SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 2
Baixar para ler offline
1
Escola Secundária com 2º e 3º ciclos
Professor Reynaldo dos Santos
Matriz do 3º Teste de
Filosofia
11º A
Ano lectivo: 2013/2014
Conteúdos Objetivos Tipos de Questões
III. Argumentação e retórica
3. Filosofia, retórica e
democracia
3.1. Os sofistas.
3.1.1. Doutrinas dos sofistas.
3.2. Filósofos VS Sofistas
IV- Descrição e interpretação
da Actividade Cognoscitiva;
4.1 . Noções de S/O
4.2. Funções S/O
4.3. Tipos de Conhecimento:
Prático, Contacto e
Proposicional
4.4. O que é o conhecimento?
 Relacionar retórica e democracia.
 Caracterizar as principais doutrinas dos sofistas.
 Distinguir a persuasão racional de manipulação.
 Compreender que a retórica surge sob o signo da utilidade e ligada
a um certo ceticismo no plano do conhecimento e a um relativismo
no plano ético.
 Conhecer as críticas de Platão aos sofistas.
 Esclarecer a razão das críticas dos filósofos aos sofistas.
 Conhecer as noções e as funções de Sujeito e de Objeto.
 Caraterizar cada um dos diferentes tipos de conhecimento.
 Distinguir os diferentes tipos de conhecimento (prático, por
contacto e proposicional).
 Identificar exemplos dos três tipos de conhecimento.
 Definir a noção tradicional de conhecimento (CVJ).
 Explicar o carácter factivo do conhecimento.
 Dar exemplos de crenças verdadeiras com diferentes tipos de
justificação.
 Esclarecer em que medida a crença, a verdade e a justificação são,
 Identificação e análise
de exemplos e de
textos.
 Escolha Múltipla.
 De resposta (s) curta
(s).
 De resposta (s)
extensa (s).
2
4.4.1. Definição tradicional
(CVJ) e formas de justificação
do conhecimento
4,4.1.1. Contra-exemplos à
definição tradicional do
conhecimento (CVJ)
V- Teorias do Conhecimento:
- David Hume
5.1. O Problema da Origem do
Conhecimento (empirismo)
5.2. Conteúdo do
Conhecimento: Impressões e
Ideias
5.3. Tipos do Conhecimento:
Questões de Facto e Relações
de Ideias
5.4. O Problema da
Causalidade (os
conhecimentos de facto e a
relação de causalidade)
5.5. O Problema da
Possibilidade do
Conhecimento: Ceticismo de
Hume
simultaneamente, condições necessárias e, reunidas as três,
suficientes para a existência do conhecimento.
 Esclarecer as formas de justificação do conhecimento (a priori e a
posteriori).
 Apresentar contra-exemplos à teoria tradicional de conhecimento.
 Formular o problema da origem do conhecimento.
 Compreender por que razão Hume é empirista.
 Relacionar o princípio da cópia com o empirismo de Hume.
 Distinguir impressões de ideias.
 Caracterizar conhecimentos de facto e relações de ideias.
 Distinguir conhecimentos de facto de relações de ideias.
 Dar exemplos de questões de facto e de relações de ideias.
 Explicar em que consiste a análise que Hume faz ao conceito de
causalidade.
 Formular o problema da possibilidade do conhecimento.
 Esclarecer que a análise do conceito de causalidade conduz a um
ceticismo moderado ou mitigado.
Material de Apoio  Manual de Filosofia adoptado
 Blogue da Professora Isabel AMD - http://isabelamd.wordpress.com/

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Filosofia introdução
Filosofia   introduçãoFilosofia   introdução
Filosofia introduçãoItalo Colares
 
Matriz_1_teste_filosofia
Matriz_1_teste_filosofiaMatriz_1_teste_filosofia
Matriz_1_teste_filosofiaIsabel Moura
 
Retórica e Argumentação - 2016 - Aula 1
Retórica e Argumentação - 2016 - Aula 1Retórica e Argumentação - 2016 - Aula 1
Retórica e Argumentação - 2016 - Aula 1Giovanni Damele
 
