SlideShare uma empresa Scribd logo

Tabela D.1

1 de 5
Baixar para ler offline
D. Gestãoda BED. 1 Articulação da BE com a Escola/Agrupamento. Acesso e serviços prestados pela BEModelo de auto-avaliação da biblioteca escolar,[object Object],IndicadoresFactores críticos de sucessoInstrumentos de recolha de evidênciasEvidências obtidas a partir dos instrumentos. “Frases-tipo”D.1.1 Integração/acção da BE na escola/agrupamentoA escola inclui a BE na formulação e desenvolvimento da sua missão, princípios e objectivos estratégicos e de aprendizagem.O professor bibliotecário tem assento no conselho pedagógico.São desencadeadas acções com vista à partilha, discussão e aprovação da missão e objectivos da BE nos órgãos de administração e gestão (conselho geral, director, conselho pedagógico), departamentos curriculares e demais estruturas de coordenação educativa e de supervisão pedagógica.O regulamento interno da escola contempla os seguintes aspectos:- missão e objectivos da BE;- organização funcional do espaço;- organização e gestão dos recursos de informação;- gestão dos recursos humanos afectos à BE;- serviços prestados à comunidade escolar no âmbito do projecto educativo;Regimento do funcionamento das BE.A BE adequa os seus objectivos, recursos e actividades ao currículo nacional, ao projecto curricular de escola e aos projectos curriculares das turmas.O plano de desenvolvimento da BE acompanha, em termos de acção estratégica, o projecto educativo da escola e outros projectos.O plano anual de actividades da BE relaciona-se, em termos de objectivos operacionais, com o apoio ao currículo, com o plano anual de actividades da escola e com outros projectos em desenvolvimento.Excertos de determinações contidas na documentação institucional que define os objectivos e regula o funcionamento da escola/agrupamento, referentes à BE.Aspectos contidos nos documentos que regem o funcionamento da BE e que se relacionam com este item.Registos de reuniões/contactos.,[object Object],IndicadoresFactores críticos de sucessoInstrumentos de recolha de evidênciasEvidências obtidas a partir dos instrumentos. “Frases-tipo”D.1.2 Valorização da BE pelos órgãos de   direcção, administração e gestão da escola/agrupamentoOs órgãos de administração e gestão (conselho geral, director, conselho pedagógico) apoiam as BE e envolvem-se na procura de soluções promotoras do seu funcionamento.Os órgãos de administração e gestão põem em prática uma política de afectação de recursos humanos adequada às necessidades de desenvolvimento da BE.Os órgãos de administração e gestão (director, conselho pedagógico) e os departamentos curriculares  estabelecem estratégias visando a articulação entre a BE e as demais estruturas de coordenação educativa e de supervisão pedagógica.A escola contempla a BE e os seus recursos nos projectos e actividades educativas e curriculares. Os órgãos de administração e gestão atribuem uma verba anual para a renovação de equipamentos, para a actualização da colecção e para o funcionamento da BE.A escola encara a BE como recurso fulcral no desenvolvimento do gosto pela leitura, na aquisição das literacias fundamentais, na progressão nas aprendizagens e no sucesso escolar.Os docentes valorizam o papel da BE e integram-na nas suas práticas de ensino-aprendizagem.Documentos de gestão da escola.Documentos de gestão da BE.Entrevista/questionário ao director (CK1).Excertos de actas de apresentação de projectos/relatórios ao conselho pedagógico; determinações/recomendações do conselho pedagógico.Registos de projectos/actividades envolvendo trabalho na/com a BE.Estatísticas de utilização da BE.,[object Object],IndicadoresFactores críticos de sucessoInstrumentos de recolha de evidênciasEvidências obtidas a partir dos instrumentos. “Frases-tipo”D.1.3. Resposta da BE às necessidades da escola/agrupamentoA BE funciona num horário contínuo e alargado que possibilita o acesso dos utilizadores no horário lectivo e acompanha as necessidades de ocupação em horário extra lectivo.As BE no agrupamento são geridas de forma integrada, rentabilizando recursos, possibilidades de acesso a programas e projectos.Os recursos e serviços da BE respondem às metas e estratégias definidas no projecto educativo, projecto curricular e outros projectos.A BE cria condições e é usada como recurso e como local de lazer e de trabalho.A BE apoia os utilizadores no acesso à colecção, aos equipamentos, à leitura, à pesquisa e ao uso da informação.A BE planifica com docentes, departamentos curriculares e demais estruturas de coordenação educativa e de supervisão pedagógica.A BE desenvolve projectos com a escola/agrupamento.A BE assume-se como pólo de fomento e de difusão cultural.Horário da BE.Estatísticas de utilização da BE.Registos de reuniões/contactos.Registo de projectos/actividades.Questionário aos docentes (QD3).Livro/Caixa de sugestões/reclamações,[object Object],IndicadoresFactores críticos de sucessoInstrumentos de recolha de evidênciasEvidências obtidas a partir dos instrumentos. “Frases-tipo” D.1.4 Avaliação da BE na escola/agrupamentoA BE implementa um sistema de auto -avaliação contínuo.Os órgãos de direcção, administração e gestão são envolvidos no processo de auto-avaliação da BE.Os instrumentos de recolha de informação são aplicados de forma sistemática e no decurso do processo de gestão.A informação recolhida é analisada e os resultados da análise/avaliação originam, quando necessário, a redefinição de estratégias, sendo integrados no processo de planeamento.Os resultados da auto-avaliação são divulgados junto dos órgãos de direcção, administração e gestão (conselho geral, director, conselho pedagógico), estruturas de coordenação educativa e de supervisão pedagógica, e da restante comunidade, com o objectivo de promover e valorizar as mais-valias da BE e de alertar para os pontos fracos do seu funcionamento.São realizadas actividades de benchmarking.A auto-avaliação da escola integra os resultados da auto-avaliação da BE.Informação recolhida com recurso ao sistema automatizado de gestão bibliográfica.Registos de observação, questionários, entrevistas ou outros realizados no âmbito da avaliação da BE.Excertos de documentação recolhida.,[object Object]
Tabela D.1
Tabela D.1
Tabela D.1
Tabela D.1

