontes de comunicação e informação.
 Habilidades Gerais
 Utilizar os elementos da linguagem visual representando, expressando e comunicando por
imagens: desenho, pintura, gravura, escultura, colagem, etc.
 Criar, articulando percepção, imaginação, sensibilidade, conhecimento e produção artística
pessoal e em grupo.
 Construir uma relação de cooperação, respeito, diálogo e valorização das diversas escolhas e
possibilidades de interpretação e de criação, em relação aos colegas.
 Apreciar obras de artes visuais.
 Desenvolver a observação e a criatividade.
 Conhecer e apreciar os elementos da dança.
 Compreender a música como forma.
 Conhecer a arte, expressar ideias, sentimentos, e proporcionar vivências nas diversas
linguagens articulando: os saberes artísticos locais e da região; as manifestações artísticas
nacionais e internacionais; conectando-os com outras áreas do conhecimento.
 Expressar e saber comunicar-se em artes mantendo uma atitude de busca pessoal ou
coletiva, articulando a percepção, a imaginação, a emoção, a sensibilidade e a reflexão ao
realizar e fluir produções artísticas.
 Habilidades específicas
– Conceituar a Arte
– Conhecer a chamada "arte rupestre" e desmistificar alguns conceitos sobre ela.
– Identificar cores quentes, cores frias, primárias e secundárias.
– Compreender que as cores secundárias resultam da mistura das duas cores primárias em
partes iguais.
– Identificar e aplicar as cores primárias (Azul, amarelo e vermelho).
– Identificar e aplicar as cores secundárias (Laranja, violeta e verde).
– Manejar tintas e pincéis e, através da mistura de tintas, obter cores secundárias.
– Conhecer as cores primárias, secundárias, quentes e frias associando com a natureza.
– Compreenda o significado das cores, o que cada uma representa no espaço e em nossas
vidas.
– Conhecer e diferenciar as cores quentes e frias através de imagens.
– Utilizar técnicas de pintura em sua produção pessoal.
– Exercitar a habilidade manual.
– Aprender a combinar cores.
– Desenvolver a criatividade
– Conhecer e nomear cores e formas.
– Reproduzir cores e formas.
– Distinguir preto e branco como cores neutras.
– Desenvolver a coordenação e a criatividade através da expressão do desenho.
– Perceber as diferentes formas de desenho associando ao seu cotidiano.
– Perceber na arte figurativa e abstrata as diferentes formas de reflexão de sentimentos
– Conhecer o significado de “Páscoa”.
– Destacar os símbolos da Páscoa e o conceito de cada um.
– Vivenciar, valorizar e respeitar o verdadeiro sentido da Páscoa em sua vida.
– Compor painéis com símbolos da Páscoa.
– Observar os efeitos produzidos pela mistura de cores;
– Pintar uma tela com tinta guache e pincéis, inspirados nas obras de artistas através da
releitura.
– Compreender que o carnaval e a festa junina são festas populares que fazem parte do
folclore brasileiro.
– Identificar, reconhecer e pesquisar elementos do folclore brasileiro.
– Conhecer e valorizar manifestações folclóricas como formas de fazer e pensar a própria
história.
– Conhecer a linguagem popular (folclore)
– Participar de apresentação teatral.
– Compreender e apreciar as diversas danças como manifestações culturais
– Levar os alunos a produzirem textos, cartazes, painéis e outras formas de expressão
artística e cultural sobre as datas comemorativas importantes para o país.
– Conhecer a pintura rupestre e curiosidades sobre as mesmas.
– Conhecer, apreciar e respeitar a cultura africana como importante formadora da cultura
brasileira.
– Conceituar pontilhismo
– Conhecer a técnica do pontilhismo.
– Produzir um trabalho utilizando a técnica do pontilhismo.
– Incentivar a produção artística individual dos alunos.
– Conhecer os símbolos do natal.
– Despertar-se para a importância do natal.
– Desenvolver a musicalidade por meio de canções natalinas.
– Compor painéis com símbolos natalinos.
– Destacar os símbolos natalinos e o conceito de cada um.
– Conhecer, apreciar e respeitar a cultura africana como importante formadora da cultura
brasileira.
– Valorizar a cultura dos povos africanos na sua essência.
Conteúdos Programáticos
1ºBIMESTRE
 Conceituar Arte
 Cores primárias e cores secundárias.
 Cores frias e quentes
 Pinturas e desenhos
 Símbolos da páscoa
 Desenho criativo/observação/livre
 Datas comemorativas
2ºBIMESTRE
 Arte Rupestre
 Pontilhismo
 Pintura de tela/ Releitura de grandes pintores.
 Vitral.
 Desenho figurativo, abstrato, formas geométricas.
 Datas comemorativas
3ºBIMESTRE
 Formas Geométricas
 Folclore (lenda, parlendas, danças, cantigas de roda, ditos populares).
 Bandeira e hinos pátrios
 Datas comemorativas
4ºBIMESTRE
 Dobradura
 Arte africana (dança, música e pintura)
 Os símbolos de natal
 Música natalina
 Datas comemorativas
 Metodologia:
As atividades a serem trabalhadas serão escolhidas de acordo com o que se julga necessário,
para uma melhor compreensão do aluno. Portanto, para que isso se realize, serão empregadas
diversas atividades, tais como:
– Leitura e compreensão de textos
– Estudo orientado e atividades diversificadas.
– Músicas, danças, dramatização.
– Confecção de painéis, cartazes e murais.
– Pesquisas
– Debates
– Aula expositiva com uso de slides
– Criação de desenhos e pinturas
 Recursos didáticos e tecnológicos
Caderno de desenho, Internet, computador, impressora, lápis de cor, pincel hidroocor, tinta
guache, papel chamex, régua, pinceis, vídeo, música, atividades impressas, revistas, tesoura sem
ponta, cola, cartolina, papel madeira, folhas de emborrachado (EVA), entre outros.
 Projetos e políticas de estratégica:
 Realização de feira de ciências e tecnologia.
 Multiculturalismo em favor e reconhecimento do negro como sujeito da história.
 Trabalhando valores para formar cidadãos conscientes.
 Seminário: a importância da família na escola.
 Gincana do estudante: conhecimentos gerais com ênfase na língua portuguesa e matemática.
 Datas comemorativas e momento cívico para o exercício da cidadania.
 Conhecendo o os direitos e deveres na infância e na adolescência (ECA)
 Recreio educativo.
 Plantão Pedagógico.
 Festa junina como expressão da identidade cultural nordestina.
 Educação para o trânsito
 O desenvolvimento das habilidades lógico matemático através dos jogos e recreações.
 Reaproveitamento da água dos bebedouros para cultivar plantas medicinais e hortaliças.
 Diabetes: conhecer para prevenir.
 Valores
1º bimestre - Disciplina e organização.
2º bimestre - Respeito e convivência.
3º bimestre - Dignidade
4º bimestre - Solidariedade e gratidão
 Avaliação
A avaliação será contínua e levará em consideração todas as atividades desenvolvidas pelo
aluno, tais como: atividades propostas individualmente ou em grupo, interesse, o desenvolvimento
do aluno, assiduidade, organização das atividades, testes, presença e participação em aula.
 Bibliografia:
PROENÇA, Graça. Descobrindo a história da arte: livro do professor/Graça Proença. São Paulo: Ática, 2007.
Diretrizes Curriculares/ Secretaria de Estado da Educação do Maranhão SEDUC, 3. ed, São Luís
2014.
BRASIL, Secretaria da Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Artes- Brasília
MEC/SEF, 1997
“Melhor que ensinar é levar o outro a aprender”