ARGUMENTAÇÃO E RETÓRICA
ARGUMENTAÇÃO E RETÓRICAARGUMENTAÇÃO E RETÓRICA
ARGUMENTAÇÃO E RETÓRICAnorberto faria
 
Falácias Informais - Filosofia e retórica
Falácias Informais - Filosofia e retóricaFalácias Informais - Filosofia e retórica
Falácias Informais - Filosofia e retóricaIsaque Tomé
 
Cap 01. descobrindo a filosofia
Cap 01. descobrindo a filosofiaCap 01. descobrindo a filosofia
Cap 01. descobrindo a filosofiaPéricles Penuel
 
Cap 01. descobrindo a filosofia
Cap 01. descobrindo a filosofiaCap 01. descobrindo a filosofia
Cap 01. descobrindo a filosofiaPéricles Penuel
 
A importância da argumentação
A importância da argumentaçãoA importância da argumentação
A importância da argumentaçãoPaulo Gomes
 
Nota informativa nº2 Teste Intermédio de Filosofia
Nota informativa nº2 Teste Intermédio de FilosofiaNota informativa nº2 Teste Intermédio de Filosofia
Nota informativa nº2 Teste Intermédio de Filosofiarui areal
 
Filosofia Nº 1 - 11º Ano
Filosofia Nº 1 - 11º AnoFilosofia Nº 1 - 11º Ano
Filosofia Nº 1 - 11º AnoJorge Barbosa
 
Filosofia e o valor do conhecimento
Filosofia e o valor do conhecimentoFilosofia e o valor do conhecimento
Filosofia e o valor do conhecimentoedsonfgodoy
 
Dimensão discursiva do trabalho filosófico
Dimensão discursiva do trabalho filosóficoDimensão discursiva do trabalho filosófico
Dimensão discursiva do trabalho filosóficoJulia Martins
 
Como trabalha o filósofo
Como trabalha o filósofoComo trabalha o filósofo
Como trabalha o filósofoFilazambuja
 
ARGUMENTAÇÃO E FILOSOFIA
ARGUMENTAÇÃO E FILOSOFIAARGUMENTAÇÃO E FILOSOFIA
ARGUMENTAÇÃO E FILOSOFIAnorberto faria
 
Fil. 10º 2ºteste a
Fil. 10º 2ºteste aFil. 10º 2ºteste a
Fil. 10º 2ºteste aFilipe Prado
 

Mais procurados (18)

Filosofia introdução
Filosofia   introduçãoFilosofia   introdução
Filosofia introdução
 
Matriz_1_teste_filosofia
Matriz_1_teste_filosofiaMatriz_1_teste_filosofia
Matriz_1_teste_filosofia
 
Retórica e Argumentação - 2016 - Aula 1
Retórica e Argumentação - 2016 - Aula 1Retórica e Argumentação - 2016 - Aula 1
Retórica e Argumentação - 2016 - Aula 1
 
ARGUMENTAÇÃO E RETÓRICA
ARGUMENTAÇÃO E RETÓRICAARGUMENTAÇÃO E RETÓRICA
ARGUMENTAÇÃO E RETÓRICA
 
Matriz_1 teste
Matriz_1 teste Matriz_1 teste
Matriz_1 teste
 
Argumentação
ArgumentaçãoArgumentação
Argumentação
 
Falácias Informais - Filosofia e retórica
Falácias Informais - Filosofia e retóricaFalácias Informais - Filosofia e retórica
Falácias Informais - Filosofia e retórica
 
Cap 01. descobrindo a filosofia
Cap 01. descobrindo a filosofiaCap 01. descobrindo a filosofia
Cap 01. descobrindo a filosofia
 
Retórica 1
Retórica 1Retórica 1
Retórica 1
 
Cap 01. descobrindo a filosofia
Cap 01. descobrindo a filosofiaCap 01. descobrindo a filosofia
Cap 01. descobrindo a filosofia
 
A importância da argumentação
A importância da argumentaçãoA importância da argumentação
A importância da argumentação
 
Nota informativa nº2 Teste Intermédio de Filosofia
Nota informativa nº2 Teste Intermédio de FilosofiaNota informativa nº2 Teste Intermédio de Filosofia
Nota informativa nº2 Teste Intermédio de Filosofia
 
Filosofia Nº 1 - 11º Ano
Filosofia Nº 1 - 11º AnoFilosofia Nº 1 - 11º Ano
Filosofia Nº 1 - 11º Ano
 
