SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 9
Agrupamento Vertical de Escolas do ParchalAno Lectivo 2009/2010Domínio: D – Gestão da BESubdomínio: D.1Formanda: Emília Firmino24536403082925O Modelo de Auto – Avaliação das Bibliotecas Escolares: Metodologias de Operacionalização (Parte II) D. Gestão da BED.1. Articulação da BE com a Escola/Agrupamento. Acesso e serviços prestados pela BEIndicadoresFactores críticos de SucessoInstrumentos de recolha de Evidências Frases - TipoD.1.1. Integração da BE na Escola/ AgrupamentoA escola/agrupamento inclui a BE na formulação e desenvolvimento da sua visão/ missão, princípios e objectivos estratégicos e operacionais. O/a professor/a coordenador/a participa no Conselho Pedagógico e nos restantes órgãos de planificação/decisão pedagógica. São desencadeadas acções com vista à partilha, discussão e aprovação da missão e objectivos da BE em Conselho de Docentes/Departamentos/Conselho Pedagógico e Assembleia de Escola. O Regulamento Interno da Escola contempla os seguintes aspectos:* Missão e objectivos da BE;* Organização funcional do espaço;* Organização e gestão dos recursos de informação;* Gestão dos recursos humanos afectos à BE;* Serviços prestados à comunidade escolar no âmbito do Projecto Educativo;* Regimento do funcionamento da BE O Plano de desenvolvimento da BE acompanha, em termos de acção estratégica o Projecto Educativo da escola/agrupamento.O plano anual de actividades da biblioteca escolar relaciona-se em termos de objectivos operacionais com o plano anual de actividades da escola, colocando a BE ao seu serviço. A BE partilha objectivos estratégicos e operacionais e recursos, nomeadamente recursos documentais, com as restantes bibliotecas/ escolas do Agrupamento. A BE adequa os seus objectivos, recursos e actividades ao currículo nacional, ao projecto curricular de escola e aos projectos curriculares das turmas. A BE é encarada como recurso fundamental no desenvolvimento do gosto pela leitura, na aquisição das literacias fundamentais, na progressão nas aprendizagens e no sucesso escolar. Projecto Educativo do Agrupamento; Regulamento Interno do Agrupamento; Plano Anual de Actividades do Agrupamento  Projecto Curricular de Escola Projectos Curriculares de TurmaDocumentos que regem o funcionamento da BE:Normas da BE;Plano Anual de Actividades da BE;Plano de Acção da BE; Registos de reuniões (conselho de docentes, equipa da BE, conselho pedagógico, reuniões da equipa da BE, reuniões do conselho geral transitório, reuniões do grupo concelhio de trabalho; Registos dos contactos informais com os professores Estatísticas de utilização da BE; Questionários aos professores; Questionários aos alunos; Recolha de sugestões; No Projecto Educativo do Agrupamento é reconhecida a importância da BE; O Regimento Interno contempla a organização, o funcionamento e a dinâmica da BE; O PAA da BE integra-se no PAA do Agrupamento, em articulação com o PEA; O PCE e os PCT referem a BE como um recurso ao seu desenvolvimento e às suas actividades; O Plano de acção da BE acompanha o PEA; Os PCT referem a BE como um recurso na concretização do mesmo bem como nas actividades que desenvolve; A BE conhece os projectos a desenvolver pelos docentes; O coordenador representa as BE’s do Agrupamento no CP, contribuindo para a afirmação e valorização do papel da BE, no seio da comunidade educativa; O coordenador da BE é membro da equipa TIC; A Professora Bibliotecária da escola realiza reuniões com a equipa; As actas e memorandos comprovam o trabalho desenvolvido pela BE em articulação com os outros docentes; Os resultados da estatística de utilização comprovam a utilização da BE por um maior ou menor número de alunos e professores; Dados percentuais resultantes dos questionários atestam ou não a intervenção adequada da BE; A BE trabalha em articulação com todas as escolas do agrupamento;D.1.2. Valorização da BE pelos órgãos de gestão e de decisão pedagógica A Direcção apoia a BE e envolve-se na procura de soluções promotoras do seu funcionamento. O Conselho Executivo põe em prática uma política de afectação de recursos humanos adequada às necessidades de funcionamento da BE. Os órgãos de gestão estabelecem estratégias visando a articulação entre a BE, os vários departamentos e os órgãos de planificação. A BE está contemplada nos projectos e actividades educativas e curriculares da escola/ agrupamento.A BE dispõe de uma verba anual para o seu funcionamento, para a renovação de equipamentos e para a actualização da colecção. Registos de projectos de articulação. Documentos de gestão da escola. Relatórios de avaliação da BE RI do Agrupamento Documentos de gestão da BE  Equipa da BE e colaboradores Registo de actividades de articulação Relatório Anual de actividades Actas das reuniões Orçamento do Agrupamento Registo de aquisições no âmbito da colecção O coordenador da BE reúne com a Directora para a procura de soluções promotoras do seu funcionamento A Direcção tem apoiado a equipa da BE, no desenvolvimento das