SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 10
Baixar para ler offline
Superando a Depressão Biblica e Naturalmente
por Stephen Shober
A FINALIDADE DO ARTIGO
A depressão é um tópico muito importante para o nosso viver diário cristão; este artigo será dividida
em duas partes: a Parte 1 será relacionada com fatos básicos e a Parte 2 será voltada para passagens
bíblicas.
A Bíblia tem muito a dizer sobre a depressão; curiosamente, as causas e as soluções não são o que
geralmente se pensa no meio cristão. Este artigo oferecerá uma percepção que poderá ajudar a acabar
com o estigma associado com a depressão e também para observá-la de um novo ponto de vista.
Quando avaliada corretamente, não há mais estigma ou vergonha associado com a depressão do que
com qualquer outra doença.
Para aqueles que estão afligidos com a depressão, compreenda, por favor, que vocês não estão
sozinhos em seus sentimentos, não estão ficando loucos, a confusão é comum e a inexplicável nuvem
negra pode ser tirada. É uma triste verdade que muitos cristãos sofrem de depressão e não o sabem
(estão deprimidos mas não sabem por que) ou não podem admitir porque pensam que estariam
confessando que têm um problema espiritual. Assim sendo, sofrem em silêncio esperando em oração
pelo livramento; mas as conseqüências de não procurar ajuda médica freqüentemente resultam em mais
complicações.
Para ser o consolador de II Coríntios 1:6 (e para ajudar a nós mesmos) temos que compreender as
causas da depressão, evitar suposições falsas e entender os conceitos de como obter a vitória. Veremos
que nossos cérebros, às vezes, funcionam inadeqüadamente como qualquer outro órgão ou sistema de
nosso corpo. Seríamos consoladores graciosos se nos dirigíssemos a uma pessoa com diabetes (ou
qualquer enfermidade física) e disséssemos que o problema dela era devido ao pecado ou à falta de fé?
Estaríamos errados e apenas aumentaríamos o sofrimento dela, piorando as coisas.
ENTENDENDO A DEPRESSÃO
O que é a Depressão: A depressão é um sentimento prolongado que domina o ponto de vista e o
estado de espírito de um indivíduo. Um estado de espírito normal de tristeza, pesar e euforia são
tipicamente passageiros e fazem parte da vida diária, mas estes podem progredir a um estado mental de
depressão. Outros sintomas acompanham freqüentemente a depressão mas os sintomas mais comuns da
depressão aguda são:1
– tristeza ou vazio interior profundo
– apatia, perda de interesse em atividades que dão prazer
– agitação ou inquietação, atividade em excesso ou inatividade física
– distúrbios do sono
– distúrbios de peso e de apetite
– habilidade reduzida de pensar ou se concentrar
– excesso de sentimentos de culpa, auto censura ou falta de auto-estima
– sentimentos de fadiga ou perda de energia
– atitudes negativas e pessimistas
– pensamentos mórbidos relacionados com a morte ou o suicídio
Se uma pessoa experimentar pelo menos cinco destes sintomas em um mês, ela tem depressão
aguda. A depressão moderada seria definida tipicamente como tendo de dois a quatro destes sintomas
por mais de um mês. A desordem bipolar (ou depressão maníaca) inclui oscilações de temperamento
profundamente depressivo até o temperamento maníaco descontrolado (euforia, irritabilidade,
hostilidade, pensamentos exagerados de si, vanglória) – com muitas intensidades e variações.
Se fossemos perguntar: "o que lhe dá prazer na vida?", a maioria das pessoas incrédulas e
deprimidas olharia para baixo e finalmente diriam algo como: "nada". Os salvos são mais cautelosos
porque temem que se admitirem "nada", eles serão vistos como não sendo espirituais, por isso dizem
algo como "ser salvo" ou "conhecer a Cristo".
A pessoa salva, porém deprimida, geralmente sabe alguma coisa sobre suas bênçãos eternas e
celestiais, pelas quais é agradecida, mas se sente presa agora por sentimentos e estados de espírito
inexplicáveis. Considere o exemplo de Abraham Lincoln, ex presidente dos E.U.A. e preso pelo
domínio da depressão:
"Eu sou agora o homem mais infeliz no mundo. Se o que eu sinto fosse distribuído igualmente para
toda a família humana, não haveria um rosto alegre na terra. Se eu conseguirei melhorar, não posso
dizer. Infelizmente, penso que não. Permanecer como estou é impossível. Parece-me que preciso
morrer ou melhorar."
– por Abraham Lincoln
Ocorrências na Bíblia: A depressão é o predomínio e a tirania das nossas emoções sobre
nossas vidas. Assim, Provérbios 15:13 diz: "O coração alegre aformoseia o rosto, mas pela dor do
coração o espírito se abate." Freqüentemente, um desânimo inicial leva à tristeza, o que gera um pesar
prolongado, e por fim a uma derrocada morro abaixo para a depressão. A depressão é um problema
universal, mas ninguém sabe realmente se os personagens bíblicos tiverem o que nós chamamos de
depressão ou se seria mais apropriado dizer que sofreram uma perturbação ou variação emocional.
Entretanto, Paulo diz em I Coríntios 10:13: "Não veio sobre vós tentação, senão humana; mas fiel é
Deus, que vos não deixará tentar acima do que podeis, antes com a tentação dará também o escape,
para que a possais suportar." A tentação pode significar sofrimento, calamidade ou aflição. Assim
sendo, devemos compreender que as nossas aflições atuais eram também comuns para os grandes
personagens da Bíblia.
Davi ficou arrasado de pesar e tristeza, seu coração ficou desolado e suas lágrimas caíram a noite
toda (Sl. 61:2, 77:2-3, 142:4, e 143:4). Jonas, Jeremias (Jr.15), Jó e Elias (I Reis 19) são outros
exemplos. Sempre que os personagens expressam a rejeição, solidão, pena de si mesmo, desespero,
tristeza profunda e o desejo de não ter nascido, parece que estão expressando mais do que a tristeza
temporária, mas sintomas clássicos de depressão aguda. Paulo teve este tipo de sintomas: sua carne não
teve repouso algum, em tudo foi atribulado, ficou desesperado, teve temores por dentro e desesperou-se
por sua vida (II Co.1:8 e 7:5-6). Ana (I Samuel 1) tinha muitos dos sintomas de depressão e seu líder
espiritual a acusou imediata e incorretamente de um problema espiritual.
Parece que há uma verdade universal em relação à depressão, isto é, as pessoas que não sofrem de
depressão raramente compreendem a dor incessante que está envolvida, os sentimentos de desespero, e
pensam que o deprimido deve levantar-se sozinho e superar tudo. Não é assim tão fácil. De fato,
quando a parte do cérebro que mede as emoções não funciona corretamente, a ajuda médica (não a
crítica ou a censura) é freqüentemente necessária.
Considerações da Depressão: A depressão aflige milhões de pessoas por ano. Os cristãos mais
velhos têm mais depressão do que os mais novos; isto significa que a maturidade espiritual é de
nenhum proveito? Não, o que isto indica é que as pessoas mais velhas têm mais desordens bioquímicos
do cérebro à medida que envelhecem; a depressão é uma conseqüência natural. Semelhantemente, as
mulheres têm mais depressão (duas a três vezes) do que homens. As mulheres não têm mais problemas
espirituais do que os homens, mas processam eventos adversos de modo diferente que os homens, e
elas têm uma química corporal complexa que pode ficar facilmente desequilibrada, ambas estas
circunstâncias levam à depressão. As mulheres têm uma tendência de guardar eventos adversos para si
e tomar a culpa – este é um problema no processo de pensar. Os homens tendem a reagir aos mesmos
eventos com o escapismo (esportes, TV, obsessão sexual, álcool); o que pode mais tarde resultar em
doenças do coração, hipertensão, diabetes, etc. – e outra vez, é um problema no processo de pensar mas
com resultados diferentes. Há uma outra diferença: as mulheres tendem a sentir sua depressão
(tristeza/culpa) enquanto que os homens colocam-na para fora através do seu comportamento (raiva,
hostilidade e frustração).2
Causas: Compreender as causas da depressão é muito útil para encontrar a solução. É raro que haja
somente um agente causador, geralmente há diversos em ação. Estão alistados abaixo (sem uma
ordem específica) alguns fatores conhecidos que contribuem para a depressão:3 4 5
– deficiência ou excesso nutritivo
– drogas (de prescrição médica ou ilícitas, cafeína)
– hipoglicemia (baixo nível do açúcar no sangue)
– desequilíbrios hormonais
– alergias
– metais pesados
– abuso sexual quando criança
– hipertrofias microbiais / toxinas
– circunstâncias médicas (derrame cerebral, doenças coronárias, câncer, mal de Parkinson, diabetes,
tiróide)
– carência de luz natural
– fatores psicológicos (geralmente uma deficiência no processo de pensar)
– fatores espirituais
A depressão pode ter sua fonte em nosso corpo, alma ou espírito. Nosso corpo pode afetar nossa
alma e espírito e vice versa. Por exemplo: se alguém tiver uma tiróide "cansada" isto pode afetar a alma
(as emoções, por exemplo) o que leva à depressão, o que então afeta a vida espiritual. Afetar a vida
espiritual não significa que nosso estado ou posição mude em Cristo, significa outras coisas, por
exemplo, um alcance menor e um ministério menos produtivo e uma vida de oração mais orientada
para nós mesmos.
Estudos desde os anos 90 ajudaram a esclarecer este assunto e agora há uma compreensão melhor
sobre as causas e soluções. O lóbulo frontal do cérebro (atrás da testa) sabe-se agora está envolvido
intimamente com o bem-estar emocional. Reconhece-se que uma das características de virtualmente
todos as pessoas deprimidas é uma diminuição significativa no fluxo e na atividade do sangue do
lóbulo frontal. A causa principal da função enfraquecida do lóbulo frontal é um estilo de vida
prejudicial – a mesma causa da maioria de nossas doenças físicas. 3
Não há dúvida que a redução na função do lóbulo frontal se encontra no centro da depressão. Para
completar esta pesquisa, descobriu-se que crianças deprimidas têm os lóbulos frontais
significativamente menores do que crianças que não são deprimidas. A evidência indica que os
problemas do lóbulo frontal são a causa e não o efeito. O funcionamento apropriado do lóbulo frontal
requer um fluxo de sangue adequado e a química correta dos nervos.
Como a névoa cobre um campo bonito, do mesmo modo a depressão obscurece a própria vida; a
existência torna-se triste e escura. Ela já foi descrita como sendo a escuridão visível. Pode-se ir para a
cama sentindo-se bem e se acordar com uma tristeza devastadora que não se pode explicar ou escapar.
Com a nutrição apropriada, mudanças no estilo de vida e uma maneira renovada de processar os
eventos das nossas vidas, podemos romper aquela névoa e entrar num dia ensolarado.
"O coração alegre serve de bom remédio, mas o espírito abatido virá a secar os ossos"
(Provérbios 17:21).
Conseqüências: Agora que está claro que a depressão está relacionado com muitos fatores,
principalmente ao mau funcionamento do lóbulo frontal, vamos considerar as conseqüências da
depressão. A depressão enfraquece o poder do sistema imunológico de atacar as células de câncer,
aumenta o risco de derrame cerebral fatal em 50%, aumenta o risco de morte cardíaca repentina em
