SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 22
LIÇÃO 7 – 18 de maio de 2014 –
Editora BETEL
Combatendo a
depressão, o mal do
século
TEXTO AUREO
• “Tira a minha alma da prisão, para que louve o
teu nome; os justos me rodearão, pois me fizeste
bem”. SI 142.7
VERDADE APLICADA
• A depressão pode ser caracterizada por um sentimento de
vazio existencial e abandono da parte de Deus.
TEXTOS DE REFERÊNCIA
• SI 51.1 - Tem misericórdia de mim, ó Deus, segundo a tua
benignidade; apaga as minhas transgressões, segundo a multidão
das tuas misericórdias.
• SI 51.5 - Eis que em iniquidade fui formado, e em pecado me
concebeu minha mãe.
• SI 51.14 - Livra-me dos crimes de sangue, ó Deus, Deus da minha
salvação, e a minha língua louvará altamente a tu a justiça.
Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), a depressão é
considerada a enfermidade da atualidade. Hoje mais de 350
milhões de pessoas sofrem desse mal, dentre as quais, cerca de
66% são mulheres
Mulheres sofrem mais de depressão que os
homens
As mulheres têm o dobro de chance de vir a desenvolver o
distúrbio em razão da instabilidade hormonal a que estão
sujeitas e são responsáveis pelo consumo de 70% dos
antidepressivos
Estatística futura sobre a depressão
• A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que até
2030 a depressão será a doença mais comum do
mundo, afetando mais pessoas do que qualquer outro
problema de saúde, incluindo câncer e doenças
cardíacas.
O que é Depressão?
• A depressão é conhecida como estado mental mórbido, que se
caracteriza por lassidão, frequentemente é acompanhado por
ansiedade mais ou menos acentuada.
Lassidão
• Exaustão específica de um dos
órgãos ou de uma das partes do
corpo. Prostração, cansaço, falta de
Interesse.
Como se caracteriza a Depressão?
• Os sentimentos de depressão podem ser disfarçados por
outros males, tais como sonolência, anorexia, insônia,
perda de peso, cansaço contínuo, baixa autoestima e
outros (lRs 19.4
1.1. Depressão patológica
• Na chamada depressão patológica, o sujeito se mostra muito
pouco comunicativo apresentando uma condição com aspecto
extremamente melancólico.
• (Adjetivo) que indica característica do sentimento de marasmo,
tédio, tristeza.
A palavra deriva do grego Melanos (escuro, preto) + Cholia
(bile). Cholia corresponde a bile, um dos quatro humores
corporais segundo a medicina medieval. Quando se observava
que a pessoa apresentava-se apática, depressiva, prostrada,
associava-se ao escurecimento da bile. Vide: Jr 20.14
1.2. Depressão Neurótica ou Psicótica
• É importante ressaltar que as pessoas com o quadro de
depressão psicótica sofrem com frequentes delírios (crenças
falsas) e também com alucinações.
A interpretação da realidade distorcida, é sinal de que o
indivíduo está sofrendo da chamada depressão psicótica.
Sendo assim, é importante investigar, pois o
depressivo pode dar cunho espiritual a algo que
teria visto ou ouvido, mas que, na verdade, não passa
de fruto da sua imaginação.
1.3. Outros tipos de depressão• Os estudiosos do assunto descrevem alguns tipos de depressão.
Depressão pós-parto: provoca um estado de pânico e leva a mãe a
crer que não tem condições de tomar conta da criança recém-nascida; é
reconhecida como uma enfermidade funcional que ocorre em virtude dos
problemas da maternidade. Depressão analítica: ocorre em
crianças, mais precisamente nos primeiros meses de vida do bebê (6 a 18
meses). Deve-se a uma separação repentina e prolongada da mãe. Ao
perceber o ocorrido, a criança desenvolve sintomas como: perda de
apetite, retraimento, insônia, entre outros semelhantes aos observados em
um adulto com diagnóstico de depressão. Esse tipo de depressão na
criança
2. A depressão de Davi
• Quando Davi estava prestes a cometer o pecado contra Urias
(2Sm 12.9 Por que, pois, desprezaste a palavra do SENHOR, fazendo
o mal diante de seus olhos? A Urias, o heteu, feriste à espada, e a sua
mulher tomaste por tua mulher; e a ele mataste com a espada dos filhos de
Amom.)
• No caso de Davi, a sua solidão foi provocada por um ato
desastroso cometido por ele mesmo o que a tomava mais
difícil de suportar.
2.2. O pecado cega
•O pecado tem como principal circunstância
obscurecer a visão espiritual do homem de Deus.
Com a perda da visão, o indivíduo irá também
perder a comunhão com o Eterno, o que o levará a
um sentimento de abandono por parte do Criador.
Ao se sentir abandonado, após pecar, um dos
sintomas desenvolvido no indivíduo é a vontade de