actividades propostas As BE’s do 1º Ciclo não têm uma auxiliar de acção educativa/animadora a tempo inteiro A BE envolve-se em projectos e actividades educativas e curriculares do AgrupamentoA BE sugere projectos e actividadesA BE divulga recursos Existe uma boa articulação entre a BE e outras estruturas da escola Existem registos que comprovam a aplicação de verbas na aquisição e manutenção de fundos documentais e equipamentos da BE; A Câmara obedecendo ao protocolo estabelecido com o PNL disponibiliza anualmente uma verba para desenvolvimento do mesmo; A BE obteve verbas do PNL para o desenvolvimento do PNL.D.1.3. Resposta da BE às necessidades da escola e dos utilizadores.A BE funciona num horário contínuo e alargado que possibilita o acesso dos utilizadores no horário lectivo e acompanha as necessidades de ocupação em horário extra lectivo. Os recursos e serviços da BE respondem às metas e estratégias definidas no Projecto Educativo e curricular da escola/ agrupamento. A BE cria condições e é usada como recurso e como local de lazer e de trabalho pelos utilizadores. A BE apoia os utilizadores no acesso aos equipamentos. A BE apoia localmente a leitura, a investigação e a pesquisa/ uso da informação. A BE alarga os seus objectivos e actividades às restantes escolas do agrupamento, nomeadamente às escolas do 1º Ciclo. A BE assume-se como pólo de fomento e de difusão cultural na escola / agrupamento. Horário da BE Estatísticas de ocupação da BE Registos de actividades BE Questionário aos professores  Questionários aos alunos Registos de reuniões/ contactos Blogue da BEA BE está aberta das 9h 30 m às 17h; Por falta de recursos humanos nas BE’s do 1º Ciclo, sempre que a coordenadora não está presente a BE não funciona;A BE é usada como recurso, como local de lazer e de trabalho pelos utilizadores; A análise da estatística de ocupação da BE revela que os alunos utilizam o espaço com frequência; A BE fez algumas intervenções no espaço com o objectivo de o tornar mais funcional e agradável; A BE apoia os utilizadores no acesso e na procura e produção da informação, incentivando uma cultura de acesso e uso da BE e dos recursos; A BE dinamizou actividades em articulação com os docentes no âmbito da leitura – PNL, formação de utilizadores e no âmbito da pesquisa de informação; A BE trabalha de forma articulada sendo um pólo dinamizador de actividades do Agrupamento; A BE dinamiza actividades em articulação com os docentes no âmbito da leitura – PNL e no âmbito da pesquisa de informação A BE divulga actividades e materiais produzidos no blogue da BED.1.4. Avaliação da BE. A BE implementa um sistema de avaliação contínuo. São criados instrumentos de recolha de informação, que são implementados de forma sistemática. A informação recolhida é analisada, originando acções ao nível da gestão e do funcionamento da BE. Os resultados da avaliação são divulgados junto do Conselho Executivo, junto dos órgãos de decisão pedagógica e da restante comunidade, com o objectivo de promover e valorizar as mais-valias da BE e de alertar para os pontos fracos do seu funcionamento. Os resultados de cada avaliação originam, quando necessário, a redefinição de estratégias e novas planificações. São realizadas actividades de benchmarking Recolha de informação com recurso ao sistema automatizado de gestão bibliográfica Registos de observação, questionários, entrevistas ou outros realizados no âmbito da avaliação interna da BE Excertos de documentação e Relatórios relativos ao funcionamento da BE Relatório de actividades da BE Estatística de ocupação da BE Estatística de requisições Questionários aos alunos Questionários aos professores Registo de actas A BE possui e utiliza instrumentos de recolha de informação qualitativa e quantitativa A coordenadora da BE faz a recolha de dados da sua utilização e das requisições nas BE’s do Agrupamento A coordenadora faz a recolha dos dados dos inquéritos para avaliar o grau de satisfação dos utilizadores A coordenadora apresenta a estatística dos dados recolhidos A coordenadora apresentou o relatório anual de actividades desenvolvidas pela BE Depois de observados os resultados foram identificados os pontos fortes e os pontos fracos Os relatórios de avaliação são apresentados ao Órgão de Gestão A BE propõe acções de melhoria em função da análise efectuada.
Metodologias De OperacionalizaçãO (Parte Ii)
Metodologias De OperacionalizaçãO (Parte Ii)
Metodologias De OperacionalizaçãO (Parte Ii)
Metodologias De OperacionalizaçãO (Parte Ii)
Metodologias De OperacionalizaçãO (Parte Ii)
Metodologias De OperacionalizaçãO (Parte Ii)
Metodologias De OperacionalizaçãO (Parte Ii)
Metodologias De OperacionalizaçãO (Parte Ii)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Metodologias de operacionalizacao_do_maabe_-_dominio_b (tarefa 4)
Metodologias de operacionalizacao_do_maabe_-_dominio_b (tarefa 4)Metodologias de operacionalizacao_do_maabe_-_dominio_b (tarefa 4)
Metodologias de operacionalizacao_do_maabe_-_dominio_b (tarefa 4)ddfdelfim
 
