SlideShare uma empresa Scribd logo

Plano de ação 2011

FEVEREIRO

1 de 9
Baixar para ler offline
GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA
 SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO
E.E.E.F.GOV. JERÔNIMO GARCIA SANTANA
     LABORATÓRIO DE INFORMÁTICA




          PLANO DE AÇÃO




        Cerejeiras,22 de fevereiro de 2011
1 IDENTIFICAÇÃO


1.1-Localização:
Escola: E.E.E.F. GOV. JERÔNIMO G. SANTANA
Endereço: Rua Robson Trevisan Ferreira, 2936 CEP: 78997-000
Tel. (69) 3342-2941, Cerejeiras - RO
E-mail: liejeronimogarciadeantana@gmail.com
APP: Jerônimo Garcia de Santana
DIRETORA:Ana Maria Cavassani da Silva
VICE-DIRETORA :Edenir Fátima da Rosa Gonçalves




1.2 Tema:

       INSERÇÃO DAS MÍDIAS EDUCACIONAIS NA ESCOLA:
        Uma Oportunidade de Crescimento a toda Comunidade Escolar




1.3 Período de Realização: de fevereiro à dezembro



1.4 Clientela:Alunos(1º ao 9º ano),professores,funcionários e comunidade .



1.5 Coordenadora :Genilsa Aparecida da Silva




1.6 Colaboração:Alunos ,Funcionários e comunidade




                                     Cerejeiras,
                                        2011
''A escola precisa ver as mídias
        educacionais não como mais um
recurso didático, mas sim, uma esfera
       integrante do meio educacional.

                            “A saber”
2 APRESENTAÇÃO


      A escola como espaço social deve oportunizar acesso às múltiplas linguagens,
constituindo um lugar de ampliação e possibilidades de representar o mundo. Nesse
sentido, o laboratório de informática representa uma oportunidade para que professores e
alunos e comunidade entrem em contato com os “recursos tecnológicos” da sociedade
digital e possam desenvolver a aprendizagem significativa e habilidades de uso dos
equipamentos.

      Por isso,este plano de ação possibilita-se o conhecimento      das atividades de
ensino-aprendizagem que serão desenvolvida no ano         de 2011    no Laboratório de
informática Educativo (LIE) da Escola Gov. Jerônimo Garcia Santana.Sabe-se que com a
inserção das mídias no ambiente escolar há a necessidade de todos os setores da
comunidade escolar conhecer um pouco das inúmeras possibilidades educacionais que
as tecnologias podem oferecer para o desenvolvimento de uma educação de qualidade.

      Portanto, para     o melhor desempenho dos alunos e professores                 no
desenvolvimento do ensino-aprendizagem usando as TIC's, torna-se se necessário a
implementação de ações que atinja toda a comunidade escolar(funcionários,alunos e
pais),de acordo com a realidade da clientela e ainda contemple os objetivos do Programa
Nacional de Informática na Educação(PROINFO) que são:
   • Melhorar a qualidade do ensino e aprendizagem.
   • Aprimorar o meio ambiente escolar mediante a incorporação das tecnologias;

•Adequar o ensino aprendizagem as novas tecnologias de informação.

  • Propiciar uma educação voltada para o desenvolvimento científico e tecnológico.
 • Educar para a cidadania global numa sociedade tecnologicamente desenvolvida.
3 JUSTIFICATIVA


     O desafio da atualidade é como inserir na escola um sistema comunicativo que
contemple ao mesmo tempo experiências culturais heterogêneas, o entorno das novas
tecnologias da informação e da comunicação, além de configurar o espaço educacional
como um lugar onde o processo de aprendizagem conserve seu encanto (BARBERO.
1996, p. 10-22).
  De acordo com o Art. 4°. da portaria de n.0948/10,os laboratórios de informática escolar
têm como objetivo:


                      I. oferecer atendimento ao maior número de professores e alunos, de
                      todos os turnos e níveis e modalidades de ensino em funcionamento em
                      escola.
                      II. ser acessível a todos os alunos, professores, gestores e equipe técnica.
                      III. ser utilizado, prioritariamente, para as atividades relativas ao processo
                      de aprendizagem dos alunos e capacitação de professores, sendo que
                      outras atividades educacionais poderão ser desenvolvidas nesses
                      laboratórios, desde que não haja nenhum comprometimento com sua
                      utilização regular por professores e alunos.


       Neste sentido,as ações desenvolvidas no LIE visam contemplar as necessidades
que a comunidade escolar apresenta,priorizando o atendimento dos alunos.Porém,vale
lembrar que Belloni (1991) diz que a mídia representa um campo autônomo do
conhecimento e deve ser estudado e ensinado da mesma maneira que estudamos e
ensinamos literatura por exemplo,a integração da mídia à escola tem de ser realizada em
dois níveis: enquanto objeto de estudo, fornecendo às crianças e adolescentes meios de
dominar uma nova linguagem; e enquanto instrumento pedagógico, dando aos
professores suporte eficaz para melhorar a qualidade do ensino.
     No art. 9°.do decreto citado elenca que os professores das escolas com Laboratório
de Informática Educativa e demais recursos tecnológicos deverão:

