SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 23
Baixar para ler offline
“Somos uma grande família”




 Professor: Pb. João Paulo
OBJETIVOS DA LIÇÃO:

Compreender a humanidade do profeta
Elias.


Identificar as causas e sintomas da
depressão de Elias.


Detalhar o tratamento de Deus à
depressão de Elias.
Apesar de toda a grandeza do ministério do profeta Elias
ele era humano, como bem frisou o apóstolo Tiago.
Sendo humano Elias tinha erros, sentimentos humanos
como nós, falhas, mas isso não diminui sua fé, vigor,
coragem e ousadia apresentados ao servir ao Eterno.

Contudo, veremos nesta lição que Elias atravessa um
momento crítico em sua vida: a depressão; veremos ainda
que também estamos sujeitos a este mal, mas o Senhor,
mesmo em meio à tempestade em nossa vida, estende-
nos a mão e nos vir à tona para respirarmos e voltarmos a
caminhar.
Vejamos o qual alguns autores cristãos dizem sobre Elias:
“...Para tirá-lo da depressão, Deus primeiramente
deixou que ele descansasse e se alimentasse. Então
confrontou-o com a necessidade de retornar à sua
missão.” (grifo meu). Bíblia de Estudo Aplicação Pessoal-
CPAD.

“Temendo. Não é medo o que se apoderou de Elias (no v.
4 ele pede a morte) mas desânimo, cansaço da vida.
(grifo meu).- Bíblia de Estudo Shedd- Editora Vida.

“Todos os cristãos enfrentam períodos de depressão –
isso ocorreu até mesmo com alguns dos mais famosos
servos de Deus. O profeta Elias certamente pode
comprovar essa realidade” (grifo meu). Elias, um
Modelo de Coragem e Fé – Gene Getz; Mundo Cristão.
“Ele ficou desmotivado, sentiu tristeza, desânimo e teve
depressão” (grifo meu). Série Heróis da Fé: Elias –
Charles Swindoll; Mundo Cristão.

“Elias preocupa-se com sua vida e foge, dando assim
início a uma longa viagem ao mundo da depressão
espiritual” (grifo meu). Provações – Ricardo Ferreira
Nunes.

“Totalmente desanimado, Elis fugiu até o monte
Horebe, onde pediu que Deus lhe tirasse a vida” (grifo
meu). Manual Bíblico de Halley; Ed. Vida.

“Ali, totalmente desanimado, não percebendo que
Deus operava seus desígnios providenciais, Elias pediu a
morte” (grifo meu). Comentário Bíblico Moody.
I – ELIAS- UM HOMEM COMO OS OUTROS

1. Um homem espiritual.

É notória a espiritualidade sadia de
Elias, atestada tanto
pelo Antigo como pelo Novo
Testamento.
Em I Rs 18.36 consta
que ele agiu conforme a Palavra do
Senhor.
Em diversas ocasiões o autor mostra que “veio a
Palavra do Senhor a Elias”: I Rs 17.2,8; 18.1.
O profeta também era homem de oração (I Rs 17.21;
18.42,43; Tg 5.17,18)
2. Um homem sentimental
Tiago 5.17 deixa claro que: “Elias era homem semelhante a
nós, sujeitos aos mesmos sentimentos...” (RA)
“Elias era homem sujeito às mesmas paixões que nós...” (RC)
“Elias era uma pessoa frágil como nós...” (King James)
“Elias era humano como nós” (NVI).

Elias era humano; os heróis bíblicos e da história da igreja
eram humanos.
Dizer que o profeta era sujeito aos mesmos sentimentos quer
dizer que aquilo que você sente, em suas emoções em todas as
áreas da vida, Elias também pode ter sentido.

Não devemos nos esquecer que nossos irmãos, familiares,
líderes... São humanos, e isso faz diferença, pois conscientes
de tal humanidade nosso comportamento tende a ser mais
sábio.
II- AS CAUSAS DOS CONFLITOS DE ELIAS
1. Decepção
Depois de Elias ter predito a seca, o que aconteceu, de
ter sido sustentado no Querite, na casa da viúva de
sarepta, de ter vencido os profetas de baal, de o povo
ter se arrependido, de ter corrido à frente do carro de
Acabe cerca de 30 Km, o que esperava acerca da
religião em Israel?
A conversão de todo Israel e o banimento de baal.
O que aconteceu? Recebeu uma promessa de morte caso
Jezabel o capturasse.
Ainda que nos esforcemos para ter uma vida reta, às vezes
nos vemos em situações e com respostas decepcionantes.
2. Medo
Depois da ameaça de Jezabel o profeta teve medo de
morrer. Ora, se havia enfrentado o rei, todo o israel e os
profetas de baal, como não enfrentaria em Deus uma
mulher?
                          “Quando Elias recebeu a
                          mensagem de Jezabel, uma
                          incrível mudança ocorreu em sua
                          personalidade. Sua alegria se
                          transformou em tristeza e sua
                          coragem tornou-se em medo.
                          ele temeu Jezabel e “para salvar
                          sua vida, se foi”.( Gene Getz).
Elias estava depressivo?

Antes de adentrarmos ao tema principal, observemos os conceitos
abaixo:

Depressão: abatimento moral ou físico; Psiq. Estado mental
caracterizado por tristeza, desespero e desestímulo quanto a
qualquer atividade da vida.

Angústia: grande ansiedade ou aflição; ânsia, agonia; grande
sofrimento ou atribulação.

Desânimo: falta de ânimo; desalento.

Medo: sentimento de via inquietação ante a noção de perigo real ou
imaginário, de ameaça; pavor, temor;receio.
O diagnóstico de depressão requer a presença de cinco ou mais dos seguintes
sintomas que incluam obrigatoriamente espírito deprimido ou anedônia, durante
pelo menos duas semanas, provocando distúrbios e prejuízos na área social,
familiar, ocupacional e outros campos da atividade diária.

