Plano de curso arte 5º ano

20.336 visualizações

Publicada em

Plano de curso arte 5º ano

Publicada em: Educação

Plano de curso arte 5º ano

  1. 1. Escola Municipal Santa Maria Disciplina: Arte C/H: 40 C/H semanal: 01 Ano letivo: 2015 Professora: Mary Alvarenga Série: 5º ano Turma: B Turno: Vespertino Plano de Curso 2015  Objetivo Geral Expressar e saber comunicar-se em artes mantendo uma atitude de busca pessoal ou coletiva, articulando a percepção, a imaginação, a emoção, a sensibilidade e a reflexão ao realizar e fluir produções artísticas.  Competências Gerais – Reconhecer e valorizar a diversidade cultural. – Compreender o conceito de Arte e a sua importância na História. – Reconhecer a arte como área de conhecimento autêntico e autônomo, respeitando o contexto sociocultural em que está inserida. – Apreciar a arte nas suas diversas formas de manifestação, considerando-a elemento fundamental da estrutura da sociedade. – Desenvolver uma forma pessoal de expressão. – Ter autonomia para se expressar, fazer e apreciar a arte. – Ler produções artísticas a partir da observação, narração, descrição e interpretação de imagens e objetos. – Pesquisar e saber organizar informações sobre a arte, em contato com artistas, obras de arte, fontes de comunicação e informação.  Habilidades Gerais  Utilizar os elementos da linguagem visual representando, expressando e comunicando por imagens: desenho, pintura, gravura, escultura, colagem, etc.  Criar, articulando percepção, imaginação, sensibilidade, conhecimento e produção artística pessoal e em grupo.  Construir uma relação de cooperação, respeito, diálogo e valorização das diversas escolhas e possibilidades de interpretação e de criação, em relação aos colegas.  Apreciar obras de artes visuais.  Desenvolver a observação e a criatividade.  Conhecer e apreciar os elementos da dança.  Compreender a música como forma.  Conhecer a arte, expressar ideias, sentimentos, e proporcionar vivências nas diversas linguagens articulando: os saberes artísticos locais e da região; as manifestações artísticas nacionais e internacionais; conectando-os com outras áreas do conhecimento.  Expressar e saber comunicar-se em artes mantendo uma atitude de busca pessoal ou coletiva, articulando a percepção, a imaginação, a emoção, a sensibilidade e a reflexão ao realizar e fluir produções artísticas.  Habilidades específicas – Conceituar a Arte – Conhecer a chamada "arte rupestre" e desmistificar alguns conceitos sobre ela.
  2. 2. – Identificar cores quentes, cores frias, primárias e secundárias. – Compreender que as cores secundárias resultam da mistura das duas cores primárias em partes iguais. – Identificar e aplicar as cores primárias (Azul, amarelo e vermelho). – Identificar e aplicar as cores secundárias (Laranja, violeta e verde). – Manejar tintas e pincéis e, através da mistura de tintas, obter cores secundárias. – Conhecer as cores primárias, secundárias, quentes e frias associando com a natureza. – Compreenda o significado das cores, o que cada uma representa no espaço e em nossas vidas. – Conhecer e diferenciar as cores quentes e frias através de imagens. – Utilizar técnicas de pintura em sua produção pessoal. – Exercitar a habilidade manual. – Aprender a combinar cores. – Desenvolver a criatividade – Conhecer e nomear cores e formas. – Reproduzir cores e formas. – Distinguir preto e branco como cores neutras. – Desenvolver a coordenação e a criatividade através da expressão do desenho. – Perceber as diferentes formas de desenho associando ao seu cotidiano. – Perceber na arte figurativa e abstrata as diferentes formas de reflexão de sentimentos – Conhecer o significado de “Páscoa”. – Destacar os símbolos da Páscoa e o conceito de cada um. – Vivenciar, valorizar e respeitar o verdadeiro sentido da Páscoa em sua vida. – Compor painéis com símbolos da Páscoa. – Observar os efeitos produzidos pela mistura de cores; – Pintar uma tela com tinta guache e pincéis, inspirados nas obras de artistas através da releitura. – Compreender que o carnaval e a festa junina são festas populares que fazem parte do folclore brasileiro. – Identificar, reconhecer e pesquisar elementos do folclore brasileiro. – Conhecer e valorizar manifestações