Projeto Sala do Educador.pdf

192 visualizações

Publicada em

Projeto Sala do Educador

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
192
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Projeto Sala do Educador.pdf

  1. 1. SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO – SEDUC CENTRO DE FORMAÇÃO E ATUALIZAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DE EDUCAÇÃO BÁSICA- CEFAPRO ESCOLA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO BÁSICA “ INOVAÇÃO” Novo Mundo-MT Ano- 2015
  2. 2. “ Minha escola tem… Leitura” Buscando estratégias que superem dificuldades e elevem o indice na aprendizagem Público Alvo: Alunos do 2º ciclo que apresentam defasagem na aprendizagem. Nª AUTORES (AS) 01 Mariza Sanches 02 Francisco Vieira 03 Helter Alexandre B. de Mello 04 Sileide Oliveira de Matos Santos 05 Jaqueline Moreno 06 Maria Aparecida Ferreira Bessa
  3. 3. Objetivo geral: • Utilizar de diferentes mecanismos que proporcionem desenvolvimento e superação dos alunos sobre as dificuldades de leitura, interpretação e escrita nas diversas áreas do conhecimento.
  4. 4. Objetivos especificos: • Desenvolver nos alunos as habilidade e competências à leitura; • Oportunizar diferentes ferramentas literárias para exercicio da interpretação implícita e explícita nos diversos gêneros textuais; • Fornecer alternativas para produção escrita de texto respeitando as normas ortográficas e gramaticais; • Sensibilizar as famílias quanto seu papel legal e moral na responsabilidade com a educação dos filhos, de modo que haja uma soma de esforços e compromisso para superação das dificuldades apresentadas pelos educandos;
  5. 5. Justificativa: Segundo Dutra (2011), ler é uma das competências mais importantes a serem trabalhadas com o aluno. Pesquisas apontam ser esta uma das principais deficiências do estudante brasileiro. Afim de perceber o grau desta deficiência , a escola municipal “Inovação” em Novo Mundo/MT, realizou um breve levantamento dos alunos que apresentavam algum tipo de dificuldade na aprendizagem, sendo percebido pelos professores, que cerca de 90% dos casos estavam associados à dificuldade na leitura estando esta acompanhada por gravíssimas deficiências tanto na escrita quanto na interpretação textual. Somos sabedores que uma leitura de qualidade representa a oportunidade de ampliar no aluno sua visão de mundo. Através do hábito da leitura o mesmo pode tomar consciência das suas necessidades, e promover sua emancipação diante do mundo. “ A leitura tem sido historicamente um privilégio das classes dominantes; sua apropriação pelas classes populares significa a conquista de um instrumento imprescindível não só à elaboração de sua própria cultura, mas também à transformação de suas condições sociais.” ( Magda Soares,2004)
  6. 6. Desenvolvimento : 01 Identificar e debater junto aos professores as problemáticas apresentadas em sala; 02 Realizar estudos na busca de referências que possam sustentar os mecanismos adotados pelo coletivo sobre as problemáticas identificadas; 03 Organização dos grupos de trabalho para elaboração das propostas; 04 Apresentação e debate das propostas elaboradas; 05 Período de organização das ações; 06 Execução e acompanhamento das ações; 07 Avaliação, revisão e restruturação das ações executadas;
  7. 7. Resultados : Após o primeiro semestre de aplicação do trabalho os efeitos das ações coordenadas são visiveis: • A apreciação dos alunos pela procura de livros na biblioteca; • A efetivação de alunos em sua alfabetização; • Melhoria na elaboração textual tanto nos aspectos estruturais quanto gramaticais; • Expontâniedade em leitura coletiva; • Dispertar da curiosidade da leitura livre; • Ampliação do vocabulario individual; • Amplo desenvolvimento da inteligência linguistica dos alunos que possuem competências nesta area. • Participação de pais e responsaveis no processo de letramento das crianças;
  8. 8. AÇÕES PROPOSTAS •Corredores que falam; •Adote um aluno; • Cantinho da história.
  9. 9. Criando espaço para leitura CANTINHO DA LEITURA
  10. 10. Leitura de mensagens na rádio (ATIVA FM) -Leitura no pátio - Roda de leitura
  11. 11. Leitura ao ar livre… Leitura e inclusão…
  12. 12. AÇÃO ADOTE UM ALUNO
  13. 13. CORREDORES QUE FALAM Teia de versos…
  14. 14. Centopéia de Valores Ética e Valores
  15. 15. Referencial Bibliográfico Souza, Renata Junqueira de / Feba, Berta Lucia Tagliari ( org). Leitura Litéraria na Escola : Reflexões e propostas na perspectiva do letramento. Campinas ,SP: Mercado de Letras, 2011. Colomer, Teresa. “Andar entre livros: a leitura litéraria na escola”- SP/ Global, 2007. SOARES, Magda. ALFABETIZAÇÃO E LETRAMENTO: CAMINHOS E DESCAMINHOS. Revista Pátio, n. 29, fevereiro de 2004 DUTRA, Vânia L. R. Abordagem funcional da gramática na Escola Básica. Anais do VII Congresso Internacional da Abralin. Curitiba, 2011. FREIRE, Paulo. A importância do ato de ler em três artigos que se completam. 23ª Ed. São Paulo: Cortez, 1989. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 37º ed. São Paulo: Paz e Terra, 2008.
  16. 16. O estudo realizado em 2011 aponta que 12,9 milhões de brasileiros com mais de 15 anos de idade não sabem ler nem escrever. Analfabetismo funcional : 18,2% na Centro-Oeste,
  17. 17. “Educação não transforma o mundo. Educação muda pessoas. Pessoas transformam o mundo”. (Paulo Freire) Fonte: http://www.aldeiasinfantis.org.br/conheca/noticias/artigo-educacao- como-pratica-para-a-liberdade

×