Sociologia da educação

Prof Bernardo Camblor
Prof Bernardo CamblorProfessor na IEC INSTITUTO EDUCACIONAL CAMPINAS em IEC INSTITUTO EDUCACIONAL CAMPINAS
SOCIOLOGIA
DA
EDUCAÇÃO
SOCIOLOGIA DA EDUCAÇÃO
Devemos pensar e compreender o contexto histórico da
Sociologia como ciência. Esta surgiu no século XIX,
como uma resposta intelectual para os problemas que a
sociedade estava apresentando. Revolução Industrial:
caráter econômico e social. Revolução Francesa: caráter
político (a burguesia enquanto classe social toma o
poder na França e expande-se para todo o mundo,
internacionalizando-se).
Tais revoluções deram suporte para a
consolidação do modo de produção
capitalista, que tem como característica
básica a posse privada e particular dos
modos de produção.
REVOLUÇÃO INDUSTRIAL
A Revolução Industrial consistiu em um conjunto de
mudanças tecnológicas com profundo impacto no
processo produtivo em nível econômico e social.
Iniciada na Inglaterra em meados do século XVIII,
expandiu-se pelo mundo a partir do século XIX. A era da
agricultura foi superada, a máquina foi superando o
trabalho humano, uma nova relação entre capital e
trabalho se impôs, novas relações entre nações se
estabeleceram.
REVOLUÇÃO FRANCESA:
A Revolução é considerada como o
acontecimento que deu início à idade
contemporânea. Aboliu a servidão e os direitos
feudais e proclamou os princípios universais de
“Liberdade, Igualdade e Fraternidade" (Liberté,
Egalité, Fraternité), frase de autoria de Jean-
Jacques
RESULTADO DESTAS DUAS REVOLUÇÕES
O aparecimento das classes sociais é fruto do modo de produção
capitalista. Produção Bens Consumo Competição Invenções
Técnicas A fonte de riquezas não é mais a terra, e sim a propriedade
de fábricas, máquinas, bancos, isto é, a propriedade dos meios de
produção.
Os poucos proprietários dos meios de produção se constituem na
classe empresarial (BURGUESIA), enquanto a imensa maioria de
pessoas não proprietárias formam a classe trabalhadora
(PROLETARIADO) que, para sobreviver, troca sua capacidade de
trabalho por salário.
PRINCIPAIS PENSADORES DA SOCIOLOGIA DA EDUCAÇÃO
Auguste Comte
Èmile Durkheim – Sociologia Positivista (teoria do
consenso)
Max Weber – Sociologia Compreensiva
(interpretação/significado)
Karl Marx – Sociologia Revolucionária (teoria do
conflito)
Desenvolve o Positivismo, que tinha como principal
pressuposto abandonar qualquer vestígio de
religiosidade e emoção no âmbito do método
científico. Para Comte, o conhecimento era positivo
quando fundado na observação, porém em
observação orientada por um método. Para isso, ele
definia dois tipos de observação: a empírica e a
positiva.
Empírica
Era vista por Comte como uma espécie de
observação vulgar, em que simplesmente se
observavam os fatos em si, sem se
estabelecer relação entre os demais fatos
observados.
Positiva
Positiva – precisava seguir algumas regras,
entre elas: selecionar, desmembrar, relacionar,
comparar, medir e estabelecer similaridades,
estudar o todo, perceber as repetições e, por
fim, “estabelecer leis que possibilitem a previsão
de movimentos, regularidade e comportamentos
futuros do fato estudado.” (MEKSENAS, 2002,
p.78)
Émile Durkheim
Durkheim tinha como objetivo principal descobrir as leis de funcionamento da
sociedade. “a educação satisfaz, antes de tudo, as necessidades sociais” e “toda
