SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 14
Baixar para ler offline
O TEATRO DO OPRIMIDO
AUGUSTO BOAL
“Creio que o teatro deve trazer felicidade,
deve ajudar-nos a conhecermos melhor a
nós mesmos e ao nosso tempo. O nosso
desejo é o de melhor conhecer o mundo
que habitamos, para que possamos
transformá-lo da melhor maneira. O
teatro é uma forma de conhecimento e
deve ser também um meio de
transformar a sociedade. Pode nos ajudar
a construir o futuro, em vez de
mansamente esperarmos por ele”.
Aquele homem que se sente
oprimido por sua classe social
pode, ao mesmo tempo, ser o
opressor de sua mulher, de seu
filho, de seu vizinho.
Gera-se uma cadeia de
opressões, que parece nunca ter
fim, visto que a força de um
oprimido comumente é voltada
contra outro mais fraco que ele,
e nunca contra o seu próprio
opressor.
Para Augusto Boal (1931 – 2009), uma das maiores relações
opressivas da arte está no teatro, justamente no contato,
ou na falta de contato, entre o espectador e o ator.
“Tudo aquilo que um homem é capaz de fazer,
todos os homens são igualmente capazes. (…)
Todas as pessoas podem escrever, até mesmo os
escritores. Todas as pessoas podem falar, até
mesmo os oradores. Todas as pessoas podem
fazer teatro, até mesmo os atores”.
Com essa ideia, Augusto Boal cria o conceito de
Teatro do Oprimido. Nele, a primeira opressão
quebrada é a diferença entre ator/espectador,
acabando com o “ritual imobilista”
que é assistir a uma peça de teatro.
Para isso o espectador deve interagir diretamente
com a cena, de forma consciente ou não.
É o teatro que busca ser ferramenta contundente na transformação social.
O Teatro do Oprimido é um método estético que sistematiza Exercícios,
Jogos e Técnicas Teatrais que partem do princípio
de que a linguagem teatral é a linguagem
humana que é usada por todas as pessoas no cotidiano.
Sendo assim, todos podem desenvolvê-la e fazer teatro.
Desta forma, o TO cria condições práticas para que o oprimido
se aproprie dos meios de produzir teatro e assim amplie
suas possibilidades de expressão.
Além de estabelecer uma comunicação direta, ativa
e propositiva entre espectadores e atores.
Teatro Jornal
O Teatro-Jornal foi uma resposta estética à censura imposta,
no Brasil, no início dos anos 70, pelos militares, para escamotearem
conteúdos, inventarem verdades e iludirem. Nesta técnica, encena-se o
que se perdeu nas entrelinhas das notícias censuradas,
criando imagens que revelam silêncios.
Ainda hoje é usada para explicitar as manipulações utilizadas pelos
meios de comunicação.
Dentro do sistema proposto por Boal, o treinamento do ator segue uma série
de proposições que podem ser aplicadas em conjunto ou mesmo
separadamente.
Teatro Imagem
No Teatro-Imagem, a encenação baseia-se nas linguagens não-verbais.
Essa foi uma saída encontrada por Boal para trabalhar com indígenas, no
Chile, de etnias distintas com línguas maternas diversas, que
participavam de um programa de alfabetização e precisavam se comunicar
entre si. Esta técnica teatral transforma questões, problemas e sentimentos
em imagens concretas.
Teatro Invisível
O Teatro-Invisível não é revelado como teatro e é realizado no local onde a situação
encenada deveria acontecer. Uma cena do cotidiano é encenada e apresentada no local onde
poderia ter acontecido, sem que se identifique como evento teatral.
Desta forma, os espectadores são reais participantes, reagindo e opinando
espontaneamente à discussão provocada pela encenação.
Teatro-Fórum
A barreira entre palco e plateia é destruída e o diálogo
implementado.
Produz-se uma encenação baseada em fatos reais, na
qual personagens oprimidos e opressores entram em
conflito, de forma clara e objetiva,
na defesa de seus desejos e interesses . No confronto, o
oprimido fracassa e o público é estimulado, pelo Curinga
(o facilitador do Teatro do Oprimido), a entrar em cena,
substituir o protagonista (o oprimido) e buscar
alternativas para o problema encenado.
Teatro Legislativo
O resultado de 25 anos sem o direito de votar e eleger seus representantes,
criou um vácuo que ainda hoje tem reflexos na falta de politização
da grande maioria da população.
O Teatro Legislativo é um novo sistema, que inclui todas as formas anteriores do
Teatro do Oprimido e mais algumas, especificamente parlamentares.
Com o TL as pessoas percebem que fazer política é da própria natureza humana.
Que tudo é uma ação política, inclusive dizer que não quer saber de política.
Porque quem diz isso faz a ação política de recusar-se a fazer algo para mudar
alguma situação que a oprime.
Teatro do Oprimido