sobreviventes de ataque cardíaco em 250% e aumenta as complicações de pneumonia.3
Descobriu-se
que a depressão aumenta os níveis de hormônios do estresse, da hipertensão e da dor de cabeça;
complica o diabetes e é a causa principal do suicídio (seu parente íntimo). A questão é muito clara, a
depressão precisa ser tratada quanto mais cedo possível ou pode levar à conseqüências fatais.
Entretanto, por causa da doença, as pessoas deprimidas têm a habilidade diminuída para combater a sua
própria doença, portanto, freqüentemente necessitam de auxílio para os tirar do poço do desespero.
Como Funciona o Cérebro: Segundo o projeto de Deus, toda atividade do cérebro (cada
pensamento, sentimento e emoção, cada ordem que o cérebro emite aos órgãos e células) é o produto
de sinais eletroquímicos. Os sinais elétricos do cérebro exigem que uma substância química carregue o
sinal através de uma abertura pequena (sinapse) entre as células. As substâncias químicas usadas para
fazer isto são chamadas de neurotransmissores. Para se ter um sistema funcionando corretamente
necessita-se de uma quantidade adequada de neurotransmissores. O neurotransmissor que é geralmente
mais associado com a depressão é a serotonina.
As pessoas deprimidas têm baixos níveis de serotonina. Portanto, o sistema que emite mensagens no
cérebro é danificado, especialmente onde está relacionado com as emoções e o estado de espírito. A
serotonina é produzida no cérebro a partir de uma proteína chamada triptofano, a qual é convertida em
5-HTP e então em serotonina. Uma pequena quantia de serotonina é convertida em melatonina, o
hormônio necessário para o sono apropriado (portanto, há uma ligação entre a depressão e as desordens
do sono). Uma das causas de se ter pouca serotonina é a falta de um enzima que converte o triptofano
em 5-HTP.1
Antes de prosseguir, pense apenas em como seria injusto dizer à uma pessoa deprimida
que estivesse faltando esta enzima essencial, que ela tem um problema espiritual. E veja o que um
médico falou à uma querida irmã em Cristo que não conseguia compreender porque não estava
melhorando de sua depressão: "Pare de se castigar por isto; seu corpo apenas não produz o suficiente de
serotonina".
A Parte 2 desta série tem algumas soluções das Escrituras para os problemas da depressão.
__________________
Referências bibliográficas:
1. Textbook of Natural Medicine, 2nd Edition, J. Pizzorno, ND & M. Murray, ND, Bastyr University.
2. Unmasking Male Depression, Archibald Hart, PhD, Word Publications.
3. Depression the Way Out, Neil Nedley, MD, Nedley Publishing.
4. 5-HTP The Natural Way to Overcome Depression, Obesity & Insomnia, M. Murray, ND, Bantom Books.
5. Endocrinology and Naturopathic Therapies, 4th Edition, D. Powell, ND, Bastyr University.
Superando a Depressão Bíblica e Naturalmente (Parte 2)
por Stephen Shober
AS CONSIDERAÇÕES TERAPÊUTICAS
Este artigo considerará a medicina botânica, medicamentos, estilo de vida apropriado, nutrição, o
processo de pensar, e direção espiritual – as causas mais comuns da depressão. Alguns consideram que
os medicamentos botânicos e farmacêuticos para a depressão são um tipo de "paralisia ou anestesia da
mente" ou são drogas que fazem com que a pessoa "se sinta bem". Isto é lamentável porque tais
medicamentos somente ajudam uma pessoa deprimida a se sentir mais "normal" (uma pessoa não
deprimida se sentiria pior ou não sentiria mudança alguma).
Se a depressão for induzida essencialmente por razões espirituais, um indivíduo não sentirá
nenhuma melhora pelo medicamento porque o medicamento não faz nada para o problema espiritual.
Se o medicamento tratar meramente os sintomas e não a raiz da causa espiritual então a depressão
voltará sempre que se interromper o tratamento, o que não é o caso.
Medicamentos Botânicos: As Escrituras tornam claro que devido ao pecado, a terra hoje não está
rendendo a sua força (Gênesis 4:12). Como resultado disto Romanos 8:22 diz: "Porque sabemos que
toda a criação geme e está juntamente com dores de parto até agora". Sabendo isto, o Senhor tomou
providências especiais para nós. Salmos 104:14 diz: "Fazes crescer... as plantas, para o serviço do
homem...", o que significa que o reino botânico (de ervas) foi projetado para os muitos serviços dos
humanos, incluindo os medicamentos.
Os produtos feitos de ervas geralmente agem mais lentamente que medicamentos farmacêuticos,
mas as vantagens dos suplementos de ervas são que freqüentemente podem gerar uma cura (ao invés de
apenas tratar os sintomas) e os efeitos colaterais são menores comparado às drogas farmacêuticas. As
ervas podem ser consideradas os medicamentos da farmácia de Deus. As ervas mais importantes e
mais testadas para serem consideradas em relação à depressão são:1 4
– Erva de São João: alivia a depressão, ansiedade, apatia, distúrbios do sono, anorexia e o
sentimento de inutilidade. Todos estes sintomas são causados por um baixo nível de serotonina e a Erva
de São João aumenta o nível de serotonina no cérebro.
– Ginkgo Biloba: melhora o fluxo do sangue e o funcionamento do lóbulo frontal. O Ginkgo
Biloba aumenta a capacidade da serotonina desempenhar o seu papel no cérebro.
– 5-HTP: um extrato de planta que está a apenas uma etapa de se tornar serotonina – o cérebro
facilmente faz esta conversão. Ele aumenta o nível da serotonina e de outros neurotransmissores no
cérebro. Este produto supera o problema genético que não permite a conversão do triptofano em 5-
HTP.
Medicamentos Farmacêuticos: Há ocasiões em que os medicamentos de prescrição podem salvar a
vida de uma pessoa. Se os medicamentos botânicos não funcionam (junto com o estilo de vida,
processo de pensar e a consideração de outras causas) então os medicamentos de prescrição são uma
opção. O uso de drogas antidepressivas por um curto prazo pode ser necessário para que a mente
comece a operar suficientemente bem. A ação dos medicamentos geralmente é manter a serotonina (ou
os outros neurotransmissores) em níveis adequados nas sinapses (área de encontro da célula nervosa)
do cérebro. Não ajudam a criar um aumento do fluxo do sangue ou um funcionamento do lóbulo
frontal.
Nutrição: Uma deficiência de um único nutriente pode alterar a função do cérebro e levar à
depressão, ansiedade e outras desordens mentais. As deficiências mais comuns são ácido fólico,
vitamina B12 e B6. Uma insuficiência de ácidos Omega 3 gordurosos (óleos) foi ligada à depressão.
Baixo níveis de óleos Omega 3 resultam em células por todo o corpo e cérebro que não funcionam
corretamente, e a mente sofre. Os óleos Omega 3 necessários são encontrados em óleos de peixes e no
óleo da semente de linho.1 3 4 5 6
Uma dieta para ajudar a impedir e corrigir a depressão é baseada em discernimentos bíblicos:
– Aumentar o consumo de alimentos de plantas ricas em fibras (frutas, vegetais, grãos, legumes e
nozes e sementes cruas).
– Evitar o álcool, cafeína e outros estimulantes; evitar também os alimentos que causam sintomas
alérgicos.
– Uma dieta boa seria: poucas proteínas, muitas fibras, um nível de gordura baixo a moderado e um
nível elevado de complexos de carboidratos. Os complexos de carboidratos não incluem os
carboidratos simples (alimentos industrializados, lanches, pão de farinha branca, refrigerantes). Frutas
cruas têm carboidratos simples mas isto é bom por causa da fibra, enzimas e antioxidantes que
possuem.
– Dietas do tipo Atkins (com muita proteína e gordura e poucos carboidratos) são inadequadas;
conduzem, na verdade, à depressão uma vez que os carboidratos são necessários para levar o triptofano
ao cérebro.
– Alimentos com elevados quantias de triptofano devem ser consumidos regularmente: farinha de
soja, carne de boi e de aves (peru e frango), tofu, sementes de abóbora, sementes de gergelim, nozes
cruas, ovos, lentilhas e grão de bico.
– Um bom lanche para tomar à noite seria um sanduíche de peito de peru com pão integral (há
triptofano no peru e o pão integral ajudará a manter o nível de açúcar estável no sangue e ajudará o
triptofano chegar ao cérebro).
Regra para se viver: Coma os alimentos como Deus os criou, quando possível: cru, por inteiro e
não processados. Ele criou vegetais, frutas, nozes, sementes, etc. Ele não criou alimentos processados
ou a carne animal cheia de antibióticos e hormônios. Os humanos não podem melhorar a riqueza de
Deus!
Estilo de vida: Fazer exercícios regularmente e dormir o suficiente toda noite são essenciais para
combater a depressão. Exercite-se por pelo menos 30 minutos quatro vezes por semana. Não é
necessário correr, mas fazer uma combinação dos seguintes exemplos seria muito bom: fazer
caminhada, andar de bicicleta, jogar tênis, nadar, fazer jardinagem ou algum trabalho "puxado" dentro
de casa ou no jardim. Leva tempo para os efeitos do exercício regular serem sentidos, às vezes,
semanas.
Cada um de nós tem um relógio biológico interno que opera dentro de uma programação de
aproximadamente 24 horas (às vezes conhecido por "biorritmo"). Mesmo as pessoas mentalmente
saudáveis podem tornar-se deprimidas se este relógio interno for desequilibrado o suficiente. As
desordens afetivas sazonais são comuns nos meses do inverno porque a falta de luz solar natural
atrapalha estes ritmos. A exposição direta à luz pode ajudar, ou pode-se usar medicamentos botânicos
que aumentam o nível da serotonina.
Um fator comum que leva à depressão é a hipoglicemia (baixo nível de açúcar no sangue); o cérebro
requer uma fonte constante de açúcar no sangue para funcionar corretamente. A insuficiência no
funcionamento da tiróide também causa a depressão. As mulheres com depressão pós-parto e aquelas
aproximando-se da menopausa (os sintomas começam freqüentemente com pouco mais de 30 anos de
idade) são sujeitas a distúrbios hormonais que levam à depressão.1 5 7
O Processo de Pensar Bíblico: Como nós tratamos as más notícias e aquelas que nos desapontam
tem um efeito profundo sobre o nosso bem-estar mental. Enquanto acreditamos que somos vítimas,
não poderemos conseguir a plena saúde mental.9
O pensamento positivo é mais importante para a saúde
como um todo do que quase qualquer outra coisa. O pensamento negativo, pelo contrário, pode destruir
todo o bem que foi feito por uma dieta e estilo de vida correto.10
Muitas pessoas deprimidas têm uma
tendência de olhar para o lado negativo da vida. Diz-se que é um dever positivo resistir tanto os
pensamentos melancólicos e de descontentamento quanto é nosso dever de orar. Certamente, sempre
haverá coisas neste mundo imperfeito que nos darão um motivo para nos queixar. Freqüentemente, não
temos os meios de fazermos pessoalmente alguma coisa sobre muitas destas coisas negativas.
Entretanto, podemos concentrar as nossas mentes nas coisas agradáveis e maravilhosas da vida; isto é
bíblico, animador e terapêutico.
Quando estamos falando com nós mesmos (ou solilóquio) precisamos substituir os pensamentos
negativos compulsivos por Filipenses 4:8 – "Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o
