Tabela D1.Modelo De Auto AvaliaçãO Da Be

2.043 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Negócios
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.043
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tabela D1.Modelo De Auto AvaliaçãO Da Be

  1. 1. Práticas e Modelos de Auto-Avaliação das Bibliotecas EscolaresO Modelo de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolares Metodologias de Operacionalização (Parte II)<br />GESTÃO DA BIBLOTECA ESCOLAR “Lídia Jorge”Articulação da BE com a Escola/AgrupamentoAcesso a serviços prestados pela Biblioteca Escolar<br />73533003695700<br />Formanda<br /> Ana Maria Palma<br />Novembro de 2009<br />D. Gestão da BED.1. Articulação da BE com a Escola/Agrupamento. Acesso e serviços prestados pela BEIndicadoresFactores Críticos de SucessoInstrumentos de Recolha de Evidências sugeridosEvidências extraídas dos Instrumentos, a integrar no Relatório de Auto-avaliaçãoD.1.1Integração da BE na Escola /AgrupamentoA escola/agrupamento inclui a BE na formulação e desenvolvimento da sua visão/ missão, princípios e objectivos estratégicos e operacionais.A professora bibliotecária participa no Conselho Pedagógico e nos restantes órgãos de planificação/ decisão pedagógica.São desencadeadas acções com vista à partilha, discussão e aprovação da missão e objectivos da BE em Conselho de Docentes/Departamentos, Conselho Pedagógico e Assembleia de Escola.O Regulamento Interno da Escola contempla os seguintes aspectos:- Missão e objectivos da BE;- Organização funcional do espaço;- Organização e gestão dos recursos de informação;- Gestão dos recursos humanos afectos à BE;- Serviços prestados à comunidade escolar no âmbito do Projecto Educativo- Normas de Funcionamento da BEO Plano de desenvolvimento da BE acompanha, em termos de acção estratégica o Projecto Educativo da escola/agrupamento.O plano anual de actividades da biblioteca escolar relaciona-se em termos de objectivos operacionais com o plano anual de actividades da escola, colocando a BE ao seu serviço.A BE adequa os seus objectivos, recursos e actividades ao currículo nacional, ao projecto curricular de escola e aos projectos curriculares das turmas.A BE partilha objectivos estratégicos e operacionais e recursos, nomeadamente recursos documentais, com as restantes escolas do Agrupamento.A BE é encarada como recurso fundamental no desenvolvimento do gosto pela leitura, na aquisição das literacias fundamentais, na progressão nas aprendizagens e no sucesso escolar.Excertos da documentação institucional que definem os objectivos e regulam o funcionamento da escola: PEA, PCA, RI, PAAA.Documentos que regem o funcionamento da BE: Normas de Funcionamento da BE;Guião do Utilizador da BE.Actas de Conselho PedagógicoPlano de Acção da BEPlano Anual de Actividades da BEPlano Anual de Actividades do AgrupamentoActas de DepartamentosRegistos de Reuniões/ContactosPlanos de Articulação da BE com os Projectos Curriculares de TurmaDocumentos produzidos pela BE: Fichas de Leitura, guiões de leitura, guiões de pesquisa de informação, ….Questionários aos professores (QD3)Questionários aos alunos (QA4)A BE está integrada nos documentos orientadores da Escola/Agrupamento: PE, PCA e RI, os quais referem a sua importância para a consecução das suas metas e finalidades.A BE surge no Projecto Educativo do Agrupamento, como sendo vital para a melhoria das aprendizagens dos alunos e para o seu sucesso educativo.A BE está contemplada no Regulamento Interno do Agrupamento, onde constam a sua missão e objectivos, a gestão dos recursos de informação / humanos afectos à BE e a sua presença no Conselho Pedagógico. As Normas de Funcionamento da BE esclarecem aspectos relativos à sua organização, gestão e linhas orientadoras. O Guião de Utilizador da BE está bem organizado e informa, de forma clara, os seus utilizadores no tocante ao seu funcionamento, organização, serviços prestados e regras de utilização.A professora bibliotecária integra o CP contribuindo para a afirmação e valorização da BE na comunidade educativaO Plano de Acção da BE reflecte os princípios orientadores do PE, integrando-se na política educativa da Escola/Agrupamento e integra o novo modelo de auto-avaliação das BEsO PAA da BE integra o PAA do Agrupamento, em articulação com o PE.A professora bibliotecária reuniu com os Departamentos Curriculares e as demais estruturas de coordenação e supervisão pedagógica A professora bibliotecária contactou regularmente com os docentes das várias Áreas Disciplinares e das Áreas Curriculares não disciplinares com o objectivo de planificar actividades conjuntas e de os motivar para a utilização dos materiais pedagógicos da BEA BE trabalhou em articulação com os Jardins-de-infância e Escolas pólo do AgrupamentoA BE constituiu um recurso importante para a concretização dos PCTs ao desenvolver/articular actividades que contribuíram para a aprendizagem e sucesso educativo dos alunos.A BE planificou e dinamizou actividades de promoção e de desenvolvimento da leitura e literacias em articulação com os Departamentos e o Conselho de Docentes.A BE é encarada como um centro de apoio e de recursos educativos no processo de ensino / aprendizagem e no desenvolvimento das actividades.