Recomendados

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apostila de Arte Ensino Fundamental I
Apostila de Arte Ensino Fundamental IApostila de Arte Ensino Fundamental I
Apostila de Arte Ensino Fundamental IEliane Sanches
 
Prova Artes 6° ano
Prova Artes 6° anoProva Artes 6° ano
Prova Artes 6° anoGeo Honório
 
Avaliação bimestral de artes 1º bimestre 2015
Avaliação bimestral de artes 1º bimestre 2015Avaliação bimestral de artes 1º bimestre 2015
Avaliação bimestral de artes 1º bimestre 2015Denilson Parreira Dos Reis
 
7 ano atividades complementares 4 semana
7 ano atividades complementares 4 semana7 ano atividades complementares 4 semana
7 ano atividades complementares 4 semanaWashington Rocha
 
Avaliação para o 7º ano
Avaliação para o 7º anoAvaliação para o 7º ano
Avaliação para o 7º anoAndreza Andrade
 
Teste de ciências 3ª Unidade Helena Andrade 2º ano 2014
Teste de ciências  3ª Unidade   Helena  Andrade 2º ano 2014Teste de ciências  3ª Unidade   Helena  Andrade 2º ano 2014
Teste de ciências 3ª Unidade Helena Andrade 2º ano 2014Angela Maria
 
Prova de HISTÓRIA
Prova de HISTÓRIAProva de HISTÓRIA
Prova de HISTÓRIAKatia Lopes
 
Avaliações artes-primeiro-bimestre-.
Avaliações artes-primeiro-bimestre-.Avaliações artes-primeiro-bimestre-.
Avaliações artes-primeiro-bimestre-.Andreza Andrade
 
Artes O Teatro e Atividades
Artes O Teatro e AtividadesArtes O Teatro e Atividades
Artes O Teatro e AtividadesGeo Honório
 
Poema o menino azul de Cecília Meireles - Análise e entendimento
Poema  o menino azul de  Cecília Meireles - Análise e entendimento Poema  o menino azul de  Cecília Meireles - Análise e entendimento
Poema o menino azul de Cecília Meireles - Análise e entendimento Mary Alvarenga
 
Plano anual de arte 1º ano
Plano anual de arte 1º anoPlano anual de arte 1º ano
Plano anual de arte 1º anoNildemar Lago
 

Mais procurados (20)

Apostila de Arte Ensino Fundamental I
Apostila de Arte Ensino Fundamental IApostila de Arte Ensino Fundamental I
Apostila de Arte Ensino Fundamental I
 
AVALIAÇÃO DE ARTES - 1º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - 1º BIMESTRE
AVALIAÇÃO DE ARTES - 1º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - 1º BIMESTRE AVALIAÇÃO DE ARTES - 1º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - 1º BIMESTRE
AVALIAÇÃO DE ARTES - 1º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - 1º BIMESTRE
 
Cores secundárias
Cores  secundáriasCores  secundárias
Cores secundárias
 
Prova Artes 6° ano
Prova Artes 6° anoProva Artes 6° ano
Prova Artes 6° ano
 
Avaliação bimestral de artes 1º bimestre 2015
Avaliação bimestral de artes 1º bimestre 2015Avaliação bimestral de artes 1º bimestre 2015
Avaliação bimestral de artes 1º bimestre 2015
 
7 ano atividades complementares 4 semana
7 ano atividades complementares 4 semana7 ano atividades complementares 4 semana
7 ano atividades complementares 4 semana
 