                     I. buscar capacitação junto aos coordena dores de laboratório e dos NTE.
                     II. planejar as aulas de forma a associar os conteúdos regulares aos
                     recursos metodológicos que as TIC proporcionam.
                     III. responsabilizar-se por ministrar as aulas, tendo o coordenador do
                     laboratório, como profissional de suporte pedagógico, que o acompanhará
                     nas atividades no laboratório.
Por isso ,os professores terão horário distinto para o planejamento ,estudo e ensino
,direito que é assegurado pelo decreto.Mas vale lembrar que ensinar com as novas
mídias será uma revolução, se mudar simultaneamente os paradigmas convencionais do
ensino, que mantêm distantes professores e alunos. Caso contrário conseguir-se á dar
apenas um verniz de modernidade, sem mexer no essencial. Já se sabe que a internet é
um novo meio de comunicação, que pode ajudar a rever, a ampliar e a modificar muitas
das formas atuais de ensinar e de aprender (MORAN, 2000, p.57).
    Neste contexto,o art. 6°. descreve que são atribuições do professor coordenador do
laboratório de informática escolar:

                     I. assessorar as atividades desenvolvidas pelos professores no laboratório
                     de informática escolar, não podendo substituir a função docente dos
                     professores regularmente lotados com este fim;
                     II. Elaborar Plano de Ação e relatório das atividades desenvolvidas,
                     III. Realizar cronograma de atendimento de alunos e prof essores no
                     laboratório, assegurando semanalmente 02 (duas) horas para
                     aprimoramento profissional (formação continuada);
                     IV. Motivar e capacitar os professores da (s) escola (s) para utilizar, com
                     seus alunos, o laboratório;
                     V. participar da elaboração do Projeto Pedagógico da Escola e de todas as
                     atividades previstas no calendário escolar, inclusive do horário de
                     planejamento, garantindo um trabalho integrado com as atividades
                     desenvolvidas em sala de aula, nos diversos componentes curriculares;
                     VI. Desenvolver, acompanhar e avaliar projetos com os professores,
                     envolvendo multimeios;
                     VII. Viabilizar junto à direção escolar os materiais necessários para o bom
                     funcionamento do laboratório, incluindo peças de reposição;
                     VIII. Manter o laboratório organizado para utilização de alunos professores
                     no desenvolvimento das ações, disponibilizando softwares em rede;
                     IX. Zelar pela manutenção e pelo bom funcionamento do computadores;
                     X- Participar de capacitações(formação continuada)quando oferecidas.

     Com o intuito de atender estes objetivos e diante da realidade que apenas 10% da
clientela desta escola possui computador e internet em casa,as ações deste LIE visam
facilitar o uso das mídias no processo de ensino-aprendizagem e proporcionar o uso do
computador .Então, além de atender o agendamento dos professores e pesquisas dos
alunos ,oferecerá também um semi-curso para a formação de monitores e para
funcionários,alunos e pais que ainda não obtiveram nenhum conhecimento acerca do uso
do computador.
      Os alunos monitores participarão de projetos e aulas desenvolvido no laboratório
Anúncio

Recomendados

Plano De AçãO LaboratóRio
Plano De AçãO   LaboratóRioPlano De AçãO   LaboratóRio
Plano De AçãO LaboratóRioAna Claudia
 
Plano de Ação - Laboratório de Informática - Ensino Fundamental II
Plano de Ação - Laboratório de Informática - Ensino Fundamental IIPlano de Ação - Laboratório de Informática - Ensino Fundamental II
Plano de Ação - Laboratório de Informática - Ensino Fundamental IIMoisés Ferreira Barreto
 
Laboratório de Informática Educativa
Laboratório de Informática EducativaLaboratório de Informática Educativa
Laboratório de Informática EducativaVuldembergue Farias
 
Plano De AçãO2010
Plano De AçãO2010Plano De AçãO2010
Plano De AçãO2010Necy
 
PROJETO DE INTERVENÇÃO A INFORMÁTICA NO APRIMORAMENTO DO TRABALHO DOCENTE: CO...
PROJETO DE INTERVENÇÃO A INFORMÁTICA NO APRIMORAMENTO DO TRABALHO DOCENTE: CO...PROJETO DE INTERVENÇÃO A INFORMÁTICA NO APRIMORAMENTO DO TRABALHO DOCENTE: CO...
PROJETO DE INTERVENÇÃO A INFORMÁTICA NO APRIMORAMENTO DO TRABALHO DOCENTE: CO...Edneide Lima
 
Plano de acao 2015 2 de setembro
Plano de acao  2015    2 de setembroPlano de acao  2015    2 de setembro
Plano de acao 2015 2 de setembropatrycya26
 
Plano de ação2011
Plano de ação2011Plano de ação2011
Plano de ação2011milenafelipe
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Plano de Ação - Laboratório de Informática - Ensino Fundamental I
Plano de Ação - Laboratório de Informática - Ensino Fundamental IPlano de Ação - Laboratório de Informática - Ensino Fundamental I
Plano de Ação - Laboratório de Informática - Ensino Fundamental IMoisés Ferreira Barreto
 
12 o uso do laboratório de informática como ferramenta pedagógica
12  o uso do laboratório de informática como ferramenta pedagógica12  o uso do laboratório de informática como ferramenta pedagógica
12 o uso do laboratório de informática como ferramenta pedagógicajuniorfuleragem
 
Plano Anual De Trabalho 2010
Plano Anual De Trabalho 2010Plano Anual De Trabalho 2010
Plano Anual De Trabalho 2010hc12
 
Projeto LaboratóRio De InformáTica Educacional
Projeto LaboratóRio De InformáTica EducacionalProjeto LaboratóRio De InformáTica Educacional
Projeto LaboratóRio De InformáTica Educacionalnorbertoschwantes
 
Atividades da Sala de Informática
Atividades da Sala de InformáticaAtividades da Sala de Informática
Atividades da Sala de InformáticaRitaToledo
 