educação consiste num esforço contínuo para impor à criança maneiras de ver,
de sentir e de agir às quais a criança não teria espontaneamente chegado.”
(PEREIRA, 1995, p.42 apud ARANHA, 2001, p. 167). Foi o primeiro sociólogo a
colocar a escola como instituição de fundamental importância na formação do
indivíduo. Durkheim foi um dos pioneiros na inclusão da Sociologia no currículo
acadêmico, especificamente no curso de formação de professores, no qual
lecionava.
Ao tratar das relações entre o educador e a criança submetida à sua
influência, Durkheim (1967, p. 5354) defende que a criança fique “por
condição natural, em estado de passividade” e o educador assume uma
posição de superioridade advinda da sua experiência, sua cultura e da
moral que ele encarna. Assim a ação educativa é entendida como um
trabalho de autoridade. A autoridade é o meio essencial da ação
educativa. “A autoridade moral é a qualidade essencial do educador”.
Essa concepção de educação e do papel do professor influenciou as
práticas pedagógicas adotadas no Brasil ao longo da história da
educação e a atividade docente que nela se realiza. Prática chamada de
“bancária”, criticada fortemente por Paulo Freire.
ADULTOS:
AQUELES QUE DETEM O
CONHECIMENTO E TUDO
SABEM
CRIANÇAS, JOVENS E ADOLESCENTES
AQUELES QUE NÃO TEM O
CONHECIMENTO E NADA
SABEM
A FUNÇÃO DA EDUCAÇÃO
Para Durkheim, a educação pode ser compreendida como o
conjunto de ações exercidas das gerações adultas sobre as que
ainda não alcançaram o estatuto de maturidade para a vida social.
É ATRAVÉS DA EDUCAÇÃO O “SER INDIVIDIUAL” TRANSFORMA-
SE EM “SER SOCIAL”. ESSA SOCIALIZAÇÃO SE OPERA DESDE O
NASCIMENTO, NA FAMÍLIA, PORÉM É NA ESCOLA QUE É
SISTEMATIZADA
MAX WEBER
O sociólogo alemão Max Weber (1864-1920) é um
dos fundadores da sociologia. Suas idéias, que
abarcavam assuntos múltiplos, da história
econômica à sociologia da música, continuam a ser
extremamente influentes. Em uma de suas obras
mais conhecidas, Weber afirmou que havia um elo
entre a emergência do protestantismo e a ascensão
do capitalismo.
A educação vai ser responsável para preparar os indivíduos viver em
sociedade.Essa é uma educação racional.A educação e a escola,como instituição
do Estado Moderno,passam a ser um fator de estratificação social e não mais
educar para o mundo. A relação de poder mais forte é a dos órgãos
governamentais sobre a escola A educação é um elemento importante por
favorecer o êxito do indivíduo na seleção social. A educação pressupõe uma
associação entre os indivíduos, e estes visam a um determinado
objetivo.Historicamente, os dois pólos opostos no campo das finalidades da
educação são: despertar o carisma, isto é, qualidades heróicas e dons mágicos, e
transmitir o conhecimento especializado.
Karl Marx
FUNÇÃO DA EDUCAÇÃO PARA MARX
Marx propõe uma prática
educacional transformadora,
onde a escola teria
basicamente um duplo papel:
Primeiro, desmascarar todas as relações
sociais (relações de dominação e
exploração) estabelecidas pelo capitalismo
no âmbito da sociedade, tornando cada
indivíduo consciente da realidade social na
qual ele está inserido;
Segundo, militar pela abolição das
desigualdades sociais, pelo fim da
dominação e exploração de uma
classe sobre outra e, por último, pela
transformação da sociedade.
1 de 22