Avaliação para o 7º ano
Avaliação para o 7º anoAvaliação para o 7º ano
Avaliação para o 7º ano
 
Simulado 6º ano arte
Simulado 6º ano arteSimulado 6º ano arte
Simulado 6º ano arte
 
Teste de ciências 3ª Unidade Helena Andrade 2º ano 2014
Teste de ciências  3ª Unidade   Helena  Andrade 2º ano 2014Teste de ciências  3ª Unidade   Helena  Andrade 2º ano 2014
Teste de ciências 3ª Unidade Helena Andrade 2º ano 2014
 
AVALIAÇÃO DE ARTES: 1º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL I - 1º CICLO - 4º BIMESTRE -...
AVALIAÇÃO DE ARTES: 1º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL I - 1º CICLO - 4º BIMESTRE -...AVALIAÇÃO DE ARTES: 1º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL I - 1º CICLO - 4º BIMESTRE -...
AVALIAÇÃO DE ARTES: 1º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL I - 1º CICLO - 4º BIMESTRE -...
 
Prova de HISTÓRIA
Prova de HISTÓRIAProva de HISTÓRIA
Prova de HISTÓRIA
 
Avaliações artes-primeiro-bimestre-.
Avaliações artes-primeiro-bimestre-.Avaliações artes-primeiro-bimestre-.
Avaliações artes-primeiro-bimestre-.
 
Artes O Teatro e Atividades
Artes O Teatro e AtividadesArtes O Teatro e Atividades
Artes O Teatro e Atividades
 
Poema o menino azul de Cecília Meireles - Análise e entendimento
Poema  o menino azul de  Cecília Meireles - Análise e entendimento Poema  o menino azul de  Cecília Meireles - Análise e entendimento
Poema o menino azul de Cecília Meireles - Análise e entendimento
 
AVALIAÇÃO DE ENSINO RELIGIOSO: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO
AVALIAÇÃO DE ENSINO RELIGIOSO: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLOAVALIAÇÃO DE ENSINO RELIGIOSO: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO
AVALIAÇÃO DE ENSINO RELIGIOSO: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO
 
AVALIAÇÃO DE ARTES - 1º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - 4º BIMESTRE
AVALIAÇÃO DE ARTES - 1º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - 4º BIMESTREAVALIAÇÃO DE ARTES - 1º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - 4º BIMESTRE
AVALIAÇÃO DE ARTES - 1º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - 4º BIMESTRE
 
Avaliação de artes 6° ano
Avaliação de artes 6° anoAvaliação de artes 6° ano
Avaliação de artes 6° ano
 
Planeta Terra
Planeta Terra Planeta Terra
Planeta Terra
 
Plano anual de arte 1º ano
Plano anual de arte 1º anoPlano anual de arte 1º ano
Plano anual de arte 1º ano
 
Historia da musica atividades
Historia da musica atividadesHistoria da musica atividades
Historia da musica atividades
 

Destaque

Plano diagnóstico de Matemática - 5º ano
Plano diagnóstico  de Matemática  - 5º ano  Plano diagnóstico  de Matemática  - 5º ano
Plano diagnóstico de Matemática - 5º ano Mary Alvarenga
 
Planejamento 3º ano ( 2ª série )
Planejamento   3º ano ( 2ª série )Planejamento   3º ano ( 2ª série )
Planejamento 3º ano ( 2ª série )silvinha331
 
Modelo de plano de aula
Modelo de plano de aulaModelo de plano de aula
Modelo de plano de aulaangelafreire
 
Plano de aula 5
Plano de aula 5Plano de aula 5
Plano de aula 5ticedusls
 
Planejamentos 2015 1 a 4 bimestre
Planejamentos 2015 1 a 4 bimestrePlanejamentos 2015 1 a 4 bimestre
Planejamentos 2015 1 a 4 bimestreEDMIRSON OLIVEIIRA
 
Plano de aula simetria e rotação 1
Plano de aula simetria e rotação 1Plano de aula simetria e rotação 1
Plano de aula simetria e rotação 1morgana23
 
23416525 arte-planos-de-aula
23416525 arte-planos-de-aula23416525 arte-planos-de-aula
23416525 arte-planos-de-aulaDaniel Comparini
 
Planejamento de ciências 5ª a 8ª series professor antonio carlos carneiro ba...
Planejamento de ciências 5ª  a 8ª series professor antonio carlos carneiro ba...Planejamento de ciências 5ª  a 8ª series professor antonio carlos carneiro ba...
Planejamento de ciências 5ª a 8ª series professor antonio carlos carneiro ba...Antonio Carneiro
 
Plano de ensino matematica
Plano de ensino  matematicaPlano de ensino  matematica
Plano de ensino matematicasimonclark
 
Plano de aula 02 sistema circulatório
Plano de aula 02 sistema circulatórioPlano de aula 02 sistema circulatório
Plano de aula 02 sistema circulatóriofamiliaestagio
 
Meu planejamento de matematica 5ª a 8ª 2011
Meu planejamento de matematica 5ª a 8ª 2011Meu planejamento de matematica 5ª a 8ª 2011
Meu planejamento de matematica 5ª a 8ª 2011Antonio Carneiro
 
Planejamento 3º ano
Planejamento 3º anoPlanejamento 3º ano
Planejamento 3º anoRafael Souza
 
Redes Sociais na Escola
Redes Sociais na Escola Redes Sociais na Escola
Redes Sociais na Escola SONIA BERTOCCHI
 