Modelo Avaliacao BE RPBA2009
Modelo Avaliacao BE RPBA2009Modelo Avaliacao BE RPBA2009
Modelo Avaliacao BE RPBA2009RBE Algarve
 
Plano De Auto AvaliaçãO Das Be Metodogias De OperacionalizaçãO Parte I
Plano De Auto  AvaliaçãO Das Be Metodogias De OperacionalizaçãO Parte IPlano De Auto  AvaliaçãO Das Be Metodogias De OperacionalizaçãO Parte I
Plano De Auto AvaliaçãO Das Be Metodogias De OperacionalizaçãO Parte Ianamariabpalma
 
MAFSessao6 Tabela D.1
MAFSessao6 Tabela D.1 MAFSessao6 Tabela D.1
MAFSessao6 Tabela D.1 ameliafig
 
Maabe (Ana Paula Couto)
Maabe (Ana Paula Couto)Maabe (Ana Paula Couto)
Maabe (Ana Paula Couto)acouto
 
Planificar avaliação BE
Planificar avaliação BEPlanificar avaliação BE
Planificar avaliação BEBibliotecajac
 
Planificar avaliação BE
Planificar avaliação BEPlanificar avaliação BE
Planificar avaliação BEBibliotecajac
 
ApresentaçãO Maabe
ApresentaçãO MaabeApresentaçãO Maabe
ApresentaçãO Maabebeloule
 
Plano melhoria be da ESAS- 2013
Plano melhoria be da ESAS- 2013Plano melhoria be da ESAS- 2013
Plano melhoria be da ESAS- 2013bepedronunes
 
2009 2010 apresentacao-de_relatorio_de_auto_be_agrup.[1]
2009 2010 apresentacao-de_relatorio_de_auto_be_agrup.[1]2009 2010 apresentacao-de_relatorio_de_auto_be_agrup.[1]
2009 2010 apresentacao-de_relatorio_de_auto_be_agrup.[1]Zélia Maria
 
A Auto AvaliaçãO Da Be E A AvaliaçãO Externa
A Auto AvaliaçãO Da Be E A AvaliaçãO ExternaA Auto AvaliaçãO Da Be E A AvaliaçãO Externa
A Auto AvaliaçãO Da Be E A AvaliaçãO Externaanamariabpalma
 
Modelo Auto Avaliacao Be Bemag[1]
Modelo Auto Avaliacao Be   Bemag[1]Modelo Auto Avaliacao Be   Bemag[1]
Modelo Auto Avaliacao Be Bemag[1]mjoaocaldeira
 

Mais procurados (16)

Metodologias de operacionalizacao_do_maabe_-_dominio_b (tarefa 4)
Metodologias de operacionalizacao_do_maabe_-_dominio_b (tarefa 4)Metodologias de operacionalizacao_do_maabe_-_dominio_b (tarefa 4)
Metodologias de operacionalizacao_do_maabe_-_dominio_b (tarefa 4)
 
Modelo Avaliacao BE RPBA2009
Modelo Avaliacao BE RPBA2009Modelo Avaliacao BE RPBA2009
Modelo Avaliacao BE RPBA2009
 
Plano De Auto AvaliaçãO Das Be Metodogias De OperacionalizaçãO Parte I
Plano De Auto  AvaliaçãO Das Be Metodogias De OperacionalizaçãO Parte IPlano De Auto  AvaliaçãO Das Be Metodogias De OperacionalizaçãO Parte I
Plano De Auto AvaliaçãO Das Be Metodogias De OperacionalizaçãO Parte I
 
DomíNio B
DomíNio BDomíNio B
DomíNio B
 
MAFSessao6 Tabela D.1
MAFSessao6 Tabela D.1 MAFSessao6 Tabela D.1
MAFSessao6 Tabela D.1
 
Maabe (Ana Paula Couto)
Maabe (Ana Paula Couto)Maabe (Ana Paula Couto)
Maabe (Ana Paula Couto)
 
Workshop parte III
Workshop parte IIIWorkshop parte III
Workshop parte III
 
Maabe.Doc
Maabe.DocMaabe.Doc
Maabe.Doc
 
Planificar avaliação BE
Planificar avaliação BEPlanificar avaliação BE
Planificar avaliação BE
 
Planificar avaliação BE
Planificar avaliação BEPlanificar avaliação BE
Planificar avaliação BE
 
ApresentaçãO Maabe
ApresentaçãO MaabeApresentaçãO Maabe
ApresentaçãO Maabe
 
Plano melhoria be da ESAS- 2013
Plano melhoria be da ESAS- 2013Plano melhoria be da ESAS- 2013
Plano melhoria be da ESAS- 2013
 
2009 2010 apresentacao-de_relatorio_de_auto_be_agrup.[1]
2009 2010 apresentacao-de_relatorio_de_auto_be_agrup.[1]2009 2010 apresentacao-de_relatorio_de_auto_be_agrup.[1]
2009 2010 apresentacao-de_relatorio_de_auto_be_agrup.[1]
 
A Auto AvaliaçãO Da Be E A AvaliaçãO Externa
A Auto AvaliaçãO Da Be E A AvaliaçãO ExternaA Auto AvaliaçãO Da Be E A AvaliaçãO Externa
A Auto AvaliaçãO Da Be E A AvaliaçãO Externa
 
Modelo Auto Avaliacao Be Bemag[1]
Modelo Auto Avaliacao Be   Bemag[1]Modelo Auto Avaliacao Be   Bemag[1]
Modelo Auto Avaliacao Be Bemag[1]
 
avaliacao_esffl_BE_2009-2010
avaliacao_esffl_BE_2009-2010avaliacao_esffl_BE_2009-2010
avaliacao_esffl_BE_2009-2010
 