Filosofia e o valor do conhecimento
Filosofia e o valor do conhecimentoFilosofia e o valor do conhecimento
Filosofia e o valor do conhecimento
 
Dimensão discursiva do trabalho filosófico
Dimensão discursiva do trabalho filosóficoDimensão discursiva do trabalho filosófico
Dimensão discursiva do trabalho filosófico
 
Como trabalha o filósofo
Como trabalha o filósofoComo trabalha o filósofo
Como trabalha o filósofo
 
ARGUMENTAÇÃO E FILOSOFIA
ARGUMENTAÇÃO E FILOSOFIAARGUMENTAÇÃO E FILOSOFIA
ARGUMENTAÇÃO E FILOSOFIA
 
Fil. 10º 2ºteste a
Fil. 10º 2ºteste aFil. 10º 2ºteste a
Fil. 10º 2ºteste a
 

Semelhante a Matriz_3º _teste_11

Planificaçao11 fil2015 2016doc
Planificaçao11 fil2015  2016docPlanificaçao11 fil2015  2016doc
Planificaçao11 fil2015 2016docj_sdias
 
Planificaçao11 fil2015 2016doc
Planificaçao11 fil2015  2016docPlanificaçao11 fil2015  2016doc
Planificaçao11 fil2015 2016docj_sdias
 
Matriz_4 teste_filosofia_11
Matriz_4 teste_filosofia_11Matriz_4 teste_filosofia_11
Matriz_4 teste_filosofia_11Isabel Moura
 
Plano filosofia 11 2017 2018
Plano filosofia 11 2017 2018Plano filosofia 11 2017 2018
Plano filosofia 11 2017 2018Isaque Tomé
 
Filosofia 10ºano 1ºperiodo (resumos)
Filosofia 10ºano 1ºperiodo (resumos)Filosofia 10ºano 1ºperiodo (resumos)
Filosofia 10ºano 1ºperiodo (resumos)Mariana Monteiro
 
Plano reg. 13
Plano reg. 13Plano reg. 13
Plano reg. 13j_sdias
 
Filosofia 10 sumários desenvolvidos 2011-2012 - jca
Filosofia 10   sumários desenvolvidos 2011-2012 - jcaFilosofia 10   sumários desenvolvidos 2011-2012 - jca
Filosofia 10 sumários desenvolvidos 2011-2012 - jcaJosé Carlos S. de Almeida
 
Plano Bimestral de Filosofia 1º, 2º e 3º ano
Plano   Bimestral de Filosofia 1º, 2º e 3º ano Plano   Bimestral de Filosofia 1º, 2º e 3º ano
Plano Bimestral de Filosofia 1º, 2º e 3º ano Mary Alvarenga
 
1ª unidade de Filosofia
1ª unidade de Filosofia1ª unidade de Filosofia
1ª unidade de FilosofiaRita Camilo
 
Filosofia 10 sumários desenvolvidos 2011-2014 - jca
Filosofia 10   sumários desenvolvidos 2011-2014 - jcaFilosofia 10   sumários desenvolvidos 2011-2014 - jca
Filosofia 10 sumários desenvolvidos 2011-2014 - jcaJosé Carlos S. de Almeida
 
Material impresso filosofia 2 ano - ensino regular - Prof Ms. Noe Assunção
Material impresso filosofia   2 ano - ensino regular - Prof Ms. Noe AssunçãoMaterial impresso filosofia   2 ano - ensino regular - Prof Ms. Noe Assunção
Material impresso filosofia 2 ano - ensino regular - Prof Ms. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
O que é filosofia da psicanálise luiz roberto monzani
O que é filosofia da psicanálise     luiz roberto  monzaniO que é filosofia da psicanálise     luiz roberto  monzani
O que é filosofia da psicanálise luiz roberto monzaniMarcos Silvabh
 
Plano Filosofia 10.º - 2017-2018
Plano Filosofia 10.º -  2017-2018Plano Filosofia 10.º -  2017-2018
Plano Filosofia 10.º - 2017-2018Isaque Tomé
 
Objetivos Teste de Filosofia Nº2 (10ºAno)
Objetivos Teste de Filosofia Nº2 (10ºAno)Objetivos Teste de Filosofia Nº2 (10ºAno)
Objetivos Teste de Filosofia Nº2 (10ºAno)Maria Freitas
 