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Arte contemporânea
Arte contemporâneaArte contemporânea
Arte contemporânea
 
Teatro para iniciantes.
Teatro para iniciantes. Teatro para iniciantes.
Teatro para iniciantes.
 
TEATRO (Conceito; História; Gêneros e principais atores e atrizes)
TEATRO (Conceito; História; Gêneros e principais atores e atrizes)  TEATRO (Conceito; História; Gêneros e principais atores e atrizes)
TEATRO (Conceito; História; Gêneros e principais atores e atrizes)
 
O que é arte?
O que é arte?O que é arte?
O que é arte?
 
A arte da performance
A arte da performanceA arte da performance
A arte da performance
 
Teatro brasileiro
Teatro brasileiroTeatro brasileiro
Teatro brasileiro
 
História do Teatro
História do TeatroHistória do Teatro
História do Teatro
 
Pop Art
Pop ArtPop Art
Pop Art
 
Aula de arte urbana
Aula de arte urbanaAula de arte urbana
Aula de arte urbana
 
Arte ensino médio slide 1
Arte ensino médio  slide 1Arte ensino médio  slide 1
Arte ensino médio slide 1
 
História da Arte
História da ArteHistória da Arte
História da Arte
 
O que é a arte
O que é a arteO que é a arte
O que é a arte
 
Arte o que é
Arte   o que éArte   o que é
Arte o que é
 
Vanguardas europeias slides
Vanguardas europeias slidesVanguardas europeias slides
Vanguardas europeias slides
 
Teatro
TeatroTeatro
Teatro
 
Grafite
GrafiteGrafite
Grafite
 
Arte cinética
Arte cinéticaArte cinética
Arte cinética
 
Linguagem do Corpo
Linguagem do CorpoLinguagem do Corpo
Linguagem do Corpo
 
Ensino médio texto- análise de uma obra de arte-
Ensino médio  texto- análise de uma obra de arte-Ensino médio  texto- análise de uma obra de arte-
Ensino médio texto- análise de uma obra de arte-
 
O que é arte?
O que é arte?O que é arte?
O que é arte?
 

Destaque

TEATRO DO OPRIMIDO
TEATRO DO OPRIMIDOTEATRO DO OPRIMIDO
TEATRO DO OPRIMIDONeena Gomes
 
Teatro del Oprimido
Teatro del OprimidoTeatro del Oprimido
Teatro del OprimidoIndumental
 
1 augusto boal - teatro do oprimido
1 augusto boal - teatro do oprimido1 augusto boal - teatro do oprimido
1 augusto boal - teatro do oprimidoLaura Revoredo
 
Teatro+do+oprimido
Teatro+do+oprimidoTeatro+do+oprimido
Teatro+do+oprimidoDenise Neiva
 
Augusto Boal
Augusto BoalAugusto Boal
Augusto Boalkellita81
 
O Barroco no Brasil
O Barroco no BrasilO Barroco no Brasil
O Barroco no Brasiljonatasyuk
 
O barroco no brasil
O barroco no brasilO barroco no brasil
O barroco no brasilCEF16
 
Como baixar os estudo no slideshare
Como baixar os estudo no slideshareComo baixar os estudo no slideshare
Como baixar os estudo no slideshareMoisés Sampaio
 
A Guide to SlideShare Analytics - Excerpts from Hubspot's Step by Step Guide ...
A Guide to SlideShare Analytics - Excerpts from Hubspot's Step by Step Guide ...A Guide to SlideShare Analytics - Excerpts from Hubspot's Step by Step Guide ...
A Guide to SlideShare Analytics - Excerpts from Hubspot's Step by Step Guide ...SlideShare
 

Destaque (17)