Recomendados

Tabela D1 Ana Soares
Tabela D1 Ana SoaresTabela D1 Ana Soares
Tabela D1 Ana Soaresguestbfb743
 
Domínio D Tarefa 5
Domínio  D  Tarefa 5Domínio  D  Tarefa 5
Domínio D Tarefa 5Julita Silva
 
Auto AvaliaçãO Avrt2 Be
Auto AvaliaçãO Avrt2 BeAuto AvaliaçãO Avrt2 Be
Auto AvaliaçãO Avrt2 Bebiblioavrt2
 
Tarefa 5 Tabela Rbe
Tarefa 5  Tabela RbeTarefa 5  Tabela Rbe
Tarefa 5 Tabela Rbejoana56
 
O Modelo de Auto-Avaliação
O Modelo de Auto-AvaliaçãoO Modelo de Auto-Avaliação
O Modelo de Auto-AvaliaçãoAna Covas Grilo
 
5ªSessãO DomíNio D1 Marta
5ªSessãO DomíNio D1 Marta5ªSessãO DomíNio D1 Marta
5ªSessãO DomíNio D1 Martamarta.medeiro
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Dominio D1 (Guardado Automaticamente)
Dominio D1 (Guardado Automaticamente)Dominio D1 (Guardado Automaticamente)
Dominio D1 (Guardado Automaticamente)martamedeiros
 
Auto Avaliacao Da Biblioteca Escolar Rosario
Auto   Avaliacao Da Biblioteca Escolar RosarioAuto   Avaliacao Da Biblioteca Escolar Rosario
Auto Avaliacao Da Biblioteca Escolar Rosariorosariobarreiras
 
Modelo Auto AvaliaçãO Da Biblioteca Escolar
Modelo Auto AvaliaçãO Da Biblioteca EscolarModelo Auto AvaliaçãO Da Biblioteca Escolar
Modelo Auto AvaliaçãO Da Biblioteca Escolarmizedomingues
 
Apresentação do Modelo Auto-avaliação da BE ao CP
Apresentação do  Modelo  Auto-avaliação da BE ao CPApresentação do  Modelo  Auto-avaliação da BE ao CP
Apresentação do Modelo Auto-avaliação da BE ao CPLurdes Meneses
 
Acmatias O Modelo Aa Da Be No Contexto Da Escola
Acmatias O Modelo Aa Da Be No Contexto Da EscolaAcmatias O Modelo Aa Da Be No Contexto Da Escola
Acmatias O Modelo Aa Da Be No Contexto Da EscolaAna Cristina Matias
 
ApresentaçãO Maabe
ApresentaçãO MaabeApresentaçãO Maabe
ApresentaçãO Maabebeloule
 
Workshop Formativo
Workshop FormativoWorkshop Formativo
Workshop Formativoguestf38751
 