As tendências do laboratório de informática nas instituições de ensino
As tendências do laboratório de informática nas instituições de ensinoAs tendências do laboratório de informática nas instituições de ensino
As tendências do laboratório de informática nas instituições de ensinoElizabeth Fantauzzi
 
Portfólio - 1º semestre E.M.José Dorilêo de Pina - 2013
Portfólio - 1º semestre E.M.José Dorilêo de Pina - 2013Portfólio - 1º semestre E.M.José Dorilêo de Pina - 2013
Portfólio - 1º semestre E.M.José Dorilêo de Pina - 2013elianejoerke
 
Atividade 26 produção de texto - Plano de aula para aplicação no laboratorio...
Atividade 26  produção de texto - Plano de aula para aplicação no laboratorio...Atividade 26  produção de texto - Plano de aula para aplicação no laboratorio...
Atividade 26 produção de texto - Plano de aula para aplicação no laboratorio...Nilda de Oliveira Campos
 
Plano de ação 2
Plano de ação 2Plano de ação 2
Plano de ação 2Mariadajuda
 
Projeto sala de informática 2011
Projeto sala de informática 2011Projeto sala de informática 2011
Projeto sala de informática 2011dencia999
 
PEDAGOGIA- 176 DE 809 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS PARA ESTUDANTE E PROFESSORES...
PEDAGOGIA- 176 DE 809 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS PARA ESTUDANTE E PROFESSORES...PEDAGOGIA- 176 DE 809 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS PARA ESTUDANTE E PROFESSORES...
PEDAGOGIA- 176 DE 809 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS PARA ESTUDANTE E PROFESSORES...Rosane Domingues
 
Plano de ação uca 2013
Plano de ação uca 2013Plano de ação uca 2013
Plano de ação uca 2013Lúcia Maia
 
PLANO DE AULA - ESTAÇÕES DO ANO
PLANO DE AULA - ESTAÇÕES DO ANOPLANO DE AULA - ESTAÇÕES DO ANO
PLANO DE AULA - ESTAÇÕES DO ANOJairo Felipe
 
Caderno Temático: As multimídias como ferramentas didáticas na escola paranaense
Caderno Temático: As multimídias como ferramentas didáticas na escola paranaenseCaderno Temático: As multimídias como ferramentas didáticas na escola paranaense
Caderno Temático: As multimídias como ferramentas didáticas na escola paranaensecarmezini
 

Mais procurados (19)

Plano de Ação - Laboratório de Informática - Ensino Fundamental I
Plano de Ação - Laboratório de Informática - Ensino Fundamental IPlano de Ação - Laboratório de Informática - Ensino Fundamental I
Plano de Ação - Laboratório de Informática - Ensino Fundamental I
 
Plano de Ação LIE 2011
Plano de Ação LIE 2011Plano de Ação LIE 2011
Plano de Ação LIE 2011
 
12 o uso do laboratório de informática como ferramenta pedagógica
12  o uso do laboratório de informática como ferramenta pedagógica12  o uso do laboratório de informática como ferramenta pedagógica
12 o uso do laboratório de informática como ferramenta pedagógica
 
Plano Anual De Trabalho 2010
Plano Anual De Trabalho 2010Plano Anual De Trabalho 2010
Plano Anual De Trabalho 2010
 
Projeto LaboratóRio De InformáTica Educacional
Projeto LaboratóRio De InformáTica EducacionalProjeto LaboratóRio De InformáTica Educacional
Projeto LaboratóRio De InformáTica Educacional
 
Plano de-trabalho-poed-2020
Plano de-trabalho-poed-2020Plano de-trabalho-poed-2020
Plano de-trabalho-poed-2020
 
Atividades da Sala de Informática
Atividades da Sala de InformáticaAtividades da Sala de Informática
Atividades da Sala de Informática
 
As tendências do laboratório de informática nas instituições de ensino
As tendências do laboratório de informática nas instituições de ensinoAs tendências do laboratório de informática nas instituições de ensino
As tendências do laboratório de informática nas instituições de ensino
 
Projeto informática
Projeto informáticaProjeto informática
Projeto informática
 
Plano de ação
Plano de açãoPlano de ação
Plano de ação
 
Portfólio - 1º semestre E.M.José Dorilêo de Pina - 2013
Portfólio - 1º semestre E.M.José Dorilêo de Pina - 2013Portfólio - 1º semestre E.M.José Dorilêo de Pina - 2013
Portfólio - 1º semestre E.M.José Dorilêo de Pina - 2013
 
Atividade 26 produção de texto - Plano de aula para aplicação no laboratorio...
Atividade 26  produção de texto - Plano de aula para aplicação no laboratorio...Atividade 26  produção de texto - Plano de aula para aplicação no laboratorio...
Atividade 26 produção de texto - Plano de aula para aplicação no laboratorio...
 
Plano de ação 2
Plano de ação 2Plano de ação 2
Plano de ação 2
 
Projeto lei 2014
Projeto lei   2014Projeto lei   2014
Projeto lei 2014
 
Projeto sala de informática 2011
Projeto sala de informática 2011Projeto sala de informática 2011
Projeto sala de informática 2011
 
PEDAGOGIA- 176 DE 809 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS PARA ESTUDANTE E PROFESSORES...
PEDAGOGIA- 176 DE 809 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS PARA ESTUDANTE E PROFESSORES...PEDAGOGIA- 176 DE 809 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS PARA ESTUDANTE E PROFESSORES...
PEDAGOGIA- 176 DE 809 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS PARA ESTUDANTE E PROFESSORES...
 