Apostila de filosofia 6o ef - 1o bimestre
Apostila de filosofia   6o ef - 1o bimestreApostila de filosofia   6o ef - 1o bimestre
Apostila de filosofia 6o ef - 1o bimestreAndrea Parlen
 
Apresentaçãopesquisafilosóficaehistórica
ApresentaçãopesquisafilosóficaehistóricaApresentaçãopesquisafilosóficaehistórica
ApresentaçãopesquisafilosóficaehistóricaJorge Dantas Junior
 
Métodos de Pesquisa - Pós CAF - Epistemologia
Métodos de Pesquisa - Pós CAF - EpistemologiaMétodos de Pesquisa - Pós CAF - Epistemologia
Métodos de Pesquisa - Pós CAF - EpistemologiaCassio Meira Jr.
 

Semelhante a Matriz_3º _teste_11 (20)

Planificaçao11 fil2015 2016doc
Planificaçao11 fil2015  2016docPlanificaçao11 fil2015  2016doc
Planificaçao11 fil2015 2016doc
 
Planificaçao11 fil2015 2016doc
Planificaçao11 fil2015  2016docPlanificaçao11 fil2015  2016doc
Planificaçao11 fil2015 2016doc
 
Matriz_4 teste_filosofia_11
Matriz_4 teste_filosofia_11Matriz_4 teste_filosofia_11
Matriz_4 teste_filosofia_11
 
Plano filosofia 11 2017 2018
Plano filosofia 11 2017 2018Plano filosofia 11 2017 2018
Plano filosofia 11 2017 2018
 
Filosofia 10ºano 1ºperiodo (resumos)
Filosofia 10ºano 1ºperiodo (resumos)Filosofia 10ºano 1ºperiodo (resumos)
Filosofia 10ºano 1ºperiodo (resumos)
 
Plano reg. 13
Plano reg. 13Plano reg. 13
Plano reg. 13
 
Filosofia 10 sumários desenvolvidos 2011-2012 - jca
Filosofia 10   sumários desenvolvidos 2011-2012 - jcaFilosofia 10   sumários desenvolvidos 2011-2012 - jca
Filosofia 10 sumários desenvolvidos 2011-2012 - jca
 
Teoria do conhecimento
Teoria do conhecimentoTeoria do conhecimento
Teoria do conhecimento
 
Plano Bimestral de Filosofia 1º, 2º e 3º ano
Plano   Bimestral de Filosofia 1º, 2º e 3º ano Plano   Bimestral de Filosofia 1º, 2º e 3º ano
Plano Bimestral de Filosofia 1º, 2º e 3º ano
 
1ª unidade de Filosofia
1ª unidade de Filosofia1ª unidade de Filosofia
1ª unidade de Filosofia
 
Filosofia 10 sumários desenvolvidos 2011-2014 - jca
Filosofia 10   sumários desenvolvidos 2011-2014 - jcaFilosofia 10   sumários desenvolvidos 2011-2014 - jca
Filosofia 10 sumários desenvolvidos 2011-2014 - jca
 
Material impresso filosofia 2 ano - ensino regular - Prof Ms. Noe Assunção
Material impresso filosofia   2 ano - ensino regular - Prof Ms. Noe AssunçãoMaterial impresso filosofia   2 ano - ensino regular - Prof Ms. Noe Assunção
Material impresso filosofia 2 ano - ensino regular - Prof Ms. Noe Assunção
 
O que é filosofia da psicanálise luiz roberto monzani
O que é filosofia da psicanálise     luiz roberto  monzaniO que é filosofia da psicanálise     luiz roberto  monzani
O que é filosofia da psicanálise luiz roberto monzani
 
Plano Filosofia 10.º - 2017-2018
Plano Filosofia 10.º -  2017-2018Plano Filosofia 10.º -  2017-2018
Plano Filosofia 10.º - 2017-2018
 
Objetivos Teste de Filosofia Nº2 (10ºAno)
Objetivos Teste de Filosofia Nº2 (10ºAno)Objetivos Teste de Filosofia Nº2 (10ºAno)
Objetivos Teste de Filosofia Nº2 (10ºAno)
 
