Crescimento e limitação da sociedade burguesa

8.285 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação

Crescimento e limitação da sociedade burguesa

  1. 1. EB 2,3 de Vila Caíz<br />Crescimento e limitações da sociedade burguesa <br />Trabalho de História<br />
  2. 2. O século XIX, com a nova ideologia liberal, permitiu, sobretudo, a ascensão da burguesia ficando assim conhecido como o século de ouro da burguesia. <br /> A nobreza, que perdera privilégios, viu-se substituída pelos ricos burgueses que construíam casas apalaçadas, imitando as casas dos nobres. Alguns burgueses, com dinheiro ganho na indústria, na banca, ou mesmo no Brasil, tentavam alcançar prestígio, comprando títulos e enfeitando os dedos com anéis de brasão. <br /> No final do século XIX, a burguesia tinha conseguido afirmar-se, dominando a vida política e económica. <br /> A Burguesia concentrava-se essencialmente nos centros urbanos, destacando-se no Porto e em Lisboa.<br />
  3. 3. O novo modo de vida ditado pela burguesia<br />O modo de vida passa a ser o do <br />”Self-Made Man”:<br />em que o homem se faz a si próprio,<br /> apoiado no seu esforço individual<br />e utiliza o trabalho e a poupança <br /> como mecanismos para alcançar:<br />o êxito individual<br />a fortuna<br />a posição social<br />
  4. 4. Os caminhos para o sucesso na burguesia<br /><ul><li>Carreira das armas</li></ul>servia para alcançar posição e fortuna;<br /><ul><li>Estudos, único meio de adquirir as competências necessárias ao desempenho de certas funções, como:</li></ul>profissões liberais, ligadas à medicina, à advocacia e à jurisprudência;<br />funcionalismo público e privado, conferia posição e prestígio a quem desempenhasse este cargo, e era muito procurado:<br /><ul><li>pelos salários fixos
  5. 5. pela segurança do emprego
  6. 6. pela facilidade física das tarefas</li></ul>professorado, pois a instrução e o ensino adquiriram importância na estrutura do Estado e da sociedade;<br />sacerdócio<br /><ul><li>Negócios, mostravam-se mais atractivos:</li></ul>o desenvolvimento demográfico, técnico e económico abria-lhes inúmeras oportunidades;<br />requeriam uma preparação menos especializada e menos longa<br />ofereciam garantias de um rendimento maior e mais rápido.<br />
  7. 7. Outros caminhos para o sucesso da burguesia<br />O desenvolvimento sociocultural da época trouxe outros meios de triunfo:<br /><ul><li>Artes: música, canto, pintura , etc.
  8. 8. Estrelato teatral
  9. 9. Jornalismo
  10. 10. Política</li></ul>Nesta época de individualismo, a variedade dos caminhos de vida e o nível de sucesso neles atingido ditavam a diversidade de situações sociais dentro da burguesia.<br />
  11. 11. Novas bases de afirmação social:<br />o dinheiro, a cultura, e o prestígio.<br /> determinam novas classes no seio da burguesia<br />Sociedade Burguesa<br />Pequena Burguesia<br />Alta Burguesia<br />Média Burguesia<br />
  12. 12. Alta Burguesia<br /><ul><li>ligada ao grande comércio, indústria ou banca
  13. 13. culta e requintada
  14. 14. praticava o mecenato e a filantropia
  15. 15. tinha um estilo de vida sumptuoso:
  16. 16. belas residências
  17. 17. inúmeras propriedades
  18. 18. cultivava as aparências
  19. 19. era metódica e organizada
  20. 20. desenvolveu uma vida familiar e social sofisticada:
  21. 21. rodeava-se de conforto no lar
  22. 22. fornecia aos filhos uma educação superior
  23. 23. organizava grandes recepções, bailes e outras festas
  24. 24. viajava com frequência
  25. 25. tinha a alta aristocracia como modelo
  26. 26. controlava o poder económico e político</li></li></ul><li>Inaugurado no século XIX, e que era frequentado pela alta burguesia.<br />
  27. 27. Média Burguesia<br /><ul><li>constituída por elementos de profissões liberais:
  28. 28. pequenos industriais
  29. 29. altos quadros do Estado - “colarinhos brancos”
  30. 30. professores do ensino médio e superior
  31. 31. militares de carreira
  32. 32. culta, interessava-se pela ciência, História e Arqueologia
  33. 33. opôs-se ao liberalismo económico
  34. 34. classe heterogénea, sujeita a mobilidade
  35. 35. conservadora, perconceituosa e com uma moral rígida.
  36. 36. respeito pela hierarquia, instituições, dinheiro, poder e religião
  37. 37. com grande ambição e procurando ascender à alta burguesia
  38. 38. defendia os valores e as virtudes da burguesia tradicional</li></li></ul><li>Pequena Burguesia<br /><ul><li>constituída por:
  39. 39. pequenos comerciantes
  40. 40. baixo funcionalismo
  41. 41. professores primários
  42. 42. seguia o modelo da média burguesia
  43. 43. invejava e criticava a alta burguesia</li></li></ul><li>Formação do operariado<br />
  44. 44. Formação do operariado<br />Ao longo do século XIX, a população portuguesa era principalmente constituída por camponeses.<br />Muitos saíram para as cidades.<br />Portugal possuindo uma industrialização tímida criou um operariado pouco numeroso que se concentrou nas principais zonas industriais do país.<br />Com as condições miseráveis que recebiam, o exagerado número de horas de trabalho por dia e os fracos salários, levaram a que os operários, através de sindicatos defendessem os seus interesses.<br />
  45. 45. Descontentamento dos operários.<br /> Depois de tantos protestos feitos pelos operários, em 1872, fizeram as primeiras greves para mostrar o seu descontentamento.<br /> Contudo, também começaram a comemorar em Portugal o Dia do Trabalhador, o 1º de Maio.<br /> Com o movimento operário assistiu-se igualmente à publicação de legislação, para regulamentar o trabalho feminino e infantil e segurança no trabalho.<br />
  46. 46. Síntese do traBalho<br /> Século XIX, com a ascensão da Burguesia dominando a vida política e económica. <br /> A Burguesia passa a ter um modo de vida, o “Self- Made Man”, em que o homem tenta alcançar o êxodo individual, a fortuna e a posição social. <br /> Para atingir o sucesso os burgueses dedicavam-se principalmente aos estudos , ás armas, aos negócios. No entanto, outros, dedicavam-se ao jornalismo, á política, ás artes.<br /> A Burguesa dividiu-se em três grupos, a Pequena, Média e Alta Burguesia.<br />Portugal, criou um operariado pouco numeroso que se focava nas principais zonas industriais do país. Contudo, estes, recebiam condições miseráveis, salários muito reduzidos e começaram a fazer protestos e greves para conseguir os seus interesses. <br />
  47. 47. FIM<br />Trabalho realizado por:<br /><ul><li>Ricardo Almeida Nº24
  48. 48. Victor Ferraz Nº26</li></ul>8ºA<br />

×