Plano de ação uca 2013
Plano de ação uca 2013Plano de ação uca 2013
Plano de ação uca 2013
 
PLANO DE AULA - ESTAÇÕES DO ANO
PLANO DE AULA - ESTAÇÕES DO ANOPLANO DE AULA - ESTAÇÕES DO ANO
PLANO DE AULA - ESTAÇÕES DO ANO
 
Caderno Temático: As multimídias como ferramentas didáticas na escola paranaense
Caderno Temático: As multimídias como ferramentas didáticas na escola paranaenseCaderno Temático: As multimídias como ferramentas didáticas na escola paranaense
Caderno Temático: As multimídias como ferramentas didáticas na escola paranaense
 

Destaque

Uso correto mídias sociais novozymes 13042016
Uso correto mídias sociais   novozymes 13042016Uso correto mídias sociais   novozymes 13042016
Uso correto mídias sociais novozymes 13042016Antonio Moreira
 
Apresentação transporte escolar 2013
Apresentação transporte escolar 2013Apresentação transporte escolar 2013
Apresentação transporte escolar 2013Todos Pela Escola
 
Projeto pronto da Especialização ppt
Projeto pronto da Especialização pptProjeto pronto da Especialização ppt
Projeto pronto da Especialização pptMarconildo Viegas
 
Sala digital
Sala digitalSala digital
Sala digitaljsaltmann
 
Laboratório de Informática
Laboratório de InformáticaLaboratório de Informática
Laboratório de InformáticaManuel de Abreu
 
Projeto De Informatica InclusãO Digital
Projeto De Informatica InclusãO DigitalProjeto De Informatica InclusãO Digital
Projeto De Informatica InclusãO Digitaljoice2008
 
Apresentação IV SIDTECS - UNIFEI 2014
Apresentação IV SIDTECS - UNIFEI 2014Apresentação IV SIDTECS - UNIFEI 2014
Apresentação IV SIDTECS - UNIFEI 2014Jeanne Louize Emygdio
 
Uso consciente das redes sociais
Uso consciente das redes sociaisUso consciente das redes sociais
Uso consciente das redes sociaisRaphael Araujo
 
Ativ. de informatica 5º ano
Ativ. de informatica 5º anoAtiv. de informatica 5º ano
Ativ. de informatica 5º anoandiaraveiga
 
Normas gerais de conduta escolar
Normas gerais de conduta escolarNormas gerais de conduta escolar
Normas gerais de conduta escolarandreiarsbarbosa
 
Números inteiros relativos multiplicação e divisão
Números inteiros relativos multiplicação e divisãoNúmeros inteiros relativos multiplicação e divisão
Números inteiros relativos multiplicação e divisãoPatriciaLavos
 
Projeto: Informatica Educacional
Projeto: Informatica EducacionalProjeto: Informatica Educacional
Projeto: Informatica Educacionaldiraildes
 
Mídias sociais e educação PERSPECTIVAS CAPACITAÇÃO E FERRAMENTAS
Mídias sociais e educação PERSPECTIVAS CAPACITAÇÃO E FERRAMENTASMídias sociais e educação PERSPECTIVAS CAPACITAÇÃO E FERRAMENTAS
Mídias sociais e educação PERSPECTIVAS CAPACITAÇÃO E FERRAMENTASJoão de Deus Dias Neto
 

Destaque (20)

Cartilha sistema de proteção escolar
Cartilha sistema de proteção escolarCartilha sistema de proteção escolar
Cartilha sistema de proteção escolar
 
Plano de ação pedagógica 2009 anandreia
Plano de ação pedagógica 2009   anandreiaPlano de ação pedagógica 2009   anandreia
Plano de ação pedagógica 2009 anandreia
 
Pmec silvana enviar
Pmec silvana enviarPmec silvana enviar
Pmec silvana enviar
 
Uso correto mídias sociais novozymes 13042016
Uso correto mídias sociais   novozymes 13042016Uso correto mídias sociais   novozymes 13042016
Uso correto mídias sociais novozymes 13042016
 
Apresentação transporte escolar 2013
Apresentação transporte escolar 2013Apresentação transporte escolar 2013
Apresentação transporte escolar 2013
 
Projeto pronto da Especialização ppt
Projeto pronto da Especialização pptProjeto pronto da Especialização ppt
Projeto pronto da Especialização ppt
 
Edicao 579
Edicao 579Edicao 579
Edicao 579
 
Pesquisa de lab.inf.
Pesquisa de lab.inf.Pesquisa de lab.inf.
Pesquisa de lab.inf.
 
Sala digital
Sala digitalSala digital
Sala digital
 
Laboratório de Informática
Laboratório de InformáticaLaboratório de Informática
Laboratório de Informática
 
Curso Proinfo: 2º Encontro Presencial - Unidade 2
Curso Proinfo: 2º Encontro Presencial - Unidade 2Curso Proinfo: 2º Encontro Presencial - Unidade 2
Curso Proinfo: 2º Encontro Presencial - Unidade 2
 
Projeto De Informatica InclusãO Digital
Projeto De Informatica InclusãO DigitalProjeto De Informatica InclusãO Digital
Projeto De Informatica InclusãO Digital
 
Apresentação IV SIDTECS - UNIFEI 2014
Apresentação IV SIDTECS - UNIFEI 2014Apresentação IV SIDTECS - UNIFEI 2014
Apresentação IV SIDTECS - UNIFEI 2014
 
Uso consciente das redes sociais
Uso consciente das redes sociaisUso consciente das redes sociais
Uso consciente das redes sociais
 