Mais procurados (12)

Dominio D1 (Guardado Automaticamente)
Dominio D1 (Guardado Automaticamente)Dominio D1 (Guardado Automaticamente)
Dominio D1 (Guardado Automaticamente)
 
Tarefa 3
Tarefa 3Tarefa 3
Tarefa 3
 
Apei Mt
Apei MtApei Mt
Apei Mt
 
Pp Workshop
Pp WorkshopPp Workshop
Pp Workshop
 
Auto Avaliacao Da Biblioteca Escolar Rosario
Auto   Avaliacao Da Biblioteca Escolar RosarioAuto   Avaliacao Da Biblioteca Escolar Rosario
Auto Avaliacao Da Biblioteca Escolar Rosario
 
Modelo Auto AvaliaçãO Da Biblioteca Escolar
Modelo Auto AvaliaçãO Da Biblioteca EscolarModelo Auto AvaliaçãO Da Biblioteca Escolar
Modelo Auto AvaliaçãO Da Biblioteca Escolar
 
Apresentação do Modelo Auto-avaliação da BE ao CP
Apresentação do  Modelo  Auto-avaliação da BE ao CPApresentação do  Modelo  Auto-avaliação da BE ao CP
Apresentação do Modelo Auto-avaliação da BE ao CP
 
Acmatias O Modelo Aa Da Be No Contexto Da Escola
Acmatias O Modelo Aa Da Be No Contexto Da EscolaAcmatias O Modelo Aa Da Be No Contexto Da Escola
Acmatias O Modelo Aa Da Be No Contexto Da Escola
 
ApresentaçãO Maabe
ApresentaçãO MaabeApresentaçãO Maabe
ApresentaçãO Maabe
 
Workshop Formativo
Workshop FormativoWorkshop Formativo
Workshop Formativo
 
2a Sessao[1]
2a Sessao[1]2a Sessao[1]
2a Sessao[1]
 
Guia oper i-5_nov2010
Guia oper i-5_nov2010Guia oper i-5_nov2010
Guia oper i-5_nov2010
 

Destaque

Lista de la compra
Lista de la compraLista de la compra
Lista de la compracora97
 
Bravo frg meeting april
Bravo frg meeting aprilBravo frg meeting april
Bravo frg meeting aprilTF Eagle Frsa
 
Ejercicio estadistica tema 1
Ejercicio estadistica tema 1Ejercicio estadistica tema 1
Ejercicio estadistica tema 1Paolaalba93
 
Fallo394 2010
Fallo394 2010Fallo394 2010
Fallo394 2010EPRE
 
Kalpana mind map
Kalpana  mind mapKalpana  mind map
Kalpana mind mapseemadav1
 
Location and shot types
Location and shot typesLocation and shot types
Location and shot typesJackGilmartin
 
Dibujar una forma}
Dibujar una forma}Dibujar una forma}
Dibujar una forma}williamcefe
 
james test add new 3
james test add new 3james test add new 3
james test add new 3emiecs_viphi
 
Strategien für eine gesicherte Unternehmenszukunft
Strategien für eine gesicherte UnternehmenszukunftStrategien für eine gesicherte Unternehmenszukunft
Strategien für eine gesicherte UnternehmenszukunftDr. Sven David
 
Politics - Funny Pictures Presentation (German & English)
Politics - Funny Pictures Presentation (German & English)Politics - Funny Pictures Presentation (German & English)
Politics - Funny Pictures Presentation (German & English)Sebastian Gresser
 
Webcast Crowdsponsoring XING-Event
Webcast Crowdsponsoring XING-EventWebcast Crowdsponsoring XING-Event
Webcast Crowdsponsoring XING-EventMarkus Zabel
 

Destaque (17)

Lista de la compra
Lista de la compraLista de la compra
Lista de la compra
 
Bravo frg meeting april
Bravo frg meeting aprilBravo frg meeting april
Bravo frg meeting april
 
Godis good
Godis goodGodis good
Godis good
 
Ejercicio estadistica tema 1
Ejercicio estadistica tema 1Ejercicio estadistica tema 1
Ejercicio estadistica tema 1
 
Fallo394 2010
Fallo394 2010Fallo394 2010
Fallo394 2010
 
press-release.pdf
press-release.pdfpress-release.pdf
press-release.pdf
 
MolMed dag 2012 JMV
MolMed dag 2012 JMVMolMed dag 2012 JMV
MolMed dag 2012 JMV
 
Kalpana mind map
Kalpana  mind mapKalpana  mind map
Kalpana mind map
 
The rite
The riteThe rite
The rite
 
1332515297370
13325152973701332515297370
1332515297370
 
Location and shot types
Location and shot typesLocation and shot types
Location and shot types
 