morrer.
2.3. O reconhecimento do pecado
• O encontro com o profeta Natã foi determinante na vida de
Davi. Numa linguagem contemporânea, podemos afirmar que
“a ficha caiu” para o rei. Ter seus atos revelados e descortinados
pelo profeta, fez com que Davi pensasse em tudo o que havia
feito e reconhecendo seu grande erro. O que o levou a
mergulhar em uma profunda escuridão existencial.
• Você é esse homem!!
3. O arrependimento
•Ao escrever o salmo 51, o rei Davi expressa
claramente seu grau de arrependimento, diante da
descoberta de seus atos desastrosos. Ele clama pela
misericórdia e pede que suas transgressões sejam
apagadas (SI 51.1 .
3.1. A tristeza diante do pecado
• Em sua oração, Davi está extremamente abatido. Ele
demonstra um sentimento de tristeza profunda, ao olhar
para Bate-Seba e perceber o mal praticado por ele. A
visualização de seu pecado não o deixava tranquilo, e isso
o deprimia cada vez mais.
3.2. Restaurado do pecado
• O fato de Davi ter experimentado uma intensa comunhão com
Deus deu a ele a condição de conhecê-lo. Os versos de 6 a 10
do salmo 51 dão a nítida noção do que Davi esperava do
Senhor, pois sabia que Jeová amava a verdade e era capaz de
fazer o homem conhecer essa verdade, fornecendo-lhe a Sua
sabedoria. Deus podia tornar o que era imundo em puro e
transformar a tristeza em alegria (Sl 51.7-8).
3.3. Anelo pela comunhão com Deus
• Temos tido conhecimento de muitos que têm pecado e não
reconhecem o seu erro, no entanto, podemos observar em Davi
o desejo de usar a sua experiência para mostrar o tamanho do
sofrimento pelo qual passou (SI 51.13 Então, ensinarei aos
transgressores os teus caminhos, e os pecadores a ti se converterão.).
Conclusão
Causas da Depressão
• A depressão é um distúrbio afetivo que acompanha a humanidade ao longo de sua
história. No sentido patológico, há presença de tristeza, pessimismo,
baixa autoestima, que aparecem com frequência e podem combinar-se entre si. É
imprescindível o acompanhamento médico tanto para o diagnóstico quanto para o
tratamento adequado.
Ao contrário do que normalmente se pensa, os fatores psicológicos e sociais, muitas
vezes, são consequência e não causa da depressão. Vale ressaltar que o estresse pode
precipitar a depressão em pessoas com predisposição, que provavelmente é genética. A
prevalência (número de casos numa população) da depressão é estimada em 19%, o que
significa que aproximadamente uma em cada cinco pessoas no mundo apresenta o
problema em algum momento da vida.
Sintomas da depressão
• Sintomas de Depressão
• São sintomas de depressão:
• Humor depressivo ou irritabilidade, ansiedade e angústia
• Desânimo, cansaço fácil, necessidade de maior esforço para fazer as coisas
• Diminuição ou incapacidade de sentir alegria e prazer em atividades anteriormente
consideradas agradáveis
• Desinteresse, falta de motivação e apatia
• Falta de vontade e indecisão
• Sentimentos de medo, insegurança, desesperança, desespero, desamparo e vazio
• Pessimismo, ideias frequentes e desproporcionais de culpa, baixa autoestima, sensação de
falta de sentido na vida, inutilidade, ruína, fracasso, doença ou morte.
Tratamento
• O tratamento da depressão é essencialmente medicamentoso. Existem mais de 30
antidepressivos disponíveis. Ao contrário do que alguns temem, essas medicações não
são como drogas, que deixam a pessoa eufórica e provocam vício. A terapia é simples
e, de modo geral, não incapacita ou entorpece o paciente.
• Alguns pacientes precisam de tratamento de manutenção ou preventivo, que pode
levar anos ou a vida inteira, para evitar o aparecimento de novos episódios de
depressão. A psicoterapia ajuda o paciente, mas não previne novos episódios, nem
cura a depressão.
• A técnica auxilia na reestruturação psicológica do indivíduo, além de aumentar a sua
compreensão sobre o processo de depressão e na resolução de conflitos, o que
diminui o impacto provocado pelo estresse.
Referências Bibliográficas
• Editora Betel 2º Trimestre de 2014, ano 24 nº 91 –
Jovens e Adultos - “Dominical” Professor –
ENFERMIDADES DA ALMA Identificando os
distúrbios emocionais e confrontando-os com soluções
divinas e bíblicas. Pr. Israel Maia, comentarista.
• EV. ADCamargo, Edição , adição de textos e pesquisa
bibliográficas.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Um homem de Deus em depressão
Um homem de Deus em depressãoUm homem de Deus em depressão
Um homem de Deus em depressãoMoisés Sampaio
 