Ativ. de informatica 5º ano
Ativ. de informatica 5º anoAtiv. de informatica 5º ano
Ativ. de informatica 5º ano
 
Normas gerais de conduta escolar
Normas gerais de conduta escolarNormas gerais de conduta escolar
Normas gerais de conduta escolar
 
Plano de ação 1 ano
Plano de ação 1 anoPlano de ação 1 ano
Plano de ação 1 ano
 
Números inteiros relativos multiplicação e divisão
Números inteiros relativos multiplicação e divisãoNúmeros inteiros relativos multiplicação e divisão
Números inteiros relativos multiplicação e divisão
 
Projeto: Informatica Educacional
Projeto: Informatica EducacionalProjeto: Informatica Educacional
Projeto: Informatica Educacional
 
Mídias sociais e educação PERSPECTIVAS CAPACITAÇÃO E FERRAMENTAS
Mídias sociais e educação PERSPECTIVAS CAPACITAÇÃO E FERRAMENTASMídias sociais e educação PERSPECTIVAS CAPACITAÇÃO E FERRAMENTAS
Mídias sociais e educação PERSPECTIVAS CAPACITAÇÃO E FERRAMENTAS
 

Semelhante a Plano de ação 2011

Plano Anual de Ação do Labin
Plano Anual de Ação do LabinPlano Anual de Ação do Labin
Plano Anual de Ação do LabinLOCIMAR MASSALAI
 
Experiência de uso educacional de ferramenta web 2.0
Experiência de uso educacional de ferramenta web 2.0Experiência de uso educacional de ferramenta web 2.0
Experiência de uso educacional de ferramenta web 2.0leneviana
 
Projeto oficina
Projeto oficinaProjeto oficina
Projeto oficinasanrose18
 
Projetooficina Tla M Iv1[1]
Projetooficina Tla M Iv1[1]Projetooficina Tla M Iv1[1]
Projetooficina Tla M Iv1[1]sanrose18
 
As tecnologias no cotidiano escolar possibilidades de __articular o trabalh...
As tecnologias no cotidiano   escolar possibilidades de __articular o trabalh...As tecnologias no cotidiano   escolar possibilidades de __articular o trabalh...
As tecnologias no cotidiano escolar possibilidades de __articular o trabalh...Mayke Machado
 
Proposta Pedagógica para o Laboratório de informática educativa
Proposta Pedagógica para o Laboratório de informática educativaProposta Pedagógica para o Laboratório de informática educativa
Proposta Pedagógica para o Laboratório de informática educativaJocilaine Moreira
 
Proposta pedagógica para o laboratório de informática educativa
Proposta pedagógica para o laboratório de informática educativaProposta pedagógica para o laboratório de informática educativa
Proposta pedagógica para o laboratório de informática educativaJocilaine Moreira
 
Projeto Ti Cs 100h Palmitos
Projeto Ti Cs 100h PalmitosProjeto Ti Cs 100h Palmitos
Projeto Ti Cs 100h PalmitosNTE Palmitos
 
Sobradinho - Helena Maria da Silva Rech
Sobradinho - Helena Maria da Silva RechSobradinho - Helena Maria da Silva Rech
Sobradinho - Helena Maria da Silva RechCursoTICs
 
8 º encontro do Proinfo Tics. Junco do Seridó
8 º encontro do Proinfo  Tics. Junco do Seridó8 º encontro do Proinfo  Tics. Junco do Seridó
8 º encontro do Proinfo Tics. Junco do SeridóMônica Cristina Souza
 
Oficina diário linux educacional 2014 nazira anache
Oficina diário   linux educacional 2014 nazira anacheOficina diário   linux educacional 2014 nazira anache
Oficina diário linux educacional 2014 nazira anacheDelziene Jesus
 

Semelhante a Plano de ação 2011 (20)

letrameto digitaç.pdf
letrameto digitaç.pdfletrameto digitaç.pdf
letrameto digitaç.pdf
 
Plano Anual de Ação do Labin
Plano Anual de Ação do LabinPlano Anual de Ação do Labin
Plano Anual de Ação do Labin
 
Experiência de uso educacional de ferramenta web 2.0
Experiência de uso educacional de ferramenta web 2.0Experiência de uso educacional de ferramenta web 2.0
Experiência de uso educacional de ferramenta web 2.0
 
Projetocarauari
ProjetocarauariProjetocarauari
Projetocarauari
 
Tecnologia na Sala de aula
Tecnologia na Sala de aulaTecnologia na Sala de aula
Tecnologia na Sala de aula
 
Projeto oficina
Projeto oficinaProjeto oficina
Projeto oficina
 
Projetooficina Tla M Iv1[1]
Projetooficina Tla M Iv1[1]Projetooficina Tla M Iv1[1]
Projetooficina Tla M Iv1[1]
 
As tecnologias no cotidiano escolar possibilidades de __articular o trabalh...
As tecnologias no cotidiano   escolar possibilidades de __articular o trabalh...As tecnologias no cotidiano   escolar possibilidades de __articular o trabalh...
As tecnologias no cotidiano escolar possibilidades de __articular o trabalh...
 