Destaque (20)

Planejamento 5º ano 2014
Planejamento 5º ano 2014Planejamento 5º ano 2014
Planejamento 5º ano 2014
 
Plano diagnóstico de Matemática - 5º ano
Plano diagnóstico  de Matemática  - 5º ano  Plano diagnóstico  de Matemática  - 5º ano
Plano diagnóstico de Matemática - 5º ano
 
Planejamento 3º ano ( 2ª série )
Planejamento   3º ano ( 2ª série )Planejamento   3º ano ( 2ª série )
Planejamento 3º ano ( 2ª série )
 
Modelo de plano de aula
Modelo de plano de aulaModelo de plano de aula
Modelo de plano de aula
 
Plano de aula 5
Plano de aula 5Plano de aula 5
Plano de aula 5
 
Planejamentos 2015 1 a 4 bimestre
Planejamentos 2015 1 a 4 bimestrePlanejamentos 2015 1 a 4 bimestre
Planejamentos 2015 1 a 4 bimestre
 
Planejamento 5º ano
Planejamento 5º anoPlanejamento 5º ano
Planejamento 5º ano
 
Projeto Animais
Projeto AnimaisProjeto Animais
Projeto Animais
 
Plano de aula simetria e rotação 1
Plano de aula simetria e rotação 1Plano de aula simetria e rotação 1
Plano de aula simetria e rotação 1
 
23416525 arte-planos-de-aula
23416525 arte-planos-de-aula23416525 arte-planos-de-aula
23416525 arte-planos-de-aula
 
Planejamento de ciências 5ª a 8ª series professor antonio carlos carneiro ba...
Planejamento de ciências 5ª  a 8ª series professor antonio carlos carneiro ba...Planejamento de ciências 5ª  a 8ª series professor antonio carlos carneiro ba...
Planejamento de ciências 5ª a 8ª series professor antonio carlos carneiro ba...
 
Plano anual 6º ano
Plano anual   6º anoPlano anual   6º ano
Plano anual 6º ano
 
Plano de ensino matematica
Plano de ensino  matematicaPlano de ensino  matematica
Plano de ensino matematica
 
Plano de aula 02 sistema circulatório
Plano de aula 02 sistema circulatórioPlano de aula 02 sistema circulatório
Plano de aula 02 sistema circulatório
 
Meu planejamento de matematica 5ª a 8ª 2011
Meu planejamento de matematica 5ª a 8ª 2011Meu planejamento de matematica 5ª a 8ª 2011
Meu planejamento de matematica 5ª a 8ª 2011
 
Planejamento 3º ano
Planejamento 3º anoPlanejamento 3º ano
Planejamento 3º ano
 
Redes Sociais na Escola
Redes Sociais na Escola Redes Sociais na Escola
Redes Sociais na Escola
 
Metodologia de ensino
Metodologia de ensinoMetodologia de ensino
Metodologia de ensino
 
O que você dá ao seu filho
O que você dá ao seu filhoO que você dá ao seu filho
O que você dá ao seu filho
 
Escola: Aventura do Conhecimento!
Escola: Aventura do Conhecimento!Escola: Aventura do Conhecimento!
Escola: Aventura do Conhecimento!
 

Semelhante a Plano de curso arte 5º ano

Orientacoes Curriculares Ensino Fundamental-series iniciais
Orientacoes Curriculares  Ensino Fundamental-series iniciaisOrientacoes Curriculares  Ensino Fundamental-series iniciais
Orientacoes Curriculares Ensino Fundamental-series iniciaiscorescolar
 
3ª etapa 1° ciclo.docx
3ª etapa 1° ciclo.docx3ª etapa 1° ciclo.docx
3ª etapa 1° ciclo.docxIvete Diniz
 
Arte - plano de curso-2016
Arte  - plano de curso-2016Arte  - plano de curso-2016
Arte - plano de curso-2016Mary Alvarenga
 
4ª etapa 2° ciclo.docx
4ª etapa 2° ciclo.docx4ª etapa 2° ciclo.docx
4ª etapa 2° ciclo.docxIvete Diniz
 
Orientações Curriculares Ensino Médio
Orientações Curriculares Ensino MédioOrientações Curriculares Ensino Médio
Orientações Curriculares Ensino Médiocorescolar
 
Orientacoes Curriculares Ensino Fundamental -series finais
Orientacoes Curriculares  Ensino Fundamental -series finaisOrientacoes Curriculares  Ensino Fundamental -series finais
Orientacoes Curriculares Ensino Fundamental -series finaiscorescolar
 
PLANEJAMENTO DE ARTE 2023.docx
PLANEJAMENTO DE ARTE 2023.docxPLANEJAMENTO DE ARTE 2023.docx
PLANEJAMENTO DE ARTE 2023.docxWeslleyDias8
 
Plano de Curso de Arte - 5º ano
Plano de Curso  de  Arte - 5º ano Plano de Curso  de  Arte - 5º ano
Plano de Curso de Arte - 5º ano Mary Alvarenga
 
Curriculo da Educaca Básica das Escolas 5 a 8 series
Curriculo da Educaca Básica das Escolas 5 a 8 seriesCurriculo da Educaca Básica das Escolas 5 a 8 series
Curriculo da Educaca Básica das Escolas 5 a 8 seriescorescolar
 
Planejamento anual de artes ensino fundamental
Planejamento anual de artes ensino fundamentalPlanejamento anual de artes ensino fundamental
Planejamento anual de artes ensino fundamentalMarcia Alves de Oliveira
 