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Tendências PedagógicasTendências Pedagógicas
Tendências PedagógicasMarcelo Assis
89.4K visualizações15 slides
Teorias do curriculoTeorias do curriculo
Teorias do curriculoNatália Luz
100.8K visualizações66 slides
"Tendências pedagógicas""Tendências pedagógicas"
"Tendências pedagógicas"Cléo Lima
11.5K visualizações26 slides
Sociologia da educaçáo 1Sociologia da educaçáo 1
Sociologia da educaçáo 1greghouse48
17.5K visualizações14 slides
Teorias do curriculoTeorias do curriculo
Teorias do curriculoPhrancisco Domiciano
3.7K visualizações30 slides

Mais procurados(20)

Tendências PedagógicasTendências Pedagógicas
Tendências Pedagógicas
Marcelo Assis89.4K visualizações
Teorias do curriculoTeorias do curriculo
Teorias do curriculo
Natália Luz100.8K visualizações
"Tendências pedagógicas""Tendências pedagógicas"
"Tendências pedagógicas"
Cléo Lima11.5K visualizações
Sociologia da educaçáo 1Sociologia da educaçáo 1
Sociologia da educaçáo 1
greghouse4817.5K visualizações
Teorias do curriculoTeorias do curriculo
Teorias do curriculo
Phrancisco Domiciano3.7K visualizações
Política e Organização da Educação BrasileiraPolítica e Organização da Educação Brasileira
Política e Organização da Educação Brasileira
Edneide Lima14.7K visualizações
Teorias curriculo ESCOLARTeorias curriculo ESCOLAR
Teorias curriculo ESCOLAR
Andrea Lima10.7K visualizações
Organização e gestão da escolaOrganização e gestão da escola
Organização e gestão da escola
Ulisses Vakirtzis12.8K visualizações
Slide   tendências pedagógicasSlide   tendências pedagógicas
Slide tendências pedagógicas
Prof. Antônio Martins de Almeida Filho116K visualizações
EMILE DURKHEIM EDUCAÇÃO E SOCIOLOGIAEMILE DURKHEIM EDUCAÇÃO E SOCIOLOGIA
EMILE DURKHEIM EDUCAÇÃO E SOCIOLOGIA
Victor Said52K visualizações
DidáticaDidática
Didática
gadea138.6K visualizações
A Escola Nova A Escola Nova
A Escola Nova
Hudson Frota9.8K visualizações
Estrutura e funcionamento do ensino Estrutura e funcionamento do ensino
Estrutura e funcionamento do ensino
Darlan Campos19.2K visualizações
Pierre bourdieuPierre bourdieu
Pierre bourdieu
sociofilo201219.6K visualizações
Mapa mental - Augusto Comte, Emile Durkheim e Marx Weber Mapa mental - Augusto Comte, Emile Durkheim e Marx Weber
Mapa mental - Augusto Comte, Emile Durkheim e Marx Weber
Ivanylde Santos4.6K visualizações
BNCC na práticaBNCC na prática
BNCC na prática
Grasiela Dourado56.4K visualizações
Antropologia e educação2223Antropologia e educação2223
Antropologia e educação2223
Ricardo Castro2.2K visualizações
Pedagogia Histórico-Crítica de Dermeval SavianiPedagogia Histórico-Crítica de Dermeval Saviani
Pedagogia Histórico-Crítica de Dermeval Saviani
Natalia Ribeiro10.1K visualizações
O papel da didática na formação do professorO papel da didática na formação do professor
O papel da didática na formação do professor
na educação32.4K visualizações

Destaque

Slide sociologia 1Slide sociologia 1
Slide sociologia 1Over Lane
68K visualizações28 slides
O que é Sociologia?O que é Sociologia?
O que é Sociologia?Gilmar Rodrigues
7.9K visualizações13 slides
Resumo do livro o que é sociologia  Resumo do livro o que é sociologia
Resumo do livro o que é sociologia Maira Conde
85.4K visualizações27 slides
Introdução à SociologiaIntrodução à Sociologia
Introdução à SociologiaAlison Nunes
45.4K visualizações4 slides

Destaque(20)

Slide sociologia 1Slide sociologia 1
Slide sociologia 1
Over Lane68K visualizações
Durkheim sociologia da educaçãoDurkheim sociologia da educação
Durkheim sociologia da educação
Flávia De Mattos Motta7.8K visualizações
O que é Sociologia?O que é Sociologia?
O que é Sociologia?
Gilmar Rodrigues7.9K visualizações
Sociologia - Principais teoricos da sociologiaSociologia - Principais teoricos da sociologia
Sociologia - Principais teoricos da sociologia
Carson Souza26.1K visualizações
Resumo do livro o que é sociologia  Resumo do livro o que é sociologia
Resumo do livro o que é sociologia
Maira Conde85.4K visualizações
Introdução à SociologiaIntrodução à Sociologia
Introdução à Sociologia
Alison Nunes45.4K visualizações
O QUE É SOCIOLOGIA?O QUE É SOCIOLOGIA?
O QUE É SOCIOLOGIA?
guest6a86aa129.6K visualizações
3   sociologia da educação - rodrigues, alberto tosi3   sociologia da educação - rodrigues, alberto tosi
3 sociologia da educação - rodrigues, alberto tosi
vanessa Ribeiro1.4K visualizações
Tecnologia na educaçãoTecnologia na educação
Tecnologia na educação
Flavio Ferreira213 visualizações
Filosofia platónFilosofia platón
Filosofia platón
Sara Tobòn525 visualizações
Calidad de vida vs felicidadCalidad de vida vs felicidad
Calidad de vida vs felicidad
Miguel Dukon Alvarez816 visualizações
Sociologia da educacao (1)Sociologia da educacao (1)
Sociologia da educacao (1)
Weslley De Farias Sousa2.2K visualizações
A formação do educador numa perspectiva freireanaA formação do educador numa perspectiva freireana
A formação do educador numa perspectiva freireana
Mariclei20114.9K visualizações
Textos sobre Educação e Ensino Marx e EngelsTextos sobre Educação e Ensino Marx e Engels
Textos sobre Educação e Ensino Marx e Engels
Cilmara Cristina Dos Santos2.1K visualizações
3 Antiguidade Grega3 Antiguidade Grega
3 Antiguidade Grega
Robson Santos1.7K visualizações
Apresentação Educação Nutricional InfantilApresentação Educação Nutricional Infantil
Apresentação Educação Nutricional Infantil
FabiVivieGabi6K visualizações
Educação e diversidadeEducação e diversidade
Educação e diversidade
Geize Ronilson2.4K visualizações
Aula antropologia da educaçãoAula antropologia da educação
Aula antropologia da educação
unieubra9.1K visualizações

