O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.
I Unidade
1. Introdução aos estudos
históricos
Livro didático: Capítulo 1
História é a ciência que estuda as mudanças e as
permanências verificadas nas sociedades, além da
experiência humana atrav...
 No estudo da História, ao você compreender o que
ocorreu no passado, você entenderá os eventos
que ocorrem no presente e...
A PESQUISA HISTÓRICA
ἱστορία
Junção dos termos “his” + “oren”, indicando a ideia de
“aprender com o olhar” ou “testemunhar...
A PESQUISA HISTÓRICA
As fontes Históricas
• Elementos materiais e
imateriais do passado
que contribuem para a
investigação...
A PESQUISA HISTÓRICA
• Fontes escritas: Certidões, cartas, testamentos,
livros, jornais, revistas, entre outros.
• Fontes ...
FATOS HISTÓRICOS
São os objetos de estudo da História
• São singulares;
• São irreversíveis;
• Possuem repercussão social.
FATOS HISTÓRICOS
Os historiadores desenvolvem seus estudos,
apresentam suas ideias sobre os fatos históricos, mas
elas não...
CULTURA
“Todo aquele complexo que inclui o conhecimento, as
crenças, a arte, a moral, a lei, os costumes e todos os
outros...
CRONOLOGIA
É o conjunto de conhecimentos sobre as medições do
tempo, que é uma dimensão da História.
O tempo é universal, ...
CRONOLOGIA
Calendários  A passagem do tempo costuma ser
organizada através de calendários, povos diferentes
construíram o...
CRONOLOGIA
O atual calendário cristão é o Gregoriano, que foi
adotado em 1582 após uma correção do calendário
que era até ...
CRONOLOGIA
É muito comum vermos referências aos séculos, que
em nosso caso precisam dos seguintes cuidados:
1 9 7 5Número ...
5775
1
3761
1
622
4382
2015
1394
HEBRAICO
CRISTÃO
ISLÂMICO
Calendários ANO ATUAL
CRONOLOGIA
Além dos calendários, os usos cotidianos influem
sobre contagens baseadas nos hábitos da sociedade
(como o empr...
CRONOLOGIA
A periodização é um recurso artificial que divide
contextos de longa duração, sendo variável conforme
a opção a...
CIÊNCIAS AUXILIARES DA HISTÓRIA
O conhecimento histórico é favorecido por diversos
estudos e técnicas de outras ciências e...
CIÊNCIAS AUXILIARES DA HISTÓRIA
1. Arqueologia
Arqueologia subaquática
CIÊNCIAS AUXILIARES DA HISTÓRIA
2. Paleontologia: Estuda os
fósseis e ossadas
3. Epigrafia: Estuda a escrita
antiga em mat...
CIÊNCIAS AUXILIARES DA HISTÓRIA
4. Paleografia: Estuda a escrita
antiga em materiais leves
(papiros, pergaminhos,
couro......
CIÊNCIAS AUXILIARES DA HISTÓRIA
6. Numismática:
Estuda moedas
antigas
7. Heráldica: Estuda brasões,
escudos e insígnias
CIÊNCIAS AUXILIARES DA HISTÓRIA
8. Genealogia e onomástica: Estudam a origem,
evolução e disseminação das famílias e respe...
CIÊNCIAS AUXILIARES DA HISTÓRIA
Além das ciências, técnicas e especialidades que
estudam fontes históricas, também são imp...
TEORIAS E MÉTODOS DA HISTÓRIA
A verificação das fontes é importante para o
desenvolvimento da pesquisa realizada por um
hi...
TEORIAS E MÉTODOS DA HISTÓRIA
• A historiografia é a arte ou o modo de escrever a
História ou o estudo crítico da História...
TEORIAS E MÉTODOS DA HISTÓRIA
O conhecimento histórico ao longo dos anos ocorreu
dentro de contextos e a partir de perspec...
TEORIAS E MÉTODOS DA HISTÓRIA
• História Marxista: Influenciada pelo pensamento
do filósofo Karl Marx, tem como caracterís...
TEORIAS E MÉTODOS DA HISTÓRIA
• Escola dos Annalles: Surgiu na França, trazendo
uma variada possibilidade de interpretaçõe...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Introdução aos estudos históricos