PLAN_FIL_11.pdf
PLAN_FIL_11.pdfPLAN_FIL_11.pdf
PLAN_FIL_11.pdf
 
Apostila de filosofia 6o ef - 1o bimestre
Apostila de filosofia   6o ef - 1o bimestreApostila de filosofia   6o ef - 1o bimestre
Apostila de filosofia 6o ef - 1o bimestre
 
Apresentaçãopesquisafilosóficaehistórica
ApresentaçãopesquisafilosóficaehistóricaApresentaçãopesquisafilosóficaehistórica
Apresentaçãopesquisafilosóficaehistórica
 
Aula 01 e 02
Aula 01 e 02Aula 01 e 02
Aula 01 e 02
 
Métodos de Pesquisa - Pós CAF - Epistemologia
Métodos de Pesquisa - Pós CAF - EpistemologiaMétodos de Pesquisa - Pós CAF - Epistemologia
Métodos de Pesquisa - Pós CAF - Epistemologia
 

Mais de Isabel Moura

O POTENCIAL PEDAGÓGICO DAS FERRAMENTAS DA WEB.pdf
O POTENCIAL PEDAGÓGICO DAS FERRAMENTAS DA WEB.pdfO POTENCIAL PEDAGÓGICO DAS FERRAMENTAS DA WEB.pdf
O POTENCIAL PEDAGÓGICO DAS FERRAMENTAS DA WEB.pdfIsabel Moura
 
Plano de aula_31_05_2021_Isabel Duarte.docx
Plano de aula_31_05_2021_Isabel Duarte.docxPlano de aula_31_05_2021_Isabel Duarte.docx
Plano de aula_31_05_2021_Isabel Duarte.docxIsabel Moura
 
Plano de aula_11_01_2021_Isabel Duarte.docx
Plano de aula_11_01_2021_Isabel Duarte.docxPlano de aula_11_01_2021_Isabel Duarte.docx
Plano de aula_11_01_2021_Isabel Duarte.docxIsabel Moura
 
TeresaMorais_Guião_filosofiadaarte.docx.pdf
TeresaMorais_Guião_filosofiadaarte.docx.pdfTeresaMorais_Guião_filosofiadaarte.docx.pdf
TeresaMorais_Guião_filosofiadaarte.docx.pdfIsabel Moura
 
Grelha_planificacao_Aprender_com_a_BE__Grupo_E_final.pdf
Grelha_planificacao_Aprender_com_a_BE__Grupo_E_final.pdfGrelha_planificacao_Aprender_com_a_BE__Grupo_E_final.pdf
Grelha_planificacao_Aprender_com_a_BE__Grupo_E_final.pdfIsabel Moura
 
Doc4. super book of_web_tools_for_educators
Doc4. super book of_web_tools_for_educatorsDoc4. super book of_web_tools_for_educators
Doc4. super book of_web_tools_for_educatorsIsabel Moura
 
Matriz 4 teste 10 d
Matriz 4 teste 10 dMatriz 4 teste 10 d
Matriz 4 teste 10 dIsabel Moura
 
Programa psicologia cursos profissionais
Programa psicologia cursos profissionaisPrograma psicologia cursos profissionais
Programa psicologia cursos profissionaisIsabel Moura
 
Ex fil714-f2-2017-cc-vt
Ex fil714-f2-2017-cc-vtEx fil714-f2-2017-cc-vt
Ex fil714-f2-2017-cc-vtIsabel Moura
 
Ex fil714-f2-2017-v2
Ex fil714-f2-2017-v2Ex fil714-f2-2017-v2
Ex fil714-f2-2017-v2Isabel Moura
 
Ex fil714-f2-2017-v1
Ex fil714-f2-2017-v1Ex fil714-f2-2017-v1
Ex fil714-f2-2017-v1Isabel Moura
 
Estudo de um caso concreto truman
Estudo de um caso concreto trumanEstudo de um caso concreto truman
Estudo de um caso concreto trumanIsabel Moura
 
Ética deontológica vs ética teleológica
Ética deontológica vs ética teleológicaÉtica deontológica vs ética teleológica
Ética deontológica vs ética teleológicaIsabel Moura
 
Correção da ficha de revisões 2 teste 11
Correção da ficha de revisões 2 teste 11Correção da ficha de revisões 2 teste 11
Correção da ficha de revisões 2 teste 11Isabel Moura
 