que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se
há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai". Mas cada pessoa precisa averiguar aquelas
coisas que são verdadeiras, honestas, justas, puras, etc. – esta é a finalidade de meditar na Palavra de
Deus. Assim que a consciência percebe um pensamento negativo não construtivo, um pensamento
positivo precisa substituí-lo imediatamente. Isto exige prática e preparo, mas prende o nosso pensar. A
instrução de II Coríntios 10:5-6 é: "...e levando cativo todo o entendimento [pensamento] à obediência
de Cristo; E estando prontos para vingar toda a desobediência, quando for cumprida a vossa
obediência" (ver Cl.3:1-3). Aplicando estas palavras a nós mesmos, não podemos nos permitir ter
pensamentos negativos, mesmo se forem verdadeiros, ou mesmo se fomos ofendidos (Provérbios
12:25, 15:13, 18:14). Também não podemos ter pensamentos compulsivos (pensamentos que passam
repetidamente em nossa mente, embora não sejam negativos por natureza).
No mundo do aconselhamento secular houve um afastamento da psicanálise cujo objetivo visava
descobrir as razões "inconscientes" para a depressão. Gastou-se muito tempo analisando como o
indivíduo foi criado e outros eventos no passado que poderiam ter formado os sentimentos e
comportamento desta pessoa. Pensou-se que passar pelo labirinto do passado de uma pessoa era útil
para a cura atual ou para identificar agentes causadores. Esta terapia provou ser menos bem sucedida
do que se esperava. Então, houve uma transferência para a terapia cognitiva de comportamento (de
percepção), a qual focaliza-se na interpretação dos eventos diários da vida. Menciona-se isto porque a
terapia secular tem, ao decorrer do tempo, se tornado mais próxima àquilo que o Apóstolo Paulo
ensina sobre o nosso modo de pensar, isto é:1
– A interpretação errônea de eventos e os pensamentos negativos automáticos podem iniciar ou
perpetuar o estado de espírito deprimido e
– Nossa atenção não deve fixar-se no passado (procurar por circunstâncias ou outras pessoas para
responsabilizar) mas naquilo que podemos fazer de modo diferente (II Co.5:17).
Os princípios essenciais da terapia cognitiva (de percepção) de comportamento são mostrados
abaixo; cada pessoa deve fornecer seus próprios versículos bíblicos para torná-los mais pessoais e
significativos. Tanto no mundo natural como no âmbito da mente, a ciência chega à mesma conclusão
que é revelada na Bíblia há 2000 anos.
1. Localize e identifique os pensamentos negativos ou a crença falsa no solilóquio (quando falamos
com nós mesmos). "Não presto pra nada porque as coisas não são como eu esperava ou como quero."
2. Lute contra os pensamentos negativos. "Eu não sou um fracasso só porque não consigo cumprir as
expectativas não realistas feitas por mim ou por outros."
3. Aprenda como evitar a "ruminação" (o constante revirar dos pensamentos na mente) pela
mudança imediata de seus pensamentos.
4. Substitua os pensamentos negativos no mesmo instante em que ocorrem com a verdade e com
pensamentos positivos e crenças que dão autoridade. "Apesar da tristeza, dos desapontamentos e dos
sentimentos que experimento, o Senhor me ajudará a continuar."8
VejaRm.8:37.
A maioria dos pensamentos negativos ou crenças falsas que causam a depressão incorporam-se no
corrente de nosso solilóquio (quando falamos com nós mesmos) depois que alguma perda ocorreu. É
natural o desapontamento ou o pesar temporário devido a uma perda, mas não podemos continuar por
muito tempo assim, senão isto nos consumirá.
Não fique preso na armadilha de pensar que Deus nos prometeu a paz perfeita em todas as
circunstâncias; isso virá àqueles no Reino (Isaías 26:1-3). As instruções e as bênçãos de Filipenses 4:6-
7 são aplicáveis para hoje. Compreenda sempre estes versículos à luz do Apóstolo Paulo, que teve
muitas lutas e aflições mas Deus o resguardou e conservou seu coração e mente. Veja I Co. 4:9-16; II
Co.11:21-29 e 12:8-10.
Finalmente, Filipenses 3:13-14 diz: "...mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que
atrás ficam, e avançando para as que estão diante de mim, Prossigo para o alvo, pelo prêmio da
soberana vocação de Deus em Cristo Jesus." Paulo usa a analogia de um corredor para colocar o
passado e o futuro na perspectiva apropriada. Ele diz que um corredor não pode olhar para trás para ver
onde os outros competidores estão, pois pode tropeçar ou sair de sua pista e ser desqualificado. Um
corredor somente pode olhar para frente e se estender para frente, focalizando-se na linha de chegada,
não no que pode estar atrás. Veja I Co.9:24-27.
Nós estamos numa pista, correndo a corrida da vida. E o mais incrível é que cada crente é a única
pessoa em sua pista. Não temos que correr muito rápidos, mas correr de forma constante. A única coisa
que fica atrás de nós em nossa pista é o nosso passado (lembre-se: "esquecendo-me das coisas que atrás
ficam"), com nossas falhas, abusos, mágoas, remorsos, realizações, ou até a fama. Se você estiver de
olho no prêmio o passado não poderá magoá-lo nem alcançá-lo. O passado contém os pensamentos
sobre os quais Paulo diz que precisamos esquecer, certamente não devemos ficar ruminando sobre eles,
e se fizermos isso, sem dúvida tropeçaremos (isto é, poderemos ter problemas mentais). Ele insinua que
o maior fracasso de um crente na corrida é deixar que o passado o impeça de correr bem. Então, olhe
para frente, estenda-se para um novo dia e agradeça a Deus por tudo que você tem em Cristo Jesus
nosso Senhor.
Direção Espiritual: A depressão pode ter uma origem espiritual se vivermos no pecado, se
guardamos rancores ou ressentimentos, etc. Temos que estar dispostos a perdoar (e não precisamos
culpar alguém por algo que fez, mesmo que esta pessoa não peça e nem mereça o nosso perdão) do
mesmo modo que Deus, por causa de Cristo, nos perdoou, Efésios 4:32. (Observe: nós perdoamos
porque já fomos perdoados e não para sermos perdoados, como é o caso nos Evangelhos.)
O exercício espiritual regular (a leitura, o estudo, a meditação na Palavra, a oração) requer o uso do
lóbulo frontal do cérebro e enfatiza a comunhão com Deus, pensando os Seus pensamentos, sentindo a
Sua presença e conhecendo a Sua vontade. Esta é conhecida como adoração ativa e produz o tipo de
ondas do cérebro no lóbulo frontal que são muito úteis para nós todos, incluindo a pessoa deprimida. A
hipnose e o estado de quase-transe da meditação nas religiões orientais são muito prejudiciais;
produzem o tipo errado de ondas do cérebro e a informação é desviada do lóbulo frontal, levando ao
possível controle da mente.3
Vamos dizer que conhecemos uma pessoa crente que vive para o Senhor, ela O honra e O serve em
todas os aspectos de sua vida. Através dos anos, o Senhor abençoa essa pessoa e ela é feliz, tem boa
saúde, etc. Certamente não há nada errado em apreciar as bênçãos do Senhor. Mas, tudo pode ser tirado
em um momento, não por causa de problemas espirituais, mas talvez porque Deus esteja levando (e
conforme a situação, Ele de fato levará) a pessoa ao nível seguinte de maturidade – isto pode confundir
e pode fazer sofrer. Freqüentemente o crescimento requer a perda ou o quebrantar de nosso ego.9
O
Apóstolo Paulo diz: "...tenho também por perda todas as coisas, pela excelência do conhecimento de
Cristo Jesus, meu Senhor; pelo qual sofri a perda de todas estas coisas..." (Filipenses 3:8).
Romanos 12:2 diz: "E não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do
vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus."
Transformar no é metamorphosis e significa uma mudança de forma; implica uma luta, como por
exemplo, quando uma crisálida se transforma em uma borboleta. Se não houver mudanças de dentro
para fora em nós – se não houver uma transformação – seremos tentados a encontrar coisas externas
para satisfazer as nossas necessidades. A transformação não é um ato instantâneo de Deus, é um
processo para a vida toda. Não somos transformados apenas porque oramos, pedimos ou cremos; não
existe uma maneira "milagrosa" (rápida e fácil) para a maturidade espiritual.
A voz passiva em Romanos 12:2 significa que o Espírito Santo fará a transformação para nós se
cooperarmos com Ele (isto é, escutando-O, nos submetendo a Ele, confiando Nele...). Devemos
antecipar o avanço espiritual pois sempre podemos amadurecer mais: Filipenses 3:15-16. Nossas
imperfeições serão reveladas pelo Espírito Santo de modo que possamos continuar a crescer e nos
tornar mais completos (não sem o pecado, mas de modo equilibrado). O assunto é maturidade versus
infância. Deus nos ama do jeito que somos, mas Se recusa a deixar-nos permanecer dessa maneira; Ele
quer fazer-nos conformar a Cristo, II Coríntios 3:18.
Nosso Senhor despiu-se da Sua glória e "aniquilou-se a si mesmo, tomando a forma de servo,
fazendo-se semelhante aos homens; E, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo
obediente até à morte..." (Filipenses 2:7-8). Sua vida lembra-nos do nosso crescimento espiritual que
freqüentemente impõe lições difíceis, às vezes tão difíceis que hesitamos em aprendê-las. Parece que
temos de aprender da própria experiência que independemente de onde colocamos a nossa dependência
nesta vida (seja na alegria, conforto, aceitação, etc.), isto acaba nos controlando. Deus permite e usa os
eventos da vida para nos ensinar sobre ter a dependência no lugar errado, para que no fim possamos
entender o conceito que Cristo é a nossa única e verdadeira suficiência.
______________
Referências bibliográficas:
1. Textbook of Natural Medicine, 2nd Edition, J. Pizzorno, ND & M. Murray, ND, Bastyr University.
2. Unmasking Male Depression, Archibald Hart, PhD, Word Publications.
3. Depression the Way Out, Neil Nedley, MD, Nedley Publishing.
4. 5-HTP The Natural Way to Overcome Depression, Obesity & Insomnia, M. Murray, ND, Bantom Books.
5. Endocrinology and Naturopathic Therapies, 4th Edition, D. Powell, ND, Bastyr University.
6. Naturopathic Gastroenterology, E. Yarnell, ND, Naturopathic Medical Press.
7. What Your Doctor May NOT tell you About Premenopause, J. Lee, MD, & J. Hanley, MD, Time-Warner Publishing.
8. Telling Yourself the Truth, W. Backus, MD, & M. Chapian, Bethany House Publ.
9. The Blessings of Brokenness, Dr. C. Stanley, Zondervan Publishing House.
10. Your Health Your Choice, M. T. Morter, DC, Lifetime Books, Inc.
Aviso de Isenção: Este artigo não tem a intenção de fornecer um diagnóstico médico, oferecer
aconselhamento sobre medicamentos ou ser um substituto para um serviço de saúde. Qualquer pessoa
que toma medicamentos de prescrição, ou que deseja mudar de forma significativa seu estilo de vida, é
recomendado consultar um profissional da área médica devidamente qualificada.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Lição 7 Combatento a Depressão, o mal do Século
Lição 7 Combatento a Depressão, o mal do SéculoLição 7 Combatento a Depressão, o mal do Século
Lição 7 Combatento a Depressão, o mal do Século
Escol Dominical
 