9.244 visualizações

Publicada em

Slide para aulas das turmas de 1º Ano da EREM Professor Trajano de Mendonça

Publicada em: Educação

Introdução aos estudos históricos

  1. 1. I Unidade 1. Introdução aos estudos históricos Livro didático: Capítulo 1
  2. 2. História é a ciência que estuda as mudanças e as permanências verificadas nas sociedades, além da experiência humana através dos tempos. O QUE É HISTÓRIA?
  3. 3.  No estudo da História, ao você compreender o que ocorreu no passado, você entenderá os eventos que ocorrem no presente e as possibilidades para o futuro.  Diante da percepção acima, a História contribui para desenvolvermos consciência sobre os papéis desempenhados pelos indivíduos e grupos e no processo de transformação que está em curso na sociedade. POR QUE ESTUDAR HISTÓRIA?
  4. 4. A PESQUISA HISTÓRICA ἱστορία Junção dos termos “his” + “oren”, indicando a ideia de “aprender com o olhar” ou “testemunhar”, mais tarde o termo foi empregado por Heródoto como “pesquisa” ou “investigação“, sentido aprimorado por Tucídides. Heródoto de Halicarnasso (Ἡρόδοτος) 484 a.C. - 425 a.C. Tucídides (Θουκυδίδης) 460 a.C. - 395 a.C.
  5. 5. A PESQUISA HISTÓRICA As fontes Históricas • Elementos materiais e imateriais do passado que contribuem para a investigação feita pelos historiadores. • A partir delas são buscadas informações por meio de cuidadosos estudos sobre o que significam e pela interpretação do que elas podem informar.
  6. 6. A PESQUISA HISTÓRICA • Fontes escritas: Certidões, cartas, testamentos, livros, jornais, revistas, entre outros. • Fontes imagéticas ou visuais: Imagens, pinturas, fotografias, anúncios de publicidade, entre outros. • Fontes orais: Registros de entrevistas ou relatos falados. • Cultura material, fontes arqueológicas ou não- escritas: Artefatos cotidianos, armas, ruínas, sepulturas, etc.
  7. 7. FATOS HISTÓRICOS São os objetos de estudo da História • São singulares; • São irreversíveis; • Possuem repercussão social.
  8. 8. FATOS HISTÓRICOS Os historiadores desenvolvem seus estudos, apresentam suas ideias sobre os fatos históricos, mas elas não são expressões definitivas da Verdade. • Anacronismo: Emprego de conceitos e ideias de uma época para analisar os fatos de outro tempo. • Etnocentrismo: Considerar o seu grupo étnico ou cultura o centro de tudo, portanto, num plano mais importante que as outras culturas e sociedades.
  9. 9. CULTURA “Todo aquele complexo que inclui o conhecimento, as crenças, a arte, a moral, a lei, os costumes e todos os outros hábitos e capacidades adquiridos pelo homem como membro da sociedade” (Edward Burnett Tylor) CULTURA MATERIAL CULTURA IMATERIAL Artefatos e elementos físicos (artesanato, vestuário, utensílios...) Expressões e manifestações de conhecimento, hábitos e tradições (mitos, danças, hábitos...)
  10. 10. CRONOLOGIA É o conjunto de conhecimentos sobre as medições do tempo, que é uma dimensão da História. O tempo é universal, mas não é absoluto, pois há uma grande variação nas cronologias e na relação que as sociedades e grupos humanos criaram com o tempo.
  11. 11. CRONOLOGIA Calendários  A passagem do tempo costuma ser organizada através de calendários, povos diferentes construíram os mais variados calendários ao longo dos tempos, pois utilizaram referências de suas próprias culturas e costumes. Povos antigos como chineses, sumérios e egípcios já possuíam seus calendários por volta de 2.000 anos antes de Cristo.
  12. 12. CRONOLOGIA O atual calendário cristão é o Gregoriano, que foi adotado em 1582 após uma correção do calendário que era até então utilizado pelos cristão. 1 Referência: Nascimento de Cristo a.C (Antes de Cristo) d.C (Depois de Cristo) CONTAGEM DECRESCENTE CONTAGEM CRESCENTE
  13. 13. CRONOLOGIA É muito comum vermos referências aos séculos, que em nosso caso precisam dos seguintes cuidados: 1 9 7 5Número de centenas + 1 19 + 1 = 20 1) 2) 2 0 0 0Ano terminado com dois zeros Neste caso, o próprio número de centenas já indica o século 2 0