1) Durante o último mês, você esteve frequentemente chateado por se sentir deprimido e
    desesperançado?
2) Durante o último mês você esteve frequentemente chateado por sentir falta de interesse
    nas atividades?
Se a resposta foi não a ambas as perguntas, é pouco provável que você tenha depressão.
Mas, se uma das respostas foi sim, esteja atento a outros sintomas da doença.

1) Estado deprimido: sentir-se deprimido a maior parte do tempo, quase todos os dias;
2) Anedônia: interesse ou prazer diminuído para realizar a maioria das atividades;
3) Alteração de peso: perda ou ganho de peso não intencional;
4) Distúrbio de sono: insônia ou hipersônia praticamente diárias;
5) Problemas psicomotores: agitação ou apatia psicomotora, quase todos os dias;
6) Falta de energia: fadiga ou perda de energia, diariamente;
7) Culpa excessiva: sentimento permanente de culpa e inutilidade;
8) Dificuldade de concentração: habilidade frequentemente diminuída para pensar ou
concentrar-se;
9) Idéias suicidas: pensamentos recorrentes de suicídio ou morte.

Fonte: http://drauziovarella.com.br/wiki-saude/diagnostico-de-depressao/
Outros sintomas que podem vir associados aos sintomas centrais são:


•Pessimismo
•Dificuldade de tomar decisões
•Dificuldade para começar a fazer suas tarefas
•Irritabilidade ou impaciência
•Inquietação
•Achar que não vale a pena viver; desejo de morrer
•Chorar à-toa
•Dificuldade para chorar
•Sensação de que nunca vai melhorar, desesperança...
•Dificuldade de terminar as coisas que começou
•Sentimento de pena de si mesmo
•Persistência de pensamentos negativos
•Queixas frequentes
•Sentimentos de culpa injustificáveis
•Boca ressecada, constipação, perda de peso e apetite, insônia, perda do
desejo sexual
Numa perspectiva cristã, o autor Gene Getz
comenta sobre a experiência de Elias:

A depressão frequentemente ocorre após as experiências
de euforia:
 Elias viveu isso no Carmelo.

A depressão frequentemente ocorre após intensos
períodos de estresse e hiperatividade:
 No Carmelo até a chuva.

A depressão frequentemente coincide com a exaustão
física e emocional:
O desafio longas horas e a corrida de cerca de 30 Km
certamente cansaram o corpo e a mente de Elias.
Elias agora quebra princípios que norteavam
                   sua vida:
                                    Não
                     Não exerce descansa em
   Não ora;
                     obediência; Deus, seu
                                  protetor.

Parece que momentaneamente sua visão se volta sua
própria vida; há uma crise instalada no interior do profeta
e, “todos nós passamos por crises no exercício de
nossa fé. Algumas vezes nos sentimos cansados de
tanto viver uma vida digna diante de Deus; outras
vezes é como se isso não valesse a pena”.
III- AS CONSEQUÊNCIAS DOS CONFLITOS
1. Fuga e isolamento
*É característica de alguém depressivo


Sem reações diante das ameaças de Jezabel, Elias foge para o reino
do Sul, para um local distante cerca de 160 Km a fim de se esconder.
“Quando o desânimo nos acha, corremos o risco de buscar refúgio
onde não existe, e buscamos muitos outros lugares errados”.

Onde estava aquela fé viva e fascinante de outrora? Como o grande e
temido homem de Deus fugiu de tudo e de todos?

Estamos sujeitos a esse tipo de sentimento, mas não podemos deixar
que no vença. Fugir e se isolar não resolve!
2. Autopiedade e desejo de morrer

*São características de alguém depressivo

“Eu fiquei só”. Elias achada que, fora ele, todos tinham se
dobrado mas, lembre-se, haviam 7.000 fieis.

Desejo de morrer: Sob um zimbro pediu a morte. Veja, não
era apenas desejo de morte, mas um pedido.

Os psicólogos observam que este é um sintoma de uma
pessoa em depressão profunda. Ela perde o encanto pela
vida. Elias, portanto, precisava urgentemente da ajuda do
Senhor.
IV- O SOCORRO DIVINO

1. Provisão física



Para um profeta deprimido, Deus envia alimento para
fortificá-lo; pão e água são dados por um anjo.

O estado depressivo ou de angústia não afasta o amor de
Deus por nós, ainda assim Ele continua nos enviando o
sustento pois sabe que dEle somos dependentes. Não foi
diferente com Elias, o anjo do Senhor foi até ele levar
alimento.
2. Provisão espiritual


Haviam necessidades físicas mas Deus usou o sobrenatural
para sustentar Elias.

Através do anjo Deus dá ordens, instruções, ao profeta para
que ele não ficasse prostrado, mas que fosse para o monte
de Deus.

Depois de alimentar-se pela segunda vez, Elias vai para
Horebe conforme orientação divina.
ELIAS NO MONTE HOREBE (I Rs 19.8-18)

O Horebe seria o consultório para que Elias fosse tratado e
ouvisse o Médico falar-lhe aos ouvidos.

Nesse monte, esteve Moisés contemplando a glória de
Deus, agora Elias. No NT os dois aparecem junto a Jesus.

Após passar uma noite na caverna veio a palavra do Senhor
a Elias: “que fazes aqui Elias?” O profeta passa fazer sua
defesa diante de Deus e justificar o motivo de estar ali (v.
10). Elias havia perdido a noção de sua missão; deveria
recuperar a consciência e ver onde é que desviou do
propósito divino; deveria entender que não dependia dele
transformar o coração dos Israelitas.
Por duas vezes o Senhor pergunta a Elias: “o que fazes aqui?”

Contudo, Deus ouviu o profeta, seus argumentos, mas ao final
mostrou que Elias deveria voltar a ouvir e ser dirigido pela voz do
Senhor.

E o Senhor diz ao profeta: “Vai, volte pelo teu caminho...” O Senhor
dizia: você deixou o caminho, fugiu não pela minha ordem; há
muita coisa para ser feita, retoma o
caminho,anima-te, cumpra meus planos.

Apesar da depressão Deus era com
Elias; havia muita coisa para Elias fazer.