Destaque (6)

Trabajo n°2 ranking de popularidad facebook[1]
Trabajo n°2   ranking de popularidad facebook[1]Trabajo n°2   ranking de popularidad facebook[1]
Trabajo n°2 ranking de popularidad facebook[1]
 
ZENITH ITAIM NOBRE - APARTAMENTO 343M² - 4 SUITES - LANÇAMENTO ALTO PADRÃO
ZENITH ITAIM NOBRE - APARTAMENTO 343M² - 4 SUITES - LANÇAMENTO ALTO PADRÃOZENITH ITAIM NOBRE - APARTAMENTO 343M² - 4 SUITES - LANÇAMENTO ALTO PADRÃO
ZENITH ITAIM NOBRE - APARTAMENTO 343M² - 4 SUITES - LANÇAMENTO ALTO PADRÃO
 
Cuadernillo de repaso para el verano, sexto.
Cuadernillo de repaso para el verano, sexto.Cuadernillo de repaso para el verano, sexto.
Cuadernillo de repaso para el verano, sexto.
 
Be happy
Be happyBe happy
Be happy
 
Draft agenda 25 26 nov fr
Draft agenda 25 26 nov frDraft agenda 25 26 nov fr
Draft agenda 25 26 nov fr
 
Encontro Regional Oeste - Programa Formação Pela Escola - 01
Encontro Regional Oeste - Programa Formação Pela Escola - 01Encontro Regional Oeste - Programa Formação Pela Escola - 01
Encontro Regional Oeste - Programa Formação Pela Escola - 01
 

Semelhante a Metodologias De OperacionalizaçãO (Parte Ii)

Dominio D1 (Guardado Automaticamente)
Dominio D1 (Guardado Automaticamente)Dominio D1 (Guardado Automaticamente)
Dominio D1 (Guardado Automaticamente)martamedeiros
 
Modelo de Auto-avaliação da Biblioteca Escolar
Modelo de Auto-avaliação da Biblioteca Escolar  Modelo de Auto-avaliação da Biblioteca Escolar
Modelo de Auto-avaliação da Biblioteca Escolar Cláudio
 
Auto AvaliaçãO Avrt2 Be
Auto AvaliaçãO Avrt2 BeAuto AvaliaçãO Avrt2 Be
Auto AvaliaçãO Avrt2 Bebiblioavrt2
 
Bibliotecas e literacias
Bibliotecas e literaciasBibliotecas e literacias
Bibliotecas e literaciasrukka
 
Modelo Auto AvaliaçãO Da Biblioteca Escolar
Modelo Auto AvaliaçãO Da Biblioteca EscolarModelo Auto AvaliaçãO Da Biblioteca Escolar
Modelo Auto AvaliaçãO Da Biblioteca Escolarmizedomingues
 
Modelo de Auto-Avaliação da BE: Metodologias de operacionalização (parte II)
Modelo de Auto-Avaliação da BE: Metodologias de operacionalização (parte II)Modelo de Auto-Avaliação da BE: Metodologias de operacionalização (parte II)
Modelo de Auto-Avaliação da BE: Metodologias de operacionalização (parte II)mariaemilianovais
 
ApresentaçãO Maabe
ApresentaçãO MaabeApresentaçãO Maabe
ApresentaçãO Maabebeloule
 
Metodologias Operacionalização Dominio B - Leitura e Literacia - Subdominio B...
Metodologias Operacionalização Dominio B - Leitura e Literacia - Subdominio B...Metodologias Operacionalização Dominio B - Leitura e Literacia - Subdominio B...
Metodologias Operacionalização Dominio B - Leitura e Literacia - Subdominio B...Luisa Lamas
 
ApresentaçãO Cp E Projectos
ApresentaçãO Cp E ProjectosApresentaçãO Cp E Projectos
ApresentaçãO Cp E Projectoseva.fabia
 
Powerpoint Modelo De Auto AvaliaçãO Da Be 1
Powerpoint Modelo De Auto AvaliaçãO Da Be   1Powerpoint Modelo De Auto AvaliaçãO Da Be   1
Powerpoint Modelo De Auto AvaliaçãO Da Be 1anamariabpalma
 
Relatório de avaliação da biblioteca escolar esas 2012-13
Relatório de avaliação da biblioteca escolar esas 2012-13Relatório de avaliação da biblioteca escolar esas 2012-13
Relatório de avaliação da biblioteca escolar esas 2012-13bepedronunes
 
ApresentaçãO Maabe Ao Cp
ApresentaçãO Maabe Ao CpApresentaçãO Maabe Ao Cp
ApresentaçãO Maabe Ao CpIsabel Martins
 
Tabela trabalho 1-forum_2
Tabela trabalho 1-forum_2Tabela trabalho 1-forum_2
Tabela trabalho 1-forum_2bibliotecap
 
Powerpoint Modelo De Auto Avaliação Da B E
Powerpoint  Modelo De  Auto  Avaliação Da  B EPowerpoint  Modelo De  Auto  Avaliação Da  B E
Powerpoint Modelo De Auto Avaliação Da B Eanamariabpalma
 

Semelhante a Metodologias De OperacionalizaçãO (Parte Ii) (20)