Mais procurados (19)

Lição 13 – Como Vencer a Desesperança
Lição 13 – Como Vencer a DesesperançaLição 13 – Como Vencer a Desesperança
Lição 13 – Como Vencer a Desesperança
 
Visão medico e espirita da depressão
Visão medico e espirita da depressãoVisão medico e espirita da depressão
Visão medico e espirita da depressão
 
Vencendo a depressao
Vencendo a depressaoVencendo a depressao
Vencendo a depressao
 
Lição 05 Um Homem de Deus em Depressão.
Lição 05  Um Homem de Deus em Depressão.Lição 05  Um Homem de Deus em Depressão.
Lição 05 Um Homem de Deus em Depressão.
 
Lição 5_Um homem de Deus em depressão
Lição 5_Um homem de Deus em depressãoLição 5_Um homem de Deus em depressão
Lição 5_Um homem de Deus em depressão
 
Lição 7 Combatento a Depressão, o mal do Século
Lição 7 Combatento a Depressão, o mal do SéculoLição 7 Combatento a Depressão, o mal do Século
Lição 7 Combatento a Depressão, o mal do Século
 
O QUE VOCÊ DEVE SABER SOBRE A DEPRESSÃO - CELSO BRASIL
O QUE VOCÊ DEVE SABER SOBRE A DEPRESSÃO - CELSO BRASILO QUE VOCÊ DEVE SABER SOBRE A DEPRESSÃO - CELSO BRASIL
O QUE VOCÊ DEVE SABER SOBRE A DEPRESSÃO - CELSO BRASIL
 
Depressão e Espiritismo
Depressão e EspiritismoDepressão e Espiritismo
Depressão e Espiritismo
 
Por que algumas pessoas sofrem de depressão?
Por que algumas pessoas sofrem de depressão? Por que algumas pessoas sofrem de depressão?
Por que algumas pessoas sofrem de depressão?
 
Lição 7 - O Drama da Depressão
Lição 7 - O Drama da DepressãoLição 7 - O Drama da Depressão
Lição 7 - O Drama da Depressão
 
Lição 2 - Enfrentando o Sentimento de Solidão
Lição 2 - Enfrentando o Sentimento de SolidãoLição 2 - Enfrentando o Sentimento de Solidão
Lição 2 - Enfrentando o Sentimento de Solidão
 
Licao 7 1 t - 2019 - betel
Licao 7   1 t - 2019 - betelLicao 7   1 t - 2019 - betel
Licao 7 1 t - 2019 - betel
 
Depressão na visão Espírita
Depressão na visão EspíritaDepressão na visão Espírita
Depressão na visão Espírita
 
Lição 8 – Lidando com a Instabilidade e Hipersensibilidade Generalizadas
Lição 8 – Lidando com a Instabilidade e Hipersensibilidade GeneralizadasLição 8 – Lidando com a Instabilidade e Hipersensibilidade Generalizadas
Lição 8 – Lidando com a Instabilidade e Hipersensibilidade Generalizadas
 
Enfermidades na alma
Enfermidades na almaEnfermidades na alma
Enfermidades na alma
 
Lição 7 - O Drama da Depressão (windscreen)
Lição 7 - O Drama da Depressão (windscreen)Lição 7 - O Drama da Depressão (windscreen)
Lição 7 - O Drama da Depressão (windscreen)
 
Depressão na visão espírita
Depressão na visão espíritaDepressão na visão espírita
Depressão na visão espírita
 
Lição 10 – Como Ajudar os que Sofrem com o Narcisismo
 Lição 10 – Como Ajudar os que Sofrem com o Narcisismo Lição 10 – Como Ajudar os que Sofrem com o Narcisismo
Lição 10 – Como Ajudar os que Sofrem com o Narcisismo
 
Lição 6 - Enfrentando os Traumas da Vida
Lição 6 - Enfrentando os Traumas da VidaLição 6 - Enfrentando os Traumas da Vida
Lição 6 - Enfrentando os Traumas da Vida
 

Destaque

Packaging It Up Latest Enhancements for App Distribution
Packaging It Up Latest Enhancements for App DistributionPackaging It Up Latest Enhancements for App Distribution
Packaging It Up Latest Enhancements for App Distribution
dreamforce2006
 
Profundidad de Campo y Velocidad de Obturación
Profundidad de Campo y Velocidad de ObturaciónProfundidad de Campo y Velocidad de Obturación
Profundidad de Campo y Velocidad de Obturación
Rodrigo Raya Campos
 
Cleome isomeris web show
Cleome isomeris   web showCleome isomeris   web show
Cleome isomeris web show
cvadheim
 
Bridging the Sales and Marketing Divide
Bridging the Sales and Marketing DivideBridging the Sales and Marketing Divide
Bridging the Sales and Marketing Divide
dreamforce2006
 
Turbocharging AppExchange
Turbocharging AppExchangeTurbocharging AppExchange
Turbocharging AppExchange
dreamforce2006
 