PLANEJAMENTO ANUAL REDE ARTE 2022 corrigido-convertido.docx
PLANEJAMENTO ANUAL REDE ARTE 2022 corrigido-convertido.docxPLANEJAMENTO ANUAL REDE ARTE 2022 corrigido-convertido.docx
PLANEJAMENTO ANUAL REDE ARTE 2022 corrigido-convertido.docxWeslleyDias8
 
arte-planejamento-6-ano-www.leonardoportal.com-.docx
arte-planejamento-6-ano-www.leonardoportal.com-.docxarte-planejamento-6-ano-www.leonardoportal.com-.docx
arte-planejamento-6-ano-www.leonardoportal.com-.docxJoaoAlves319493
 
arte-planejamento-6-ano-www.leonardoportal.com-.pdf
arte-planejamento-6-ano-www.leonardoportal.com-.pdfarte-planejamento-6-ano-www.leonardoportal.com-.pdf
arte-planejamento-6-ano-www.leonardoportal.com-.pdfJohnArislandaSilva
 

Semelhante a Plano de curso arte 5º ano (20)

Artes
ArtesArtes
Artes
 
Orientacoes Curriculares Ensino Fundamental-series iniciais
Orientacoes Curriculares  Ensino Fundamental-series iniciaisOrientacoes Curriculares  Ensino Fundamental-series iniciais
Orientacoes Curriculares Ensino Fundamental-series iniciais
 
3ª etapa 1° ciclo.docx
3ª etapa 1° ciclo.docx3ª etapa 1° ciclo.docx
3ª etapa 1° ciclo.docx
 
Arte - plano de curso-2016
Arte  - plano de curso-2016Arte  - plano de curso-2016
Arte - plano de curso-2016
 
Planejamento anual
Planejamento anualPlanejamento anual
Planejamento anual
 
4ª etapa 2° ciclo.docx
4ª etapa 2° ciclo.docx4ª etapa 2° ciclo.docx
4ª etapa 2° ciclo.docx
 
ARTE.pdf
ARTE.pdfARTE.pdf
ARTE.pdf
 
Eja.docx
Eja.docxEja.docx
Eja.docx
 
Orientações Curriculares Ensino Médio
Orientações Curriculares Ensino MédioOrientações Curriculares Ensino Médio
Orientações Curriculares Ensino Médio
 
OT O Ensino de Arte nas Series Iniciais
OT O Ensino de Arte nas Series IniciaisOT O Ensino de Arte nas Series Iniciais
OT O Ensino de Arte nas Series Iniciais
 
Orientacoes Curriculares Ensino Fundamental -series finais
Orientacoes Curriculares  Ensino Fundamental -series finaisOrientacoes Curriculares  Ensino Fundamental -series finais
Orientacoes Curriculares Ensino Fundamental -series finais
 
PLANEJAMENTO DE ARTE 2023.docx
PLANEJAMENTO DE ARTE 2023.docxPLANEJAMENTO DE ARTE 2023.docx
PLANEJAMENTO DE ARTE 2023.docx
 
Plano de Curso de Arte - 5º ano
Plano de Curso  de  Arte - 5º ano Plano de Curso  de  Arte - 5º ano
Plano de Curso de Arte - 5º ano
 
Curriculo da Educaca Básica das Escolas 5 a 8 series
Curriculo da Educaca Básica das Escolas 5 a 8 seriesCurriculo da Educaca Básica das Escolas 5 a 8 series
Curriculo da Educaca Básica das Escolas 5 a 8 series
 
Planejamento anual de artes ensino fundamental
Planejamento anual de artes ensino fundamentalPlanejamento anual de artes ensino fundamental
Planejamento anual de artes ensino fundamental
 
Matrizes arte
Matrizes arteMatrizes arte
Matrizes arte
 
PLANEJAMENTO ANUAL REDE ARTE 2022 corrigido-convertido.docx
PLANEJAMENTO ANUAL REDE ARTE 2022 corrigido-convertido.docxPLANEJAMENTO ANUAL REDE ARTE 2022 corrigido-convertido.docx
PLANEJAMENTO ANUAL REDE ARTE 2022 corrigido-convertido.docx
 
5ª Reunião
5ª Reunião5ª Reunião
5ª Reunião
 
arte-planejamento-6-ano-www.leonardoportal.com-.docx
arte-planejamento-6-ano-www.leonardoportal.com-.docxarte-planejamento-6-ano-www.leonardoportal.com-.docx
arte-planejamento-6-ano-www.leonardoportal.com-.docx
 
arte-planejamento-6-ano-www.leonardoportal.com-.pdf
arte-planejamento-6-ano-www.leonardoportal.com-.pdfarte-planejamento-6-ano-www.leonardoportal.com-.pdf
arte-planejamento-6-ano-www.leonardoportal.com-.pdf
 

Mais de Mary Alvarenga

Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento Mary Alvarenga
 
08 de março - Dia Internacional da Mulher
08 de março - Dia Internacional da Mulher08 de março - Dia Internacional da Mulher
08 de março - Dia Internacional da MulherMary Alvarenga
 
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Mary Alvarenga
 
Regimento escolar - Deveres do aluno.
Regimento escolar -  Deveres do aluno.Regimento escolar -  Deveres do aluno.
Regimento escolar - Deveres do aluno.Mary Alvarenga
 
Matemática - Adição e subtração /cálculo mental.
Matemática - Adição e subtração /cálculo mental.Matemática - Adição e subtração /cálculo mental.
Matemática - Adição e subtração /cálculo mental.Mary Alvarenga
 