Dominio D1 (Guardado Automaticamente)
Dominio D1 (Guardado Automaticamente)Dominio D1 (Guardado Automaticamente)
Dominio D1 (Guardado Automaticamente)
 
Tabela D.1
Tabela D.1Tabela D.1
Tabela D.1
 
Modelo de Auto-avaliação da Biblioteca Escolar
Modelo de Auto-avaliação da Biblioteca Escolar  Modelo de Auto-avaliação da Biblioteca Escolar
Modelo de Auto-avaliação da Biblioteca Escolar
 
Tabela d1
Tabela d1Tabela d1
Tabela d1
 
Tabela D1[1]
Tabela D1[1]Tabela D1[1]
Tabela D1[1]
 
Auto AvaliaçãO Avrt2 Be
Auto AvaliaçãO Avrt2 BeAuto AvaliaçãO Avrt2 Be
Auto AvaliaçãO Avrt2 Be
 
Bibliotecas e literacias
Bibliotecas e literaciasBibliotecas e literacias
Bibliotecas e literacias
 
Modelo Auto AvaliaçãO Da Biblioteca Escolar
Modelo Auto AvaliaçãO Da Biblioteca EscolarModelo Auto AvaliaçãO Da Biblioteca Escolar
Modelo Auto AvaliaçãO Da Biblioteca Escolar
 
Modelo de Auto-Avaliação da BE: Metodologias de operacionalização (parte II)
Modelo de Auto-Avaliação da BE: Metodologias de operacionalização (parte II)Modelo de Auto-Avaliação da BE: Metodologias de operacionalização (parte II)
Modelo de Auto-Avaliação da BE: Metodologias de operacionalização (parte II)
 
ApresentaçãO Maabe
ApresentaçãO MaabeApresentaçãO Maabe
ApresentaçãO Maabe
 
Metodologias Operacionalização Dominio B - Leitura e Literacia - Subdominio B...
Metodologias Operacionalização Dominio B - Leitura e Literacia - Subdominio B...Metodologias Operacionalização Dominio B - Leitura e Literacia - Subdominio B...
Metodologias Operacionalização Dominio B - Leitura e Literacia - Subdominio B...
 
ApresentaçãO Cp E Projectos
ApresentaçãO Cp E ProjectosApresentaçãO Cp E Projectos
ApresentaçãO Cp E Projectos
 
Tarefa 3
Tarefa 3Tarefa 3
Tarefa 3
 
Powerpoint Modelo De Auto AvaliaçãO Da Be 1
Powerpoint Modelo De Auto AvaliaçãO Da Be   1Powerpoint Modelo De Auto AvaliaçãO Da Be   1
Powerpoint Modelo De Auto AvaliaçãO Da Be 1
 
Relatório de avaliação da biblioteca escolar esas 2012-13
Relatório de avaliação da biblioteca escolar esas 2012-13Relatório de avaliação da biblioteca escolar esas 2012-13
Relatório de avaliação da biblioteca escolar esas 2012-13
 
Ppt Mav SessãO3
Ppt Mav SessãO3Ppt Mav SessãO3
Ppt Mav SessãO3
 
Avaliação das Escolas pela IGE
Avaliação das Escolas pela IGEAvaliação das Escolas pela IGE
Avaliação das Escolas pela IGE
 
ApresentaçãO Maabe Ao Cp
ApresentaçãO Maabe Ao CpApresentaçãO Maabe Ao Cp
ApresentaçãO Maabe Ao Cp
 
Tabela trabalho 1-forum_2
Tabela trabalho 1-forum_2Tabela trabalho 1-forum_2
Tabela trabalho 1-forum_2
 
Powerpoint Modelo De Auto Avaliação Da B E
Powerpoint  Modelo De  Auto  Avaliação Da  B EPowerpoint  Modelo De  Auto  Avaliação Da  B E
Powerpoint Modelo De Auto Avaliação Da B E
 

Mais de 1000a

Desculpe-me
Desculpe-meDesculpe-me
Desculpe-me1000a
 
Guiao de pesquisa big6 auxiliar
Guiao de pesquisa big6 auxiliarGuiao de pesquisa big6 auxiliar
Guiao de pesquisa big6 auxiliar1000a
 
Guião big6 desdobrável RA
Guião big6 desdobrável RAGuião big6 desdobrável RA
Guião big6 desdobrável RA1000a
 
Guião do utilizador da escola básica rio arade (3)
Guião do utilizador da escola básica rio arade (3)Guião do utilizador da escola básica rio arade (3)
Guião do utilizador da escola básica rio arade (3)1000a
 
Como analisar uma imagem
Como analisar uma imagemComo analisar uma imagem
Como analisar uma imagem1000a
 
Como orientar uma pesquisa guião do professor
Como orientar uma pesquisa   guião do professorComo orientar uma pesquisa   guião do professor
Como orientar uma pesquisa guião do professor1000a
 
Apoio pesquisa de informação na biblioteca
Apoio pesquisa de informação na bibliotecaApoio pesquisa de informação na biblioteca
Apoio pesquisa de informação na biblioteca1000a
 
Como pesquisar num cd rom
Como pesquisar num cd romComo pesquisar num cd rom
Como pesquisar num cd rom1000a
 
