ADMINISTRAÇÃO DE NOVOS NEGOCIOS
Operações
• A essência de qualquer negócio é a criação de valor por meio
da transformação de insumos em produtos e serviços.
• É o s...
Conceito de operações:
• Uma das principais tarefas na criação de uma empresa é a
montagem de seu sistema de operações, qu...
Tipos de transformações
1- Nas operações industriais, os insumos passam por transformação
física ou estrutural.
Exemplos: ...
Produtos e serviços
• Os resultados dos processos de transformação são produtos e
serviços, que são comprados pelos client...
Diferenças entre produtos e serviços
• No entanto, existem diferenças no fornecimento de produtos e
serviços:
1- Produtos:...
Organização de um sistema de operações
Para organizar o sistema de operações, o empreendedor deverá
ficar atento para duas...
Projeto do sistema de transformação
• Junto com o desenho do produto, é preciso organizar o
processo que vai fornecê-lo re...
Tipo de sistema de transformação.
• 1- Produção contínua: É caracterizada pela elaboração e fornecimento de
produtos padro...
4- Customização de massa: É um sistema misto de
transformação, que combina a produção seriada e a produção por
encomenda, ...
Há duas formas básicas de organizar os processos no local das
operações: arranjo físico por produto (ou linha de montagem)...
• Desempenho dos processos
• A capacidade de medir o desempenho é um fator crítico para o
sucesso da empresa. A medição do...
Capacidade
É a quantidade de unidades de produção (peças, clientes, refeições, estudantes
etc.) que seu sistema de operaçõ...
Produtividade
• É a relação entre os recursos utilizados e os resultados obtidos
(produção). Todo processo tem um índice d...
Produtividade e qualidade combinadas
• A qualidade de conformidade e a contrapartida da qualidade
planejada definem o conj...
Eficiência no uso do tempo
• O tempo é um recurso que deve ser usado de maneira eficiente
em qualquer processo. Há três me...
Flexibilidade
• Indica sua capacidade de fornecer produtos e serviços
customizados para atender a determinadas necessidade...
Produção enxuta
• O sistema de produção enxuta foi desenvolvido pela Toyota
especificamente para a indústria automobilísti...
Os sete desperdícios mortais de qualquer processo produtivo são:
• Defeitos no processo produtivo ou erros na prestação de...
Just in time
• É um método criado pela Toyota Motor Company, no Japão,
em meados da década de 70. O objetivo do sistema é ...
Organização eficiente do espaço físico
Qualquer empreendimento deve organizar seu espaço físico de
maneira eficiente, leva...
• Evite a ocupação desnecessária do espaço;
• Procure e implemente a melhor utilização possível de todos os
recursos;
• Ma...
Cadeia de suprimentos
• Uma cadeia de suprimentos compreende os elos entre uma
empresa e seus fornecedores, distribuidores...
Administrar uma cadeia de suprimentos compreende as seguintes
atividades:
• Estabelecimento de parcerias com fornecedores ...
Aula 08   operaçoes
Aula 08   operaçoes
Aula 08   operaçoes
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Aula 08 operaçoes