Similar a Sociologia da educação (20)

Apresentação aula sociologiaApresentação aula sociologia
Apresentação aula sociologia
Prof Bernardo Camblor411 visualizações
SOCIOLOGIA DA EDUCAÇÃO.pptxSOCIOLOGIA DA EDUCAÇÃO.pptx
SOCIOLOGIA DA EDUCAÇÃO.pptx
RaphaelFerreira92615621 visualizações
Apostila   ciências na educação i - 06Apostila   ciências na educação i - 06
Apostila ciências na educação i - 06
Paula Spera350 visualizações
1   o-marxismo-e-a-sociologia-da-educac3a7c3a3o1   o-marxismo-e-a-sociologia-da-educac3a7c3a3o
1 o-marxismo-e-a-sociologia-da-educac3a7c3a3o
Universidade do Estado da Bahia - UNEB1.3K visualizações
Sociologiadaeducao1 110325113112-phpapp02Sociologiadaeducao1 110325113112-phpapp02
Sociologiadaeducao1 110325113112-phpapp02
Rosimay Monteiro705 visualizações
Cp aula 2Cp aula 2
Cp aula 2
Maira Conde717 visualizações
Concepções Pedagógicas resumoConcepções Pedagógicas resumo
Concepções Pedagógicas resumo
Débora Silveira157.7K visualizações
Apostila políticas básicas da educação   habilitação senador pompeu - pdfApostila políticas básicas da educação   habilitação senador pompeu - pdf
Apostila políticas básicas da educação habilitação senador pompeu - pdf
Prof. Antônio Martins de Almeida Filho1.7K visualizações
1.-A-educacao-como-objeto-de-estudo-sociologico.ppt1.-A-educacao-como-objeto-de-estudo-sociologico.ppt
1.-A-educacao-como-objeto-de-estudo-sociologico.ppt
MARIADAASSUNOSIMOESF4 visualizações
Os Clássicos da Sociologia (Émile Durkheim)Os Clássicos da Sociologia (Émile Durkheim)
Os Clássicos da Sociologia (Émile Durkheim)
e neto18.5K visualizações
Sociologia linha do tempoSociologia linha do tempo
Sociologia linha do tempo
Flau Amorim11.7K visualizações
MarxismoMarxismo
Marxismo
jorge luiz dos santos de souza13.7K visualizações
Video aula -SociologiaVideo aula -Sociologia
Video aula -Sociologia
Alan Rodrigues5.4K visualizações
Sociologia Marx Sociologia Marx
Sociologia Marx
Flávia De Mattos Motta11.5K visualizações
34992931 emilio-rousseau34992931 emilio-rousseau
34992931 emilio-rousseau
Patty C Batista440 visualizações
Grandes pedagogosGrandes pedagogos
Grandes pedagogos
Universidade Presbiteriana Mackenzie998 visualizações
Sociologia clássica 1Sociologia clássica 1
Sociologia clássica 1
Douglas Gregorio9.9K visualizações

Último(20)