Guiodepesquisadeinformaonabiblioteca 110113113600-phpapp02
Guiodepesquisadeinformaonabiblioteca 110113113600-phpapp02Guiodepesquisadeinformaonabiblioteca 110113113600-phpapp02
Guiodepesquisadeinformaonabiblioteca 110113113600-phpapp021000a
 
Apresentação do sarau 5º e 6º ano
Apresentação do sarau 5º e 6º anoApresentação do sarau 5º e 6º ano
Apresentação do sarau 5º e 6º ano1000a
 
Convite a alunos docentes e assistentes hist.
Convite a alunos docentes e assistentes hist.Convite a alunos docentes e assistentes hist.
Convite a alunos docentes e assistentes hist.1000a
 
Folheto2013 conc.literário (2)
Folheto2013 conc.literário (2)Folheto2013 conc.literário (2)
Folheto2013 conc.literário (2)1000a
 
Cartazconcursolit2013 (1)
Cartazconcursolit2013 (1)Cartazconcursolit2013 (1)
Cartazconcursolit2013 (1)1000a
 
Sarau biblioteca (1)
Sarau biblioteca (1)Sarau biblioteca (1)
Sarau biblioteca (1)1000a
 
Classificação
ClassificaçãoClassificação
Classificação1000a
 
Cartaz xadrez
Cartaz xadrezCartaz xadrez
Cartaz xadrez1000a
 
Convite para o bibliopaper
Convite para o bibliopaperConvite para o bibliopaper
Convite para o bibliopaper1000a
 
Convite para o bibliopaper
Convite para o bibliopaperConvite para o bibliopaper
Convite para o bibliopaper1000a
 
Cartaz mibe 2012 (2)
Cartaz mibe 2012 (2)Cartaz mibe 2012 (2)
Cartaz mibe 2012 (2)1000a
 
A biblioteca escolar e os seus recursos 2012 13
A biblioteca escolar e os seus recursos 2012 13A biblioteca escolar e os seus recursos 2012 13
A biblioteca escolar e os seus recursos 2012 131000a
 

Mais de 1000a (20)

Desculpe-me
Desculpe-meDesculpe-me
Desculpe-me
 
Guiao de pesquisa big6 auxiliar
Guiao de pesquisa big6 auxiliarGuiao de pesquisa big6 auxiliar
Guiao de pesquisa big6 auxiliar
 
Guião big6 desdobrável RA
Guião big6 desdobrável RAGuião big6 desdobrável RA
Guião big6 desdobrável RA
 
Guião do utilizador da escola básica rio arade (3)
Guião do utilizador da escola básica rio arade (3)Guião do utilizador da escola básica rio arade (3)
Guião do utilizador da escola básica rio arade (3)
 
Como analisar uma imagem
Como analisar uma imagemComo analisar uma imagem
Como analisar uma imagem
 
Como orientar uma pesquisa guião do professor
Como orientar uma pesquisa   guião do professorComo orientar uma pesquisa   guião do professor
Como orientar uma pesquisa guião do professor
 
Apoio pesquisa de informação na biblioteca
Apoio pesquisa de informação na bibliotecaApoio pesquisa de informação na biblioteca
Apoio pesquisa de informação na biblioteca
 
Como pesquisar num cd rom
Como pesquisar num cd romComo pesquisar num cd rom
Como pesquisar num cd rom
 
Guiodepesquisadeinformaonabiblioteca 110113113600-phpapp02
Guiodepesquisadeinformaonabiblioteca 110113113600-phpapp02Guiodepesquisadeinformaonabiblioteca 110113113600-phpapp02
Guiodepesquisadeinformaonabiblioteca 110113113600-phpapp02
 
Apresentação do sarau 5º e 6º ano
Apresentação do sarau 5º e 6º anoApresentação do sarau 5º e 6º ano
Apresentação do sarau 5º e 6º ano
 
Convite a alunos docentes e assistentes hist.
Convite a alunos docentes e assistentes hist.Convite a alunos docentes e assistentes hist.
Convite a alunos docentes e assistentes hist.
 
Folheto2013 conc.literário (2)
Folheto2013 conc.literário (2)Folheto2013 conc.literário (2)
Folheto2013 conc.literário (2)
 
Cartazconcursolit2013 (1)
Cartazconcursolit2013 (1)Cartazconcursolit2013 (1)
Cartazconcursolit2013 (1)
 
Sarau biblioteca (1)
Sarau biblioteca (1)Sarau biblioteca (1)
Sarau biblioteca (1)
 
Classificação
ClassificaçãoClassificação
Classificação
 
Cartaz xadrez
Cartaz xadrezCartaz xadrez
Cartaz xadrez
 
Convite para o bibliopaper
Convite para o bibliopaperConvite para o bibliopaper
Convite para o bibliopaper
 
Convite para o bibliopaper
Convite para o bibliopaperConvite para o bibliopaper
Convite para o bibliopaper
 
Cartaz mibe 2012 (2)
Cartaz mibe 2012 (2)Cartaz mibe 2012 (2)
Cartaz mibe 2012 (2)
 
A biblioteca escolar e os seus recursos 2012 13
A biblioteca escolar e os seus recursos 2012 13A biblioteca escolar e os seus recursos 2012 13
A biblioteca escolar e os seus recursos 2012 13
 

Último

Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfIedaGoethe
 
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Centro Jacques Delors
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptxSlides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfWilliam J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfAdrianaCunha84
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptxpamelacastro71
 
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresLilianPiola
 
CRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASB
CRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASBCRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASB
CRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASBAline Santana
 
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e TaniModelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e TaniCassio Meira Jr.
 