TEATRO DO OPRIMIDO
TEATRO DO OPRIMIDOTEATRO DO OPRIMIDO
TEATRO DO OPRIMIDO
 
Teatro del Oprimido
Teatro del OprimidoTeatro del Oprimido
Teatro del Oprimido
 
1 augusto boal - teatro do oprimido
1 augusto boal - teatro do oprimido1 augusto boal - teatro do oprimido
1 augusto boal - teatro do oprimido
 
Teatro+do+oprimido
Teatro+do+oprimidoTeatro+do+oprimido
Teatro+do+oprimido
 
Dinamicas de-teatro
Dinamicas de-teatroDinamicas de-teatro
Dinamicas de-teatro
 
O teatro
O teatroO teatro
O teatro
 
Teatro do oprimido 218- 224
Teatro do oprimido  218- 224Teatro do oprimido  218- 224
Teatro do oprimido 218- 224
 
Arte tec
Arte tecArte tec
Arte tec
 
Augusto Boal
Augusto BoalAugusto Boal
Augusto Boal
 
O Barroco no Brasil
O Barroco no BrasilO Barroco no Brasil
O Barroco no Brasil
 
Barroco Brasileiro
Barroco  BrasileiroBarroco  Brasileiro
Barroco Brasileiro
 
O barroco no brasil
O barroco no brasilO barroco no brasil
O barroco no brasil
 
O Barroco No Brasil
O Barroco No BrasilO Barroco No Brasil
O Barroco No Brasil
 
O barroco
O barrocoO barroco
O barroco
 
Como baixar os estudo no slideshare
Como baixar os estudo no slideshareComo baixar os estudo no slideshare
Como baixar os estudo no slideshare
 
Teatro del absurdo
Teatro del absurdoTeatro del absurdo
Teatro del absurdo
 
A Guide to SlideShare Analytics - Excerpts from Hubspot's Step by Step Guide ...
A Guide to SlideShare Analytics - Excerpts from Hubspot's Step by Step Guide ...A Guide to SlideShare Analytics - Excerpts from Hubspot's Step by Step Guide ...
A Guide to SlideShare Analytics - Excerpts from Hubspot's Step by Step Guide ...
 

Semelhante a Teatro do Oprimido

Espetáculo teatral "Biografia".
Espetáculo teatral "Biografia". Espetáculo teatral "Biografia".
Espetáculo teatral "Biografia". Renata Bortoleto
 
A experiênciado mst com to apresentação em chicago
A experiênciado mst com to apresentação em chicagoA experiênciado mst com to apresentação em chicago
A experiênciado mst com to apresentação em chicagoAdriana Gomes
 
Atividades culturais i resumo filme cena nua
Atividades culturais i resumo filme cena nuaAtividades culturais i resumo filme cena nua
Atividades culturais i resumo filme cena nuaImobiliária Piratininga
 
Grupo de Mulheres e o Teatro Popular
Grupo de Mulheres e o Teatro PopularGrupo de Mulheres e o Teatro Popular
Grupo de Mulheres e o Teatro Populardrumspedro
 
Felizmente Há Luar- Resumo da Obra
 Felizmente Há Luar- Resumo da Obra Felizmente Há Luar- Resumo da Obra
Felizmente Há Luar- Resumo da Obrananasimao
 
Teatro do Oprimido no Design de Interação
Teatro do Oprimido no Design de InteraçãoTeatro do Oprimido no Design de Interação
Teatro do Oprimido no Design de InteraçãoUTFPR
 
Estética do Oprimido no Design de Experiências
Estética do Oprimido no Design de ExperiênciasEstética do Oprimido no Design de Experiências
Estética do Oprimido no Design de ExperiênciasUTFPR
 
Improvisar espaço de possibilidades. jornal de letras - 2008
Improvisar   espaço de possibilidades. jornal de letras - 2008Improvisar   espaço de possibilidades. jornal de letras - 2008
Improvisar espaço de possibilidades. jornal de letras - 2008marianamuniz32
 
Metodologias de ensino de teatro
Metodologias de ensino de teatroMetodologias de ensino de teatro
Metodologias de ensino de teatroFranco Pimentel
 
14465604 linguagemteatral
14465604 linguagemteatral14465604 linguagemteatral
14465604 linguagemteatralEnilde Diniz
 
Teatro como experiência
Teatro como experiênciaTeatro como experiência
Teatro como experiênciaTaís Ferreira
 