<br />D. Gestão da BED.1. Articulação da BE com a Escola/Agrupamento. Acesso e serviços prestados pela BEIndicadoresFactores Críticos de SucessoInstrumentos de Recolha de Evidências sugeridosEvidências extraídas dos Instrumentos, a integrar no Relatório de Auto-avaliaçãoD.1.2. Valorização da BE pelos órgãos de gestão e de decisão pedagógicaA Direcção Executiva apoia a BE e envolve-se na procura de soluções promotoras do seu funcionamento.A Direcção Executiva põe em prática uma política de afectação de recursos humanos adequada às necessidades de funcionamento da BE.Os Órgãos de Administração e Gestão e os Departamentos estabelecem estratégias visando a articulação entre a BE e as demais estruturas de coordenação educativa e de supervisão pedagógica.A BE está contemplada nos projectos e actividades educativas e curriculares da Escola/ Agrupamento.A BE dispõe de uma verba anual para o seu funcionamento, para a renovação de equipamentos e para a actualização da colecção.A Escola/Agrupamento encara a BE como recurso fulcral no desenvolvimento do gosto pela leitura, na aquisição das literacias fundamentais, na progressão nas aprendizagens e no sucesso escolar.Os docentes valorizam o papel da BE e integram-na nas suas práticas de ensino-aprendizagem.Horário e multidisciplinaridade da EquipaDocumentos de Gestão da Escola/Agrupamento.Documentos de Gestão da BE.Questionário ao Director (CK1)Registos de reuniões com a Direcção ExecutivaExcertos das actas de reuniões de Conselho de Docentes, determinações/recomendações do Conselho PedagógicoRegistos de Projectos/Actividades de Articulação envolvendo a BE.Planos de Articulação da BE com os Projectos Curriculares de TurmaEstatísticas de utilização da BEA Professora Bibliotecária da BE reuniu regularmente com a Direcção Executiva para encontrar soluções promotoras do funcionamento da BE, partilhando dificuldades e sucessos.A Direcção Executiva valorizou a BE disponibilizando recursos humanos de acordo com as necessidades de funcionamento da mesma: duas funcionárias a tempo inteiro e uma equipa multidisciplinar.A professora bibliotecária reuniu mensalmente com o Grupo de Trabalho Interconcelhio e com o SABE para delinearem estratégias de colaboração, de construção e de partilha de recursos.A BE, através da sua representação no CP, envolveu-se nos projectos e actividades do Agrupamento e trabalhou em articulação com alguns Departamentos Curriculares na planificação das suas actividades. A BE divulgou recursos e sugeriu projectos e actividadesA BE recorreu a diferentes meios e ambientes incluindo o Jornal Escolar do Agrupamento e o blogue para a promoção dos recursos e actividades da BE.A BE obteve verbas do PNL para a continuação do desenvolvimento do PNL. A BE beneficiou de uma verba anual para o seu funcionamento, para a renovação de equipamentos e para a actualização da colecção.<br />D. Gestão da BED.1. Articulação da BE com a Escola/Agrupamento. Acesso e serviços prestados pela BEIndicadoresFactores Críticos de SucessoInstrumentos de Recolha de Evidências sugeridosEvidências extraídas dos Instrumentos, a integrar no Relatório de Auto-avaliaçãoD.1.3. Resposta da BE às necessidades da escola e dos utilizadores.A BE funciona num horário contínuo e alargado que possibilita o acesso dos utilizadores no horário lectivo e acompanha as necessidades de ocupação em horário extra lectivo.Os recursos e serviços da BE respondem às metas e estratégias definidas no Projecto Educativo e Curricular da Escola/ Agrupamento.A BE cria condições e é usada como recurso e como local de lazer e de trabalho pelos utilizadores.A BE apoia os utilizadores no acesso aos equipamentos.A BE planifica com docentes, departamentos curriculares e demais estruturas de coordenação educativa e de supervisão pedagógica.A BE apoia localmente a leitura, a investigação e a pesquisa e ao uso da informação.A BE alarga os seus objectivos e actividades aos Jardins de Infância e às Escolas do 1º ciclo do