606 visualizações

Publicada em

Aula 8

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Aula 08 operaçoes

  1. 1. ADMINISTRAÇÃO DE NOVOS NEGOCIOS Operações
  2. 2. • A essência de qualquer negócio é a criação de valor por meio da transformação de insumos em produtos e serviços. • É o sistema de operações da empresa que faz a transformação e cria valor para os clientes e outras partes interessadas. Uma das principais tarefas na criação de uma empresa é a montagem de seu sistema de operações, que fornece os produtos e serviços concebidos pela função de Marketing e selecionados pelas decisões estratégicas.
  3. 3. Conceito de operações: • Uma das principais tarefas na criação de uma empresa é a montagem de seu sistema de operações, que fornece os produtos e serviços concebidos pela função de Marketing e selecionados pelas decisões estratégicas. • O sistema de operações faz a transformação e cria valor para os clientes e outras partes interessadas da empresa.
  4. 4. Tipos de transformações 1- Nas operações industriais, os insumos passam por transformação física ou estrutural. Exemplos: frigoríficos e montadoras de automóveis. 2- Em empresas de prestação de serviços, a alteração é feita no próprio cliente. Exemplos: corte de cabelo e treinamentos. 3- No transporte, é feita uma transformação que movimenta insumos ou clientes. Exemplos: remoção de lixo e viagens de turismo.
  5. 5. Produtos e serviços • Os resultados dos processos de transformação são produtos e serviços, que são comprados pelos clientes em função das suas utilidades. • As operações de produção industrial e de prestação de serviços são sistemas semelhantes, com entradas, processamento e saídas.
  6. 6. Diferenças entre produtos e serviços • No entanto, existem diferenças no fornecimento de produtos e serviços: 1- Produtos: São tangíveis; duráveis; têm a possibilidade de consertar; o consumo é postergado; fácil de medir a qualidade; têm a possibilidade de armazenar; são mensuráveis (podem ser medidos e contados); é dependente de equipamentos; precisa de contato mínimo com o cliente no processo produtivo. 2- Serviços: São intangíveis; consumo e produção são simultâneos; o resultado é customizado; impossíveis de consertar; o consumo é imediato; a qualidade é difícil de medir; é impossível de armazenar; dependente de mão de obra; tem uma relação direta com o cliente durante o processo produtivo.
  7. 7. Organização de um sistema de operações Para organizar o sistema de operações, o empreendedor deverá ficar atento para duas situações: 1- Projeto do produto: Identificar exatamente que produto ou serviço será oferecido. Sendo um produto, identificar sua montagem, e sendo um serviço, verificar como será executado. • 2- Projeto do sistema de transformação: Identificar que insumos, instalações e equipamentos são necessários para fornecer o produto ou serviço, quem são os fornecedores, qual o volume de operações, que quantidade de produtos deve ser fornecida, quantos clientes devem ser atendidos, onde deve ser entregue o produto ou serviço e qual o sistema de transporte
  8. 8. Projeto do sistema de transformação • Junto com o desenho do produto, é preciso organizar o processo que vai fornecê-lo regularmente. Os detalhes do arranjo físico das instalações produtivas são: identificar o produto ou serviço; identificar e colocar em sequência as operações; identificar os equipamentos e insumos necessários para as operações; organizar o local das operações; e definir a aparência do local.
  9. 9. Tipo de sistema de transformação. • 1- Produção contínua: É caracterizada pela elaboração e fornecimento de produtos padronizados de forma ininterrupta. • Ex. Gasolina, álcool, açúcar, sabonete… • 2- Produção seriada: A linha de montagem é o método de trabalho da produção seriada, onde o produto é montado gradativamente em uma sequência de operações padronizadas, passando de um posto de trabalho para outro, no qual uma combinação de pessoas e máquinas desempenha uma tarefa especializada. Exemplos: parafusos, automóveis, panelas, sanduíches do McDonald’s etc.
  10. 10. 4- Customização de massa: É um sistema misto de transformação, que combina a produção seriada e a produção por encomenda, ou seja, um produto é fabricado em uma linha de montagem e adaptado às especificações dos clientes. Exemplos: empresas que vendem computadores pessoais, lojas de roupas prontas que disponibilizam acertos para as medidas dos clientes etc. 5- Operações com projetos: Os projetos são um tipo especial de produção por encomenda. Um projeto é uma atividade temporária, que fornece um produto singular. Exemplos: grandes eventos, construção de edifícios etc.
  11. 11. Há duas formas básicas de organizar os processos no local das operações: arranjo físico por produto (ou linha de montagem) e células de produção (ou arranjo celular). 1- Linha de montagem: É apropriada para fazer produtos muito similares, usando uma sequência básica de operações. Nessa forma de organizar o local das operações, os equipamentos e os funcionários ficam organizados em uma sequência fixa, pela qual o produto passa e é montado gradativamente, e cada funcionário realiza uma única tarefa. 2- Arranjo celular: Todas as atividades necessárias ao fornecimento de um produto ou serviço são concentradas em um local, onde um grupo de pessoas executa todas as atividades e usa todas as ferramentas e equipamentos. Desta forma, as pessoas determinam seu próprio ritmo de trabalho e a forma de se organizar, sendo, assim, chamados de autogeridos ou grupos autônomos de trabalho.