Computador como Teatro do Oprimido
Computador como Teatro do OprimidoComputador como Teatro do Oprimido
Computador como Teatro do OprimidoUTFPR
 
Peter+brook+ +o+teatro+e+seu+espaço
Peter+brook+ +o+teatro+e+seu+espaçoPeter+brook+ +o+teatro+e+seu+espaço
Peter+brook+ +o+teatro+e+seu+espaçoClaudio Paulo
 
TEATRO E DIVERSIDADE - Suporte Moderna Plus - Linguagens e Suas Tecnologias
TEATRO E DIVERSIDADE - Suporte Moderna Plus - Linguagens e Suas TecnologiasTEATRO E DIVERSIDADE - Suporte Moderna Plus - Linguagens e Suas Tecnologias
TEATRO E DIVERSIDADE - Suporte Moderna Plus - Linguagens e Suas TecnologiasThiago944247
 
Computador como Teatro do Oprimido
Computador como Teatro do OprimidoComputador como Teatro do Oprimido
Computador como Teatro do OprimidoUTFPR
 
O Teatro na Educação Artigo- Claudineia da Silva Barbosa
O Teatro na Educação   Artigo- Claudineia da Silva BarbosaO Teatro na Educação   Artigo- Claudineia da Silva Barbosa
O Teatro na Educação Artigo- Claudineia da Silva BarbosaClaudinéia Barbosa
 

Semelhante a Teatro do Oprimido (20)

Espetáculo teatral "Biografia".
Espetáculo teatral "Biografia". Espetáculo teatral "Biografia".
Espetáculo teatral "Biografia".
 
A experiênciado mst com to apresentação em chicago
A experiênciado mst com to apresentação em chicagoA experiênciado mst com to apresentação em chicago
A experiênciado mst com to apresentação em chicago
 
Atividades culturais i resumo filme cena nua
Atividades culturais i resumo filme cena nuaAtividades culturais i resumo filme cena nua
Atividades culturais i resumo filme cena nua
 
Grupo de Mulheres e o Teatro Popular
Grupo de Mulheres e o Teatro PopularGrupo de Mulheres e o Teatro Popular
Grupo de Mulheres e o Teatro Popular
 
Teatro do oprimido.pdf
Teatro do oprimido.pdfTeatro do oprimido.pdf
Teatro do oprimido.pdf
 
Felizmente Há Luar- Resumo da Obra
 Felizmente Há Luar- Resumo da Obra Felizmente Há Luar- Resumo da Obra
Felizmente Há Luar- Resumo da Obra
 
Teatro do Oprimido no Design de Interação
Teatro do Oprimido no Design de InteraçãoTeatro do Oprimido no Design de Interação
Teatro do Oprimido no Design de Interação
 
Estética do Oprimido no Design de Experiências
Estética do Oprimido no Design de ExperiênciasEstética do Oprimido no Design de Experiências
Estética do Oprimido no Design de Experiências
 
Improvisar espaço de possibilidades. jornal de letras - 2008
Improvisar   espaço de possibilidades. jornal de letras - 2008Improvisar   espaço de possibilidades. jornal de letras - 2008
Improvisar espaço de possibilidades. jornal de letras - 2008
 
Projeto Nascituros
Projeto NasciturosProjeto Nascituros
Projeto Nascituros
 
Metodologias de ensino de teatro
Metodologias de ensino de teatroMetodologias de ensino de teatro
Metodologias de ensino de teatro
 
14465604 linguagemteatral
14465604 linguagemteatral14465604 linguagemteatral
14465604 linguagemteatral
 
Coluna 06 abril 2018 final
Coluna 06 abril 2018 finalColuna 06 abril 2018 final
Coluna 06 abril 2018 final
 
Teatro como experiência
Teatro como experiênciaTeatro como experiência
Teatro como experiência
 
Computador como Teatro do Oprimido
Computador como Teatro do OprimidoComputador como Teatro do Oprimido
Computador como Teatro do Oprimido
 
Quebradas (aula 07 de maio 2013)
Quebradas   (aula 07 de maio 2013)Quebradas   (aula 07 de maio 2013)
Quebradas (aula 07 de maio 2013)
 