A IRA DE DEUS
A IRA DE DEUSA IRA DE DEUS
A IRA DE DEUSEnerliz
 
Lição 6 – Quem Domina a sua Mente
Lição 6 – Quem Domina a sua MenteLição 6 – Quem Domina a sua Mente
Lição 6 – Quem Domina a sua MenteÉder Tomé
 
Pecado e suas consequencias
Pecado e suas consequenciasPecado e suas consequencias
Pecado e suas consequenciasDagmar Wendt
 
Os Perigos das Obras da Carne
Os Perigos das Obras da CarneOs Perigos das Obras da Carne
Os Perigos das Obras da CarneMárcio Martins
 
Santa Ceia do Senhor
Santa Ceia do SenhorSanta Ceia do Senhor
Santa Ceia do SenhorAlmy Alves
 
Lição 10 - O Senhor Jesus Cura Hoje
Lição 10 - O Senhor Jesus Cura HojeLição 10 - O Senhor Jesus Cura Hoje
Lição 10 - O Senhor Jesus Cura HojeÉder Tomé
 
Lição 07 - A ordenança do batismo em águas
Lição 07 - A ordenança do batismo em águasLição 07 - A ordenança do batismo em águas
Lição 07 - A ordenança do batismo em águasÉder Tomé
 
Lição 11 - A Importância da Bíblia como única regra de Fé
Lição 11 - A Importância da Bíblia como única regra de FéLição 11 - A Importância da Bíblia como única regra de Fé
Lição 11 - A Importância da Bíblia como única regra de FéÉder Tomé
 
Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser Suestimada
Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser SuestimadaLição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser Suestimada
Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser SuestimadaÉder Tomé
 
Lição 11 - Alerta Contra os Falsos Mestres e Suas Heresias
Lição 11 - Alerta Contra os Falsos Mestres e Suas HeresiasLição 11 - Alerta Contra os Falsos Mestres e Suas Heresias
Lição 11 - Alerta Contra os Falsos Mestres e Suas HeresiasÉder Tomé
 
Lição 14 - Vivendo com a Mente de Cristo
Lição 14 - Vivendo com a Mente de CristoLição 14 - Vivendo com a Mente de Cristo
Lição 14 - Vivendo com a Mente de CristoÉder Tomé
 
Estudo 3 - Hamartiologia
Estudo 3 - HamartiologiaEstudo 3 - Hamartiologia
Estudo 3 - HamartiologiaCorreios
 
CETADEB - Lição 1 - O preparo do obreiro para o ministério
CETADEB - Lição 1 - O preparo do obreiro para o ministérioCETADEB - Lição 1 - O preparo do obreiro para o ministério
CETADEB - Lição 1 - O preparo do obreiro para o ministérioEdnilson do Valle
 

Mais procurados (20)

Um homem de Deus em depressão
Um homem de Deus em depressãoUm homem de Deus em depressão
Um homem de Deus em depressão
 
A IRA DE DEUS
A IRA DE DEUSA IRA DE DEUS
A IRA DE DEUS
 
Lição 6 – Quem Domina a sua Mente
Lição 6 – Quem Domina a sua MenteLição 6 – Quem Domina a sua Mente
Lição 6 – Quem Domina a sua Mente
 
Lição 5_Um homem de Deus em depressão
Lição 5_Um homem de Deus em depressãoLição 5_Um homem de Deus em depressão
Lição 5_Um homem de Deus em depressão
 
Pecado e suas consequencias
Pecado e suas consequenciasPecado e suas consequencias
Pecado e suas consequencias
 
Estudo biblico 22
Estudo biblico 22Estudo biblico 22
Estudo biblico 22
 
Judas
JudasJudas
Judas
 
Os Perigos das Obras da Carne
Os Perigos das Obras da CarneOs Perigos das Obras da Carne
Os Perigos das Obras da Carne
 
Santa Ceia do Senhor
Santa Ceia do SenhorSanta Ceia do Senhor
Santa Ceia do Senhor
 
A fidelidade de Deus
A fidelidade de Deus A fidelidade de Deus
A fidelidade de Deus
 
Lição 10 - O Senhor Jesus Cura Hoje
Lição 10 - O Senhor Jesus Cura HojeLição 10 - O Senhor Jesus Cura Hoje
Lição 10 - O Senhor Jesus Cura Hoje
 
Corpo, Alma E Espírito
Corpo, Alma E EspíritoCorpo, Alma E Espírito
Corpo, Alma E Espírito
 
Lição 07 - A ordenança do batismo em águas
Lição 07 - A ordenança do batismo em águasLição 07 - A ordenança do batismo em águas
Lição 07 - A ordenança do batismo em águas
 
Lição 11 - A Importância da Bíblia como única regra de Fé
Lição 11 - A Importância da Bíblia como única regra de FéLição 11 - A Importância da Bíblia como única regra de Fé
Lição 11 - A Importância da Bíblia como única regra de Fé
 
Um altar para Deus
Um altar para DeusUm altar para Deus
Um altar para Deus
 
Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser Suestimada
Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser SuestimadaLição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser Suestimada
Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser Suestimada
 
Lição 11 - Alerta Contra os Falsos Mestres e Suas Heresias
Lição 11 - Alerta Contra os Falsos Mestres e Suas HeresiasLição 11 - Alerta Contra os Falsos Mestres e Suas Heresias
Lição 11 - Alerta Contra os Falsos Mestres e Suas Heresias
 
Lição 14 - Vivendo com a Mente de Cristo
Lição 14 - Vivendo com a Mente de CristoLição 14 - Vivendo com a Mente de Cristo
Lição 14 - Vivendo com a Mente de Cristo
 
Estudo 3 - Hamartiologia
Estudo 3 - HamartiologiaEstudo 3 - Hamartiologia
Estudo 3 - Hamartiologia
 
CETADEB - Lição 1 - O preparo do obreiro para o ministério
CETADEB - Lição 1 - O preparo do obreiro para o ministérioCETADEB - Lição 1 - O preparo do obreiro para o ministério
CETADEB - Lição 1 - O preparo do obreiro para o ministério
 

Destaque (20)

Sentimentos que aprisionam a alma lição 1 - central gospel
Sentimentos que aprisionam a alma   lição 1 - central gospelSentimentos que aprisionam a alma   lição 1 - central gospel
Sentimentos que aprisionam a alma lição 1 - central gospel
 
Depressão
DepressãoDepressão
Depressão
 
Depressão
DepressãoDepressão
Depressão
 
35 razões p não pecar
35 razões p não pecar35 razões p não pecar
35 razões p não pecar
 