O impacto do lixo ao meio ambiente / Residuos especiais
O impacto do lixo ao meio ambiente / Residuos especiaisO impacto do lixo ao meio ambiente / Residuos especiais
O impacto do lixo ao meio ambiente / Residuos especiaisMary Alvarenga
 
Coletânea de poesias
Coletânea de poesias Coletânea de poesias
Coletânea de poesias Mary Alvarenga
 
Caça palavras bullying
Caça palavras  bullying Caça palavras  bullying
Caça palavras bullying Mary Alvarenga
 
Bullying não é brincadeira
 Bullying não é brincadeira Bullying não é brincadeira
Bullying não é brincadeiraMary Alvarenga
 
Mini livro sanfona - BULLYING
Mini livro sanfona - BULLYING Mini livro sanfona - BULLYING
Mini livro sanfona - BULLYING Mary Alvarenga
 
Simulado de matemática - Revisão prova do SAEB
Simulado de matemática - Revisão prova do SAEBSimulado de matemática - Revisão prova do SAEB
Simulado de matemática - Revisão prova do SAEBMary Alvarenga
 
Bullying não é brincadeira
Bullying não é brincadeira Bullying não é brincadeira
Bullying não é brincadeira Mary Alvarenga
 
Simulado de Lingua Poruguesa - Revisão para prova do SAEB
Simulado de Lingua Poruguesa -   Revisão para prova do SAEB  Simulado de Lingua Poruguesa -   Revisão para prova do SAEB
Simulado de Lingua Poruguesa - Revisão para prova do SAEB Mary Alvarenga
 
Propriedades físicas dos materiais
Propriedades físicas dos materiais Propriedades físicas dos materiais
Propriedades físicas dos materiais Mary Alvarenga
 
Simulado de Matemática - Revisão prova SAEB.
Simulado de Matemática - Revisão prova SAEB.Simulado de Matemática - Revisão prova SAEB.
Simulado de Matemática - Revisão prova SAEB.Mary Alvarenga
 
Simulado de Matemática - Revisão prova SAEB
Simulado de Matemática - Revisão prova SAEB Simulado de Matemática - Revisão prova SAEB
Simulado de Matemática - Revisão prova SAEB Mary Alvarenga
 

Mais de Mary Alvarenga (20)

Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
 
08 de março - Dia Internacional da Mulher
08 de março - Dia Internacional da Mulher08 de março - Dia Internacional da Mulher
08 de março - Dia Internacional da Mulher
 
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
 
Regimento escolar - Deveres do aluno.
Regimento escolar -  Deveres do aluno.Regimento escolar -  Deveres do aluno.
Regimento escolar - Deveres do aluno.
 
Matemática - Adição e subtração /cálculo mental.
Matemática - Adição e subtração /cálculo mental.Matemática - Adição e subtração /cálculo mental.
Matemática - Adição e subtração /cálculo mental.
 
O impacto do lixo ao meio ambiente / Residuos especiais
O impacto do lixo ao meio ambiente / Residuos especiaisO impacto do lixo ao meio ambiente / Residuos especiais
O impacto do lixo ao meio ambiente / Residuos especiais
 
Coletânea de poesias
Coletânea de poesias Coletânea de poesias
Coletânea de poesias
 
Poemas de Natal
Poemas de Natal Poemas de Natal
Poemas de Natal
 
Caça palavras bullying
Caça palavras  bullying Caça palavras  bullying
Caça palavras bullying
 
Acróstico bullying
Acróstico bullying Acróstico bullying
Acróstico bullying
 
Bullying não é brincadeira
 Bullying não é brincadeira Bullying não é brincadeira
Bullying não é brincadeira
 
Arte africana
 Arte africana   Arte africana
Arte africana
 
Mini livro sanfona - BULLYING
Mini livro sanfona - BULLYING Mini livro sanfona - BULLYING
Mini livro sanfona - BULLYING
 
Simulado de matemática - Revisão prova do SAEB
Simulado de matemática - Revisão prova do SAEBSimulado de matemática - Revisão prova do SAEB
Simulado de matemática - Revisão prova do SAEB
 
Bullying não é brincadeira
Bullying não é brincadeira Bullying não é brincadeira
Bullying não é brincadeira
 
Simulado de Lingua Poruguesa - Revisão para prova do SAEB
Simulado de Lingua Poruguesa -   Revisão para prova do SAEB  Simulado de Lingua Poruguesa -   Revisão para prova do SAEB
Simulado de Lingua Poruguesa - Revisão para prova do SAEB
 
Propriedades físicas dos materiais
Propriedades físicas dos materiais Propriedades físicas dos materiais
Propriedades físicas dos materiais
 
Simulado de Matemática - Revisão prova SAEB.
Simulado de Matemática - Revisão prova SAEB.Simulado de Matemática - Revisão prova SAEB.
Simulado de Matemática - Revisão prova SAEB.
 