  14. 14. 5775 1 3761 1 622 4382 2015 1394 HEBRAICO CRISTÃO ISLÂMICO Calendários ANO ATUAL
  15. 15. CRONOLOGIA Além dos calendários, os usos cotidianos influem sobre contagens baseadas nos hábitos da sociedade (como o emprego de noções como “horário comercial”) ou através das referências aos períodos: • Curta duração  Fatos históricos determinados ou referidos por datas específicas; • Média duração  Episódios como a Revolução Francesa (1789-1799), a Segunda Guerra Mundial (1942-1945); • Longa duração  Eras inteiras e longos períodos nos quais se desenvolveram vários fatos.
  16. 16. CRONOLOGIA A periodização é um recurso artificial que divide contextos de longa duração, sendo variável conforme a opção adotada conforme referências culturais e históricas distintas.
  17. 17. CIÊNCIAS AUXILIARES DA HISTÓRIA O conhecimento histórico é favorecido por diversos estudos e técnicas de outras ciências e especialidades: 1. Arqueologia: Disciplina científica que estuda as culturas e os modos de vida do passado a partir da análise de vestígios materiais
  18. 18. CIÊNCIAS AUXILIARES DA HISTÓRIA 1. Arqueologia Arqueologia subaquática
  19. 19. CIÊNCIAS AUXILIARES DA HISTÓRIA 2. Paleontologia: Estuda os fósseis e ossadas 3. Epigrafia: Estuda a escrita antiga em material pesado
  20. 20. CIÊNCIAS AUXILIARES DA HISTÓRIA 4. Paleografia: Estuda a escrita antiga em materiais leves (papiros, pergaminhos, couro...) 5. Codicologia: estudo dos documentos manuscritos ou impressos, tanto em pergaminho como em papel, encadernados em formato de livro (códice)
  21. 21. CIÊNCIAS AUXILIARES DA HISTÓRIA 6. Numismática: Estuda moedas antigas 7. Heráldica: Estuda brasões, escudos e insígnias
  22. 22. CIÊNCIAS AUXILIARES DA HISTÓRIA 8. Genealogia e onomástica: Estudam a origem, evolução e disseminação das famílias e respectivos sobrenomes ou apelidos 9. Sigilografia: Estuda selos apostos nos documentos para os autenticar 10. Vexilologia: Estuda bandeiras, estandartes e insígnias
  23. 23. CIÊNCIAS AUXILIARES DA HISTÓRIA Além das ciências, técnicas e especialidades que estudam fontes históricas, também são importantes as auxiliares que contribuem para o desenvolvimento da interpretação histórica: Antropologia, Sociologia, Filosofia, Economia, Psicologia, Geografia...
  24. 24. TEORIAS E MÉTODOS DA HISTÓRIA A verificação das fontes é importante para o desenvolvimento da pesquisa realizada por um historiador, sendo necessário o trabalho de crítica das fontes para:  Assegurar a autenticidade do material pesquisado;  Contextualizar a documentação;  Identificar a relevância do material para a pesquisa.
  25. 25. TEORIAS E MÉTODOS DA HISTÓRIA • A historiografia é a arte ou o modo de escrever a História ou o estudo crítico da História, sendo a produção do conhecimento histórico sujeita a transformações e influências. • O historiador interpreta a analisa os fatos históricos a partir de suas referências teóricas, metodológicas e também ideológicas, pois não é um agente neutro, isolado ou totalmente imparcial.
  26. 26. TEORIAS E MÉTODOS DA HISTÓRIA O conhecimento histórico ao longo dos anos ocorreu dentro de contextos e a partir de perspectivas variadas, sendo identificadas algumas “escola históricas”. • História Positivista: Pretendia oferecer um conhecimento “incontestável” e buscava a “verdade histórica”, sendo influenciada pelos métodos das ciências exatas.
  27. 27. TEORIAS E MÉTODOS DA HISTÓRIA • História Marxista: Influenciada pelo pensamento do filósofo Karl Marx, tem como característica o desenvolvimento de estudos e interpretações que trazem – entre outros – princípios como os conflitos entre classes sociais e seus fatores sobre a organização social.
  28. 28. TEORIAS E MÉTODOS DA HISTÓRIA • Escola dos Annalles: Surgiu na França, trazendo uma variada possibilidade de interpretações, sendo influenciada por vários campos dos estudos sociais e buscando abordar os “problemas” para analisar os fatos históricos.

×