  12. 12. • Desempenho dos processos • A capacidade de medir o desempenho é um fator crítico para o sucesso da empresa. A medição do desempenho fornece os dados para verificar até que ponto o planejamento está sendo realizado e definir novos objetivos e padrões de desempenho. O empreendedor deve ser seletivo para escolher os indicadores para sua empresa, levando em consideração o padrão de competitividade em seu ramo de negócio. Em seguida, as principais categorias de indicadores:
  13. 13. Capacidade É a quantidade de unidades de produção (peças, clientes, refeições, estudantes etc.) que seu sistema de operações consegue fornecer em determinado período. A capacidade projetada é a taxa ideal de fornecimento de produtos ou serviços. A capacidade máxima é a quantidade de produtos e serviços que pode ser alcançada quando o potencial dos recursos é totalmente aproveitado.
  14. 14. Produtividade • É a relação entre os recursos utilizados e os resultados obtidos (produção). Todo processo tem um índice de produtividade, que é a quantidade de produtos ou serviços que cada unidade de recursos fornece. • Exemplos: quantidade de alunos por professor e quantidade de pessoas atendidas por hora.
  15. 15. Produtividade e qualidade combinadas • A qualidade de conformidade e a contrapartida da qualidade planejada definem o conjunto das características desejadas de um produto ou serviço, que são chamadas especificações e descrevem o produto ou serviço em termos de sua utilidade, de seu desempenho ou de seus atributos
  16. 16. Eficiência no uso do tempo • O tempo é um recurso que deve ser usado de maneira eficiente em qualquer processo. Há três medidas principais para a eficiência no uso do tempo: produtividade do tempo; tempo de ciclo (tempo despendido entre o início e o fim de um processo); e velocidade do processo.
  17. 17. Flexibilidade • Indica sua capacidade de fornecer produtos e serviços customizados para atender a determinadas necessidades. Torna a organização mais ágil e pode garantir uma vantagem competitiva.
  18. 18. Produção enxuta • O sistema de produção enxuta foi desenvolvido pela Toyota especificamente para a indústria automobilística, mas pode ser usada em todos os ramos de negócios. Tem como princípio a maximização da eficiência por meio da eliminação de todos os tipos de desperdícios. Quando se eliminam os desperdícios, o que sobra no processo produtivo é agregação de valor para o cliente
  19. 19. Os sete desperdícios mortais de qualquer processo produtivo são: • Defeitos no processo produtivo ou erros na prestação de serviços, gerando custos de retrabalho e problemas para os clientes; • Operações desnecessárias no processo de manufatura; • Produção acima do volume necessário ou antes do momento necessário; • Tempo de esperas desnecessárias; • Estoques e equipamentos desnecessários; • Transporte de materiais sem agregação de valor; • Movimento de pessoas sem agregação de valor.
  20. 20. Just in time • É um método criado pela Toyota Motor Company, no Japão, em meados da década de 70. O objetivo do sistema é melhorar continuamente o processo produtivo. Uma das formas de alcançar esse objetivo é reduzir os estoques, que muitas vezes servem de camuflagem para problemas: eles vêm sendo utilizados para evitar descontinuidades do processo produtivo, diante de problemas de produção. • Observação: O Sistema Kanban é uma ferramenta para administrar o método de produção JIT, ou seja, é um sistema de informação através de cartões, para controlar as quantidades a serem manufaturadas pela empresa.
  21. 21. Organização eficiente do espaço físico Qualquer empreendimento deve organizar seu espaço físico de maneira eficiente, levando em consideração os seguintes princípios: • - Minimize o manuseio de materiais – evite o retrabalho; • - Minimize as distâncias – estude o espaço físico antes de utilizá-lo; • - Minimize o esforço – postos de trabalhos ergonômicos; • - Combata a desordem – cada coisa em seu lugar;
  22. 22. • Evite a ocupação desnecessária do espaço; • Procure e implemente a melhor utilização possível de todos os recursos; • Maximize a flexibilidade; • Otimize o fluxo – elimine idas, vindas e estrangulamentos do espaço físico; • Maximize a visibilidade; • Maximize a comunicação – treinamento, informação e feedback.
  23. 23. Cadeia de suprimentos • Uma cadeia de suprimentos compreende os elos entre uma empresa e seus fornecedores, distribuidores e clientes. A cadeia consiste de um fluxo de suprimentos dos fornecedores para o sistema de operações da empresa e outro, da empresa para seus distribuidores e clientes.
  24. 24. Administrar uma cadeia de suprimentos compreende as seguintes atividades: • Estabelecimento de parcerias com fornecedores e revendedores; • Coordenação do fornecimento de matérias-primas; • Planejamento da produção; • Processamento de pedidos; • Administração de estoques; • Transporte e armazenamento de suprimentos e produtos acabados; • Coordenação das atividades de atendimento dos clientes.

×