Simulado de Matemática - Revisão prova SAEB
Simulado de Matemática - Revisão prova SAEB Simulado de Matemática - Revisão prova SAEB
Simulado de Matemática - Revisão prova SAEB
 
A Magia da Poesia
A Magia da Poesia A Magia da Poesia
A Magia da Poesia
 

Último

Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...azulassessoriaacadem3
 
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;azulassessoriaacadem3
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...azulassessoriaacadem3
 
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptxAndreia Silva
 
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...azulassessoriaacadem3
 
ATIVIDADE 1 - TEORIA DO DIREITO - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEORIA DO DIREITO - 51/2024ATIVIDADE 1 - TEORIA DO DIREITO - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEORIA DO DIREITO - 51/2024excellenceeducaciona
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...apoioacademicoead
 
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...apoioacademicoead
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...azulassessoriaacadem3
 
QUESTÃO 2 Com base nas informações sobre Matheus (Perfil 1), calcule a carga ...
QUESTÃO 2 Com base nas informações sobre Matheus (Perfil 1), calcule a carga ...QUESTÃO 2 Com base nas informações sobre Matheus (Perfil 1), calcule a carga ...
QUESTÃO 2 Com base nas informações sobre Matheus (Perfil 1), calcule a carga ...azulassessoriaacadem3
 
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...azulassessoriaacadem3
 
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...excellenceeducaciona
 
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...excellenceeducaciona
 
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIM
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIMSOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIM
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIMHisrelBlog
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...excellenceeducaciona
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...excellenceeducaciona
 
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...azulassessoriaacadem3
 
No âmbito do Direito, a interpretação das normas é essencial para sua aplicaç...
No âmbito do Direito, a interpretação das normas é essencial para sua aplicaç...No âmbito do Direito, a interpretação das normas é essencial para sua aplicaç...
No âmbito do Direito, a interpretação das normas é essencial para sua aplicaç...leitev350
 

Último (20)

GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docxGABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
 
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
 
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
 
SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO _
SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO         _SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO         _
SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO _
 
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
 
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
 
ATIVIDADE 1 - TEORIA DO DIREITO - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEORIA DO DIREITO - 51/2024ATIVIDADE 1 - TEORIA DO DIREITO - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEORIA DO DIREITO - 51/2024
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
 
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
 
QUESTÃO 2 Com base nas informações sobre Matheus (Perfil 1), calcule a carga ...
QUESTÃO 2 Com base nas informações sobre Matheus (Perfil 1), calcule a carga ...QUESTÃO 2 Com base nas informações sobre Matheus (Perfil 1), calcule a carga ...
QUESTÃO 2 Com base nas informações sobre Matheus (Perfil 1), calcule a carga ...
 
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
 
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
 
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
 
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIM
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIMSOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIM
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIM
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
 
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
 
No âmbito do Direito, a interpretação das normas é essencial para sua aplicaç...
No âmbito do Direito, a interpretação das normas é essencial para sua aplicaç...No âmbito do Direito, a interpretação das normas é essencial para sua aplicaç...
No âmbito do Direito, a interpretação das normas é essencial para sua aplicaç...
 