Depressão
DepressãoDepressão
Depressão
 
A Depressão
A DepressãoA Depressão
A Depressão
 
Depressão - Marcelly e Marcilene
Depressão -  Marcelly e MarcileneDepressão -  Marcelly e Marcilene
Depressão - Marcelly e Marcilene
 
Depressão
DepressãoDepressão
Depressão
 
Depressão palestra
Depressão   palestraDepressão   palestra
Depressão palestra
 
Depressão
DepressãoDepressão
Depressão
 
Depressão
DepressãoDepressão
Depressão
 
Aula 6 Políticas Públicas de Saúde
Aula 6 Políticas Públicas de SaúdeAula 6 Políticas Públicas de Saúde
Aula 6 Políticas Públicas de Saúde
 
Educação popular em saúde
Educação popular em saúdeEducação popular em saúde
Educação popular em saúde
 
Processo saúde doença e sua importância para promoção da saúde.
Processo saúde doença e sua importância para promoção da saúde.Processo saúde doença e sua importância para promoção da saúde.
Processo saúde doença e sua importância para promoção da saúde.
 
DEPRESSÃO
DEPRESSÃO DEPRESSÃO
DEPRESSÃO
 
Motivação
MotivaçãoMotivação
Motivação
 
Medidor De Stresse
Medidor De StresseMedidor De Stresse
Medidor De Stresse
 
Caderno de educação popular em saude
Caderno de educação popular em saudeCaderno de educação popular em saude
Caderno de educação popular em saude
 
Apresentacao plano ensino: políticas e praticas de saúde coletiva
Apresentacao plano ensino: políticas e praticas de saúde coletivaApresentacao plano ensino: políticas e praticas de saúde coletiva
Apresentacao plano ensino: políticas e praticas de saúde coletiva
 
Ol pequeno-livro-do-stress
Ol pequeno-livro-do-stressOl pequeno-livro-do-stress
Ol pequeno-livro-do-stress
 

Semelhante a Combatendo a depressão

jovens cristãos e a DEPRESSÃO..pptx
jovens cristãos e  a DEPRESSÃO..pptxjovens cristãos e  a DEPRESSÃO..pptx
jovens cristãos e a DEPRESSÃO..pptxNidia. Paula.
 
Shober, sthephan superando a depressão biblica e naturalmente (artigo)
Shober, sthephan superando a depressão biblica e naturalmente (artigo)Shober, sthephan superando a depressão biblica e naturalmente (artigo)
Shober, sthephan superando a depressão biblica e naturalmente (artigo)didaque
 
Pregação 16.07.17 depressão 1
Pregação 16.07.17 depressão 1Pregação 16.07.17 depressão 1
Pregação 16.07.17 depressão 1Dagmar Wendt
 
Palestra Depressão: Doença Física ou Espiritual?
Palestra Depressão: Doença Física ou Espiritual?Palestra Depressão: Doença Física ou Espiritual?
Palestra Depressão: Doença Física ou Espiritual?Marcelo Suster
 
LBJ 2017 3 TRI LIÇÃO 8 - Depressão, um mal de nosso tempo
LBJ 2017 3 TRI LIÇÃO 8 - Depressão, um mal de nosso tempoLBJ 2017 3 TRI LIÇÃO 8 - Depressão, um mal de nosso tempo
LBJ 2017 3 TRI LIÇÃO 8 - Depressão, um mal de nosso tempoNatalino das Neves Neves
 
A Mulher que Deus usa - ANA.pptx
A Mulher que Deus usa - ANA.pptxA Mulher que Deus usa - ANA.pptx
A Mulher que Deus usa - ANA.pptxAdina Silva
 
Lição 7 - O Drama da Depressão (windscreen)
Lição 7 - O Drama da Depressão (windscreen)Lição 7 - O Drama da Depressão (windscreen)
Lição 7 - O Drama da Depressão (windscreen)Éder Tomé
 
Lição 7 - O Drama da Depressão
Lição 7 - O Drama da DepressãoLição 7 - O Drama da Depressão
Lição 7 - O Drama da DepressãoÉder Tomé
 
Feira do conhecimento 2014 - DEPRESSÃO
Feira do conhecimento   2014 - DEPRESSÃOFeira do conhecimento   2014 - DEPRESSÃO
Feira do conhecimento 2014 - DEPRESSÃORodrigo
 
Lição 8 - Depressão, um mal do nosso tempo
Lição 8 - Depressão, um mal do nosso tempoLição 8 - Depressão, um mal do nosso tempo
Lição 8 - Depressão, um mal do nosso tempoErberson Pinheiro
 
Lição 11 - Alcançando a cura dos Ressentimentos
Lição 11 - Alcançando a cura dos RessentimentosLição 11 - Alcançando a cura dos Ressentimentos
Lição 11 - Alcançando a cura dos RessentimentosÉder Tomé
 
Lição 8 – Lidando com a Instabilidade e Hipersensibilidade Generalizadas
Lição 8 – Lidando com a Instabilidade e Hipersensibilidade GeneralizadasLição 8 – Lidando com a Instabilidade e Hipersensibilidade Generalizadas
Lição 8 – Lidando com a Instabilidade e Hipersensibilidade GeneralizadasÉder Tomé
 

Semelhante a Combatendo a depressão (20)