PHP and Rails with AppExchange
PHP and Rails with AppExchangePHP and Rails with AppExchange
PHP and Rails with AppExchange
dreamforce2006
 
Creacion Del Imperio Colonial
Creacion Del Imperio ColonialCreacion Del Imperio Colonial
Creacion Del Imperio Colonial
artesonado
 

Destaque (14)

Resumen de trabajo de word
Resumen de trabajo de wordResumen de trabajo de word
Resumen de trabajo de word
 
Packaging It Up Latest Enhancements for App Distribution
Packaging It Up Latest Enhancements for App DistributionPackaging It Up Latest Enhancements for App Distribution
Packaging It Up Latest Enhancements for App Distribution
 
Profundidad de Campo y Velocidad de Obturación
Profundidad de Campo y Velocidad de ObturaciónProfundidad de Campo y Velocidad de Obturación
Profundidad de Campo y Velocidad de Obturación
 
Cleome isomeris web show
Cleome isomeris   web showCleome isomeris   web show
Cleome isomeris web show
 
Vikram Arora
Vikram AroraVikram Arora
Vikram Arora
 
Bridging the Sales and Marketing Divide
Bridging the Sales and Marketing DivideBridging the Sales and Marketing Divide
Bridging the Sales and Marketing Divide
 
Turbocharging AppExchange
Turbocharging AppExchangeTurbocharging AppExchange
Turbocharging AppExchange
 
PHP and Rails with AppExchange
PHP and Rails with AppExchangePHP and Rails with AppExchange
PHP and Rails with AppExchange
 
Final programme-symposium-and summer school - prenatal stress and brain disor...
Final programme-symposium-and summer school - prenatal stress and brain disor...Final programme-symposium-and summer school - prenatal stress and brain disor...
Final programme-symposium-and summer school - prenatal stress and brain disor...
 
test uplode
test uplodetest uplode
test uplode
 
Latihan menulis tulisan cantik tema rumah
Latihan menulis tulisan cantik tema rumahLatihan menulis tulisan cantik tema rumah
Latihan menulis tulisan cantik tema rumah
 
Mejoramiento genetico forestal
Mejoramiento genetico forestalMejoramiento genetico forestal
Mejoramiento genetico forestal
 
Creacion Del Imperio Colonial
Creacion Del Imperio ColonialCreacion Del Imperio Colonial
Creacion Del Imperio Colonial
 
Factors affecting growth and development
Factors affecting growth and developmentFactors affecting growth and development
Factors affecting growth and development
 

Semelhante a Shober, sthephan superando a depressão biblica e naturalmente (artigo)

Palestra Depress O E Melancolia
Palestra Depress O E MelancoliaPalestra Depress O E Melancolia
Palestra Depress O E Melancolia
guestaa6f1b
 
17. comece depressão na adolescência - 06.2013
17. comece   depressão na adolescência - 06.201317. comece   depressão na adolescência - 06.2013
17. comece depressão na adolescência - 06.2013
comece
 

Semelhante a Shober, sthephan superando a depressão biblica e naturalmente (artigo) (20)

Palestra Depress O E Melancolia
Palestra Depress O E MelancoliaPalestra Depress O E Melancolia
Palestra Depress O E Melancolia
 
Depressão
DepressãoDepressão
Depressão
 
depressao.pdf
depressao.pdfdepressao.pdf
depressao.pdf
 
ELETIVAS – a vida em movimento.pptx
ELETIVAS – a vida em movimento.pptxELETIVAS – a vida em movimento.pptx
ELETIVAS – a vida em movimento.pptx
 
Doenças da alma
Doenças da alma Doenças da alma
Doenças da alma
 
Lição 1 – Enfrentando e Vencendo as Adversidades
Lição 1 – Enfrentando e Vencendo as AdversidadesLição 1 – Enfrentando e Vencendo as Adversidades
Lição 1 – Enfrentando e Vencendo as Adversidades
 
Cuidador de idoso_29
Cuidador de idoso_29Cuidador de idoso_29
Cuidador de idoso_29
 
Depressão
DepressãoDepressão
Depressão
 
Estresse e Doenças da Alma
Estresse e Doenças da AlmaEstresse e Doenças da Alma
Estresse e Doenças da Alma
 
Doenças da alma
Doenças da almaDoenças da alma
Doenças da alma
 
COMO SUPERAR A DEPRESSÃO E A ANSIEDADE NA VIDA DAS PESSOAS NO MUNDO EM QUE VI...
COMO SUPERAR A DEPRESSÃO E A ANSIEDADE NA VIDA DAS PESSOAS NO MUNDO EM QUE VI...COMO SUPERAR A DEPRESSÃO E A ANSIEDADE NA VIDA DAS PESSOAS NO MUNDO EM QUE VI...
COMO SUPERAR A DEPRESSÃO E A ANSIEDADE NA VIDA DAS PESSOAS NO MUNDO EM QUE VI...
 
17. comece depressão na adolescência - 06.2013
17. comece   depressão na adolescência - 06.201317. comece   depressão na adolescência - 06.2013
17. comece depressão na adolescência - 06.2013
 
Depressão e obsessão.
Depressão e obsessão.Depressão e obsessão.
Depressão e obsessão.
 
depressão roteiro.docx
depressão roteiro.docxdepressão roteiro.docx
depressão roteiro.docx
 
A depresso impotencia para viver
A depresso   impotencia para viverA depresso   impotencia para viver
A depresso impotencia para viver
 
A depresso impotencia para viver
A depresso   impotencia para viverA depresso   impotencia para viver
A depresso impotencia para viver
 
Salmo 42
Salmo 42Salmo 42
Salmo 42
 
Um homem de Deus em depressão
Um homem de Deus em depressãoUm homem de Deus em depressão
Um homem de Deus em depressão
 
Depressão
DepressãoDepressão
Depressão
 
Síndromes afetivas isoladas (módulo 5).pptx
Síndromes afetivas isoladas (módulo 5).pptxSíndromes afetivas isoladas (módulo 5).pptx
Síndromes afetivas isoladas (módulo 5).pptx
 

Shober, sthephan superando a depressão biblica e naturalmente (artigo)

