Regeneração

14.205 visualizações

Publicada em

regeneraçãO

Publicada em: Turismo, Negócios
  • Seja o primeiro a comentar

Regeneração

  1. 1. Regeneração/Fontismo(1851-1875)<br />Escola Secundária Almeida Garrett<br />
  2. 2. O que é a Regeneração/Fontismo?<br /> Em 1851, um golpe de estado, levado a cabo pelo marechal-duque de Saldanha, depôs Costa Cabral e deu origem a uma nova etapa política do Liberalismo, conhecida pelo nome de Regeneração. Foi um movimento simultaneamente político e social, na medida em que pretendeu conciliar as diversas facetas do Liberalismo.<br />
  3. 3. A Regeneração focou-se essencialmente no desenvolvimento dos transportes e meios de comunicação que considerava serem as infra-estruturas fundamentais do progresso económico e da modernização. <br />Esta política tomou a designação de fontismo em virtude de ter sido levada a cabo por António Maria Fontes Pereira de Melo.<br />
  4. 4. Medidas tomadas por Fontes Pereira de Melo<br /> Fontes Pereira de Melo tentou recuperar o atraso económico de Portugal em relação aos outros países da Europa.<br />
  5. 5. O ministro trouxe progressos...<br /> Nos meios de transporte;<br /> Nas vias de comunicação;<br />
  6. 6. Nos meios de transporte:<br /><ul><li> Construção de 400km de estradas e dezenas de pontes;
  7. 7. Construção do primeiro troço da linha férrea;
  8. 8. Melhoria nos portos;</li></li></ul><li>Nas vias de comunicação:<br /><ul><li> Inauguração do telégrafo;
  9. 9. Introdução dos selos postais;
  10. 10. Introdução do telefone;</li></li></ul><li>Quem foi Fontes Pereira de Melo?<br /> Nasceu a 8 de Setembro de 1819 e foi o principal representante da regeneração. Ocupou o cargo de ministro das obras públicas, do comércio e da indústria;<br />Morreu em Lisboa, a 22 de Janeiro de 1887;<br />
  11. 11. Fontes Pereira de Melo<br />Este impulsionou os meios de transporte e as vias de comunicação;<br />
  12. 12. Benefícios para Portugal:<br /> As medidas tomadas por Fontes pereira de Melo ajudaram a desenvolver o país nos sectores em que apostou a regeneração;<br /> Estas medidas tomadas nos transportes contribuíram para uma mais rápida, barata e fácil deslocação, o que ajudou a desenvolver o comércio e o país a nível europeu e mundial;<br />
  13. 13. As medidas tomadas nos meios de comunicação ajudaram a ser mais fácil a comunicação nacional e facilitaram os pedidos de ajuda;<br />
  14. 14. A fraca industrialização:<br /> A industrialização do país não foi rápida, tal como pretendiam os regeneradores.<br />
  15. 15. Isto porque…<br />Havia falta de matéria-prima, de capital e de mão-de-obra qualificada;<br />O mercado interno era pobre;<br />Havia uma forte dependência económica do exterior, isto é, como queriam industrializar o país, o governo teve de pedir empréstimos no estrangeiro, sobretudo na Inglaterra e na França;<br />
  16. 16. Conclusão<br />O Fontismo foi um período muito importante da história de Portugal, em que o que realmente se sucedeu não foi bem o esperado, ou seja, apesar de ter levado ao desenvolvimento e modernização do país conduziu o país, também, à bancarrota de 1892;<br />
  17. 17. Bibliografia:<br />Wikipédia: Fontismo;<br />Manual de História A, 11º ano, “O tempo da história” (3ª parte);<br />
  18. 18. Trabalho realizado por:<br /><ul><li>Vítor Valente;
  19. 19. nº 30;
  20. 20. 11ºJ;</li>

×