O QUE VOCÊ DEVE SABER SOBRE A DEPRESSÃO - CELSO BRASIL
O QUE VOCÊ DEVE SABER SOBRE A DEPRESSÃO - CELSO BRASILO QUE VOCÊ DEVE SABER SOBRE A DEPRESSÃO - CELSO BRASIL
O QUE VOCÊ DEVE SABER SOBRE A DEPRESSÃO - CELSO BRASIL
 
jovens cristãos e a DEPRESSÃO..pptx
jovens cristãos e  a DEPRESSÃO..pptxjovens cristãos e  a DEPRESSÃO..pptx
jovens cristãos e a DEPRESSÃO..pptx
 
Caminhos para vencer a Depressão
Caminhos para vencer a DepressãoCaminhos para vencer a Depressão
Caminhos para vencer a Depressão
 
Shober, sthephan superando a depressão biblica e naturalmente (artigo)
Shober, sthephan superando a depressão biblica e naturalmente (artigo)Shober, sthephan superando a depressão biblica e naturalmente (artigo)
Shober, sthephan superando a depressão biblica e naturalmente (artigo)
 
Pregação 16.07.17 depressão 1
Pregação 16.07.17 depressão 1Pregação 16.07.17 depressão 1
Pregação 16.07.17 depressão 1
 
Salmo 42
Salmo 42Salmo 42
Salmo 42
 
Depressao
DepressaoDepressao
Depressao
 
Depressão
DepressãoDepressão
Depressão
 
Palestra Depressão: Doença Física ou Espiritual?
Palestra Depressão: Doença Física ou Espiritual?Palestra Depressão: Doença Física ou Espiritual?
Palestra Depressão: Doença Física ou Espiritual?
 
Amargura pr. jorge
Amargura  pr. jorgeAmargura  pr. jorge
Amargura pr. jorge
 
LBJ 2017 3 TRI LIÇÃO 8 - Depressão, um mal de nosso tempo
LBJ 2017 3 TRI LIÇÃO 8 - Depressão, um mal de nosso tempoLBJ 2017 3 TRI LIÇÃO 8 - Depressão, um mal de nosso tempo
LBJ 2017 3 TRI LIÇÃO 8 - Depressão, um mal de nosso tempo
 
A Mulher que Deus usa - ANA.pptx
A Mulher que Deus usa - ANA.pptxA Mulher que Deus usa - ANA.pptx
A Mulher que Deus usa - ANA.pptx
 
Depressão.pptx
Depressão.pptxDepressão.pptx
Depressão.pptx
 
Lição 7 - O Drama da Depressão (windscreen)
Lição 7 - O Drama da Depressão (windscreen)Lição 7 - O Drama da Depressão (windscreen)
Lição 7 - O Drama da Depressão (windscreen)
 
Lição 7 - O Drama da Depressão
Lição 7 - O Drama da DepressãoLição 7 - O Drama da Depressão
Lição 7 - O Drama da Depressão
 
Vencendo a depressão
Vencendo a depressãoVencendo a depressão
Vencendo a depressão
 
Feira do conhecimento 2014 - DEPRESSÃO
Feira do conhecimento   2014 - DEPRESSÃOFeira do conhecimento   2014 - DEPRESSÃO
Feira do conhecimento 2014 - DEPRESSÃO
 
Lição 8 - Depressão, um mal do nosso tempo
Lição 8 - Depressão, um mal do nosso tempoLição 8 - Depressão, um mal do nosso tempo
Lição 8 - Depressão, um mal do nosso tempo
 
Lição 11 - Alcançando a cura dos Ressentimentos
Lição 11 - Alcançando a cura dos RessentimentosLição 11 - Alcançando a cura dos Ressentimentos
Lição 11 - Alcançando a cura dos Ressentimentos
 
Lição 8 – Lidando com a Instabilidade e Hipersensibilidade Generalizadas
Lição 8 – Lidando com a Instabilidade e Hipersensibilidade GeneralizadasLição 8 – Lidando com a Instabilidade e Hipersensibilidade Generalizadas
Lição 8 – Lidando com a Instabilidade e Hipersensibilidade Generalizadas
 

Mais de Escol Dominical

Lição 13 O prazer de experimentar a Cura das Feridas da Alma
Lição 13   O prazer de experimentar a Cura das Feridas da AlmaLição 13   O prazer de experimentar a Cura das Feridas da Alma
Lição 13 O prazer de experimentar a Cura das Feridas da AlmaEscol Dominical
 
Lição 11 Enfrentando o Sentimento de Rejeição
Lição 11   Enfrentando o Sentimento de RejeiçãoLição 11   Enfrentando o Sentimento de Rejeição
Lição 11 Enfrentando o Sentimento de RejeiçãoEscol Dominical
 
Lição 9 Inveja, um veneno mortífero para a vida.
Lição 9   Inveja, um veneno mortífero para a vida.Lição 9   Inveja, um veneno mortífero para a vida.
Lição 9 Inveja, um veneno mortífero para a vida.Escol Dominical
 
Lição 8 Complexo de culpa, o tormento da alma humana
Lição 8   Complexo de culpa, o tormento da alma humanaLição 8   Complexo de culpa, o tormento da alma humana
Lição 8 Complexo de culpa, o tormento da alma humanaEscol Dominical
 
Depressão: Suplemento da Lição 7
Depressão: Suplemento da Lição 7Depressão: Suplemento da Lição 7
Depressão: Suplemento da Lição 7Escol Dominical
 