  • 1. Superando a Depressão Biblica e Naturalmente por Stephen Shober A FINALIDADE DO ARTIGO A depressão é um tópico muito importante para o nosso viver diário cristão; este artigo será dividida em duas partes: a Parte 1 será relacionada com fatos básicos e a Parte 2 será voltada para passagens bíblicas. A Bíblia tem muito a dizer sobre a depressão; curiosamente, as causas e as soluções não são o que geralmente se pensa no meio cristão. Este artigo oferecerá uma percepção que poderá ajudar a acabar com o estigma associado com a depressão e também para observá-la de um novo ponto de vista. Quando avaliada corretamente, não há mais estigma ou vergonha associado com a depressão do que com qualquer outra doença. Para aqueles que estão afligidos com a depressão, compreenda, por favor, que vocês não estão sozinhos em seus sentimentos, não estão ficando loucos, a confusão é comum e a inexplicável nuvem negra pode ser tirada. É uma triste verdade que muitos cristãos sofrem de depressão e não o sabem (estão deprimidos mas não sabem por que) ou não podem admitir porque pensam que estariam confessando que têm um problema espiritual. Assim sendo, sofrem em silêncio esperando em oração pelo livramento; mas as conseqüências de não procurar ajuda médica freqüentemente resultam em mais complicações. Para ser o consolador de II Coríntios 1:6 (e para ajudar a nós mesmos) temos que compreender as causas da depressão, evitar suposições falsas e entender os conceitos de como obter a vitória. Veremos que nossos cérebros, às vezes, funcionam inadeqüadamente como qualquer outro órgão ou sistema de nosso corpo. Seríamos consoladores graciosos se nos dirigíssemos a uma pessoa com diabetes (ou qualquer enfermidade física) e disséssemos que o problema dela era devido ao pecado ou à falta de fé? Estaríamos errados e apenas aumentaríamos o sofrimento dela, piorando as coisas. ENTENDENDO A DEPRESSÃO O que é a Depressão: A depressão é um sentimento prolongado que domina o ponto de vista e o estado de espírito de um indivíduo. Um estado de espírito normal de tristeza, pesar e euforia são tipicamente passageiros e fazem parte da vida diária, mas estes podem progredir a um estado mental de depressão. Outros sintomas acompanham freqüentemente a depressão mas os sintomas mais comuns da depressão aguda são:1 – tristeza ou vazio interior profundo – apatia, perda de interesse em atividades que dão prazer – agitação ou inquietação, atividade em excesso ou inatividade física – distúrbios do sono – distúrbios de peso e de apetite – habilidade reduzida de pensar ou se concentrar – excesso de sentimentos de culpa, auto censura ou falta de auto-estima – sentimentos de fadiga ou perda de energia – atitudes negativas e pessimistas – pensamentos mórbidos relacionados com a morte ou o suicídio Se uma pessoa experimentar pelo menos cinco destes sintomas em um mês, ela tem depressão aguda. A depressão moderada seria definida tipicamente como tendo de dois a quatro destes sintomas por mais de um mês. A desordem bipolar (ou depressão maníaca) inclui oscilações de temperamento
  • 2. profundamente depressivo até o temperamento maníaco descontrolado (euforia, irritabilidade, hostilidade, pensamentos exagerados de si, vanglória) – com muitas intensidades e variações. Se fossemos perguntar: "o que lhe dá prazer na vida?", a maioria das pessoas incrédulas e deprimidas olharia para baixo e finalmente diriam algo como: "nada". Os salvos são mais cautelosos porque temem que se admitirem "nada", eles serão vistos como não sendo espirituais, por isso dizem algo como "ser salvo" ou "conhecer a Cristo". A pessoa salva, porém deprimida, geralmente sabe alguma coisa sobre suas bênçãos eternas e celestiais, pelas quais é agradecida, mas se sente presa agora por sentimentos e estados de espírito inexplicáveis. Considere o exemplo de Abraham Lincoln, ex presidente dos E.U.A. e preso pelo domínio da depressão: "Eu sou agora o homem mais infeliz no mundo. Se o que eu sinto fosse distribuído igualmente para toda a família humana, não haveria um rosto alegre na terra. Se eu conseguirei melhorar, não posso dizer. Infelizmente, penso que não. Permanecer como estou é impossível. Parece-me que preciso morrer ou melhorar." – por Abraham Lincoln Ocorrências na Bíblia: A depressão é o predomínio e a tirania das nossas emoções sobre nossas vidas. Assim, Provérbios 15:13 diz: "O coração alegre aformoseia o rosto, mas pela dor do coração o espírito se abate." Freqüentemente, um desânimo inicial leva à tristeza, o que gera um pesar prolongado, e por fim a uma derrocada morro abaixo para a depressão. A depressão é um problema universal, mas ninguém sabe realmente se os personagens bíblicos tiverem o que nós chamamos de depressão ou se seria mais apropriado dizer que sofreram uma perturbação ou variação emocional. Entretanto, Paulo diz em I Coríntios 10:13: "Não veio sobre vós tentação, senão humana; mas fiel é Deus, que vos não deixará tentar acima do que podeis, antes com a tentação dará também o escape, para que a possais suportar." A tentação pode significar sofrimento, calamidade ou aflição. Assim sendo, devemos compreender que as nossas aflições atuais eram também comuns para os grandes personagens da Bíblia. Davi ficou arrasado de pesar e tristeza, seu coração ficou desolado e suas lágrimas caíram a noite toda (Sl. 61:2, 77:2-3, 142:4, e 143:4). Jonas, Jeremias (Jr.15), Jó e Elias (I Reis 19) são outros exemplos. Sempre que os personagens expressam a rejeição, solidão, pena de si mesmo, desespero, tristeza profunda e o desejo de não ter nascido, parece que estão expressando mais do que a tristeza temporária, mas sintomas clássicos de depressão aguda. Paulo teve este tipo de sintomas: sua carne não teve repouso algum, em tudo foi atribulado, ficou desesperado, teve temores por dentro e desesperou-se por sua vida (II Co.1:8 e 7:5-6). Ana (I Samuel 1) tinha muitos dos sintomas de depressão e seu líder espiritual a acusou imediata e incorretamente de um problema espiritual. Parece que há uma verdade universal em relação à depressão, isto é, as pessoas que não sofrem de depressão raramente compreendem a dor incessante que está envolvida, os sentimentos de desespero, e pensam que o deprimido deve levantar-se sozinho e superar tudo. Não é assim tão fácil. De fato, quando a parte do cérebro que mede as emoções não funciona corretamente, a ajuda médica (não a crítica ou a censura) é freqüentemente necessária. Considerações da Depressão: A depressão aflige milhões de pessoas por ano. Os cristãos mais velhos têm mais depressão do que os mais novos; isto significa que a maturidade espiritual é de nenhum proveito? Não, o que isto indica é que as pessoas mais velhas têm mais desordens bioquímicos do cérebro à medida que envelhecem; a depressão é uma conseqüência natural. Semelhantemente, as
  • 3. mulheres têm mais depressão (duas a três vezes) do que homens. As mulheres não têm mais problemas espirituais do que os homens, mas processam eventos adversos de modo diferente que os homens, e elas têm uma química corporal complexa que pode ficar facilmente desequilibrada, ambas estas circunstâncias levam à depressão. As mulheres têm uma tendência de guardar eventos adversos para si e tomar a culpa – este é um problema no processo de pensar. Os homens tendem a reagir aos mesmos eventos com o escapismo (esportes, TV, obsessão sexual, álcool); o que pode mais tarde resultar em doenças do coração, hipertensão, diabetes, etc. – e outra vez, é um problema no processo de pensar mas com resultados diferentes. Há uma outra diferença: as mulheres tendem a sentir sua depressão (tristeza/culpa) enquanto que os homens colocam-na para fora através do seu comportamento (raiva, hostilidade e frustração).2 Causas: Compreender as causas da depressão é muito útil para encontrar a solução. É raro que haja somente um agente causador, geralmente há diversos em ação. Estão alistados abaixo (sem uma ordem específica) alguns fatores conhecidos que contribuem para a depressão:3 4 5 – deficiência ou excesso nutritivo – drogas (de prescrição médica ou ilícitas, cafeína) – hipoglicemia (baixo nível do açúcar no sangue) – desequilíbrios hormonais – alergias – metais pesados – abuso sexual quando criança – hipertrofias microbiais / toxinas – circunstâncias médicas (derrame cerebral, doenças coronárias, câncer, mal de Parkinson, diabetes, tiróide) – carência de luz natural – fatores psicológicos (geralmente uma deficiência no processo de pensar) – fatores espirituais A depressão pode ter sua fonte em nosso corpo, alma ou espírito. Nosso corpo pode afetar nossa alma e espírito e vice versa. Por exemplo: se alguém tiver uma tiróide "cansada" isto pode afetar a alma (as emoções, por exemplo) o que leva à depressão, o que então afeta a vida espiritual. Afetar a vida espiritual não significa que nosso estado ou posição mude em Cristo, significa outras coisas, por exemplo, um alcance menor e um ministério menos produtivo e uma vida de oração mais orientada para nós mesmos. Estudos desde os anos 90 ajudaram a esclarecer este assunto e agora há uma compreensão melhor sobre as causas e soluções. O lóbulo frontal do cérebro (atrás da testa) sabe-se agora está envolvido intimamente com o bem-estar emocional. Reconhece-se que uma das características de virtualmente todos as pessoas deprimidas é uma diminuição significativa no fluxo e na atividade do sangue do lóbulo frontal. A causa principal da função enfraquecida do lóbulo frontal é um estilo de vida prejudicial – a mesma causa da maioria de nossas doenças físicas. 3 Não há dúvida que a redução na função do lóbulo frontal se encontra no centro da depressão. Para completar esta pesquisa, descobriu-se que crianças deprimidas têm os lóbulos frontais significativamente menores do que crianças que não são deprimidas. A evidência indica que os problemas do lóbulo frontal são a causa e não o efeito. O funcionamento apropriado do lóbulo frontal requer um fluxo de sangue adequado e a química correta dos nervos. Como a névoa cobre um campo bonito, do mesmo modo a depressão obscurece a própria vida; a