“A melhor forma de vencer as provas
que geram a depressão é voltando
para a posição na qual Deus nos põe”
Ricardo Nunes)
CONCLUSÃO

Elias homem de Deus, mas era humano. As
experiências de euforia, intenso período de
estresse e hiperatividade, a exaustão física e
emocional, bem como a decepção fez com que
Elias ficasse deprimido.
Ao final, Deus o leva para seu monte, ouve seus
argumentos, mas faz o profeta ouvir a voz divina e
o instrui a voltar, retomar a caminhada, voltar a
caminhar pela direção celeste.

A voz do Senhor sempre sarará os seus.
Lição 05  Um Homem de Deus em Depressão.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Esboço De Sermão comentado – 40 Pregações e Estudos Biblicos Sobre familia e ...
Esboço De Sermão comentado – 40 Pregações e Estudos Biblicos Sobre familia e ...Esboço De Sermão comentado – 40 Pregações e Estudos Biblicos Sobre familia e ...
Esboço De Sermão comentado – 40 Pregações e Estudos Biblicos Sobre familia e ...assembleiano
 
A familia cristã e os desafios na criação dos filhos
A familia cristã e os desafios na criação dos filhosA familia cristã e os desafios na criação dos filhos
A familia cristã e os desafios na criação dos filhosSebastião Luiz Chagas
 
Lição 5 - Mente, Vontade e Emoções Restauradas pelo Senhor
Lição 5 - Mente, Vontade e Emoções Restauradas pelo SenhorLição 5 - Mente, Vontade e Emoções Restauradas pelo Senhor
Lição 5 - Mente, Vontade e Emoções Restauradas pelo SenhorÉder Tomé
 
A videira verdadeira
A videira verdadeiraA videira verdadeira
A videira verdadeiraMarly Brito
 
a perspectiva bíblica sobre a auto-estima
a perspectiva bíblica sobre a auto-estimaa perspectiva bíblica sobre a auto-estima
a perspectiva bíblica sobre a auto-estimaESTUDANTETEOLOGIA
 
Lição 1- As obras da carne e o fruto do espírito
Lição 1- As obras da carne e o fruto do espíritoLição 1- As obras da carne e o fruto do espírito
Lição 1- As obras da carne e o fruto do espíritoErberson Pinheiro
 
Apostila Treinamento de Líderes de Células - Pequenos Grupos
Apostila Treinamento de Líderes de Células - Pequenos GruposApostila Treinamento de Líderes de Células - Pequenos Grupos
Apostila Treinamento de Líderes de Células - Pequenos GruposChristian Lepelletier
 
O divórcio lição 07 - para escola bíblica dominical
O divórcio   lição 07 - para escola bíblica dominicalO divórcio   lição 07 - para escola bíblica dominical
O divórcio lição 07 - para escola bíblica dominicalyosseph2013
 
Idéias para o culto jovem de cada sábado
Idéias para o culto jovem de cada sábadoIdéias para o culto jovem de cada sábado
Idéias para o culto jovem de cada sábadoWálmada Santos da Silva
 
Lição 1 - A formação do caráter do cristão
Lição 1 - A formação do caráter do cristãoLição 1 - A formação do caráter do cristão
Lição 1 - A formação do caráter do cristãoErberson Pinheiro
 
Temas para cada dia de Oração e Jejum
Temas para cada dia de Oração e JejumTemas para cada dia de Oração e Jejum
Temas para cada dia de Oração e JejumIasd Jardim Paulista
 

Mais procurados (20)

Deus, nós e a nossa família
Deus, nós  e  a  nossa  famíliaDeus, nós  e  a  nossa  família
Deus, nós e a nossa família
 
Ministrações do encontro
Ministrações do  encontroMinistrações do  encontro
Ministrações do encontro
 
Esboço De Sermão comentado – 40 Pregações e Estudos Biblicos Sobre familia e ...
Esboço De Sermão comentado – 40 Pregações e Estudos Biblicos Sobre familia e ...Esboço De Sermão comentado – 40 Pregações e Estudos Biblicos Sobre familia e ...
Esboço De Sermão comentado – 40 Pregações e Estudos Biblicos Sobre familia e ...
 
Os três campos de batalha parte 2 - NA IGREJA
Os três campos de batalha   parte 2 - NA IGREJAOs três campos de batalha   parte 2 - NA IGREJA
Os três campos de batalha parte 2 - NA IGREJA
 
Vencendo as tentações.ppsx
Vencendo as  tentações.ppsxVencendo as  tentações.ppsx
Vencendo as tentações.ppsx
 
Os três campos de batalha parte 1 - a mente
Os três campos de batalha   parte 1 - a menteOs três campos de batalha   parte 1 - a mente
Os três campos de batalha parte 1 - a mente
 
A familia cristã e os desafios na criação dos filhos
A familia cristã e os desafios na criação dos filhosA familia cristã e os desafios na criação dos filhos
A familia cristã e os desafios na criação dos filhos
 
63573803 manual-do-encontro-com-deus
63573803 manual-do-encontro-com-deus63573803 manual-do-encontro-com-deus
63573803 manual-do-encontro-com-deus
 
Lição 5 - Mente, Vontade e Emoções Restauradas pelo Senhor
Lição 5 - Mente, Vontade e Emoções Restauradas pelo SenhorLição 5 - Mente, Vontade e Emoções Restauradas pelo Senhor
Lição 5 - Mente, Vontade e Emoções Restauradas pelo Senhor
 
A videira verdadeira
A videira verdadeiraA videira verdadeira
A videira verdadeira
 
a perspectiva bíblica sobre a auto-estima
a perspectiva bíblica sobre a auto-estimaa perspectiva bíblica sobre a auto-estima
a perspectiva bíblica sobre a auto-estima
 
Lição 1- As obras da carne e o fruto do espírito
Lição 1- As obras da carne e o fruto do espíritoLição 1- As obras da carne e o fruto do espírito
Lição 1- As obras da carne e o fruto do espírito
 
Apostila Treinamento de Líderes de Células - Pequenos Grupos
Apostila Treinamento de Líderes de Células - Pequenos GruposApostila Treinamento de Líderes de Células - Pequenos Grupos
Apostila Treinamento de Líderes de Células - Pequenos Grupos
 