Peter+brook+ +o+teatro+e+seu+espaço
Peter+brook+ +o+teatro+e+seu+espaçoPeter+brook+ +o+teatro+e+seu+espaço
Peter+brook+ +o+teatro+e+seu+espaço
 
TEATRO E DIVERSIDADE - Suporte Moderna Plus - Linguagens e Suas Tecnologias
TEATRO E DIVERSIDADE - Suporte Moderna Plus - Linguagens e Suas TecnologiasTEATRO E DIVERSIDADE - Suporte Moderna Plus - Linguagens e Suas Tecnologias
TEATRO E DIVERSIDADE - Suporte Moderna Plus - Linguagens e Suas Tecnologias
 
Computador como Teatro do Oprimido
Computador como Teatro do OprimidoComputador como Teatro do Oprimido
Computador como Teatro do Oprimido
 
O Teatro na Educação Artigo- Claudineia da Silva Barbosa
O Teatro na Educação   Artigo- Claudineia da Silva BarbosaO Teatro na Educação   Artigo- Claudineia da Silva Barbosa
O Teatro na Educação Artigo- Claudineia da Silva Barbosa
 

Mais de Lismara de Oliveira (20)

Escolinha do mar
Escolinha do marEscolinha do mar
Escolinha do mar
 
Livro a casa sonolenta - ed infantil
Livro   a casa sonolenta - ed infantilLivro   a casa sonolenta - ed infantil
Livro a casa sonolenta - ed infantil
 
Musicalização - Formação para RMDs - dia 24/04/2014
Musicalização - Formação para RMDs - dia 24/04/2014Musicalização - Formação para RMDs - dia 24/04/2014
Musicalização - Formação para RMDs - dia 24/04/2014
 
Formacao Anos Finais Abril 2014
Formacao Anos Finais Abril 2014Formacao Anos Finais Abril 2014
Formacao Anos Finais Abril 2014
 
Planejamento único
Planejamento únicoPlanejamento único
Planejamento único
 
Cores - Formação para RMDs dia 20/03/2014
Cores - Formação para RMDs dia 20/03/2014Cores - Formação para RMDs dia 20/03/2014
Cores - Formação para RMDs dia 20/03/2014
 
Formação de Arte dos Anos Finais - Jogos Teatrais
Formação de Arte dos Anos Finais - Jogos TeatraisFormação de Arte dos Anos Finais - Jogos Teatrais
Formação de Arte dos Anos Finais - Jogos Teatrais
 
Radio JK
Radio JKRadio JK
Radio JK
 
Teatro - Formação de Arte para RMD's - 18/09/2013
Teatro - Formação de Arte para RMD's - 18/09/2013 Teatro - Formação de Arte para RMD's - 18/09/2013
Teatro - Formação de Arte para RMD's - 18/09/2013
 
Dança - Anos Finais
Dança - Anos FinaisDança - Anos Finais
Dança - Anos Finais
 
Danca anos finais2
Danca anos finais2Danca anos finais2
Danca anos finais2
 
Educação musical
Educação musicalEducação musical
Educação musical
 
Commedia Dell'Arte
Commedia Dell'ArteCommedia Dell'Arte
Commedia Dell'Arte
 
Ritmo movimento plano_de_aula2
Ritmo movimento plano_de_aula2Ritmo movimento plano_de_aula2
Ritmo movimento plano_de_aula2
 
Radio plano de_aula
Radio plano de_aulaRadio plano de_aula
Radio plano de_aula
 
Radio plano de_aula
Radio plano de_aulaRadio plano de_aula
Radio plano de_aula
 
Teoria editado2
Teoria editado2Teoria editado2
Teoria editado2
 
Slide autorretrato
Slide autorretratoSlide autorretrato
Slide autorretrato
 
Plano de aula
Plano de aulaPlano de aula
Plano de aula
 
A figura humana na arte
A figura humana na arteA figura humana na arte
A figura humana na arte
 