  • 4. existência torna-se triste e escura. Ela já foi descrita como sendo a escuridão visível. Pode-se ir para a cama sentindo-se bem e se acordar com uma tristeza devastadora que não se pode explicar ou escapar. Com a nutrição apropriada, mudanças no estilo de vida e uma maneira renovada de processar os eventos das nossas vidas, podemos romper aquela névoa e entrar num dia ensolarado. "O coração alegre serve de bom remédio, mas o espírito abatido virá a secar os ossos" (Provérbios 17:21). Conseqüências: Agora que está claro que a depressão está relacionado com muitos fatores, principalmente ao mau funcionamento do lóbulo frontal, vamos considerar as conseqüências da depressão. A depressão enfraquece o poder do sistema imunológico de atacar as células de câncer, aumenta o risco de derrame cerebral fatal em 50%, aumenta o risco de morte cardíaca repentina em sobreviventes de ataque cardíaco em 250% e aumenta as complicações de pneumonia.3 Descobriu-se que a depressão aumenta os níveis de hormônios do estresse, da hipertensão e da dor de cabeça; complica o diabetes e é a causa principal do suicídio (seu parente íntimo). A questão é muito clara, a depressão precisa ser tratada quanto mais cedo possível ou pode levar à conseqüências fatais. Entretanto, por causa da doença, as pessoas deprimidas têm a habilidade diminuída para combater a sua própria doença, portanto, freqüentemente necessitam de auxílio para os tirar do poço do desespero. Como Funciona o Cérebro: Segundo o projeto de Deus, toda atividade do cérebro (cada pensamento, sentimento e emoção, cada ordem que o cérebro emite aos órgãos e células) é o produto de sinais eletroquímicos. Os sinais elétricos do cérebro exigem que uma substância química carregue o sinal através de uma abertura pequena (sinapse) entre as células. As substâncias químicas usadas para fazer isto são chamadas de neurotransmissores. Para se ter um sistema funcionando corretamente necessita-se de uma quantidade adequada de neurotransmissores. O neurotransmissor que é geralmente mais associado com a depressão é a serotonina. As pessoas deprimidas têm baixos níveis de serotonina. Portanto, o sistema que emite mensagens no cérebro é danificado, especialmente onde está relacionado com as emoções e o estado de espírito. A serotonina é produzida no cérebro a partir de uma proteína chamada triptofano, a qual é convertida em 5-HTP e então em serotonina. Uma pequena quantia de serotonina é convertida em melatonina, o hormônio necessário para o sono apropriado (portanto, há uma ligação entre a depressão e as desordens do sono). Uma das causas de se ter pouca serotonina é a falta de um enzima que converte o triptofano em 5-HTP.1 Antes de prosseguir, pense apenas em como seria injusto dizer à uma pessoa deprimida que estivesse faltando esta enzima essencial, que ela tem um problema espiritual. E veja o que um médico falou à uma querida irmã em Cristo que não conseguia compreender porque não estava melhorando de sua depressão: "Pare de se castigar por isto; seu corpo apenas não produz o suficiente de serotonina". A Parte 2 desta série tem algumas soluções das Escrituras para os problemas da depressão. __________________ Referências bibliográficas: 1. Textbook of Natural Medicine, 2nd Edition, J. Pizzorno, ND & M. Murray, ND, Bastyr University. 2. Unmasking Male Depression, Archibald Hart, PhD, Word Publications. 3. Depression the Way Out, Neil Nedley, MD, Nedley Publishing. 4. 5-HTP The Natural Way to Overcome Depression, Obesity & Insomnia, M. Murray, ND, Bantom Books. 5. Endocrinology and Naturopathic Therapies, 4th Edition, D. Powell, ND, Bastyr University.
  • 5. Superando a Depressão Bíblica e Naturalmente (Parte 2) por Stephen Shober AS CONSIDERAÇÕES TERAPÊUTICAS Este artigo considerará a medicina botânica, medicamentos, estilo de vida apropriado, nutrição, o processo de pensar, e direção espiritual – as causas mais comuns da depressão. Alguns consideram que os medicamentos botânicos e farmacêuticos para a depressão são um tipo de "paralisia ou anestesia da mente" ou são drogas que fazem com que a pessoa "se sinta bem". Isto é lamentável porque tais medicamentos somente ajudam uma pessoa deprimida a se sentir mais "normal" (uma pessoa não deprimida se sentiria pior ou não sentiria mudança alguma). Se a depressão for induzida essencialmente por razões espirituais, um indivíduo não sentirá nenhuma melhora pelo medicamento porque o medicamento não faz nada para o problema espiritual. Se o medicamento tratar meramente os sintomas e não a raiz da causa espiritual então a depressão voltará sempre que se interromper o tratamento, o que não é o caso. Medicamentos Botânicos: As Escrituras tornam claro que devido ao pecado, a terra hoje não está rendendo a sua força (Gênesis 4:12). Como resultado disto Romanos 8:22 diz: "Porque sabemos que toda a criação geme e está juntamente com dores de parto até agora". Sabendo isto, o Senhor tomou providências especiais para nós. Salmos 104:14 diz: "Fazes crescer... as plantas, para o serviço do homem...", o que significa que o reino botânico (de ervas) foi projetado para os muitos serviços dos humanos, incluindo os medicamentos. Os produtos feitos de ervas geralmente agem mais lentamente que medicamentos farmacêuticos, mas as vantagens dos suplementos de ervas são que freqüentemente podem gerar uma cura (ao invés de apenas tratar os sintomas) e os efeitos colaterais são menores comparado às drogas farmacêuticas. As ervas podem ser consideradas os medicamentos da farmácia de Deus. As ervas mais importantes e mais testadas para serem consideradas em relação à depressão são:1 4 – Erva de São João: alivia a depressão, ansiedade, apatia, distúrbios do sono, anorexia e o sentimento de inutilidade. Todos estes sintomas são causados por um baixo nível de serotonina e a Erva de São João aumenta o nível de serotonina no cérebro. – Ginkgo Biloba: melhora o fluxo do sangue e o funcionamento do lóbulo frontal. O Ginkgo Biloba aumenta a capacidade da serotonina desempenhar o seu papel no cérebro. – 5-HTP: um extrato de planta que está a apenas uma etapa de se tornar serotonina – o cérebro facilmente faz esta conversão. Ele aumenta o nível da serotonina e de outros neurotransmissores no cérebro. Este produto supera o problema genético que não permite a conversão do triptofano em 5- HTP. Medicamentos Farmacêuticos: Há ocasiões em que os medicamentos de prescrição podem salvar a vida de uma pessoa. Se os medicamentos botânicos não funcionam (junto com o estilo de vida, processo de pensar e a consideração de outras causas) então os medicamentos de prescrição são uma opção. O uso de drogas antidepressivas por um curto prazo pode ser necessário para que a mente comece a operar suficientemente bem. A ação dos medicamentos geralmente é manter a serotonina (ou os outros neurotransmissores) em níveis adequados nas sinapses (área de encontro da célula nervosa) do cérebro. Não ajudam a criar um aumento do fluxo do sangue ou um funcionamento do lóbulo frontal.
  • 6. Nutrição: Uma deficiência de um único nutriente pode alterar a função do cérebro e levar à depressão, ansiedade e outras desordens mentais. As deficiências mais comuns são ácido fólico, vitamina B12 e B6. Uma insuficiência de ácidos Omega 3 gordurosos (óleos) foi ligada à depressão. Baixo níveis de óleos Omega 3 resultam em células por todo o corpo e cérebro que não funcionam corretamente, e a mente sofre. Os óleos Omega 3 necessários são encontrados em óleos de peixes e no óleo da semente de linho.1 3 4 5 6 Uma dieta para ajudar a impedir e corrigir a depressão é baseada em discernimentos bíblicos: – Aumentar o consumo de alimentos de plantas ricas em fibras (frutas, vegetais, grãos, legumes e nozes e sementes cruas). – Evitar o álcool, cafeína e outros estimulantes; evitar também os alimentos que causam sintomas alérgicos. – Uma dieta boa seria: poucas proteínas, muitas fibras, um nível de gordura baixo a moderado e um nível elevado de complexos de carboidratos. Os complexos de carboidratos não incluem os carboidratos simples (alimentos industrializados, lanches, pão de farinha branca, refrigerantes). Frutas cruas têm carboidratos simples mas isto é bom por causa da fibra, enzimas e antioxidantes que possuem. – Dietas do tipo Atkins (com muita proteína e gordura e poucos carboidratos) são inadequadas; conduzem, na verdade, à depressão uma vez que os carboidratos são necessários para levar o triptofano ao cérebro. – Alimentos com elevados quantias de triptofano devem ser consumidos regularmente: farinha de soja, carne de boi e de aves (peru e frango), tofu, sementes de abóbora, sementes de gergelim, nozes cruas, ovos, lentilhas e grão de bico. – Um bom lanche para tomar à noite seria um sanduíche de peito de peru com pão integral (há triptofano no peru e o pão integral ajudará a manter o nível de açúcar estável no sangue e ajudará o triptofano chegar ao cérebro). Regra para se viver: Coma os alimentos como Deus os criou, quando possível: cru, por inteiro e não processados. Ele criou vegetais, frutas, nozes, sementes, etc. Ele não criou alimentos processados ou a carne animal cheia de antibióticos e hormônios. Os humanos não podem melhorar a riqueza de Deus! Estilo de vida: Fazer exercícios regularmente e dormir o suficiente toda noite são essenciais para combater a depressão. Exercite-se por pelo menos 30 minutos quatro vezes por semana. Não é necessário correr, mas fazer uma combinação dos seguintes exemplos seria muito bom: fazer caminhada, andar de bicicleta, jogar tênis, nadar, fazer jardinagem ou algum trabalho "puxado" dentro de casa ou no jardim. Leva tempo para os efeitos do exercício regular serem sentidos, às vezes, semanas. Cada um de nós tem um relógio biológico interno que opera dentro de uma programação de aproximadamente 24 horas (às vezes conhecido por "biorritmo"). Mesmo as pessoas mentalmente saudáveis podem tornar-se deprimidas se este relógio interno for desequilibrado o suficiente. As desordens afetivas sazonais são comuns nos meses do inverno porque a falta de luz solar natural atrapalha estes ritmos. A exposição direta à luz pode ajudar, ou pode-se usar medicamentos botânicos que aumentam o nível da serotonina. Um fator comum que leva à depressão é a hipoglicemia (baixo nível de açúcar no sangue); o cérebro requer uma fonte constante de açúcar no sangue para funcionar corretamente. A insuficiência no funcionamento da tiróide também causa a depressão. As mulheres com depressão pós-parto e aquelas aproximando-se da menopausa (os sintomas começam freqüentemente com pouco mais de 30 anos de idade) são sujeitas a distúrbios hormonais que levam à depressão.1 5 7
