A ideia básica da corrente do
Conhecimento em rede é de que
os conhecimentos disciplinares,
assentados na visão moderna de...
Temos que utilizar atividades em sala
de aula que se aproximem ao máximo
do cotidiano do aluno, procurando
sempre fazer an...
O conhecimento se constrói socialmente,
não no sentido de assimilação da cultura
anteriormente acumulada, mas no sentido
d...
Temos que buscar os Ciberespaços
para facilitar o trabalho docente e a
assimilação do conteúdo estudado.
O conhecimento surge, portanto, das
redes de relações em que as pessoas
compartilham significados. Com isso,
são eliminada...
Com o uso dos Ciberespaços podemos
aproximar a teoria do cotidiano do
aluno, visto que temos informações
praticamente em t...
A escola é “um espaço/tempo de
relações múltiplas entre múltiplos
sujeitos com saberes múltiplos, que
aprendem/ensinam o t...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Conhecimento em rede

287 visualizações

Publicada em

Temos que saber aproveitar os ciberespaços para nos dar suporte nas práticas pedagógicas, visto que temos um leque de opções para subsidiar nossas atividades, tudo isso para facilitar o processo de ensino aprendizagem do aluno. Aliando as teorias pedagógicas ao uso dos ciberespaços.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
287
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Conhecimento em rede

  1. 1. A ideia básica da corrente do Conhecimento em rede é de que os conhecimentos disciplinares, assentados na visão moderna de razão, devem ceder lugar aos conhecimentos tecidos em redes relacionados à ação cotidiana.
  2. 2. Temos que utilizar atividades em sala de aula que se aproximem ao máximo do cotidiano do aluno, procurando sempre fazer analogia com o dia a dia do estudante.
  3. 3. O conhecimento se constrói socialmente, não no sentido de assimilação da cultura anteriormente acumulada, mas no sentido de que ele emerge nas ações cotidianas, rompendo-se com a separação entre conhecimento cientifico e conhecimento cotidiano. Há uma vinculação do conhecimento com a prática social, que se caracteriza pela multiplicidade e complexidade de relações em meio das quais se criam e se trocam conhecimentos, tecendo redes de conhecimentos entre os sujeitos em interação.
  4. 4. Temos que buscar os Ciberespaços para facilitar o trabalho docente e a assimilação do conteúdo estudado.
  5. 5. O conhecimento surge, portanto, das redes de relações em que as pessoas compartilham significados. Com isso, são eliminadas as fronteiras entre ciência e senso comum, entre conhecimento válido e conhecimento cotidiano.
  6. 6. Com o uso dos Ciberespaços podemos aproximar a teoria do cotidiano do aluno, visto que temos informações praticamente em tempo real sendo atualizada constantemente.
  7. 7. A escola é “um espaço/tempo de relações múltiplas entre múltiplos sujeitos com saberes múltiplos, que aprendem/ensinam o tempo todo, múltiplos conteúdos de múltiplas maneiras (Nilda Alves).

×