Intercessão e batalha espiritual
Intercessão e batalha espiritualIntercessão e batalha espiritual
Intercessão e batalha espiritual
 
O divórcio lição 07 - para escola bíblica dominical
O divórcio   lição 07 - para escola bíblica dominicalO divórcio   lição 07 - para escola bíblica dominical
O divórcio lição 07 - para escola bíblica dominical
 
Idéias para o culto jovem de cada sábado
Idéias para o culto jovem de cada sábadoIdéias para o culto jovem de cada sábado
Idéias para o culto jovem de cada sábado
 
Lição 1 - A formação do caráter do cristão
Lição 1 - A formação do caráter do cristãoLição 1 - A formação do caráter do cristão
Lição 1 - A formação do caráter do cristão
 
PROGRAMA JA PRONTO
PROGRAMA JA PRONTOPROGRAMA JA PRONTO
PROGRAMA JA PRONTO
 
Como ser-um-jovem-segundo-o-coração-de-deus
Como ser-um-jovem-segundo-o-coração-de-deusComo ser-um-jovem-segundo-o-coração-de-deus
Como ser-um-jovem-segundo-o-coração-de-deus
 
Temas para cada dia de Oração e Jejum
Temas para cada dia de Oração e JejumTemas para cada dia de Oração e Jejum
Temas para cada dia de Oração e Jejum
 

Semelhante a Lição 05 Um Homem de Deus em Depressão.

Lição 05 um homem de deus em depressão
Lição 05   um homem de deus em depressãoLição 05   um homem de deus em depressão
Lição 05 um homem de deus em depressãocledsondrumms
 
Elias; um homem de Deus em Depressão
Elias; um homem de Deus em DepressãoElias; um homem de Deus em Depressão
Elias; um homem de Deus em Depressãocesarsilas
 
A depressao de elias
A depressao de eliasA depressao de elias
A depressao de eliasiceanapolis
 
A depressao de elias
A depressao de eliasA depressao de elias
A depressao de eliasiceanapolis
 
A depressao de elias
A depressao de eliasA depressao de elias
A depressao de eliasiceanapolis
 
LBJ 2017 3 TRI LIÇÃO 8 - Depressão, um mal de nosso tempo
LBJ 2017 3 TRI LIÇÃO 8 - Depressão, um mal de nosso tempoLBJ 2017 3 TRI LIÇÃO 8 - Depressão, um mal de nosso tempo
LBJ 2017 3 TRI LIÇÃO 8 - Depressão, um mal de nosso tempoNatalino das Neves Neves
 
Lição 8 - Depressão, um mal do nosso tempo
Lição 8 - Depressão, um mal do nosso tempoLição 8 - Depressão, um mal do nosso tempo
Lição 8 - Depressão, um mal do nosso tempoErberson Pinheiro
 
Lição 05 - Um homem de Deus em depressão
Lição 05 - Um homem de Deus em depressãoLição 05 - Um homem de Deus em depressão
Lição 05 - Um homem de Deus em depressãoAilton da Silva
 
Pregação 16.07.17 depressão 1
Pregação 16.07.17 depressão 1Pregação 16.07.17 depressão 1
Pregação 16.07.17 depressão 1Dagmar Wendt
 
Shober, sthephan superando a depressão biblica e naturalmente (artigo)
Shober, sthephan superando a depressão biblica e naturalmente (artigo)Shober, sthephan superando a depressão biblica e naturalmente (artigo)
Shober, sthephan superando a depressão biblica e naturalmente (artigo)didaque
 
A Mulher que Deus usa - ANA.pptx
A Mulher que Deus usa - ANA.pptxA Mulher que Deus usa - ANA.pptx
A Mulher que Deus usa - ANA.pptxAdina Silva
 
Estudo da Semana - Vencendo a tristeza e o desânimo
Estudo da Semana - Vencendo a tristeza e o desânimoEstudo da Semana - Vencendo a tristeza e o desânimo
Estudo da Semana - Vencendo a tristeza e o desânimoUnção Do Crescimento
 

Semelhante a Lição 05 Um Homem de Deus em Depressão. (20)

Lição 05 um homem de deus em depressão
Lição 05   um homem de deus em depressãoLição 05   um homem de deus em depressão
Lição 05 um homem de deus em depressão
 
Lição 5_Um homem de Deus em depressão
Lição 5_Um homem de Deus em depressãoLição 5_Um homem de Deus em depressão
Lição 5_Um homem de Deus em depressão
 
Elias; um homem de Deus em Depressão
Elias; um homem de Deus em DepressãoElias; um homem de Deus em Depressão
Elias; um homem de Deus em Depressão
 
A depressao de elias
A depressao de eliasA depressao de elias
A depressao de elias
 
A depressao de elias
A depressao de eliasA depressao de elias
A depressao de elias
 
A depressao de elias
A depressao de eliasA depressao de elias
A depressao de elias
 
LBJ 2017 3 TRI LIÇÃO 8 - Depressão, um mal de nosso tempo
LBJ 2017 3 TRI LIÇÃO 8 - Depressão, um mal de nosso tempoLBJ 2017 3 TRI LIÇÃO 8 - Depressão, um mal de nosso tempo
LBJ 2017 3 TRI LIÇÃO 8 - Depressão, um mal de nosso tempo
 
Lição 8 - Depressão, um mal do nosso tempo
Lição 8 - Depressão, um mal do nosso tempoLição 8 - Depressão, um mal do nosso tempo
Lição 8 - Depressão, um mal do nosso tempo
 
Lição 05 - Um homem de Deus em depressão
Lição 05 - Um homem de Deus em depressãoLição 05 - Um homem de Deus em depressão
Lição 05 - Um homem de Deus em depressão
 
I rs 19
I rs 19I rs 19
I rs 19
 
Pregação 16.07.17 depressão 1
Pregação 16.07.17 depressão 1Pregação 16.07.17 depressão 1
Pregação 16.07.17 depressão 1
 