  • 7. O Processo de Pensar Bíblico: Como nós tratamos as más notícias e aquelas que nos desapontam tem um efeito profundo sobre o nosso bem-estar mental. Enquanto acreditamos que somos vítimas, não poderemos conseguir a plena saúde mental.9 O pensamento positivo é mais importante para a saúde como um todo do que quase qualquer outra coisa. O pensamento negativo, pelo contrário, pode destruir todo o bem que foi feito por uma dieta e estilo de vida correto.10 Muitas pessoas deprimidas têm uma tendência de olhar para o lado negativo da vida. Diz-se que é um dever positivo resistir tanto os pensamentos melancólicos e de descontentamento quanto é nosso dever de orar. Certamente, sempre haverá coisas neste mundo imperfeito que nos darão um motivo para nos queixar. Freqüentemente, não temos os meios de fazermos pessoalmente alguma coisa sobre muitas destas coisas negativas. Entretanto, podemos concentrar as nossas mentes nas coisas agradáveis e maravilhosas da vida; isto é bíblico, animador e terapêutico. Quando estamos falando com nós mesmos (ou solilóquio) precisamos substituir os pensamentos negativos compulsivos por Filipenses 4:8 – "Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai". Mas cada pessoa precisa averiguar aquelas coisas que são verdadeiras, honestas, justas, puras, etc. – esta é a finalidade de meditar na Palavra de Deus. Assim que a consciência percebe um pensamento negativo não construtivo, um pensamento positivo precisa substituí-lo imediatamente. Isto exige prática e preparo, mas prende o nosso pensar. A instrução de II Coríntios 10:5-6 é: "...e levando cativo todo o entendimento [pensamento] à obediência de Cristo; E estando prontos para vingar toda a desobediência, quando for cumprida a vossa obediência" (ver Cl.3:1-3). Aplicando estas palavras a nós mesmos, não podemos nos permitir ter pensamentos negativos, mesmo se forem verdadeiros, ou mesmo se fomos ofendidos (Provérbios 12:25, 15:13, 18:14). Também não podemos ter pensamentos compulsivos (pensamentos que passam repetidamente em nossa mente, embora não sejam negativos por natureza). No mundo do aconselhamento secular houve um afastamento da psicanálise cujo objetivo visava descobrir as razões "inconscientes" para a depressão. Gastou-se muito tempo analisando como o indivíduo foi criado e outros eventos no passado que poderiam ter formado os sentimentos e comportamento desta pessoa. Pensou-se que passar pelo labirinto do passado de uma pessoa era útil para a cura atual ou para identificar agentes causadores. Esta terapia provou ser menos bem sucedida do que se esperava. Então, houve uma transferência para a terapia cognitiva de comportamento (de percepção), a qual focaliza-se na interpretação dos eventos diários da vida. Menciona-se isto porque a terapia secular tem, ao decorrer do tempo, se tornado mais próxima àquilo que o Apóstolo Paulo ensina sobre o nosso modo de pensar, isto é:1 – A interpretação errônea de eventos e os pensamentos negativos automáticos podem iniciar ou perpetuar o estado de espírito deprimido e – Nossa atenção não deve fixar-se no passado (procurar por circunstâncias ou outras pessoas para responsabilizar) mas naquilo que podemos fazer de modo diferente (II Co.5:17). Os princípios essenciais da terapia cognitiva (de percepção) de comportamento são mostrados abaixo; cada pessoa deve fornecer seus próprios versículos bíblicos para torná-los mais pessoais e significativos. Tanto no mundo natural como no âmbito da mente, a ciência chega à mesma conclusão que é revelada na Bíblia há 2000 anos. 1. Localize e identifique os pensamentos negativos ou a crença falsa no solilóquio (quando falamos com nós mesmos). "Não presto pra nada porque as coisas não são como eu esperava ou como quero." 2. Lute contra os pensamentos negativos. "Eu não sou um fracasso só porque não consigo cumprir as expectativas não realistas feitas por mim ou por outros."
  • 8. 3. Aprenda como evitar a "ruminação" (o constante revirar dos pensamentos na mente) pela mudança imediata de seus pensamentos. 4. Substitua os pensamentos negativos no mesmo instante em que ocorrem com a verdade e com pensamentos positivos e crenças que dão autoridade. "Apesar da tristeza, dos desapontamentos e dos sentimentos que experimento, o Senhor me ajudará a continuar."8 VejaRm.8:37. A maioria dos pensamentos negativos ou crenças falsas que causam a depressão incorporam-se no corrente de nosso solilóquio (quando falamos com nós mesmos) depois que alguma perda ocorreu. É natural o desapontamento ou o pesar temporário devido a uma perda, mas não podemos continuar por muito tempo assim, senão isto nos consumirá. Não fique preso na armadilha de pensar que Deus nos prometeu a paz perfeita em todas as circunstâncias; isso virá àqueles no Reino (Isaías 26:1-3). As instruções e as bênçãos de Filipenses 4:6- 7 são aplicáveis para hoje. Compreenda sempre estes versículos à luz do Apóstolo Paulo, que teve muitas lutas e aflições mas Deus o resguardou e conservou seu coração e mente. Veja I Co. 4:9-16; II Co.11:21-29 e 12:8-10. Finalmente, Filipenses 3:13-14 diz: "...mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão diante de mim, Prossigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus." Paulo usa a analogia de um corredor para colocar o passado e o futuro na perspectiva apropriada. Ele diz que um corredor não pode olhar para trás para ver onde os outros competidores estão, pois pode tropeçar ou sair de sua pista e ser desqualificado. Um corredor somente pode olhar para frente e se estender para frente, focalizando-se na linha de chegada, não no que pode estar atrás. Veja I Co.9:24-27. Nós estamos numa pista, correndo a corrida da vida. E o mais incrível é que cada crente é a única pessoa em sua pista. Não temos que correr muito rápidos, mas correr de forma constante. A única coisa que fica atrás de nós em nossa pista é o nosso passado (lembre-se: "esquecendo-me das coisas que atrás ficam"), com nossas falhas, abusos, mágoas, remorsos, realizações, ou até a fama. Se você estiver de olho no prêmio o passado não poderá magoá-lo nem alcançá-lo. O passado contém os pensamentos sobre os quais Paulo diz que precisamos esquecer, certamente não devemos ficar ruminando sobre eles, e se fizermos isso, sem dúvida tropeçaremos (isto é, poderemos ter problemas mentais). Ele insinua que o maior fracasso de um crente na corrida é deixar que o passado o impeça de correr bem. Então, olhe para frente, estenda-se para um novo dia e agradeça a Deus por tudo que você tem em Cristo Jesus nosso Senhor. Direção Espiritual: A depressão pode ter uma origem espiritual se vivermos no pecado, se guardamos rancores ou ressentimentos, etc. Temos que estar dispostos a perdoar (e não precisamos culpar alguém por algo que fez, mesmo que esta pessoa não peça e nem mereça o nosso perdão) do mesmo modo que Deus, por causa de Cristo, nos perdoou, Efésios 4:32. (Observe: nós perdoamos porque já fomos perdoados e não para sermos perdoados, como é o caso nos Evangelhos.) O exercício espiritual regular (a leitura, o estudo, a meditação na Palavra, a oração) requer o uso do lóbulo frontal do cérebro e enfatiza a comunhão com Deus, pensando os Seus pensamentos, sentindo a Sua presença e conhecendo a Sua vontade. Esta é conhecida como adoração ativa e produz o tipo de ondas do cérebro no lóbulo frontal que são muito úteis para nós todos, incluindo a pessoa deprimida. A hipnose e o estado de quase-transe da meditação nas religiões orientais são muito prejudiciais; produzem o tipo errado de ondas do cérebro e a informação é desviada do lóbulo frontal, levando ao possível controle da mente.3
  • 9. Vamos dizer que conhecemos uma pessoa crente que vive para o Senhor, ela O honra e O serve em todas os aspectos de sua vida. Através dos anos, o Senhor abençoa essa pessoa e ela é feliz, tem boa saúde, etc. Certamente não há nada errado em apreciar as bênçãos do Senhor. Mas, tudo pode ser tirado em um momento, não por causa de problemas espirituais, mas talvez porque Deus esteja levando (e conforme a situação, Ele de fato levará) a pessoa ao nível seguinte de maturidade – isto pode confundir e pode fazer sofrer. Freqüentemente o crescimento requer a perda ou o quebrantar de nosso ego.9 O Apóstolo Paulo diz: "...tenho também por perda todas as coisas, pela excelência do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor; pelo qual sofri a perda de todas estas coisas..." (Filipenses 3:8). Romanos 12:2 diz: "E não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus." Transformar no é metamorphosis e significa uma mudança de forma; implica uma luta, como por exemplo, quando uma crisálida se transforma em uma borboleta. Se não houver mudanças de dentro para fora em nós – se não houver uma transformação – seremos tentados a encontrar coisas externas para satisfazer as nossas necessidades. A transformação não é um ato instantâneo de Deus, é um processo para a vida toda. Não somos transformados apenas porque oramos, pedimos ou cremos; não existe uma maneira "milagrosa" (rápida e fácil) para a maturidade espiritual. A voz passiva em Romanos 12:2 significa que o Espírito Santo fará a transformação para nós se cooperarmos com Ele (isto é, escutando-O, nos submetendo a Ele, confiando Nele...). Devemos antecipar o avanço espiritual pois sempre podemos amadurecer mais: Filipenses 3:15-16. Nossas imperfeições serão reveladas pelo Espírito Santo de modo que possamos continuar a crescer e nos tornar mais completos (não sem o pecado, mas de modo equilibrado). O assunto é maturidade versus infância. Deus nos ama do jeito que somos, mas Se recusa a deixar-nos permanecer dessa maneira; Ele quer fazer-nos conformar a Cristo, II Coríntios 3:18. Nosso Senhor despiu-se da Sua glória e "aniquilou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens; E, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até à morte..." (Filipenses 2:7-8). Sua vida lembra-nos do nosso crescimento espiritual que freqüentemente impõe lições difíceis, às vezes tão difíceis que hesitamos em aprendê-las. Parece que temos de aprender da própria experiência que independemente de onde colocamos a nossa dependência nesta vida (seja na alegria, conforto, aceitação, etc.), isto acaba nos controlando. Deus permite e usa os eventos da vida para nos ensinar sobre ter a dependência no lugar errado, para que no fim possamos entender o conceito que Cristo é a nossa única e verdadeira suficiência. ______________ Referências bibliográficas: 1. Textbook of Natural Medicine, 2nd Edition, J. Pizzorno, ND & M. Murray, ND, Bastyr University. 2. Unmasking Male Depression, Archibald Hart, PhD, Word Publications. 3. Depression the Way Out, Neil Nedley, MD, Nedley Publishing. 4. 5-HTP The Natural Way to Overcome Depression, Obesity & Insomnia, M. Murray, ND, Bantom Books. 5. Endocrinology and Naturopathic Therapies, 4th Edition, D. Powell, ND, Bastyr University. 6. Naturopathic Gastroenterology, E. Yarnell, ND, Naturopathic Medical Press. 7. What Your Doctor May NOT tell you About Premenopause, J. Lee, MD, & J. Hanley, MD, Time-Warner Publishing. 8. Telling Yourself the Truth, W. Backus, MD, & M. Chapian, Bethany House Publ. 9. The Blessings of Brokenness, Dr. C. Stanley, Zondervan Publishing House. 10. Your Health Your Choice, M. T. Morter, DC, Lifetime Books, Inc.
  • 10. Aviso de Isenção: Este artigo não tem a intenção de fornecer um diagnóstico médico, oferecer aconselhamento sobre medicamentos ou ser um substituto para um serviço de saúde. Qualquer pessoa que toma medicamentos de prescrição, ou que deseja mudar de forma significativa seu estilo de vida, é recomendado consultar um profissional da área médica devidamente qualificada.