Estudo arqueológico comprova veracidade de 50 personagens bíblicos
Estudo arqueológico comprova veracidade de 50 personagens bíblicosEstudo arqueológico comprova veracidade de 50 personagens bíblicos
Estudo arqueológico comprova veracidade de 50 personagens bíblicosEscol Dominical
 
Lição 5 Efeitos danosos do complexo de superioridade
Lição 5   Efeitos danosos do complexo de superioridadeLição 5   Efeitos danosos do complexo de superioridade
Lição 5 Efeitos danosos do complexo de superioridadeEscol Dominical
 
Lição 4 Vencendo a timidez e suas consequências
Lição 4   Vencendo a timidez e suas consequênciasLição 4   Vencendo a timidez e suas consequências
Lição 4 Vencendo a timidez e suas consequênciasEscol Dominical
 
10 razoes porque_devo_participar_da_escola_dominical
10 razoes porque_devo_participar_da_escola_dominical10 razoes porque_devo_participar_da_escola_dominical
10 razoes porque_devo_participar_da_escola_dominicalEscol Dominical
 
Lição 2 Vencendo o medo da Rejeição
Lição 2   Vencendo o medo da RejeiçãoLição 2   Vencendo o medo da Rejeição
Lição 2 Vencendo o medo da RejeiçãoEscol Dominical
 
Lição 1 2º Trimestre de 2014 Cura para enfermidades da alma
Lição 1  2º Trimestre de 2014 Cura para enfermidades da alma Lição 1  2º Trimestre de 2014 Cura para enfermidades da alma
Lição 1 2º Trimestre de 2014 Cura para enfermidades da alma Escol Dominical
 
Ebd lição 03 Testemunhas de Jeová
Ebd lição 03 Testemunhas de JeováEbd lição 03 Testemunhas de Jeová
Ebd lição 03 Testemunhas de JeováEscol Dominical
 
Nossa ebd seitas e heresias
Nossa ebd seitas e heresiasNossa ebd seitas e heresias
Nossa ebd seitas e heresiasEscol Dominical
 

Mais de Escol Dominical (20)

Pim
PimPim
Pim
 
Lição 13 O prazer de experimentar a Cura das Feridas da Alma
Lição 13   O prazer de experimentar a Cura das Feridas da AlmaLição 13   O prazer de experimentar a Cura das Feridas da Alma
Lição 13 O prazer de experimentar a Cura das Feridas da Alma
 
Lição 11 Enfrentando o Sentimento de Rejeição
Lição 11   Enfrentando o Sentimento de RejeiçãoLição 11   Enfrentando o Sentimento de Rejeição
Lição 11 Enfrentando o Sentimento de Rejeição
 
Lição 9 Inveja, um veneno mortífero para a vida.
Lição 9   Inveja, um veneno mortífero para a vida.Lição 9   Inveja, um veneno mortífero para a vida.
Lição 9 Inveja, um veneno mortífero para a vida.
 
Lição 8 Complexo de culpa, o tormento da alma humana
Lição 8   Complexo de culpa, o tormento da alma humanaLição 8   Complexo de culpa, o tormento da alma humana
Lição 8 Complexo de culpa, o tormento da alma humana
 
Depressão: Suplemento da Lição 7
Depressão: Suplemento da Lição 7Depressão: Suplemento da Lição 7
Depressão: Suplemento da Lição 7
 
Estudo arqueológico comprova veracidade de 50 personagens bíblicos
Estudo arqueológico comprova veracidade de 50 personagens bíblicosEstudo arqueológico comprova veracidade de 50 personagens bíblicos
Estudo arqueológico comprova veracidade de 50 personagens bíblicos
 
Lição 5 Efeitos danosos do complexo de superioridade
Lição 5   Efeitos danosos do complexo de superioridadeLição 5   Efeitos danosos do complexo de superioridade
Lição 5 Efeitos danosos do complexo de superioridade
 
Lição 4 Vencendo a timidez e suas consequências
Lição 4   Vencendo a timidez e suas consequênciasLição 4   Vencendo a timidez e suas consequências
Lição 4 Vencendo a timidez e suas consequências
 
10 razoes porque_devo_participar_da_escola_dominical
10 razoes porque_devo_participar_da_escola_dominical10 razoes porque_devo_participar_da_escola_dominical
10 razoes porque_devo_participar_da_escola_dominical
 
Lição 3 angústia
Lição 3 angústiaLição 3 angústia
Lição 3 angústia
 
Lição 2 Vencendo o medo da Rejeição
Lição 2   Vencendo o medo da RejeiçãoLição 2   Vencendo o medo da Rejeição
Lição 2 Vencendo o medo da Rejeição
 
Lição 1 2º Trimestre de 2014 Cura para enfermidades da alma
Lição 1  2º Trimestre de 2014 Cura para enfermidades da alma Lição 1  2º Trimestre de 2014 Cura para enfermidades da alma
Lição 1 2º Trimestre de 2014 Cura para enfermidades da alma
 
Budismo Lição 12
Budismo Lição 12Budismo Lição 12
Budismo Lição 12
 
Lição 9 wicca
Lição 9 wiccaLição 9 wicca
Lição 9 wicca
 
Lição 8 seicho no-ie
Lição 8 seicho no-ieLição 8 seicho no-ie
Lição 8 seicho no-ie
 