Plano de curso arte 5º ano

  • 1. Escola Municipal Santa Maria Disciplina: Arte C/H: 40 C/H semanal: 01 Ano letivo: 2015 Professora: Mary Alvarenga Série: 5º ano Turma: B Turno: Vespertino Plano de Curso 2015  Objetivo Geral Expressar e saber comunicar-se em artes mantendo uma atitude de busca pessoal ou coletiva, articulando a percepção, a imaginação, a emoção, a sensibilidade e a reflexão ao realizar e fluir produções artísticas.  Competências Gerais – Reconhecer e valorizar a diversidade cultural. – Compreender o conceito de Arte e a sua importância na História. – Reconhecer a arte como área de conhecimento autêntico e autônomo, respeitando o contexto sociocultural em que está inserida. – Apreciar a arte nas suas diversas formas de manifestação, considerando-a elemento fundamental da estrutura da sociedade. – Desenvolver uma forma pessoal de expressão. – Ter autonomia para se expressar, fazer e apreciar a arte. – Ler produções artísticas a partir da observação, narração, descrição e interpretação de imagens e objetos. – Pesquisar e saber organizar informações sobre a arte, em contato com artistas, obras de arte, fontes de comunicação e informação.  Habilidades Gerais  Utilizar os elementos da linguagem visual representando, expressando e comunicando por imagens: desenho, pintura, gravura, escultura, colagem, etc.  Criar, articulando percepção, imaginação, sensibilidade, conhecimento e produção artística pessoal e em grupo.  Construir uma relação de cooperação, respeito, diálogo e valorização das diversas escolhas e possibilidades de interpretação e de criação, em relação aos colegas.  Apreciar obras de artes visuais.  Desenvolver a observação e a criatividade.  Conhecer e apreciar os elementos da dança.  Compreender a música como forma.  Conhecer a arte, expressar ideias, sentimentos, e proporcionar vivências nas diversas linguagens articulando: os saberes artísticos locais e da região; as manifestações artísticas nacionais e internacionais; conectando-os com outras áreas do conhecimento.  Expressar e saber comunicar-se em artes mantendo uma atitude de busca pessoal ou coletiva, articulando a percepção, a imaginação, a emoção, a sensibilidade e a reflexão ao realizar e fluir produções artísticas.  Habilidades específicas – Conceituar a Arte – Conhecer a chamada "arte rupestre" e desmistificar alguns conceitos sobre ela.
  • 2. – Identificar cores quentes, cores frias, primárias e secundárias. – Compreender que as cores secundárias resultam da mistura das duas cores primárias em partes iguais. – Identificar e aplicar as cores primárias (Azul, amarelo e vermelho). – Identificar e aplicar as cores secundárias (Laranja, violeta e verde). – Manejar tintas e pincéis e, através da mistura de tintas, obter cores secundárias. – Conhecer as cores primárias, secundárias, quentes e frias associando com a natureza. – Compreenda o significado das cores, o que cada uma representa no espaço e em nossas vidas. – Conhecer e diferenciar as cores quentes e frias através de imagens. – Utilizar técnicas de pintura em sua produção pessoal. – Exercitar a habilidade manual. – Aprender a combinar cores. – Desenvolver a criatividade – Conhecer e nomear cores e formas. – Reproduzir cores e formas. – Distinguir preto e branco como cores neutras. – Desenvolver a coordenação e a criatividade através da expressão do desenho. – Perceber as diferentes formas de desenho associando ao seu cotidiano. – Perceber na arte figurativa e abstrata as diferentes formas de reflexão de sentimentos – Conhecer o significado de “Páscoa”. – Destacar os símbolos da Páscoa e o conceito de cada um. – Vivenciar, valorizar e respeitar o verdadeiro sentido da Páscoa em sua vida. – Compor painéis com símbolos da Páscoa. – Observar os efeitos produzidos pela mistura de cores; – Pintar uma tela com tinta guache e pincéis, inspirados nas obras de artistas através da releitura. – Compreender que o carnaval e a festa junina são festas populares que fazem parte do folclore brasileiro. – Identificar, reconhecer e pesquisar elementos do folclore brasileiro. – Conhecer e valorizar manifestações folclóricas como formas de fazer e pensar a própria história. – Conhecer a linguagem popular (folclore) – Participar de apresentação teatral. – Compreender e apreciar as diversas danças como manifestações culturais – Levar os alunos a produzirem textos, cartazes, painéis e outras formas de expressão artística e cultural sobre as datas comemorativas importantes para o país. – Conhecer a pintura rupestre e curiosidades sobre as mesmas. – Conhecer, apreciar e respeitar a cultura africana como importante formadora da cultura brasileira. – Conceituar pontilhismo – Conhecer a técnica do pontilhismo. – Produzir um trabalho utilizando a técnica do pontilhismo. – Incentivar a produção artística individual dos alunos. – Conhecer os símbolos do natal. – Despertar-se para a importância do natal. – Desenvolver a musicalidade por meio de canções natalinas. – Compor painéis com símbolos natalinos. – Destacar os símbolos natalinos e o conceito de cada um.
  • 3. – Conhecer, apreciar e respeitar a cultura africana como importante formadora da cultura brasileira. – Valorizar a cultura dos povos africanos na sua essência. Conteúdos Programáticos 1ºBIMESTRE  Conceituar Arte  Cores primárias e cores secundárias.  Cores frias e quentes  Pinturas e desenhos  Símbolos da páscoa  Desenho criativo/observação/livre  Datas comemorativas 2ºBIMESTRE  Arte Rupestre  Pontilhismo  Pintura de tela/ Releitura de grandes pintores.  Vitral.  Desenho figurativo, abstrato, formas geométricas.  Datas comemorativas 3ºBIMESTRE  Formas Geométricas  Folclore (lenda, parlendas, danças, cantigas de roda, ditos populares).  Bandeira e hinos pátrios  Datas comemorativas 4ºBIMESTRE  Dobradura  Arte africana (dança, música e pintura)  Os símbolos de natal  Música natalina  Datas comemorativas
  • 4.  Metodologia: As atividades a serem trabalhadas serão escolhidas de acordo com o que se julga necessário, para uma melhor compreensão do aluno. Portanto, para que isso se realize, serão empregadas diversas atividades, tais como: – Leitura e compreensão de textos – Estudo orientado e atividades diversificadas. – Músicas, danças, dramatização. – Confecção de painéis, cartazes e murais. – Pesquisas – Debates – Aula expositiva com uso de slides – Criação de desenhos e pinturas  Recursos didáticos e tecnológicos Caderno de desenho, Internet, computador, impressora, lápis de cor, pincel hidroocor, tinta guache, papel chamex, régua, pinceis, vídeo, música, atividades impressas, revistas, tesoura sem ponta, cola, cartolina, papel madeira, folhas de emborrachado (EVA), entre outros.  Projetos e políticas de estratégica:  Realização de feira de ciências e tecnologia.  Multiculturalismo em favor e reconhecimento do negro como sujeito da história.  Trabalhando valores para formar cidadãos conscientes.  Seminário: a importância da família na escola.  Gincana do estudante: conhecimentos gerais com ênfase na língua portuguesa e matemática.  Datas comemorativas e momento cívico para o exercício da cidadania.  Conhecendo o os direitos e deveres na infância e na adolescência (ECA)  Recreio educativo.  Plantão Pedagógico.  Festa junina como expressão da identidade cultural nordestina.  Educação para o trânsito  O desenvolvimento das habilidades lógico matemático através dos jogos e recreações.  Reaproveitamento da água dos bebedouros para cultivar plantas medicinais e hortaliças.  Diabetes: conhecer para prevenir.  Valores 1º bimestre - Disciplina e organização. 2º bimestre - Respeito e convivência. 3º bimestre - Dignidade 4º bimestre - Solidariedade e gratidão  Avaliação A avaliação será contínua e levará em consideração todas as atividades desenvolvidas pelo aluno, tais como: atividades propostas individualmente ou em grupo, interesse, o desenvolvimento do aluno, assiduidade, organização das atividades, testes, presença e participação em aula.
  • 5.  Bibliografia: PROENÇA, Graça. Descobrindo a história da arte: livro do professor/Graça Proença. São Paulo: Ática, 2007. Diretrizes Curriculares/ Secretaria de Estado da Educação do Maranhão SEDUC, 3. ed, São Luís 2014. BRASIL, Secretaria da Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Artes- Brasília MEC/SEF, 1997 “Melhor que ensinar é levar o outro a aprender”