Ficha de revisões 2 teste 11
Ficha de revisões 2 teste 11Ficha de revisões 2 teste 11
Ficha de revisões 2 teste 11Isabel Moura
 
Argumentos não dedutivos
Argumentos não dedutivosArgumentos não dedutivos
Argumentos não dedutivosIsabel Moura
 
Matriz do 2 teste de filosofia 11º ano
Matriz do 2 teste de filosofia 11º anoMatriz do 2 teste de filosofia 11º ano
Matriz do 2 teste de filosofia 11º anoIsabel Moura
 

Mais de Isabel Moura (20)

O POTENCIAL PEDAGÓGICO DAS FERRAMENTAS DA WEB.pdf
O POTENCIAL PEDAGÓGICO DAS FERRAMENTAS DA WEB.pdfO POTENCIAL PEDAGÓGICO DAS FERRAMENTAS DA WEB.pdf
O POTENCIAL PEDAGÓGICO DAS FERRAMENTAS DA WEB.pdf
 
Plano de aula_31_05_2021_Isabel Duarte.docx
Plano de aula_31_05_2021_Isabel Duarte.docxPlano de aula_31_05_2021_Isabel Duarte.docx
Plano de aula_31_05_2021_Isabel Duarte.docx
 
Plano de aula_11_01_2021_Isabel Duarte.docx
Plano de aula_11_01_2021_Isabel Duarte.docxPlano de aula_11_01_2021_Isabel Duarte.docx
Plano de aula_11_01_2021_Isabel Duarte.docx
 
TeresaMorais_Guião_filosofiadaarte.docx.pdf
TeresaMorais_Guião_filosofiadaarte.docx.pdfTeresaMorais_Guião_filosofiadaarte.docx.pdf
TeresaMorais_Guião_filosofiadaarte.docx.pdf
 
Grelha_planificacao_Aprender_com_a_BE__Grupo_E_final.pdf
Grelha_planificacao_Aprender_com_a_BE__Grupo_E_final.pdfGrelha_planificacao_Aprender_com_a_BE__Grupo_E_final.pdf
Grelha_planificacao_Aprender_com_a_BE__Grupo_E_final.pdf
 
Doc4. super book of_web_tools_for_educators
Doc4. super book of_web_tools_for_educatorsDoc4. super book of_web_tools_for_educators
Doc4. super book of_web_tools_for_educators
 
Matriz 4 teste 10 d
Matriz 4 teste 10 dMatriz 4 teste 10 d
Matriz 4 teste 10 d
 
Quiz descartes
Quiz descartesQuiz descartes
Quiz descartes
 
Ae sec filosofia
Ae sec filosofiaAe sec filosofia
Ae sec filosofia
 
Programa psicologia cursos profissionais
Programa psicologia cursos profissionaisPrograma psicologia cursos profissionais
Programa psicologia cursos profissionais
 
Ex fil714-f2-2017-cc-vt
Ex fil714-f2-2017-cc-vtEx fil714-f2-2017-cc-vt
Ex fil714-f2-2017-cc-vt
 
Ex fil714-f2-2017-v2
Ex fil714-f2-2017-v2Ex fil714-f2-2017-v2
Ex fil714-f2-2017-v2
 
Ex fil714-f2-2017-v1
Ex fil714-f2-2017-v1Ex fil714-f2-2017-v1
Ex fil714-f2-2017-v1
 
Estudo de um caso concreto truman
Estudo de um caso concreto trumanEstudo de um caso concreto truman
Estudo de um caso concreto truman
 
Ética deontológica vs ética teleológica
Ética deontológica vs ética teleológicaÉtica deontológica vs ética teleológica
Ética deontológica vs ética teleológica
 
Correção da ficha de revisões 2 teste 11
Correção da ficha de revisões 2 teste 11Correção da ficha de revisões 2 teste 11
Correção da ficha de revisões 2 teste 11
 
Ficha de revisões 2 teste 11
Ficha de revisões 2 teste 11Ficha de revisões 2 teste 11
Ficha de revisões 2 teste 11
 
Argumentos não dedutivos
Argumentos não dedutivosArgumentos não dedutivos
Argumentos não dedutivos
 
Matriz do 2 teste de filosofia 11º ano
Matriz do 2 teste de filosofia 11º anoMatriz do 2 teste de filosofia 11º ano
Matriz do 2 teste de filosofia 11º ano
 
