Universidade Iguaçu
Instituto de Graduação Tecnológica

Imaginologia
3° e 4° Período
Tecnólogo em Radiologia
Aula 3
Prof.:...
Contraste da Imagem e
Radiação Espalhada
• A presença de espalhamento reduz o contraste
da imagem.
• O número total de fót...
Radiação primária vs. espalhada

“imagem” primária

“imagem” primária + espalhada
Propriedades da radiação
espalhada
• é o tipo dominante de radiação que sai do
paciente durante uma exame radiográfico
• d...
Fatores que influenciam a radiação
espalhada
• Quilovoltagem (KV)
• Tamanho do campo
• Espessura do paciente
Métodos para reduzir o
espalhamento
• Tamanho de Campo.
– A quantidade de espalhamento é diretamente
proporcional ao taman...
Tamanho de Campo.

Tamanho de Campo:
A quantidade de espalhamento é
diretamente proporcional ao tamanho de
campo (área). D...
Tamanho de Campo.
Remoção do espalhamento

grade

“imagem” primária + espalhada

“imagem” primária + espalhada
• Grades – tiras alternadas de chumbo e plástico
(ou alumínio). Colocado sobre o filme (cassete).
Geometria da grade focalizada
ponto focal

feixe de raios-X

grade focalizada
Desalinhamento da grade
invertida

distância errada

corte severo nas margens

corte nas margens

deslocada

Atenuação uni...
Grades
• Uso de grades reduz a densidade geral
da imagem e como produto requer
aumento de dose suficiente a paciente.
• Re...
Air Gap
• Consiste em afastar o filme do paciente,
criando um espaço de ar entre eles.
Assim, a radiação espalhada que ati...
Air gap - remover a radiação
espalhada
scatter
primary

I0

I

X-Ray Source

Patient
Detector
Air Gap - Problemas desta técnica:
• Magnificação da imagem;
• Perda de detalhamento devido o aumento
da penumbra;
• Aumen...
Geometria - Ampliação
• Sob mesmas
condições, a sombra
aumenta com a
distância entre o objeto
e o receptor

Foco grosso
Ob...
Ampliação
Movimento do paciente

• O movimento pode ser devido ao movimento do
paciente ou ao movimento do tubo ou filme
• A perda d...
Efeito anódico
• Variação na intensidade do feixe
produzida pela atenuação dos raios X no
ânodo
• a energia dos raios X é ...
Efeito Anódico
• A intensidade dos raios-X é menor do lado do anôdo
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Aula 3 imaginologia contraste da imagem e radiação espalhada

2.161 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.161
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
65
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • <number>
  • Aula 3 imaginologia contraste da imagem e radiação espalhada

    1. 1. Universidade Iguaçu Instituto de Graduação Tecnológica Imaginologia 3° e 4° Período Tecnólogo em Radiologia Aula 3 Prof.: Guttierre Guarino
    2. 2. Contraste da Imagem e Radiação Espalhada • A presença de espalhamento reduz o contraste da imagem. • O número total de fótons atingindo o filme aumenta.
    3. 3. Radiação primária vs. espalhada “imagem” primária “imagem” primária + espalhada
    4. 4. Propriedades da radiação espalhada • é o tipo dominante de radiação que sai do paciente durante uma exame radiográfico • desviada da direção da radiação primária • não carregada “informação” sobre a imagem porque é difusa • reduz o contraste da imagem primária
    5. 5. Fatores que influenciam a radiação espalhada • Quilovoltagem (KV) • Tamanho do campo • Espessura do paciente
    6. 6. Métodos para reduzir o espalhamento • Tamanho de Campo. – A quantidade de espalhamento é diretamente proporcional ao tamanho de campo (área). Diminuindo o tamanho reduz o espalhamento e a dose paciente. • Técnicas como Air Gap • Grades Radiográficas – o método mais efetivo.
    7. 7. Tamanho de Campo. Tamanho de Campo: A quantidade de espalhamento é diretamente proporcional ao tamanho de campo (área). Diminuindo o tamanho reduz o espalhamento e a dose paciente.
    8. 8. Tamanho de Campo.
    9. 9. Remoção do espalhamento grade “imagem” primária + espalhada “imagem” primária + espalhada
    10. 10. • Grades – tiras alternadas de chumbo e plástico (ou alumínio). Colocado sobre o filme (cassete).
    11. 11. Geometria da grade focalizada ponto focal feixe de raios-X grade focalizada
    12. 12. Desalinhamento da grade invertida distância errada corte severo nas margens corte nas margens deslocada Atenuação uniforme
    13. 13. Grades • Uso de grades reduz a densidade geral da imagem e como produto requer aumento de dose suficiente a paciente. • Regra prática: O fator de exposição mAs deve ser aumentado por um fator de aproximadamente 4 ao adicionar uma grade
    14. 14. Air Gap • Consiste em afastar o filme do paciente, criando um espaço de ar entre eles. Assim, a radiação espalhada que atingiria o filme na posição normal não alcança o filme na posição afastada.
    15. 15. Air gap - remover a radiação espalhada scatter primary I0 I X-Ray Source Patient Detector
    16. 16. Air Gap - Problemas desta técnica: • Magnificação da imagem; • Perda de detalhamento devido o aumento da penumbra; • Aumento da dose no paciente.
    17. 17. Geometria - Ampliação • Sob mesmas condições, a sombra aumenta com a distância entre o objeto e o receptor Foco grosso Objeto Penumbra
    18. 18. Ampliação
    19. 19. Movimento do paciente • O movimento pode ser devido ao movimento do paciente ou ao movimento do tubo ou filme • A perda de nitidez por movimento é mais afetada do tempo de exposição. • Pode ser minimizada, por contenção do paciente, inclusive sedação, e uso de tempo de exposição mais curto.
    20. 20. Efeito anódico • Variação na intensidade do feixe produzida pela atenuação dos raios X no ânodo • a energia dos raios X é maior no extremo catódico da imagem • deve-se posicionar o objeto de forma tal que sua porção mais densa esteja direcionado para o catodo • a penumbra é maior no lado do catodo por diferenças no ponto focal efetivo
    21. 21. Efeito Anódico • A intensidade dos raios-X é menor do lado do anôdo

    ×