Lição 5 O Mormonismo
Lição 5 O MormonismoLição 5 O Mormonismo
Lição 5 O Mormonismo
 
Lição 04
Lição 04Lição 04
Lição 04
 
Ebd lição 03 Testemunhas de Jeová
Ebd lição 03 Testemunhas de JeováEbd lição 03 Testemunhas de Jeová
Ebd lição 03 Testemunhas de Jeová
 
Nossa ebd seitas e heresias
Nossa ebd seitas e heresiasNossa ebd seitas e heresias
Nossa ebd seitas e heresias
 

Último

Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduraAdryan Luiz
 
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfWilliam J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfAdrianaCunha84
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfEditoraEnovus
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfErasmo Portavoz
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfIedaGoethe
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPanandatss1
 
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfPastor Robson Colaço
 
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresLilianPiola
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasCassio Meira Jr.
 
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A  galinha ruiva sequencia didatica 3 anoA  galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A galinha ruiva sequencia didatica 3 anoandrealeitetorres
 
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundonialb
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 

Último (20)

Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
Em tempo de Quaresma .
Em tempo de Quaresma                            .Em tempo de Quaresma                            .
Em tempo de Quaresma .
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditadura
 
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfWilliam J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SP
 
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
 
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
 
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A  galinha ruiva sequencia didatica 3 anoA  galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
 