folclóricas como formas de fazer e pensar a própria história. – Conhecer a linguagem popular (folclore) – Participar de apresentação teatral. – Compreender e apreciar as diversas danças como manifestações culturais – Levar os alunos a produzirem textos, cartazes, painéis e outras formas de expressão artística e cultural sobre as datas comemorativas importantes para o país. – Conhecer a pintura rupestre e curiosidades sobre as mesmas. – Conhecer, apreciar e respeitar a cultura africana como importante formadora da cultura brasileira. – Conceituar pontilhismo – Conhecer a técnica do pontilhismo. – Produzir um trabalho utilizando a técnica do pontilhismo. – Incentivar a produção artística individual dos alunos. – Conhecer os símbolos do natal. – Despertar-se para a importância do natal. – Desenvolver a musicalidade por meio de canções natalinas. – Compor painéis com símbolos natalinos. – Destacar os símbolos natalinos e o conceito de cada um.
  3. 3. – Conhecer, apreciar e respeitar a cultura africana como importante formadora da cultura brasileira. – Valorizar a cultura dos povos africanos na sua essência. Conteúdos Programáticos 1ºBIMESTRE  Conceituar Arte  Cores primárias e cores secundárias.  Cores frias e quentes  Pinturas e desenhos  Símbolos da páscoa  Desenho criativo/observação/livre  Datas comemorativas 2ºBIMESTRE  Arte Rupestre  Pontilhismo  Pintura de tela/ Releitura de grandes pintores.  Vitral.  Desenho figurativo, abstrato, formas geométricas.  Datas comemorativas 3ºBIMESTRE  Formas Geométricas  Folclore (lenda, parlendas, danças, cantigas de roda, ditos populares).  Bandeira e hinos pátrios  Datas comemorativas 4ºBIMESTRE  Dobradura  Arte africana (dança, música e pintura)  Os símbolos de natal  Música natalina  Datas comemorativas
  4. 4.  Metodologia: As atividades a serem trabalhadas serão escolhidas de acordo com o que se julga necessário, para uma melhor compreensão do aluno. Portanto, para que isso se realize, serão empregadas diversas atividades, tais como: – Leitura e compreensão de textos – Estudo orientado e atividades diversificadas. – Músicas, danças, dramatização. – Confecção de painéis, cartazes e murais. – Pesquisas – Debates – Aula expositiva com uso de slides – Criação de desenhos e pinturas  Recursos didáticos e tecnológicos Caderno de desenho, Internet, computador, impressora, lápis de cor, pincel hidroocor, tinta guache, papel chamex, régua, pinceis, vídeo, música, atividades impressas, revistas, tesoura sem ponta, cola, cartolina, papel madeira, folhas de emborrachado (EVA), entre outros.  Projetos e políticas de estratégica:  Realização de feira de ciências e tecnologia.  Multiculturalismo em favor e reconhecimento do negro como sujeito da história.  Trabalhando valores para formar cidadãos conscientes.  Seminário: a importância da família na escola.  Gincana do estudante: conhecimentos gerais com ênfase na língua portuguesa e matemática.  Datas comemorativas e momento cívico para o exercício da cidadania.  Conhecendo o os direitos e deveres na infância e na adolescência (ECA)  Recreio educativo.  Plantão Pedagógico.  Festa junina como expressão da identidade cultural nordestina.  Educação para o trânsito  O desenvolvimento das habilidades lógico matemático através dos jogos e recreações.  Reaproveitamento da água dos bebedouros para cultivar plantas medicinais e hortaliças.  Diabetes: conhecer para prevenir.  Valores 1º bimestre - Disciplina e organização. 2º bimestre - Respeito e convivência. 3º bimestre - Dignidade 4º bimestre - Solidariedade e gratidão  Avaliação A avaliação será contínua e levará em consideração todas as atividades desenvolvidas pelo aluno, tais como: atividades propostas individualmente ou em grupo, interesse, o desenvolvimento do aluno, assiduidade, organização das atividades, testes, presença e participação em aula.
  5. 5.  Bibliografia: PROENÇA, Graça. Descobrindo a história da arte: livro do professor/Graça Proença. São Paulo: Ática, 2007. Diretrizes Curriculares/ Secretaria de Estado da Educação do Maranhão SEDUC, 3. ed, São Luís 2014. BRASIL, Secretaria da Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Artes- Brasília MEC/SEF, 1997 “Melhor que ensinar é levar o outro a aprender”

×