Proteção RadiológicaProfº. Carlos Eduardo FalcãoTecnólogo em Radiodiagnóstico
O que é Proteção Radiológica?• Consiste em proteger os indivíduos dos  efeitos nocivos decorrentes do contato com  radiaçõ...
Tipos de Radiações:• Existem basicamente dois tipos de  radiações:  Emissão de Raios  Emissão de Partículas
Tipos de Radiações:                               RaiosRaios χ e (Gama) γ• Os raios χ possuem sua origem dentro de  uma am...
Efeitos Biológicos:• Os efeitos biológicos podem manifestar-se deduas formas distintas:  Fisiológico - quando ocorre uma m...
Efeitos Biológicos:• O efeito biológico pode ainda ser dividido em :• Somático: A alteração foi causada em um  indivíduo s...
Efeitos Biológicos:• O efeito biológico não se manifesta imediata-  mente após a irradiação. Pode ocorrer, horas,  dias, m...
Efeitos Biológicos:• Eritema - discreto prurido local, desaparece em  poucos dias.• Depilação - Queda temporária dos pêlos...
Efeitos Biológicos:• Radiodermite - Formação de lesões graves na  região. Aparece algumas semanas após a  irradiação. Cons...
Unidades e Grandezas• As grandezas que são utilizadas na PHR são:  Dose de exposição  Dose Equivalente  Dose Absorvida
Unidades e Grandezas• A dose de exposição é calculada com base nas  ionizações no ar.  Grandeza - X  Unidade Antiga - Röen...
Unidades e Grandezas• A dose equivalente corresponde ao cálculo da  radiação absorvida por estrutura. É composta por  grau...
Unidades e Grandezas• A dose absorvida corresponde ao cálculo da  quantidade de radiação cedida à matéria como  um todo.  ...
Detetores:• Câmaras de ionização (GEIGER MÜLLER).• Podem acusar presença de radiação de várias  formas. Por meio de sinais...
Monitoração:              Individual             Interna                                     ExternaMonitoração           ...
Monitoraçao Individual• Dosímetros termoluminiscentes e filmes  dosimétricos, câmaras de ionização de bolso e  dosímetros ...
Barreiras Contra Radiação• Biombos e Barreiras - o comando de unidades  geradoras devem estar colocado a uma distância  mí...
Barreiras Contra Radiação• Avental plumbífero - Na impossibilidade de  realizar o exame protegido (a) pelo biombo,  utiliz...
Barreiras Contra Radiação• Saiotes plumbíferos - são utilizados perante o uso  de aparelhos de radioscopia para minimizar ...
Proteção Ambiental• Blindagem - A blindagem dever ser em todas as  paredes e teto. Se em pavimento superior, o piso  dever...
Proteção do Paciente• Proteção direta: Filtro na janela do tubo,  limitadores de campo (cones, cilindros e  diafragmas col...
Materiais de Proteção                       Radiológica                       • Cilindro de                         extens...
Materiais de Proteção                       Radiológica                       • Cilindro de                         mastói...
Materiais de Proteção                       Radiológica                       •   .Protetor de Tireóide                   ...
Materiais de Proteção          Radiológica     • Biombo Curvo
Materiais de Proteção          Radiológica     • Avental Padrão
Limites Máximos Permissíveis• EXAME                                       DEP(mGy)*• Coluna lombar                        ...
Considerações Finais• É importante saber que a informação é a maior  proteção contra a radiação ionizante.• É indispensáve...
Considerações Finais• Ser ético• Bioético• “...lançado este sólido alicerce, estaremos aptos a  iniciarmos os nossos prime...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Proteçãoradiológica

1.418 visualizações

Publicada em

0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.418
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Proteçãoradiológica