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicasCenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicasRosalina Simão Nunes
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxIsabellaGomes58
 
Regência Nominal e Verbal português .pdf
Regência Nominal e Verbal português .pdfRegência Nominal e Verbal português .pdf
Regência Nominal e Verbal português .pdfmirandadudu08
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOMarcosViniciusLemesL
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdfJorge Andrade
 

Último (20)

Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptx
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
 
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptxSlides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfWilliam J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
 
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
 
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
 
CRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASB
CRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASBCRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASB
CRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASB
 
Em tempo de Quaresma .
Em tempo de Quaresma                            .Em tempo de Quaresma                            .
Em tempo de Quaresma .
 
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e TaniModelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
 
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicasCenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
 
Regência Nominal e Verbal português .pdf
Regência Nominal e Verbal português .pdfRegência Nominal e Verbal português .pdf
Regência Nominal e Verbal português .pdf
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
 
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
 

Metodologias De OperacionalizaçãO (Parte Ii)

  • 1. Agrupamento Vertical de Escolas do ParchalAno Lectivo 2009/2010Domínio: D – Gestão da BESubdomínio: D.1Formanda: Emília Firmino24536403082925O Modelo de Auto – Avaliação das Bibliotecas Escolares: Metodologias de Operacionalização (Parte II) D. Gestão da BED.1. Articulação da BE com a Escola/Agrupamento. Acesso e serviços prestados pela BEIndicadoresFactores críticos de SucessoInstrumentos de recolha de Evidências Frases - TipoD.1.1. Integração da BE na Escola/ AgrupamentoA escola/agrupamento inclui a BE na formulação e desenvolvimento da sua visão/ missão, princípios e objectivos estratégicos e operacionais. O/a professor/a coordenador/a participa no Conselho Pedagógico e nos restantes órgãos de planificação/decisão pedagógica. São desencadeadas acções com vista à partilha, discussão e aprovação da missão e objectivos da BE em Conselho de Docentes/Departamentos/Conselho Pedagógico e Assembleia de Escola. O Regulamento Interno da Escola contempla os seguintes aspectos:* Missão e objectivos da BE;* Organização funcional do espaço;* Organização e gestão dos recursos de informação;* Gestão dos recursos humanos afectos à BE;* Serviços prestados à comunidade escolar no âmbito do Projecto Educativo;* Regimento do funcionamento da BE O Plano de desenvolvimento da BE acompanha, em termos de acção estratégica o Projecto Educativo da escola/agrupamento.O plano anual de actividades da biblioteca escolar relaciona-se em termos de objectivos operacionais com o plano anual de actividades da escola, colocando a BE ao seu serviço. A BE partilha objectivos estratégicos e operacionais e recursos, nomeadamente recursos documentais, com as restantes bibliotecas/ escolas do Agrupamento. A BE adequa os seus objectivos, recursos e actividades ao currículo nacional, ao projecto curricular de escola e aos projectos curriculares das turmas. A BE é encarada como recurso fundamental no desenvolvimento do gosto pela leitura, na aquisição das literacias fundamentais, na progressão nas aprendizagens e no sucesso escolar. Projecto Educativo do Agrupamento; Regulamento Interno do Agrupamento; Plano Anual de Actividades do Agrupamento Projecto Curricular de Escola Projectos Curriculares de TurmaDocumentos que regem o funcionamento da BE:Normas da BE;Plano Anual de Actividades da BE;Plano de Acção da BE; Registos de reuniões (conselho de docentes, equipa da BE, conselho pedagógico, reuniões da equipa da BE, reuniões do conselho geral transitório, reuniões do grupo concelhio de trabalho; Registos dos contactos informais com os professores Estatísticas de utilização da BE; Questionários aos professores; Questionários aos alunos; Recolha de sugestões; No Projecto Educativo do Agrupamento é reconhecida a importância da BE; O Regimento Interno contempla a organização, o funcionamento e a dinâmica da BE; O PAA da BE integra-se no PAA do Agrupamento, em articulação com o PEA; O PCE e os PCT referem a BE como um recurso ao seu desenvolvimento e às suas actividades; O Plano de acção da BE acompanha o PEA; Os PCT referem a BE como um recurso na concretização do mesmo bem como nas actividades que desenvolve; A BE conhece os projectos a desenvolver pelos docentes; O coordenador representa as BE’s do Agrupamento no CP, contribuindo para a afirmação e valorização do papel da BE, no seio da comunidade educativa; O coordenador da BE é membro da equipa TIC; A Professora Bibliotecária da escola realiza reuniões com a equipa; As actas e memorandos comprovam o trabalho desenvolvido pela BE em articulação com os outros docentes; Os resultados da estatística de utilização comprovam a utilização da BE por um maior ou menor número de alunos e professores; Dados percentuais resultantes dos