Proposta Pedagógica para o Laboratório de informática educativa
Proposta Pedagógica para o Laboratório de informática educativaProposta Pedagógica para o Laboratório de informática educativa
Proposta Pedagógica para o Laboratório de informática educativa
 
Proposta pedagógica para o laboratório de informática educativa
Proposta pedagógica para o laboratório de informática educativaProposta pedagógica para o laboratório de informática educativa
Proposta pedagógica para o laboratório de informática educativa
 
Projeto Ti Cs 100h Palmitos
Projeto Ti Cs 100h PalmitosProjeto Ti Cs 100h Palmitos
Projeto Ti Cs 100h Palmitos
 
Portifolio
PortifolioPortifolio
Portifolio
 
Portifolio
PortifolioPortifolio
Portifolio
 
Sobradinho - Helena Maria da Silva Rech
Sobradinho - Helena Maria da Silva RechSobradinho - Helena Maria da Silva Rech
Sobradinho - Helena Maria da Silva Rech
 
8 º encontro do Proinfo Tics. Junco do Seridó
8 º encontro do Proinfo  Tics. Junco do Seridó8 º encontro do Proinfo  Tics. Junco do Seridó
8 º encontro do Proinfo Tics. Junco do Seridó
 
Grupo 7 formação de professores
Grupo 7   formação de professoresGrupo 7   formação de professores
Grupo 7 formação de professores
 
Wie2010 Formacao UCA Beth Almeida
Wie2010 Formacao UCA Beth AlmeidaWie2010 Formacao UCA Beth Almeida
Wie2010 Formacao UCA Beth Almeida
 
Oficina diário linux educacional 2014 nazira anache
Oficina diário   linux educacional 2014 nazira anacheOficina diário   linux educacional 2014 nazira anache
Oficina diário linux educacional 2014 nazira anache
 
A formação docente e as ti cs
A formação docente e as ti csA formação docente e as ti cs
A formação docente e as ti cs
 
Portifolio web 2.0
Portifolio web 2.0 Portifolio web 2.0
Portifolio web 2.0
 

Mais de Genilsa Aparecida

Alunos destaque 3º bimestre 2012
Alunos destaque 3º bimestre 2012Alunos destaque 3º bimestre 2012
Alunos destaque 3º bimestre 2012Genilsa Aparecida
 
ALUNOS DESTAQUE 2º bimestre - 2012
ALUNOS DESTAQUE   2º bimestre - 2012ALUNOS DESTAQUE   2º bimestre - 2012
ALUNOS DESTAQUE 2º bimestre - 2012Genilsa Aparecida
 
Alunos nota 10 do 1ºbimestre
Alunos nota 10 do 1ºbimestreAlunos nota 10 do 1ºbimestre
Alunos nota 10 do 1ºbimestreGenilsa Aparecida
 
Curriculo - Elaboraçaõ de Projetos
Curriculo - Elaboraçaõ de ProjetosCurriculo - Elaboraçaõ de Projetos
Curriculo - Elaboraçaõ de ProjetosGenilsa Aparecida
 
O ficina de Elaboração de Projetos
O ficina de Elaboração de ProjetosO ficina de Elaboração de Projetos
O ficina de Elaboração de ProjetosGenilsa Aparecida
 
Projeto aluno- monitor do LIE
Projeto aluno- monitor do LIEProjeto aluno- monitor do LIE
Projeto aluno- monitor do LIEGenilsa Aparecida
 
Relatório semestral do lie 2011
Relatório semestral do lie 2011Relatório semestral do lie 2011
Relatório semestral do lie 2011Genilsa Aparecida
 
Dia mundial do meio ambiente
Dia mundial do meio ambienteDia mundial do meio ambiente
Dia mundial do meio ambienteGenilsa Aparecida
 

Mais de Genilsa Aparecida (10)

Alunos destaque 3º bimestre 2012
Alunos destaque 3º bimestre 2012Alunos destaque 3º bimestre 2012
Alunos destaque 3º bimestre 2012
 
ALUNOS DESTAQUE 2º bimestre - 2012
ALUNOS DESTAQUE   2º bimestre - 2012ALUNOS DESTAQUE   2º bimestre - 2012
ALUNOS DESTAQUE 2º bimestre - 2012
 
Alunos destaque
Alunos destaque Alunos destaque
Alunos destaque
 
Alunos nota 10 do 1ºbimestre
Alunos nota 10 do 1ºbimestreAlunos nota 10 do 1ºbimestre
Alunos nota 10 do 1ºbimestre
 
Curriculo - Elaboraçaõ de Projetos
Curriculo - Elaboraçaõ de ProjetosCurriculo - Elaboraçaõ de Projetos
Curriculo - Elaboraçaõ de Projetos
 
O ficina de Elaboração de Projetos
O ficina de Elaboração de ProjetosO ficina de Elaboração de Projetos
O ficina de Elaboração de Projetos
 
Projeto aluno- monitor do LIE
Projeto aluno- monitor do LIEProjeto aluno- monitor do LIE
Projeto aluno- monitor do LIE
 
Relatório semestral do lie 2011
Relatório semestral do lie 2011Relatório semestral do lie 2011
Relatório semestral do lie 2011
 
Dia mundial do meio ambiente
Dia mundial do meio ambienteDia mundial do meio ambiente
Dia mundial do meio ambiente
 