  1. 1. Proteção RadiológicaProfº. Carlos Eduardo FalcãoTecnólogo em Radiodiagnóstico
  2. 2. O que é Proteção Radiológica?• Consiste em proteger os indivíduos dos efeitos nocivos decorrentes do contato com radiações de qualquer origem.
  3. 3. Tipos de Radiações:• Existem basicamente dois tipos de radiações: Emissão de Raios Emissão de Partículas
  4. 4. Tipos de Radiações: RaiosRaios χ e (Gama) γ• Os raios χ possuem sua origem dentro de uma ampola em cujo o interior, e em posições opostas encontram-se instalados um anodo (+) e um catodo (-).• Os raios γ possuem origem nuclear
  5. 5. Efeitos Biológicos:• Os efeitos biológicos podem manifestar-se deduas formas distintas: Fisiológico - quando ocorre uma mutaçãosomente no funcionamento da célula Morfológico - quando a mutação leva amodificação da estrutura da célula
  6. 6. Efeitos Biológicos:• O efeito biológico pode ainda ser dividido em :• Somático: A alteração foi causada em um indivíduo sem danos as células germinativas• Genético: O dano atingiu as gônodas e provocou mutação dos gens. O mal pode ser transmitido para as gerações futuras
  7. 7. Efeitos Biológicos:• O efeito biológico não se manifesta imediata- mente após a irradiação. Pode ocorrer, horas, dias, meses ou até mesmo anos depois:• As células jovens apresentam-se sensivelmente vulneráveis à radiação, principalmente durante a fase de divisão celular conhecida como mitose.
  8. 8. Efeitos Biológicos:• Eritema - discreto prurido local, desaparece em poucos dias.• Depilação - Queda temporária dos pêlos da região irradiada. Reversível em poucos meses.• Eritema profundo - O prurido aparece algumas horas após a irradiação, desaparece em 1 mês permanecendo uma discreta pigmentação. É considerada limite máximo suportável pela pele.
  9. 9. Efeitos Biológicos:• Radiodermite - Formação de lesões graves na região. Aparece algumas semanas após a irradiação. Consistem em queimaduras intensas caracterizadas pela destruição total de parte dos tecidos. Haverá formação de ulcerações e a cura total dificilmente ocorrerá.• Formação de carcinomas - Tumores malignos, leucemia
  10. 10. Unidades e Grandezas• As grandezas que são utilizadas na PHR são: Dose de exposição Dose Equivalente Dose Absorvida
  11. 11. Unidades e Grandezas• A dose de exposição é calculada com base nas ionizações no ar. Grandeza - X Unidade Antiga - Röentgen (R) Unidade Atual - Coulombs por Kilograma (C/Kg)
  12. 12. Unidades e Grandezas• A dose equivalente corresponde ao cálculo da radiação absorvida por estrutura. É composta por graus de ponderação Grandeza - H Unidade antiga - REM Unidade atual - Sievert
  13. 13. Unidades e Grandezas• A dose absorvida corresponde ao cálculo da quantidade de radiação cedida à matéria como um todo. Grandeza - D Unidade antiga - RAD Unidade atual - Gray
  14. 14. Detetores:• Câmaras de ionização (GEIGER MÜLLER).• Podem acusar presença de radiação de várias formas. Por meio de sinais luminosos, sonoros etc...
  15. 15. Monitoração: Individual Interna ExternaMonitoração • Do nível da Área radiação • Do ar • Da superfície
  16. 16. Monitoraçao Individual• Dosímetros termoluminiscentes e filmes dosimétricos, câmaras de ionização de bolso e dosímetros eletrônicos• Análises in vitro por meio de excretas.
  17. 17. Barreiras Contra Radiação• Biombos e Barreiras - o comando de unidades geradoras devem estar colocado a uma distância mínima de 1.5 metro da fonte de radiação dispersa.• Vidros plumbíferos - Os vidros com misturas de sais de chumbo devem ter equivalência de 1 mm Pb.
  18. 18. Barreiras Contra Radiação• Avental plumbífero - Na impossibilidade de realizar o exame protegido (a) pelo biombo, utilizar o avental de preferência a uma distância de 1.5 m da fonte. Espessura varia de 0.25 mm á 0.5 mm Pb.• Luvas plumbíferas - A utilização das luvas plumbíferas estão limitadas à imobilização e posicionamento do paciente, mas sempre fora do campo de radiação primária.
  19. 19. Barreiras Contra Radiação• Saiotes plumbíferos - são utilizados perante o uso de aparelhos de radioscopia para minimizar os raios dispersos.• Saiotes plumbíferos para pacientes - Não protege contra radiação primária. 0.5 mm Pb.• Protetores específicos: Óculos Plumbíferos Protetor Gonadal Protetor de Tireóide
  20. 20. Proteção Ambiental• Blindagem - A blindagem dever ser em todas as paredes e teto. Se em pavimento superior, o piso deverá ser blindado.• Exaustão - O ar dos recintos radioativos deve ser constantemente renovado por meio de exaustão. A eliminação deverá ocorrer em ambiente aberto e fora da construção
  21. 21. Proteção do Paciente• Proteção direta: Filtro na janela do tubo, limitadores de campo (cones, cilindros e diafragmas colimadores), saiotes plumbíferos e DFO inferior a 30 cm• Proteção indireta - Realização da calibragem periódica, minimização da repetição dos exames, manutenção do sistema de processamento.
  22. 22. Materiais de Proteção Radiológica • Cilindro de extensão0104_cilindro_ex.gif
  23. 23. Materiais de Proteção Radiológica • Cilindro de mastóide0104_cilindro_ex.gif
  24. 24. Materiais de Proteção Radiológica • .Protetor de Tireóide • Óculos Plumbífero • Luvas Plumbíferas • Protetor Genital0104_cilindro_ex.gif
  25. 25. Materiais de Proteção Radiológica • Biombo Curvo
  26. 26. Materiais de Proteção Radiológica • Avental Padrão
  27. 27. Limites Máximos Permissíveis• EXAME DEP(mGy)*• Coluna lombar AP 10• Abdômen, urografia e colecistografia AP 10• Pelve AP 10• Bacia AP 10• Tórax PA 0,4• Coluna Torácica AP 7• Crânio AP 5 Dose de entrada de Pele
  28. 28. Considerações Finais• É importante saber que a informação é a maior proteção contra a radiação ionizante.• É indispensável o perfeito domínio da anatomia humana, que deve abranger desde embriologia, fisiologia até topografia.• Ser um bom técnico em diagnóstico por imagem, significa ser um ávido estudante, dotado de infinita curiosidade e grande desejo de ajudar o próximo.
  29. 29. Considerações Finais• Ser ético• Bioético• “...lançado este sólido alicerce, estaremos aptos a iniciarmos os nossos primeiros passos na tentativa de conquistarmos este maravilhoso e ilimitado mundo da técnica radiológica...” Mitsuo Shigueyama 1940 á 1998

×