questionários atestam ou não a intervenção adequada da BE; A BE trabalha em articulação com todas as escolas do agrupamento;D.1.2. Valorização da BE pelos órgãos de gestão e de decisão pedagógica A Direcção apoia a BE e envolve-se na procura de soluções promotoras do seu funcionamento. O Conselho Executivo põe em prática uma política de afectação de recursos humanos adequada às necessidades de funcionamento da BE. Os órgãos de gestão estabelecem estratégias visando a articulação entre a BE, os vários departamentos e os órgãos de planificação. A BE está contemplada nos projectos e actividades educativas e curriculares da escola/ agrupamento.A BE dispõe de uma verba anual para o seu funcionamento, para a renovação de equipamentos e para a actualização da colecção. Registos de projectos de articulação. Documentos de gestão da escola. Relatórios de avaliação da BE RI do Agrupamento Documentos de gestão da BE Equipa da BE e colaboradores Registo de actividades de articulação Relatório Anual de actividades Actas das reuniões Orçamento do Agrupamento Registo de aquisições no âmbito da colecção O coordenador da BE reúne com a Directora para a procura de soluções promotoras do seu funcionamento A Direcção tem apoiado a equipa da BE, no desenvolvimento das actividades propostas As BE’s do 1º Ciclo não têm uma auxiliar de acção educativa/animadora a tempo inteiro A BE envolve-se em projectos e actividades educativas e curriculares do AgrupamentoA BE sugere projectos e actividadesA BE divulga recursos Existe uma boa articulação entre a BE e outras estruturas da escola Existem registos que comprovam a aplicação de verbas na aquisição e manutenção de fundos documentais e equipamentos da BE; A Câmara obedecendo ao protocolo estabelecido com o PNL disponibiliza anualmente uma verba para desenvolvimento do mesmo; A BE obteve verbas do PNL para o desenvolvimento do PNL.D.1.3. Resposta da BE às necessidades da escola e dos utilizadores.A BE funciona num horário contínuo e alargado que possibilita o acesso dos utilizadores no horário lectivo e acompanha as necessidades de ocupação em horário extra lectivo. Os recursos e serviços da BE respondem às metas e estratégias definidas no Projecto Educativo e curricular da escola/ agrupamento. A BE cria condições e é usada como recurso e como local de lazer e de trabalho pelos utilizadores. A BE apoia os utilizadores no acesso aos equipamentos. A BE apoia localmente a leitura, a investigação e a pesquisa/ uso da informação. A BE alarga os seus objectivos e actividades às restantes escolas do agrupamento, nomeadamente às escolas do 1º Ciclo. A BE assume-se como pólo de fomento e de difusão cultural na escola / agrupamento. Horário da BE Estatísticas de ocupação da BE Registos de actividades BE Questionário aos professores Questionários aos alunos Registos de reuniões/ contactos Blogue da BEA BE está aberta das 9h 30 m às 17h; Por falta de recursos humanos nas BE’s do 1º Ciclo, sempre que a coordenadora não está presente a BE não funciona;A BE é usada como recurso, como local de lazer e de trabalho pelos utilizadores; A análise da estatística de ocupação da BE revela que os alunos utilizam o espaço com frequência; A BE fez algumas intervenções no espaço com o objectivo de o tornar mais funcional e agradável; A BE apoia os utilizadores no acesso e na procura e produção da informação, incentivando uma cultura de acesso e uso da BE e dos recursos; A BE dinamizou actividades em articulação com os docentes no âmbito da leitura – PNL, formação de utilizadores e no âmbito da pesquisa de informação; A BE trabalha de forma articulada sendo um pólo dinamizador de actividades do Agrupamento; A BE dinamiza actividades em articulação com os docentes no âmbito da leitura – PNL e no âmbito da pesquisa de informação A BE divulga actividades e materiais produzidos no blogue da BED.1.4. Avaliação da BE. A BE implementa um sistema de avaliação contínuo. São criados instrumentos de recolha de informação, que são implementados de forma sistemática. A informação recolhida é analisada, originando acções ao nível da gestão e do funcionamento da BE. Os resultados da avaliação são divulgados junto do Conselho Executivo, junto dos órgãos de decisão pedagógica e da restante comunidade, com o objectivo de promover e valorizar as mais-valias da BE e de alertar para os pontos fracos do seu funcionamento. Os resultados de cada avaliação originam, quando necessário, a redefinição de estratégias e novas planificações. São realizadas actividades de benchmarking Recolha de informação com recurso ao sistema automatizado de gestão bibliográfica Registos de observação, questionários, entrevistas ou outros realizados no âmbito da avaliação interna da BE Excertos de documentação e Relatórios relativos ao funcionamento da BE Relatório de actividades da BE Estatística de ocupação da BE Estatística de requisições Questionários aos alunos Questionários aos professores Registo de actas A BE possui e utiliza instrumentos de recolha de informação qualitativa e quantitativa A coordenadora da BE faz a recolha de dados da sua utilização e das requisições nas BE’s do Agrupamento A coordenadora faz a recolha dos dados dos inquéritos para avaliar o grau de satisfação dos utilizadores A coordenadora apresenta a estatística dos dados recolhidos A coordenadora apresentou o relatório anual de actividades desenvolvidas pela BE Depois de observados os resultados foram identificados os pontos fortes e os pontos fracos Os relatórios de avaliação são apresentados ao Órgão de Gestão A BE propõe acções de melhoria em função da análise efectuada.