Dibujar una forma}
Dibujar una forma}Dibujar una forma}
Dibujar una forma}
 
Cony
ConyCony
Cony
 
james test add new 3
james test add new 3james test add new 3
james test add new 3
 
Strategien für eine gesicherte Unternehmenszukunft
Strategien für eine gesicherte UnternehmenszukunftStrategien für eine gesicherte Unternehmenszukunft
Strategien für eine gesicherte Unternehmenszukunft
 
Politics - Funny Pictures Presentation (German & English)
Politics - Funny Pictures Presentation (German & English)Politics - Funny Pictures Presentation (German & English)
Politics - Funny Pictures Presentation (German & English)
 
Webcast Crowdsponsoring XING-Event
Webcast Crowdsponsoring XING-EventWebcast Crowdsponsoring XING-Event
Webcast Crowdsponsoring XING-Event
 

Semelhante a Tabela D.1

Tabela D1.Modelo De Auto AvaliaçãO Da Be
Tabela D1.Modelo De Auto AvaliaçãO Da BeTabela D1.Modelo De Auto AvaliaçãO Da Be
Tabela D1.Modelo De Auto AvaliaçãO Da Beanamariabpalma
 
Metodologias De OperacionalizaçãO (Parte Ii)
Metodologias De OperacionalizaçãO (Parte Ii)Metodologias De OperacionalizaçãO (Parte Ii)
Metodologias De OperacionalizaçãO (Parte Ii)1000a
 
Metodologias de Operacionalização (Parte II)
Metodologias de Operacionalização (Parte II)Metodologias de Operacionalização (Parte II)
Metodologias de Operacionalização (Parte II)Emília Firmino
 
MAFSessao6 Tabela D.1
MAFSessao6 Tabela D.1 MAFSessao6 Tabela D.1
MAFSessao6 Tabela D.1 ameliafig
 
Dominio D1 (Guardado Automaticamente)
Dominio D1 (Guardado Automaticamente)Dominio D1 (Guardado Automaticamente)
Dominio D1 (Guardado Automaticamente)martamedeiros
 
Tabela sessao mod._escola-_trab_1
Tabela sessao mod._escola-_trab_1Tabela sessao mod._escola-_trab_1
Tabela sessao mod._escola-_trab_1mariasalgueiro
 
Tarefa 1 1ªA Parte
Tarefa 1 1ªA ParteTarefa 1 1ªA Parte
Tarefa 1 1ªA Partebecrepombais
 
Bibliotecas e literacias
Bibliotecas e literaciasBibliotecas e literacias
Bibliotecas e literaciasrukka
 
6ª SessãO Metodologias De OperacionalizaçãO Parte Ii
6ª SessãO  Metodologias De OperacionalizaçãO Parte Ii6ª SessãO  Metodologias De OperacionalizaçãO Parte Ii
6ª SessãO Metodologias De OperacionalizaçãO Parte IiFilipe Pereira
 
Articulação BE / Escola
Articulação BE / EscolaArticulação BE / Escola
Articulação BE / Escolalurdesbenigno
 
Sessão 3 Powerpoint 1ªParte
Sessão 3 Powerpoint  1ªParteSessão 3 Powerpoint  1ªParte
Sessão 3 Powerpoint 1ªParteguest1d174ffe
 

Semelhante a Tabela D.1 (20)

Tabela D 1
Tabela D 1Tabela D 1
Tabela D 1
 
Tabela D1.Modelo De Auto AvaliaçãO Da Be
Tabela D1.Modelo De Auto AvaliaçãO Da BeTabela D1.Modelo De Auto AvaliaçãO Da Be
Tabela D1.Modelo De Auto AvaliaçãO Da Be
 
Metodologias De OperacionalizaçãO (Parte Ii)
Metodologias De OperacionalizaçãO (Parte Ii)Metodologias De OperacionalizaçãO (Parte Ii)
Metodologias De OperacionalizaçãO (Parte Ii)
 
Metodologias de Operacionalização (Parte II)
Metodologias de Operacionalização (Parte II)Metodologias de Operacionalização (Parte II)
Metodologias de Operacionalização (Parte II)
 
MAFSessao6 Tabela D.1
MAFSessao6 Tabela D.1 MAFSessao6 Tabela D.1
MAFSessao6 Tabela D.1
 