Caça-palavras sobre BANDEIRAS NO BRASIL.docxCaça-palavras sobre BANDEIRAS NO BRASIL.docx
Caça-palavras sobre BANDEIRAS NO BRASIL.docx
Jean Carlos Nunes Paixão65 visualizações
2. Qual a teologia no discurso dos opressores? (Is 36:18-20):2. Qual a teologia no discurso dos opressores? (Is 36:18-20):
2. Qual a teologia no discurso dos opressores? (Is 36:18-20):
azulassessoriaacadem321 visualizações
10_2_A _2_Guerra_mundial_violência.pdf10_2_A _2_Guerra_mundial_violência.pdf
10_2_A _2_Guerra_mundial_violência.pdf
Vítor Santos51 visualizações
Concurso da Sardinha .pptxConcurso da Sardinha .pptx
Concurso da Sardinha .pptx
BibliotecaLavra19 visualizações
SEGUNDO REINADO TRABALHO.pptxSEGUNDO REINADO TRABALHO.pptx
SEGUNDO REINADO TRABALHO.pptx
profesfrancleite28 visualizações
POR UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL - ExposiçãoPOR UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL - Exposição
POR UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL - Exposição
Colégio Santa Teresinha568 visualizações
Feliz Ano NovoFeliz Ano Novo
Feliz Ano Novo
Lucas Araujo20 visualizações
Santa Cecília - Padroeira dos MúsicosSanta Cecília - Padroeira dos Músicos
Santa Cecília - Padroeira dos Músicos
bibliotecaCMP77 visualizações
Meteoritos caídos em PortugalMeteoritos caídos em Portugal
Meteoritos caídos em Portugal
Casa Ciências40 visualizações
Gabarito CAÇA PALAVRAS BANDEIRA.docxGabarito CAÇA PALAVRAS BANDEIRA.docx
Gabarito CAÇA PALAVRAS BANDEIRA.docx
Jean Carlos Nunes Paixão39 visualizações
Base de Dados Scopus_20231124_220830_0000.pdfBase de Dados Scopus_20231124_220830_0000.pdf
Base de Dados Scopus_20231124_220830_0000.pdf
PAULOAMARAL6770523 visualizações