MODELO DE HORÁRIO
MODELO DE HORÁRIOMODELO DE HORÁRIO
MODELO DE HORÁRIO
 

Plano de ação 2011

  • 1. GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO E.E.E.F.GOV. JERÔNIMO GARCIA SANTANA LABORATÓRIO DE INFORMÁTICA PLANO DE AÇÃO Cerejeiras,22 de fevereiro de 2011
  • 2. 1 IDENTIFICAÇÃO 1.1-Localização: Escola: E.E.E.F. GOV. JERÔNIMO G. SANTANA Endereço: Rua Robson Trevisan Ferreira, 2936 CEP: 78997-000 Tel. (69) 3342-2941, Cerejeiras - RO E-mail: liejeronimogarciadeantana@gmail.com APP: Jerônimo Garcia de Santana DIRETORA:Ana Maria Cavassani da Silva VICE-DIRETORA :Edenir Fátima da Rosa Gonçalves 1.2 Tema: INSERÇÃO DAS MÍDIAS EDUCACIONAIS NA ESCOLA: Uma Oportunidade de Crescimento a toda Comunidade Escolar 1.3 Período de Realização: de fevereiro à dezembro 1.4 Clientela:Alunos(1º ao 9º ano),professores,funcionários e comunidade . 1.5 Coordenadora :Genilsa Aparecida da Silva 1.6 Colaboração:Alunos ,Funcionários e comunidade Cerejeiras, 2011
  • 3. ''A escola precisa ver as mídias educacionais não como mais um recurso didático, mas sim, uma esfera integrante do meio educacional. “A saber”
  • 4. 2 APRESENTAÇÃO A escola como espaço social deve oportunizar acesso às múltiplas linguagens, constituindo um lugar de ampliação e possibilidades de representar o mundo. Nesse sentido, o laboratório de informática representa uma oportunidade para que professores e alunos e comunidade entrem em contato com os “recursos tecnológicos” da sociedade digital e possam desenvolver a aprendizagem significativa e habilidades de uso dos equipamentos. Por isso,este plano de ação possibilita-se o conhecimento das atividades de ensino-aprendizagem que serão desenvolvida no ano de 2011 no Laboratório de informática Educativo (LIE) da Escola Gov. Jerônimo Garcia Santana.Sabe-se que com a inserção das mídias no ambiente escolar há a necessidade de todos os setores da comunidade escolar conhecer um pouco das inúmeras possibilidades educacionais que as tecnologias podem oferecer para o desenvolvimento de uma educação de qualidade. Portanto, para o melhor desempenho dos alunos e professores no desenvolvimento do ensino-aprendizagem usando as TIC's, torna-se se necessário a implementação de ações que atinja toda a comunidade escolar(funcionários,alunos e pais),de acordo com a realidade da clientela e ainda contemple os objetivos do Programa Nacional de Informática na Educação(PROINFO) que são: • Melhorar a qualidade do ensino e aprendizagem. • Aprimorar o meio ambiente escolar mediante a incorporação das tecnologias; •Adequar o ensino aprendizagem as novas tecnologias de informação. • Propiciar uma educação voltada para o desenvolvimento científico e tecnológico. • Educar para a cidadania global numa sociedade tecnologicamente desenvolvida.
  • 5. 3 JUSTIFICATIVA O desafio da atualidade é como inserir na escola um sistema comunicativo que contemple ao mesmo tempo experiências culturais heterogêneas, o entorno das novas tecnologias da informação e da comunicação, além de configurar o espaço educacional como um lugar onde o processo de aprendizagem conserve seu encanto (BARBERO. 1996, p. 10-22). De acordo com o Art. 4°. da portaria de n.0948/10,os laboratórios de informática escolar têm como objetivo: I. oferecer atendimento ao maior número de professores e alunos, de todos os turnos e níveis e modalidades de ensino em funcionamento em escola. II. ser acessível a todos os alunos, professores, gestores e equipe técnica. III. ser utilizado, prioritariamente, para as atividades relativas ao processo de aprendizagem dos alunos e capacitação de professores, sendo que outras atividades educacionais poderão ser desenvolvidas nesses laboratórios, desde que não haja nenhum comprometimento com sua utilização regular por professores e alunos. Neste sentido,as ações desenvolvidas no LIE visam contemplar as necessidades que a comunidade escolar apresenta,priorizando o atendimento dos alunos.Porém,vale lembrar que Belloni (1991) diz que a mídia representa um campo autônomo do conhecimento e deve ser estudado e ensinado da mesma maneira que estudamos e ensinamos literatura por exemplo,a integração da mídia à escola tem de ser realizada em dois níveis: enquanto objeto de estudo, fornecendo às crianças e adolescentes meios de dominar uma nova linguagem; e enquanto instrumento pedagógico, dando aos professores suporte eficaz para melhorar a qualidade do ensino. No art. 9°.do decreto citado elenca que os professores das escolas com Laboratório de Informática Educativa e demais recursos tecnológicos deverão: I. buscar capacitação junto aos coordena dores de laboratório e dos NTE. II. planejar as aulas de forma a associar os conteúdos regulares aos recursos metodológicos que as TIC proporcionam. III. responsabilizar-se por ministrar as aulas, tendo o coordenador do laboratório, como profissional de suporte pedagógico, que o acompanhará nas atividades no laboratório.
