O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Reflexão - CLC7

13.639 visualizações

Publicada em

CLC7-

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Reflexão - CLC7

  1. 1. Centro de Formação Profissional da indústria Têxtil, Vestuário, Confeção e Lanifícios CLC7 – Fundamentos de cultura, língua e comunicação Logo de retorno às aulas, seguidas de férias que serviram para relaxar a cabeça,mas nem tanto pois tinha muita coisa para organizar e estudar, começamos pelo DR1 quefalava sobre autobiografias e biografias. Quando nos foi pedido que escolhêssemos uma personalidade que tivéssemoscomo referência, eu nem hesitei e escolhi a Audrey Hepburn. Atriz, um ícone da suadécada, personalidade que até hoje muitos tentam seguir as suas pegadas. Depois de muitaspesquisas, nenhuma polémica, vida dupla ou nada que insinuasse que fora das telas erauma pessoa diferente da que passava para o público. Figura pública que sempre admirei eaté mesmo me espelhei muitas vezes, por ser uma pessoa tão íntegra, nunca envolvida emescândalos e sempre muito preocupada com o bem do próximo. Portanto foi um trabalhoque tive imenso prazer em desenvolver. Até tinha algumas fotografias dela no meucomputador que uso como protetor de tela e serviram para o trabalho. A autobiografia, visto que é um trabalho bem pessoal, demorei um pouco mais parafazer. Mas quando por fim comecei, também fiz com muito gosto pois tive a oportunidadede relembrar coisas do passado que há muito não lembrava e dei muitas risadas com aminha mãe ao fazer algumas perguntas. Relembrar da minha vida com ela foi muitointeressante, depois de tudo o que passamos nos últimos anos e as mudanças que minhafamília sofreu, foi bom lembrar que nem tudo foi triste e que tivemos uma famíliafantástica e pais que viveram por mim e pelos meus irmãos. No DR2 quando começamos a falar sobre ciência, tive pena que o trabalho nãopudesse ter muitas e muitas páginas. Falar sobre o trabalho do cientista, a importância, arelevância dos seus trabalhos e suas descobertas. Pesquisas infindáveis, noites e vidasfocadas em temas, que muitas vezes somente depois de muitos anos e às vezes só mesmodepois de mortos que são valorizados. O tema que escolhi, “antimatéria”, é um tema muitofascinante que foi tema de debate em minha casa com o meu marido e meus filhos.Estávamos a falar sobre isso e as crianças quiseram saber o que era, como meu filho de 6anos diz que quer ser físico quântico, achou divertidíssimo o assunto!!! E depois demos Marianna Capuano
  2. 2. Centro de Formação Profissional da indústria Têxtil, Vestuário, Confeção e Lanifícioscomo exemplo o filme baseado no livro do Dan Brown, “Anjos e Demónios”. O filme giraem torno de uma cápsula refrigerada que no fim explode na praça do Vaticano. E comodisse antes, o cientista que começou com este tema e as primeiras pesquisas, fê-lo em1928. Até hoje um tema que é muito discutido, pois com uma só partícula de antimatériadaria para fazer o propulsor de um foguete ir e voltar da Lua.Texto escrito conforme o Acordo Ortográfico - convertido pelo Lince. Marianna Capuano

×