Workshop parte III
Workshop parte IIIWorkshop parte III
Workshop parte III
 
Dominio D1 (Guardado Automaticamente)
Dominio D1 (Guardado Automaticamente)Dominio D1 (Guardado Automaticamente)
Dominio D1 (Guardado Automaticamente)
 
Tabela sessao mod._escola-_trab_1
Tabela sessao mod._escola-_trab_1Tabela sessao mod._escola-_trab_1
Tabela sessao mod._escola-_trab_1
 
Tarefa 2
Tarefa 2Tarefa 2
Tarefa 2
 
Tarefa 2
Tarefa 2Tarefa 2
Tarefa 2
 
Tarefa 1 1ªA Parte
Tarefa 1 1ªA ParteTarefa 1 1ªA Parte
Tarefa 1 1ªA Parte
 
Ppt Mav SessãO3
Ppt Mav SessãO3Ppt Mav SessãO3
Ppt Mav SessãO3
 
Bibliotecas e literacias
Bibliotecas e literaciasBibliotecas e literacias
Bibliotecas e literacias
 
5ª tarefa - 1ª parte
5ª tarefa - 1ª parte5ª tarefa - 1ª parte
5ª tarefa - 1ª parte
 
6ª SessãO Metodologias De OperacionalizaçãO Parte Ii
6ª SessãO  Metodologias De OperacionalizaçãO Parte Ii6ª SessãO  Metodologias De OperacionalizaçãO Parte Ii
6ª SessãO Metodologias De OperacionalizaçãO Parte Ii
 
Articulação BE / Escola
Articulação BE / EscolaArticulação BE / Escola
Articulação BE / Escola
 
MAABE
MAABEMAABE
MAABE
 
Sessão 3 Powerpoint 1ªParte
Sessão 3 Powerpoint  1ªParteSessão 3 Powerpoint  1ªParte
Sessão 3 Powerpoint 1ªParte
 
Apresentação MABE
Apresentação MABEApresentação MABE
Apresentação MABE
 
Apresentação MABE
Apresentação MABEApresentação MABE
Apresentação MABE
 

Mais de mariajoaorodrigues

Avaliação da Biblioteca Escolar: metodologias de operacionalização (workshop)...
Avaliação da Biblioteca Escolar: metodologias de operacionalização (workshop)...Avaliação da Biblioteca Escolar: metodologias de operacionalização (workshop)...
Avaliação da Biblioteca Escolar: metodologias de operacionalização (workshop)...mariajoaorodrigues
 
Avaliação da Biblioteca Escolar: metodologias de operacionalização (parte II)...
Avaliação da Biblioteca Escolar: metodologias de operacionalização (parte II)...Avaliação da Biblioteca Escolar: metodologias de operacionalização (parte II)...
Avaliação da Biblioteca Escolar: metodologias de operacionalização (parte II)...mariajoaorodrigues
 
Avaliação da Biblioteca Escolar: metodologias de operacionalização (conclusão...
Avaliação da Biblioteca Escolar: metodologias de operacionalização (conclusão...Avaliação da Biblioteca Escolar: metodologias de operacionalização (conclusão...
Avaliação da Biblioteca Escolar: metodologias de operacionalização (conclusão...mariajoaorodrigues
 
Avaliação da Biblioteca Escolar: metodologias de operacionalização (parte II)...
Avaliação da Biblioteca Escolar: metodologias de operacionalização (parte II)...Avaliação da Biblioteca Escolar: metodologias de operacionalização (parte II)...
Avaliação da Biblioteca Escolar: metodologias de operacionalização (parte II)...mariajoaorodrigues
 
Apresentação MAA ao Conselho Pedagógico
Apresentação MAA ao Conselho PedagógicoApresentação MAA ao Conselho Pedagógico
Apresentação MAA ao Conselho Pedagógicomariajoaorodrigues
 

Mais de mariajoaorodrigues (7)

Avaliação da Biblioteca Escolar: metodologias de operacionalização (workshop)...
Avaliação da Biblioteca Escolar: metodologias de operacionalização (workshop)...Avaliação da Biblioteca Escolar: metodologias de operacionalização (workshop)...
Avaliação da Biblioteca Escolar: metodologias de operacionalização (workshop)...
 
Avaliação da Biblioteca Escolar: metodologias de operacionalização (parte II)...
Avaliação da Biblioteca Escolar: metodologias de operacionalização (parte II)...Avaliação da Biblioteca Escolar: metodologias de operacionalização (parte II)...
Avaliação da Biblioteca Escolar: metodologias de operacionalização (parte II)...
 