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
 
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
 
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 

Combatendo a depressão

  • 1. LIÇÃO 7 – 18 de maio de 2014 – Editora BETEL Combatendo a depressão, o mal do século
  • 2. TEXTO AUREO • “Tira a minha alma da prisão, para que louve o teu nome; os justos me rodearão, pois me fizeste bem”. SI 142.7
  • 3. VERDADE APLICADA • A depressão pode ser caracterizada por um sentimento de vazio existencial e abandono da parte de Deus.
  • 4. TEXTOS DE REFERÊNCIA • SI 51.1 - Tem misericórdia de mim, ó Deus, segundo a tua benignidade; apaga as minhas transgressões, segundo a multidão das tuas misericórdias. • SI 51.5 - Eis que em iniquidade fui formado, e em pecado me concebeu minha mãe. • SI 51.14 - Livra-me dos crimes de sangue, ó Deus, Deus da minha salvação, e a minha língua louvará altamente a tu a justiça.
  • 5. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), a depressão é considerada a enfermidade da atualidade. Hoje mais de 350 milhões de pessoas sofrem desse mal, dentre as quais, cerca de 66% são mulheres Mulheres sofrem mais de depressão que os homens As mulheres têm o dobro de chance de vir a desenvolver o distúrbio em razão da instabilidade hormonal a que estão sujeitas e são responsáveis pelo consumo de 70% dos antidepressivos
  • 6. Estatística futura sobre a depressão • A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que até 2030 a depressão será a doença mais comum do mundo, afetando mais pessoas do que qualquer outro problema de saúde, incluindo câncer e doenças cardíacas.
  • 7. O que é Depressão? • A depressão é conhecida como estado mental mórbido, que se caracteriza por lassidão, frequentemente é acompanhado por ansiedade mais ou menos acentuada. Lassidão • Exaustão específica de um dos órgãos ou de uma das partes do corpo. Prostração, cansaço, falta de Interesse.
  • 8. Como se caracteriza a Depressão? • Os sentimentos de depressão podem ser disfarçados por outros males, tais como sonolência, anorexia, insônia, perda de peso, cansaço contínuo, baixa autoestima e outros (lRs 19.4
  • 9. 1.1. Depressão patológica • Na chamada depressão patológica, o sujeito se mostra muito pouco comunicativo apresentando uma condição com aspecto extremamente melancólico. • (Adjetivo) que indica característica do sentimento de marasmo, tédio, tristeza. A palavra deriva do grego Melanos (escuro, preto) + Cholia (bile). Cholia corresponde a bile, um dos quatro humores corporais segundo a medicina medieval. Quando se observava que a pessoa apresentava-se apática, depressiva, prostrada, associava-se ao escurecimento da bile. Vide: Jr 20.14
  • 10. 1.2. Depressão Neurótica ou Psicótica • É importante ressaltar que as pessoas com o quadro de depressão psicótica sofrem com frequentes delírios (crenças falsas) e também com alucinações. A interpretação da realidade distorcida, é sinal de que o indivíduo está sofrendo da chamada depressão psicótica. Sendo assim, é importante investigar, pois o depressivo pode dar cunho espiritual a algo que teria visto ou ouvido, mas que, na verdade, não passa de fruto da sua imaginação.
  • 11. 1.3. Outros tipos de depressão• Os estudiosos do assunto descrevem alguns tipos de depressão. Depressão pós-parto: provoca um estado de pânico e leva a mãe a crer que não tem condições de tomar conta da criança recém-nascida; é reconhecida como uma enfermidade funcional que ocorre em virtude dos problemas da maternidade. Depressão analítica: ocorre em crianças, mais precisamente nos primeiros meses de vida do bebê (6 a 18 meses). Deve-se a uma separação repentina e prolongada da mãe. Ao perceber o ocorrido, a criança desenvolve sintomas como: perda de apetite, retraimento, insônia, entre outros semelhantes aos observados em um adulto com diagnóstico de depressão. Esse tipo de depressão na criança
  • 12. 2. A depressão de Davi • Quando Davi estava prestes a cometer o pecado contra Urias (2Sm 12.9 Por que, pois, desprezaste a palavra do SENHOR, fazendo o mal diante de seus olhos? A Urias, o heteu, feriste à espada, e a sua mulher tomaste por tua mulher; e a ele mataste com a espada dos filhos de Amom.) • No caso de Davi, a sua solidão foi provocada por um ato desastroso cometido por ele mesmo o que a tomava mais difícil de suportar.
  • 13. 2.2. O pecado cega •O pecado tem como principal circunstância obscurecer a visão espiritual do homem de Deus. Com a perda da visão, o indivíduo irá também perder a comunhão com o Eterno, o que o levará a um sentimento de abandono por parte do Criador. Ao se sentir abandonado, após pecar, um dos sintomas desenvolvido no indivíduo é a vontade de morrer.
  • 14. 2.3. O reconhecimento do pecado • O encontro com o profeta Natã foi determinante na vida de Davi. Numa linguagem contemporânea, podemos afirmar que “a ficha caiu” para o rei. Ter seus atos revelados e descortinados pelo profeta, fez com que Davi pensasse em tudo o que havia feito e reconhecendo seu grande erro. O que o levou a mergulhar em uma profunda escuridão existencial. • Você é esse homem!!
  • 15. 3. O arrependimento •Ao escrever o salmo 51, o rei Davi expressa claramente seu grau de arrependimento, diante da descoberta de seus atos desastrosos. Ele clama pela misericórdia e pede que suas transgressões sejam apagadas (SI 51.1 .
  • 16. 3.1. A tristeza diante do pecado • Em sua oração, Davi está extremamente abatido. Ele demonstra um sentimento de tristeza profunda, ao olhar para Bate-Seba e perceber o mal praticado por ele. A visualização de seu pecado não o deixava tranquilo, e isso o deprimia cada vez mais.
  • 17. 3.2. Restaurado do pecado • O fato de Davi ter experimentado uma intensa comunhão com Deus deu a ele a condição de conhecê-lo. Os versos de 6 a 10 do salmo 51 dão a nítida noção do que Davi esperava do Senhor, pois sabia que Jeová amava a verdade e era capaz de fazer o homem conhecer essa verdade, fornecendo-lhe a Sua sabedoria. Deus podia tornar o que era imundo em puro e transformar a tristeza em alegria (Sl 51.7-8).
  • 18. 3.3. Anelo pela comunhão com Deus • Temos tido conhecimento de muitos que têm pecado e não reconhecem o seu erro, no entanto, podemos observar em Davi o desejo de usar a sua experiência para mostrar o tamanho do sofrimento pelo qual passou (SI 51.13 Então, ensinarei aos transgressores os teus caminhos, e os pecadores a ti se converterão.).
  • 19. Conclusão Causas da Depressão • A depressão é um distúrbio afetivo que acompanha a humanidade ao longo de sua história. No sentido patológico, há presença de tristeza, pessimismo, baixa autoestima, que aparecem com frequência e podem combinar-se entre si. É imprescindível o acompanhamento médico tanto para o diagnóstico quanto para o tratamento adequado. Ao contrário do que normalmente se pensa, os fatores psicológicos e sociais, muitas vezes, são consequência e não causa da depressão. Vale ressaltar que o estresse pode precipitar a depressão em pessoas com predisposição, que provavelmente é genética. A prevalência (número de casos numa população) da depressão é estimada em 19%, o que significa que aproximadamente uma em cada cinco pessoas no mundo apresenta o problema em algum momento da vida.
  • 20. Sintomas da depressão • Sintomas de Depressão • São sintomas de depressão: • Humor depressivo ou irritabilidade, ansiedade e angústia • Desânimo, cansaço fácil, necessidade de maior esforço para fazer as coisas • Diminuição ou incapacidade de sentir alegria e prazer em atividades anteriormente consideradas agradáveis • Desinteresse, falta de motivação e apatia • Falta de vontade e indecisão • Sentimentos de medo, insegurança, desesperança, desespero, desamparo e vazio • Pessimismo, ideias frequentes e desproporcionais de culpa, baixa autoestima, sensação de falta de sentido na vida, inutilidade, ruína, fracasso, doença ou morte.
  • 21. Tratamento • O tratamento da depressão é essencialmente medicamentoso. Existem mais de 30 antidepressivos disponíveis. Ao contrário do que alguns temem, essas medicações não são como drogas, que deixam a pessoa eufórica e provocam vício. A terapia é simples e, de modo geral, não incapacita ou entorpece o paciente. • Alguns pacientes precisam de tratamento de manutenção ou preventivo, que pode levar anos ou a vida inteira, para evitar o aparecimento de novos episódios de depressão. A psicoterapia ajuda o paciente, mas não previne novos episódios, nem cura a depressão. • A técnica auxilia na reestruturação psicológica do indivíduo, além de aumentar a sua compreensão sobre o processo de depressão e na resolução de conflitos, o que diminui o impacto provocado pelo estresse.
  • 22. Referências Bibliográficas • Editora Betel 2º Trimestre de 2014, ano 24 nº 91 – Jovens e Adultos - “Dominical” Professor – ENFERMIDADES DA ALMA Identificando os distúrbios emocionais e confrontando-os com soluções divinas e bíblicas. Pr. Israel Maia, comentarista. • EV. ADCamargo, Edição , adição de textos e pesquisa bibliográficas.