A retórica
A retóricaA retórica
A retórica
 

Último

PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfPARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfceajajacu
 
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.azulassessoria9
 
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxSlides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxJMTCS
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...azulassessoria9
 
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOS
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOSUM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOS
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOSdjgsantos1981
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsxGilbraz Aragão
 
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...DominiqueFaria2
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...Unidad de Espiritualidad Eudista
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfQueleLiberato
 
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...MANUELJESUSVENTURASA
 
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTECAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTEJoaquim Colôa
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...azulassessoria9
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terraBiblioteca UCS
 
Modelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesModelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesGilbraz Aragão
 

Último (20)

PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfPARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
 
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)
 
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
 
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxSlides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
 
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOS
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOSUM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOS
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOS
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
 
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
 
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
 
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTECAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
 
Modelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesModelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das Religiões
 

Matriz_3º _teste_11

  • 1. 1 Escola Secundária com 2º e 3º ciclos Professor Reynaldo dos Santos Matriz do 3º Teste de Filosofia 11º A Ano lectivo: 2013/2014 Conteúdos Objetivos Tipos de Questões III. Argumentação e retórica 3. Filosofia, retórica e democracia 3.1. Os sofistas. 3.1.1. Doutrinas dos sofistas. 3.2. Filósofos VS Sofistas IV- Descrição e interpretação da Actividade Cognoscitiva; 4.1 . Noções de S/O 4.2. Funções S/O 4.3. Tipos de Conhecimento: Prático, Contacto e Proposicional 4.4. O que é o conhecimento?  Relacionar retórica e democracia.  Caracterizar as principais doutrinas dos sofistas.  Distinguir a persuasão racional de manipulação.  Compreender que a retórica surge sob o signo da utilidade e ligada a um certo ceticismo no plano do conhecimento e a um relativismo no plano ético.  Conhecer as críticas de Platão aos sofistas.  Esclarecer a razão das críticas dos filósofos aos sofistas.  Conhecer as noções e as funções de Sujeito e de Objeto.  Caraterizar cada um dos diferentes tipos de conhecimento.  Distinguir os diferentes tipos de conhecimento (prático, por contacto e proposicional).  Identificar exemplos dos três tipos de conhecimento.  Definir a noção tradicional de conhecimento (CVJ).  Explicar o carácter factivo do conhecimento.  Dar exemplos de crenças verdadeiras com diferentes tipos de justificação.  Esclarecer em que medida a crença, a verdade e a justificação são,  Identificação e análise de exemplos e de textos.  Escolha Múltipla.  De resposta (s) curta (s).  De resposta (s) extensa (s).
  • 2. 2 4.4.1. Definição tradicional (CVJ) e formas de justificação do conhecimento 4,4.1.1. Contra-exemplos à definição tradicional do conhecimento (CVJ) V- Teorias do Conhecimento: - David Hume 5.1. O Problema da Origem do Conhecimento (empirismo) 5.2. Conteúdo do Conhecimento: Impressões e Ideias 5.3. Tipos do Conhecimento: Questões de Facto e Relações de Ideias 5.4. O Problema da Causalidade (os conhecimentos de facto e a relação de causalidade) 5.5. O Problema da Possibilidade do Conhecimento: Ceticismo de Hume simultaneamente, condições necessárias e, reunidas as três, suficientes para a existência do conhecimento.  Esclarecer as formas de justificação do conhecimento (a priori e a posteriori).  Apresentar contra-exemplos à teoria tradicional de conhecimento.  Formular o problema da origem do conhecimento.  Compreender por que razão Hume é empirista.  Relacionar o princípio da cópia com o empirismo de Hume.  Distinguir impressões de ideias.  Caracterizar conhecimentos de facto e relações de ideias.  Distinguir conhecimentos de facto de relações de ideias.  Dar exemplos de questões de facto e de relações de ideias.  Explicar em que consiste a análise que Hume faz ao conceito de causalidade.  Formular o problema da possibilidade do conhecimento.  Esclarecer que a análise do conceito de causalidade conduz a um ceticismo moderado ou mitigado. Material de Apoio  Manual de Filosofia adoptado  Blogue da Professora Isabel AMD - http://isabelamd.wordpress.com/