Guião stc7 e clc7 dr3(proposta)

2.924 visualizações

Publicada em

1 comentário
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.924
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
13
Comentários
1
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Guião stc7 e clc7 dr3(proposta)

  1. 1. INSTITUTO DO EMPREGO E FORMAÇÃO PROFISSIONAL, I.P.CENTRO DE EMPREGO E FORMAÇÃO PROFISSIONAL DA GUARDAModalidade de Formação: Educação e Formação de Adultos, Tipo NSÁrea de Formação: 811 Hotelaria e RestauraçãoItinerário Formativo: EFA S4A TÉCNICAS DE COZINHA E PASTELARIA PF2Saída Profissional: 811183 – Técnico (a) de Cozinha/Pastelaria, nível 4 Guião de Trabalho Tendo em conta os temas “Ciência e Controvérsias Públicas”, a tarefa propostaconsiste na investigação/recolha de informação que permita evidenciar as respectivascompetências, de âmbito privado, do núcleo gerador 7.Assim, pretende-se que exponha os resultados da sua pesquisa num documento escritoem Word, no máximo em 15 páginas. O tipo de letra a utilizar é Times New Roman 12,espaçamento entre linhas 1,5. Área de Competência – Sociedade, Tecnologia e Ciência (STC)Núcleo gerador 7:) Saberes Fundamentais (SF)Domínios de Referência – DR3 – Contexto institucionalTemas – Ciência e Controvérsias Públicas (Doação de Órgãos)Competências: Intervir racional e criticamente em questões públicas com base emconhecimentos científicos e tecnológicos.Sociedade (DR3)  Tipo I – Identificar a diversidade de atores e valores presentes na controvérsia pública em torno da doação de órgãos.  Tipo II – Reconhecer a presença crescente da ciência e dos cientistas nesta controvérsia, bem como o uso recursivo do conhecimento científico por outros atores envolvidos.  Tipo III – Explorar relações diferenciadas com a ciência de atores e instituições várias de acordo com as suas posições ideológicas e tradições culturais.Formadoras: Mª de Lurdes Antunes, Helena Casanova e Belmira LourençoMediadora: Bárbara Cunha
  2. 2. Tecnologia (DR3)  Tipo I – Identificar os processos tecnológicos associados à doação de órgãos.  Tipo II – Compreender os prós e os contras das diferentes tecnologias num debate público.  Tipo III – Explorar as limitações tecnológicas e os possíveis desenvolvimentos na implementação de soluções mais convenientes.Ciência (DR3)  Tipo I – Identificar argumentos de índole científica que estão na base de diferentes pontos de vista sobre a doação de órgãos.  Tipo II – Compreender que a argumentação científica utilizada não é suficiente para justificar os pontos de vista em jogo.  Tipo III – Explorar a utilização da ciência pelos poderes em geral, como argumento de validação dos diferentes pontos de vista.Área de Competência – Cultura, Língua e Comunicação (CLC)Núcleo gerador 7: Saberes Fundamentais (SF) UMDomínios de Referência – DR3 – Cultura, Língua e Comunicação no ContextoinstitucionalTemas – Ciência e Controvérsias Públicas- Doação de órgãos. (Intervenção emespaços públicos)Competências: Formular opiniões críticas, mobilizando saberes vários e competênciasculturais, linguísticas e comunicacionais.Cultura (DR3)  Tipo I – – Identificar nas controvérsias sobre intervenções artísticas em espaços públicos a diversidade de conceções do que é arte, urbanismo e património.   Tipo II – Compreender, em diversos casos de intervenções artísticas em espaços públicos (praças, jardins, transportes), os objectivos e os modos de apropriação das intervenções por diferentes segmentos da população.Formadoras: Mª de Lurdes Antunes, Helena Casanova e Belmira LourençoMediadora: Bárbara Cunha
  3. 3.  Tipo III – Explorar a relação entre políticas urbanísticas e culturais e o menor ou maior recurso a intervenções artísticas em espaços públicos, recorrendo, designadamente, à abordagem de um projecto urbanístico e cultural de grande dimensão. Língua (DR3)  Tipo I – Identificar, selecionando e organizando informação sobre o tema/temas em debate, elementos linguísticos e não-linguísticos da comunicação oral.  Tipo II – Compreender enunciados orais e escritos, sustentando pontos de vista relativos aos temas objecto de debate, tendo em conta funções, normas reguladoras e códigos utilizados (linguísticos, paralinguísticos, quinésicos e proxémicos).   Tipo III – Intervir publicamente, no sentido de defender pontos de vista sobre temas de atualidade, de modo a obter os efeitos retóricos pretendidos, obedecendo às características específicas da exposição de um tema e do debate (organização e participação). Comunicação (DR3)  Tipo I – Identificar informação, disponibilizada em meios de comunicação de massas, relacionada com temas de atualidade.  Tipo II – Compreender as intenções comunicativas dos interlocutores e a adequação às situações e aos contextos, em debates sobre problemáticas de natureza cultural, científica, sociopolítica e filosófica.  Tipo III – Intervir publicamente, manifestando pontos de vista próprios e avaliando os dos outros, recorrendo a materiais e suportes diversos.Data de entrega prevista: 30/11/2012Data da defesa prevista: 06/12/2012Formadoras: Mª de Lurdes Antunes, Helena Casanova e Belmira LourençoMediadora: Bárbara Cunha

×