  • 6. Por isso ,os professores terão horário distinto para o planejamento ,estudo e ensino ,direito que é assegurado pelo decreto.Mas vale lembrar que ensinar com as novas mídias será uma revolução, se mudar simultaneamente os paradigmas convencionais do ensino, que mantêm distantes professores e alunos. Caso contrário conseguir-se á dar apenas um verniz de modernidade, sem mexer no essencial. Já se sabe que a internet é um novo meio de comunicação, que pode ajudar a rever, a ampliar e a modificar muitas das formas atuais de ensinar e de aprender (MORAN, 2000, p.57). Neste contexto,o art. 6°. descreve que são atribuições do professor coordenador do laboratório de informática escolar: I. assessorar as atividades desenvolvidas pelos professores no laboratório de informática escolar, não podendo substituir a função docente dos professores regularmente lotados com este fim; II. Elaborar Plano de Ação e relatório das atividades desenvolvidas, III. Realizar cronograma de atendimento de alunos e prof essores no laboratório, assegurando semanalmente 02 (duas) horas para aprimoramento profissional (formação continuada); IV. Motivar e capacitar os professores da (s) escola (s) para utilizar, com seus alunos, o laboratório; V. participar da elaboração do Projeto Pedagógico da Escola e de todas as atividades previstas no calendário escolar, inclusive do horário de planejamento, garantindo um trabalho integrado com as atividades desenvolvidas em sala de aula, nos diversos componentes curriculares; VI. Desenvolver, acompanhar e avaliar projetos com os professores, envolvendo multimeios; VII. Viabilizar junto à direção escolar os materiais necessários para o bom funcionamento do laboratório, incluindo peças de reposição; VIII. Manter o laboratório organizado para utilização de alunos professores no desenvolvimento das ações, disponibilizando softwares em rede; IX. Zelar pela manutenção e pelo bom funcionamento do computadores; X- Participar de capacitações(formação continuada)quando oferecidas. Com o intuito de atender estes objetivos e diante da realidade que apenas 10% da clientela desta escola possui computador e internet em casa,as ações deste LIE visam facilitar o uso das mídias no processo de ensino-aprendizagem e proporcionar o uso do computador .Então, além de atender o agendamento dos professores e pesquisas dos alunos ,oferecerá também um semi-curso para a formação de monitores e para funcionários,alunos e pais que ainda não obtiveram nenhum conhecimento acerca do uso do computador. Os alunos monitores participarão de projetos e aulas desenvolvido no laboratório
  • 7. de acordo com sua disponibilidade de tempo em horario oposto. 4 OBJETIVOS 4.1 Geral Oportunizar toda a comunidade escolar a aprender e usar os recursos tecnológicos digitais para a informatização do ensino-aprendizagem. 4.2 Objetivos Específicos •Incentivar os professores incluir no planejamento aulas usando o LIE e as TIC's. • Disponibilizar o uso do LIE para professores,funcionários e alunos e comunidade; •Elaborar um horário fixo semanal para o uso do LIE de 1º ao 5º ano. •Agendar semanalmente,de acordo com o planejamento do professor, aulas de 6º ao 9º ano. •Agendar a pesquisa para alunos ,em horário oposto ,de acordo com a solicitação do professor. •Proporcionar ,aos alunos, meios para que eles percebam o LIE como um espaço de estudo e pesquisa e não de lazer; •Auxiliar o aluno no momento da pesquisa. •Oportunizar horários para ex-alunos realizarem pesquisas conforme solicitação de professores. •Dar instruções técnicas a professores de 1º ao 9º ano no planejamento e estudo no LIE. •Desenvolver atividades de formação do E-PROINFO,no curso de 100(cem) horas a todos os professores da escola. •Acompanhar e orientar aluno participante do curso aluno -integrado. •Desenvolver atividades do curso aluno - integrado. •Oferecer instruções básicas do uso do Windows,linux,word,power point , excel e internet a funcionários,a alunos monitores ,alunos ,funcionários e pais.. •Fazer um horário de atendimento a alunos em horário oposto para pesquisa extra- classe..
  • 8. •Convidar pais e funcionários que interessarem a participar do mini -curso. •Convidar alunos do 8º e 9º ano para serem alunos monitores. •Manter registros atualizados de agendamento dos professores e controle de pesquisas de alunos em turno oposto. •Arquivar registros de agendamentos e controle de pesquisas mensalmente. •Manter comunicação estreita com NTE. •Informar ao NTE os problemas técnicos das máquinas do LIE. •Registrar no PITEC todas as atividades desenvolvidas no LIE. •Propor atividades que utilizem as TIC’s aos professores; •Auxiliar no uso das TIC’s da escola junto aos professores, funcionários e alunos; •Manter atualizado o blog da escola com atividades e projetos e eventos desenvolvidos. •montar semanalmente um mural com textos informativos e curiosidades sobre informática e outros temas. 5 AÇÕES 5.1 - Oferecer suporte pedagógico e técnico aos professores de 1º ao 9º ano no planejamento das aulas usando o LIE; 5.2 - Subsidiar os alunos durante a realização de pesquisas; 5.3 - Oferecer a alunos e professores dia/horário diversificado para a realização de planejamento e pesquisa; 5.4-Oportunizar aos professores a realização de atividades de curso do e-proinfo; 5.5 -Realizar aulas de instruções básicas de informática a toda comunidade escolar; 5.6-Realizar registros online de todas as atividades desenvolvidas no LIE; 5.7-Atender ex-alunos para a realização de pesquisas; 5.8-Divulgar no blog da escola o resultado das atividades desenvolvidas no LIE; 5.9 -Montar semanalmente um mural de curiosidades sobre informática no pátio da escola. 5.10 -Desenvolver projetos usando as mídias que envolva os alunos monitores e outros
  • 9. alunos . 6 META Elevar a motivação e conhecimento de toda a comunidade escolar em relação as mídias educacionais. 6-AVALIAÇÃO Observar o crescimento da valorização e uso dos recursos tecnológicos por toda comunidade escolar no processo de ensino-aprendizagem. 7-BIBLIOGRAFIA MIDIAS ADUCACIONAIS:http://www.administradores.com.br/informe-se/artigos/midia- novas-praticas-de-ensino-no-mundo-globalizado/14354/.Acesso 17/02/11. PORTARIA N. 0948/10-GAB/SEDUC. •