Sociologia da educação

  • 2. SOCIOLOGIA DA EDUCAÇÃO Devemos pensar e compreender o contexto histórico da Sociologia como ciência. Esta surgiu no século XIX, como uma resposta intelectual para os problemas que a sociedade estava apresentando. Revolução Industrial: caráter econômico e social. Revolução Francesa: caráter político (a burguesia enquanto classe social toma o poder na França e expande-se para todo o mundo, internacionalizando-se).
  • 3. Tais revoluções deram suporte para a consolidação do modo de produção capitalista, que tem como característica básica a posse privada e particular dos modos de produção.
  • 4. REVOLUÇÃO INDUSTRIAL A Revolução Industrial consistiu em um conjunto de mudanças tecnológicas com profundo impacto no processo produtivo em nível econômico e social. Iniciada na Inglaterra em meados do século XVIII, expandiu-se pelo mundo a partir do século XIX. A era da agricultura foi superada, a máquina foi superando o trabalho humano, uma nova relação entre capital e trabalho se impôs, novas relações entre nações se estabeleceram.
  • 5. REVOLUÇÃO FRANCESA: A Revolução é considerada como o acontecimento que deu início à idade contemporânea. Aboliu a servidão e os direitos feudais e proclamou os princípios universais de “Liberdade, Igualdade e Fraternidade" (Liberté, Egalité, Fraternité), frase de autoria de Jean- Jacques
  • 6. RESULTADO DESTAS DUAS REVOLUÇÕES O aparecimento das classes sociais é fruto do modo de produção capitalista. Produção Bens Consumo Competição Invenções Técnicas A fonte de riquezas não é mais a terra, e sim a propriedade de fábricas, máquinas, bancos, isto é, a propriedade dos meios de produção. Os poucos proprietários dos meios de produção se constituem na classe empresarial (BURGUESIA), enquanto a imensa maioria de pessoas não proprietárias formam a classe trabalhadora (PROLETARIADO) que, para sobreviver, troca sua capacidade de trabalho por salário.
  • 7. PRINCIPAIS PENSADORES DA SOCIOLOGIA DA EDUCAÇÃO Auguste Comte Èmile Durkheim – Sociologia Positivista (teoria do consenso) Max Weber – Sociologia Compreensiva (interpretação/significado) Karl Marx – Sociologia Revolucionária (teoria do conflito)
  • 8. Desenvolve o Positivismo, que tinha como principal pressuposto abandonar qualquer vestígio de religiosidade e emoção no âmbito do método científico. Para Comte, o conhecimento era positivo quando fundado na observação, porém em observação orientada por um método. Para isso, ele definia dois tipos de observação: a empírica e a positiva.
  • 9. Empírica Era vista por Comte como uma espécie de observação vulgar, em que simplesmente se observavam os fatos em si, sem se estabelecer relação entre os demais fatos observados.
  • 10. Positiva Positiva – precisava seguir algumas regras, entre elas: selecionar, desmembrar, relacionar, comparar, medir e estabelecer similaridades, estudar o todo, perceber as repetições e, por fim, “estabelecer leis que possibilitem a previsão de movimentos, regularidade e comportamentos futuros do fato estudado.” (MEKSENAS, 2002, p.78)
  • 11. Émile Durkheim Durkheim tinha como objetivo principal descobrir as leis de funcionamento da sociedade. “a educação satisfaz, antes de tudo, as necessidades sociais” e “toda educação consiste num esforço contínuo para impor à criança maneiras de ver, de sentir e de agir às quais a criança não teria espontaneamente chegado.” (PEREIRA, 1995, p.42 apud ARANHA, 2001, p. 167). Foi o primeiro sociólogo a colocar a escola como instituição de fundamental importância na formação do indivíduo. Durkheim foi um dos pioneiros na inclusão da Sociologia no currículo acadêmico, especificamente no curso de formação de professores, no qual lecionava.
  • 12. Ao tratar das relações entre o educador e a criança submetida à sua influência, Durkheim (1967, p. 5354) defende que a criança fique “por condição natural, em estado de passividade” e o educador assume uma posição de superioridade advinda da sua experiência, sua cultura e da moral que ele encarna. Assim a ação educativa é entendida como um trabalho de autoridade. A autoridade é o meio essencial da ação educativa. “A autoridade moral é a qualidade essencial do educador”. Essa concepção de educação e do papel do professor influenciou as práticas pedagógicas adotadas no Brasil ao longo da história da educação e a atividade docente que nela se realiza. Prática chamada de “bancária”, criticada fortemente por Paulo Freire.
  • 13. ADULTOS: AQUELES QUE DETEM O CONHECIMENTO E TUDO SABEM
  • 14. CRIANÇAS, JOVENS E ADOLESCENTES AQUELES QUE NÃO TEM O CONHECIMENTO E NADA SABEM
  • 15. A FUNÇÃO DA EDUCAÇÃO Para Durkheim, a educação pode ser compreendida como o conjunto de ações exercidas das gerações adultas sobre as que ainda não alcançaram o estatuto de maturidade para a vida social. É ATRAVÉS DA EDUCAÇÃO O “SER INDIVIDIUAL” TRANSFORMA- SE EM “SER SOCIAL”. ESSA SOCIALIZAÇÃO SE OPERA DESDE O NASCIMENTO, NA FAMÍLIA, PORÉM É NA ESCOLA QUE É SISTEMATIZADA
  • 17. O sociólogo alemão Max Weber (1864-1920) é um dos fundadores da sociologia. Suas idéias, que abarcavam assuntos múltiplos, da história econômica à sociologia da música, continuam a ser extremamente influentes. Em uma de suas obras mais conhecidas, Weber afirmou que havia um elo entre a emergência do protestantismo e a ascensão do capitalismo.
  • 18. A educação vai ser responsável para preparar os indivíduos viver em sociedade.Essa é uma educação racional.A educação e a escola,como instituição do Estado Moderno,passam a ser um fator de estratificação social e não mais educar para o mundo. A relação de poder mais forte é a dos órgãos governamentais sobre a escola A educação é um elemento importante por favorecer o êxito do indivíduo na seleção social. A educação pressupõe uma associação entre os indivíduos, e estes visam a um determinado objetivo.Historicamente, os dois pólos opostos no campo das finalidades da educação são: despertar o carisma, isto é, qualidades heróicas e dons mágicos, e transmitir o conhecimento especializado.
  • 20. FUNÇÃO DA EDUCAÇÃO PARA MARX Marx propõe uma prática educacional transformadora, onde a escola teria basicamente um duplo papel:
  • 21. Primeiro, desmascarar todas as relações sociais (relações de dominação e exploração) estabelecidas pelo capitalismo no âmbito da sociedade, tornando cada indivíduo consciente da realidade social na qual ele está inserido;
  • 22. Segundo, militar pela abolição das desigualdades sociais, pelo fim da dominação e exploração de uma classe sobre outra e, por último, pela transformação da sociedade.