O QUE VOCÊ DEVE SABER SOBRE A DEPRESSÃO - CELSO BRASIL
O QUE VOCÊ DEVE SABER SOBRE A DEPRESSÃO - CELSO BRASILO QUE VOCÊ DEVE SABER SOBRE A DEPRESSÃO - CELSO BRASIL
O QUE VOCÊ DEVE SABER SOBRE A DEPRESSÃO - CELSO BRASIL
 
Depressão, um mal do nosso tempo
Depressão, um mal do nosso tempoDepressão, um mal do nosso tempo
Depressão, um mal do nosso tempo
 
A Enfermidade na Vida do Crente
A Enfermidade na Vida do CrenteA Enfermidade na Vida do Crente
A Enfermidade na Vida do Crente
 
Shober, sthephan superando a depressão biblica e naturalmente (artigo)
Shober, sthephan superando a depressão biblica e naturalmente (artigo)Shober, sthephan superando a depressão biblica e naturalmente (artigo)
Shober, sthephan superando a depressão biblica e naturalmente (artigo)
 
Depressao
DepressaoDepressao
Depressao
 
Aquietai
AquietaiAquietai
Aquietai
 
DEPRESSÃO
DEPRESSÃODEPRESSÃO
DEPRESSÃO
 
A Mulher que Deus usa - ANA.pptx
A Mulher que Deus usa - ANA.pptxA Mulher que Deus usa - ANA.pptx
A Mulher que Deus usa - ANA.pptx
 
Estudo da Semana - Vencendo a tristeza e o desânimo
Estudo da Semana - Vencendo a tristeza e o desânimoEstudo da Semana - Vencendo a tristeza e o desânimo
Estudo da Semana - Vencendo a tristeza e o desânimo
 

Mais de João Paulo Silva Mendes

Lição 06 A abrangência universal da salvação
Lição 06   A abrangência universal da salvaçãoLição 06   A abrangência universal da salvação
Lição 06 A abrangência universal da salvaçãoJoão Paulo Silva Mendes
 
Lição 06 Jovens - "Pai-Nosso" - 2º Trimestre de 2017/ Lições Bíblicas CPAD
Lição 06  Jovens - "Pai-Nosso" - 2º Trimestre de 2017/ Lições Bíblicas CPADLição 06  Jovens - "Pai-Nosso" - 2º Trimestre de 2017/ Lições Bíblicas CPAD
Lição 06 Jovens - "Pai-Nosso" - 2º Trimestre de 2017/ Lições Bíblicas CPADJoão Paulo Silva Mendes
 
Lição 02 Eu Creio em Deus Filho- jovens - CPAD 2015
Lição 02 Eu Creio em Deus Filho- jovens - CPAD 2015Lição 02 Eu Creio em Deus Filho- jovens - CPAD 2015
Lição 02 Eu Creio em Deus Filho- jovens - CPAD 2015João Paulo Silva Mendes
 
Lição 01 Eu Creio em Deus Pai - jovens - CPAD 2015
Lição 01  Eu Creio em Deus Pai - jovens - CPAD 2015Lição 01  Eu Creio em Deus Pai - jovens - CPAD 2015
Lição 01 Eu Creio em Deus Pai - jovens - CPAD 2015João Paulo Silva Mendes
 
Lição 12 Lança o Teu Pão Sobre as Águas
Lição 12  Lança o Teu Pão Sobre as ÁguasLição 12  Lança o Teu Pão Sobre as Águas
Lição 12 Lança o Teu Pão Sobre as ÁguasJoão Paulo Silva Mendes
 
Lição 12 A Reciprocidade do Amor Cristão
Lição 12   A Reciprocidade do Amor CristãoLição 12   A Reciprocidade do Amor Cristão
Lição 12 A Reciprocidade do Amor CristãoJoão Paulo Silva Mendes
 
Lição 05 As Virtudes dos Salvos em Cristo
Lição 05  As Virtudes dos Salvos em CristoLição 05  As Virtudes dos Salvos em Cristo
Lição 05 As Virtudes dos Salvos em CristoJoão Paulo Silva Mendes
 
Lição 10 A Necessidade e a Urgência do Culto Doméstico
Lição 10   A Necessidade e a Urgência do Culto DomésticoLição 10   A Necessidade e a Urgência do Culto Doméstico
Lição 10 A Necessidade e a Urgência do Culto DomésticoJoão Paulo Silva Mendes
 
Lição 08 Educação Cristã, Responsabilidade dos Pais
Lição 08   Educação Cristã, Responsabilidade dos PaisLição 08   Educação Cristã, Responsabilidade dos Pais
Lição 08 Educação Cristã, Responsabilidade dos PaisJoão Paulo Silva Mendes
 
Lição 06 A Infidelidade Conjugal - Lições Bíblicas CPAD 2º Trimestre de 2013
Lição 06  A Infidelidade Conjugal - Lições Bíblicas CPAD 2º Trimestre de 2013Lição 06  A Infidelidade Conjugal - Lições Bíblicas CPAD 2º Trimestre de 2013
Lição 06 A Infidelidade Conjugal - Lições Bíblicas CPAD 2º Trimestre de 2013João Paulo Silva Mendes
 
Lição 3 As Bases do Casamento Cristão- professores
Lição 3  As Bases do Casamento Cristão- professoresLição 3  As Bases do Casamento Cristão- professores
Lição 3 As Bases do Casamento Cristão- professoresJoão Paulo Silva Mendes
 
Lição 02 O casamento bíblico- 2º Trimestre de 2.013
Lição 02 O casamento bíblico- 2º Trimestre de 2.013Lição 02 O casamento bíblico- 2º Trimestre de 2.013
Lição 02 O casamento bíblico- 2º Trimestre de 2.013João Paulo Silva Mendes
 

Mais de João Paulo Silva Mendes (17)

Lição 06 A abrangência universal da salvação
Lição 06   A abrangência universal da salvaçãoLição 06   A abrangência universal da salvação
Lição 06 A abrangência universal da salvação
 