Teatro do Oprimido

  • 1. O TEATRO DO OPRIMIDO AUGUSTO BOAL
  • 2. “Creio que o teatro deve trazer felicidade, deve ajudar-nos a conhecermos melhor a nós mesmos e ao nosso tempo. O nosso desejo é o de melhor conhecer o mundo que habitamos, para que possamos transformá-lo da melhor maneira. O teatro é uma forma de conhecimento e deve ser também um meio de transformar a sociedade. Pode nos ajudar a construir o futuro, em vez de mansamente esperarmos por ele”.
  • 3. Aquele homem que se sente oprimido por sua classe social pode, ao mesmo tempo, ser o opressor de sua mulher, de seu filho, de seu vizinho. Gera-se uma cadeia de opressões, que parece nunca ter fim, visto que a força de um oprimido comumente é voltada contra outro mais fraco que ele, e nunca contra o seu próprio opressor.
  • 4. Para Augusto Boal (1931 – 2009), uma das maiores relações opressivas da arte está no teatro, justamente no contato, ou na falta de contato, entre o espectador e o ator.
  • 5. “Tudo aquilo que um homem é capaz de fazer, todos os homens são igualmente capazes. (…) Todas as pessoas podem escrever, até mesmo os escritores. Todas as pessoas podem falar, até mesmo os oradores. Todas as pessoas podem fazer teatro, até mesmo os atores”.
  • 6. Com essa ideia, Augusto Boal cria o conceito de Teatro do Oprimido. Nele, a primeira opressão quebrada é a diferença entre ator/espectador, acabando com o “ritual imobilista” que é assistir a uma peça de teatro. Para isso o espectador deve interagir diretamente com a cena, de forma consciente ou não.
  • 7. É o teatro que busca ser ferramenta contundente na transformação social.
  • 8. O Teatro do Oprimido é um método estético que sistematiza Exercícios, Jogos e Técnicas Teatrais que partem do princípio de que a linguagem teatral é a linguagem humana que é usada por todas as pessoas no cotidiano. Sendo assim, todos podem desenvolvê-la e fazer teatro. Desta forma, o TO cria condições práticas para que o oprimido se aproprie dos meios de produzir teatro e assim amplie suas possibilidades de expressão. Além de estabelecer uma comunicação direta, ativa e propositiva entre espectadores e atores.
  • 9. Teatro Jornal O Teatro-Jornal foi uma resposta estética à censura imposta, no Brasil, no início dos anos 70, pelos militares, para escamotearem conteúdos, inventarem verdades e iludirem. Nesta técnica, encena-se o que se perdeu nas entrelinhas das notícias censuradas, criando imagens que revelam silêncios. Ainda hoje é usada para explicitar as manipulações utilizadas pelos meios de comunicação. Dentro do sistema proposto por Boal, o treinamento do ator segue uma série de proposições que podem ser aplicadas em conjunto ou mesmo separadamente.
  • 10. Teatro Imagem No Teatro-Imagem, a encenação baseia-se nas linguagens não-verbais. Essa foi uma saída encontrada por Boal para trabalhar com indígenas, no Chile, de etnias distintas com línguas maternas diversas, que participavam de um programa de alfabetização e precisavam se comunicar entre si. Esta técnica teatral transforma questões, problemas e sentimentos em imagens concretas.
  • 11. Teatro Invisível O Teatro-Invisível não é revelado como teatro e é realizado no local onde a situação encenada deveria acontecer. Uma cena do cotidiano é encenada e apresentada no local onde poderia ter acontecido, sem que se identifique como evento teatral. Desta forma, os espectadores são reais participantes, reagindo e opinando espontaneamente à discussão provocada pela encenação.
  • 12. Teatro-Fórum A barreira entre palco e plateia é destruída e o diálogo implementado. Produz-se uma encenação baseada em fatos reais, na qual personagens oprimidos e opressores entram em conflito, de forma clara e objetiva, na defesa de seus desejos e interesses . No confronto, o oprimido fracassa e o público é estimulado, pelo Curinga (o facilitador do Teatro do Oprimido), a entrar em cena, substituir o protagonista (o oprimido) e buscar alternativas para o problema encenado.
  • 13. Teatro Legislativo O resultado de 25 anos sem o direito de votar e eleger seus representantes, criou um vácuo que ainda hoje tem reflexos na falta de politização da grande maioria da população. O Teatro Legislativo é um novo sistema, que inclui todas as formas anteriores do Teatro do Oprimido e mais algumas, especificamente parlamentares. Com o TL as pessoas percebem que fazer política é da própria natureza humana. Que tudo é uma ação política, inclusive dizer que não quer saber de política. Porque quem diz isso faz a ação política de recusar-se a fazer algo para mudar alguma situação que a oprime.