Agrupamento.A BE assume-se como pólo de fomento e de difusão cultural na escola/ agrupamento.Horário da BE.Horário dos elementos da Equipa na BEDocumento com as funções dos elementos da equipaEstatísticas de utilização da BE.Plano Anual de Actividades da BERegistos de Actividades promovidas pela BE.Caixa de Sugestões/ReclamaçõesLevantamento de sugestões para a aquisição de obras (pelos alunos, docentes, departamentos)Questionário aos professores (QD3)Questionário aos alunos (QA4)Documentos produzidosBlogue da BEA BE funcionou em horário contínuo e alargado, de modo a satisfazer as necessidades dos utilizadores de 2ª a 6ª e 2x por semana num horário nocturno.A BE criou condições de acolhimento e um ambiente propicio ao estudo, pesquisa e ao lazerA BE apresentou níveis de ocupação de …. % num universo de XA BE disponibilizou em cada um dos seus computadores de trabalho uma pasta a que chamou”O Dossier do Aluno” com diferentes instrumentos de apoio ao nível das literacias da informaçãoA BE disponibilizou em suporte informático, na pasta dos Professores em Server, uma Pasta da BE Lídia Jorge, a qual integrou o “Dossier do Aluno” e o “Dossier do Professor” disponibilizando diferentes instrumentos de apoio ao nível da leitura e das literacias da informação.A BE organizou um Dossier de Apoio à Articulação Curricular, o qual depois de amplamente divulgado na sala dos professores ficou disponível na sala dos DT. A BE elaborou e disponibilizou materiais de apoio à pesquisa e ao estudo, dinamizando sessões de formação de utilizadores e no âmbito das literacias da informação. Deste modo, foram realizadas x acções abrangendo …% dos alunos do Agrupamento.A BE dinamizou actividades em articulação com os docentes no âmbito da leitura (implementação do PNL), da escrita criativa e da pesquisa da informação, tanto com os alunos da escola sede como com os dos J.I/ 1º ciclos das escolas pólo.Os dados são os seguintes: …% dos professores considerou…% dos alunos considerou que a BE é fundamental na promoção da leitura e da escrita; no apoio à pesquisa e uso da informação…A BE adquiriu obras tomando em consideração o levantamento das sugestões dos seus utilizadores.A BE criou dinâmicas de promoção cultural, promovendo a escola e a BE como pólo cultural.A Equipa da BE divulgou regulamente as suas actividades no Blogue da BE.<br />D. Gestão da BED.1. Articulação da BE com a Escola/Agrupamento. Acesso e serviços prestados pela BEIndicadoresFactores Críticos de SucessoInstrumentos de Recolha de Evidências sugeridosEvidências extraídas dos Instrumentos, a integrar no Relatório de Auto-avaliaçãoD.1.4. Avaliação da BE.A BE implementa um sistema de avaliação contínuo.São criados instrumentos de recolha de informação, que são implementados de forma sistemática. A informação recolhida é analisada, originando acções ao nível da gestão e do funcionamento da BE.Os resultados da avaliação são divulgados junto do Conselho Executivo, junto dos órgãos de decisão pedagógica e da restante comunidade, com o objectivo de promover e valorizar as mais-valias da BE e de alertar para os pontos fracos do seu funcionamento.Os resultados de cada avaliação originam, quando necessário, a redefinição de estratégias e novas planificações.-São realizadas actividades de benchmarking.Recolha de informação com recurso ao sistema automatizado de gestão bibliográficaRegistos de observação, questionários, entrevistas ou outros realizados no âmbito da avaliação interna da BEExcertos de documentação e relatórios relativos ao funcionamento da BEA Equipa da BE implementou um sistema de auto-avaliação contínuo, tendo criado e utilizado, de forma sistemática, instrumentos de recolha de informação e de utilização.A Equipa da BE fez a análise dos dados recolhidos de forma qualitativa/ quantitativa e apresentou sua estatística.A Equipa da BE divulgou os resultados da Autoavaliação no CP, no CG, no site do Agrupamento e no Blogue da BE.O Relatório Final das Actividades da BE reflecte os resultados da avaliação, revelando os seus pontos fracos e fortes e a planificação de acções futuras. O Plano de Acção da BE reflecte a redefinição de prioridades e de objectivos, em função dos resultados obtidos na sua Avaliação.A elaboração do novo Plano de Actividades da BE contempla acções para melhoria.O Relatório de Avaliação Interna da Escola/Agrupamento integra os resultados da Autoavaliação da BE.<br />BibliografiaIntrodução e Guia da Sessão: Modelo de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolares: Metodologias e Operacionalização – Parte II (disponibilizado na Plataforma RBE)<br />

×