Lição 06 Jovens - "Pai-Nosso" - 2º Trimestre de 2017/ Lições Bíblicas CPAD
Lição 06  Jovens - "Pai-Nosso" - 2º Trimestre de 2017/ Lições Bíblicas CPADLição 06  Jovens - "Pai-Nosso" - 2º Trimestre de 2017/ Lições Bíblicas CPAD
Lição 06 Jovens - "Pai-Nosso" - 2º Trimestre de 2017/ Lições Bíblicas CPAD
 
Lição 02 Eu Creio em Deus Filho- jovens - CPAD 2015
Lição 02 Eu Creio em Deus Filho- jovens - CPAD 2015Lição 02 Eu Creio em Deus Filho- jovens - CPAD 2015
Lição 02 Eu Creio em Deus Filho- jovens - CPAD 2015
 
Lição 01 Eu Creio em Deus Pai - jovens - CPAD 2015
Lição 01  Eu Creio em Deus Pai - jovens - CPAD 2015Lição 01  Eu Creio em Deus Pai - jovens - CPAD 2015
Lição 01 Eu Creio em Deus Pai - jovens - CPAD 2015
 
Lição 13 Tema a Deus em Todo Tempo
Lição 13  Tema a Deus em Todo TempoLição 13  Tema a Deus em Todo Tempo
Lição 13 Tema a Deus em Todo Tempo
 
Lição 12 Lança o Teu Pão Sobre as Águas
Lição 12  Lança o Teu Pão Sobre as ÁguasLição 12  Lança o Teu Pão Sobre as Águas
Lição 12 Lança o Teu Pão Sobre as Águas
 
Lição 1 O Valor dos Bons Conselhos
Lição 1   O Valor dos Bons ConselhosLição 1   O Valor dos Bons Conselhos
Lição 1 O Valor dos Bons Conselhos
 
Lição 12 A Reciprocidade do Amor Cristão
Lição 12   A Reciprocidade do Amor CristãoLição 12   A Reciprocidade do Amor Cristão
Lição 12 A Reciprocidade do Amor Cristão
 
Lição 05 As Virtudes dos Salvos em Cristo
Lição 05  As Virtudes dos Salvos em CristoLição 05  As Virtudes dos Salvos em Cristo
Lição 05 As Virtudes dos Salvos em Cristo
 
Lição 01: Paulo e a Igreja em Filipos
Lição 01:  Paulo e a Igreja em FiliposLição 01:  Paulo e a Igreja em Filipos
Lição 01: Paulo e a Igreja em Filipos
 
Lição 10 A Necessidade e a Urgência do Culto Doméstico
Lição 10   A Necessidade e a Urgência do Culto DomésticoLição 10   A Necessidade e a Urgência do Culto Doméstico
Lição 10 A Necessidade e a Urgência do Culto Doméstico
 
Lição 08 Educação Cristã, Responsabilidade dos Pais
Lição 08   Educação Cristã, Responsabilidade dos PaisLição 08   Educação Cristã, Responsabilidade dos Pais
Lição 08 Educação Cristã, Responsabilidade dos Pais
 
Lição 06 A Infidelidade Conjugal - Lições Bíblicas CPAD 2º Trimestre de 2013
Lição 06  A Infidelidade Conjugal - Lições Bíblicas CPAD 2º Trimestre de 2013Lição 06  A Infidelidade Conjugal - Lições Bíblicas CPAD 2º Trimestre de 2013
Lição 06 A Infidelidade Conjugal - Lições Bíblicas CPAD 2º Trimestre de 2013
 
Lição 3 As Bases do Casamento Cristão- professores
Lição 3  As Bases do Casamento Cristão- professoresLição 3  As Bases do Casamento Cristão- professores
Lição 3 As Bases do Casamento Cristão- professores
 
Lição 02 O casamento bíblico- 2º Trimestre de 2.013
Lição 02 O casamento bíblico- 2º Trimestre de 2.013Lição 02 O casamento bíblico- 2º Trimestre de 2.013
Lição 02 O casamento bíblico- 2º Trimestre de 2.013
 
Lição 04 Elias e os Profetas de Baal
Lição 04 Elias e os Profetas  de BaalLição 04 Elias e os Profetas  de Baal
Lição 04 Elias e os Profetas de Baal
 
Lição 03 a longa seca sobre israel
Lição 03  a longa seca sobre israelLição 03  a longa seca sobre israel
Lição 03 a longa seca sobre israel
 

Último

O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptxO concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptxPIB Penha
 
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptxLição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptxCelso Napoleon
 
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivo
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivoEbook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivo
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivoInsituto Propósitos de Ensino
 
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptxLição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptxCelso Napoleon
 
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Introdução
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - IntroduçãoEbook - Mentoria Ministério com Jovens - Introdução
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - IntroduçãoInsituto Propósitos de Ensino
 
slide da missa com leituras e oração eucarística
slide da missa com leituras e oração eucarísticaslide da missa com leituras e oração eucarística
slide da missa com leituras e oração eucarísticaFranklinOliveira30
 
RESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familia
RESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familiaRESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familia
RESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familiamaysa997520
 

Último (11)

O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptxO concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptx
 
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptxLição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
 
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 02
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 02Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 02
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 02
 
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivo
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivoEbook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivo
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivo
 
O Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdf
O Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdfO Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdf
O Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdf
 
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptxLição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
 
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Introdução
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - IntroduçãoEbook - Mentoria Ministério com Jovens - Introdução
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Introdução
 
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 03
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 03Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 03
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 03
 
slide da missa com leituras e oração eucarística
slide da missa com leituras e oração eucarísticaslide da missa com leituras e oração eucarística
slide da missa com leituras e oração eucarística
 
RESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familia
RESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familiaRESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familia
RESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familia
 
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 01
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 01Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 01
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 01
 

Lição 05 Um Homem de Deus em Depressão.