Avaliação da Biblioteca Escolar: metodologias de operacionalização (conclusão...
Avaliação da Biblioteca Escolar: metodologias de operacionalização (conclusão...Avaliação da Biblioteca Escolar: metodologias de operacionalização (conclusão...
Avaliação da Biblioteca Escolar: metodologias de operacionalização (conclusão...
 
Avaliação da Biblioteca Escolar: metodologias de operacionalização (parte II)...
Avaliação da Biblioteca Escolar: metodologias de operacionalização (parte II)...Avaliação da Biblioteca Escolar: metodologias de operacionalização (parte II)...
Avaliação da Biblioteca Escolar: metodologias de operacionalização (parte II)...
 
Apresentação do MAA
Apresentação do MAAApresentação do MAA
Apresentação do MAA
 
Apresentação MAA ao Conselho Pedagógico
Apresentação MAA ao Conselho PedagógicoApresentação MAA ao Conselho Pedagógico
Apresentação MAA ao Conselho Pedagógico
 
Apresentação do MAA ao CP
Apresentação  do MAA ao CPApresentação  do MAA ao CP
Apresentação do MAA ao CP
 

Último

2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;azulassessoriaacadem3
 
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...azulassessoriaacadem3
 
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento Mary Alvarenga
 
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...azulassessoriaacadem3
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...excellenceeducaciona
 
No âmbito do Direito, a interpretação das normas é essencial para sua aplicaç...
No âmbito do Direito, a interpretação das normas é essencial para sua aplicaç...No âmbito do Direito, a interpretação das normas é essencial para sua aplicaç...
No âmbito do Direito, a interpretação das normas é essencial para sua aplicaç...DL assessoria 29
 
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...azulassessoriaacadem3
 
QUESTÃO 2 Com base nas informações sobre Matheus (Perfil 1), calcule a carga ...
QUESTÃO 2 Com base nas informações sobre Matheus (Perfil 1), calcule a carga ...QUESTÃO 2 Com base nas informações sobre Matheus (Perfil 1), calcule a carga ...
QUESTÃO 2 Com base nas informações sobre Matheus (Perfil 1), calcule a carga ...azulassessoriaacadem3
 
08 de março - Dia Internacional da Mulher
08 de março - Dia Internacional da Mulher08 de março - Dia Internacional da Mulher
08 de março - Dia Internacional da MulherMary Alvarenga
 
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...excellenceeducaciona
 
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...azulassessoriaacadem3
 
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...apoioacademicoead
 
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIM
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIMSOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIM
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIMHisrelBlog
 
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptxAndreia Silva
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...azulassessoriaacadem3
 
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...azulassessoriaacadem3
 
ATIVIDADE 1 - TEORIA DO DIREITO - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEORIA DO DIREITO - 51/2024ATIVIDADE 1 - TEORIA DO DIREITO - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEORIA DO DIREITO - 51/2024excellenceeducaciona
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...excellenceeducaciona
 
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...azulassessoriaacadem3
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...apoioacademicoead
 

Último (20)

2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
 
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
 
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
 
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
No âmbito do Direito, a interpretação das normas é essencial para sua aplicaç...
No âmbito do Direito, a interpretação das normas é essencial para sua aplicaç...No âmbito do Direito, a interpretação das normas é essencial para sua aplicaç...
No âmbito do Direito, a interpretação das normas é essencial para sua aplicaç...
 
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
 
QUESTÃO 2 Com base nas informações sobre Matheus (Perfil 1), calcule a carga ...
QUESTÃO 2 Com base nas informações sobre Matheus (Perfil 1), calcule a carga ...QUESTÃO 2 Com base nas informações sobre Matheus (Perfil 1), calcule a carga ...
QUESTÃO 2 Com base nas informações sobre Matheus (Perfil 1), calcule a carga ...
 
08 de março - Dia Internacional da Mulher
08 de março - Dia Internacional da Mulher08 de março - Dia Internacional da Mulher
08 de março - Dia Internacional da Mulher
 
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...
 
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...
 
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...
 
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIM
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIMSOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIM
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIM
 
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
 
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
 
ATIVIDADE 1 - TEORIA DO DIREITO - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEORIA DO DIREITO - 51/2024ATIVIDADE 1 - TEORIA DO DIREITO - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEORIA DO DIREITO - 51/2024
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
 

Tabela D.1

  • 1.