  • 1. “Somos uma grande família” Professor: Pb. João Paulo
  • 2.
  • 3. OBJETIVOS DA LIÇÃO: Compreender a humanidade do profeta Elias. Identificar as causas e sintomas da depressão de Elias. Detalhar o tratamento de Deus à depressão de Elias.
  • 4. Apesar de toda a grandeza do ministério do profeta Elias ele era humano, como bem frisou o apóstolo Tiago. Sendo humano Elias tinha erros, sentimentos humanos como nós, falhas, mas isso não diminui sua fé, vigor, coragem e ousadia apresentados ao servir ao Eterno. Contudo, veremos nesta lição que Elias atravessa um momento crítico em sua vida: a depressão; veremos ainda que também estamos sujeitos a este mal, mas o Senhor, mesmo em meio à tempestade em nossa vida, estende- nos a mão e nos vir à tona para respirarmos e voltarmos a caminhar. Vejamos o qual alguns autores cristãos dizem sobre Elias:
  • 5. “...Para tirá-lo da depressão, Deus primeiramente deixou que ele descansasse e se alimentasse. Então confrontou-o com a necessidade de retornar à sua missão.” (grifo meu). Bíblia de Estudo Aplicação Pessoal- CPAD. “Temendo. Não é medo o que se apoderou de Elias (no v. 4 ele pede a morte) mas desânimo, cansaço da vida. (grifo meu).- Bíblia de Estudo Shedd- Editora Vida. “Todos os cristãos enfrentam períodos de depressão – isso ocorreu até mesmo com alguns dos mais famosos servos de Deus. O profeta Elias certamente pode comprovar essa realidade” (grifo meu). Elias, um Modelo de Coragem e Fé – Gene Getz; Mundo Cristão.
  • 6. “Ele ficou desmotivado, sentiu tristeza, desânimo e teve depressão” (grifo meu). Série Heróis da Fé: Elias – Charles Swindoll; Mundo Cristão. “Elias preocupa-se com sua vida e foge, dando assim início a uma longa viagem ao mundo da depressão espiritual” (grifo meu). Provações – Ricardo Ferreira Nunes. “Totalmente desanimado, Elis fugiu até o monte Horebe, onde pediu que Deus lhe tirasse a vida” (grifo meu). Manual Bíblico de Halley; Ed. Vida. “Ali, totalmente desanimado, não percebendo que Deus operava seus desígnios providenciais, Elias pediu a morte” (grifo meu). Comentário Bíblico Moody.
  • 7. I – ELIAS- UM HOMEM COMO OS OUTROS 1. Um homem espiritual. É notória a espiritualidade sadia de Elias, atestada tanto pelo Antigo como pelo Novo Testamento. Em I Rs 18.36 consta que ele agiu conforme a Palavra do Senhor. Em diversas ocasiões o autor mostra que “veio a Palavra do Senhor a Elias”: I Rs 17.2,8; 18.1. O profeta também era homem de oração (I Rs 17.21; 18.42,43; Tg 5.17,18)
  • 8. 2. Um homem sentimental Tiago 5.17 deixa claro que: “Elias era homem semelhante a nós, sujeitos aos mesmos sentimentos...” (RA) “Elias era homem sujeito às mesmas paixões que nós...” (RC) “Elias era uma pessoa frágil como nós...” (King James) “Elias era humano como nós” (NVI). Elias era humano; os heróis bíblicos e da história da igreja eram humanos. Dizer que o profeta era sujeito aos mesmos sentimentos quer dizer que aquilo que você sente, em suas emoções em todas as áreas da vida, Elias também pode ter sentido. Não devemos nos esquecer que nossos irmãos, familiares, líderes... São humanos, e isso faz diferença, pois conscientes de tal humanidade nosso comportamento tende a ser mais sábio.
  • 9. II- AS CAUSAS DOS CONFLITOS DE ELIAS 1. Decepção Depois de Elias ter predito a seca, o que aconteceu, de ter sido sustentado no Querite, na casa da viúva de sarepta, de ter vencido os profetas de baal, de o povo ter se arrependido, de ter corrido à frente do carro de Acabe cerca de 30 Km, o que esperava acerca da religião em Israel? A conversão de todo Israel e o banimento de baal. O que aconteceu? Recebeu uma promessa de morte caso Jezabel o capturasse. Ainda que nos esforcemos para ter uma vida reta, às vezes nos vemos em situações e com respostas decepcionantes.
  • 10. 2. Medo Depois da ameaça de Jezabel o profeta teve medo de morrer. Ora, se havia enfrentado o rei, todo o israel e os profetas de baal, como não enfrentaria em Deus uma mulher? “Quando Elias recebeu a mensagem de Jezabel, uma incrível mudança ocorreu em sua personalidade. Sua alegria se transformou em tristeza e sua coragem tornou-se em medo. ele temeu Jezabel e “para salvar sua vida, se foi”.( Gene Getz).
  • 11. Elias estava depressivo? Antes de adentrarmos ao tema principal, observemos os conceitos abaixo: Depressão: abatimento moral ou físico; Psiq. Estado mental caracterizado por tristeza, desespero e desestímulo quanto a qualquer atividade da vida. Angústia: grande ansiedade ou aflição; ânsia, agonia; grande sofrimento ou atribulação. Desânimo: falta de ânimo; desalento. Medo: sentimento de via inquietação ante a noção de perigo real ou imaginário, de ameaça; pavor, temor;receio.
  • 12. O diagnóstico de depressão requer a presença de cinco ou mais dos seguintes sintomas que incluam obrigatoriamente espírito deprimido ou anedônia, durante pelo menos duas semanas, provocando distúrbios e prejuízos na área social, familiar, ocupacional e outros campos da atividade diária. 1) Durante o último mês, você esteve frequentemente chateado por se sentir deprimido e desesperançado? 2) Durante o último mês você esteve frequentemente chateado por sentir falta de interesse nas atividades? Se a resposta foi não a ambas as perguntas, é pouco provável que você tenha depressão. Mas, se uma das respostas foi sim, esteja atento a outros sintomas da doença. 1) Estado deprimido: sentir-se deprimido a maior parte do tempo, quase todos os dias; 2) Anedônia: interesse ou prazer diminuído para realizar a maioria das atividades; 3) Alteração de peso: perda ou ganho de peso não intencional; 4) Distúrbio de sono: insônia ou hipersônia praticamente diárias; 5) Problemas psicomotores: agitação ou apatia psicomotora, quase todos os dias; 6) Falta de energia: fadiga ou perda de energia, diariamente; 7) Culpa excessiva: sentimento permanente de culpa e inutilidade; 8) Dificuldade de concentração: habilidade frequentemente diminuída para pensar ou concentrar-se; 9) Idéias suicidas: pensamentos recorrentes de suicídio ou morte. Fonte: http://drauziovarella.com.br/wiki-saude/diagnostico-de-depressao/
  • 13. Outros sintomas que podem vir associados aos sintomas centrais são: •Pessimismo •Dificuldade de tomar decisões •Dificuldade para começar a fazer suas tarefas •Irritabilidade ou impaciência •Inquietação •Achar que não vale a pena viver; desejo de morrer •Chorar à-toa •Dificuldade para chorar •Sensação de que nunca vai melhorar, desesperança... •Dificuldade de terminar as coisas que começou •Sentimento de pena de si mesmo •Persistência de pensamentos negativos •Queixas frequentes •Sentimentos de culpa injustificáveis •Boca ressecada, constipação, perda de peso e apetite, insônia, perda do desejo sexual
  • 14. Numa perspectiva cristã, o autor Gene Getz comenta sobre a experiência de Elias: A depressão frequentemente ocorre após as experiências de euforia:  Elias viveu isso no Carmelo. A depressão frequentemente ocorre após intensos períodos de estresse e hiperatividade:  No Carmelo até a chuva. A depressão frequentemente coincide com a exaustão física e emocional: O desafio longas horas e a corrida de cerca de 30 Km certamente cansaram o corpo e a mente de Elias.
  • 15. Elias agora quebra princípios que norteavam sua vida: Não Não exerce descansa em Não ora; obediência; Deus, seu protetor. Parece que momentaneamente sua visão se volta sua própria vida; há uma crise instalada no interior do profeta e, “todos nós passamos por crises no exercício de nossa fé. Algumas vezes nos sentimos cansados de tanto viver uma vida digna diante de Deus; outras vezes é como se isso não valesse a pena”.
  • 16. III- AS CONSEQUÊNCIAS DOS CONFLITOS 1. Fuga e isolamento *É característica de alguém depressivo Sem reações diante das ameaças de Jezabel, Elias foge para o reino do Sul, para um local distante cerca de 160 Km a fim de se esconder. “Quando o desânimo nos acha, corremos o risco de buscar refúgio onde não existe, e buscamos muitos outros lugares errados”. Onde estava aquela fé viva e fascinante de outrora? Como o grande e temido homem de Deus fugiu de tudo e de todos? Estamos sujeitos a esse tipo de sentimento, mas não podemos deixar que no vença. Fugir e se isolar não resolve!
  • 17. 2. Autopiedade e desejo de morrer *São características de alguém depressivo “Eu fiquei só”. Elias achada que, fora ele, todos tinham se dobrado mas, lembre-se, haviam 7.000 fieis. Desejo de morrer: Sob um zimbro pediu a morte. Veja, não era apenas desejo de morte, mas um pedido. Os psicólogos observam que este é um sintoma de uma pessoa em depressão profunda. Ela perde o encanto pela vida. Elias, portanto, precisava urgentemente da ajuda do Senhor.
  • 18. IV- O SOCORRO DIVINO 1. Provisão física Para um profeta deprimido, Deus envia alimento para fortificá-lo; pão e água são dados por um anjo. O estado depressivo ou de angústia não afasta o amor de Deus por nós, ainda assim Ele continua nos enviando o sustento pois sabe que dEle somos dependentes. Não foi diferente com Elias, o anjo do Senhor foi até ele levar alimento.
  • 19. 2. Provisão espiritual Haviam necessidades físicas mas Deus usou o sobrenatural para sustentar Elias. Através do anjo Deus dá ordens, instruções, ao profeta para que ele não ficasse prostrado, mas que fosse para o monte de Deus. Depois de alimentar-se pela segunda vez, Elias vai para Horebe conforme orientação divina.
  • 20. ELIAS NO MONTE HOREBE (I Rs 19.8-18) O Horebe seria o consultório para que Elias fosse tratado e ouvisse o Médico falar-lhe aos ouvidos. Nesse monte, esteve Moisés contemplando a glória de Deus, agora Elias. No NT os dois aparecem junto a Jesus. Após passar uma noite na caverna veio a palavra do Senhor a Elias: “que fazes aqui Elias?” O profeta passa fazer sua defesa diante de Deus e justificar o motivo de estar ali (v. 10). Elias havia perdido a noção de sua missão; deveria recuperar a consciência e ver onde é que desviou do propósito divino; deveria entender que não dependia dele transformar o coração dos Israelitas.
  • 21. Por duas vezes o Senhor pergunta a Elias: “o que fazes aqui?” Contudo, Deus ouviu o profeta, seus argumentos, mas ao final mostrou que Elias deveria voltar a ouvir e ser dirigido pela voz do Senhor. E o Senhor diz ao profeta: “Vai, volte pelo teu caminho...” O Senhor dizia: você deixou o caminho, fugiu não pela minha ordem; há muita coisa para ser feita, retoma o caminho,anima-te, cumpra meus planos. Apesar da depressão Deus era com Elias; havia muita coisa para Elias fazer. “A melhor forma de vencer as provas que geram a depressão é voltando para a posição na qual Deus nos põe” Ricardo Nunes)
  • 22. CONCLUSÃO Elias homem de Deus, mas era humano. As experiências de euforia, intenso período de estresse e hiperatividade, a exaustão física e emocional, bem como a decepção fez com que Elias ficasse deprimido. Ao final, Deus o leva para seu monte, ouve seus argumentos, mas faz o profeta ouvir a voz divina e o instrui a voltar, retomar a caminhada, voltar a caminhar pela direção celeste. A voz do Senhor sempre sarará os seus.